Issuu on Google+

Laboratório de Antropologia e História Convida para o Seminário

Mares de Histórias: espaços, sociedades e histórias do Atlântico 17 e 18 de agosto de 2005 Local: Sala Celso Lemos (310) Instituto de Filosofia e Ciências Sociais Largo de São Francisco, 1 - Centro

Organização: Laboratório de Antropologia e História – LAH/UFRJ

Apoio: Programa de Pós-Graduação em História Comparada – PGHC/UFRJ


Mares de Histórias: espaços, sociedades e histórias do Atlântico 17 e 18 de agosto de 2005 - Local: IFCS/UFRJ, Largo de São Francisco, 1, Sala Celso Lemos (310), Centro

Programação: Quarta-feira, 17 de agosto 9:00h Conferência I: Luiz Felipe de Alencastro (Universidade de Paris, Sorbonne) A crise do sistema colonial no Atlântico português:1808, 1822 e 1850 10:30h Mesa 2: Outras histórias atlânticas Dale Tomich (Binghamton University) Escravidão Atlântica: Tempos e Espaços do secúlo XIX Célia Maria Marinho Azevedo (UNICAMP) Abolicionismo Transatlântico: entre o humanismo e o racismo Marco Morel(UERJ) Três interpretações da Revolução do Haiti nos séculos XVIII e XIX Keila Grinberg (UNIRIO/UCAM) Alforria e direito no século xix: a escravidão na fronteira sul do império brasileiro Roquinaldo Ferreira (UFF) Trajetória Individuais e História Atlântica: Angola e Brasil, sécs. XVII e XVIII.

Quinta-feira, 18 de agosto 9:00h Conferência II: Dale Tomich (Binghamton University) “Gobernar y Dirigir:” Escravidão, disciplina do trabalho e tecnologia no cinturão açucareiro cubano 10:30h Mesa 2: Escravidão: fluxos, identidades e fronteiras Rafael de Bivar Marquese (USP) Moradia escrava na era do tráfico ilegal: senzalas rurais em Cuba e no Brasil, c.1830-1860 Selma Pantoja (UnB) Comércio e Gênero no mundo Atlântico: as traficantes de escravos de Angola no século XVIII Rosa Elizabeth Acevedo Marin (NEA/UFPA) Guiana Francesa e o Império Atlântico Português: a invasão de Caiena -- atos e atores de um conflito de fronteiras (1808-1816) Flávio dos Santos Gomes (UFRJ) Travessias e retornos: africanos, tráfico e diásporas atlânticas Mariza Soares (UFF) A nação que se tem e a terra de onde se vem: identidade e sociabilidade escrava no Brasil colonial 18:00h Conferência III: Robert Slenes (UNICAMP) Esse tatu é véio mas ele vive cavucano': jongos de demanda e jongueiros cumba na estrada da África Central para o Brasil


Mares de História 2004