Page 1

#4

Julho/Novembro 2011 July/November 2011

Lagrimas Lifestyle

VIBRANT SPIRIT The order is to celebrate life !

ESPÍRITOVIBRANTE A ordem é celebrar a vida!


O SEGREDO MAIS BEM GUARDADO DO ALGARVE. HOTELS & EMOTIONS

VILA MONTE . MONCARAPACHO

SABORES COM ALMA. FOOD & EMOTIONS

RESTAURANTE ELEVEN . LISBOA

UM SANTUÁRIO DE TRANQUILIDADE. SPAS & EMOTIONS

BAMBOO GARDEN SPA . COIMBRA


80

SUMÁRIO CONTENTS

50

14

LÁGRIMAS LIFESTYLE

6

28

09 Notícias e sugestões News and suggestions 14 L’and made L’and made 20 As sete vidas de Mário Assis Ferreira The seven lives of Mário Assis Ferreira 28 O poder indomável da cor The indomitable power of colour 36 Prada, o Prada, a força de uma marca Prada, the strength of a brand 42 Idioma Comum: A Colecção de Arte da CPLP da Fundação PLMJ Common Language: The CPLP Art Collection of the PLMJ Foundation 50 Campo de Ourique, Dupla Personalidade Campo de Ourique, Dual personality 56 O mundo maravilhoso de Roland Trettl The wonderful world of Roland Trettl 64 As “paixões” no 3º Festival das Artes em Coimbra “Passions” run high at the 3rd arts festival in coimbra 68 Gula Gourmandise 70 O nosso Senhor do Vinho e do Gosto Our Lord of Wine and of Taste 74 Marrakech, a Terra de Deus Marrakesh, the Land of God 80 Terreiro do Paço Terreiro do Paço is back 86 (de) Chorar a rir Tears of laughter 88 Shopping Shopping 94 Jorge Faurie, um argentino muito português Jorge Faurie, an argentine very portuguese 98 Moradas Adresses

20

CAPA Produção/Production: Juliana Calvacanti e Maria Rita Cardoso Foto/Photo: Orlando Gonçalves Assistente de Fotografia/ Photographic Assistant: Nuno Correia Maquilhagem e Cabelo/ Make-up and Hair: Rita Janeiro Modelo/Model: Joana Freitas (L´Agence) Local/ Location: Hotel da Estrela

Vestido Prada, preço sob consulta; Pulseiras Vintage. Prada dress, price upon request; Vintage bracelets.


EDITORIAL EDITORIAL LÁGRIMAS LIFESTYLE

8

MIGUEL JÚDICE CEO GRUPO LÁGRIMAS

This one’s hand made for you

Eis que chega mais uma edição da Voyeur, hand made for you. Neste número quisemos fazer um statement de positividade e alegria, celebrando uma vida a cores, vibrante, recheada de oportunidades e motivos de satisfação. Assumimos hoje e sempre um manifesto de anti-cinzentismo, um bota-abaixo aos maus feitios, à maledicência, aos espíritos depressivos e pessimistas. O futuro está todo à nossa frente, deslumbrante de descobertas, à espera de quem o queira aproveitar plenamente. Para caras da revista deste semestre convidámos pessoas maiores que a vida como Mário Assis Ferreira, José Bento dos Santos, Roland Trettl e Jorge Faurie. São exemplos a seguir e é com muito prazer que partilho convosco o privilégio de os conhecer, para que como eu se possam inspirar na sua criatividade e alegria de viver.

Here comes another edition of Voyeur, made especially for you. In this issue we wanted to make a statement of positivity and happiness, celebrating a life in Technicolor, vibrant, full of opportunities and plenty of excuses for satisfaction. Today as always, we proclaim our anti-grey manifesto, a put-down to bad temperaments, gossip and depressed and pessimistic spirits. The whole future lies ahead of us, amazing discoveries await those who are willing to pick up and carry the gauntlet. For this season’s cover stories and personalities we invited larger than life characters such as Mário Assis Ferreira, José Bento dos Santos, Roland Trettl and Jorge Faurie. They are examples to follow and it is with great pleasure that I share with you the privilege of knowing them so that I can be inspired by their creativity and joie de vivre.

Na Voyeur que vos apresento haverá ainda espaço para viajar até ao Alentejo e Marrakech, para calcorrear Campo de Ourique, um dos bairros mais típicos de Lisboa e ainda para conhecer a Prada e as mais recentes tendências da moda. São motivos mais que suficientes para se deixar ficar pelas páginas seguintes e mais uma vez ser voyeur da Voyeur.

Within the pages of this edition of Voyeur that I present there is still plenty of room for travel, this time to the Alentejo and Marrakech plus we take you on a walk through Campo de Ourique, one of the most emblematic quarters of Lisbon and also to take you to see Prada and some of the latest fashion trends. These are more than enough reasons to explore the following pages and once again be a voyeur of Voyeur.

VOYEUR Ficha Técnica / Credits Propriedade e Edição / Proprietor and Publisher: Lágrimas Hotels & Emotions > R. Saraiva de Carvalho, 35/37, 1250-242 LISBOA > T.: +351 211 900 150 www.lagrimashotels.com > info@lagrimashotels.com > NIF: 503001490 Director: Miguel Júdice Editores / Editors: Maria Ana Ferro, Juliana Calvacanti (Fashion & Lifestyle) Direcção de arte e Design/ Art direction and Design: Slide Studio > R. do Sol ao Rato, 73 - 1º, 1250-262 LISBOA > T.: +351 218 006 638 > www.slidestudio.com.pt Impressão / Printing: Cromaticamente Periocidade / Periodicity: Semestral Tiragem / Print Run: 20.000 exemplares Depósito Ligal / Legal Deposit: 303061/09


Hotel da Estrela considered one of the best new hotels in the world by Condé Nast Traveler

O Hotel da Estrela, a mais recente unidade hoteleira do Grupo Lágrimas, foi escolhido para a “Hot List” dos melhores novos hotéis do mundo em 2011, uma selecção levada a cabo pela revista Condé Nast Traveler, considerada uma das principais publicações de turismo a nível internacional.

The Hotel da Estrela, the most recent addition to the Lágrimas Group stable, was chosen for the “Hot List” of the best new hotels in the world in 2011, a selection hand picked by Condé Nast Traveler, considered as one of the major tourist publications internationally. www.hoteldaestrela.com

Praia do Pego

A Coordenação Nacional da Bandeira Azul premiou a Praia do Pego, onde fica situado o restaurante Praia do Peixe, com o título de “Melhor Concessionário” de 2010, distinguindo a qualidade da praia do Pego e as boas práticas ambientais implementadas na área concessionada, gerida pelo Grupo Lágrimas.

The National Coordination of Blue Flags (Coordenação Nacional da Bandeira Azul) has been awarded Praia do Pego distinguishing the quality of the beach and good environmental practices implemented in the concession area managed by the Lágrimas Group where Praia do Peixe also won the coveted “Best Concession” award in 2010

R LSSHIOO E M NÁRIO E C CON 2011 IA EM

DE PRA

9

www.praiadopeixe.com

2011, ano do Eleven

2011, the year of Eleven

Este ano o restaurante Eleven vai levar a cabo um conjunto de iniciativas para celebrar 2011. Entre eles o menu “Eleven em 11 pedaços”, os almoços “11 à Mesa”, que vão reunir todos os dias 11 de cada mês personalidades da vida cultural, económica, enogastronómica, política e social, as semanas gastronómicas e os “Jantares com Público”, em parceria com o diário do mesmo nome.

This year restaurant Eleven will be conducting a series of initiatives to celebrate 2011. Among them a concept menu “Eleven in 11 pieces, a lunchtime “Table 11” which will meet every day of every month 11 personalities from the cultural, economic, food and wine, politics and society scene as well as the gastronomic weeks and the “Dinners with Público”, in partnership with O Público newspaper.

www.restauranteleven.com

LÁGRIMAS LIFESTYLE

Praia do Pego

CAPRICHOS HIGHLIGHTS

Hotel da Estrela considerado um dos melhores novos hotéis do mundo pela Condé Nast Traveler


CAPRICHOS HIGHLIGHTS

www.terreiro-paco.com

Quinta das Lágrimas recebe dois Presidentes do Brasil

Quinta das Lágrimas receives two Presidents of Brazil

A Quinta das Lágrimas foi escolhida pela Presidente do Brasil, Dilma Roussef, e pelo ex-Presidente Lula da Silva, como hotel durante a sua estadia em Portugal. A Quinta das Lágrimas já tinha recebido em meados do século XIX o Imperador do Brasil.

Quinta das Lágrimas was chosen by the President of Brazil, Roussef, and former President Lula da Silva, as their hotel of choice during their stay in Portugal. Quinta das Lágrimas once received the Emperor of Brazil in the mid-nineteenth century.

LÁGRIMAS LIFESTYLE

10

www.quintadaslagrimas.pt

Loja Hermés Quinta Shopping, Loja 12 Almancil - Algarve

Pátio da Galé reabre no Terreiro do Paço

Pátio da Galé reopens in the Terreiro do Paço square

O Pátio da Galé, que ocupa a área onde se situavam o Paço Real e a Casa da Índia, reabriu recentemente com o esplendor do passado e afirmando-se como o mais deslumbrante espaço para eventos da cidade de Lisboa. O Peixe em Lisboa, actividades do Festival dos Oceanos e a ModaLisboa são alguns dos eventos que aí, podendo o espaço ser alugado para acolher eventos privados para mais de 1000 pessoas, podendo o catering ser assegurado pela Lágrimas Catering.

The Pátio da Galé, which occupies the area where the Royal Palace grounds and the Casa da India once stood, recently reopened with the decadent splendour of the past positioning itself as one of Lisbon’s most attractive spaces for events. The site has already hosted a number of high profile events including Peixe em Lisboa, Festival dos Oceanos, Moda Lisboa, the space can be rented for private events for over 1000 people, with catering provided by Lágrimas Catering.

Hermés volta ao Algarve Hermés returns to the Algarve Pelo terceiro ano consecutivo a Hérmes abre loja de verão no Quinta Shopping, em Almancil. Neste espaço com 60 m2 poderá encontrar uma diversificada gama de produtos da marca francesa, desde a marroquinaria aos perfumes, passando pelo prêt-à-porter ou as sedas. A loja estará aberta de Abril até fim de Outubro. Vale a pena uma visita durante as férias. For the third consecutive year, the Hermés summer store opens at Quinta Shopping in Almancil. In this 60 m2 space you will find a diverse range of products from the French brand, ranging from leather goods to perfumes, everything from the prêt-à-porter to silks. The store will be open from April until late October. It’s worth a visit during the summer holidays.


Um encontro inusitado entre o Ocidente e o Oriente. A Chopard lançou uma linha única de mostradores desenvolvidos pelo reconhecido artista japonês Kiishiro Masumura, proclamado como “Tesouro Nacional Vivo” pelas autoridades do seu país, distinção concebida aos indivíduos que contribuem com a preservação do património e savoir faire ancestrais. Kiishiro Masumura usou a técnica ancestral denominada Urushi, uma arte milenar de lacagem, em que a laca é obtida a partir da seiva de uma árvore do mesmo nome, cuja colheita só pode ser feita uma vez por ano e em quantidades muito limitadas. A colecção é composta por 9 mostradores ornamentados com pó de ouro. Puro luxo ancestral.

An unexpected meeting between West and East. Chopard has launched a unique line of window displays created by renowned Japanese artist Kiishiro Masumura. Proclaimed as a “living national treasure” by the powers that be of his country, a rare distinction individuals bestowed upon those who contribute to the preservation of heritage and ancestral savoir faire. Kiishiro Masumura used an ancestral technique called Urushi, an ancient art of lacquering, where the lacquer is obtained from the sap of a tree of the same name, and where the trees can only be tapped once a year and in very limited quantities. The collection consists of nine showcased exhibits decorated with gold dust. Pure ancestral luxury.

Montblanc, a reconhecida marca alemã de design intemporal, luxo extremo e produtos clássicos manufacturados, rende-se à tecnologia e lança dois novos acessórios: as capas Meisterstück para iPhones e para iPads. Feitas com a famosa pele Meisterstück, as capas vêm com emblemática estrela símbolo da marca e prometem não só proteção aos gadgtes, mas também torná-los ainda mais sofisticados. As capas Montblanc encontram-se à venda em todas as lojas da marca.

Montblanc, the renowned German brand of timeless design, extreme luxury and classic handcrafted products, surrenders to technology with the launch of two new accessories: Meisterstück covers for iPhones and iPads. Made using the famous Meisterstuck leather, the covers come embossed with the emblematic star that symbolises the brand and not only guarantees protection for gadgets but also adds a level of sophistication. Montblanc covers can be found in all the brand’s stores.

CAPRICHOS HIGHLIGHTS

Chopard unites with ancient Japanese art

Montblanc: when classic meets technological

11 LÁGRIMAS LIFESTYLE

Chopard une-se à arte japonesa milenar

Montblanc: quando o clássico se une ao tecnológico


CAPRICHOS HIGHLIGHTS LÁGRIMAS LIFESTYLE

12

Paulo Laureano Olium Reserve

Paulo Laureano Olium Reserve

A Paulo Laureano Vinus chega agora ao mundo dos azeites, apresentando o seu Paulo Laureano Olium Reserve. Fiel ao princípio em que privilegia produtos que, tal como o vinho, transportem uma história de cultura e civilização, a Paulo Laureano Vinus desenvolveu um azeite alentejano, talvez mais fresco e picante que o habitual, mas onde a estrutura e macieza dos azeites do Sul está bem presente. O chef Joachim Koerper, do restaurante Eleven, foi desafiado a associar-se a este novo azeite.

Paulo Laureano Vinus has entered the world of Olive Oil, with the new Paulo Laureano Olium Reserve. Just as it did with the wine, the brand remains faithful to the principle that favours products which carry a history of culture and civilization. Paulo Laureano Vinus have developed an Alentejo Olive Oil, which is perhaps a little bit more fresh and spicy than usual, but where the structure and smoothness of Portugal’s Southern Olive Oils is clearly present. The chef Joachim Koerper, of restaurant Eleven, was given the challenge of adopting this new Olive Oil.

Cia Marítima: inspiração mística para colecção PV 2011

Cia Marítima: mystical inspiration for SS 2011 collection

Comemorando o seu 20º aniversário, a marca de moda praia brasileira, Cia Marítima, mergulhou em Marrocos para se inspirar para a colecção PV 2011 no exotismo deste país tão rico em detalhes. O resultado: uma explosão de cores e estampas étnicas, jóias trabalhadas em metais dourados, pormenores submetidos ao banho de prata envelhecida, bem ao estilo marroquino, surgem nas peças desta Edição Especial tornando-as verdadeiros objectos de luxo. Uma sensualidade clássica e misteriosa para os dias de verão.

Celebrating its 20th anniversary, the Brazilian beachwear brand, Cia Maritima, dipped into Morocco for inspiration for its SS 2011 collection drawing on the country’s exoticism so rich in detail. The result: an explosion of ethnic colours and prints, jewellery crafted from gold metal, hand crafted, aged silver vintage accessories all celebrating the Moroccan style, making parts of this special edition truly luxury items. A classic subtle sensuality perfect for the summer season.


Joana Vasconcelos in book form

Joana Vasconcelos apresenta-se como o livro de referência dedicado ao trabalho de uma das mais originais e reconhecidas artistas contemporâneas. Os textos da investigadora Raquel Henriques da Silva e do filósofo Gilles Lipovetsky (em colaboração com o Professor Jean Serroy), e a entrevista conduzida por Agustín Pérez Rubio, director do prestigiado MUSAC, acompanhados por imagens de grande qualidade das criações de Joana Vasconcelos. Esta edição de luxo, editada pela Livraria Fernando Machado e com design de Ricardo Mealha, estará também disponível numa versão exclusiva, acompanhada por uma peça original da artista, limitada a 200 exemplares.

“Joana Vasconcelos” presents itself as a reference book devoted to the work of one of the most unique and recognized contemporary artists in Portugal. The texts were written by researcher Raquel Henriques da Silva and the philosopher Gilles Lipovetsky (in collaboration with Professor Jean Serroy) plus an interview conducted by Agustín Pérez Rubio, director of the prestigious MUSAC are accompanied by high quality images of the creations of Joana Vasconcelos. This deluxe edition, published by Livraria Fernando Machado and Ricardo Mealha design, will also be available in a unique version, accompanied by an original piece by the artist, limited to just 200 copies.

A inspiração: o primeiro cocktail refrescante num dia ensolarado de verão. Foi com esta sensação que Marc Jacobs criou três edições limitadas de Splashes com fragrâncias que evocam o paraíso ao estilo da assinatura do designer. Cranberry (Arando), Ginger (Gengibre) e Curacao (Curaçau) são os aromas desta colecção Splash Cocktail 2011, que vem em cores vibrantes e frascos de vidro de 300 ml, tudo para o total deleite dos prazeres desta estação.

Our inspiration: a refreshing cocktail for the first hot day of summer. That is exactly why Marc Jacobs created Splashes, three new limited edition fragrances that evoke paradise to the designer’s signature style. Cranberry, Ginger and Curacao are the flavours of this Splash Cocktail 2011 collection, which comes in vibrant colours and 300 ml glass bottles, all for the total enjoyment of the pleasures of this summer season.

CAPRICHOS HIGHLIGHTS

Joana Vasconcelos em livro

The Marc Jacobs Splash

13 LÁGRIMAS LIFESTYLE

www.1922LFM.com

O Splash de Marc Jacobs


LÁGRIMAS LIFESTYLE

14

Hotel da Estrela, Lobby

ESPAÇO VOYEUR VOYEUR LOCALES


Having crossed the Tagus coming from Lisbon, we do not need more than about twenty minutes until we start seeing the rolling Alentejo landscape, gently undulating grasslands dotted with mighty oak trees, the absolute king of this Montado ecosystem. Less than an hour from the capital, deep inside the Montado, we come to Montemor-o-Novo, an ancient land, born in 1203, a true lady with a majestic castle that has always played a key role in defending Portugal. It is there looking onto Montemor, that you will find L’AND Vineyards nestled quietly on a hillside, one of the most beautiful resorts in Portugal. TEXTO TEXT MIGUEL JÚDICE | FOTOS PHOTOS FERNANDO GUERRA E NUNO CORREIA

ESPAÇO VOYEUR VOYEUR LOCALES

Passando o Tejo vindos de Lisboa, não são precisos mais do que uma vintena de minutos para sermos recebidos pelos montes do Alentejo, ondulam suavemente na paisagem, pontuados por sobreiros, rei absoluto deste ecossistema, o Montado. A menos de uma hora da capital, Montado a dentro, chegamos a Montemor-o-Novo, terra antiga, nascida em 1203, senhora de um majestoso castelo que desde sempre desempenhou um papel fundamental na defesa de Portugal. É ali, a ver Montemor, que descansa tranquilamente o L’AND Vineyards, um dos mais deslumbrantes resorts de Portugal.

15 LÁGRIMAS LIFESTYLE

L’AND Made


ESPAÇO VOYEUR VOYEUR LOCALES LÁGRIMAS LIFESTYLE

16

O L’AND Vineyards recebe os seus hóspedes em 22 suites de enorme qualidade. Com áreas superiores a 100m2 e grandes zonas de estar no exterior... L’AND Vineyards welcomes guests in supreme quality 22 suites. With living areas over 100m2 and large outside lounging areas...

O conceito do L’AND Vineyards baseia-se na ligação com a vinha, na qualificação arquitectónica e na sustentabilidade ambiental efectiva, oferecendo uma forma inovadora de ter uma experiência hoteleira num ambiente rural e também de possuir uma casa no campo, uma vez que existem villas que poderão ser adquiridas. O L’AND Vineyards recebe os seus hóspedes em 22 suites de enorme qualidade. Com áreas superiores a 100m2 e grandes zonas de estar no exterior, as suites são verdadeiros oásis de sofisticação e conforto. Sentir o céu nocturno do Alentejo e observar o cosmos são experiências verdadeiramente únicas que o L’AND Vineyards oferece aos seus hóspedes, que assim podem maravilhar-se com a paisagem nocturna do Alentejo - uma das regiões europeias com menor poluição luminosa da Europa. As luxury Sky Suites permitem a abertura completa do tecto do quarto, podendo os hóspedes ver as estrelas deitados na cama. Único, original, extraordinário.

The concept of L’AND Vineyards is based on the connection to the vine and in qualifying architectural and environmental sustainability effectively, this weekend retreat provides an innovative way of having a hotel experience in a rural environment and also having an ultra modern and stylish house in the country, since L’AND also offers villas that can be acquired for the chosen ones who can afford it. L’AND Vineyards welcomes guests in supreme quality 22 suites. With living areas over 100m2 and large outside lounging areas, the suites are a true oasis of sophistication and comfort. The sense of the night sky in Alentejo and observing the cosmos are truly unique experiences that L’AND Vineyards offers its privileged guests, so they can marvel at the nocturnal landscape of the Alentejo - one of the least light polluted regions in the whole of Europe. The luxury Sky Suites allow for the complete opening of the ceiling of your room so that guests can see the stars whilst lying in bed. Unique, original, extraordinary.


ESPAÇO VOYEUR VOYEUR LOCALES

The vine is used as a playful landscape element plus it allows homes to produce their own wine.

The vine is used as a playful landscape element plus it allows homes to produce their own wine. Guests can have contact with the wine production through a resident winemaker. The houses, scattered over 66 acres, were created by a renowned set of architects (Promontório, José Paulo dos Santos, João Luís Carrilho da Graça, Peter Markli and Sergisson Bates), while the interior design of the resort was designed by the award-winning architect Marcio Kogan (www.marciokogan.com. br) his first project in Europe having created gems like the stunning Hotel Fasano in São Paulo. In the restaurant, head Chef Miguel Laffan prepares a terroir cuisine based on the products that the Montado has to offer. Book a table at L’AND and you will earn the right to try dishes that depart from the local traditional base and reinterpret the Alentejo, always using fresh produce and much of which comes from neighbouring Herdade do Freixo do Meio, Portugal’s premium organic food supplier. The spa and wellness are constant themes running through the resort, at L’AND Spa they offer treatments based on wine and the grape and vine. The Zen like space is a Caudalie Vinothérapie® Spa, an exclusive French brand who created the concept at Châteaux Smith Haut Laffite in Bordeaux. L’AND Vineyards are integrated within the Small Luxury Hotels of the World boutique selection, which brings together some of the finest small luxury hotels in the world.

17 LÁGRIMAS LIFESTYLE

A vinha é utilizada como elemento paisagístico e lúdico, permitindo que os proprietários das residências possam produzir o seu próprio vinho.

A vinha é utilizada como elemento paisagístico e lúdico, permitindo que os proprietários das residências possam produzir o seu próprio vinho. Os hóspedes podem ter contacto com a produção de vinho através do enólogo residente. As casas, espalhadas por 66 hectares, foram criadas por conceituados arquitectos (Promontório, José Paulo dos Santos, João Luís Carrilho da Graça, Peter Markli e Sergisson Bates), enquanto que o projecto de interiores do resort é da autoria do arquitecto brasileiro Márcio Kogan (www. marciokogan.com.br), que aqui tem o seu primeiro projecto na Europa, depois de ter criado jóias como o Hotel Fasano de São Paulo. No restaurante, o Chef Miguel Laffan faz uma cozinha de terroir com base nos produtos que aquela terra de Montado dá. À mesa do L’AND podem provar-se pratos que partem da base tradicional Alentejana e a reinterpretam, sempre com produtos frescos, muitos dos quais vêm da Herdade do Freixo do Meio, uma exploração vizinha que assenta a sua produção na agricultura biológica. O spa é fiel ao tema do resort, o vinho, oferecendo tratamentos com base em uva. É um Caudalie Vinothérapie® Spa, a marca francesa que criou este conceito no Châteaux Smith Haut Laffite, em Bordéus. O L’AND Vineyards integra a cadeia Small Luxury Hotels of the World, que reúne alguns dos melhores pequenos hotéis de luxo do mundo.


LÁGRIMAS LIFESTYLE

18 ESPAÇO VOYEUR VOYEUR LOCALES


PUB


LÁGRIMAS LIFESTYLE

20 À CONVERSA A TALK WITH


Na esplanada do restaurante Terreiro do Paço, Lisboa entretinha os turistas. Nas traseiras, protegidos pelos telhados não de vidro, mas transparentes do claustro do Pátio da Galé, alimentava-se o cachimbo e conversava-se em paz. Foi com as cartas todas na mesa que José Miguel Júdice conversou com um velho amigo e se abriu o jogo. Out on the esplanade of the Terreiro do Paço restaurant, Lisbon entertains the tourists. But behind the secenes and protected by a non-glass but transparent ceiling within the patio da galé cloisters, mario replenished his pipe and conversed in peace. it was with all the cards on the table that josé miguel júdice spoke with an old friend and cut the deck in half and dealt the first hand. TEXTO TEXT MARIA ANA FERRO | FOTOS PHOTOS RUPERT EDEN

À CONVERSA A TALK WITH

The seven lives of Mário Assis Ferreira

21 LÁGRIMAS LIFESTYLE

As sete vidas de Mário Assis ferreira


À CONVERSA A TALK WITH LÁGRIMAS LIFESTYLE

22

Meu caro Mário, isto é uma conversa, não é uma entrevista, portanto, é muito mais perigoso, porque vais falar com muito mais abertura. Uma das coisas que nos fez pensar em ter esta conversa contigo é o facto de tu seres, e muita gente não saber, um homem de sete vidas, todas vividas a cores. A quantidade de coisas que tu fizeste é impressionante e também o é o sucesso em que nelas tiveste. Tu gostas pouco de te gabar, mas isto não é gabar, estamos numa época deprimida e é possível dizer às pessoas: calma, não é um mito, nós podemos ir mais longe, se fizermos as coisas certas. Conta-me a forma magnífica como entraste, ainda muito jovem, no mundo do show business. Bom, esse foi um dos acidentes de percurso, o primeiro porventura, desta minha maneira de encarar a vida. Essa a que te referes concretamente, ocorreu no meu 5º ano de liceu, com 15 aninhos, quando eu queria catrapiscar uma miúda e havia uma festa em casa de uns amigos em que era preciso um conjunto. Eu então achei que devia fazer um conjunto e eu próprio aprender a cantar e a tocar. Mal, como sempre o fiz, mas a verdade é que em duas semanas, com um professor de guitarra, consegui fazer um conjunto e, porque a miúda valia a pena, conquistei-a. A verdade é que desse grupo de estudantes, que tinham preparação musical ainda primária, se vieram a revelar alguns talentos musicais. Aquilo funcionou e eu cheguei à conclusão de que era possível fazer o melhor conjunto, o melhor grupo que alguma vez tivesse existido em Portugal. Podemos não conseguir, mas devemos tentar o melhor. Ora nem mais. E se não conseguir, então parto para outra. Mas normalmente na minha vida, tudo aquilo que eu quis fazer foi sem fronteiras, sem horizontes, era para procurar ser melhor, sabendo embora, que ser melhor que toda a gente é uma coisa impossível, aquilo que se consegue é ser diferente. E devemos tentar. Como dizia um amigo meu: já sei que não consigo conquistar todas as mulheres do mundo, mas quero pelo menos tentar. Mas, para quem não sabe, diz-nos como se chamava o conjunto. Quinteto Académico. Mas não era bom músico e substitui-me. Transformei-me no empresário e organizador de marketing do grupo e depois a partir daí e durante sete anos, até eu me formar em Direito, aquele grupo foi crescendo de fama até ganhar uma reputação incontornável. Fui buscar os melhores músicos, primeiro em Portugal, depois a Inglaterra e aos Estados Unidos, e com 18 anos andava eu na Broadway e em Londres no Soho, em bares, à procura de músicos que satisfizessem o perfil que eu exigia. Mas o que é extraordinário é que, tendo tu a possibilidade de ter acesso a um sucesso com esse mediatismo, te licenciasses em Direito e mudasses para outra vida, nada mais oposta e talvez até mais aborrecido. No dia em que me licenciei entrei num concurso para o Ministério das Finanças e, em função das notas que tinha, ganhei e entrei directamente como jurista, mais concretamente para as Contribuições e Impostos. O Ministério das Finanças como Jurista foi uma outra vida, mas foi curta, não estiveste muito tempo. Ao fim de um ano sou requisitado em comissão de serviço para Chefe de Gabinete do Secretário de Estado do Orçamento e do Mi-

Eu não sei dar 50% de nada, eu só sei dar ou 100% ou 200% de mim próprio. I do not know how to give 50% of anything; I just know how to give 100% or 200% of myself. My dear Mario, this is a conversation, not an interview, so it is much more dangerous because you will be talking more openly. One of the things that made us decide to have this chat with you is that you are, and not many people know this, a man with seven lives. The amount of things that you have done is incredible and so is the success that you have had doing them. You don’t like to brag much, but this is not bragging, we are currently in a time of financial crisis and yet you can tell people, calm down, this is not a dead-end, we can get out of this rut if we get things right. Tell me, in your magnificent way, how you entered the world of show business at such a young age? Well, that was one of those accidents in life, the first break, in my way of looking at life. That incident that you are referring to occurred when I was 15 years old and I wanted to impress a girl and there was a party at the home of some friends where they needed a band to play. I then got it into my head that I could form this band by teaching myself to sing and play. Badly, as it turned out, but the truth is that in two weeks, with the help of a guitar teacher, I formed a band because the girl was worth it and I was able to win her over. The truth is that at that time this group of students from a wellto-do all-boys high school in Lisbon, where some basic music was taught, turned out some talented musicians. My plan worked and I came to the conclusion that it was possible to make the best band, perhaps even the best group that Portugal had ever seen. We can fail, but we must try our best. And if we do not succeed, then we try something else. But normally in my life, everything that I wanted to do was without borders, without horizons, it was about trying to be better, bearing in mind that being better than everyone is an impossible thing, what one achieves is being different from the rest. The band was called Quinteto Académico, now an iconic reference that encapsulated a generation, and the first thing I had to do to make that happen was to replace the musicians, starting with me! I was the worst player. So I became a businessman and a kind of marketing manager for the group and from then on, for the next seven years until I graduated in law, that group rose to fame and even gained a certain reputation nationally. But what is extraordinary is that given your ability to have access to the world of show business, instead you earned a law degree and swapped everything for another life, for something completely different and perhaps even a bit more boring. On the day I graduated I entered a contest to practice for the Ministry of Finance and, according to my exam results, I won and went in directly as a lawyer specialising in Taxes.


LÁGRIMAS LIFESTYLE

23

À CONVERSA A TALK WITH


À CONVERSA A TALK WITH

It would be interesting to see someone with your entrepreneurial ability and with your poetry and enthusiasm to manage our taxes today! What was it like being a lawyer at the Ministry of Finance? If I made any contribution, as far as the Ministry of Finance was concerned, it was to dispel once and forever the mythical concept that some economists put forward, by analysing the current situation and qualify it as Casino Economics. I wish we were in a casino where the highest income tax in the world corresponds to 62% of the gross national revenue, leaving only 38% for all costs in an environment where I have to confess, supervision practically overlooks the fundamental and pivotal problems of a sector that represents 70% of the funding of tourism in Portugal, 15% of export activity, 10% of GDP, 11% of import of manpower in Portugal. I would love to see those who take care of the Finances of this country, spend four months doing an internship at a casino in the light of this current crisis.

LÁGRIMAS LIFESTYLE

24

nistro das Finanças que eram Victor Coelho e Manuel Cotta Dias. Aconteceu-me até uma coisa curiosa, é que na mudança do ministro Dias Rosa para Manuel Cotta Dias, quando pela primeira vez se fundiu o Ministério das Finanças com o Ministério da Economia, houve um período de cerca de duas semanas durante o qual não houve chefes de gabinete, e então eu fui Chefe de Gabinete de sete Secretarias de Estado e de dois Ministérios ao mesmo tempo o que significava que praticamente dormia no Ministério das Finanças. Foste salvo pelo 25 de Abril de uma carreira burocrática... Eu tinha um pequeno problema, é que eu era primo, embora em segundo grau, do Marcelo Caetano e consequentemente à data do 25 de Abril já havia sido convidado e recusado para ser Governador Civil de Setúbal e um dos deputados de uma pseudo Assembleia da República, que nessa altura teria outra designação. Tinha-me afastado de quaisquer horizontes políticos por razões de convicção. E depois foste para o Brasil, que foi para ti um fascínio. O Brasil foi um exercício de teste a mim próprio. Cheguei sem conhecer nada nem ninguém. A primeira entrevista para que fui chamado foi para uma empresa chamada Café Solúvel Brasília. Havia uma lista infindável de candidatos altamente qualificados, mas eis que estavam os directores de compras nessa entrevista, vindos de Inglaterra, Estados Unidos e França e como teste final da entrevista que fiz, chamaram-me para testar o meu inglês e o meu francês. E de facto, apesar de não ser um poliglota, desembaraço-me com alguma facilidade em qualquer dessas línguas e o mais curioso é que sem saber nada acerca de café solúvel, quase que fechei o negócio que estava em causa. Comecei como jurista, tendo apenas durado um mês, depois fui para director de uma fábrica no Rio de Janeiro, logo a seguir transformei-me no Administrador de toda a área internacional e cheguei a vice-presidente do grupo. Esses oito anos, durante os quais ainda fiz um curso de gestão na Getúlio Vargas, foram uma experiência marcante. Primeiro porque consegui transformar essa empresa na segunda melhor exportadora do mundo em café solúvel, abri 36 empresas em 36 países diferentes, inclusive fui responsável pela entrada do primeiro café solúvel na China e no Japão. Por outro lado, o presidente do Grupo era também presidente da Associação Comercial do Rio de Janeiro e da Confederação das Associações Comerciais do Brasil e pediu-me para lhe escrever os textos e transformei-me numa espécie de ghost writer, mas a pouco e pouco os textos começaram a ter um tal impacto que comecei a preparar os discursos de campanha do General Figueiredo, can-

Working at the Ministry of Finance as a lawyer was another life. You were not there for long. It was a short life... After one year, after writing some articles for the journal of Fiscal & Technical Studies, the head of the Secretary of State commandeered me for the Budget and the Minister of Finance who at the time were Victor Coelho and Manuel Cotta Dias. Then a curious thing happened to me, during the change over period between Dias Rosa Dias and Manuel Cotta Dias, when we first merged the Ministry of Finance with the Ministry of Economy, there was a period of about two weeks when there were no official heads of department, and I was appointed Chief of Staff of seven State Departments and two ministries at which time I practically slept in the Ministry of Finance. You were saved by the Carnation Revolution of April 25 from a bureaucratic career... I had a small problem though and that was that I was a cousin, although only in the second degree, to Marcelo Caetano (PrimeMinister before the revolution) and consequently on April 25 I had already been asked and refused to be Civil Governor of Setúbal and one of the members of a pseudo Assembly of the Republic, which in those days would have had another name. I had distanced myself from any political ambitions for altruistic reasons. But we will come back to that. Brazil, was it a passion for you. Brazil was an exercise to test myself. I arrived in Brazil without knowing anybody or anything. My first interview was for a company called Café Solúvel Brasília, a firm dedicated to the export of instant coffee. I was lucky to be interviewed, there was an endless list of candidates. By chance buying managers happened to be present at this interview, who had flown in from England, France and the United States and as a final test of the interview they tested my English and my French. And despite not being a polyglot, I spoke with ease in these languages and the most curious thing is that without knowing anything about instant coffee, I almost closed the deal that was on the table. My role in this company started as a lawyer, having only lasted one month, I became director of a factory in Rio de Janeiro, soon after I became the Administrator of the whole area and eventually became international vice president of the group. The truth is that these eight years in Brazil (during which I added a business degree to my curriculum) were a remarkable experience. First because I was able to turn this company into the second largest instant coffee exporter in the world, I opened 36 offices in 36


Faça para mim o que fez contra mim. Exactamente. Ele disse-me: se você for capaz de me dar 50% daquilo que deu ao meu ex-sócio eu peço-lhe que represente os meus interesses; e o que eu lhe disse foi: eu não sei dar 50% de nada, eu só sei dar ou 100% ou 200% de mim próprio. E isto porque de facto eu não tenho nada a certeza alguma vez ter feito aquilo com que sonhei ou aquilo que gostava, mas há uma coisa que sei, eu aprendi a gostar de tudo aquilo que faço e faço com sentido de missão e entrega. Tu pegaste no Casino que estava com dificuldades, e conseguiste, embora com uma equipa magnífica (com certeza que nada se consegue fazer sózinho), transformá-lo no maior e mais importante Casino da Europa. É verdade. E fi-lo com a alegria e satisfação e consciência que tenho, modéstia à parte, de que fui pioneiro num conceito empresarial, que é a associação do turismo com a cultura. Sem dúvida, o que tu fizeste pela cultura e continuas a fazer é impressionante. O objectivo foi este, ultrapassar este conceito desde sempre vigente em Portugal de que um casino era uma sala de jogos com serviços anexos e transformá-lo num centro multidisciplinar de actividades sociais, culturais, de entretenimento, em que o jogo funciona como mais um prolongamento dessa actividade lúdica, em que se procura privilegiar apenas o despertar da adrenalina e não o risco, que pode ser complexo. Eu nunca faço promoção nem publicidade ao jogo; mas posso recomendar que se deve jogar para se distrair, para se divertir, para despertar a adrenalina; mas sobretudo, a verdade é esta, dois terços da área dos nossos casinos são dedicados à arte e ao lazer, apenas um terço é dedicado ao jogo. E mais de metade das pessoas que entram nos nossos casinos nem sequer passam nas salas de jogos.

But Mario, how is that you ended up in the casino business? I think that looking back on my life, I never did anything in life that I was taught. I came back to Portugal without the slightest notion that I would take over the Casino, which also resulted from my practicing law. Miguel Galvão Teles and I were in charge of dealing with the acquisition of a position by Stanley Ho, then still a minority in Estoril Sol and it is through this position where I got to represent a former partner of Stanley who had exhausted his resources to comply with acquisition loans and had to sell to the position in question to Stanley and I took care of that. It was a painful process because, like all great capitalists, Stanley, is a very intelligent man, has a clear understanding of his opponents and rivals. On the day that I managed to accomplish the operation I presented my resignation to Stanley as member of the Board of Estoril Sol and he told me not to take any decision for one month when he was due to come to Portugal. When he came to Portugal, I presented my resignation letter again and he told me to call him Stanley and he would call me Mario and then he wanted to ask me a question: never in my life, for a business so small, had someone given me so much trouble or created so many difficulties.

25

Do for me what you did against me. Exactly. He told me: if you are able to give me 50% of what my expartner gave then I ask you to represent my interests, and what I said was: I do not know how to give 50% of anything, I just know how to give 100% or 200% of myself. This is because in fact I’m not entirely sure anything ever gets done what I dreamed of doing or what I wanted to do, but there’s one thing I know, I learned to like everything I do and I do it with a sense of mission and commitment. You took on the Casino when it was in trouble, and pulled through with the help of a magnificent team (for sure we do nothing by ourselves) and you were able to turn a distressed business into one of Europe’s leading casinos.

À CONVERSA A TALK WITH

E como é que depois foste parar aos casinos? Vim para Portugal sem sequer me passar pela cabeça que ia trabalhar na área do Jogo, isso foi algo que também decorreu do exercício da advocacia. O Miguel Galvão Teles e eu fomos encarregados de tratar da aquisição de uma posição pelo Stanley Ho, nessa altura ainda minoritário, no Estoril Sol e é através dessa posição na qual eu passo a representar um ex-sócio da Stanley que, exausto de recursos para cumprir todas as prestações da aquisição, tem que vender ao Stanley a posição em causa e fui eu que tratei disso. Foi um processo penoso porque, como todos os grandes capitalistas, o Stanley, sendo um homem muito inteligente, tem a clara percepção dos seus adversários e rivais. Foi um processo tão penoso que no dia em que eu consegui concretizar essa operação, apresentei obviamente a minha demissão de Administrador do Estoril Sol ao Stanley e ele disse-me para eu não tomar nenhuma decisão que ele viria daí a um mês a Portugal. Quando ele veio a Portugal, apresentei a minha carta de demissão e ele disse-me: passe a tratar-me por Stanley que eu vou passar a tratá-lo por Mário e agora queria fazer-lhe uma pergunta: eu nunca na minha vida, para um negócio tão pequeno, tive alguém que me tivesse mandado tanta comunicação, que me tivesse dado tanto problema, e que me tivesse criado tantas dificuldades.

countries plus I was responsible for the first instant coffee to arrive in China and Japan. Moreover, the president of the Group was also president of the Commercial Association of Rio de Janeiro and President of the Confederation of Business Associations of Brazil and he asked me to write texts and I became a kind of ghost writer, but little by little the texts began to have such an impact that I began to prepare the campaign speeches of General Figueiredo, a Presidential candidate.

LÁGRIMAS LIFESTYLE

didato a Presidente da República. Procurei dar o meu contributo, embora modesto, nesses textos dando a ideia que era imperativo um movimento de abertura por parte dos políticos.


À CONVERSA A TALK WITH

Mas isso não era óbvio, hoje provavelmente toda a gente dirá que é a melhor forma de promover um casino, mas na altura não era óbvio e portanto só foi possível, tenho toda a certeza, porque o Stanley Ho, como todos os visionários, percebeu que podia confiar na tua estratégia. Devo muito ao Stanley Ho, muito mesmo. E estou-lhe grato por muitas coisas, mas talvez uma das mais importantes foi ele terme dado a confiança da qual decorreu a liberdade, para dentro dos parâmetros por ele previamente definidos, ter percurso livre para poder avançar com todo um conjunto de reformas culturais e conceptuais que de facto transfiguraram completamente a imagem dos casinos em Portugal e que os distinguem dos mais de 400 casinos da Europa.

LÁGRIMAS LIFESTYLE

26

Nesse âmbito, dos grandes espectáculos, eu lembro-me de uma história notável, onde o teu profissionalismo e o teu carisma, resolveram um problema que podia ser gravíssimo, que é a célebre história, do não aparecimento no palco de um dos maiores ícones da música contemporânea, o Elton John. Eu estava no público e quando eu vi chegares ao palco e foste dizer que não ia haver espectáculo, eu pensei que as pessoas te iam matar. E o que é extraordinário é que depois de tu teres falado, toda a sala se levantou a aplaudir-te de pé, o que eu achei de facto uma prova de que qualquer problema tem em si mesmo uma oportunidade. Tu se souberes enfrentar uma dificuldade, podes tirar dali goodwill, adesão, emoção e apoio, em vez de ódio, raiva, irritação e apupo. Eu penso que tu fizeste alguma coisa, alguma importante coisa, pelo casino, naquela noite. Talvez mais do que fizeste em espectáculos em que tudo correu bem. Tens razão. Sabes que um dos grandes patrimónios da minha vida, o meu bem mais valioso, é o da credibilidade, é o que permite dizer e saber que qualquer interlocutor meu desde que lhe dê a minha palavra não precisa de nenhum contrato assinado. O que eu realço dessa história foi a tua capacidade de encontrar soluções para os problemas que parecem que não têm solução. Nós estamos em Portugal, hoje em dia, confrontados com talvez o mais grave problema da nossa história. Com toda a tua experiência de homem de negócios, de homem de cultura, com experiência de advogado, experiência de pessoa que trabalhou na área das finanças, experiência de ser humano e de cidadão, o que é que tu pensas, que mensagem é que tu podes dar, neste momento, para quem ler esta entrevista. Não quero fazer apenas um exercício de adivinhação, mas um exercício de convicção. Devo dizer-te, Zé Miguel, que por vezes sinto que este país é um país muito mal frequentado, mas a verdade é que eu sei distinguir entre o género de português que partiu para a diáspora, e que é um exemplo de trabalho em todos os países em que se encontra, e aquele que vive em Portugal e que se habituou ao laxismo que decorre da facilidade em gastar mais do que aquilo que consegue produzir, o português precisa de ter um susto muito grande. E vai ter... ... e precisa de ser conduzido por políticos que assumam governo com a credibilidade mas também com a margem para assumir a impopularidade que as medidas que são inevitáveis impõem. A minha convicção é que, quando esse susto surgir, quando as pessoas deixarem de no final de cada ano ir ao calendário para ver quantas pontes conseguem fazer e quanto menos conseguem trabalhar durante um ano, este país vai entrar nos eixos. Nós temos 9 séculos de história, somos o país com as fronteiras

It’s true. And I did it with joy and satisfaction and my conscience intact, modesty aside, that was a pioneering business concept, which is associating tourism with culture. Without a doubt, what you did for the local culture and you keep doing is fabulous. The aim was by overcoming the prevailing concept in Portugal that a casino was a gambling room with a few extra trimmings we could turn the space into a multidisciplinary centre for artistic, social, cultural and entertainment activities, where the gambling acts as a further extension of this recreational activity, where adrenalin and not risk is awakened, a process that can be complex. And from that point the typical betting value was reduced and to some extent the Casino Estoril Sol group has opened up to the mass market. Now I never promote the gambling, I never advertise betting, I believe that the only socially acceptable form for a man to make a living is by working, I never recommend that anyone earns a living through betting, but I can recommend that you should play for entertainment, to have some fun, to arouse the adrenaline, but above all, the truth is this, two thirds of the area of our casinos is dedicated to art and leisure, only one third is dedicated to gaming. And more than half the people who enter our casinos are not even there to play on the machines. But that wasn’t so obvious at the time, these days everyone would probably agree that you have come up with the best way to promote a casino, but at the time it was not obvious and therefore was only a possibility, I am sure, because Stanley Ho, like all visionaries, then realized that he could put his trust in your strategy. I owe a great deal to Stanley Ho, very much indeed. And I am grateful to him for many things, but perhaps one of the most important things was that he gave me the confidence which gave me freedom, within his predefined parameters, to go ahead with a whole set of cultural and conceptual reforms which actually completely transformed the image of casinos in Portugal and that distinguishes them from more than 400 casinos across Europe. In Europe there is only one true casino, which is in Monte Carlo, whose policy has acted as a benchmark throughout the years for the way in which we developed our casinos. In this context, of the big shows, I remember a remarkable story, where your professionalism and your charisma, solved a problem that could have been very serious, which is the famous story of the non-appearance on stage of one of the biggest musical icons of our time, Elton John. I was in the audience and when I saw you get on the stage and you were saying that there would be no show, I thought people were going to lynch you. And what’s remarkable is that after you spoke, the whole room was overflowing, they stood up to give you a standing ovation, what I realised at that moment was proof that any problem is in itself an opportunity. If you know you face a difficult situation, you can turn it into goodwill, acceptance, excitement and support, instead of hatred, anger, irritation and heckling. I think you did something, something important for the casino that night. Perhaps more than you did in shows in which everything went smoothly. You’re right. You know that one of the great treasures of my life, my most valuable asset is credibility, it is what allows me to say and know that any associate of mine from the moment I give my word has no need for a signed contract. He acknowledged his mistake and compensated it and wanted to return to Casino. I told him that if he ever came back to the Casino I would pay him the same amount but that he would have to do two shows. And that the first one would be for a charity. What I gleaned from this episode was your ability to find solutions to problems that seem to have no solution.


Quando as pessoas deixarem de no final de cada ano ir ao calendário para ver quantas pontes conseguem fazer e quanto menos conseguem trabalhar durante um ano, este país vai entrar nos eixos. When people stop looking at the end of each calendar year to figure out how many extended weekends they can take off in a year, this country will fall into place.

In Portugal today, we are confronted with perhaps the most serious problem of our history, not because there have been much worse crises, but because this time we do not have the solution to our problems within our grasp, or simply do not have as many solutions as we did at other times of crisis. With all your experience as a businessman, as a man of culture, a lawyer with experience, experience as a person who worked in the area of finance, experience of life as a human being and citizen, what do you think, what message do you think you can give at this time, for those who read this interview. I must tell you Zé Miguel, that sometimes I feel that this country is country very poorly frequented, but the truth is that I know how to distinguish between the kind of Portuguese who went off in the Diaspora, and ended up in the kind of work encountered in every country, and the kind of man who lives in Portugal and has got used to the complacency that comes from easily spending more than they can earn, the Portuguese really needed a very big wake up call. And it will happen... ... and needs to be led by politicians who give credibility to the government but also have the scope to handle the unpopularity that the measures they impose will inevitably incur. My firm belief is that when this shock arises, and when people stop looking at the end of each calendar year to figure out how many extended weekends they can take off in a year, this country will fall into place. Adversity can act as a driving force to determine a human being to overcome and accomplish. The period of my life where I learned most was the most difficult period in terms of economic survival and it was when I arrived in Brazil and my first paycheck barely gave me enough to have an apartment with only one room. And I could only eat one meal a day. And during these days of deep adversity and loneliness - that thankfully did not last for long because I gained ground rapidly - but it was enough for me to have created a callus on my life and led me to set out ten principles which have guided me through to this day, a trilogy that is the principle of duty, the principle of truth and the principle of freedom. By defending these principles, I realized that if I give one of them its absolute value the others would remain relatively constant. The one I chose as a priority is duty, which obliges me sometimes to check freedom and condition the truth, but regarding duty I guarantee that it is possible for me to overcome all the odds as long as we are committed to that which is irreversible and carry out that which is our duty.

À CONVERSA A TALK WITH

Estou de acordo contigo, completamente. Eu acho que nós temos uma característica que nos pode ajudar muito: quando somos confrontados com situações limite, quando parece que não há nada a fazer é como se tocássemos na terra. O período da minha vida em que aprendi mais, foi o período mais difícil em termos económicos e de sobrevivência, foi quando cheguei ao Brasil e o meu primeiro salário mal me dava para ter um apartamento apenas com uma assoalhada. E só podia comer uma refeição por dia. E foi nesses dias de profunda adversidade e de solidão – que não foram muitos porque eu ganhei rapidamente terreno – mas foram os suficientes para eu ter criado o calo da minha vida e nesse calo da minha vida eu fixei dez princípios que me passaram a nortear completamente e que eu reproduzo hoje em dia, no fundo, a uma trilogia que é o princípio do dever, o princípio da verdade e o princípio da liberdade. Ao defender esses princípios, cheguei à conclusão que se der a um valor absoluto os outros ficam relativizados. Aquele que eu escolhi como prioritário é o dever, que me obriga por vezes a relativizar a liberdade e a condicionar a verdade, mas em nome do dever eu garanto que é-me possível ultrapassar todas as adversidades desde que nos comprometemos a que é irreversível o desempenho desse dever.

O meu bem mais valioso é o da credibilidade, é o que permite dizer e saber que qualquer interlocutor meu desde que lhe dê a minha palavra não precisa de nenhum contrato assinado. My most valuable asset is credibility, it is what allows me to say and know that any associate of mine from the moment I give my word has no need for a signed contract.

27 LÁGRIMAS LIFESTYLE

mais antigas da Europa, sei que tivemos outras provações, noutros períodos, recordo-me que a última, em 1926 conduziu àquilo que se chamou o Estado Novo. Esse é o risco, eu não acredito que neste momento esse risco se coloque, estamos na União Europeia, a democracia é um bem adquirido e inalienável, mas para ele ser merecido, para que a própria zona euro possa sobreviver, Portugal tem que ser, embora país periférico e com pouco peso, um exemplo de que a capacidade de um povo e a determinação dos políticos consegue levar este país a bom termo. Isso é inevitável e no que me diz respeito, a minha convicção é de que vamos ter 3 anos extremamente difíceis e só espero que o governo tenha a coragem para ser suficientemente impopular, se necessário perder as outras eleições a seguir, para dar a este país não apenas a estabilidade orçamental mas a capacidade de crescimento económico que é indispensável para nós voltarmos a ser um país pelo menos normal em relação ao estatuto dos demais países europeus.


O PODER INDOMÁVEL DA COR The indomitable power of colour LÁGRIMAS LIFESTYLE

28

Porque a vida não pode ser a preto e branco, elegemos a cor como símbolo máximo de uma sofisticação viva, poderosa e contagiantemente positiva! Vamos viver a cores? Life cannot be just black and white, that is why we chose colour as a symbol of vivid sophistication, powerful and infectiously positive! Lets live in colour? FOTOS PHOTOS ORLANDO GONÇALVES PRODUÇÃO STYLING JULIANA CAVALCANTI / MARIA RITA CARDOSO

Na página oposta: Vestido Prada, preço sob consulta; Pulseiras Vintage. Oposite page: Prada dress, price upon request. Vintage bracelets


MODA FASHION LÁGRIMAS LIFESTYLE

30

Vestido Fendi, € 848 Sandália Fendi, € 653,50 Colar Amok, € 287 Anel Marc Jacobs, € 105 Tudo Loja das Meias Fendi Dress, € 848 Fendi Sandals, € 653,50 Amok Necklace, € 287 Marc Jacobs Ring, € 105 All Loja das Meias


Macaco Eli Saab, preço sob consulta, Stivali Sandália Sergio Rossi, preço sob consulta, Stivali Trolley de Viagem Luis Onofre, € 540 Clutch Lancel, € 279 Eli Saab Jumpsuit, price upon request, Stivali Sergio Rossi Sandals, price upon request, Stivali Luis Onofre Travelling Trolley, € 540 Lancel Clutch, € 279


Blusa Tara Jarmon, € 130 Calção Zara, € 22,95 Cinto Mango, € 29 Sandália Mango, € 59 Mala Celine, € 784, Loja das Meias Colar H&M, € 9,95

MODA FASHION

Tara Jarmon Top, € 130 Zara Shorts, € 22,95 Mango Belt, € 29 Mango Sandals, € 59 Celine Bag, € 784, Loja das Meias H&M Necklace, € 9,95

LÁGRIMAS LIFESTYLE

32


Fato de banho Cia Marítima, € 69,90 Calça Nuno Baltazar, € 275 Brinco argola H&M, € 4,95 Pulseira Cobra Massimo Dutti, € 15,95 Pulseira dourada vintage

MODA FASHION

Cia Marítima Swimwear, € 69,90 Nuno Baltazar Trousers, € 275 H&M Earrings, € 4,95 Massimo Dutti Snake Bracelet, € 15,95 Gold Vintage Bracelet

LÁGRIMAS LIFESTYLE

33


Top TK - Turet Knaeffermann, preço sob consulta Saia Zara, € 29,95 Sandália Zara, € 55,95 Pulseiras Mango, € 12 (conjunto de 2)

MODA FASHION

Top TK - Turet Knaeffermann, price upon request Zara Skirt, € 29,95 Zara Sandals, € 55,95 Mango Bracelets, € 12 (pair)

LÁGRIMAS LIFESTYLE

34


Vestido Malene Birger, preço sob consulta Pulseiras See by Chloe, € 44,50 Brincos vintage Malene Birger Dress, price upon request See by Chloe Bracelets, € 44,50 Vintage Earrings

Assistente de Fotografia: Nuno Correia Maquilhagem e Cabelo: Rita Janeiro Modelo: Joana Freitas (L´Agence) Local: Hotel da Estrela www.hoteldaestrela.com Photographic Assistant: Nuno Correia Make-up and Hair: Rita Janeiro Model: Joana Freitas (L´Agence) Location: Hotel da Estrela www.hoteldaestrela.com


LÁGRIMAS LIFESTYLE

36 ESTILO STYLE


PRADA, A FORÇA DE UMA MARCA

Imagem da campanha Primavera-Verão 2011 Spring-Summer 2011 Campaign

Por que a escolha de falar sobre esta marca, que todos já conhecem, já viram, leram inúmeros artigos e aparentemente não é novidade? Simplesmente porque é a PRADA... simplesmente porque é umas das marcas mais copiadas do mundo, simplesmente porque é a segunda marca com mais looks totais em capas de revista nesta última estação PrimaveraVerão 2011 – mais de 50 capas em todo o mundo -, simplesmente porque é uma referência indiscutível no mundo da moda, simplesmente porque é uma das mais inovadoras também em outras áreas de grande valor e importância, como arte, design, cinema e cultura, simplesmente porque fez agora em Junho um ano da abertura da belíssima loja da marca em Portugal, enfim, simplesmente por existirem todos estes motivos.

Why did we decide to talk about this brand that everybody knows, has seen, read countless articles about and apparently is not news? Simply because it’s PRADA ...simply because it is one of the most copied brands in the world, simply because it is the second brand with more magazine cover looks for its SpringSummer 2011 collection – and the fact that it has had more than 50 covers worldwide - simply because it is an undisputed reference in the fashion world, simply because it is one of the most innovative in other areas of great importance and value such as art, design, film and culture, simply because this June marks a year since the opening of the beautiful flagship store in Portugal, and finally, simply because all these reasons exist.

Foi em 1913 que tudo começou. A Prada foi então fundada por Mario Prada, com a abertura de uma loja na prestigiosa Galeria Vittorio Emanuele II, em Milão. Lá vendiam produtos em pele e acessórios de luxo que logo se tornaram objetos de desejo da aristocracia da época. Mas foi apenas no final dos anos 70 que Miuccia Prada, neta do fundador Mario Prada, e Patrizio Bertelli, um importante entrepreneur (que mais tarde se tornou seu marido), começaram a trabalhar para a marca, construindo os alicerces para o desenvolvimento internacional que rapidamente aconteceu. A conjunção dos dois talentos - Patrizio Bertelli como um brilhante homem de negócios e Miuccia Prada com a parte criativa, possibilitou o equilíbrio ideal para o sucesso absoluto, sendo hoje considerada uma das 100 marcas de maior valor em todo o mundo.

It was in 1913 that everything began. Prada was founded by Mario Prada, when opened a store in the prestigious Galeria Vittorio Emanuele II in Milan where they sold leather goods and luxury accessories, which soon became coveted objects of desire for the aristocracy of the time. But it was not until the late ‘70s that Miuccia Prada, granddaughter of the founder Mario Prada and Patrizio Bertelli, a leading entrepreneur (who later became her husband), began working for the brand that started building up the foundation for the international development that quickly took off. The combination of two talents - Patrizio Bertelli as a brilliant businessman and Miuccia Prada at the creative end - enabled the ideal balance for the complete success that is today considered as one of the 100 most valuable brands worldwide.

37 LÁGRIMAS LIFESTYLE

TEXTO TEXT JULIANA CALVACANTI | FOTOS PHOTOS PRADA

ESTILO STYLE

Prada, the strength of a brand


ESTILO STYLE

Fachada da primeira loja Prada na Galeria Vittorio Emanuele, Milão The front of the first Prada store at Galeria Vittorio Emanuele, Milan

LÁGRIMAS LIFESTYLE

38

Sem dúvida o mercado em que a Prada é mais largamente reconhecida é o da Moda. E nele faz um trabalho de excelência, sendo uma das marcas de referência no mercado internacional. Quanto a isto não há dúvidas. Mas o mais interessante e admirável é o trabalho que a marca desenvolve em outras diversas áreas, como arquitectura, arte e cinema. A paixão de Miuccia Prada e Patrizio Bertelli pelo mundo da cultura faz com que desenvolvam projectos inovadores, que já são considerados importantes referências nas suas respectivas áreas. De entre os inúmeros que poderiam ser mencionados, um dos mais icónicos são os chamados Epicentros (Epicenters), um conceito de design revolucionário de lojas concebidas por arquitectos inovadores e premiados, como Rem Koolhaas e Herzog & de Meuron. Este conceito combina de forma majestosa os produtos de luxo, a tecnologia, o design e a arquitectura com uma oferta de serviços exclusivos e experiências audiovisuais únicas. Tokyo, New York e Los Angeles são algumas das cidades com o privilégio de ter um Epicentro Prada. Outro forte exemplo do trabalho da marca em outras áreas aparece no mundo das artes. O amor pela arte fez com que Miuccia Prada e Patrizio Bertelli criassem a Fondazione Prada (Fundação Prada), que tem por objectivo “apresentar os mais radicais e intelectuais desafios da arte e cultura contemporânea”. A Fundação promove não só exibições de arte, mas também cinema, filosofia e arquitectura. Hoje a Prada é parte do chamado Prada Group, composto por mais outras 3 marcas: Miu Miu – uma visão de Miuccia Prada para um estilo avantgarde alternativo, Church´s - marca de calçados de luxo, e Car Shoe – marca exclusiva e pioneira na produção dos “driving” Moccasins. O Grupo

No doubt the market in which Prada is most widely recognized is Fashion. And within it is recognised as a work of excellence, one of the benchmarks for the international market. Of this there is no doubt. But the most interesting and admirable part is the work that carries the brand in other diverse areas such as architecture, art and cinema. The passion of that Miuccia Prada and Patrizio Bertelli have for the world of culture makes them develop innovative projects which are themselves considered important landmarks in their respective fields. Among the many that could be mentioned, one of the most iconic are called Epicentres, a revolutionary design of concept store designed by innovative and award-winning, architects like Rem Koolhaas and Herzog & de Meuron. This concept combines majestic luxury goods, technology, design and architecture with services offering an exclusive and unique audiovisual experience. Tokyo, New York and Los Angeles are among the cities with the privilege of having a Prada Epicentre. Another strong example of the work of the brand in other areas appears in the art world. Miuccia Prada and Patrizio Bertelli’s love of art made gave rise to the Fondazione Prada (Prada Foundation), which aims to “present the most radical and intellectual challenges of contemporary art and culture.” The Foundation promotes not only art exhibitions but also cinema, philosophy and architecture. Today Prada is part of the so called Prada Group, composed of more than three other brands: Miu Miu - Miuccia Prada’s vision of an avant-garde alternative, Church’s – a brand of luxury shoes, and Car Shoe - an exclusive pioneer brand in the producing “driving” Moccasins. The Group is present in 70 countries with its own stores and has a network of 326 sales points in active multi-brand


UM ANO DA PRADA EM PORTUGAL Foi em Junho de 2010 que Portugal recebeu a sua primeira loja-sede da Prada, mais precisamente na cidade de Lisboa. O local escolhido não poderia ser outro: a elegante Avenida da Liberdade, onde se concentram a grande maioria das lojas voltadas para o mercado de luxo. Desenhada pelo arquitecto Roberto Baciocchi, o mesmo responsável por diversas outras lojassede da marca pelo mundo, o projecto misturou os elementos clássicos da marca com uma inspiração museológica da exposição do design. Diferentes O interior da loja em Lisboa The interior of Prada´s Lisbon store

stores worldwide, a number which tends to grow and a clear reflection of the strength of international Prada brand. PRADA - ONE YEAR IN PORTUGAL It was in June 2010 that Portugal received its first flagship Prada store, located in the city of Lisbon. The venue could not be any other: the elegant Avenida da Liberdade, where the vast majority of shops geared to the luxury market are concentrate. Designed by architect Roberto Baciocchi, who was also responsible for several other top brand flagship shops around the world, the project blended elements of the classic brand with a museuminspired window display design. Different design elements blend harmoniously, such as glass and polished steel surrounding sumptuous counter-

39 LÁGRIMAS LIFESTYLE

está presente em 70 países com lojas próprias e possui uma rede de 326 pontos de vendas activos em lojas multimarcas pelo mundo, um número com tendência a crescer e um reflexo claro da força internacional da marca Prada.

ESTILO STYLE

Desfile Prada na semana de moda de Milão, PrimaveraVerão 2011 Prada´s fashion show at Milan fashion week, Spring-Summer 2011


ESTILO STYLE LÁGRIMAS LIFESTYLE

40

elementos misturam-se harmoniosamente, desde o vidro e o aço polido dos sumptuosos balcões, às cortinas em pele e o mármore negro do piso e escadaria. Muitos aspectos originais da arquitectura do edifício foram mantidos, atribuindo-lhe uma sofisticação clássica com toques contemporâneos.

tops, leather curtains and a black marble floor and staircase. Many aspects of the original architecture of the building were kept, giving it a classic sophistication with contemporary touches.

A INFLUÊNCIA DA MARCA NO MUNDO DA MODA E DAS CELEBRIDADES A última colecção da Prada, Primavera-Verão 2011, foi sem dúvida a mais forte referência da estação no mundo da moda, sendo usada como inspiração para diversas marcas comerciais no grande mercado “high street”. As fortes cores, denominadas nesta temporada por “block colors”, as riscas vivas, as exageradas estampas com frutas e flores são apenas alguns dos elementos que a Prada exibiu e logo foram vistos em todo o lado. Não somente o público se deixou influenciar pela colecção, mas também a própria imprensa, tendo sido feitas mais de 50 capas de revistas pelo mundo – os principais títulos, com looks inteiros da marca. Gisele Bünchen, Amanda Seyfried, Charlize Theron, Anna Wintour, Elton John entre outros foram algumas das estrelas a estampar estas célebres capas. Não é difícil encontrar as grandes e influentes celebridades internacionais com peças da marca. Muitas são grandes fãs e exibem sempre os “must have” das últimas colecções, atribuindo ainda maior prestígio à Prada, não que fosse de todo necessário. Mas o facto é que uma celebridade de topo tem o incrível poder de divulgar e criar desejo de consumo entre o público em geral. Por diversas vezes as peças usadas pelos “deuses” famosos tornam-se campeãs de vendas, chegando mesmo a esgotar nas lojas. A Prada participa deste fenómeno incontáveis vezes por ter o estatuto de ícone “fashion” de desejo no mundo concorrido das estrelas. É a prova do poder irresistível desta grande marca.

THE INFLUENCE OF THE BRAND IN THE WORLD OF FASHION AND CELEBRITIES The latest collection of Prada, Spring-Summer 2011, was undoubtedly the Season’s strongest in the fashion world, having been used as inspiration for a number of trademarks in the huge high street retail market. This season’s strong colours were dominated by block colours, bright stripes, exaggerated prints with fruits and flowers were just some of the elements that Prada showed off and which were soon seen everywhere. Not only the public was influenced by the collection, but also the press, having already graced over 50 major glossy magazine covers around the world, with the brand filling entire looks. Gisele Bünchen, Amanda Seyfried, Charlize Theron, Anna Wintour, Elton John among others were some of the famous faces who stamped celebrity covers. It is not difficult to find great and influential international celebrities wearing the brand. Many are indeed huge fans and often show off the latest “must have” of the latest collections, giving even greater prestige to Prada, not that they need endorsing. But the fact is that a top celebrity has the incredible power to promote and create consumer desire among the general public. On many occasions accessories used by the “gods” become famous bestselling items, and even deplete the stores. Prada has participated in this phenomenon countless times earning its well deserved status as a globally coveted fashion icon in the competitive world of celebrity. It proves the irresistible power of this great brand.

A actriz Uma Thurman com mala e sapatos Prada The actress Uma Thurman wearing Prada´s bag and shoes

Exemplos de capas de revistas internacionais com Prada Examples of international magazines with Prada on the cover


A Egoísta está à venda nas melhores livrarias do País, no Casino Estoril e no Casino Lisboa

Campanha de Assinaturas 60 | 4 edições Oferta da edição especial dedicada a Agustina Bessa-Luís (stock limitado) e de 1 CD contendo os 4 primeiros números da revista (stock limitado)

Para assinar a Egoísta contacte o Casino Estoril Casino Estoril - T. 214 667 700 F. 214 667 965 | info.cestoril@estoril-sol.com | www.casino-estoril.pt Casino Lisboa - T. 218 929 000 F. 218 929 059 | info.casinolisboa@estoril-sol.com | www.casino-lisboa.pt Casino da Póvoa - T. 252 690 888 F. 252 690 871 | www.casino-povoa.com


LÁGRIMAS LIFESTYLE

42

Délio Jasse

ARTE PLMJ PLMJ ART


A Fundação PLMJ é uma instituição cultural formada pela sociedade de advogados PLMJ – A.M. Pereira, Sáragga Leal, Oliveira Martins, Júdice e Associados. Ao longo da última década, a Fundação PLMJ apoiou a arte portuguesa através do desenvolvimento de uma colecção representativa da produção contemporânea, da programação de um espaço expositivo próprio em Lisboa, da promoção de exposições individuais e colectivas e da edição de livros e catálogos. Recentemente, a PLMJ posicionou-se além-fronteiras, estabeleceu laços comerciais com os vários membros da CPLP, especialmente Angola e Moçambique. A acompanhar esta acção, a Fundação PLMJ instituiu um acervo consagrado à arte da CPLP, alinhavando este projecto à luz das crescentes análises que criticam o enviesamento eurocêntrico da história da arte e das práticas curatoriais. The PLMJ is a cultural institution formed by the law firm PLMJ - AM Pereira, Sáragga Leal, Oliveira Martins, Judice e Associados. Over the last decade, the PLMJ Foundation has supported Portuguese art through the development of a representative collection of contemporary creation, the scheduling of its very own exhibition space in Lisbon, the promotion of individual and group exhibitions and publishing books and catalogues. Recently, the PLMJ Foundation has positioned itself across borders and established trade links with various members of the CPLP (Community of Portuguese Language Countries), notably Angola and Mozambique. Together with this move, the PLMJ Foundation has amassed a unique collection devoted to the art of the CPLP, aligning this project with the growing critical consensus of Eurocentric bias towards art history and curatorial practices.

TEXTO TEXT MIGUEL AMADO | FOTOS PHOTOS PLMJ

43 LÁGRIMAS LIFESTYLE

Common Language: The CPLP Art Collection of the PLMJ Foundation

ARTE PLMJ PLMJ ART

Idioma Comum: A Colecção de Arte da CPLP da Fundação PLMJ


ARTE PLMJ PLMJ ART

Lino Damião

Francisco Vidal

LÁGRIMAS LIFESTYLE

44

Ihos Vanny

Mauto Pinto

Jorge Dias

Mário Macilau


Mudaulene

The strategy adopted by PLMJ in building up the CPLP art collection focuses initially on young artists whose subtle irony conveys a criticism - as intense as it is refined, sensitive and poignant – of the status quo in their own countries. The works are defined by expectations set by individuals and collective aspirations convey a sense of hope, even as far as utopian in its language. The artists represented in the collection share a common contemporary language, marked primarily by a cosmopolitan world vision rather than something based solely on a proto-syncretism of traditions or ethnic roots. The respective political contexts support their reflection and discourse; both are munitions for a daily life rich in contradictions between ancestral symbolic systems and modern values. The perspective through which these local issues are addressed is inspired by a global social order, whose depictions of “the Others” in a post-colonial landscape into the exotic that once anchored the artistic practices of past generations. It is therefore the common artistic language of the young artists of the CPLP, in a communion with this stylistic new art, that has inspired the potential of the PLMJ Foundation project. For example the artist Yonamine scrutinises the situation of Angola by appropriating iconography of consumer society, by crossing the pictorial legacy of pop art with the energy

ARTE PLMJ PLMJ ART

A estratégia adoptada pela Fundação PLMJ na formação da colecção destinada à arte da CPLP centra-se, inicialmente, em jovens criadores, cuja fina ironia veicula uma crítica ­– tão intensa e sensível quanto subtil e mordaz – ao status quo dos respectivos países. Definida por expectativas individuais e aspirações colectivas distintas, a produção de cada um evidencia-se, porém, por uma sensação de esperança, plena de utopia. Os artistas representados no acervo em curso partilham uma linguagem contemporânea, marcada sobretudo por uma visão do mundo de matriz cosmopolita em vez de assente exclusivamente num proto-sincretismo de tradições de índole étnica. Os respectivos contextos políticos sustentam a sua reflexão e discursos, ambos municiados por uma vida quotidiana rica em contradições entre sistemas simbólicos ancestrais e valores modernos. A perspectiva com que abordam as problemáticas locais inspira-se na ordem social global, cujas representações do Outro num cenário pós-colonial escapam ao fascínio do exótico que ancorava as práticas de gerações artísticas anteriores. É, pois, do idioma artístico comum aos jovens criadores da CPLP, patente na

Starting with the works of Angolan and Mozambican artists, the PLMJ collection devoted to the CPLP has integrated many new names belonging to other nationalities of the CPLP throughout 2010. This stepping up of the pace of acquisitions by the PLMJ Foundation will continue over the coming years and is aimed at amassing the largest private collection in Portugal in this field. With the exception of Brazil, whose institutional structure has created a unique marketplace, many other CPLP countries - including Portugal – can begin to tap the vast resources and potential that characterizes the art scene in these countries. Thus PLMJ has also implemented this project with the aim of contributing to the revitalization of these artistic genres, showcasing the artists of the CPLP in Portugal and abroad, and therefore playing an important role in the dissemination of Lusophone ideas.

45 LÁGRIMAS LIFESTYLE

Iniciada com obras de artistas angolanos e moçambicanos, a colecção da Fundação PLMJ consagrada à CPLP integrou, ao longo de 2010, múltiplos nomes das demais nacionalidades da CPLP. Tal incremento do ritmo de aquisições por parte da Fundação PLMJ, a manter nos próximos anos, visa a constituição do maior acervo de iniciativa privada do nosso país neste domínio. À excepção do Brasil, cujos estrutura institucional e mercado definem um panorama único, à parte do dos restantes membros da CPLP – inclusive Portugal – pela grande escala que os caracteriza, a cena artística destes países dá agora os primeiros passos. Assim, a Fundação PLMJ também implementou este projecto com o intuito de contribuir para a dinamização dessas cenas artísticas, divulgando os artistas da CPLP em Portugal e no estrangeiro e, consequentemente, desempenhando um papel relevante na difusão do ideário lusófono.


ARTE PLMJ PLMJ ART LÁGRIMAS LIFESTYLE

46

comunhão estilística desta nova arte, que nasce o potencial do projecto da Fundação PLMJ. Yonamine, por exemplo, inquire a situação de Angola através da apropriação de iconografias da sociedade de consumo, para tal cruzando o legado pictórico da pop com a energia de géneros urbanos como o grafitti. As obras da série “Português Suave”, por exemplo, consistem em reproduções de maços de tabaco “Português Suave” manipuladas, com as quais o artista descreve o modo depreciativo como os angolanos encaram os portugueses, numa alusão ao resquício do colonialismo ainda verificado em Angola. Já outras obras consistem em folhas de papel de jornal serigrafadas com inúmeras imagens, desde marcas de produtos como o detergente de roupa “Omo” a personagens como “Razbula”, a alcunha de um rapaz cuja fonte de rendimento se baseia na reciclagem de um diário angolano propriedade do Estado. Call Me... (2009-10), uma pintura típica do vocabulário do artista, conjugando a referência a um número de telefone angolano, a profusão de elementos sígnicos e o forte carácter gráfico das figuras retratadas. Pinto, igualmente outro exemplo, abraça o simbolismo para retratar o Moçambique de hoje. Adoptando um pendor lírico, o artista compõe cenas que sintetizam o dia-a-dia através de narrativas simultâneas que unem acontecimentos e personagens-tipo. Assim, em jeito de automatismo psíquico, delineia paisagens, figuras e objectos em registo quase absurdo. Marrabenta Nostálgica II (2009) explora o saudosismo associado a um género musical fora de moda. Indicia-o uma mulher enlaçando-se num animal enquanto empunha uma viola. A SIDA, enquanto doença que sugere um malestar civilizacional, é o assunto de Proliferação da Sida II (2005) e de Maria de Muitos Amores (2010), duas obras que, embora realizadas em momentos diferentes, conservam a unidade de interesse de um tema ainda premente. Aqui, entre pistas dos perigos do sexo desprotegido e da morte, são várias as iconografias que o artista emprega para assinalar o fenómeno e alertar consciências.

of urban genres such as graffiti. Or the works of the series “ Português Suave”, consist of reproductions of “Português Suave” branded cigarette packs” manipulated by the artist to describe the disparaging way Angolans see the Portuguese, in an allusion to the traces of colonialism that still prevail in Angola. Other works consist of sheets of paper with numerous silkscreened images from branded products from the laundry detergent “Tide” to characters like “Razbula,” the nickname of a boy whose source of income is based on the recycling of an Angolan state-owned newspaper. Call Me .. (2009-10) is a typical painting reflecting the artist’s vocabulary, by referencing a phone number in Angola, the profusion of symbolic elements and the strong graphic nature of the characters are portrayed. Another artist named Pinto is also an example that embraces the symbolism to portray the Mozambique of today. Adopting a lyrical tone, the artist composes scenes that synthesize the day-today through narratives that unite simultaneous events and character-types. Thus, by way of psychic automatism, outlines landscapes, figures and objects creating an almost absurd rendering. Marrabenta Nostálgica II (2009) explores the nostalgia associated with an unfashionable genre. The piece depicts a woman embracing an animal while wielding a viola. AIDS, while being a disease that suggests the malaise of civilization, it two works Proliferação da Sida II (2005) and Maria de Muitos Amores (2010), which, although conducted at different times, maintain the unity of interest of a still pressing issue. Here, between themes of the dangers of unprotected sex and death, a number of iconographies allow the artist to proclaim the phenomenon and alert our conscious minds.

Miguel Amado é comissário de exposições e crítico de arte e colaborador da Fundação PLMJ. Miguel Amado is curator of exhibitions, art critic and contributor to the PLMJ Foundation.

Yonamine


LUXOS LUXURIES LÁGRIMAS LIFESTYLE

47

Néctar dos Deuses

O Cuvée Louise Rosé 2000 é um vinho delicado, de cor pálida e que revela na prova toda a doçura da sua fruta aromática. Um must para verdadeiros apreciadores de champagne.

Nectar of the gods

The 2000 Rosé Cuvée Louise is a delicate, pale-colored wine that reveals gorgeous inner sweetness in its perfumed fruit. A “must drink” for true champagne connoisseurs.


MONCARAPACHO | ALGARVE T. + 351 289 790 790 E. info@vilamonte.com www.vilamonte.com

To get away from it all in the Algarve


Gourmet experiences overlooking lisbon

Rua MarquĂŞs de Fronteira, Jardim AmĂĄlia Rodrigues T. 21 386 22 11 | 11@restauranteleven.com

www.restauranteleven.com


LÁGRIMAS LIFESTYLE

50 PASSEIO OUTINGS


A aldeia dentro da cidade, o espírito perdido de um bairro que ainda se mantém popular e que já é moderno. Um encontro arrebatador entre o tradicional e o contemporâneo que culmina onde o princípio e o fim se encontram, o Hotel da Estrela. A village within the city, the forgotten spirit of a neighborhood that still remains true to its roots yet is now chic and modern. An alluring blend of the traditional and contermporary culminating where one begins and the other ends, Hotel da Estrela.

TEXTO TEXT MARIA ANA FERRO | FOTOS PHOTOS FREDERICO DIAS

PASSEIO OUTINGS

Campo de Ourique Dual personality

51 LÁGRIMAS LIFESTYLE

Campo de Ourique Dupla Personalidade


PASSEIO OUTINGS

Tem aquilo a que se chama um certo je ne sais quois que se tenta explicar pela sua personalidade cosmopolita.

LÁGRIMAS LIFESTYLE

52

It has what one might call a certain je ne sais quois that can perhaps be explained by its cosmopolitan character.

A sua face popular, está mesmo à vista e descobre-se em cada metro de rua; a outra, mais reservada, mais peculiar, só se dá a conhecer a quem por lá anda com olhar atento. Apesar de estar no coração de Lisboa, o bairro não foi considerado centro da capital até ao aparecimento da primeira Freguesia no século XVIII: Santa Isabel. Já nessa altura, Campo de Ourique estava fortemente ligado às ideias liberais, não fossem algumas das suas ruas, homenagens a personalidades ligadas à Revolução de 1820, como Ferreira Borges, Correia Teles e Saraiva de Carvalho e ter sido a partir desta última que germinou a Implantação da República em 1910. Foram talvez estas estirpes agitadoras e republicanas que uniram operários e burgueses, apesar da sua diferença de classes, e que porventura tenham dado o mote para Campo de Ourique crescer, pejado de personalidade. Hoje, Campo de Ourique perde-se em si mesmo num labirinto místico de combinações que se atrevem a satisfazer todos os gostos. E é todos os gostos que se devem satisfazer porque o Bairro continua a acolher uma verdadeira miscelânea de habitantes, turistas e transeuntes que se dissipam nos deleites e nas surpresas que o bairro reserva. Quando o passeio começa, sempre em linha recta para não cansar as pernas e prolongar o tempo é, literalmente, à escolha do freguês. Camaleão, este bairro é capaz de se adequar a todos os apetites e vontades. É fácil escolher um lugar, ao ar livre, para tomar o pequeno almoço e ficar só ali, de jornal em cima da mesa, bica a esfriar e ver passar a gente, ou então, preferir o conforto e levar o pão quente para casa, porque padarias tradicionais e também modernas não faltam. O Canas, a Tentadora, são apenas alguns dos cafés emblemáticos que fazem parte da rotina dos residentes e da visita dos turistas. Se seguirmos em direcção aos Prazeres, por onde passa o “ex líbrico” e sempre prestável Eléctrico 28, passamos por supermercados, lojas de roupa, sapatarias, joalharias e quando já estamos suficientemente descontraídos, encontramos dois velhos amigos que nasceram para

Its popular ever-present authentic aspect of the quarter can be found on every street corner, the other more reserved, more peculiar aspect is only made known to those who walk there with attentive eyes. Despite being in the heart of Lisbon, the neighbourhood was not considered to be at the centre of the capital until the appearance of the first parish Santa Isabel in the eighteenth century. Even then, Campo de Ourique was strongly linked to liberal ideas where certain streets honour the individuals involved in Portugal’s 1820 Revolution such as Ferreira Borges, Correia Teles and Saraiva de Carvalho who planted the political seeds that led to the Establishment of the Republic in 1910. Perhaps it was this strain of agitators and Republicans who united the workers and the bourgeoisie, despite their class differences, who gave Campo de Ourique the space to grow so brimming in personality. Today, Campo de Ourique has lost itself in a mystic labyrinth of amalgamations that dare to meet all kinds of tastes. And all tastes should indeed still be satisfied because the district continues to welcome a true mix of residents, tourists and passers-by who lose themselves in the delights and surprises that the district has to offer. When the walkabout begins, in a beeline so as not to tire the legs and prolong the time it is literally the people’s choice. Chameleonlike, this neighbourhood is able to suit all appetites and desires. It’s easy to pick a place outdoors to get some breakfast and just hunker down, a newspaper on the table, coffee cooling down and people watch, or you may prefer the comfort of warm bread to take home from one of the many traditional and modern bakeries that abound. “O Canas” or “Tentadora” are just some of the emblematic cafés that have become part of the routine for residents and visiting tourists. If we continue on towards Prazeres, through which the “Ex Libris “ and ever-obliging tram 28 passes, we see supermarkets, clothing stores, shoe stores, jewellers, and when we are relaxed enough, we find two old friends who were born to live in


PASSEIO OUTINGS

Today, Campo de Ourique has lost itself in a mystic labyrinth of amalgamations that dare to meet all kinds of tastes.

viver no Bairro, o Mercado de Campo de Ourique, inaugurado em 1934 que serve inúmeros restaurantes dos arredores e a igreja do Santo Condestável, construída em estilo neolítico em honra do Condestável do Reino, o beato D. Nuno Álvares Pereira. Depois é deixarmo-nos ir, perdermo-nos na quadrícula perfeita de experiências e prolongar a caminhada até à hora de almoço. A oferta de restaurantes e lugares com cada vez mais qualidade dificulta a escolha. Vá pelos desejos. Se o apetite pede petiscos, sabor, qualidade e espírito de antigamente, a Cervejaria da Esquina é daqueles lugares onde apetece ficar e prolongar as conversas ao sabor de uma mariscada fresca e uma cerveja loirinha. Se por outro lado prefere experimentar o verdadeiro espírito de Campo de Ourique, faça uma paragem no Stop do Bairro. Enquanto espera lá fora espreite para a decoração do restaurante do Sr. João Sabino e já lá dentro, sentado com chocos à angolana ou a especialidade da casa, coelho recheado, aproveite para o conhecer e ao seu staff, vale a pena. Se ainda houver espaço, há uma passagem obrigatória em Campo de Ourique, no que diz respeito às sobremesas. O Melhor Bolo de Chocolate do Mundo é português de gema e feito com camadas de mousse crocante tipo suspiro que se alternam entre si com um supranatural chocolate derretido. Presente em Portugal, no Brasil, nos Estados Unidos e nos desejos escondidos de todos os que passam pela rua Coelho da Rocha.

the neighbourhood, Campo de Ourique Market which opened in 1934 and still serves numerous surrounding restaurants and our other friend the church of Santo Condestável, built in Neolithic style in honour of the Constable of the Kingdom, the Blessed D. Nuno Álvares Pereira. Then we let ourselves go, and get lost in the perfect quadratic experiences and extend our walk until lunchtime. The increasing quality of restaurants and eateries makes choosing lunch more and more difficult. Go by your desires. If your appetite calls for snacks, taste, quality and old spirits, the “Cervejaria da Esquina” is one of those places where you feel like staying forever and prolonging the chat just to taste more fresh seafood and amber lager. If on the other hand you prefer to experience the true spirit of Campo de Ourique, make a stop at “Stop do Bairro”. While waiting outside take a look at the decor of the Senhor João Sabino’s restaurant and once inside, sit down to the Angolan cuttlefish stew or the house specialty stuffed rabbit, and make sure you know him and his staff, it’s well worth it. If there is still space left, there is an obligatory stop in Campo de Ourique, with regard to desserts. O Melhor Bolo de Chocolate do Mundo (The Best Chocolate Cake in the World) is a Portuguese staple made with layers of crispy mousse and alternate meringue in a sublime melted chocolate. You can find it in Portugal, Brazil, the United States and inside the hidden desires of all who pass by Rua Coelho da Rocha.

53 LÁGRIMAS LIFESTYLE

Hoje, Campo de Ourique perde-se em si mesmo num labirinto místico de combinações que se atrevem a satisfazer todos os gostos.


PASSEIO OUTINGS

Hotel da Estrela ... este pequeno hotel de charme com apenas 19 quartos e suites, orgulhase não só da sua personalidade mas de ser personalizado, confortável e intimista.

LÁGRIMAS LIFESTYLE

54

Hotel da Estrela ... Inside, luxury and originality are the watchwords, but this small charming hotel with only 19 rooms and suites, is proud of not only its personality but to be customized, comfortable and intimate.

Para esticar as pernas e a mente parte-se em busca de cultura, muito presente e relevante na personalidade deste bairro aparentemente utilitário. A casa Fernando Pessoa, onde o próprio viveu, no número 16 da Rua Coelho da Rocha, é agora uma casa cultural que se dedica à preservação e divulgação do grande poeta de Lisboa, e a pouco mais de cem metros, está a fachada do antigo cinema Europa que graças a um movimento criado pelos moradores da zona, será brevemente o Centro Cultural de Campo de Ourique. Se andarmos até à Rua Silva Carvalho em busca de inspiração para a alma e trabalho de excelente qualidade, temos o prazer de encontrar o atelier de João Louro. Mas este não é o único espaço dedicado à mostra de arte, Caroline Pagès, Cristina Guerra, Miguel Nabinho, Pedro Cera e Pedro Serrenho são alguns dos galeristas que escolheram Campo de Ourique para expor o talento e o trabalho dos artistas por si representados. E o Bairro tem muito mais... livrarias, garrafeiras especializadas, supermercados biológicos, cabeleireiros, lojas de animais, antiquários, decoração, roupa de criança, tecidos, floristas. Enfim, a lista é interminável. Mas porque os dias também têm fim e o corpo precisa de descanso, respire fundo, porque em Campo de Ourique o que é necessário está sempre ao virar da esquina e é passando pelo Jardim da Parada, cujo verdadeiro nome é Jardim Teófilo Braga, que se encontra um dos mais recentes traços da personalidade dinâmica, contemporânea e arrojada de Campo de Ourique: O Hotel da Estrela. Recebeu o nome por respeito à história uma vez que foi a partir dali, antigo Palácio dos Condes de Paraty, que se desenvolveu toda a zona da Estrela. Mas porque é de Campo de Ourique, foi lá que este Hotel foi beber inspiração por todo o lado e acima de tudo às escolas das redondezas. Por dentro, o luxo e a originalidade são palavra de ordem, mas este pequeno hotel de charme com apenas 19 quartos e suites, orgulha-se não só da sua personalidade mas de ser personalizado, confortável e intimista. A unicidade começa nos pequenos e nos enormes pormenores, é que acordar no Hotel da Estrela significa abrir os olhos para uma vista privilegiada de Lisboa e rio Tejo depois de um sono digno de rei naquelas que são consideradas as melhores camas do mundo, presentes em algumas das suites do hotel. Mas a jóia da coroa é mesmo o conceito revolucionário do Restaurante que serve o Hotel, a Cantina da Estrela, no qual o cliente é quem decide o preço a pagar, em função da sua satisfação. A Cantina e o Hotel da Estrela são os lugares perfeitos para terminar a viagem por um dos bairros com mais carácter, garra e oferta de Lisboa.

To stretch your legs and free your mind go forth in search of culture, which is a very important and omnipresent part of the personality of the neighbourhood. Fernando Pessoa’s house, where he himself lived is at number 16 Rua Coelho da Rocha and is now a cultural museum dedicated to the preservation and dissemination of Lisbon‘s great poet and just over one hundred meters away you will find the facade of the old Europa cinema which will soon become the Campo de Ourique Cultural Centre thanks to a lobby movement created by local residents. If you walk up to Rua Silva Carvalho for inspiration in search of soul and quality craftsmanship, you will be pleased to find the workshop of João Louro. But this is not the only local space dedicated to art, Caroline Pagès, Cristina Guerra, Miguel Nabinho, Pedro and Pedro Cera Serrenho are some of the gallery owners who chose Campo de Ourique to show off the talent and the work of artists they represent. And the neighbourhood has a lot more ... bookstores, specialty wine stores, organic supermarkets, hair salons, pet stores, antique shops, decor, children’s clothes, fabrics, florists. Anyway, the list is endless. But also because the days are endless and the body needs rest, breathe deeply, because in Campo de Ourique what is needed is always around the corner and it is going through Jardim da Parada, whose real name is Jardim Teófilo Braga, where you will find one of the brashest, most dynamic, contemporary and bold personality traits of Ourique de Campo: The Hotel da Estrela. It got its name from history as it was from this former palace of the Counts of Paraty, from which everything in Estrela developed. But why Campo de Ourique, it was that this hotel soaked up inspiration all around and especially from the schools in the vicinity. Inside, luxury and originality are the watchwords, but this small charming hotel with only 19 rooms and suites, is proud of not only its personality but to be customized, comfortable and intimate. The uniqueness starts in the small details and ends in the bold statements, waking up in Hotel da Estrela is to open our eyes to a privileged view of Lisbon and the Tagus River after a sleep worthy of a king on what are considered the best beds in the world in some of the suites. But the crown jewel is the revolutionary concept of the restaurant that serves the hotel, the Cantina da Estrela, where the customer decides the price, depending on your satisfaction. The Cantina da Estrela and the Hotel da Estrela are the perfect places to wind up the trip through a Lisbon quarter full of character, spirit and offerings.


B.Muu

B.Muu

Ecoholic

Ecoholic

Cantina da Estrela

Cantina da Estrela

É em Campo de Ourique que se revelam todas as possibilidades, porque ali, faz sentido abrir um talho, onde o hambúrguer é gourmet, português e à la carte e a oferta de ingredientes é capaz de criar uma refeição única e intransmissível. >> Rua 4 da Infantaria 7D

Auto intitulam-se como um espaço que cria e comercializa produtos ecológicos e reciclados mas na verdade é uma loja de decoração de imensa originalidade e design moderno, que por acaso nasce de materiais reciclados. >> Rua Tomás da Anunciação, 100 B

Quadros de ardósia, globos, esquadros, réguas, cadeiras e mesas de professor. Um corpo traquina num espírito inovador, responsável e visionário. A nota é dada por quem lá vai experimentar a qualidade de mais um Restaurante do Grupo Lágrimas. >> Rua Saraiva de Carvalho 35

In Campo de Ourique anything is possible, because here it makes sense not only to have a butchers shop but where the burger is gourmet and a la carte Portuguese and the combination can create an unforgettable dining experience. >> Rua 4 da Infantaria 7D

Self-styled as a place that creates and markets environmentally friendly and recycled products but is actually a store full of highly original decor and modern design, which as it happens is also made from recycled materials. >> Rua Tomás da Anunciação, 100 B

Chalk boards, globes, triangles, rulers, teachers’ tables and chairs. A mischievous body bound in a visionary, innovative, responsible spirit. Top marks are given to those who go there to experience the quality of another Grupo Lágrimas restaurant. >> Rua Saraiva de Carvalho 35

PASSEIO OUTINGS

COISAS QUE SÓ HÁ NO BAIRRO WHAT YOU CAN ONLY FIND IN THE NEIGHBORHOOD

55


LÁGRIMAS LIFESTYLE

56 GULA GOURMANDISE


Roland Trettl nasceu e foi criado no Sul do Tirol. Desde cedo ele percebeu que queria ser ou jogador de hóquei profissional ou chef de cozinha. Felizmente para os gourmets ele escolheu seguir a via culinária porque veio a ser um dos mais inovadores chefs do Mundo. Roland Trettl was born and raised in South Tyrol. He soon knew that he wanted to be either a professional ice-hockey player, or a chef. Lucky for all gourmets that he chose the culinary path as he became one of the most innovating chefs in the world.

TEXTO TEXT MIGUEL JÚDICE | FOTOS PHOTOS HELGE KIRCHBERGER

GULA GOURMANDISE

The wonderful world of Roland Trettl

57 LÁGRIMAS LIFESTYLE

O mundo maravilhoso de Roland Trettl


GULA GOURMANDISE LÁGRIMAS LIFESTYLE

58

Trettl começou a sua formação no Parkhotel Bolzano e depois no premiado Amadé. Depois de algum Roland candidatou-se a um lugar Eckart Witzigmann, a quem o guia GaultMillau daria o título de “Chef do Século” uns anos mais tarde. Depois de dois anos no Aubergine, Trettl passou para o Tantris, o restaurante de duas estrelas de Witzigmann em Munique. O sucesso levou-o a Maiorca, para ser chef executivo do restaurante Ca Puers, também de Witzigmann’s. Menos de um ano depois o Ca Puers seria considerado o melhor restaurante da ilha. Depois de quarto anos em Maiorca, vai para Tokyo para liderar o restaurante Marine Terrace. Estamos em 2003 e Trettl tem 32 anos. Um dia ele recebe uma chamada Salzburgo. De quem? De EckartWitzigmann, é claro. O desafio que lhe apresentam é o de re-inventar o conceito de guestchef. No restaurante Ikarus, EckartWitzigmann, e Roland Trettl como Chef Executivo, convidam anualmente doze dos maiores chefs do mundo para apresentar durante um mês a sua cozinha, apoiados pela equipe residente – um enorme desafio para a equipa do Ikarus este de a cada mês adoptar novos estilos, receitas e técnicas. O Chef Joachim Koerper do Eleven foi um dos chefes convidados em 2009. Mas Roland Trettl é muito mais que um chef de cuisine, ele é primeiro que tudo um artista, razão pela qual ele se aventura para for a da cozinha para criar maravilhas como o livro “FashionFood”.

Trettl began his training at Parkhotel Bolzano and then at the distinguished restaurant Amadé. After some time Roland applied for a job with EckartWitzigmann, whom GaultMillau crowned “Chef of the Century” just a few years later. After two years at Aubergine, Trettl moved on to Tantris, Witzigmann’s second star-decorated restaurant in Munich. The success took him to Mallorca, to be head chef at Witzigmann’s gourmet restaurant Ca’sPuers in Mallorca. Less than one year later the inspiring cuisine at Ca’s Puers is celebrated as Mallorca’s best. After four years in Mallorca, the South Tyrolean chef moves to Tokyo to head the Marine Terrace restaurant. It’s 2003 and Trettl has turned 32. He receives a call from Salzburg. Who from? EckartWitzigmann, of course. The challenge is to re-invent the guest chef concept. At restaurant Ikarus, patron EckartWitzigmann, and executive-chef Roland Trettl invite twelve of the world’s best chefs to present their cuisine for a whole month with the help of Trettl’s team – a great challenge for the Ikarus crew who have to adopt new styles, new recipes and techniques every thirty days. Chef Joachim Koerper of Eleven in Lisbon was one of the guest chefs in 2009. But Roland Trettl is much more than just a chef de cuisine, he is first and foremost an artist, which is why he ventures out from his kitchen to create wonders like the “Fashion Food” book. Roland teamed up with Austrian photographer and art-


LÁGRIMAS LIFESTYLE

59

GULA GOURMANDISE


LÁGRIMAS LIFESTYLE

60 GULA GOURMANDISE


GULA GOURMANDISE

“Foi muito importante usar ingredientes frescos e de qualidade”, disse Trettl. Ele utilizou apenas ingredientes orgânicos nas suas composições. “Algumas pessoas vão achar as fotos estranhas enquanto outras vão achálas sensuais”, acrescentou. E você, o que acha? “It was very important to use fresh and best quality food,” Trettl said. He only used organic ingredients in his compositions. “Surely some people will shudder seeing the photos while others would think it is sexy,” Trettl adds. Pretty cool, no?

Roland juntou-se ao fotógrafo e consultor de arte austríaco HelgeKirchberger para publicar um dos mais incríveis livros de cozinha de todos os tempos. Nas suas páginas ‘FashionFood’ apresenta deslumbrantes modelos vestidas com saladas, folhas de massa e carne, vestidos de noite feitos de arroz selvagem, chapéus nascidos de ovos de galinha e marzipan, bikinis de algas, entre muitas outras criações que unem comida e estética. Nas palavras do prefácio, a designer de moda britânica Vivienne Westwood escreveu que ficou impressionada com a “simbiótica entre cozinheiro e fotógrafo -, no que diz respeito à gama de possibilidades que inventaram para fotografar roupa feita de comida”. Westwood escreveu ainda que o trabalho de Trettl e Kirchberger lhe recordava os retratos que Archiboldo pintou na Itália da Renascença.

consultant HelgeKirchberger to create one of the most amazing cookbooks of all times. On its pages, ‘Fashion Food’ features beautiful models dressed up in salad, sheets of pasta and meat, evening dresses from wild rice, hats made of chicken eggs and marzipan, seaweed bikinis, merging food and aesthetics. In the forewords of the book, British fashion designer Vivienne Westwood wrote that she was impressed with the book’s “symbiotic partnership of cook and photographer, - in the range of possibilities they have invented for photographing a dress composed of food”. Westwood went on to say how the work of Trettl and Kirchberger reminded her of the portraits that Archiboldo painted in the Italy of the Renaissance.

Descubra com quem Roland Trettl cozinha este mês em www.hangar7.com

Find out who Roland Trettl is cooking with this month at www.hangar7.com

LÁGRIMAS LIFESTYLE

61


AS “PAIXÕES” NO 3º FESTIVAL DAS ARTES EM COIMBRA “Passions” run high at the 3rd arts festival in coimbra TEXTO TEXT JOSÉ MIGUEL JÚDICE

LÁGRIMAS LIFESTYLE

Presidente da Direcção do Festival das Artes / Chairman of the Board of the Festival of the Arts

A RECEITA É SIMPLES. Junta-se um enquadramento paisagístico deslumbrante, define-se um modelo original, forma-se uma equipa de programação motivada e sabedora, aposta-se no elevado sentido de apoio à Cultura de qualidade por entidades e empresas portuguesas, motivam-se intérpretes, conseguese o apoio de uma cidade exigente e por vezes até excessivamente crítica. O resultado é o Festival das Artes que este ano pela terceira vez a Fundação Inês de Castro vai organizar na Quinta das Lágrimas e nalguns outros selecionados espaços emblemáticos de Coimbra.

www.festivaldasartes.com

THE RECIPE IS SIMPLE. Take a stunning landscape, design an original programme of events, form a team of motivated and qualified program directors, count on a heightened sense of support for quality Culture and garner it from public entities and corporations, then motivate the artists and performer and rally enthusiasm from a fairly demanding and sometimes overly critical town. The result is the Coimbra Arts Festival, which for the third time running the Inês de Castro Foundation will organize at Quinta das Lágrimas, and at some other selected emblematic sites around Coimbra.


THE SETTING: award-winning Amphitheater “Colina de Camões”, together with the two historical and legendary fountains (Fonte das Lágrimas and the Fonte dos Amores), a collection of trees dating back from the XVIII and XIX Century, the sunsets and dawn light of Coimbra’s acropolis, chirping birds and croaking frogs.

Hotel Quinta das Lágrimas

O ENQUADRAMENTO PAISAGÍSTICO: o premiado Anfiteatro Colina de Camões, a carga simbólica da Fonte das Lágrimas (“...que Lágrimas são a água”) e da Fonte dos Amores (“...de Inês que ali passaram”), as árvores centenárias, o pôr de sol e as primeiras luzes nocturnas do “monte sagrado” de Coimbra ao fundo, o chilrear dos passáros e o coaxar das rãs.

THE SUPPORT OF SPONSORS AND PATRONS OF THE ARTS: without this support it would be impossible for an institution with few resources such as the Inês de Castro Foundation to meet this challenges. Every year they are true to their word and enthusiastic and they realise that culture can help to restore Portugal and allow the Portuguese to become better.

UMA IDEIA ORIGINAL: O festival tem todos os anos um tema, que é declinado nas várias artes que fazem a cultura universal. Este ano o tema é o das “Paixões” e as artes são a música clássica, o jazz e a contemporânea, o teatro, a poesia, a pintura, a fotografia, a gastronomia, o cinema. E também conferências declinando as paixões em todas as linguagens. UMA EQUIPA DE PROGRAMAÇÃO MOTIVADA E SABEDORA: pluralidade de artes exige diversidade de programadores, os desafios técnicos de concertos ao ar livre exigem sabedoria de preparação do som e da luz para que se não perca a qualidade. A equipa é europeia, a formação é universal, o entusiasmo é de amadores, isto é de apaixonados pelo que fazem. “Transforma-se o amador na coisa amada”, escreveu Camões e podia dizê-lo desta equipa. O APOIO DE MECENAS CULTOS E EXIGENTES: sem esse apoio seria impossível que uma instituiJoana Carneiro

65 LÁGRIMAS LIFESTYLE

A TEAM OF MOTIVATED AND QUALIFIED PROGRAM DIRECTORS: the plurality of the arts requires diversity in programming, the technical challenges of open air concerts require in depth knowledge of sound and lighting in order to enhance the quality of the acts. The team we have assembled is European, their training is global, their enthusiasm is that of lovers and that is because they are passionate about what they do. “The lover becomes the thing which he loves” wrote Camões something which could be said of this team.

MÚSICA MUSIC

AN ORIGINAL IDEA: Each year the festival has a different theme, which follows the trajectory of the various artists that make up universal culture. This year the theme is the “Passions” and the arts are classical music, jazz and contemporary drama, poetry, painting, photography, gastronomy and cinema. There will also bee conferences staged highlighting the passions in all languages.


MÚSICA MUSIC LÁGRIMAS LIFESTYLE

66

ção com poucos recursos como a Fundação Inês de Castro conseguisse abalançar-se a esta empreitada. Todos os anos são fiéis e também eles entusiasmados, a perceberem que a cultura pode ajudar a recuperar Portugal e a tornar os portugueses melhores. INTÉRPRETES MOTIVADOS E UM PROGRAMA NOTÁVEL: esta uma das maiores surpresas para todos os que organizamos o Festival. Irene Theorin, a grande prima dona da ópera ficou cativada pelo cenário e, pelo Hotel Quinta das Lágrimas Relais Chateaux, onde passará uma semana, e pelo entusiasmado juvenil dos programadores; a Orquestra Gulbenkian a Metropolitana, com Joana Carneiro e Cesário Costa, que “exigiram” voltar este ano, a mítica Maria Schneider com a Orquestra de Jazz de Matosinhos, o Shostakovich Ensemble, o mágico intérprete de Chopin que é Dang Thai Son, os “Sete Lágrimas” no Convento de Santa Clara-a-Velha. Para não falar do cinema (entre outros filmes a “Paixão de Jeanne d’Arc” de Dreyer, acompanhada ao piano por Bernardo Sassetti, que volta sempre ao Anfiteatro que inaugurou em 2008 com Mário Laginha), o único chefe com duas estrelas Michelin em Portugal, Koshina, e Hans Neuner considerado pelo melhor guia português como o chefe do ano; “Do Amor”, de Lars Noren, com encenação de Solveig Nordlund em co-produção com o Festival de Teatro de Almada; e tantos outros que podem ser visto no site: www.festivaldasartes.com O APOIO DE UMA CIDADE EXIGENTE: Coimbra aderiu com paixão, orgulho e emoção ao Festival. O ano passado passámos a barreira de 1250 pessoas num concerto, este ano vamos passar 1500. Não há nada que mais ajude os intérpretes do que um público motivado e que demonstra que a densidade cultural da região de Coimbra é de nível internacional.

MOTIVATED ARTISTS AND A REMARKABLE LINE UP: this has been one of the biggest surprises for those of us who organise the festival. Irene Theorin, the great opera prima dona, comes with pleasure, as she was captivated by the scenery and the Hotel Quinta das Lágrimas Relais Chateaux where she will spend one week, let alone the youthful enthusiasm of the event organisers, the Gulbenkian and Metropolitan Orchestras, Joana Carneiro and Cesário Costa directors, “who insisted” on returning this year, the mythical Maria Schneider with the Jazz Orchestra of Matosinhos, the Shostakovich Ensemble, the magical interpretation of Chopin by Dang Thai Son, the “Sete Lágrimas” performance inside the Santa Clara-a-Velha Convent. Not to mention the movies (films include Dreyer’s “La passion de Jeanne d’Arc”, accompanied on piano by Bernardo Sassetti, who always returns to the Amphitheatre each summer, since he inaugurated it in 2008 with Mário Laginha), the play Dämonen by Lars Noren, directed by Solveig Nordlund on co-production with the prize winning Teatro de Almada Festival. In attendance will also be the only chef with two Michelin stars in Portugal, Dieter Koshina and Hans Neuner considered by Portugal’s top guide as chef of year. It is possible to look to the program at: www.festivaldasartes.com SUPPORTING OF A DEMANDING CITY: Coimbra joined up with passion, pride and excitement to the festival. Last year we passed the threshold of 1250 people at a concert, this year we will surpass 1500. There’s nothing more motivating for the artists than an enthusiastic public who show that the rich cultural offering of the Coimbra region is of an international standard.

Por tudo isso, a receita para si é simples: tire uns dias e vá a Coimbra entre 14 e 31 de Julho. Até porque a cidade vale a viagem e, entre outros hotéis, o Hotel Quinta das Lágrimas Relais & Chateaux espera por si! For all that, the suggestion is rather simple: take a few days off and go to Coimbra from 14 to 31 July. The city alone is worth the trip and, among other hotels; the Hotel Quinta das Lagrimas Relais & Chateaux awaits you!


Luxo para os olhos

Imagine glasses made of 100% titanium plated with 12, 18 or 24 carat gold with a frame encrusted with diamonds and precious metals ... these are just some of the features of Leisure Society, an ultra-luxury brand of eyewear. Designed by Shane Baum, this super exclusive glasses are hand made in Japan. The first collection had a limited global production of only 75 items per model ... surely this brings a whole new meaning to the phrase eye candy. In Portugal at André Ópticas stores

LUXOS LUXURIES

Em Portugal à venda na André Ópticas

Luxury for the eyes

67 LÁGRIMAS LIFESTYLE

Óculos feitos 100% em titânio e chapados em ouro de 12, 18 ou 24 quilates, armação acentuada com diamantes e metais preciosos... estas são algumas das características da marca ultra luxuosa de eyewear Leisure Society. Desenhado por Shane Baum, a marca super exclusiva produz todos os seus óculos no Japão de forma manufacturada. Para a primeira colecção foram produzidos apenas 75 peças por modelo para todo o mundo... sem dúvida um mimo para os olhos.


Ingredientes (4 pessoas) 250 grs de peixes variados 4 camarões médios 1 lt de caldo de peixe e camarão 100 grs de tomate concassé 100 grs de cebola picada 30 grs de alho seco 100 grs de alho francês cortado em meia-lua 50 grs de cubos fritos de broa de milho 1 ramo de coentros Piripiri Sal

INGREDIENTS (serves 4) 250 g fish (different varieties) 4 medium-sized shrimp

GULA GOURMANDISE

1 l fish and shrimp stock 100 g tomato concassé 100 g chopped onion 30 g dried garlic 100 g leek cut in half moons 50 g diced broa (maize bread) fried 1 sprig of coriander Piripiri Salt

LÁGRIMAS LIFESTYLE

68

sopa de peixe à nossa maneira

fish soup Eleven-style

Preparação Suar a cebola, o alho francês e o alho seco em azeite. Deixar alourar e juntar o tomate concassé. Deixar apurar e juntar o caldo de peixe e camarão previamente feito, temperado com sal e piripiri. Levar a ferver por forma a reduzir um pouco. Rectificar os temperos, juntar o peixe limpo de pele e espinhas e o camarão descascado, deixando a cozer durante muito pouco tempo (2/3 minutos). Aromatizar com as folhas dos coentros.

Preparation Sweat the onion, the leek and the dried garlic in olive oil. Golden and add the tomato concassé. Simmer and add the fish and shrimp stock previously prepared. Season with salt and piripiri. Bring to a boil to reduce a little. Adjust the seasoning, add the fish – skin and bones removed -, the shrimp (shell removed), and allow to cook for a short time (2 to 3 minutes). Add the coriander to garnish.

Apresentação Dispor o peixe no centro do prato com o camarão por cima e deitar a sopa em volta. Decorar com uma folha de coentros e terminar com os cubos de broa e um fio de azeite.

to serve Place the fish in the middle of the plate and a shrimp on top. Pour the soup around the fish. Garnish with coriander leaves and sprinkle with some broa croutons and olive oil.


com gelado de chocolate e coulis de vinagre balsâmico

crème brulee

with chocolate ice-cream and balsamic vinegar coulis Preparação Para o leite creme, juntar o açúcar, a farinha maizena e as gemas. Mexer bem com a ajuda de umas varas. Ferver o leite e juntar ao preparado anterior. Por fim, levar ao lume até obter a consistência desejada. Empratar em pratos de sopa. Fazer o gelado juntando as gemas, o açúcar e o chocolate. Ferver depois as natas e o leite e juntar ao preparado anterior. Deixar arrefecer e levar à sorveteira até fazer o gelado. Para o coulis, levar a ferver o vinagre balsâmico e o açúcar até reduzir a metade. Para a telha, misturar todos os ingredientes excepto a manteiga. Amolecer a manteiga e incorporar aos poucos no preparado anterior até obter uma massa homogénea. Deixar repousar. Dispor 4 porções da massa (uma colher de sopa cada) numa folha de silpat e levar ao forno a 160ºC até ganhar um tom dourado. Moldá-la a quente em forma de telha.

Preparation For the creme brulee, beat the sugar, the maizena and the egg-yolks with a whisk. Bring the milk to a boil and add. Finally, place on the burner and cook down to the required consistency. Scoop on to soup plates. For the ice-cream, mix the egg-yolks, the sugar and the chocolate. Bring the sour cream and the milk to a boil and add. Allow to cool and place in the ice-cream maker. For the coulis, bring the balsamic vinegar and the sugar to a boil and reduce to half. For the tile, mix all of the ingredients except the butter. Melt the butter and add to the other ingredients a little at a time. Set aside to rest. Spoon four portions (table spoon) of the crème brulee on to a sheet of silpat and place it in the oven at 160ºC until golden. Fold into tile shape.

Apresentação Colocar o leite creme ainda quente num prato de sopa e deixar arrefecer. Na altura de servir, polvilhar com açúcar, queimar com a ajuda de um maçarico, colocar a bola de gelado de chocolate por cima e cobrir com a telha. Decorar com um ramo de hortelã, açúcar em pó e riscar com a redução de vinagre balsâmico.

to serve Pour the warm creme brulee into a soup plate and set aside to cool. When ready to serve, sprinkle with sugar and melt the sugar with a hand-held torch, place a scoop of chocolate ice-cream on top and cover with the tile. Garnish with mint leaves, icingsugar and the reduced balsamic vinegar.

69 LÁGRIMAS LIFESTYLE

leite creme queimado

FOR THE CREME BRULEE 200 g sugar 40 g corn flower (Maizena) 10 egg-yolks 1 l milk FOR THE COULIS 20 cl balsamic vinegar 100 g sugar FOR THE CHOCOLATE ICE-CREAM 200 g sugar 6 egg-yolks 120 g melted chocolate 1/2 l milk 1/2 l sour cream FOR THE SESAME AND POPPY SEED TILE 25 g sesame seeds 5 g poppy seeds 0.5 cl milk 15 g butter 15 g icing-sugar 0.5 g glucose

GULA GOURMANDISE

INGREDIENTES (4 pessoas) Leite creme 200 grs de açúcar 40 grs de farinha maizena 10 gemas 1 lt de leite Coulis 20 cl de vinagre balsâmico 100 grs de açúcar Gelado de chocolate 200 grs de açúcar 6 gemas 120 grs de chocolate derretido 1/2 lt de leite 1/2 lt de natas Telha de sésamo e sementes de papoila 25 grs de sésamo 5 grs de sementes de papoila 0,5 cl de leite 15 grs de manteiga 15 grs de açúcar em pó 0,5 grs de glucose


LÁGRIMAS LIFESTYLE

70 VINHO WINE


Vice-presidente da Academia Internacional de Gastronomia, conselheiro gastronómico da Chaîne des Rôtisseurs, cavaleiro da Confraria do Vinho do Porto, membro da Académie des Psycologues du Goût, chevalier des Entonneurs Rabelaisiens, chevalier du Tastevin, autor do livro “Subtilezas Gastronómicas – receitas à volta de um vinho” e apresentador de duas séries televisivas, Segredos do Vinho e O Sentido do Gosto. O currículo eno-gastronómico de José Bento dos Santos é extenso e de nível mundial, mas é redutor para definir este grande vulto da nossa Cultura. Vice-President of the International Academy of Gastronomy, culinary director of the Chaîne des Rôtisseurs, Knight of the Port Wine Confraternity, a member of the Academie des Psycologues du Goût, Chevalier des Entonneurs Rabelaisiens, Chevalier du Tastevin, author of “Subtilezas Gastronómicas – receitas à volta de um vinho” and host of two television series, Segredos do Vinho and O Sentido do Gosto. The enogastronomic curriculum of Bento dos Santos is extensive and world-class, but it is an oversimplification to try and define this great figure of the Portuguese culture.

TEXTO TEXT MIGUEL JÚDICE | FOTOS PHOTOS NUNO CORREIA

71 LÁGRIMAS LIFESTYLE

Our Lord of Wine and of Taste

VINHO WINES

O nosso Senhor do Vinho e do Gosto


VINHO WINES LÁGRIMAS LIFESTYLE

72

Empresário de sucesso no sector dos metais, José Bento dos Santos decide em 1990 arrancar com um ambicioso projecto vitivinícola, na sua Quinta do Monte d’Oiro, ali para os lados de Alenquer. Começou por estudar profundamente o solo, o clima da região e daquelas encostas em particular, para depois cientificamente escolher as castas que melhor se adaptariam a esse terroir. Mas nem só de ciência são feitos os seus vinhos, eu diria mesmo que mesmo sabendo de todo o estudo e tecnologia que estão por detrás deles, esses factores objectivos são os que menos os definem. Isto porque apesar do espírito cartesiano que lhe veio da sua formação em Engenharia Química-Industrial, José Bento dos Santos é primeiro que tudo um pensador livre, um ser criativo que tem, para mim, muito mais alma de artista do que de engenheiro. E isso transmite-se aos vinhos que faz, nascidos do seu gosto, da biblioteca de sabores e bouquets dos grandes vinhos que bebeu ao longo da vida e da convivência que teve com os maiores nomes da enologia a nível mundial. Se José Bento dos Santos faz vinhos de enorme qualidade (Madrigal, Têmpera, Lybra, Aurius e o Quinta do Monte d’Oiro Reserva), o mesmo se poderá dizer dos seus dotes culinários. Não sendo um chef profissional (não são auto-didatas alguns dos melhores chefs do Mundo?), cozinha com um virtuosismo verdadeiramente invulgar para um “amador”, graças ao seu sentido do gosto e à incomparável cultura gastronómica que tem nas veias. Nesse sentido é um legítimo herdeiro de Carême, de Escoffier, e do nosso Oleboma (António Maria de Oliveira Bello), cozinhando com paixão e arte, com um profundo conhecimento e respeito pelas nossas tradições gastronómicas, mas também com a capacidade de trazer para o que faz as influências de outras terras e de lhes agregar toda a sua criatividade. A esse nível José Bento dos Santos é um mago, um homem que tem nas mãos o poder de nos deslumbrar, de criar experiências sensoriais que são verdadeiros actos de cultura. Já tive o prazer de comer pratos preparados por

A successful businessman in the metals sector, in 1990 José Bento dos Santos decided to try his hand with an ambitious wine project on his Quinta do Monte d’Oiro estate just outside Alenquer. He began by carefully studying the soil, then the climate of the region and in particular the microclimate of those undulating slopes on his estate in order to then scientifically choose the best varieties that would adapt to this kind of terroir. But wine is not just made through science, I would say that even knowing the whole science and technology that are behind them, these objective factors are the least defining ones. This is because although the Cartesian spirit that came from his training as an Industrial Chemical Engineer, José Bento dos Santos is first of all a free thinker, a creative being who has, in my opinion, much more of an artistic soul than that of an engineer. A quality, which has transmitted to his wine making, born of his innate taste, from what is a mental catalogue of flavours and bouquets of great wines that he has tasted and coexisted with throughout life and that which has made him one of the biggest names in winemaking worldwide. If Bento dos Santos makes wines of great quality (Madrigal, Têmpera, Lybra, Aurius and Quinta do Monte d’Oiro Reserva), the same can be said of his cooking skills. Not being a professional chef (aren’t self-taught chefs some of the best in the world?), he cooks with a virtuosity that is truly outstanding for an “amateur”, thanks to his sense of taste and unmatched food heritage that runs through his veins. In this sense he is the legitimate heir of Carême, Escoffier, and Portugal’s own Oleboma (António de Oliveira Maria Bello), Cooking with passion and flair with a deep knowledge and respect for local culinary traditions, but also with


VINHO WINES

73 LÁGRIMAS LIFESTYLE

José Bento dos Santos. Sei que os vou guardar para sempre na minha biblioteca de memórias gastronómicas, ao lado de pratos que provei pelas mãos de Adriá, do saudoso Santamaria, de Arzak, Trotter, Roca, Darroze, ou Koschina. Vejo-o um dia a viver assim, na sua Quinta do Monte d’Oiro, a cozinhar para os outros, porque acredito que é isso que o motiva em tudo o que faz, a vontade de dar prazer a quem sabe apreciar a boa gastronomia e os vinhos de qualidade. Como dizia Brillat-Savarin, “Receber alguém é sermos responsáveis pela sua felicidade durante o tempo que estiver sob o nosso tecto”. Outra das suas múltiplas dimensões é a de filantropo, no sentido em que entrega graciosamente a todos nós as suas maiores riquezas, tempo, saber eno-gastronómico e capacidade de empreender. Este empenho no bem comum leva-o a colaborar com iniciativas como o programa “Prove Portugal” (www.proveportugal.pt), um movimento que visa valorizar a nossa gastronomia e os produtos que permitem que seja uma das grandes cozinhas do Mundo. Acho que a dimensão de um homem se mede em larga medida pelo que faz pelos outros, pela capacidade que tem de se entregar a causas públicas de forma desinteressada. A esse nível, para além de todos os outros que referi atrás, José Bento dos Santos é uma grande figura. O site da sua quinta, “Por detrás de cada vinho, esconde-se uma história, um gosto, uma cultura, um sonho”… eu acrescentaria, “um Homem”.

the ability to bring the augment the influences of other countries and enhance his creativity. At this level José Bento dos Santos is a magician, a man who wields the power to dazzle, to create sensorial experiences that are true gestures of culture. I personally have had the pleasure of sampling some dishes prepared by José. I know that I will forever treasure them in my gastronomic memory bank, along with dishes I have tasted at the hands of the likes of Adrià, the late Santamaria, of Arzak, Trotter, Roca, Darroze or Koschina. I see him one day living the life, at his Quinta do Monte d’Oiro, cooking for others, because I believe that this is what motivates him in everything he does, the desire to give pleasure to people who appreciate good food and quality wines. As Brillat-Savarin once said, “Receiving someone as a guest is like being responsible for their happiness while they are under our roof.” Another of his multiple facets is that of a philanthropist, in the sense that he surrenders to us all gracefully his greatest wealth, time, eno-gastronomic knowledge and the ability to learn. His commitment to the common good leads him to collaborate with initiatives like “Prove Portugal” (www.proveportugal.pt), literally “Taste Portugal” is a movement that aims to enhance Portugal’s food and gastronomy allowing it to become one of the great cuisines of the world. I think the size of a man is largely measured by what he can do for others, by his capacity to engage in public causes in a selfless manner. It is in this capacity, apart from all the others, which I have already mentioned; José Bento dos Santos is a great figure. Just as is written on his own wine estate web site, “Behind every wine, lies a history, a taste, a culture, a dream” ... I would add, “a man”.


LÁGRIMAS LIFESTYLE

74


Estamos em Outubro. O sol quente do Norte de África é temperado pela aragem fresca vinda das neves eternas da cordilheira do Atlas, que decora a minha linha do horizonte neste fim de tarde. Aos meus pés espalha-se a “Terra de Deus”, como os berberes antigos chamavam à sua Murakush. We are in October. The hot North African sun is only tempered by the fresh breeze coming from the eternal snows of the Atlas mountains, which decorate my horizon this evening. At my feet this “Land of God” spreads out to reveal what ancient Berbers once called their Murakush. TEXTO E FOTOS | TEXT AND PHOTOS MIGUEL JÚDICE

TRAVESSIAS CROSSINGS

Marrakesh, the Land of God

75 LÁGRIMAS LIFESTYLE

Marrakech, a Terra de Deus


TRAVESSIAS CROSSINGS LÁGRIMAS LIFESTYLE

76

“Para mim, seu visitante assíduo, seu apaixonado, Marrakech é uma cidade-mulher, elegante e sensual, exótica e cosmopolita...” “To me, its frequent visitor, its lover, Marrakesh is a citywoman, elegant and sensual, exotic and cosmopolitan...”

Também a apelidam de “Cidade Vermelha”, “Pérola do Sul” ou “Porta do Sul”. Para mim, seu visitante assíduo, seu apaixonado, Marrakech é uma cidade-mulher, elegante e sensual, exótica e cosmopolita, misteriosa, um grande amor à primeira vista, que nunca terei a certeza de conseguir conquistar plenamente e encerra surpresas a cada passo que dou nos seus labirintos. É uma cidade desvairadamente irresistível, viciante mesmo, à qual gosto de regressar vezes sem conta. Marrakech, como uma mulher interessante que é, tem várias mulheres dentro de si, diferentes, opostas até, mas que aqui convivem de forma harmoniosa. Se nos souks para turistas ela nos procura seduzir com os tentáculos ardiolosos dos seus lojistas, basta sair dessa Marrakech mais agressiva para

They also called it the “Red City”, “Pearl of the South” or the “Southern Gateway”. To me, its frequent visitor, its lover, Marrakesh is a city-woman, elegant and sensual, exotic and cosmopolitan, mysterious, a great love at first sight that sweeps over you and you can never be sure to fully conquer her or fully reveal the surprises that she secretes from her labyrinth. The city is wildly compelling, even addictive, a place to which I like to return again and again. Marrakesh, also seems like a beguiling woman who is complex, perhaps containing several different women who coexist harmoniously within her city walls. If she is trying to seduce us in the tourist souks with the obsequious tentacles of their keepers, then in a split second we just need to get out of this aggressive


“A vida tradicional de Marrakech é sem dúvida para mim o seu lado mais charmoso e inquietante. “ “For me, the traditional life of Marrakesh is undoubtedly its most charming and unsettling facet.”

num segundo nos tornarmos invisíveis para ela, passando a ser meros voyeurs do seu quotidiano. São as duas faces de uma mesma cidade, realidades que são de certa forma o espelho de um país que tem uma essência genuína, recheada de costumes e tradições, mas que gradualmente se vai deixando aliciar pela tentação do mundo moderno. Mas mesmo no meio da zona tornada plastificada pelo turismo, Marrakech consegue surpreender os nossos olhos ocidentais com a sua originalidade. Na famosa praça de Djemaa el Fna convivem encantadores de serpentes, acrobatas, vendedores de água, contadores de histórias, dentistas, ou melhor, tira-dentes, dançarinos, músicos e uma miríade de barracas que vendem sumo de laranja, frutos secos ou comidas tradicionais. É um gigantesco teatro vivo onde o bilhete custa o preço da nossa curiosidade, priceless.... A vida tradicional de Marrakech é sem dúvida para mim o seu lado mais charmoso e inquietante. A Medina, casa para centenas de milhares de almas, vive ainda num passado bem distante dos nossos dias, indiferente ao progresso frenético de alémmuros. Ao penetrar nela vejo-me ser projectado para uma época medieval, na qual a cidade vivia já do comércio mas ainda não tinha sido invadida pelos milhões de turistas que a visitam a cada ano. É uma Marrakech perfumada, onde os aromas de sândalo, jasmim ou flor de laranjeira vindos das lojas de essências convivem com os cheiros de carnes grelhadas e com outros menos agradáveis vin-

Marrakesh and become invisible to her, becoming mere voyeurs of her daily life. These are two sides of the same city, realities that are somewhat a mirror of a country that has a decidedly genuine essence, full of customs and rituals, but one that is gradually being drawn towards the enticing temptations of the modern world. But even amid the laminate tourist trappings, Marrakesh manages to surprise our Western eyes with its originality. In the famous Djemaa el Fna square you can witness live snake charmers, acrobats, water vendors, storytellers, dentists or rather tooth-dancers, musicians and a myriad of stalls selling orange juice, dried fruit or traditional foods. It is a gigantic live theatre where the price of the ticket is our curiosity, priceless .... For me, the traditional life of Marrakesh is undoubtedly its most charming and unsettling facet. The Medina, home to hundreds of thousands of souls, still lives in a far distant past beyond our day, oblivious to the frantic progress going on beyond its walls. Once inside I find myself transformed to a medieval era, when the city relied on trade but had not yet been invaded by millions of tourists who visit each year. It is a Marrakesh full of fragrance, where the aromas of sandalwood, jasmine or orange blossom scents emanate from the shops alive with the smells of grilled meats and other less pleasant smells coming from tanneries and other industries that we are not accustomed to having in our hometowns. This is where I feel at home.


TRAVESSIAS CROSSINGS LÁGRIMAS LIFESTYLE

78

dos das tanoarias e de outras indústrias que já não estamos acostumados a ter no interior das nossas cidades de origem. É aqui que me sinto em casa. Ainda que muitos turistas optem pelos grandes hotéis de Gueliz ou da Palmeraie, é no coração da cidade que ficam os verdadeiros viajantes, aqueles que se querem deixar envolver pela autenticidade local. É aqui que ficam os hotéis-riads, descendentes directos dos Caranvanserais que hospedavam os mercadores berberes vindos dos quatro cantos do Reino de Marrocos e de outros visitantes de ainda mais além. São pequenos santuários de tranquilidade e conforto, contrastes absolutos com a confusão da cidade que os rodeia, redutos de primeiro mundo, de sofisticação e qualidade de serviço, que oferecem ao viajante a serenidade e introspecção indispensáveis depois de um dia a calcorrear as curvas e contra-curvas desta mulher deslumbrante. As minhas sugestões para visitar Marrakech são as mesmas que daria a quem quer conquistar o amor da sua vida... entregue-se, perda-se até se encontrar, deixe-se levar pelos seus sentidos sem pés atrás, permitindo-se ficar sem controlo do que faz, observe a beleza à sua volta, aceite as diferenças porque são elas que darão encanto à experiência, enfim, decida onde quer chegar no final do caminho mas não queira antecipar cada passo porque a surpresa é a especiaria que faz com que tudo valha mais a pena., na vida como nesta “Terra de Deus”.

Although many tourists still opt for the large hotels of Gueliz or Palmeraie, it is at the heart of the city that you find true travellers, those who want to get caught up in the genuine maelstrom of local life. That’s where hotel-riads are, direct descendants of the Caravanserais which hosted Berber merchants from the four corners of the Kingdom of Morocco and other visitors from beyond. They are small sanctuaries of tranquillity and comfort, in absolute contrast to the confusion that surrounds the city, pockets of first world sophistication and quality of service, offering travellers the serenity and insight needed after a day wandering around the curves and counter-curves of this stunningly sculpted woman. My suggestions for visiting Marrakesh are the same as those I would give you to conquer the love of your life ... Give yourself over, lose yourself until you find yourself, allow yourself to be taken by your senses with your feet following behind, allowing yourself to lose control of what you do, look at the beauty around you, accept the differences because they are what lend the experience charm. All in all, decide where and what you want to reach at the end of the road but do not anticipate each step because surprise is the spice that makes it all the more worth while. In this life as in the “Land of God.”

“As minhas sugestões para visitar Marrakech são as mesmas que daria a quem quer conquistar o amor da sua vida...” “My suggestions for visiting Marrakesh are the same as those I would give you to conquer the love of your life...”


Quinta das Lágrimas, Coimbra 14 a 31 de Julho 2011

Festival das

ARTES

© Fotografia António Sachetti

P A I X Õ E S A Fundação Inês de Castro agradece aos que estão a tornar possível o Festival das Artes.

www.festivaldasartes.com

Mecenas das Artes

Mecenas do Festival

Patrocinadores

Apoios

Parceiros Media


Terreiro do Paรงo

Terreiro do Paรงo is back


O restaurante Terreiro do Paço fica localizado no coração da baixa pombalina, no local onde existiu em tempos o Paço da Ribeira, morada da família Real. Eis que Lisboa tem de volta um dos seus restaurantes mais fascinantes, que reabre depois de dois anos de obras na praça e no Pátio da Galé. Terreiro do Paço restaurant is located in the heart of Lisbon’s Pombaline downtown area where the Paço da Ribeira palace grounds, once home to the royal family. Once again Lisbon has one of its favourite restaurants back on the scene reopening after two years of restoration work in the square and Pátio da Galé atrium courtyard.


ESPAÇO VOYEUR VOYEUR LOCALES LÁGRIMAS LIFESTYLE

82

O restaurante-bar Terreiro do Paço, um dos mais emblemáticos espaços de Lisboa, ganha nova vida no também renovado Pátio da Galé Terreiro do Paço restaurant-bar, one of the most emblematic spaces in Lisbon, has been given a new lease of life along with the recently renovated Pátio da Galé


O restaurante Terreiro do Paço oferece uma cozinha saborosa, com carácter, genuína, tradicional na sua essência mas com uma personalidade contemporânea. Terreiro do Paço restaurant offers tasty cuisine, with genuine character, with traditional in its essence but with a contemporary overtones.

O Terreiro do Paço, ou Praça do Comércio, é a sede do poder em Portugal desde há séculos e é também o local de confluência das diversas culturas do mundo português, que desde sempre teve aqui a porta de entrada na metrópole. Aqui ficava situado o palácio real, assim como os entrepostos comerciais da Casa da Índia e da Casa da Mina e da Guiné. O Pátio da Galé, onde o restaurante se insere, foi criado na época pombalina, deve o seu nome às funções originais, isto porque servia de albergue ao arsenal da Marinha. A praça desde sempre foi o epicentro de Portugal, tendo testemunhado alguns dos mais importantes acontecimentos da nossa História, como a declaração da restauração da Monarquia em 1640, o assassinato do Rei Dom Carlos e do seu filho em 1908 ou, mais recentemente, a missa do Papa Bento XVI. O restaurante Terreiro do Paço oferece uma cozinha saborosa, com carácter, genuína, tradicional na sua essência mas com uma personalidade contemporânea. É uma verdadeira “comfortfood”, uma comida de “bem-estar” de inspiração portuguesa e mediterrânica, feita com produtos frescos e de grande qualidade, que dão origem a pratos e petiscos de lamber os dedos. A ementa foi criado pelos chefs do Grupo Lágrimas, juntando alguns dos pratos mais célebres dos seus restaurantes a novas criações inspiradas pelo tema do Terreiro do Paço.

Terreiro do Paço, or Praça do Comercio, was for centuries the seat of power in Portugal and has always been the site of confluence of different cultures of the Portuguese world and a gateway to the city. Here was once the site of the royal palace as well as the Casa da Índia and Casa da Mina e da Guiné trading posts. Pátio da Galé, where the restaurant is situated, was created at the time of Pombal and it owes its name to its original function, a Naval residence complex. The square has always been the epicentre of Portugal, having witnessed some of the most important events in our history, as the declaration of the restoration of the monarchy in 1640, the assassination of King Carlos and his son in 1908 or, more recently, a mass conducted by Pope Benedict XVI. Terreiro do Paço restaurant offers tasty cuisine, with genuine character, with traditional in its essence but with a contemporary overtones. It serves a true “comfort food” consisting of “wellness” food inspired by the Portuguese and Mediterranean cuisine and made with fresh, high quality ingredients giving rise to finger licking dishes and snacks. The menu was created by a team of Grupo Lágrimas chefs who hand picked some of the signature dishes of the restaurants to add to new creations inspired by the Terreiro do Paço theme.


ESPAÇO VOYEUR VOYEUR LOCALES LÁGRIMAS LIFESTYLE

84

O ambiente do restaurante é descontraído, confortável e acolhedor como todos os restaurantes devem ser, ideal para estar a dois ou com um grupo de amigos, com boa música dos DJs residentes, um serviço de verdadeira hospitalidade e uma localização imbatível. O restaurante combina o charme da arquitectura pombalina com uma decoração alegre e original, recheada de obras de arte evocativas da herança multi-cultural do Terreiro do Paço, de mobiliário vintage e de peças desenhadas especialmente para o restaurante. A decoração remete-nos também para a iconografia tradicional portuguesa, num registo “verytypical” recheado de humor. O Terreiro do Paço oferece três salas com um total de 120 lugares, para além de duas esplanadas, uma na deslumbrante praça do Terreiro do Paço e outra coberta e abrigada pelas arcadas do Pátio da Galé. No Pátio da Galé podem realizar-se eventos para até 2000 pessoas.

The restaurant atmosphere is relaxed, comfortable and cosy as all restaurants should be - ideal for couples or a group of friends and with great music from resident DJs complemented by a service of true hospitality and an unbeatable location. The restaurant combines the charm of Pombaline architecture jazzy decor, original works of art evoking the multicultural heritage of the building and vintage furniture pieces designed especially for the restaurant. The décor also reflects the traditional iconography of Portugal, in a “very typical” way and full of humour. Terreiro do Paço offers diners a choice of three rooms with seating for 120, plus two new outdoor terraces; one on the stunning Terreiro do Paço square and the other covered and sheltered by the arcades of the cloistered Pátio da Galé courtyard where events can be held for up to 2000 people.


LUXOS LUXURIES

luxos

Les Sources de Caudalie Situado no hotel Les Sources de Caudalie na região de Bordéus, o Caudalie’s Vinothérapie® Spa oferece um programa de tratamentos exclusivos num ambiente de rara beleza. Os tratamentos combinam as virtudes da água mineral captada a 540m de profundidade com as mais recentes descobertas científicas dos benefícios da uva e da folha de videira. www.sources-caudalie.com Located in Les Sources de Caudalie in the region of Bordeaux, Caudalie’s Vinothérapie® Spa offers a Spa program of exclusive treatments in an environment of rare beauty. The Spa’s unique treatments combine the virtues of natural hot spring water drawn from 540 meters beneath the earth with the most recent scientific discoveries of the benefits of the grape and the grapevine. www.sources-caudalie.com

LÁGRIMAS LIFESTYLE

85


LÁGRIMAS LIFESTYLE

86

esferográfica e óleo sobre folha Pen and oil on papper

UMA HISTÓRIA PARA ADORMECER VOYEUR LOCALES


rias como se a vida fosse igual e como se amanhã fosse mais fácil, diferente, novo. rias porque eu chorava e é assim que tu és. rias porque amanhã é outro dia e porque só há razões para rir e não deves chorar, não deves chorar. rias porque o mundo é enorme e depois... depois vais-te rir de teres chorado tanto. rias porque eu faço caras esquisitas quando choro, porque choro vezes demais, porque te dá vontade de rir quando ficas nervoso e ficas nervoso sempre que eu choro. e eu ali a chorar. e eu ali a chorar sem que a vida me tenha dado nada assim de tão grave. e tu rias à mesma e ainda. e eu tentava perceber e tentava que me percebesses e porque é que continuas a chorar? e ri-me. quando finalmente chorámos os dois.

UMA HISTÓRIA PARA ADORMECER VOYEUR LOCALES

(de) Chorar a rir

Tears of laughter you laugh as if life remains the same and as if tomorrow just gets easier, different, new. you laugh because I cried and that is how you are. you laugh because tomorrow is another day and because there are simply reasons to laugh and you shouldn¹t cry, you must not cry. you laugh because the world is huge and then ... then you’ll laugh for having cried so much. you laugh because I make strange faces when I cry, because I cry too often, because you feel like laughing when you get nervous and you always get nervous when I cry. and there I am crying. and there I am crying without life having given me anything that serious to cry over. and you keep laughing and then some more.and I tried to understand and I tried to get you to understand me and why do you keep on crying? and I laughed. when we both finally cried.

TEXTO TEXT MARIA ANA FERRO | ILUSTRAÇÃO ILLUSTRATION Pedro Botelho

LÁGRIMAS LIFESTYLE

87


SHOPAHOLIC for her 12

SHOPPING SHOPPING

05

02

01 07

88 LÁGRIMAS LIFESTYLE

04

03 06

08 11

Patrízia Pepe

10

09


14

18

16

15

19 13

SHOPPING SHOPPING

20

17

21

26

LÁGRIMAS LIFESTYLE

89

23

24 25

22

01. Vestido, Hoss Intropia, € 276; 02. Anel Vertige em ouro cor-de-rosa e pérola Akoya, Dinh Van, € 2.400; 03. Pulseira argolas de metal, Purificación Garcia, € 50; 04. Bikini, Hoss Intropia, € 100; 05. Jaqueta pele, Purificación Garcia, € 550; 06. Mala em pele encarnada, Coach, € 750; 07. Sandália rasa coral, Twin Set - preço sob consulta; 08. Pingente borboleta, Patrízia Pepe, € 83; 09.Mala em pele verde, Gerard Darel, € 415; 10. Sandália compensada laranja, Hermés, € 990; 11. Clutch amarela, Carolina Herrera, € 520; 12. Óculos em chifre feito à mão, Ralphvaessen para André Ópticas, € 1381; 13. Brincos, Louis Vuitton, € 900 ;14. Óculos de sol, Giorgio Armani para Grupo Sáfilo, € 199; 15.Carteira em pele, Louis Vuitton, € 2.370 ;16.Colar corrente metal, Carolina Herrera, € 150; 17.Bikini, Cia Marítima, € 64,90; 18. Top laranja, American Vintage, € 30; 19. Mala em pele, Lancel, € 1290; 20. Sandálias com aplicação cristal, Havaianas, € 35; 21. Sapato, Repetto, € 215; 22. Sweater malha tricot amarelo, Mango, € 25; 23. Carteira em pele de crocodilo azul, Hermès, € 11.000; 24. Sandália compensada de corda, Zilian, € 89,90; 25. Sandália rasa azul, Twin Set - preço sob consulta; 26. Calças em camurça camel, Gerard Darel, € 390.


GIRL’S BEST FRIENDS...

SHOPPING SHOPPING

01

04 05

12

02

90 LÁGRIMAS LIFESTYLE

08

06

03

09 11

07 10

01. Brincos, Jóias Cemtury na Torres Joalheiros, € 7.961; 02. Anel em outro branco e diamantes, Dinh Van, € 2.400; 03. Brincos ouro, brilhantes e pedras preciosas, H. Stern, € 4.100; 04. Pulseira bracelete em ouro, Tous, € 915; 05.Colar, Louis Vuitton € 3.000; 06. Colar ouro, Tous, € 2.119; 07. Anel em forma de urso castanho, Chopard - preço sob consulta; 08. Anel em ouro, brilhantes e pedras preciosas, Chaumet na Torres Joalheiros, € 1850; 09. Anel em ouro bicolor, H. Stern, € 3.600; 10. Pulseira em ouro, H. Stern, € 4.200; 11. Colar com pingente em pedra, Louis Vuitton, € 325; 12. Colar em ouro branco e diamantes, Chaumet - preço sob consulta.


SHOPAHOLIC for him 02

SHOPPING SHOPPING

03

06 01

05

04

07

91 LÁGRIMAS LIFESTYLE

08

09

10

01. Casaco malha, Purificación Garcia, € 90; 02. Chapéu, echarpe bege e echarpe azul, Coach, € 100, € 125 e € 80 respectivamente; 03. Óculos de sol, Yves Saint Laurent para Grupo Sáfilo, € 199; 04. Abotoaduras, Hackett, € 150; 05. Gravatas em seda, Hermés, € 140; 06. Cinto corda branco, Tommy Hilfiger, € 45; 07. Tenis, Munich, € 146.50; 08. Relógio, Montblanc, € 29.900; 09. Mala em pele, Marlboro Classics, € 492; 10. Sapato camurça azul, Hackett, € 150.

ZZegna


HOME AND BEAUTY 01

02

SHOPPING SHOPPING

03

04

05

LÁGRIMAS LIFESTYLE

92

06

08

09

07

01. Trio Eau Fraiches, Caudalie, € 22,80; 02. Porta-chaves, Louis Vuitton, € 220; 03. Protetores solar Defense, Anne Möller: Spray SPF 15, € 19,50; Spray SPF 30, € 21,80; Duo LaitSPF 30, € 21,80; Duo Lait SPF 50, € 23,00; 04. Taças pintadas, Kare Design, € 6,95/unidade; 05. Perfume Rose Edition, Chloé, € 84,50; 06. Conjunto malas, Lancel, € 595 /cada; 07. Conjunto de arcas Diva, Kare Design, € 369; 08. Capa para Ipad, Hermés, € 580; 09. Caneta John Lennon, Montblanc, € 725.


www.anselmo1910.com TEL.: 217 165 512 AMOREIRAS SHOPPING, LOJA 2070/71 TEL.: 218 480 738 LISBOA C. COLOMBO, LOJA 1109/10 TORRES VEDRAS RUA SERPA PINTO N.ยบ 20/22 A TEL.: 261 322 125 ARENA SHOPPING, LOJA 1041 TEL.: 261 338 875


LÁGRIMAS LIFESTYLE

94 RENDIDOS WON OVER


Jorge Faurie, embaixador da Argentina em Portugal, é um Senhor, um homem interessante, culto, com um humor mordaz, possuidor daquele charme sul-americano que seduz pelo calor e simpatia, tem a alma de Gardel, o carisma de Perón, a altura de Messi, a grandeza de Borges e a paixão de um “hincha” do Boca Juniors. Para além disso, é um hábil diplomata, mestre do seu mister de representar a Argentina e de promover o que o país das pampas tem de melhor. Chegou a este jardim à beira-mar plantado há mais de 8 anos, sem saber muito sobre o nosso país para além do que viu em meia dúzia de horas de uma chuvosa passagem uns anos antes. Ao início estranhou-nos, mas depois de dois meses, rendeu-se. “Portugal é um daqueles países que entra em nós devagarinho mas que depois se entranha. É um país com duas versões, a de Inverno e a de Verão, e os portugueses de Verão são completamente diferentes dos mesmos portugueses de Inverno. Este é um país que precisa de sol”, diz com um sorriso a iluminar-lhe o rosto. Jorge Faurie considera que a maneira de ser dos portugueses é muito semelhante à dos argentinos, que damos importância às mesmas coisas, talvez também por isso se sinta em casa entre nós. “Nós, como vocês, acreditamos mais nas pessoas que nas instituições, vivemos em volta da família e dos amigos, e é neles que nos apoiamos para resolver as questões da vida. Também como os Portugueses temos a fé de saber que amanhã será melhor que hoje, apesar de não sabermos como iremos lá chegar.”

Jorge Faurie, Argentina’s Ambassador in Portugal, is a Gentleman, an interesting and cultured man with a biting humour and who possesses that kind of South American charm that seduces through warmth and friendliness. He has the spirit of Gardel, Peron’s charisma, Messi’s height, Borges’s grandness and the passion of a Boca Juniors “hincha”. In addition he is a skilled diplomat, a master of his art representing Argentina and promoting all of the best that the country of the Pampas has to offer. He was planted in this seaside garden over 8 years ago and, without knowing much about our country other than what he had witnessed in half a dozen hours of a rainy passing through a few years earlier. When he arrived he was a stranger, but after two months, he surrendered. “Portugal is one of those countries that penetrates us slowly but then we start to miss it. It is a country with two sides, the winter and the Summer, and the Summer Portuguese are quite different from the same Portuguese in Winter. This is a country that needs the sun, “he says with a smile lighting up his face. Jorge Faurie believes that the way of being Portuguese is very similar to that of the Argentines, we value the same things, maybe that is what makes him feels at home among us. “We, like you, believe more in people than in institutions, our lives centre around family and friends, and it is from them that we nurture the support to solve life’s questions. Also like the Portuguese we have the faith to know that tomorrow will be better than today, despite not knowing how we get there. “

95 LÁGRIMAS LIFESTYLE

Jorge Faurie, an argentine very portuguese

RENDIDOS WON OVER

Jorge Faurie, um argentino muito português


Despite having an Argentine passport, Jorge Faurie talks like one of us, he suffers our pain, he rejoices in our successes, he feels “saudades” when he is away and he has a thirst for our wines from the Alvarinhos to the Ports. I really think, incredible as it may seem, that he likes Portugal more than many Portuguese do. “Portugal has fantastic things to offer and sometimes it bothers me that you do not rate it more highly and feel more proud of what you have and who you are,” he says with regret. He has the rare ability to simultaneously analyse the country through foreign and domestic eyes. There is no doubt that he as much Portuguese as he is an Argentine.

“Portugal tem coisas fantásticas e às vezes chateiame que vocês não se tenham mais em alta conta, e que se sintam mais orgulhosos do que têm e do que são”

Adoptou sem reservas Lisboa como sua, descrevendo-a como “uma cidade de recantos, tranquilos, onde podemos estar em paz, fazendo uma vida de bairro, como a que faço em Santa Catarina, onde resido. Nesse aspecto lembra-me muito a minha Santa Fé natal. Mas também adoro o Porto, especialmente a zona da Baixa. O Porto é uma das forças de atracção que Portugal tem, e que nem sempre os portugueses reconhecem.”

He unreservedly adopted Lisbon as his own, describing it as “a city of quiet nooks and crannies where we can be at peace, living a “bairro” life as I do in Santa Catarina, where I live. In this respect it reminds me a lot to my native Santa Fé. But I also love the city of Porto, especially the downtown area. Porto is one of the major pulling powers that Portugal has, a fact that is not always recognized by the Portuguese. “

E assim, apaixonado por nós, Jorge Faurie vai ficando, sem pressas de partir para o seu próximo posto. Um dia vai ter de nos deixar, provavelmente contrariado, quem sabe só à força. Pena que a nacionalidade ainda determina quem pode ou não pode ser embaixador de um país, pois Jorge Faurie seria um extraordinário Embaixador de Portugal na República Argentina. Devia haver uma forma de pelo menos lhe atribuir a cidadania honorária. Ele, que gosta tanto de nós, merecia-o.

And so, passionate about us, Jorge Faurie will remain, in no rush to leave for his next post. One day he will have to leave, probably pressured, perhaps only by force. Too bad that Nationality still determines who may or may not be an ambassador of a country, because Jorge Faurie was an extraordinary ambassador for Portugal in Argentina. There should be some way to at least grant him honorary citizenship. He who loves us so, deserves it.

“Portugal has fantastic things to offer and sometimes it bothers me that you do not rate it more highly and feel more proud of what you have and who you are,”

RENDIDOS WON OVER

Apesar de argentino de passaporte, Jorge Faurie fala como um de nós, sofre as nossas dores, alegrase com as nossas vitórias, sente saudade quando está longe, tem água na boca pelos nossos vinhos, desde os Alvarinhos aos Portos. Acho mesmo que gosta mais de Portugal que muitos portugueses, por incrível que isso possa parecer. “Portugal tem coisas fantásticas e às vezes chateia-me que vocês não se tenham mais em alta conta, e que se sintam mais orgulhosos do que têm e do que são”, diz com pena. Tem a rara capacidade de conseguir analizar o país simultaneamente com olhos de estrangeiro e de nacional. Não há dúvida que tem tanto de português como de argentino.

LÁGRIMAS LIFESTYLE

96


TERREIRO DO PAÇO Praça do Comércio Lisboa Welcome Center 1100-148 Lisboa T. 210 995 679 HOTEL DA ESTRELA R. Saraiva de Carvalho 35, 1250-242 Lisboa T. 213 909 173 HOTEL QUINTA DAS LÁGRIMAS R. António Augusto Gonçalves 3041-901 Coimbra T. 239 802 380 RESTAURANTE ELEVEN R. Marquês da Fronteira, Jardim Amália Rodrigues, 1700 Lisboa T. 213 862 211

MORADAS ADRESSES

RESTAURANTE PRAIA DO PEIXE Praia do Pego, Carvalhal T. 913 061 256

LÁGRIMAS LIFESTYLE

98

American Vintage T. 213 470 830 ANDRÉ ÓPTICAS www.andreopticas.com Anne Möller, Grupo Pondera Venda em perfumarias By MaleneBirger T. 226 199 050 Carolina Herrera www.carolinaherrera.com Caudalie, Grupo Pondera Venda em farmácias e parafarmácias Chopard www.chopard.com Cia Marítima T. 291 211 860

Kare Design T. 210 998 392 Lancel www.lancel.com Luis Onofre www.luisonofre.com. T. 25 666 1221 Louis Vuitton Tel. 21 358 4320 Loja das Meias T. 213 710 300 Mango www.mango.com T. 213 470 830 Marlboro Classics T. 213 425 225 Massimo Dutti www.massimodutti.pt Montblanc T. 213 259 826 Munich www.munichsports.com T. 214 643 600 Nuno Baltazar www.nunobaltazar.com T. 226 065 081 Patrizia Pepe T. 226 199 050 Prada T. 213 717 600 Purificación García Av da Liberdade, 150 T. 213 259 767 Repetto T. 213 470 830

Coach T. 213400010

Grupo Sáfilo www.safilo.com T. 217 121 420

Dinh Van Loja Yor, CC Amoreiras T. 213 833 102

Stivali www.stivali.pt T. 213 860 944

Ermenegildo Zegna T. 213 433 710

TK – Turet Knaeffermann T. 226 199 050

Gerard Darel, Grupo Acerto T. 214 342 290

Tommy Hilfiger T. 213 944 020

Hackett London www.hacket.com

Torres Joalheiros www.torres.pt T. 213 243 030

Havaianas, CiaBrasil T. 291 211 860 Hermés T. 214 567 698 HossIntropia www.hossintropia.com T. 226 199 050 H. Stern, Omoura T. 213 224 130 H&M www.hm.com

Tous www.tous.com T. 225 026 019 Twin Set, Loja BeCode T. 213 524 115 Zara www.zara.com Zilian T. 213 944 020


www.omegawatches.com

STARRING

NICOLE KIDMAN

Dispon铆vel na: BOuTIquE DOS REL贸GIOS PLuS - Tel.: 213 827 440

Profile for Lágrimas Hotels

Voyeur Magazine - #4  

Lagrimas Hotels Lifestyle magazine

Voyeur Magazine - #4  

Lagrimas Hotels Lifestyle magazine

Profile for lagrimas
Advertisement