Issuu on Google+

edição #37 jul./ago. 2011 distribuição gratuita e dirigida

EX-PLC122 Nova Lei Alexandre Ivo

SEXO Chegando ao ápice do prazer

marcos damigo O professor gay de Insensato Coração


3


Editorial

Coragemmm! Às vezes precisamos arriscar um pouco, sair da nossa zona de conforto, quando almejamos algo novo. Reclamar, sonhar, saber o que está errado... nada disso adianta sem a bendita coragem para mudar. É preciso ousar sem medo de ser feliz, ter coragem para dizer chega ou para dizer o que muitas vezes não nos permitimos: eu quero é mais. O tema desse editorial veio esta semana. Estávamos há tempo rejeitando anunciantes para não mexer na quantidade de páginas. Passamos nesta edição de 32 para 52 (como era antigamente) e isso aumenta nossos custos de distribuição, impressão, design, entre outros – às vezes do ponto de vista comercial não vale a pena, mas optamos por mais páginas, que podem trazer mais anunciantes, mais leitores, mais contatos. Outra coragem a que me refiro é a dois temas nessa revista. A matéria “Orgasmo anal é possível?” já estava no site faz alguns anos, decidimos colocar ela na revista impressa por ser uma das mais populares do nosso site e para ousar. Gays tem orgasmos sim, e múltiplos! É que tem héteros e até alguns gays, que não gostam de falar de sexo, de sexo homossexual, como se isso fosse tabu ou algo feio. Espere aí! O outro tema seria a estréia da coluna “Arte Nossa” que traz desenhos de travestis. Sim, travestis na Lado A, uma revista para gays de nível socioeconômico acima da média da população, pioneira, discreta e conservadora no limite que nós do Sul somos. Pois então, tivemos coragem de colocar, de ousar. Ao lado, foto de uma campanha pelo uso da camisinha exibida durante a XV Parada LGBT de São Paulo. A proposta causou polêmica ao utilizar imagens de santos semi nus do fotógrafo Ronaldo Gutierrez para promover a prevenção. “Nem 4 santo te protege. Use camisinha”, diziam

4

os banners nos postes da Av. Paulista”. Coragem da boa! A coragem também vem em dois antigos projetos que estão prestes a finalmente se tornarem reais. A Lado A SP – em setembro, e a TV Lado A, ainda este ano. E temos que ter coragem para tentar o novo e bom humor para dar a volta por cima, assumir os erros e pedir desculpas. Não podemos nos limitar, compactuar com o conservadorismo ou com o que as pessoas dizem que nós devemos fazer. Na próxima edição, a Lado A vem totalmente renovada. Da sua linha editorial, à logomarca, ao formato da revista, do site e em sua linguagem. Reza a lenda que em time que ganha, não se mexe. Acreditamos que time que ganha e não mexe, um dia não ganha nunca mais, pois terá sido tarde para mexer. Boa leitura!

Allan Johan publisher


5


Expediente capa Foto: Daniel Benjamin Ator Marcos Damigo

nesta edição 04 Editorial Coragemmm! 07 Entrevista Marcos Damigo 12 Reportagem Um anjo chamado Alexandre Ivo

LADO A # 37 - jul./ago.2011

15 Moda Vento Sul

Tiragem 5 mil

21 Coluna Social

J. Responsável Allan J. Santin DRT-PR 8019 Jornalista Profissional Diplomado

29 Bens de consumo

Editor Allan Johan

33 Coluna aLEatória índio fazer barulho!

Projeto Gráfico e Diagramação: TBN Com - 41 9814.0322 / 3528.0124 Website: Supermodular Colaboradores do site: Raquel Gomes, Arthur Virmond de Lacerda Neto, Beto, Fer Valois, Wander Mosco, Leandro Allegretti, Fernando Carlos, Eduardo e Paulo .

31 Minha viagem Cruzeiro Gay

36 Guia Cultural 38 Sexo Orgasmo anal é possível? 42 SC Guia GLS 44 RS Guia GLS 46 PR Guia GLS

www.revistaladoa.com.br Contato 41 - 3027.6599 contato@revistaladoa.com.br Para anunciar: contato@revistaladoa.com.br Correspondências CP 10321 CEP 80730-970 Curitiba - PR As matérias assinadas não expressam a opinião editorial da Revista Lado A.

6

48 Playlist DJ Paul Hunter 49 Pastel e seus amigos 50 Famosos com a Lado A 51 Arte nossa Éder F. Martinez Cebrian


Entrevista

Marcos Damigo:

Zen e de bem com a vida!

O ator paulista Marcos Damigo, de 38 anos, é bem conhecido no meio teatral e agora ganha fama na tevê, onde não pode ser chamado de inexperiente já que atuou em diversas produções de peso. Mas seu nome brilha cada dia mais pois ele é um dos responsáveis pelo sucesso do casal gay da novela global Insensato Coração. Damigo vive o professor Hugo Abrantes que formou recentemente um dos casais gays mais comentados com o jovem Eduardo (Rodrigo Andrade). Ele conversou com exclusividade com a Lado A e falou de sua carreira, do seu personagem, dos direitos gays e ainda sobre a vida de ator. Lindo por dentro e por fora, cuidado para não se apaixonar por esse escorpiano.

7


É possível sentir o carinho dos fãs nas ruas por causa do Hugo de Insensato Coração? Claro, as pessoas parecem gostar bastante do Hugo, muita gente me diz que gosta dele porque é um dos únicos da novela que tem caráter! Um episódio interessante foi que ontem eu estava passando por uma rua onde alguns trabalham algumas travestis e elas me reconheceram, tiramos fotos e falamos da novela. Aí eu perguntei como eles assistiam se eles estavam sempre ali na hora da novela, e me disseram que gravam todos os dias pra assistir quando chegam em casa! Você trocou Agronomia pelas Artes Cênicas, como foi essa decisão? Sua família aceitou bem a sua escolha? Foi um processo longo e complicado, que aconteceu num momento delicado da minha família, da separação dos meus pais. Eu saí da Agronomia sem ter certeza do que faria, e descobri o teatro, que era algo um pouco distante até então da minha vida, pelas mãos de Roberto Freire, um grande mestre, escritor e psiquiatra falecido em 2008. Aí mergulhei de cabeça, pois entendi que atuar seria uma maneira de descobrir outros mundos, entender melhor a natureza humana e suas contradições. Lembro que sempre me vinha à cabeça um paralelo entre o semear da agricultura e o semear da arte, que tem o poder de despertar nossa consciência para outras esferas. Pode parecer um pouco piegas, mas pra mim arte é isso, a verdadeira possibilidade de evolução para a raça humana. Respondendo à segunda parte da questão, meus pais sempre me apoiaram em tudo que eu fiz, eles são maravilhosos! Hugo e Eduardo terminarão juntos a novela? A cena do beijo gay sai desta vez? Ela já foi gravada? O que o público pode esperar? Eu não sei responder a essas perguntas pois elas não dependem da minha vontade. Mas eu e o Rodrigo Andrade, torcemos bastante pra que o casal tenha um final feliz. Quanto ao beijo

8

gay, acredito que se ele fosse feito de uma maneira delicada, romântica, sem tanta conotação sexual, poderia ser aceito sim por essas pessoas que a princípio se colocam contra. Não gravamos nenhum beijo ainda. Há uma ansiedade de que o casal gay dê certo por parte dos atores? Como é torcer pela felicidade de um personagem que é homossexual? Acredito que existam duas questões aí: a primeira é a repercussão que um tema delicado como esse pode gerar, e nesse sentido claro que a gente quer que eles não só dêem certo como também cresçam bastante na trama e rendam altos índices de audiência. A segunda questão é que eu me sinto muito feliz, e tenho certeza que o Rodrigo Andrade poderia dizer o mesmo, por levar essa discussão ao produto de maior audiência da televisão brasileira. Claro que a gente torce pelos personagens, da mesma maneira que torce por um mundo mais


tolerante, com mais amor entre as pessoas e menos ignorância e violência. E esse ainda, infelizmente, é um grande tabu na nossa sociedade. Não à toa os mestres Gilberto Braga e Ricardo Linhares, junto com seus colaboradores, escolheram esse assunto como um dos mais importantes dessa novela. Recentes conquistas nos direitos civis de homossexuais, junto com a maior exposição que os gays passaram a ter, geraram como contrapartida mais violência e ódio. A sensação é de que aumentou a agressão a gays e lésbicas, justamente no momento em que esse grupo começa a ter o direito à felicidade equiparada ao de outros setores da sociedade. Então me sinto muito honrado mesmo por estar ajudando a construir essa história! Como é contracenar com o Rodrigo Andrade, que vive o Eduardo? É ótimo, a gente se dá muito bem, e inclusive conversa muito sobre isso tudo, sobre a repercussão deste trabalho em nossas vidas, e sinto que temos uma grande cumplicidade apesar de sermos pessoas bastante diferentes. Você já fez vários personagens para a TV, trabalhou em Malhação, em séries, mas este é o primeiro papel de destaque em uma novela no horário nobre. Como esse sucesso está alterando a sua vida? Por enquanto, pelo menos, não está alterando muita coisa no meu dia-a-dia, mas confesso que eu adoro falar, então tenho achado bacana as pessoas perguntarem minha opinião sobre as coisas! Eu não tenho muita paciência pra essa especulação sobre a vida íntima das pessoas, nunca me interessei em saber da vida de ninguém então me sinto bastante confortável em não querer abrir a minha privacidade. Precisamos gastar nosso tempo com coisas mais úteis e interessantes do esse fetiche que não leva a nada. E nesse sentido está sendo bacana fazer um personagem gay, pois assim eu posso

focar mais nessas questões e menos na minha vida pessoal. Por exemplo, essa semana fui convidado para conhecer a Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual da Prefeitura, um lugar que meu personagem vai visitar na novela, pois ele leva o Xicão, interpretado pelo ótimo Wendell Bendelack, para fazer uma denúncia de uma agressão que ele sofreu. Esse é o exemplo de uma ótima pauta na minha opinião! Há uma cobrança excessiva aos galãs globais? Como cuidar do corpo ou não se envolver em polêmicas? Nunca ninguém tratou disso comigo, até porque talvez eu não esteja exatamente encaixado no perfil de galã, pelo menos não me vejo assim. Sou ator. E também não sei falar de outras pessoas porque eu realmente não

9


sei nada sobre esse assunto. Mas em relação a cuidar do corpo, isso sempre foi uma coisa presente na minha vida, menos pela vaidade e mais pelo desejo de ser saudável. Não acredito em técnicas milagrosas, cirurgias plásticas, hormônios sintéticos, nem nada do tipo. Uma pele bonita deve ser adquirida de dentro pra fora, não adianta nada a pessoa passar cremes caríssimos e ter uma péssima alimentação, pois a pele dela não será boa. E eu tenho a sorte de gostar de uma boa alimentação, prefiro produtos integrais e orgânicos, pois são mais saborosos. E pratico yoga há muitos anos, que ajuda a manter meu corpo disponível e preparado e de quebra ainda ganho um eixo, uma consciência de mim mesmo que uma ginástica de academia não daria. Aí, quando assinei contrato pra fazer essa novela, e sabendo que meu personagem jogaria futevôlei, me matriculei imediatamente numa aula de futevôlei. Que melhor preparação física posso ter pra um personagem do que fazer as mesmas atividades que ele? E é claro que isso mudou um pouco meu corpo, me deixou mais forte e menos esguio que o yoga. Um ator que saísse do armário teria dificuldades para ser aceito pela população? Sim, pelo menos por uma parte da população. Como você acredita que os gays podem conseguir mais espaços e respeito? Esse processo, de conquistar cada vez mais garantias civis, já está acontecendo. Prova disso foi a votação unânime no STF a favor da união civil entre pessoas do mesmo sexo. E vale lembrar que cada um dos juízes fundamentou muito bem seu voto, a própria votação foi praticamente uma aula de democracia nos seus aspectos mais sutis e complexos. Vivemos hoje em dia um grande desafio global, que é o de conviver com as diferenças, exercitar a compaixão e a tolerância como único caminho possível

10

para nossa própria sobrevivência como espécie. E isso está diretamente relacionado à causa gay. Talvez seja por isso que ela esteja tão em evidência. O exercício do afeto entre duas pessoas, sejam elas de qualquer gênero, e a constituição de núcleos familiares não convencionais não podem mais ser alvo de discriminação e de ódio. Você apóia a lei que cria o crime de homofobia, o PLC 122? Apoio, porque acredito que o discurso que instiga o ódio aos homossexuais é o que endossa e promove os crimes que vemos cotidianamente nos jornais. Não se trata de privilegiar determinado grupo, como sugerem algumas pessoas até instruídas, mas simplesmente de dar garantias de que esse grupo não será vitimado por ser diferente. Gosto sempre de pensar que num mundo ideal talvez as leis não fossem necessárias, pois cada um saberia se comportar sem precisar que outra pessoa dissesse o que é certo e o que é errado. Mas infelizmente não é esse o mundo em que vivemos, então precisamos sim de leis que garantam que alguns valores fundamentais sejam preservados. E o casamento gay? Apoio o casamento civil. Obviamente o casamento religioso não é passível de discussão, cabe ao indivíduo decidir seu próprio caminho espiritual. Mas o casamento civil, que é objeto de regulamentação do governo, deveria ser estendido a todo e qualquer cidadão, independente do credo e da sua sexualidade. E se duas pessoas do mesmo sexo decidem se casar não cabe ao governo dizer se isso é certo ou não, mas simplesmente acatar essa decisão. Você participaria de uma campanha pró-direitos gays ou de uma Parada? Depende do contexto em que o convite for feito, mas a princípio não vejo porque não aceitaria.


11


reportagem

Um anjo chamado Alexandre Ivo

Lado A conversou com a família do adolescente morto em 2010 que emprestará o nome para a nova proposta de lei contra a homofobia Em julho, o movimento gay começou a debater abertamente o que será do PLC 122, lei que quer criminalizar a homofobia no Brasil. A nova proposta seria criar um novo texto, um novo número, para substituir o projeto, desta vez com apoio até da bancada evangélica, que defende o direito de dizer que a homossexualidade é errada. O texto ainda não está fechado, mas uma boa idéia surgiu no meio desta discussão. Batizar o projeto de Lei Alexandre Ivo, garoto de 14 anos, assassinado em São Gonçalo - RJ, em 2010, depois de um jogo da seleção brasileira de futebol. Como andava com um grupo de gays, o menino foi vítima da homofobia e virou mártir do movimento.

12


A Lado A conversou com a mãe de Alexandre, Angélica Ivo. Além de iniciar o debate sobre o projeto - A Lado A teve acesso ao texto e o questionou antes que ele fosse protocolado sem discussão – fomos os primeiros a publicar a resposta da família sobre a homenagem em nosso site. Mas quem é Alexandre Ivo? Era um domingo e Alexandre Thomé Ivo Rajão foi assistir ao jogo do Brasil na Copa do Mundo (Brasil X Costa do Marfim), na casa de amigos, que a mãe ainda nunca havia visto, e que ele conheceu na Praça Zé Garoto, ponto de encontro de jovens de São Gonçalo. Durante o jogo, uma menina acusou um dos conhecidos de Alexandre de incomodá-la. O rapaz, homossexual, negou a situação mas foi agredido por um grupo de homens chamados à festa pela garota. Eles berravam palavras de cunho homofóbico enquanto batiam nos rapazes gays. Alexandre Ivo não teria presenciado a briga mas acompanhou os amigos ao Pronto Socorro e de volta à festa que estavam, de onde Alexandre ia pegar um ônibus até sua casa. Alexandre foi encontrado sem vida na quarta-feira, em um terreno baldio usado por viciados em drogas. Ele foi morto asfixiado com a sua própria camiseta, além de ser espancado e torturado. A mãe procurava pelo filho desde a manhã de segunda mas desconhecia os novos amigos de Alexandre que acabou conhecendo apenas no IML, por coincidência. Eles faziam o exame de corpo de delito por causa da agressão do domingo e Angélica ia reconhecer o filho, depois que um parente viu no noticiário sobre um adolescente encontrado morto. Angélica foi informada então da situação da briga e de onde seu filho estava no domingo. Os três acusados da morte de Alexandre Ivo são o eletricista Allan Siqueira de Freitas, 23 anos, o brigadista Eric Boa Hora De Bruim, 23 anos e o André Luiz Marcoge da Cruz Souza, 24 anos

que respondem pelo crime em liberdade. O processo apresenta várias falhas na perícia policial e a acusação está sendo conduzida por um promotor público. Filho exemplar Alexandre Ivo queria ser engenheiro quando crescesse. Ele não faltava aula ou respondia a sua mãe. Era tido como um rapaz caseiro e carinhoso com a família. Estudioso, só tirava notas boas no colégio. Ele tinha apenas 14 anos. Seus amigos, últimas pessoas a verem Alexandre Ivo com vida, antes dos assassinos, achavam que ele tinha 17 anos. Era maduro para a sua idade, mas ainda sim uma criança. Ele era virgem Ao ser perguntada se o filho era homossexual, Angélica diz que acredita que não teve tempo para despertar a sua sexualidade. Exames feitos após sua morte indicaram que ele não sofreu abuso sexual dos criminosos que

13


o mataram, ou qualquer outro indício que tenha praticado sexo antes de ser morto. “Ele era virgem, se ele teve esse despertar, não me falou nada.” Conta mãe que opta por não falar que o filho era homossexual por entender que, como eles nunca conversaram sobre o assunto, não pode definir pelo filho. “Na verdade eu não posso fazer a minha fala em suposições, eu vou me manter desde o inicio. Infelizmente eu não tive tempo hábil para conversar com meu filho sobre o assunto e ele não teve tempo de firmar a sua orientação sexual”. Vítima da homofobia “A dor maior que fica dessa experiência é essa. É saber que ainda tem parte do ser humano que comente crimes obscuros com esse preconceito”, conta Angélica que tem certeza de que o crime foi motivado por seu filho estar andando com homossexuais. Ela fez questão que a homofobia fosse incluída no processo da morte de seu filho e participou de diversos eventos contra o preconceito. Sobre a homenagem de ter a lei batizada com o nome do filho, ela afirma: “É um reconhecimento pois desde de que aconteceu eu não me eximi de falar sobre o assunto, não só na figura do meu filho mas com a inclusão de todos”. “A homofobia não se caracteriza só com a população LGBT” diz a mãe. O caso O processo para culpar os acusados pela morte de Alexandre ainda não teve o julgamento marcado. O corpo do menino teve que ser exumado, mas o exame de DNA do sangue encontrado no carro dos acusados deu inconclusivo. A polícia não conservou bem as evidências, não coletou impressões digitais, o que ajudou aos acusados a responderem em liberdade pelo crime.

14

Fé Angélica acredita na condenação dos assassinos de seu filho: “Vão com certeza ser condenados. Como todo processo criminal do Brasil, a parte da vitima é a que mais sofre”. “Estou há 12 meses lutando por Justiça pelo meu filho. Crime que foi homofóbico, isso consta no processo. E eles vão responder por tudo. Por motivo torpe, formação de quadrilha. A minha luta é toda voltada para isso, e eles vão ser condenados, eu tenho fé”, diz a mãe de Alexandre Ivo. Homenagem “Na verdade a gente fica feliz por esse reconhecimento, embora a gente ainda esteja lutando para fazer Justiça. Isso faz com que o caso continue na mídia, sendo discutido”, disse Angélica que espera que na próxima audiência, a quinta, finalmente seja marcado o julgamento dos acusados.


Moda

16

15


16


17


18


19


20


Coluna social Arraiรก Club 773 (Curitiba)

21

Bar Code (Curitiba)

Arraiรก Side Caffe (Curitiba)

21


22


Coluna social Concorde 10 anos (Florian贸polis)

23

Fantasy na UP (Joinville)

The Cherry (Curitiba)

23


Coluna social Cat´s Club (Curitiba)

Fotos: Fernando Shak

Le Bateau (Canoas - RS)

Fotos: Divulgação

Prime Worth It (Balneário Camboriú)

25


xx

26


Coluna social Black Box (Curitiba)

Bar James (Curitiba)

Duo Lounge (Balneário Camboriú) Fotos: VibeMix

27


Bens de consumo Chery QQ O mini chinês Chery QQ (pronuncia-se “quê-quê”) chega ao Brasil e esbanja simpatia e tecnologia. Completo, vem com ar condicionado, direção hidráulica, duplo airbag, painel digital, faróis de neblina dianteiros e traseiros, vidros, travas e retrovisores elétricos e rádio AM/FM com CD Player MP3 com entrada USB, freios ABS, alarme antifurto, aviso sonoro do cinto de segurança desatado, luz de aviso de baixo nível de combustível, limpador e desembaçador traseiro, além de brakelight e spoiler traseiro! Além de fofo, o carro tem

as cores prata, preto, branco, azul, verde, vermelho e amarelo disponíveis no país. Preço: R$22.900,00

LG Hom Bot – Aspirador de pó robô Que tal deixar esse robozinho limpando a casa enquanto você vai dar uma volta? Com design que lembra um disco voador, ele possui um sistema de navegação inteligente que combina duas câmeras com 13 sensores infravermelhos. Ele desvia de obstáculos, limpa lugares difíceis e ainda evita degraus que podem danificá-lo.Super silencioso, vem com bateria de 90 minutos. Ah, mas ele vai até a base se auto recarregar, chique não? O preço é compatível com a comodidade: R$ 3.000

Nintendo 3DS Chegou em julho ao Brasil o portátil Nintendo 3DS. Com duas telas, roda games em 3D mas não precisa de óculos em virtude de sua tela especial. O aparelho possui ainda câmera frontal e tela sensível ao toque. Preço: R$ 1200,00

29


Bens de consumo Relógio Champion Touch Super na moda dos relógios coloridos, que voltaram com toda força, está o Champion Watch Touch. Baratos e a prova d’água, o modelo é resistente e vem com garantia. O design inovador e mostrador digital transformam ele em um ícone fashion! Preço: R$249,00

Wings Adidas Originals by JS Inspirados nos pés de Hermes, da mitologia grega, o Deus dos Sonhos, o tênis possui asas nas laterais. Assinado pelo estilista norte americano Jeremy Scott, o tênis é super exclusive e lindo. Chama um pouco de atenção este novo modelo transparente, mas quem disse que moda não é cultura e personalidade? Preço: aproximadamente R$ 500

30


Turismo

Minha viagem

Cruzeiro Gay “Fim de semana badalado em alto mar. Aconteceu em Fevereiro último na costa brasileira o maior cruzeiro GLS do Brasil: o Freedom On Board. Pelo terceiro ano consecutivo, o Freedom invadiu os mares brasileiros com muita música eletrônica, diversão, conforto e gente bonita. Saindo de Santos em direção ao Rio de Janeiro e Búzios, foram 3 dias com muito luxo, lazer e requinte, sem contar as festas temáticas como White Party ( by Rogerio Figueiredo), R.evolution, After do Caju e Cafe com Vodka, e com um time de DJs e cantoras da cena GLS que não deixou ninguém parado. O melhor da cozinha mediterrânea, inúmeras opções de atividades, além da hospitalidade italiana que estavam presentes em cada momento da viagem. Simplesmente um luxo! Em 2012 tem mais...” Leo Gross, promoter

31


Turismo

32


coluna aleatória

Índio fazer barulho! Por Leandro Allegretti Outro dia, me reuni com meu povo e nos livramos do frio tomando vinho quente. Uma das meninas presentes já havia ido a várias ocas indígenas e nos contou como era lá dentro. Existem ocas de todos os tamanhos e algumas comportam uma multidão de índios, tipo noventa ou mais, dormindo e vivendo juntos no mesmo espaço. Mas como assim? Noventa pessoas convivendo juntas dia e noite? E como será que os índios transam? É na frente dos outros índios? O pessoal se dividiu nas opiniões. A divisão foi: de um lado eu, que acho que os índios não vêem o sexo como sacanagem. E do outro lado, o restante do povo, para o qual os índios também acham o sexo sacanagem. Por isso, riem maliciosamente ao ver uma relação amorosa e ao comparar o tamanho do Pau Brasil alheio com o deles... Na boa, pra mim, essa coisa de ver o sexo como pecado, como algo feio, é fruto da nossa formação judaico-cristã. Mas, para tirar a dúvida, o editor me ajudou com alguns links sobre os ín-

dios e o sexo. A descoberta foi a seguinte: Segundo a Antropóloga Bárbara Arisi, na tribo Matis, do Amazonas, eles assistem a DVDs pornôs e praticam as posições que aprendem do “sexo dos brancos”. Até algumas crianças acabam influenciadas pelos DVDs e brincam de médico, como a gente na infância. Sem falar no que os índios, em convivência com pessoas das cidades próximas, aprendem e levam para a aldeia. Coisas como beijar na boca, no pescoço, nos seios e, inclusive, fazer sexo oral. Nessa tribo, a mulher que não faz sexo com os homens é chamada de “sovina da vagina”, em contra partida, as mulheres que fazem muito sexo, são “generosas de suas vaginas”. Em matéria para a revista ‘O Cruzeiro’, de 1973, J. Américo Peret, indigenista (pessoa que defende as populações indígenas), conta que na tribo dos Kaiapós, uma vez por ano, as mulheres realizam suruba no escuro (darkroom), para comemorar a volta dos homens com a caça. Depois as mulheres casadas ficam somente com seus

33


maridos. O ato é justificado como oportunidade de todos na aldeia procriarem. Até os casais onde o marido é estéril. E ainda: tanto os índios quanto as índias comprometidos, quando estão na puberdade, são iniciados sexualmente pelos mais experientes, têm diversos parceiros (as) e só quando adquirem experiência sexual é que estão aptos a casar. Meninas não comprometidas são iniciadas sexualmente à força, por homens casados ou solteiros, fora da aldeia, em lugares discretos. Além disso, outro fato curioso é que os Karajás costumam maneirar no sexo para não enfraquecerem. Pois, reza a lenda que, ao fazer muito sexo, seus ancestrais enfraqueceram e as mulheres é que passaram a dominar a aldeia. Hoje eles preferem prevenir a remediar! Em outra tribo, a dos Parintintin, J. Américo Peret constatou que houve influência dos franceses, pois os índios praticam o Sadomasoquismo, com uso de “aditivos” naturais e até peças artificiais. Os danadinhos também se masturbam, fazem pegação e sexo anal. E mais, lá existem índias ninfomaníacas, rola lesbianismo e até pederastia (a homossexualidade é punida com um ritual que exige confissão pública). Detalhe: há um local isolado só para as ninfomaníacas praticarem sexo. Peret acredita que toda essa sexualidade aflorada dos Parintintin é causada pela ingestão freqüente de ervas afrodisíacas. Para concluir: Os índios costumam fazer sexo em lugares reservados dentro das ocas, às vezes vão para o mato ou beira de rios. Tem tribo que faz suruba, mas no escuro. Tem tribo que transa demais ou de menos. Agora, quanto à sacanagem... deu pra ver que, se eles não viam o sexo com malícia, passaram a ver depois da forte influência que receberam de nós, os maliciosos praticantes do “sexo dos brancos”. Duvida? Então faz assim: No próximo Dia do Índio (19 de abril) visite uma Oca e faça como a Xuxa: vá brincar de índio, mas sem mocinho para

34

Os índios costumam fazer sexo em lugares reservados dentro das ocas, às vezes vão para o mato ou beira de rios. Tem tribo que faz suruba, mas no escuro. Tem tribo que transa demais ou de menos. Agora, quanto à sacanagem... deu pra ver que, se eles não viam o sexo com malícia, passaram a ver depois da forte influência que receberam de nós, os maliciosos praticantes do “sexo dos brancos”. te pegar... (Para não distrair), quando o índio fizer barulho, confira como é que rola o vucu vucu por lá, depois me conte, em detalhes! Visite o Blog do Leandro: www.doqueosgaysgostam.com


coluna aleatória

Camisetas da Lado A Lado A lança camisetas exclusivas assinadas por famoso estúdio de design O estúdio Nagô, de Balneário Camboriú, empresa de design que assina estampas para grandes marcas da moda nacional, assina as camisetas comemorativas da Lado A, projeto inédito que será lançado no próximo dia 30. Cheio de simbolismo, a estampa da camiseta traz referências à história do movimento gay e pede respeito, igualdade e a criminalização da homofobia. O projeto é o primeiro passo para a comercialização da marca da mais antiga revista gay do país em produtos próprios. A logo da Lado A ganha um grande triângulo estilizado, e no centro a estrela que faz parte da marca da revista. Um grande arco cheio de ícones forma um A que se destaca na camiseta. Dentro dos ícones estão símbolos que remetem

a festas, glamour, música, além de casais de bonecos de mãos dadas. Tem duas meninas, dois meninos e casais heterossexuais. Entre as palavras, tem ainda gay pride, “criminalização da homofobia já!”, dignidade, além de bocas, balões e alianças. As camisetas serão lançadas nas cores preta e branca, com a imagem impressa em uma cor. Super exclusivas, serão lançadas apenas 50 camisetas de cada modelo. Moletons podem ser feitos sob encomenda. As camisetas estarão disponíveis para venda no site da revista Lado A a partir de agosto por R$79,90, com o envio já incluso. E quem comprar a camiseta ainda leva uma assinatura anual da revista. Corra que serão poucas peças!

35


Guia Cultural Curitiba 29ª Bienal de São Paulo Obras Selecionadas

Joinville Festival de Dança Em sua 29ª edição, o Festival de Dança de Joinville – o maior do gênero no país, reúne mais de 6 mil profissionais de dança entre os dias 20 e 30 de julho. A programação se divide em mostra competitiva, mostra contemporânea, palcos abertos, cursos e oficinas, mostra infantil Meia Ponta, seminários, espetáculos de rua e muito mais. A cidade borbulha cultura e fica com ares internacionais durante o evento.

Estão expostas no MON, 73 obras de 12 artistas presentes na 29ª Bienal de São Paulo, selecionadas pelos curadores Moacir dos Anjos e Agnaldo Farias. Entre elas a fantástica série “sim e não”, com 11 imagens de homens travestis e transexuais. SERVIÇO Quando: Até 14/08; Onde: Museu Oscar Niemeyer (Rua Marechal Hermes, 999 - Centro Cívico); Quanto: R$ 4; Info.: (41) 3350-4400

Curitiba na Mira do Fotógrafo

SERVIÇO Quando: de 20 a 30/07; Onde: em diversos pontos da cidade; Quanto: de R$0 a R$110; Info.: www.festivaldedanca.com.br

Florianópolis Parada da Diversidade de Florianópolis

A exposição Curitiba na Mira do Fotógrafo traz 120 imagens em preto e branco do paranaense Synval Stocchero, morto em 2007, que retratam a transformação sofrida pela cidade na segunda metade do século XX. O fotógrafo que dedicou décadas de sua vida a clicar a cidade, teve parte de seu trabalho doada ao acervo municipal. SERVIÇO Quando: até 31/12; Onde: Memorial de Curitiba (Rua Dr. Claudino dos Santos, 79 – Largo da Ordem); Quanto: gratuito; Info.: (41) 3321-3263

36

Confirmada para o dia 11 de Setembro a VI Parada da Diversidade de Florianópolis. Além de muitas festas, terá a presença da cantora Kelly Key, que se apresenta na Concorde na noite do sábado. SERVIÇO Quando: 11/09; Onde: Beira Mar Norte 13h; Quanto: Gratuito


Frenéticas O grupo As Frenéticas, sucesso absoluto dos anos 70 com a novela Dancing Days, se apresenta em Floripa com os sucessos da Disco Nacional. Com formação quase completa; Lidoka, Dudu, Leiloca, Sandra e Edir prometem um show de arromba na ilha da magia. SERVIÇO Quando: 17 de setembro às 22h; Onde: Floripa Music Hall; Quanto: Entre R$ 60 e R$120

Zizi Possi A cantora Zizi Possi apresenta o show Cantos & Contos no qual celebra 30 de anos de carreira e o lançamento do DVD do show. Clássicos da MPB ganham versões inéditas na suave voz da cantora, que se apresenta acompanhada dos músicos Jether Garotti Jr. (piano e clarineta), Webster (violão e cordas) e Guelo (percussão).

Porto Alegre Ricky Martin Em turnê pelo país, o cantor porto-riquenho se apresenta em Porto Alegre, no estádio do Gigantinho com “Música + Alma + Sexo”. O cantor que se assumiu gay esbanja de seu sex appeal no palco e canta em inglês e espanhol.

SERVIÇO Quando: 13/08 às 21h; Onde: Floripa Music Hall (Rua Henrique Valgas, 113 – Centro); Quanto: De R$ 80 a R$ 200; Info.: (48) 3222-8416 ou www.blueticket.com.br

Natureza Faminta A mostra reúne 12 desenhos em técnica mista feitos pela artista catarinense Jarina Menezes, falecida em 2005 aos 78 anos de idade. As obras representam três décadas de trabalho de Jarina que possuiu estilo próprio ao misturar o social com o orgânico.

SERVIÇO Quando: 30/08 às 21h; Onde: Gigantinho (Av. Padre Cacique, 891 - Menino de Deus); Quanto: de R$100 a R$400; Info.: (51) 3299-0800

Pinturas Urbanas O Pop e a arte de rua se misturam no trabalho do artista visual Geraldo Markes, em 13 telas aerografadas e grafitadas pelo artista na exposição. Ícones da música e do cinema se fundem com paisagens urbanas, tendo como fundo a tela que lembra muros de uma metrópole. SERVIÇO Quando: até 09/08; Onde: Memorial Meyer Filho ( Pc. XV de Novembro, 180 – Centro); Quanto: gratuito; Info.: (48) 3228-6821

SERVIÇO Quando: até 13/08; Onde: 72 NY Gallery Garden (Rua Nova Iorque, 42 - Auxiliadora); Quanto: gratuito


Sexo

Orgasmo anal é possível? O assunto é meio polêmico mas há um monte de gente que chega ao extremo do prazer com o sexo anal. Gozar pelo ânus é possível. Mas a maioria confunde com o ejacular sem se masturbar. Não há secreção de nada, na verdade, o certo seria dizer orgasmo anal, mas o pessoal chama de gozo mesmo. As sensações deste momento ápice do prazer são: arrepio, pernas bambas, visão embaralhada, taquicardia, sensação de leveza, entre outras, muito parecidas com as do orgasmo convencional; e podem variar. A diferença é que não existe a estimulação frontal e é muito mais intenso. É possível também gozar pelo ânus e pelo pênis ao mesmo tempo, com a diferença de que a libido passa logo depois da ejaculação. E não são só gays que curtem essa prática. Héteros - homens e mulheres também relataram no site da Lado A terem chego literalmente lá. Quem já experimentou diz que não há nada melhor. Difícil foi achar quem tivesse passado por tal experiência, ou que assumisse que pas-

38

sou por ela. A medicina explica que a estimulação da próstata, nos homens, gera uma sensação ímpar. Mas e as mulheres que também afirmam sentir prazer a ponto de atingir o orgasmo no sexo anal? As terminações nervosas da região do ânus e dos esfíncteres são os responsáveis por boa parte do prazer naquela zona tida como super erógena. Seria lenda ou verdade? Quem já passou pela experiência afirma que a sensação é rara e é preciso um parceiro que saiba o que está fazendo. Agora: atenção! É possível algo que aos homens é quase impossível pelo pênis: atingir orgasmos múltiplos. Calma, se você já está curioso ou desesperado por nunca ter tido uma experiência tão forte assim, as pessoas que passaram por ela afirmam que não acontece


sempre, mas em sua maioria já tiveram mais de uma vez a mesma sensação. Segundo o médico proctologista Dr. Paulo Branco, “A região anal representa uma área erógena durante uma relação sexual, fonte de prazer resultante do contato e caricias nas regiões perianal e no interior do canal anal. A excitação e prazer decorrem da manipulação da rica rede de vasos e nervos existentes no períneo (espaço entre o ânus e a bolsa escrotal), canal anal e parede retal, principalmente na região prostática. Este prazer intenso não deve ser confundido com orgasmo que ocorre no pênis e canal vaginal que são anatômica e fisiologicamente diferentes do canal anal”. Ou seja, o orgasmo anal é totalmente psicológico. O nível de excitação e satisfação precisa estar bem alto, pelo menos assim que descreveram a situação aqueles que conseguiram o tal feito. Há posições que facilitam tal resultado, como a de frango assado e de quatro. A estimulação da região nas chamadas preliminares também é fundamental. Por isso, uma das dicas, é dedicar bastante tempo para esta prática.

Alguns fatores são observados como comuns a quem conseguiu atingir o orgasmo anal. A grossura do pênis do parceiro parece ser importante, já o tamanho nem tanto. É preciso atingir um ponto específico, que muitos descreveram como sendo o ponto G masculino, que pesquisas indicam ser a própria próstata. A estimulação da região entre o ânus e o escroto também ajuda no aumento do prazer. Beijos, carícias nos mamilos e orelhas também facilitam a chegada ao ápice. Há aqueles que se excitam com palavreados sujos ou sexo violento. É preciso conhecer o parceiro. E tem também aqueles que conseguem o orgasmo anal com objetos. Ejaculação Alguns relatam um líquido viscoso saindo do parceiro passivo, semelhante ao esperma na região anal. O que pode ser confundido como uma lubrificação natural ou gozo físico, na verdade é um muco produzido pela parede do intestino, que seria eliminado posteriormente junto com as fezes. O relaxamento dos esfíncteres internos liberam a substância, confundindo quem não sabe.


Veja o que disseram alguns leitores no site da Lado A:

Junior “Sinto um prazer indescritível quando me penetro. Meu corpo se arrepia todo, fico descontrolado”

Vera Lúcia “Eu pratico sexo anal há muitos anos com o meu marido, e posso garantir que o orgasmo no ânus é muito maior que o na vagina. Chegamos a fazer muito mais no ânus do que na vagina”.

Josué “Eu sou gay, e já consegui atingi o meu ponto G.”

Marcelo “Tenho 42 anos e achava que já tinha visto e experimentado tudo, mas depois que conheci minha namorada percebi que tinha muito mais pra saber, ela sim, tem orgasmo anal, Coisa que nunca tinha visto na vida!”

Alejandro “Gente, eu brincava com meu namorado, ele colocava o dedo em mim e gozei muito, a princípio ficamos assustados mas depois acostumamos”

Manoel “O gozo anal e simplesmente maravilhoso”.

Fernando “Sou gay 150% passivo e geralmente consigo ter orgasmo anal com bastante secreção. Costumo ter 2 orgasmos e uma única vez tive 3. Não tem nada a ver com gozada pelo pênis. Eu raramente gozo pelo pênis”.


29 41


» SC Guia GLS « Florianópolis Bares Bar do Deca - Praia Mole (último no sentido Galhetas) Blues Velvet - R.Pedro Ivo, 147 - Centro Café das Artes (F) - R. Esteves Júnior, 734 Jivago Lounge - R. Dep. Leoberto Leal, 4 Rancho do Maneca - SC 405 Km 1, nº 472A Deny’s Bar - R. João Grumiche, trav. 437 - Kobrasol BOATES Concorde Club - Av. Rio Branco,729 - Centro; www.concordeclub.com.br; telefone: (48) 3222-1981 Mix Café - R. Menino Deus, 47 - Centro

SAUNAS Sauna Clube - R. 2450, nº 86 Centro Sauna Batel - R. 2800, nº 422 - Centro Sauna Bianca - Rua Jamaica, 700 - Centro

Blumenau BOATES Fly Music Club - R. Carlos Rieschbieter, 950 Centro SAUNA Sauna Bruno - R. Presidente Vargas - 173 - Centro

Criciúma

SAUNAS

BOATE

Thermas Hangar - R. Henrique Valgas, 112 Thermas Oceano - R. Luiz Delfino, 231 - Centro

AVA Pub - Rod. Luiz Rosso, 1km após 28º GAC

PEGAÇÃO

Joinville

Hunter Videoclub - R. Padre Roma, 431 - Último andar; www.huntervideoclub.com.br; telefone: (48) 3228-5868

Bar Bar Alternativo - Rua Cel. Procópio Gomes, 602 BOATEs

Bal. Camboriú Bares Duo Lounge - R. 300, 120 - Centro; www.duolounge.com.br; tel.: (47) 3268-6679 Sublime Café - R. Alvin Bauer, 555 - Centro Boates Levion - Av. Brasil, 3801 - Centro London - Av. do Estado, 1008 (Itajaí - BnC) Yes! Mix Club - Av. Atlântica, 1960 Illusion - Av. do Estado, 371

42

Ivyx Club Mix - Av. Procópio Gomes, 602 - Centro UP Club - Av. JK, 615 - Centro; www.upjoinville.com.br; tel.: (47) 3026-1767 SAUNA Thermas Joinville - R. Independência, 721 - Anita Garibaldi

Lajes Bar Habuhiah Bar - R. Gonçalves Dias, 183 (Fundos) Coral 2002 - Barreiros


43


» RS Guia GLS « Porto Alegre Boates Cabaret Indiscretus - R. Ernesto Alves, 169 Floresta

Convés Sauna Club -Av. Mauá, 1897 - Centro Barros Cassal - R. B. Cassal, 496 - Independencia Convés Sauna Club -Av. Mauá, 1897 - Centro Coruja - R. Comendador Coruja, 189 - Floresta

Cine Theatro Ypiranga - Av. Cristovão Colombo, 772 - Floresta

Floresta - R. Dr. Valle, 88 - Floresta

Eróticos Videos - Av. Alberto Bins, 786 - Centro

Thermas Point Sul - R. Cabral 468 - Rio Branco; www.thermaspointsul.com.br; telefone: (51) 3331-6324

Ocidente - Rua J. Telles esq. O. Aranha - Bom Fim Neon Boulevard - R. Com. Coruja, 168 - Floresta Refugius Megadanceteria - R. Marcílio Dias, 290 - Menino Deus Vitraux Club - R. Conceição, 492 - Centro

BARES Anexo 456 - R. Fernandes Vieira - 4556 - Bom Fim

Plataforma -R. Pernambuco, 2765 - Navegantes

Thermas Mezzaninu - R. São Salvador, 108 - Santa Maria Ghorett

Canoas BAR Le Bateau Pub (F) - Rua Alberto Torres, 46 - Centro; www.lebateaupub.com.br; telefone: (51) 3467-1009

Caxias do Sul

Cia. da Arte Café - R. dos Andradas, 1780

Boates

Espaço G - Av. Farrapos, 2400

Studio 54 - Visconde de Pelotas, 87 - Centro

Horus – Av. Cristovão Colombo, 933 – Floresta

NOX - R. Darcy Zaparolli, 111 - V. Iguatemi

Metrô Bar - Av. Farrapos (Estação) - S. Geraldo Novo Era uma Vez - R. 18 de Novembro, 31 Navegantes

Pelotas BAR Odeon - Praça Gen. Pedro Osório, 63 - Centro

Píer 174 - R. da República, 174 - Cidade Baixa

Boate

Sexxy Man Café - R. Casemiro de Abreu, 375

Free Space - R. 13 de maio, 626 - Centro

Venezianos Pub Café - R. Joaquim Nabuco, 397

SAUNAS Arpoador - R. Ivo Corsueli, 210 - Petrópolis Barros Cassal - R. B. Cassal, 496 - Independencia

44

São Leopoldo Boate My Way - R. D. João Becker, 968 - Centro

Santa Cruz do Sul BAR Little Up - Júlio de Castilhos, 327 - Centro


45


» PR Guia GLS « Curitiba

Cascavel

Bares

BOATE

Blues Velvet - R. Trajano Reis, 134 - S. Francisco

Tribos Club - R. Engenheiro Rebouças, 1935

Side Caffe - Al. Cabral, 597 - Centro; www.sidecaffe.com.br; telefone: (41) 3222-7151 Jack In - Lamenha Lins, 1540 - Rebouças James Bar (F) - R. Vicente Machado, 894 Nick & Cia - R. Clotário Portugal, 98 Bar do Simão - R. Visconde do R. Branco, 1687 Soul Bar (L) - Av. Manoel Ribas, 640/656 CWBears - Rua Kellers, 39 – Largo da Ordem Bar Code - R. Jaime Reis, 310 – São Francisco; www.barcodecwb.com; telefone: (41) 3027-4410

Foz do Iguaçu

BOATES Cats Night Club - Al. Dr. Muricy, 949 - Centro; www.catsnightclub.com.br; telefone: (41) 3224-5912

BOATE Space N. Club - R. Arq. Décio L. Cardoso, 469 Centro SAUNAS Club 956 - R. Dom Pedro II, 956 - Centro Sauna Aquarius - R. Eng. Rebouças, 968

Londrina BOATE Friends - R. Bem-Te-Vi, 136 - Centro Bares

Black Box - Mateus Leme, 585 - Centro; www.box-club.com; telefone: (41) 3027-4410 New SPM - R. Fernando Moreira, 185 Manhattan - R. Augusto Stelfeld, 199 THE CHERRY - Alameda Cabral, 521 - Centro; www.thecherry.com.br; telefone: (41) 3044-2828

Valentino - Av. Pres. Faria Lima, 486 - Jd. Maringá NY Lounge - Av. Bandeirantes, 160 - V. Ipiranga

SAUNAS

Dvinyl (F) - Av. XV de Novembro, 370

Sauna 520 - R. Sen. Souza Naves, 520 - Cristo Rei; telefone: (41) 3262-4582; www.sauna520.com.br Club 773 - Bar e Sauna - R. João Negrão, 773 - Centro; telefone: (41) 3225-3690 Sauna Batel - R.Teixeira Coelho, 54 - Batel Caracala - R. Alferes Poli, 1039 - Centro Opinião - R. Amintas de Barros, 749 THERMAS SALDANHA - R. Saldanha Marinho, 214 Centro; telefone: (41) 3014-0066 ; www.termasaldanha.com.br

46

Maringá Bar Art Lounge Bar - Av. Nobrega, 360 BOATES Jamboos - Av. São Paulo, 1005 - Zona 7 Estravaganza - R. José Romano, próx. Cocamar SAUNAS Sauna Tropical - Av. Humaitá, 743 Spaço 53 - Av. Centenário, 53 - Jd. Aeroporto

Ponta Grossa Bar Deck Club Lounge - R. Balduino Taques, 1408 B


47


Playlist

DJ Paul Hunter

A paixão do curitibano Paul Hunter pela música eletrônica vem desde a infância, sempre de forma autodidata e por pura vocação! Hoje, com apenas dois anos e meio de carreira, surpreende há muitos pelo extenso currículo como DJ e produtor tendo como inspiração e referência o DJ Alex Dubbing, qual considera um pai. Sua primeira residência foi no bar Side Caffe, em Curitiba, onde aproveitou o destaque para alavancar uma carreira de sucesso e conquistar a todos os públicos pelas pickups das maiores casas do Sul do Brasil e se tornando DJ revelação em Curitiba.

Top 10 - Paul Hunter 01- Beyoncé - Run The World (Eddie Baez Anthem Mix) 02- Filipe Guerra Feat. Nalaya - Feel Alive (Original Mix) 03- Lady Gaga - The Edge of Glory (Thiago Anthony Club Mix) 04- Nicky Valentine - Deep in my heart (Mister Jam Original Mix) 05- Yinon Yahel Feat. Emmi - Tonight (Manny Lehman Remix) 06- Lorena Simpson - Dreams (Extended Mix) 07- Joachim Garraud - Sound Of Disco (Asi Givati Remix) 08- Allan Natal feat. Leilah Moreno - You’re Not Here (Joe Gauthreaux Remix) 09- Sylvia Tosun - World Keeps Turning (Gustavo Scorpio Remix) 10- Yinon Yahel Feat. Maya - I’ll Keep Waiting (Ido B & Zooki Remix)

48


49


Famosos com a Lado A

Momentos... Luisa Marilac

AngĂŠlica Morango do BBB 10

50


arte nossa

Nossa Cultura, Nossos Artistas

Travesti

O leitor Max nos enviou essas ilustrações e conseguimos a autorização do artista para dividí-las com você. Uma divertida paródia com a obra “O Nascimento de Vênus” de Sandro Botticelli. E tem também a Mona, a Lisa. Fantástico!

Éder F. Martinez Cebrian

Nasceu em Apucarana, Paraná. Designer formado pela PUCPR, atua na área de produção editorial e ilustração (criação da parte gráfica de livros e materiais didáticos) desenhando temas contemporâneos. http://edercebrian.carbonmade.com/



Revista Lado A N°37