Page 1

11

anos

www.revistaladoa.com.br

#68


Você conhece o projeto “A Hora é Agora”? É um projeto em que você pode solicitar o seu teste para o HIV pelo celular ou pelo site: www.ahoraeagora.org


E, se você quiser fazer o teste para o HIV em outro lugar? Você pode ir ao Trailer que fica na Praça General Osório às sextas e aos sábados das 17h às 21h30. O Grupo Dignidade também oferece testagem para o HIV, de terça a quinta das 18h às 21h. Fica na Av. Marechal Floriano, 366 conj 43 (Centro).


E também o Centro de Orientação e Aconselhamento (COA), na rua do Rosário, 144, São Francisco, de segunda a sexta, das 8h às 17h. Baixe gratuitamente o app A Hora é Agora para Android ou IOS.

41 9834-0258 A Hora é Agora ahoraeagoracwb www.ahoraeagora.org

@facaseuteste


#EDITORIAL

Era uma vez... H

8

á 11 anos a revista Lado A iniciou as suas atividades. Naquele tempo, a maioria das pessoas não tirava fotos em baladas LGBT pois preferiam manter a privacidade. A internet e os smartphones não estavam tão popularizados e as pessoas evitavam expor suas sexualidades abertamente. Não havia um guia, as informações eram desencontradas e nem sempre tratavam do que mais importava: somos todos iguais. Ousamos ser os primeiros, e o resto é história.

antes do conceito virar moda. Registramos e resgatamos muitos personagens e histórias para a eternidade.

A Lado A veio para quebrar barreiras. Antes, as grandes mídias não tocavam no tema LGBT como hoje e se fazia necessário dar cara e voz a uma comunidade que não entendia a importância de lutar pode seus direitos. Empoderamos a muitos, bem

Vencedora em 2007 do prêmio Sangue Novo no Jornalismo Paranaense, o projeto da Lado A se reinventou tantas vezes. Nascemos para sobreviver, para causar, para marcar espaço. A Lado A continua, cada vez melhor, mesmo com os percalços do mercado edi-

Uma revista que começou em forma de dobradura, onde, até ser aberta completamente, todo o conteúdo GLS não era revelado. Até a revelação final lia-se de cultura, moda e até receitas culinárias. Aos poucos, fomos crescendo com o nosso público e hoje temos a mais antiga e linda, revista LGBT do país, após 11 anos e em sua 68ª edição!


torial, atravessando crises econômicas e revoluções digitais. A primeira edição destacava a prisão e soltura de um grupo de 11 skinheads em Curitiba, que cobrimos com grande destaque em nosso site e que expôs uma realidade pouco conhecida pelos moradores da cidade. Falamos de amor, dos perigos do suicídio, de pessoas e ações positivas, de sair do armário. Ali começamos um relacionamento longo de confiança e cumplicidade que rendeu tantos frutos. Apesar deste olhar para trás trazer certo alívio, ainda precisamos olhar o presente e o futuro com a certeza de que nossa missão não terminou. LGBTfobia, mortes, jovens expulsos de casa e vivendo na escuridão do armário. Ainda temos muito a avançar e a mudar no mundo. O nosso primeiro editorial, na edição #01, lançada no dia 31 de março de 2006, começava assim: “Obrigado por ler a nossa revista”. Foi um momento histórico para nós que neste momento relembramos, pois a nossa história é vitoriosa e você faz parte dela. O mesmo texto terminava da seguinte forma: “Lembre-se, você pode fazer a diferença”. Jamais esqueça disso e conte sempre com a gente.

REVISTA LADO A #68

Jun./Jul. de 2017 COLABORADORES E COLUNISTAS Allan Johan, Bruno de Abreu Rangel, Arthur Virmond de Lacerda Neto, Leandro Allegretti e Wladi. Tiragem 5 mil CONTATO REDAÇÃO contato@revistaladoa.com.br CORRESPONDÊNCIAS CP 10321 CEP 80730-970 Curitiba - PR As matérias assinadas não expressam a opinião editorial da Revista Lado A. Proibida a reprodução total ou parcial de conteúdo sem autorização prévia.

CAPA The Arrow Matthew Richardson Circus Arts

9


#Ă?NDICE

FRASES moda

12 23

18 32 35

JOGO ATRAQUE DRAG

comportamento

guia gls

desde 2006 10


#FRASES Ao longo de nossos 11 anos, muitas falas marcantes fizeram parte de nossas edições. Confira algumas frases ditas com exclusividade em nossas entrevistas:

“Ela é o fetiche das pessoas, dos taxistas, dos pedreiros, dos motoristas. Sobre a vinda do Uber, eu diria que não tem problema, pois aqui tem para todo mundo”

Drag Wagnah Jones, entrevistada da edição 62 13


“Nós precisamos tomar consciência do que é ser homossexual neste país. Nós temos uma sociedade homofóbica onde a homofobia se manifesta de diversas formas e temos grupos organizados que atuam contra as garantias dos nossos direitos” Carlos Magno – Presidente da ABGLT, Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros. Entrevistado na edição 45

“Foi a droga que estragou tudo. Antes a bicha ia toda arrumadinha. Antes, eu via os gays super bonitos, todos arrumadinhos, de camisa cheia de paetês, de baby look, um luxo. Hoje está uma bagunça . Por causa das drogas, as pessoas não tem mais noção de nada”

14

Mario House (In Memoriam) – Empresário da noite catarinense, entrevistado na edição 33


“Não adianta ficarmos fazendo paradas gays se não temos leis. As paradas deveriam ser um momento de vitória, que pudéssemos estar festejando” Thiago Silva – Político catarinense e vereador de Florianópolis, entrevistado na edição 29

“Se você quer ser glamurosa, seja única e irreverente, não siga o que todos estão fazendo!!! Tenha bom gosto e escolha sempre os melhores tecidos” As Deendjers – Entrevistadas da edição 40

“Se o afeto é uma realidade constituída com efeito de vínculo, as uniões do mesmo sexo tem a mesma característica afetiva, e não somente o aspecto sexual.” Maria Berenice Dias – Jurista gaúcha e criadora do termo homoafetivo. Entrevistada na edição 38.


Letícia Lanz – Psicanalista, escritora e pesquisadora trans, entrevistada na edição 66

“O dispositivo binário de gênero é o principal sustentáculo de todas as desigualdades existentes na sociedade patriarcal-machista em que vivemos. Por isso mesmo, os transgressores das normas binárias de gênero sempre foram duramente discriminados, punidos e escorraçados do convívio social ‘normal’.”

“Meu sonho, antes de morrer, seria ver a nossa população unida e organizada politicamente para que juntos – gays, lésbicas, travestis – pudéssemos realmente ser respeitados pela nossa orientação sexual e identidade de gênero, ou apenas pelo que somos: seres humanos” 16

Glória Crystal – Artista e militante gaúcha, entrevistada na edição 60


“Nós, seres humanos, nem de longe, podemos ser classificados como um animal monogâmico. Se realmente fôssemos, não trocaríamos de parceiros sexuais, namorados, maridos e outros. Somos poligâmicos, o que quer dizer que temos vários parceiros, e que nossa natureza, de forma instintiva, nos leva a isso. O que nos diferencia dos outros animais poligâmicos é a capacidade de escolher ter apenas um parceiro ou não” Mariângela Simão Galvão - Médica e pesquisadora curitibana, entrevistada na edição 30

17


#JOGO

Nesta edição, lançamos um projeto antigo que estava em nossa gaveta: o jogo “Atraque Drag”. Nas páginas seguintes, você confere o perfil de quatro drag queens locais. Recorte as cartas e jogue com os amigos!

ATRAQUE DRAG

Regras: Você divide a quantidade de cartas, um dos jogadores começa perguntando sobre um dos ítens do perfil da carta de cima do seu bolo (ex: bate-cabelo). Aquele que tiver o maior valor, leva a carta do oponente e coloca as duas no final no monte. Quem ganhou a rodada continua perguntando e escolhendo o que perguntar. Se empatar, faz-se uma nova pergunta com a mesma carta. Ganha quem conseguir acabar com as cartas do oponente. Nas próximas edições, você vai encontrar mais drags e ganha mais cartas para jogar!!!


Lado λ

Lado λ


Ano de início: 2002 Bate Cabelo: 4000 Glamour/Figurino: 3000 Versatilidade/Make Up: 5000 Humor/Diversão: 2000

DIANDRA SPECIAL

ATRAQUE DRAG

Ano de início: 2003 Bate Cabelo: 2000 Glamour/Figurino: 5000 Versatilidade/Make Up: 4000 Humor/Diversão: 3000

GLÓRIA GODIVA

ATRAQUE DRAG


ATRAQUE DRAG

ATRAQUE DRAG

LINDA POWER

Ano de início: 1999 Bate Cabelo: 2000 Glamour/Figurino: 5000 Versatilidade/Make Up: 4000 Humor/Diversão: 3000

DALVINHA BRANDÃO

Ano de início: 2009 Bate Cabelo: 2000 Glamour/Figurino: 3000 Versatilidade/Make Up: 4000 Humor/Diversão: 5000


Lado λ

Lado λ


#MODA

IAÔ Wales Bonner


Prada

24

Givenchy


Givenchy


Givenchy

Calvin Klein


27

Givenchy


Dolce & Gabbana

Givenchy

28

Linder


Wales Bonner

29

Dolce & Gabbana


Dior


Armazen Urbano

Seu lugar é aqui! coquetéis, finger food & música ao vivo

rua dr. manoel pedro 673 . cabral . tel: 41 99124 4010


#COMPORTAMENTO

Mentiras e Traição R

oteiro de novela mexicana, receita de sucesso de audiência. Na vida real, dramas de verdade envolvem a vida de quem tem uma decepção com outra pessoa que utilizou dos artifícios da mentira ou da traição para esconder algo e agir pelas costas. Prelúdio de barraco na certa. Mas a mentira e traição fazem parte do jogo? Para algumas

32

pessoas sim. Não por desvio de caráter ou falta de valorização do outro mas por insegurança. Com medo de serem rejeitados, alguns mentem e traem, mesmo correndo o risco de magoar a pessoa amada ou querida. São acusados de serem egoístas e não confiáveis. Mas e se a verdade tivesse vindo à toa no início? Teria sido diferente?


Sempre dizemos que estamos prontos para a verdade e enumeramos que a sinceridade é a única forma justa de lidar com diversos temas. Acontece que estamos nestes casos lidando com o dilema do outro como se fossem nossos. Exigir a verdade é tirar a opção e o livre arbítrio do outro, inclusive de errar, o que vai levar ao crescimento que talvez a pessoa precise passar e entender para amadurecer.

Um dilema comum para quem tem o vírus HIV é contar sobre a soropositividade. A pessoa está se relacionando com um parceiro novo e a cada encontro que passa ela precisa pensar em contar ou decidir se ainda é muito cedo. Do outro lado, cresce a chance de se sentir enganado e traído, mesmo que o encontro não dê em nada e se passem anos. Tendemos a julgar a pessoa que omitiu ou mentiu mas o fato é que ela tem o poder de deciPortanto, quando cobramos dir pois isso afetará principaldo outro que a mentira não mente a ela. é justa, temos como ponto de vista a nossa posição. Não A vida é cheia de momentos pensamos nos medos, insegu- de decepções e há quem viva ranças e falta de discernimento em estado de alerta e se sinta e vivência da outra pessoa. O perseguido por conta do hiscerto é certo, só que para nós. tórico pessoal de atrair pesO medo da rejeição, de ficar soas “más”. Confiar é preciso, sozinho, de perder oportuni- todos os dias. Seja no motodades que julgam serem úni- rista do carro, no gerente do cas faz as pessoas mentirem banco, em quem fez a nossa e traírem naquele momento e comida. É preciso minimizar por vezes entrar em negação os riscos: comportamentos eterna depois. A mentira dói, seguros são importantes para mas a verdade dói mais. uma vida segura. Escolha bem os seus parceiros e com quem Não podemos ter arrependi- se relaciona, não abra mão mento pelo que não ocorreu, da sua proteção, ”confie desentão, quando a pessoa mente confiando” quando não for ou trai raramente se arrepende possível confiar por conta de do “erro”, mas principalmente alguma sensação ruim. Mas por ter sido pega. É sempre lembre:quem permitiu a menmais digno quando a pessoa tira e traição entrar na sua vida que mentiu e traiu, “confessa”, foi você, e essa é a grande verobviamente. Mais uma vez a dade. Mas não se desespere: pergunta é: “Será que o outro não há nada que não possa está pronto para a verdade?”. ser resolvido. 33


#Guia_GLS_PR CURITIBA

CLUB Cat´s Club - Al. Dr. Muricy, 949 CWBears - R. Kellers, 39 James - Al. Carlos de Carvalho, 680 Soviet - R. Bispo Dom José ,2277 Side Club - R. Jaime Reis, 310 Verdant - R. Dr. Claudino dos Santos, 126

PARANÁ

BAR Armazen Urbano- R. Dr. Manoel Pedro, 673 Arcobaleno - Rua Ébano Pereira, 269 Barbarala - Al. Cabral, 353 Bar do Simão - Av. Manoel Ribas, 640 Cwb Bar e Balada - R. Saldanha Marinho, 206 Pixel Bar R. Visconde do Rio Branco, 69 Route 69 - Al. Cabral, 597 Spot Bear - Al. Princesa Isabel, 704 Vu Bar - Av. Manoel Ribas,146 Vitto Bar - R. Trajano Reis, 326

SAUNA 520 - R. Souza Naves, 520 Caracala - R. Alferes Poli, 1039 Club 773 - R. Ubald. do Amaral, 1664 Opinião - R. Amintas de Barros, 749 Batel - R. Teixeira Coelho, 54 Sauna Master - R. Saldanha Marinho, 214 PEGAÇÃO Dragon Vídeo - R. Vol. da Pátria 475 / 708

35


FOZ DO IGUAÇU

BAR Amarantha Pub - Av. JK, 898 CLUB Space Disco - Av. República Argentina, 1028 Biblioteca Pub - R. Edmundo de Barros, 712 SAUNA Sauna 629 - R Almirante Barroso, 629 Sauna Aquarius - R. Eng Rebouças, 968

CASCAVEL BAR Biblioteca Pub - R. Maranhão, 483 Taboo - Av. Paraná, 3355

LONDRINA

BAR Valentino - Av. Pres Faria Lima, 486 Soho - Av. Bandeirantes, 160 CLUB NY Lounge - R. Rio Grande do Norte, 750 Narciso Club - R. Pref Faria Lima, 765

MARINGÁ

BAR Atari Pub - Av. Prudente de Morais, 946 Meet - Av. Pres. JK, 427 CLUB Lexus Club - Pç. Manoel Ribas, 126 NY Lounge - Av. Rio Branco, 485

PONTA GROSSA

BAR Deck Club Lounge - R. Balduíno Taques, 1408 B

37


Lado A #68 11 anos  

https://www.youtube.com/watch?v=kdbMu0Nv9uA&t=3s

Lado A #68 11 anos  

https://www.youtube.com/watch?v=kdbMu0Nv9uA&t=3s