Page 1

CORRENTE DE BIKE NO PESCOÇO


corrente de bike no pescoço (ítalo dantas)


i listen to your favorite songs backwards julian casablancas


o último indício de vida :as olheiras (((( rola sobre a cama

,

o corpo que

resíduos entre

os

últimos dentes vômito sobre o corpo is she

into you

cabeça baixa os olhos virados pra dentro; dois litros de vinho não descem assim tão fácil this is no child's play cold

play?

sonhar destinos trocados e fuga no.8 sêmen e coquetel molotov placa de alumínio atravessando o esôfago passar a língua de um lado a outro da boca


; se aquela agulha tivesse entrado três centímetros a mais (penso) Post-meeting Interlude//

l' estasi di santa teresa i trip to the sound of ◴◴◴◴◴◴◴◴◴◴◴◴ mas meus guias vão me foder eu sei a carne cobra vez ou outra mas não agora; how do i feel for thee; eu juro que tentei foder com tudo de uma vez

, ele diz


não suporto quando as coisas tomam proporções de tortura; your smile brings disease; as olheiras dele : left

left

right

in

the

dark

ninguém te disse que eu pedi pra ele MIJAR em mim¿ cuspir na minha boca? (i’m right here) em cima de vc


um quarto de luz violeta o nosso pequeno inferninho 'cause we’re young/ fell in from the stars; se apenas conseguisse descascar a pele de minhas costas e

atingir o núcleo CAPTURAR A VOZ DE アリスガラス

in a soda can mas quando foi que a especulação imobiliária de repente se tornou pillow talk; dirty talk¿ or the last song of the infamous DJ often called SAINT PEPSI chega disso tudo/////// agora eu fico por cima e agora

a luz fica acesa


posso fingir que estou chorando ¿

遅いです

slowly low (lulu) este papel é pequeno para ilusões e não acredita em anêmonas habitando suas glândulas mamárias sarubadōru dari pintando o cu intocado do apóstolo pedro em feições hercúleas de rinoceronte [played by adrien brody] este poema fede como minhas mãos neste momento a compô-lo em minúcias


este poema como a corrente que nos vitimou corrente de bike no pescoço

em volta

do pescoço infallible;

me leve pra onde

eu nunca mais

**** flower power alt cocaine powder as pequenas doses de silĂ­cio em teus capilares

perdoa, pai este veneno


(180° over the pyramid’s eye) Stomp

assim passamos a noite calcinados (jugulares à mostra)

: next

infalíveis como tuas mãos a acariciar os genes da revolução cultural havaiana

sem´pre


melhor assim, os fáveros burocratas e surrealizadores da instituição maior

COMUNISTAS OS COMUNISTAS NI HAO,

LÊNINE

go, let’s [blank] under the agroeconomical struggle of

Ленинград


and

you

and

and

I

and

and

you

and

and

I

and

and

you

and

and

I

and


como estátuas de gesso corruptíveis os braços do oceano furtavam cada palavra como fugissem de meu corpo em pleno terror como acordes que se agrupavam entre as forças naturais opostas entretanto complementares apenas uma voz e va´rias maçãs


carregadas gentilmente oceano adentro chocalho feito de pedras; agora esqueça tudo isso (os nomes) nos próximos instantes e ouça: julian casablancas + the voidz nintendo blood it starts at 1:31 . . . . can u hear it¿


agora estamos quites em nossas dissonâncias sim, SOMOS os ilustres expoentes da nova poesia microtonal >>>>>> T H E

A M A Z I N G

H O R S E K I L L E R S <<<<<< mas apenas peço que me indiquem a margem o pathos de uma nova consciência¿¿¿¿¿¿¿w GERAÇÃO? come on, you’ve told me better jok3s


meanwhile na sala-de-estar alheias a este esforço incalculável as horas caem duras sobre tua garganta enquanto percorro as categorias mais infames do existir aqui ; abre um livro que te ensine a gritar com eficiência você bem sabe isso de capitalismo tardio as ondas de vapor nosso sexo steampunk

os olhos caem (vivid dreams of water running through your genitals) os braços caem (a wonderful scene from Begotten)


os sexos caem (are we there yet¿) and you and i : seremos o mantra da destruição os que destroçam as juntas desta terra podre os grandes matadores de cavalos selvagens

36 MTRS DOWN THE LINE PRONTO PARA LÇ R V

[…]


****

[hello ghosts. come in ghosts.] static white noise on the background ———————————————— are u there,

NOISENOISENOISENOISENOISENOISENOISENOISENO ISENOISENOISENOISENOISENOISENOISENOISENOIS ENOISENOISENOISENOISENOISENOISENOISENOISEN OISENOISENOISENOISENOISENOISENOISENOISENOI SENOISENOISENOISENOISENOISENOISENOISENOISE NOISENOISENOISENOISENOISENOISENOISENOISENO ISENOISENOISENOISENOISENOISENOISENOISENOIS ENOISENOISENOISENOISENOISENOISENOISENOISEN OISENOISENOISENOISENOISENOISENOISENOISENOI SENOISENOISENOISENOISENOISENOISENOISENOISE NOISENOISENOISENOISENOISENOISENOISENOISENO ISENOISENOISENOISENOISENOISENOISENOISENOIS


M I S S M E N K M A N **** todos queremos sair vivos mas hoje isto não será possível apenas vire-se lentamente não faça movimentos bruscos há uma bomba boa sorte . . . .


. . . . . . . . . . . . . . . (you've reached the absolute bottom)


la bodeguita edições – abril de 2016 “THE 蒸気波 REVOLUTION IS INEVITABLE”


la bodeguita

Corrente de bike no pescoço, por Ítalo Dantas  

"Corrente de bike no pescoço", poema-folheto, é o filho mais novo — até então — de Ítalo Dantas. Este folheto foi publicado e disponibilizad...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you