Page 1

ali

orn

U

ca

ubli

p ma

ur

oC

d ção

eJ so d

r

nifo

aU

d smo

Mande pautas! leal@unifor.br

TV Unifor

Uma nova identidade visual e sonora está sendo preparada para comemorar os dois anos da TV Unifor. Confira no Canal 14 (NET).

Pódio da Expocom Dos 14 trabalhos finalistas para representar a Unifor, cinco foram premiados com o 1º lugar, três com o 2° lugar e seis com 3° lugar. Alunos dos cursos de Jornalismo e Publicidade da Unifor participaram, com trabalhos acadêmicos, da edição nacional da XIII Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom), entre os dias 29 de agosto e 2 de setembro, em Santos (SP). 1ºs lugares:

2ºs lugares:

O Espaço Cultural Unifor expõe obras do pintor e gravurista holandês Rembrandt Van Rijn (1606 – 1669) até o dia 3 de junho. A exposição “Rembrandt e a arte da gravura” reúne um acervo com 90 gravuras e duas placas originais de impressão de metal do artista. Cenas bíblicas, religiosas, mitológicas, retratos, auto-retratos e paisagens são os principais temas do artista. Usou a água-forte, técnica que dominou como poucos. As obras pertencem ao Museu Casa Rembrandt, em Amsterdã (Holanda). Rem-brandt é considerado um dos artistas mais importantes na história da arte Método européia e muitos o classificam como o maior todos os pinO sistema foi de desenvolvido trabalhos artista pelo tores. francêsOsLouis Braille do (1825). influenciaram grandes nomes, Aos três anos de idade perdeu a Matisse e Goya. visão,como e apósPicasso, ingressar no Instituto Não perca a chance conferir de Cegos de Paris, ficou adepar de a exposição. um sistema o qual utilizava pontos e buracos. Louis Braille o adaptou, passando a utilizar relevos em uma superfície.

Na ponta dos dedos

O Ponto da Pamonha, além de servir comidas regionais, assegura o atendimento aos portadores de deficiência visual. É a única lanchonete do Campus da Unifor a disponibilizar um cardápio no sistema de leitura Braille. Segundo o gerente, Augusto Filho, a disponibilização do cardápio veio a partir da necessidade de oferecer atendimento aos clientes portadores de deficiência visual que freqüentam o ponto, além daqueles que vêm na época em que a Unifor sedia eventos paraolímpicos na pista de atletismo. O Ponto da Pamonha é um quiosque próximo ao ginásio poliesportivo da Unifor. Serviço:...............................Fones: 3278-2608/9145-2902

Licor “NÃO POSSO / COM MEUS OSSOS / PERDI MEUS BRAÇOS / NO ÚLTIMO DOS NOSSOS ABRAÇOS” Batista de Lima

3ºs lugares:

O que comer com: Pastel misto - R$ 1,90 Onde: Ponto da Pamonha Canja + Refri. Indáia (250ml) - R$ 4,90 Onde: Top’s

Cineclube Unifor Todas as quintas-feiras às 13h30min na sala A da videoteca da Unifor.

27/09- “Entreatos” (Entreatos, 2004). Direção: João Moreira Salles

Jornal de Bandeja - Disciplina Princípios e Técnicas de Jornalismo Impresso I / Laboratório de Jornalismo da Unifor. Diretora do CCH: Profa. Erotilde Honório - Coordenador do Curso: Prof. Eduardo Freire - Concepção e edição: Prof. Jocélio Leal - Redação: Isabel Medal, Pery Negreiros, Tatiana Marques, Marcelo Andrade - Projeto gráfico: Eduardo Martins - Diagramação: Aldeci Tomaz - Supervisor da Gráfica: Francisco Roberto - Impressão: Gráfica Unifor.

Foto: Raphael Villar

3 no 7 a 0 /20 9 nº 1 Setembro


3 no 7 a 0 - o/200 nº 2 Outubr

Mande pautas! leal@unifor.br

II Reciclagem Administrativa

ali

orn

U

ca

ubli

p ma

ur

oC

d ção

eJ so d

r

nifo

aU

d smo

O que ouvir: João Paulo Vasconcelos, estudante de Direito - Black Rebel Motorcycle Club - Take Them on, on Your Own Preço: R$ 32,60 Loja pesquisada: saraiva.com Manuela Sales, estudante de Comércio Exterior – Carla Bruni Quelqu’un M’a Dit Preço: R$ 89,90 Loja Pesquisada: americanas.com Gabriela de Carvalho, estudante de Psicologia - Melissa Auf Der Maur - Auf Der Maur Preço: R$ 27,90 Loja pesquisada: saraiva.com Fernanda Porto, estudante de Publicidade e Propaganda – The Strokes - First Impressions of Earth Preço: R$ 32,90

Mastigação correta e dentes saudáveis MARIA ISABEL MEDAL

Roer unha, morder tampa de caneta, comer preferencialmente alimentos pastosos e usar chupeta e mamadeira. Esses hábitos, que aparentam ser tão inofensivos, podem fazer com que os dentes superiores e inferiores não se encaixem perfeitamente. Esse tipo de proble-

ma é conhecido como mordida cruzada. O professor da Clínica Infantil da Unifor, Haroldo Albuquerque, explica que a mordida cruzada tem origem na infância. Durante os dois primeiros anos de vida, a criança não deve comer apenas alimentos pastosos, para que no futuro ela não precise forçar os dentes ao se ali-

mentar de comidas sólidas. O tratamento da mordida cruzada acontece com o uso de aparelhos ortodônticos. Entretanto, Haroldo Albuquerque afirma que o melhor tratamento é a prevenção, como evitar maus hábitos que interferem na saúde do dente, estimular uma boa alimentação e, conseqüentemente, a mastigação.

Nostra Gula por telefone

XIV Unifor Plástica

O restaurante Nostra Gula conta com serviço de entrega de quentinhas no campus. Há opções variadas de carne, aves e massas. As entregas são feitas diariamente das 11h às 14h e a quentinha custa R$ 5,50. Telefone: 3278 4329.

A XIV Unifor Plástica foi inaugurada durante a semana do Mundo Unifor e continuará no Espaço Cultural Unifor até 16 de dezembro de 2007. No acervo da mostra, que reúne 184 obras de 112 artistas de diversos estados do Brasil, estão gravuras,

A Empresa Júnior de Administração da Unifor realizará nos dias 30 e 31 de outubro o II Reciclagem Administrativa - “Novas idéias, Novas tendências”. A programação do evento contará com palestras proferidas por profissionais do ramo, além da presença de Idalberto Chiavenato, um dos maiores expoentes da área. Será discutido temas como Liderança do Futuro, Desenvolvimento Sustentável e Estratégias de Marketing. O II Reciclagem Administrativa é indicado para estudantes, profissionais e interessados em Administração de Empresas. O evento será no Teatro Celina Queiroz (bloco T),a partir das 18h30. Maiores informações na sala 07 B do bloco S ou pelo telefone 3477 3359. Inscrições no hall do bloco T até 30 de outubro.

Jornal de Bandeja - Disciplina Princípios e Técnicas de Jornalismo Impresso I / Laboratório de Jornalismo da Unifor. Diretor do CCH: Prof. José Batista de Lima - Coordenadora do Curso: Profa. Erotilde Honório - Concepção e edição: Prof. Jocélio Leal Redação: André Britto, Cristina Yolanda, Rebecca Collares e Saulo Rêgo - Produção Gráfica: Eduardo Martins e Paulo Victor Barbosa - Diagramação: Aldeci Tomaz - Supervisão Gráfica: Francisco Roberto - Impressão: Gráfica Unifor - Revisão: Profa. Cláudia Matos


3 ano2007 1 ro/ nº 2 Novemb

ali

r

O cardápio de Eduardo “Acordo umas 6h15 e tomo um achocolatado porque não tenho fome de manhã, aí vou para a Unifor. No intervalo entre as aulas, como um chocolate e quando eu fico direto na faculdade, almoço no Nostra Gula, geralmente como bife, arroz e feijão. O feijão de lá é um dos melhores que eu já provei. E para acompanhar a comida, gosto de pedir o suco de maracujá com leite do Kalzone, que parece mousse de maracujá. Depois vou para o estágio e sempre levo uma barra de cereal na mochila. Chego em casa por volta das 22h30 e janto sanduíche com café com leite ou achocolatado para fechar o dia”. Eduardo Vasconcelos, estudante do 5º semestre de Jornalismo.

PERY NEGREIROS

Boas vindas Fotos: Tatiana Rosas

a

Um

ca

li pub

urso

oC

d ção

orn de J

Três novos cursos

nifo

aU

d smo

Mande pautas! leal@unifor.br

Engenharia ambiental: Eu acho legal, é um curso super importante porque tá todo mundo alarmado com a destruição da natureza. Lígia do Vale, estudante do 2º semestre de psicologia. Engenharia da computação: Eu acho muito bom, porque quanto mais específico o curso é, melhor para o estudante que consegue chegar mais perto daquilo que gosta. Gustavo Batista, estudante do 4º semestre de engenharia de produção.

O que comer com

Vitamina de açai, banana e guaraná + Kalzone de filet com cheddar Local: Mini Kalzone valor: R$ 4,90 e 4,00

A Universidade de Fortaleza está lançando três novos cursos de graduação. São eles: Audiovisual e Novas Mídias, Engenharia de Computação e Engenharia Ambiental. Com isso, a Unifor chega a um total de 32 cursos ofertados para o vestibular 2008.1. Os amantes do cinema, televisão, fotografia, webmídias entre outros já esperam com ansiedade a chegada do curso de Audiovisual e Novas Mídias, que será ofertado pelo Centro de Ciências Humanas da Unifor. A novidade vem preencher uma lacuna existente no mercado das produções do gênero no Ceará. Segundo a professora Daniela Dumaresq, que será a coordenadora do novo curso, já está quase tudo pronto para receber os alunos. “Nós já temos

O que ler Perdas e Ganhos - Lya Luft Luciana Vieira – estudante de Psicologia preço: R$ 24,00 Loja pesquisada: Livraria Siciliano

matriz curricular e ementas pensadas, só temos alguns ajustes para fazer”, diz Daniela, referindo-se a alguns equipamentos que aos poucos serão incorporados aos laboratórios do curso, exatamente quando as primeiras turmas atingirem as disciplinas de natureza mais prática. O curso de graduação em Engenharia de Computação será ofertado pelo Centro de Ciências Tecnológicas e irá formar profissionais para atuarem nas áreas que exijam o conhecimento combinado de Ciência da Computação e Engenharias Eletrônica, de Controle e Automação e de Telecomunicações. Outro curso que será ofertado pelo CCT é o de Engenharia Ambiental, que formará profissionais qualificados para trabalhar nas áreas de preservação e controle ambiental.

Audiovisual e Novas Mídias Área: CCH Duração: 4 anos Turno: Noite Vagas: 50

Engenharia de Computação Área: CCT Duração: 5 anos Turno: Manhã Vagas: 40

Engenharia Ambiental Área: CCT Duração: 5 anos Turno: Noite Vagas: 40

Bons modos A cena é a seguinte: você chega para comer no Centro de Convivência e se depara com lixo na mesa, guardanapos voando, gatos procurando por restos de comida deixadas na mesa e tal. Logo você reclama da sujeira, mas já parou para pensar sobre quem é o culpado por tanta bagunça? Sabe aquela velha lição que a gente aprende nas aulas de meio-ambiente no colégio, “local de lixo é no lixo”?

Jornal de Bandeja - Disciplina Princípios e Técnicas de Jornalismo Impresso I / Laboratório de Jornalismo da Unifor. Diretora do CCH: Profa. Erotilde Honório - Coordenador do Curso: Prof. Eduardo Freire - Concepção e edição: Prof. Jocélio Leal - Redação: Maria Isabel Medal, Pery Negreiros, Tatiana Marques e Tatiana Rosas - Projeto gráfico: Eduardo Martins - Diagramação: Aldeci Tomaz - Supervisor da Gráfica: Francisco Roberto - Impressão: Gráfica Unifor.


4 no 8 a 2 - o/200 nº 2 Març

Mande pautas! leal@unifor.br

Contas sem dor de cabeça Você tem um banco no Centro de Convivência. A farmácia Santa Cecília oferece o serviço de

U

Videoteca FOTOS: DIVULGAÇÃO

Os filmes mais retirados na Videoteca da Unifor em 2007.2 1º- A última grande lição: o sentido da vida. Direção: Mick Jackson Gênero: Drama

2º- Freud além da alma. Direção: John Huston Gênero: Drama

3º- A Era do Gelo. Direção: Chris Wedge Gênero: Animação Serviço ...................................... A Videoteca reúne títulos de vídeos e DVDs educacionais e de lazer. A consulta ao acervo e reservas podem ser feitas pelo Unifor online. Funciona de segunda à sexta, de 7h30 às 21h50 e aos sábados, de 7h30 ao meio-dia. GRÁTIS. Tel: 3477 3163.

um analgésico lá mesmo.

pagamento de contas de água, luz, telefone e bo-

Serviço: .....................................

letos bancários, no valor de até R$ 1 mil. Em caso

Farmácia Santa Cecília - 3278-1260

Novidades gastronômicas Se você aprecia um pastel com caldo de cana ou uma comida regional irá gostar das novas opções de alimentação do semestre. No Centro de Convivência agora tem a lanchonete Pastelzin, que dispõe de um cardápio com pastéis para todos os gostos. Além disso, oferece milk-shakes e sorvetes da rede de fast-food Bob’s, com o qual mantém uma parceria. Já próximo à Reitoria, tem mais um Ponto da Pamonha, velho conhecido no campus pelos fãs da culinária local. Lá tem o famoso suco de milho e iguarias como tapioca, pamonha, bolos, dentre outros. Serviço: .............................. Pastelzin. Tel: 3131.8241 Ponto da Pamonha. Tel: 9132.4933

Caixa de entrada ou caixa postal? MARIA ISABEL MEDAL

O advento da Internet não acabou por completo o hábito de mandar cartas. Apesar de todas as ferramentas da rede, como e-mails, salas de bate-bapo e torpedos, alguns jovens reconhecem o prazer de enviar e receber uma correspondência. A estudante de Jornalismo Isabel Bessa pensa dessa forma. Ela acredita no caráter pessoal e sentimental que as cartas carregam. “Escrevo desde que me entendo por gente. As cartas são especiais porque a pessoa perde um pouco do seu tempo escrevendo”, diz. Apesar disso, Isabel reconhece a funcionalidade dos emails. Ela afirma que a praticidade e a rapidez das mensagens online são importantes para a resolução de problemas do dia-a-dia.

FOTO: RAPHAEL VILLAR

da

DIVULGAÇÃO

ub

ap

Um

od

çã lica

e Jo

so d

ur oC

mo

lis rna

r nifo

de dor de cabeça, consulte um médico e compre

Na agência dos Correios da Unifor, de acordo com funcionária Cecília Santos, os estudantes são maioria entre os usuários. Tanto que os horários mais movimentados são nos intervalos entre as aulas. Segundo Cecília, as mulheres são as que mais enviam cartas.

O que comer com... Torta salgada R$ 3,00 Local: Rega Bofe

Isabel destaca o valor sentimental e pessoal que as cartas possuem

Baguete (tipo de sanduíche com opções de recheio) R$ 5,00 Local: Nostra Gula

Jornal de Bandeja - Disciplina Princípios e Técnicas de Jornalismo Impresso I / Laboratório de Jornalismo da Unifor. Diretora do CCH: Profa. Erotilde Honório - Coordenador do Curso: Prof. Eduardo Freire - Concepção e edição: Prof. Jocélio Leal - Redação: Maria Isabel Medal, Pery Negreiros, Tatiana Marques - Projeto gráfico: Eduardo Martins - Diagramação: Aldeci Tomaz - Supervisor da Gráfica: Francisco Roberto - Impressão: Gráfica Unifor


4 ano 008 3 il/2 Abr nº 2

Um

çã

lica

ub ap

o od

so d

Cur

mo

alis

rn e Jo

r

nifo

U da

DIVULGAÇÃO

Rubens

Auto-retrato de Rubens (1623)

Uma nova exposição está em cartaz no Espaço Cultural da Unifor. Depois do sucesso de “Rembrandt e a arte da Gravura”, a Universidade apresenta a exposição “Rubens - o gênio do barroco e sua obra gráfica”. A mostra reúne mais de 80 gravuras, entre retratos, paisagens, cenas bíblicas, religiosas e mitológicas.

Sugira! leal@unifor.br

Ambulância no Campus Machucou? Passou mal? Chame a ambulância dos Anjos do Resgate, o serviço é gratuito e disponível para todos os alunos da Unifor. Basta pedir para qualquer Segurança da universidade que ele aciona a ambulância. O serviço atende casos de emergência e primeiros socorros. Quando há necessidade, o paciente é encaminhado para o hospital mais próximo. O atendimento abrange toda área do Campus e ocorre em todos os turnos.

Serviço: ............................................ Exposição “Rubens - o gênio do barroco e sua obra gráfica”. Visitação: de terça a domingo, de 10 às 20h, até 27 de julho. Informações: 3477.3319

“Anjo” mede pressão arterial de aluna

Em cartaz

Vamos à biblioteca? FOTOS: RAPHAEL VILLAR

MONIQUE LINHARES

Neste semestre, o acervo da biblioteca da Unifor contará com mais cerca de 4,5 mil exemplares para os alunos do Centro de Ciências Humanas e, ocasionalmente, para todos os interessados. Ao todo são ofertados 61 mil títulos . Em 2006, a biblioteca iniciou a “Campanha de Conservação do Acervo” para monitorar os novos livros, garantido o bom estado das obras. A administradora da biblioteca, Leonilha Lessa, constatou que a campanha tem obtido bons resultados quanto ao cuidado dos leitores. Agora, as rasuras e anotações são feitas em outros papéis, não mais nas páginas de livros. Entre as várias demandas, o acervo é reforçado pelos pedidos dos professores, de acordo com a ementa da disciplina, explica Leonilha. Mas, o que sustenta a qualidade e o esperado retorno de uma biblioteca universitária, é o empenho dos alunos em seus interesses e pesquisas, além do incentivo teórico do seu orientador.

Cineclube Unifor, todas as quintas-feiras às Legenta dada foto, Legenta 13h30min na sala A da videoteca Unifor. GRÁTIS.

O acervo da biblioteca dispõe de 180 mil volumes

Orelha •

A Unifor tem 23.927 mil alunos matriculados. Desses, 78% deles fizeram empréstimos na biblioteca semestre passado. 97% é o índice de empréstimos por aluno do Curso de Medicina, o

maior média entre todos os cursos e centros. •

Os estudantes de Terapia Ocupacional passam, em média, 46 minutos na biblioteca, 10 minutos a mais que todos os outros alunos. Dados referentes a 2007.2

Fome, mas só de bola

17/4 “A batalha pela

24/4 “Subversivos”

Os peladeiros – mesmo os mais

recebendo inscrições (R$ 6 + 1 kg de ali-

entidade beneficente, que ficará com

economia mundial”

(2008), direção

fominhas – agora vão ter que jogar pela

mento) para a III Copa Society Solidário,

60% dos alimentos arrecadados, caso

(2002), direção Greg

Felipe Barroso.

solidariedade. A Uni Consultoria, em-

que ocorrerá entre os meses de maio

seja campeã, e 40%, caso seja vice.

presa júnior do Curso de Administração

e junho, no campus da Unifor. Cada

da Unifor, e o DCE da instituição, estão

equipe inscrita vai representar uma

Barker e William Cran.

Serviço: ............................................ Insc. até 30 de abril - Infor. 3477-3359

Jornal de Bandeja - Disciplina Princípios e Técnicas de Jornalismo Impresso I / Laboratório de Jornalismo da Unifor. Diretora do CCH: Profa. Erotilde Honório - Coordenador do Curso: Prof. Eduardo Freire - Concepção e edição: Prof. Jocélio Leal - Redação: Bruno Anderson, Monique Linhares, Pery Negreiros e Tatiana Marques - Projeto gráfico: Eduardo Martins - Diagramação: Aldeci Tomaz - Supervisor da Gráfica: Francisco Roberto - Impressão: Gráfica Unifor


4 ano 008 2 4 Maio/ nº 2

çã lica

ub

ap

Um

o od

so d

Cur

mo

alis

rn e Jo

r

nifo

U da

Rubens: o gênio e sua técnica BRUNO ANDERSON

Já pensou aprender a mesma

sociedade,

técnica utilizada pelo “gênio do bar-

especial-

roco”? Pois o Espaço Cultural da Unifor

mente para

realiza oficinas de arte com esse obje-

grupos

tivo, no ateliê da exposição “Rubens - o

estudantes.

gênio do barroco e sua obra gráfica” .

“Qualquer

Na oficina os participantes são orienta-

pessoa

“A grandiosidade dos detalhes das obras,

dos pelos monitores a produzirem gra-

participar

que são muito bem trabalhadas,”.

vuras utilizando as mesmas técnicas e

oficinas. No caso de

Hérika Bezerra, Supervisora Escolar

ferramentas que Rubens utilizou.

escolas, nós temos um

O melhor da exposição

As gravuras são feitas numa

de

pode das

número ‘fechado’ de 20 pessoas”,

“A questão da busca perfeição, dele

placa de material PVC com o uso da

diz. A estudante de estilismo e moda

ser tão rigoroso naquilo que fazia”

ponta seca (ferramenta utilizada para

Carla Galvão participou da oficina e

Luís Miguel Pinto, professor de literatura

fazer as gravuras). O participante faz

gostou de ter aprendido novas téc-

o desenho que deseja para que o

nicas de pintura, como xilogravura

“Nós pudemos conhecer a antigüidade

material, após receber uma camada

e buril. Para ela, o aprendizado da

e a história também”

de tinta, seja passado em uma pren-

oficina será fundamental na sua vida

Jéssica Bezerra, estudante, 12 anos.

sa e entregue ao seu autor. A coorde-

acadêmica. “Acho que a oficina traz

nadora do ateliê, Adriane Hortêncio,

uma visão mais artística para o estu-

afirma que a oficina é aberta a toda

dante de estilismo”, afirma.

A arte barroca Movimento, expressões hu-

DIVULGAÇÃO

manas, contrastes, nobreza, per-

A exposição

feccionismo: elementos de uma

Em cartaz no Espaço Cultural da Unifor desde

arte que fundia traços humanis-

o último dia 3 de abril, a exposição “Rubens – gênio

tas com a significação mística.

do barroco e sua obra gráfica” é inédita na América

A arte barroca nasceu no século

Latina e exibe o melhor da produção artística do pin-

XVI, época da Reforma Católica e

tor flamengo, por meio de de 82 gravuras em preto

da restauração do Absolutismo

e branco. Em pouco mais de um mês visitação, cerca

monárquico. Pintores, arquitetos e gravuristas foram inspirados pelo simbolismo católico e mitológico, cujos personagens retratados eram delineados pela estética renascentista, expressão artística que valorizava a figura humana.

de 10 mil pessoas já acompanharam a exposição e mais 90 mil ainda são esperadas. Serviço: ................................................................... Visitação até 27 de julho. De terça a domingo, de 10 às 20h. Estacionamento livre e entrada franca.

Perfil

Prensa mecânica no ateliê: alunos observam a impressão da gravura

Peter Paul Rubens (1577 - 1640) foi um dos maiores ícones da arte barroca no século XVII. Começou a carreira artística aos 15 anos, como aprendiz de grandes pintores da época, especializando-se como gravurista. Sua obra é marcada pela riqueza de detalhes e o contraste de luz. De origem nobre, Rubens foi diplomota, empresário das artes e pintor oficial de cortes européias. Seus temas favoritos eram os religiosos, mitológicos e os retratos.

Jornal de Bandeja - Disciplina Princípios e Técnicas de Jornalismo Impresso I / Laboratório de Jornalismo da Unifor. Diretora do CCH: Profa. Erotilde Honório - Coordenador do Curso: Prof. Eduardo Freire - Concepção e edição: Prof. Jocélio Leal - Redação: Bruno Anderson, Monique Linhares, Pery Negreiros - Projeto gráfico: Eduardo Martins - Diagramação: Aldeci Tomaz - Supervisor da Gráfica: Francisco Roberto - Impressão: Gráfica Unifor


4 ano 008 5 Julho/2 nº 2

Um

ap

ão caç ubli

do

Cur

e so d

a Jorn

o lism

d

ni aU

for

As feras da comunicação BRUNO ANDERSON

Os estudantes dos cursos de Publicidade & Propaganda e Jornalismo da Unifor mostraram que têm mesmo tradição na conquista de prêmios nacionais e regionais em

Eu recomendo Eu recomendo o �lme “Um Bom Ano” porque a história é bem interessante, e também tem “Abril Despedaçado”, que é brasileiro e é excelente, a fotogra�a é linda. Ana Márcia – 7º Semestre de Ciências Sociais Eu indico o livro “A Menina que Roubava Livros” porque tem uma lição de vida sobre uma menina

eventos da área de comunicação. Na última edição da Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação

deles são parecidos com os nossos. Gostei também de conhecer pessoas do meio e de troca de idéias com elas”, diz ela, que é monitora institucional da pesquisa. Já a estudante Nathália Cardoso, 22, do curso de Publicidade & Propaganda participou do evento pela segunda vez e, assim como na primeira, foi premiada. Ela foi líder do

(Expocom) - Nordeste, uma das mais importantes mostras de trabalhos acadêmicos da área, realizada entre os dias MA, os estudantes da Unifor saíram, mais uma vez, como um dos mais premiados. Ao

em uma família e começa a ter maturidade.

todo, foram oito trabalhos

Beatriz Negreiros – 6º Semestre de Fisioterapia

vencedores, destes, cinco do

FOTOS: HAROLDO SABÓIA

Um �lme que retrata muito bem a sociedade pós-moderna da juventude se chama “Trainspotting”, que mostra a juventude no meio das drogas, de novos conceitos musicais e remete a uma re�exão sobre o futuro desses jovens. Ernesto Caldas – 5º Semestre de Psicologia

O que comer com... Sanduíche em meio pão baguete com patês e frios variados + Refri Indaiá: R$ 3,99 Local: Nostra Gula

Publicidade & Propaganda. Íkara Ferreira, 21, estudante de Jornalismo, participou da exposição

Produto: Reportagem televisiva “Copa de 2014: a candidatura de Fortaleza como cidade-sede e as expectativas da população local”. Categoria: Jornalismo Esportivo (Jornalismo)

Produto: Revista A Ponte Nº 8 Categoria: Jornalismo Impresso (Jornalismo)

curso de Jornalismo e três de projeto “De Ruma”, evento realizado na

disciplina

de

Planejamento

pela primeira vez e voltou de São Luís

e Produção de RTVC e Eventos,

com um trabalho premiado.Vencedora

vencedor da categoria Publicidade

na categoria Jornalismo / Audiovisual

& Propaganda / Institucional. “Nós,

com o documentário “Uma cidade nas

da disciplina, escolhemos o melhor

ondas do Rádio: uma homenagem a

evento realizado no ano e decidimos

Narcélio Lima Verde”, fruto da pesquisa

inscrever na Expocom”, a�rma a

História e Memória do Rádio Cearense.

estudante, referindo-se ao evento que

A estudante, que realizou a defesa

congregou manifestações artísticas

do trabalho, diz que ter participado

da cultura cearense, como dança,

da Expocom foi importante não só

comidas típicas e arte.

pelo prêmio, como pela troca de

Os trabalhos premiados na Ex-

Sanduíches variados. Grátis Refri Indaiá: R$ 2,00 a R$ 5,00

experiências. “Na Expocom a gente

pocom Nordeste irão concorrer agora

acaba conhecendo projetos de vários

na mostra nacional, a ser realizada em

Local: Ponto da Pamonha

estados e percebemos que muitos

Natal -RN, em setembro próximo.

Licor

Produto: Portifólio da Rádio Gentileza Categoria: Audiovisual (Publicidade & Propaganda)

Produto: Programa televisivo Lê Pra Mim – especial sobre o Bode Ioiô Categoria: Jornalismo de Variedades (Jornalismo)

12 e 14 junho, em São Luís -

que passa por di�culdades, acaba chegando

Prêmios

Produto: Documentário“Uma Cidade nas Ondas do Rádio” Categoria: Audiovisual (Jornalismo) Produto: Campanha de divulgação do Evento“De Ruma” Categoria: Institucional (Publicidade & Propaganda) Produto: De Ruma (evento da disciplina de RTVC e Eventos) Categoria: Evento (Publicidade & Propaganda)

Manuel Bandeira

Rádio em Destaque Entrevistas, reportagens especiais, crônicas de �lmes e a agenda cultural da cidade são as atrações do Rádio em Destaque, produção dos alunos do curso de Jornalismo da Unifor na Rádio Universitária FM. Aos sábados, às 17h30mim na FM 107.9

Fumacê no Campus A Unifor está promovendo uma série de ações no combate à dengue. Um trabalho de conscientização está sendo feito com funcionários. Eles estão sendo orientados para evitar o acúmulo de material descartável em praças, jardins e salas de aula. Além disso, circula pelo campus, às segundas e sextas-feiras, duas vezes por dia, um carro

Produto: Reportagem televisiva“Direito a Moradias” Categoria: Terceiro Setor (Jornalismo)

Jornal de Bandeja - Disciplina Princípios e Técnicas de Jornalismo Impresso I / Laboratório de Jornalismo da Unifor. Diretora do CCH: Profa. Erotilde Honório - Coordenador do Curso: Prof. Eduardo Freire - Concepção e edição: Prof. Jocélio Leal - Redação: Bruno Anderson, Diego Benevides e Monique Linhares - Projeto grá�co: Eduardo Martins - Diagramação: Felipe Goes - Supervisor da Grá�ca: Francisco Roberto - Impressão: Grá�ca Grá�ca Unifor

equipado com nebulizador (fumacê).


4 ano 008 /2 6 nº 2 Agosto

MONIQUE LINHARES

r o Cu

ão d

caç ubli

or

Unif

li

orna

eJ so d

da smo

o h c O bi está solto

ap

Um

Estréia

Bezerra de Menezes: o Diário de um Espírito Longa-metragem sobre o cearense Bezerra de Menezes, conhecido como Médico dos Pobres. O elenco conta com a participação de Carlos Vereza no papel principal, além de atores do teatro local. A direção é do profes-

Ema (Rhea americana)

sor de Comunicação Social da Unifor, Glauber Filho, e do cineasta cearense Joe Pimentel.

Você já se assustou ou se encantou com a fauna do campus da Unifor? Pássaros exóticos, soins, cabras e até emas compõem o cenário colorido e arborizado da universidade. Seus 720 mil metros quadrados foram transformados em área de soltura de animais silvestres (ASAS), autorizada e certificada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Os animais abrigados aqui são espécies recuperadas no Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), depois de apreendidas em condições precárias. Para receber os bichinhos, a Unifor precisou se cadastrar no Núcleo de Fauna

Rubens

do Ibama como uma das áreas de soltura do Ceará. O analista ambiental do Ibama Lívio Moreira disse que a Unifor teve de se adequar para a readaptação dos animais ao seu habitat natural. Abundância em recursos hídricos, boa variedade de plantas frutíferas, bosques e vegetação colorida são condições básicas para alimentação, abrigo e atração de animais que estão de volta ao seu ambiente. Para isso, o prefeito da Universidade, Júlio César Magalhães, desde setembro de 2007 capricha na área verde da Unifor. “Plantei uns 200 pés de frutas para tentar atrair o ano inteiro diversas espécies de pássaros”. As opções de aromas, cores e sabores variam com as estações do ano. Garantia de que eles voam, mas voltam.

Art/ Machine/ Vision

O Gênio do Barroco e sua obra gráfica

Os artistas Russell Muray

Mostra do pintor flamengo,

grande demanda de público. A

e Alex Jukes, professores da

exclusiva na América Latina, está

exposição das famosas gravuras

Universidade de Nottingham

em cartaz desde abril e foi pror-

de Rubens já foi vista por mais de

(Inglaterra), trazem à Unifor uma

rogada por um mês, devido à

75 mil pessoas.

exposição que explora a relação

Teatro

Os Saltimbancos Adaptação de Chico Buarque, a peça é um clássico infantil, mas com forte crítica social. Montagem do grupo de teatro Balaio e direção de Augusto Abreu. Sucesso com superlotação em todos os dias de apresentação.

Teatro Celina Queiroz Dias 30 e 31 de agosto; 6 e 7 de setembro às 17h Ingressos: R$ 5 (meia) e R$ 10 (inteira) Vendas a partir das 15h Informações: (85) 3477.3033

O que comer com... Cumbuca de sopa R$ 3 (tarde/noite) Local: Nostra Gula

entre o homem e a tecnologia. A partir de 29 de agosto Cinemas do Shopping Iguatemi e North Shopping.

de terça a domingo, de 10h Espaço Cultural Unifor

às 20h. Entrada franca.

Em exposição até 10 de

Últimos dias, até 31 de agosto

Informações: (85) 3477.3119

setembro. Entrada franca.

Torta salgada + suco 300ml R$ 4,50 Local: Rega-bofe

Jornal de Bandeja - Disciplina Princípios e Técnicas de Jornalismo Impresso I / Laboratório de Jornalismo da Unifor. Diretora do CCH: Profa. Erotilde Honório - Coordenador do Curso: Prof. Eduardo Freire - Concepção e edição: Prof. Jocélio Leal - Redação: Bruno Anderson, Diego Benevides e Monique Linhares - Projeto gráfico: Eduardo Martins - Diagramação: Felipe Goes - Supervisor da Gráfica: Francisco Roberto - Impressão: Gráfica Unifor


BRUNO ANDERSON

ap

Um

ção

ca ubli

e Jo

so d

ur oC

d

li rna

r.br

fo uni

l@

a ! le a r i ug

S

Ratrato de Raquel (1959)

Espaço cultural O mês de outubro reserva uma nova atração no Espaço Cultural Unifor. Dessa vez, com o toque cearense do artista Antônio Bandeira. A mostra do pintor, reconhecido internacionalmente, exibe o melhor de sua produção, por meio de pinturas, desenhos, poemas e objetos que marcaram a vida do Licor artista. A exposição já Mas há a vida que é está com data marcada para ser intensamente vivida, Há o amor que para início de visitação: tem que ser vivido 23 de outubro, com até a última gota. acesso gratuito. Sem nenhum medo. Não mata.

Clarice Lispector

r

nifo

aU

d smo

Serviço ............................ Espaço Cultural Unifor Tel: (85) 3477.3109

A equipe do Jornal de Bandeja levou ao Centro de Convivência a nutricionista Sara Moreira, professora do curso de Ciências da Nutrição da Unifor. Ela deu dicas de refeições adequadas para quem toma café da manhã, almoça ou janta no Campus. Sara recomenda que cada pessoa deva ter de 5 a 8 oito refeições, bem distribuídas, por dia. Eis o cardápio: Café da manhã: suco de frutas (com leite ou iogurte) ou café com leite acompanhado de um sanduíche de queijo com pão integral. O sanduíche pode ser trocado por pães de queijo (recheio de requeijão ou queijo). Refrigerantes e salgadinhos fritos devem ser evitados. Almoço: refeição com saladas

cruas ou cozidas, uma porção de arroz e outra de feijão, além de carboidratos básicos (macarrão, batata ou purê de batatas). Para acompanhar, é indicado frango ou peixe grelhado, assado ou cozido. Na sobremesa é recomendado uma fruta (ou picolé de frutas). Sorvete e frituras devem ser evitados. Jantar: Deve ser semelhante ao café da manhã. Essa é a refeição mais leve. Tomar sopa é a sugestão mais indicada.

Em cartaz no hall da biblioteca Outro espaço de apreciação de arte na Unifor é o hall da biblioteca da Universidade, onde, a partir de 1º de outubro estará em cartaz a mostra intitulada de Papel no Papel, do artista Siegbert Franklin. A exposição exibe 30 desenhos do artista. A visitação prossegue até o dia 24 de outubro.

Obra de Siegbert (2005)

Exemplo de superação Enquanto para uns ficar paraplégico, ou seja, sem coordenação-motora e sensibilidade das pernas, pode parecer o fim de uma carreira esportiva, para o estudante do curso de Ciências Contábeis Henrique Gurgel, de 25 anos, significou o início de uma história vitoriosa no esporte. Cadeirante há dois anos e meio, Henrique pratica natação há onze meses e já obteve bons resultados. O último deles foi a conquista de duas medalhas de ouro nos Jogos Paraolímpicos do Ceará, realizado em agosto no complexo esportivo da Unifor. Na competição, o estudante obteve a primeira colocação nas categorias 50 metros livres e 50 metros nado costa. Ainda neste ano, Henrique conquistou uma medalha de ouro no Campeonato Cearense e o 5º lugar no Campeonato Norte e Nordeste de Natação para a sua classificação funcional.

O Espaço Cultural Unifor expõe obras do pintor e gravurista holandês Rembrandt Van Rijn (1606 – 1669) até o dia 3 de junho. A exposição “Rembrandt e a arte da gravura” reúne um acervo com 90 gravuras e duas placas originais de impressão de metal do artista. Cenas bíblicas, religiosas, mitológicas, retratos, auto-retratos e paisagens são os principais temas do artista. Usou a água-forte, técnica que dominou como poucos. As obras pertencem ao Museu Casa Henrique obteveem duas medalhas (Holande ouro Rembrandt, Amsterdã nos Jogos Paraolímpicos é do Ceará da). Rem-brandt considerado um dos artistas mais importantes Planos na história da arte européia e muide que tosCerto o classifi campode comoiroalém maiordesde ses resultados, o estudante todos os pintores. Os trabalhoscondo tinua eminfl busca de novas façanhas. uenciaram grandes noartista “Já estou me preparando para o mes, como Picasso, Matisse e Goya. Campeonato Brasileiro UniverNão perca a chance de conferir a sitário que vai acontecer em outuexposição. bro desse ano”, diz ele.

ARQUIVO PESSOAL

Refeição ideal

Acesso livre pelo Campus Quem tem notebook pode acessar gratuitamente internet de banda larga em qualquer ponto do Campus. O serviço é permitido graças ao Unifor Mobile. Diariamente, cerca de 500 pessoas utilizam o serviço na Universidade, com picos de 140 acessos simultâneos. Os pontos mais utilizados pelos alunos são as salas de aula, o Centro de Convivência e os halls dos blocos B, D, M, K e T. A gerência de Tecnologia da Informação (TI) aconselha que o usuário

RAPHAEL VILLAR

4 no 8 a 7 - o/200 nº 2 Setembr

O acesso abrange toda a área do Campus

que tiver problemas com a conexão de internet deve procurar qualquer um dos funcionários que ficam nos laboratórios de informática da universidade.

Jornal de Bandeja - Laboratório de Jornalismo da Unifor. Diretora do CCH: Profa. Erotilde Honório - Coordenador do Curso: Prof. Eduardo Freire - Concepção e edição: Prof. Jocélio Leal - Textos: Bruno Anderson. Equipe de estagiários do Labjor: Bruno Anderson, Monique Linhares e Diego Benevides - Projeto gráfico: Eduardo Martins - Diagramação: Aldeci Tomaz - Supervisor da Gráfica: Francisco Roberto - Impressão: Gráfica Unifor


4 no 8 a 8 - o/200 nº 2 Outubr

ap

Um

ção

ca ubli

e

so d

ur oC

d

li

a Jorn

WALESKA SANTIAGO

r.br

fo uni

l@

a ! le a r i ug

r

nifo

aU

d smo

20 mastigadas antes de engolir

DIVULGAÇÃO

S

O que comer com?

RENT - Não há um amanhã

Nostra Gula Lanche sanduíche natural .............. R$ 3,10 copo água de coco (280ml) .................................. R$ 1,50 Ou Rega-bofe Sobremesa Sorvete de Brownie combinado .......................... R$ 5,00

A mastigação correta auxilia uma boa digestão JEFFERSON PASSOS

Lanchonete Natsu Lanche PROMOÇÃO: suco ADES + Salgado R$ 3,00

Antônio Bandeira

Licor “Não sei com que roupa Vou vestir o meu dizer. Palavras são panos poucos a cobrir tantos abismos.” Batista de Lima

O Espaço Cultural Unifor mostrará as obras de Antônio Bantra deira. O público poderá ver d pinturas, desenhos, poemas, cartas entre outros objetos, do artista cearense reconhecido em todo o mundo. Abertura: 28 de outubro (convidados) 29 de outubro (c (aberta para visitação) (a

A digestão adequada inicia-se com uma boa mastigação. Em média, 20 mastigadas são suficientes para se ter um alimento bem triturado. No entanto, há comidas mais sólidas que necessitam de até 40 mastigadas. Essa é a explicação dada pelo nutricionista e professor do Curso de Nutrição da Unifor, Emmanuel Prata, sobre o jeito certo de comer. A mastigação é o processo digestivo físico em que a comida sofre a primeira quebra de moléculas. Fundamental no auxílio da digestão e absorção de nutrientes, uma vez que, bem feita, os alimentos já chegam pré-digeridos no estômago. Uma questão entre as pessoas que

não mastigam bem é que algumas delas ficam entaladas com a comida e auxiliam a ingestão com líquidos. Isso porque como não dá tempo da saliva lubrificá-la para a continuação do processo, devido à rapidez com que eles chegam na boca e são logo engolidos. O professor lembra que em refeições pequenas não há problema, mas em grandes refeições o líquido é prejudicial por diluir o alimento e interferir na digestão. O hábito impróprio de não mastigar os alimentos se dá nos dias atuais, muitas vezes, pela correria do cotidiano das pessoas. Prata diz que outros fatores são a falta de informação, por não saberem a relevância da mastigação para a saúde, e a preguiça dos que não querem perder tempo dando umas mastigadas a mais.

RENT é um musical escrito por Jonathan Larson. Sucesso na Broadway, a peça estreou em 1996 e ficou em cartaz durante 10 anos. Em 2005, devido ao grande sucesso, foi adaptado para o cinema, sob a direção de Chris Columbus. O espetáculo chega ao Ceará com montagem do grupo de teatro .COM e direção do estudante de Publicidade e Propagandada Unifor, André Gress.

O musical conta a história de um grupo de amigos que vivem em Nova York na década de 1980. Aborda alguns temas que marcaram aquela época, como o desemprego, o uso de drogas, a homossexualidade, a liberação sexual e a AIDS. Faz lembrar aos jovens de hoje qual é o verdadeiro sentido da vida e procura responder o dilema de viver sem pensar em um amanhã.

Serviço: ....................................................................................................................... Teatro Celina Queiroz 30 de outubro às 9h30min e 20h (aberto ao público) 31 de outubro às 9h30min (debate com apresentação de algumas cenas) e às 20h (aberto ao público) Teatro Sesc Emiliano Queiroz - Dias 1 e 2 de novembro às 20h. Ingressos: R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia) Informações: (85) 9219.4317

Outros Musicais Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet (suspense, 2007 - DVD)

Mamma Mia! (comédia romântica, 2008) Em cartaz nos cinemas

JJornal de Bandeja - Disciplina Princípios e Técnicas de Jornalismo Impresso I / Laboratório de Jornalismo da Unifor. Diretora do CCH: Profa. Erotilde Honório - Coordenador do Curso: Prof. Eduardo Freire - Concepção e edição: Prof. Jocélio Leal - Redação: Monique Linhares e Diego Benevides - Estagiários: Ana Bárbara Barroso, Ícaro Sampaio e Jefferson Passos - Projeto gráfico: Eduardo Martins - Diagramação: Aldeci Tomaz - Supervisor da Gráfica: Francisco Roberto - Impressão: Gráfica Unifor


3 ano 008 2 29 mbro/ e

Nov

ali

U

ca

ubli

p ma

ur

oC

d ção

ra! ugi

r

nifo

aU

d smo

orn

eJ so d

Artista em alta

br for.

lea

ni l@u

S

O artista

“Cidade” , 1963. Nanquim sobre papel. Acervo particular.

Bandeira na Unifor Jefferson Passos

Antonio Bandeira (Fortaleza, 1922 — Paris, 1967) é um dos mais valorizados pintores brasileiros. Iniciou sua carreira retratando personagens boêmios e cenas da vida suburbana de Fortaleza, mas tornara-se mestre nas pinturas abstratas e de aquarelas. Bandeira fez parte do MovimenModernista de Fortaleza, na déto Mo cada ca de 1940, e fundou o Centtro Cultural Cearense de Belas Artes. Na França, integrou-se ““Nunca pinto quadros. ao seleto grupo de pintores Tento fazer pinturas” da tradicional École NatioAntonio Bandeira nale de Beaux Arts de Paris. Morreu na capital francesa M aapós uma cirurgia de remoção de amígdalas.

Licor

O Espaço Cultural Unifor abre as portas ao público para a exposição “Antonio Bandeira 1922-1967”. A mostra, que prossegue até 20 de fevereiro, é uma reverência ao artista cearense que se destacou nos grandes centros culturais da Europa. Estão expostos mais de 100 pinturas e desenhos, alguns inéditos e não assinados. Além disso, há cerca de 40 objetos pessoais diversos e instrumentos de trabalho, entre outros. No mesmo espaço, os visitantes podem ver imagens exclusivas de um filme com a participação de Bandeira.

A exposição segue uma cronologia das obras do artista, começando em Fortaleza, onde suas peças ainda são permeadas pelo figurativismo e que, ao longo de sua trajetória artística pelo Rio de Janeiro e Paris, vão sofrendo influências do abstracionismo ou não-figurativismo. Para ficar por dentro da corrente artística que influenciou Bandeira, o abstracionismo, o público assiste a um vídeo de aproximadamente 15 minutos. Um espaço lúdico foi montado para que visitantes de todas as idades possam interagir com a arte, expondo desenhos produzidos com inspiração nas obras de Bandeira.

As obras de Bandeira tiveram grande destaque na mídia este ano. O quadro intitulado “Cair da Tarde” foi um dos mais disputados no leilão de Lily Marinho, viúva do jornalista Roberto Marinho. Foi arrematado por R$ 650 mil. A obra “Cidade Queimada de Sol” foi capa do Anuário do Ceará 2008-2009. O Museu de Arte da UFC (Mauc) exibiu, em maio, uma exposição em homenagem aos 40 anos de morte do artista, denominada “Bandeira Quarenta”. Simultaneamente, ocorreu o lançamento do livro “Bandeira, verso e traço”, que reúne ilustrações e poesias inéditas do pintor, cedidas do acervo familiar. Foi produzido pela professora Ângela Gutiérrez e pelo artista plástico Nilo Firmeza (Estrigas). Em São Paulo, a Pinakotheke Cultural realizou uma mostra onde, além de suas obras, exibiu um documentário sobre Bandeira, “Fazedor de Crepúsculo”, produzido em 1960 pelo artista João Maria Serqueira. Serviço: .......................................... Espaço Cultural Unifor De 29 de outubro de 2008 a 20 de fevereiro de 2009 Das 10h às 20h Informações: 3477.3319

Trajetória em telas “Paisagem do Ceará” 1940 - Época em que o estilo de Bandeira era figurativista.

“Retrato de Raquel” 1959 - Obra com nova influência artística, o abstracionismo.

Sem título 1964 - O último quadro, no qual pinta suas cores preferidas.

Opinião “É uma das exposições mais completas de Bandeira. Ela mostra as décadas de cada obra. Repassa uma viagem que revela sua poesia através das obras, com movimentos rápidos e firmes. Com essa exposição e o número de obras, a gente espera que as pessoas conheçam Antonio Bandeira”. Francisco Bandeira Sobrinho de Antonio Bandeira

“Está muito bem montada, na perspectiva didática de estabelecer um contato efetivo com a obra do artista. Os equipamentos, o espaço e a disposição de informação são muito valiosos”. Carlos Velazquez Coordenador do Curso de Belas Artes da Unifor

“Eu fui e gostei muito. Ele como abstracionista, transparece a mensagem através das cores. Na exposição, também conseguimos perceber em suas obras a influência paterna”. Batista de Lima Professor do Curso de Letras da Unifor

Galeria A plástica de Miró, a gravura de Rembrandt, o expressionismo de Cela e o Barroco de Rubens compõem a riqueza das grandes exposições já instaladas no Espaço Cultural da Unifor. Agora, Bandeira dá continuidade à passagem dos mestres pelo campus.

Jorn de Bandeja - Disciplina: Princípios e Técnicas de Jornalismo Impresso I / Laboratório de Jornalismo da Unifor. Diretora do CCH: Profa. Erotilde Honório - Coordenador do Curso: Prof. Eduardo Freire - Concepção e edição: Prof. Jocélio Leal - Coordenação de Jornal Jorn eq q equipe: Monique Linhares - Redação: Bárbara Barroso , Ícaro Sampaio, Jefferson Passos - Revisão: Prof. Carlos Normando - Projeto gráfico: Eduardo Martins - Diagramação: Aldeci Tomaz - Supervisor da Gráfica: Francisco Roberto - Impressão: Gráfica Unifor


4 ano 08 0 0 o/2 nº 3 Dezembr

ap

Um

do

C

r.br o f i un

Quem não consegue largar do campus, mesmo quando as aulas terminam, tem muito o que aproveitar! Aqui torna-se espaço para os apreciadores de artes; para o pessoal da geração saúde; para os alunos aplicados e àqueles que não abrem mão de um bom livro (sem pagar nada!); e os que desejam aproveitar o tempo livre para dar o gás no currículo profissional. A universidade não pára.

l@

a ! le a r i ug

ção

ca ubli

e

d urso

a

od

lism

a Jorn

r

fo Uni

Férias no campus

S

O Empreendedor A mostra Barão de Mauá – O Empreendedor é uma homenagem ao brasileiro que em pleno Segundo Reinado (1840 - 1889) ousou desenvolver a economia de um país essencialmente agrícola. Dessa forma, deu os primeiros m ir passos do que seria o me processo de modernização p da indústria nacional. “Há pouco tempo começa a se falar sobre Mauá. É muito importante conhecer o Brasil através de personagens que fizeram o país”, coq mentou Paulo Betti, prom tagonista do filme “Mauá – O imperador e o rei”, durante o debate sobre a produção no Cineclube Unifor. A mostra veio para o campus sob a curadoria de Victor Burton, com exposição de fotos, ilustrações, quadros, mapas, documentos e relíquias que contam a vida de Irineu Evangelista de Sousa, o Barão de Mauá.

Serviço: ............................................... A visitação é gratuita e ocorre até 10 de janeiro de 2009, de terça a domingo das 10h às 20h, no hall da Reitoria da Unifor.

Foto: Divulgação

Foto: Nathália Guerra

Leia e assista

Esporte e lazer

A Videoteca dispõe seu acervo de 3.706 vídeos para locar durante as férias – das 8h30min às 18h. Informações: 3477-3163 A Biblioteca estará aberta normalmente em janeiro. Telefone: 3477-3133

Alunos e funcionários podem utilizar os espaços de prática esportiva da Unifor, como o ginásio, as quadras e piscina do campus. As reservas têm de ser feitas no decorrer da semana de uso, na Divisão de Assuntos Desportivos. Informações: 3477-3130. Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Cursos de qualificação Cu

Espaço Cultural

A Extensão oferece cursos os interessados em qualificação profissional em diversas áreas. Todos os alunos recebem uma mensagem pelo email da Unifor com as opções. Informações sobre as inscrições: 3477-3114/ 3255 - www.unifor.br

Vai pra onde? “Vou desopilar o estresse, e pretendo passar o final do ano com a família”. Rafael Ferraz - 4º semestre - Psicologia

“Pretendo passar umas coisas a limpo da faculdade e descansar. Se tiver algo na Unifor eu venho”. Estela Nunes - 7º semestre - Arquitetura

Exposição Antonio Bandeira 1922 – 1967 no Espaço Cultural Unifor – até 20 de fevereiro Mostra Barão de Mauá – O Empreendedor no hall da Reitoria – até 10 de janeiro + informações: www.unifor.br

Para as crianças, a diversão no campus está garantida! Foto: Ronaldo Freitas

A Unifor vai abrir seu parque esportivo para a diversão de crianças de 4 a 12 anos durante o recesso acadêmico. A Colônia de Férias da Unifor tem como monitores alunos de diversos cursos da universidade, possibilitando que eles desenvolvam com as crianças atividades como festas temáticas, práticas esportivas, oficinas de arte e de informática e visitas ao Espaço Cultural.

A colônia de férias funcionará diariamente no período de 12 a 23 de janeiro, das 7h30min ao meio dia. O custo da inscrição é de R$120,00 para o público em geral e R$100,00 para filhos de funcionários.

Atividades físicas estimulam o convívio entre crianças

Serviço: ........................................ DAD - Divisão de Assuntos Desportivos Contato: 3477-3143 / 3477-3255

Jornal de Bandeja - Disciplina: Princípios e Técnicas de Jornalismo Impresso I / Laboratório de Jornalismo da Unifor. Diretora do CCH: Profa. Erotilde Honório - Coordenador do Curso: Prof. Eduardo Freire - Concepção e edição: Prof. Jocélio Leal - Coordenação de equipe: Monique Linhares - Redação: Bárbara Barroso , Ícaro Sampaio, Jefferson Passos - Revisão: Prof. Carlos Normando - Projeto gráfico: Eduardo Martins - Diagramação: Aldeci Tomaz - Supervisor da Gráfica: Francisco Roberto - Impressão: Gráfica Unifor


4 ano 09 1 /20 nº 3 Fevereiro

ap

Um

do

C

l@

a ! le a r i ug

ção

ca ubli

r.br o f i un

r

e Jo

d urso

S

rmã ma (i i t á F e de a na Lenic pirad ração Inspi do com Ana sição é ins nte com or xpo iga s De ac ), a e son G l n i o n junta s l o i e on il L ras ad n o e v d de Le a u j r u os e c infant a. ritora c obra s ant’An e S s a a t d a n , s e Re Flores Prate a i r í u Valq

Vídeos Ví ídeos e oficinas Du Durante a mostra, o público é convidado a assistir a três vídeos em relação ao artista: víd dois documentários sobre a do visão poética de suas obras e vis vida pessoal e um curta-mevid tra tragem de sua trajetória nas art artes plásticas. A exposição tam também reserva um espaço a oficinas de arte, orientadas por mo monitores.

Leo na Web Le Fortaleza abriga a única obra pública de Leonilson: a Caixa d’água dos peixinhos, na Praia de Iracema.

for

An Lenice de Fátima é preAna sidente do Projeto Leonilson, sid qu que existe há 16 anos em São Paulo. Leia mais pelo site da Pau instituição: ins ww www.projetoleonilson.com.br.

Match Point

JEFFERSON PASSOS

ni aU

od

sm nali

Viaje com Leonilson BÁRBARA BARROSO

D

esde o último dia 11, a Unifor acolhe a exposição Diário de Bordo: B uma viagem com Leonilson. N Nas 40 obras, entre pinturas, desen nhos, gravuras, bordados e pequen nas esculturas, os visitantes são levvados à visão lúdica do artista. “Como cearense de Fortaleza, e esperamos, com a vinda dessa exp posição, que ele (Leonilson) passe a ser mais reconhecido por seus cconterrâneos”, diz o curador Riccardo Resende. O universo infanttil aparece em elementos como a p ponte e o avião, que figuram em m meio as suas anotações e desenhos e nos dão uma noção mais clara de alguém que está sempre de passagem por onde anda, tendo o mundo como um espaço a ser explorado. Adicionados às obras, mais 40 objetos pessoais podem ser vistos na exposição. Serviço .............................................. Diário de bordo: uma viagem com Leonilson, de terça a sexta das 10h às 20h; sábados e domingos, das 10h às 18h, no Espaço Cultural Unifor Anexo, até o dia 15 de março. Grátis.

Já reparou na construção que está acontecendo ao lado do estádio de atletismo? Serão quatro quadras de tênis!

................................................. O que comer com: R$2,20 Nostra Gula: tas Salada de frutas R$3,30 Natsu: Salgado + Suco 300mll

Perfil José Leonilson Bezerra Dias nasceu em Fortalezaa em 1957. Aos três anos, foi morar em São Paulo. Boa parte dos objetos e das lembranças retratadas por Leonilson vêm êm de suas viagens, algo que adorava fazer. Festejado o pela crítica como um dos artistas contemporâne-os brasileiros de referência da década de 1980,, Leo teve suas obras expostas em boa parte doss lugares que conheceu, como França, Alemanha,, Holanda, Inglaterra, Espanha, Itália, Argentina,, Estados Unidos e Canadá. O artista morreu em m São Paulo no dia 28 de maio de 1993.

.........................................................

Licor “Ouro de artista é amar bastante” Leonilson

veja mais: www.blogdolabjor.wordpress.com

Jornal de Bandeja - Disciplina: Princípios e Técnicas de Jornalismo Impresso I / Laboratório de Jornalismo da Unifor. Diretora do CCH: Profa. Erotilde Honório - Coordenador do Curso: Prof. Eduardo Freire - Concepção e edição: Prof. Jocélio Leal - Coordenação de Jo equipe: Sara Rebeca Aguiar - Redação: Bárbara Barroso , Ícaro Sampaio, Jefferson Passos - Revisão: Prof. Carlos Normando - Projeto gráfico: Eduardo Martins - Diagramação: Aldeci Tomaz - Supervisor da Gráfica: Francisco Roberto - Impressão: Gráfica Unifor


ã

aç blic

u

ap

o od

for

Uni

r.br o f i un

l@

a ! le a r i ug

Um

so

Cur

lism

rna

o de J

a od

S

Uma das experiências mais ricas para o estudante universitário é o estágio, etapa de formação acadêmica que traz amadurecimento profissional e deve ser levada a sério não apenas pelo aluno, mas pela empresa. A nova Lei de Estágios (n° 11788) traz inovações e adequações, como descreve a supervisora de relações externas do Centro de Integração Empresa Escola (CIEE), Yvina Araújo: “A Lei veio para ajustar e deixar às claras muitos pontos que eram desconsiderados pelas duas partes, como a carga horária e o auxílio transporte”. A última reformulação datava de 1977. De lá pra cá a relação entre estudante e mercado de trabalho mudou, o que exigiu a

(De Cante lá que eu canto Cá, 1982)

Foto: Divulgação

Marisa no Cineclube Unifor Marisa Monte e seu infinito particular são o tema do documentário que fecha a programação de março do Cineclube Unifor. O filme Marisa Monte: infinito ao meu redor (2007), do diretor Vicente Kubrusly, traz o dia-a-dia estafante da turnê mundial dos álbuns Universo Particular e Infinito ao meu redor. Depois da exibição do documentário, um debate será realizado com as cantoras Simone Guimarães e Aparecida Silvino. Dia 26, às 13h30, na Videoteca.

A nova Lei define a prática do estágio entre empresa e estudantes atualização da regulamentação desse setor. O estudante de jornalismo Michel Victor faz estágios em empresas diferentes há quase três anos. Apesar de satisfeito com a nova Lei, identifica pendências: “Fiquei feliz. Só acho que deveria ter sido aprovado o 13° salário porque existem estagiários que, mesmo nas seis ho-

ras, realiza trabalhos que exigem responsabilidade de funcionário contratado”. Serviço................................. CIEE - UNIFOR / Sala: S 09 Para saber mais : 0800 7712433 Leia na íntegra a nova lei do estágio pelo www.mte.gov.br/politicas_juventude/cartilha-lei-estagio.asp

ANTES

DEPOIS

Existência apenas do estágio curricular

Ficou definido dois tipos de estágio: o obrigatório, requisito obrigatório para obtenção do diploma; e o nãoobrigatório, desenvolvido como atividade opcional

Pagamento de bolsa opcional

O pagamento da bolsa é compulsório no caso de estágios não-obrigatórios

Nenhuma obrigação legal da empresa com a

Nos períodos de provas finais, o estudante tem direito à redução edução

avaliação acadêmica dos estudantes

da carga horária de até metade do combinado em contrato ato

Não existia carga horária fixada pela Lei

A carga horária máxima fica definida em seis horas diárias e 30 horas semanais

Foto: Divulgação

Foto: Waleska Santiago

Antônio Gonçalves da Silva, o Patativa do Assaré, faria 100 anos neste março de 2009. Ele morreu no dia 8 de julho de 2002 em Assaré, no Sul do Ceará. “Meus versos é como simente Que nasce inriba do chão; Não tenho estudo nem arte, A minha rima faz parte Das obra da criação”

Nova reitora A professora Fátima Maria Fernandes Veras foi empossada no dia 2 de março como reitora da Unifor. Com formação médica, trabalhando na Unifor há quase 30 anos, a primeira mulher à frente de uma universidade em Fortaleza já coordenou o Nami, dirigiu o CCS e era Vice-Reitora de ensino de Graduação.

Lei de Estágios. Qual a sua dúvida?

Patativa 100 anos

Foto: Natália Guerra

4 no 9 a 2 - o/200 nº 3 Març

Estudantes sem direito a férias

Recesso de 30 dias depois de um ano na mesma empresaa

Sem obrigatoriedade de pagamento do auxílio- transporte

Auxílio-transporte nos estágios não-obrigatórios

Jornal de Bandeja - Disciplina: Princípios e Técnicas de Jornalismo Impresso I / Laboratório de Jornalismo da Unifor. Diretora do CCH: Profa. Erotilde Honório - Coordenador do Curso: Prof. Eduardo Freire - Concepção e edição: Prof. Jocélio Leal - Coordenação de equipe: Monique Linhares e Sara Rebeca Aguiar - Redação: Bárbara Barroso , Ícaro Sampaio e Jefferson Passos - Projeto gráfico: Eduardo Martins - Diagramação: Aldeci Tomaz - Supervisor da Gráfica: Francisco Roberto - Impressão: Gráfica Unifor


ira!

Sug

for Uni

n

r.br o f i un

C

l@ lea

o v a

O que comer com? Lanchonete Natsu Lanche Suco ADES + Salgado: R$ 3,00

Sessão Pipoca Todas as quintas-feiras, às 13h30, na sala A da Videoteca tem CineClube! No próximo dia 23 a sessão “Incríveis Mulheres” exibe o filme As Horas. Não perca! Grátis.

niversár a z io! li No dia 12 Fe deste mês, alguém especial no campus comemorou 96 anos! Quem não conhece Seu Oswaldo? Ele é figurinha fácil no Centro de Convivência, principalmente na hora do almoço, e traz em si a simpatia inesquecível de quem há 33 anos presencia a formação de muitas gerações de estudantes da Unifor, compartilhando histórias, gargalhadas e até versos inspirados na beleza das universitárias. Já reparou se ele está pertinho de você, agora? Então, corra lá para dar um abraço nele!

Monografias, artigos científicos, resenhas,, ensaios, relatórios, projetos de pesquisa.... Com as mudanças na ortografia da nossaa língua, surgem dúvidas quanto às pro-duções da Universidade já adequadas à norma atual. Existe uma data para o início o da Reforma Ortográfica na Unifor? O as-sessor pedagógico do Centro de Ciênciass Humanas, Prof Batista de Lima, explica:: “não se pode exigir dos alunos, julgar ass regras antigas como erradas. Há quatro o anos de tolerância. Nós, professores, jáá estamos utilizando em sala e orientando o os alunos”. As regras antigas e novas vale-rão simultaneamente até 31 de dezembro o de 2012, período para você se adaptar e atualizar sua escrita. Trouxemos algumass dessas mudanças. Acompanhe!

r e g r a

COMO ERA

COMO FICOU

NOVA REGRA

Tranqüilo, freqüência, conseqüência

Tranquilo, frequência, consequência

O trema em todas as palavras portuguesas ou aportuguesadas foi suprimido

Idéia, assembléia, heróico, paranóia, bóia

Ideia, assembleia, heroico, paranoia, boia

Os ditongos abertos ei, eu e oi não são acentuados em paroxítonas

Perdôo, vôo, enjôo, abençôo

Perdoo, voo, enjoo, abençoo

O circunflexo das vogais dobradas em palavras paroxítonas foi eliminado

Pára (verbo) / para ( preposição) – péla (verbo) / pela (preposição)

Para (verbo) / para ( preposição) – pela (verbo) / pela (preposição)

O acento diferencial em homógrafas paroxítonas foi extinto

Crêem, vêem, lêem, dêem

Creem, veem, leem, deem

O circunflexo das terceiras pessoas do

Hora de teatro! A peça Vidas Divididas chega ao Teatro Celina Queiroz. O espetáculo, escrito por Maria Adelaide Amaral, dirigido por Marcos Paulo, traz ao palco os atores Fernanda Vasconcellos, Antonia Fontenelle e Henri Castelli. Agende-se! Serviço: ................................................ Dias: 24, 25 e 26 de abril Horário: sex e sáb: 21h / dom: 19h Ingressos: Lojinha do campus/ Unifor Informações: 3101.2583

plural dos verbos crer, dar, ler e ver e de seus derivados foi abolido Antiinflacionário, microondas, contraataque

Anti-inflacionário,

micro-ondas,

ataque

Contra-regra, supra-renal

is:

Ma

infra-som,

contra-senso,

Contrarregra, suprarrenal

contra-

O hífen é empregado em vocábulos compostos cujo prefixo da primeira palavra termina pela mesma vogal com que se inicia o segundo elemento

infrassom,

contrassenso, Não se emprega hífen em vocábulos compostos quando o primeiro elemento termina em vogal e o segundo começa por “r” ou “s”, que se duplicam

No Brasil já houve duas outras reformas ortográficas - em 1943 e 1971. A atual Reforma, começada ainda em 1990, só foi aprovada em 29 de setembro de 2008, pelo presidente Lula.

Ex-alunos na web O site da Universidade tem um novo espaço. É o Ex-aluno Unifor. Nele, quem já passou por aqui pode continuar se inteirando sobre as novidades da Unifor, cursos, agenda cultural e descobrir o mundo de possibilidades que a Unifor oferece para quem quer voltar a ser aluno! Acesse o site: www.unifor.br

Jornal de Bandeja - Disciplina: Princípios e Técnicas de Jornalismo Impresso I / Laboratório de Jornalismo da Unifor. Diretora do CCH: Profa. Erotilde Honório - Coordenador do Curso: Prof. Eduardo Freire - Concepção e edição: Prof. Jocélio Leal - Coordenação de equipe: Sara Rebeca Aguiar - Redação: Altair Andrade, Bárbara Barroso , Ícaro Sampaio e Jefferson Passos - Revisão: Profa. Solange Morais Projeto gráfico: Eduardo Martins - Diagramação: Aldeci Tomaz - Supervisor da Gráfica: Francisco Roberto - Impressão: Gráfica Unifor

tp://blogdolabjor.wordpress.co notícias no ht m a mais Confir

U

do

Já está valendo?

Divulgação

u

p ma

ão

aç blic

urso

lism

rna

o de J

a od

Divulgação

4 no 9 a 3 - Abril/200 nº 3


4 no 9 a 4 - Maio/200 nº 3

Foto: Wasleka Santiago

Durante a exposição o visitante percorre 67 obras que compõem a produção do artista

rê Camarg Estão aberta da Bolsa Ibe o ã iç d e a n vadamente para a no eiros compro g n ra st e u o s, podem Brasileiros, ais de 5 ano m á h l si ra B ados e os residindo no rão selecion se s ta is rt a inco ntros de concorrer. C ncias em ce ê d si re e tr n a am e no Program prêmios vari articipação p , is a n o m ci e a e arte intern de Gravura ado do Ateliê id v n mpletas e o C ta is Art formações co In . is a ci e sp e go.org.br. reportagens w.iberecamar w w te si lo pe regulamento

Vinte anos Há 20 anos, a Unifor recebe grandes exposições. Já passaram por aqui obras de artistas nacionais e internacionais, como o cotidiano sertanejo de Raimundo Cela, o surrealismo de Joan Miró, as gravuras e o protestantismo de Rem“O pintor é o brandt Van Rijn, o barmágico que imobiliza roco em preto e branco o tempo”. de Peter Paul Rubens, o Iberê Camargo abstracionismo de Antônio Bandeira e a ludicidade de José Leonilson.

Licor

Camargo na Unifor Pela segunda vez, Iberê Camargo tem suas obras expostas no Espaço Cultural Unifor. Em 1994, ano de sua morte, a Universidade já havia mostrado alguns desenhos e gravuras de um dos grandes nomes da arte do século XX. A atual exposição, Iberê Camargo: uma experiência da pintura, traz o olhar de Iberê diante da arte. As 67 obras, distribuídas em 18 pinturas em tela, três pinturas sobre papel, 24 desenhos e guaches e 13 gravuras pertencem à Fundação Iberê Camargo, responsável pela conservação do

Duas das obras expostas: Crepúsculo da Boca do Monte, de 1991 (à esquerda) e Desdobramento II, de 1972

acervo. A mostra ainda conta com nove obras do patrimônio da Fundação Edson Queiroz. Serviço .............................................. Período: até o dia 2 de agosto Local: Espaço Cultural Unifor Horários: terça a sexta, das 10h às 20h; aos sábados e domingos, das 10h às 18h. Grátis!

Curiosidades O carretel, tão retratado nas obras, era o brinquedo de infância de Iberê, o objeto encontrado na caixa de costura da mãe; Os ciclistas, incorporados com constância à obra a partir dos anos 1980, personificam um pouco do sentimento do próprio artista: velozes e, muitas vezes, sem metas; As idiotas, início dos anos 1990, são personagens que, a respeito dos próprios sentimentos do artista, refletem a solidão, o medo do fim e da morte, a ação erosiva do tempo. Considerada a fase mais assustadora da pintura iberiana. Fonte: www.iberecamargo.org.br

Perfil Nasceu em Restinga Seca, interior do Rio Grande do Sul, no dia 18 de novembro de 1914. Os pais eram funcionários da estação ferroviária e percorriam várias cidades do interior, o que fez do menino Iberê revelar sua visão pessoal de olhar o mundo. Para ele, os motivos de seus quadros eram as visões do cotidiano transportadas para o mundo das lembranças sob a inspiração da fantasia. Teve suas obras aclamadas em diversas exposições internacionais e fez parte de mostras importantes no Brasil, e em países como França, Inglaterra, Estados Unidos, Escócia, Espanha e Itália. Faleceu em 1994, em Porto Alegre, aos 79 anos, deixando um acervo de mais de sete mil obras.

Jornal de Bandeja - Disciplina: Princípios e Técnicas de Jornalismo Impresso I / Laboratório de Jornalismo da Unifor. Diretora do CCH: Profa. Erotilde Honório - Coordenador do Curso: Prof. Eduardo Freire - Concepção e edição: Prof. Jocélio Leal - Coordenação de equipe: Sara Rebeca Aguiar - Redação: Altair Andrade, Bárbara Barroso, Hermina Larissa, Ícaro Sampaio e Jefferson Passos - Projeto gráfico: Eduardo Martins - Diagramação: Aldeci Tomaz - Supervisor da Gráfica: Francisco Roberto - Impressão: Gráfica Unifor

Foto: Divulgação

2009 Bolsa Ibs ateéroêdia 10 de julho as inscrioçõ. es

Iberê

tp://blogdolabjor.wordpress.co notícias no ht m a mais Confir

S

Magalhães

r.br o f i un

l@

a ! le a r i ug

Um

so

Cur

for

Uni

Fotos: Clara

ã

aç blic

u

ap

o od

lism

rna

o de J

a od


Limpar faz bem

Natália Guerra

Hermina Larissa

ã

aç blic

u

r.br o f i un

l@

a ! le a r i ug

Um

so

Cur

lism

rna

o de J

for

Uni

S

DIVULGAÇÃO

Waleska Santiag

o

Centro de Conv

ivência durant e a construção

Licor

( Khalil Gibran)

Fonte Nova O descuido com o lixo reflete desatenção com a saúde acumula sujeiras, dando péssima aparência ao ambiente e atraindo gatos e pombos, o que incomoda os frequentadores do local. Diariamente, e de maneira simultânea, quatro serventes são responsáveis pela limpeza do lugar. A dica para manter um am-

Joga fora no lixo! e hoje

Cinco anos de convivência

“As árvores são poemas que a terra escreve para o céu”

Horário de almoço. Depois de uma manhã corrida, cheia de informações, trabalhos e provas, nada mais natural que a fome grite. O cheiro vem apontar o caminho: um pé atrás do outro rumo ao Centro de Convivência. São diversas as opções, escolhe-se, então, a preferida ou a que couber no bolso. A partir daí, outra questão: onde sentar? A maioria dos lugares estão ocupados e, entre algumas das mesas vazias, amontoa-se o lixo de muitos que já passaram por ali. Quem nunca viveu a situação de, com o prato na mão, ter que enfrentar o desconforto da longa espera por um lugar limpo para sentar? Não só na hora do almoço, essa cena é recorrente também em vários horários do dia. A situação atrapalha a acomodação das pessoas para fazerem suas refeições e

O Centro de Convivência completou cinco anos em janeiro deste ano! De acordo com o prefeito da Universidade, Júlio César F. Magalhães, faltava no campus um espaço que integrasse alunos, professores e funcionários. Ao longo desse anos, o CC se tornou local de referência dentro do campus!

Há pouco mais de dois meses, o Curso de Arquitetura da Unifor finalizou o projeto de catalogação da flora do entorno do Bloco da Reitoria. Quem passa pelo Bloco, já pode conferir o país e o nome de origem, além do termo científico a que se referem as 95 espécies de plantas presentes no local!

tp://blogdolabjor.wordpress.co notícias no ht m a mais Confir

ap

o od

a od

Flora nomeada

biente mais agradável vem de uma delas, Elnisa Borges. “Seria bom se os alunos passassem a tirar seus restos quando se levantassem das mesas. Todos reclamam dos bichos que tem aqui, mas ninguém lembra que essa sujeira é o que traz os bichos”.

erra

Gu Fotos: Natália

“As mesas ficam sujas por falta de educação das pessoas e não por falta de competência dos profissionais responsáveis por limpar o local”.

“Acho que para ajudar nisso a Unifor poderia realizar uma campanha incentivando a educação quanto ao lixo e podia também fazer coleta seletiva, que é importante”.

“O Centro de Convivência é mais ou menos limpo. Os alunos poderiam colocar seus papéis e restos no lixo. Às vezes faço isso, mas acho que a limpeza é responsabilidade dos funcionários”.

Emanuelle Colares Crisóstomo, 4° semestre, Enfermagem

Lilianne Mesquita, 10° semestre, Direito

Thaís Fígaro, 2° semestre, Arquitetura

Jornal de Bandeja - Disciplina: Princípios e Técnicas de Jornalismo Impresso I / Laboratório de Jornalismo da Unifor. Diretora do CCH: Profa. Erotilde Honório - Coordenador do Curso: Prof. Eduardo Freire - Concepção e edição: Prof. Jocélio Leal - Coordenação de equipe: Sara Rebeca Aguiar - Redação: Altair Andrade, Hermina Larissa, Ícaro Sampaio e Jefferson Passos - Revisão: Profa. Solange Morais - Projeto gráfico: Eduardo Martins - Diagramação: Aldeci Tomaz - Supervisor da Gráfica: Francisco Roberto - Impressão: Gráfica Unifor

A vista frontal do hall do Bloco T ganhou mais um ponto de apreciação no último mês: quatro mulheres esculpidas em mármore emolduram a fonte de número 49 da Unifor. De acordo com o prefeito da Universidade, Júlio César F. Magalhães, a obra, feita por escultores populares da Itália, tem cerca de 70 anos, data do século XX, não tem nome e não é assinada. Além dela, quatro novas esculturas chegaram recentemente e e embelezam a entrada da Reitoria.

Clara Magalhães

4 no 9 a 5 - o/200 nº 3 Junh


4 no 9 a 6 - ulho/200 J nº 3

FESTIVAL ELEAZAR DE CARVALHO

Naturalmente clássico @ eal

l ra! ugi

ca

li pub

S

Carvalho homenageia Villa-Lobos, Haydn e Mendelssohn, mas traz também para o

T e M, da Unifor, para perceber

centro das atenções, aproximadamente,

que os acordes clássicos e o canto dos

200 estudantes de vários países, apaixona-

pássaros convivem em perfeita harmo-

dos pela música clássica. Cerca de 90 deles

nia, como preconizava o maestro brasi-

são do Ceará, de acordo com a secretaria

leiro Villa-Lobos.

do Festival. Para a diretora artística, Sônia

Uma harmonia verificada também

Muniz, uma oportunidade única de unir

pelo riso fácil de uma turma de jovens

excelentes professores e alunos em um

estudantes de música, de todos os can-

mesmo espaço. “O intercâmbio de apren-

tos do mundo, que parece já pôr em prá-

dizados entre eles é o mais importante.

tica o bom-humor tão marcante da obra

Muitos desses alunos só têm aulas no Fes-

“O mais importante para mim

inspiradora do austríaco Joseph Haydn.

tival. É muito bom ver a evolução deles ao

é a experiência com orquestra

Dedicados e perseverantes, buscam em

longo dessas edições”.

sinfônica, porque no Ceará exis-

si, por uma rotina puxada de aulas e en-

tem mais orquestras de câmara.

saios, as (re)descobertas de habilidades,

Além do contato com grandes

como que se assemelhando à sensibilida-

professores e estudantes de

de do compositor alemão Mendelssohn,

outros estados e países”.

pela façanha a ele atribuída de ser um dos

Eu estou aqui! Fotos: Rodolfo Lima

Divulgação

r.br

fo uni

É só percorrer os arredores e corredores dos blocos

Regina Silva Medeiros, 26 anos, cearense, contrabaixista. Participa do Festival pela 4ª vez

descobridores da obra do grande Bach. A quinta edição do Festival Eleazar de

A 11ª edição brasileira do Festival traz a Fortaleza músicos de várias países

Serviço: .................................................... O FEC ocorre até o próximo dia 19 de julho, na Unifor. Aberto ao público. Confira programação completa em http://blogdolabjor.wordpress.com ou www.unifor.br

Meninos prodígios

“Estou achando muito bom porque treinamos com excelentes maestros. Aqui não há distrações. Treino meu instrumento o tempo todo e isso é legal”. Alexandra Kovaleski, 27 anos, norteamericana, violista. Participa do Festival pela 2ª vez

“Estou gostando de tudo. Estou ansiosa para tocar música de câmera. É também a primeira vez que venho ao Brasil. Fortaleza é uma cidade muito bonita”. Julie Michael, 19 anos, norteamericana, violista. Participa do Festival pela 1ª vez

Futuro maestro Com apenas nove anos, o talento de Mauro Braga vem encantando colegas e profes-

Fotos: Waleska Santiago

a

Um

d ção

e Jo

so d

ur oC

li rna

r

nifo

aU

d smo

Talento de pai para filho Matheus Albano, 13, também despertou cedo para o

Quem foi Eleazar de Carvalho? Filho de uma descendente de índios Tabajara e de um capitão do exército e pastor presbiteriano, Eleazar de Carvalho nasceu em Iguatu, interior do Ceará, em 28 de julho de 1912. Demonstrou seus primeiros dons musicais na banda da escola da Marinha, onde estudava. Doutorou-se em Música pela Washington University e em Humanística pela Hofstra University, nos Estados Unidos. Durante mais de 50 anos seu nome e sua energia, física e intelectual, orientaram músicos, orquestras e instituições culturais, no Brasil e em vários países. Regeu as principais orquestras do mundo e ensinou em grandes escolas americanas. Em Paris fez sua estréia no Teatre Champs Elysées e por vários anos foi diretor artístico e regente titular da Sinfônica de Saint Louis, Missouri, Estados Unidos. Mas sempre voltava ao Brasil, quando dizia. “O meu lugar é aqui!”. Morreu em São Paulo, no dia 12 de setembro de 1996.

mundo dos acordes, partituras

sores. E pensar que tudo co-

e melodias. O pai, maestro mul-

meçou com uma reclamação

tiinstrumentista, faleceu quan-

vinda do colégio. Há três anos,

do o garoto tinha apenas dois

a mãe de Mauro foi alertada sobre a constante desatenção do

meses, mas deixou para o filho a “herança” de amar a música.

garoto em sala de aula. A solução veio pela música, atividade

Aluno dedicado das aulas de flauta desde os seis anos, Matheus

sugerida por uma amiga da família. Aos seis anos, o pequeno

participa, atualmente, de algumas Escolas de música e Orques-

começou a ter aulas de flauta doce e piano. Hoje, o garoto

tras, em Fortaleza. Para ele, o Festival significa muito mais que

flautista, de Fortaleza, foi o mais jovem músico a ser selecio-

aprimoramento. “Quero ser como meu pai foi. Sei que aqui faço

nado para o Festival e já faz planos para um futuro de sucesso.

também contatos, e pessoas de outros estados podem conhe-

“Quero estudar muito para ser maestro”.

cer meu trabalho. É uma grande oportunidade”.

Jornal de Bandeja - Disciplina Princípios e Técnicas de Jornalismo Impresso I / Laboratório de Jornalismo da Unifor. Diretora do CCH: Profa. Erotilde Honório - Coordenador do Curso: Prof. Eduardo Freire - Concepção e edição: Prof. Jocélio Leal - Redação: Sara Rebeca Aguiar - Projeto gráfico: Eduardo Martins - Diagramação: Felipe Goes - Supervisor da Gráfica: Francisco Roberto - Impressão: Gráfica Unifor


4 no 9 a 7 - o/200 nº 3 Agost

Waleska Santiago

E as motos? Somente motos de serviço, da Unifor, podem circular no campus. O tenente Alexandre Martins, supervisor operacional de segurança do campus, lembra que o estacionamento reservado a elas fica restrito às entradas das portarias. De acordo a com Martins, até para p professores a autorização só é concedida co em casos excepc excepcionais. As motos eestão sujeitas às mesmas regras dos reg carros. ca

Djacir Figueirêdo Medicina, 1º semestre Eu concordo com a proibição sonora, pois aqui dentro do campus não é para ter esse tipo de perturbação. Aline Costa Jornalismo, 3º semestre

Cena urbana: Ícaro Sampaio enfrenta o desrespeito à faixa de pedestre

Estacionamento interno. Quem pode? Caso você necessite estacionar o carro dentro da Universidade é necessário requerer a autorização logo na primeira semana do semestre, na Divisão de Segurança e Vigilância (DSV). Fica na Central 24h, na Prefeitura da Unifor. O estacionamento interno só pode ser

Infração

utilizado por professores, funcionários e alunos com autorizações especiais em casos de problemas de saúde, como deficiência física, definitiva ou temporária. Mas, a Universidade oferece vagas dentro do Campus com acesso livre para os estudantes e funcionários.

Penalidade

Velocidade acima de 20km

Proibido o acesso ao estacionamento durante o semestre equivalente

Estacionamento irregular

Perde o direito de acesso ao estacionamento

Forma abusiva de efeitos sonoros (buzinas e sons de carro) prejudicando o silêncio e/ou desvio de concentração nas salas de aula

Bloqueio do acesso ao estacionamento do campus durante o semestre vigente ao receber a 2ª notificação

Tem de existir realmente essa vigilância, pois já presenciei muitos motoristas cometendo barbeiragens. Já aconteceu, de um rapaz quase atropelar uma amiga minha e ele foi embora. Alana Vale Publicidade e Propaganda, 4º semestre

Interditados Uma das precauções to tomadas adas enza A pela Unifor contra a Influenza (H1N1) foi a interdição dos bebedouros no campus, no dia 13 deste mês. A liberação gradativa dos aparelhos está acontecendo desde o o dia 20, a partir da inserção ude um cano nas embocaduiras dos aparelhos para facilias tar o enchimento de garrafas e copos, evitando, assim, o o. contato oral com o aparelho.

Jornal de Bandeja - Disciplina: Princípios e Técnicas de Jornalismo Impresso I / Laboratório de Jornalismo da Unifor. Diretora do CCH: Profa. Erotilde Honório - Coordenador do Curso: - Prof. Eduardo Freire Concepção e edição: Prof. Jocélio Leal - Coordenação de equipe: Sara Rebeca Aguiar - Redação: Bárbara Barroso e Ícaro Sampaio - Revisão: Profa. Solange Morais - Projeto gráfico: Eduardo Martins - Diagramação: Aldeci Tomaz - Supervisor da Gráfica: Francisco Roberto - Impressão: Gráfica Unifor

Foto: Waleska San tiago

Atenção! - Pessoas com deficiência física têm direito e preferência na utilização do estacionamento interno. - Alunos que já possuem a autorização para o uso do estacionamento para um semestre têm que renovar a autorização para o semestre seguinte.

Foto: Waleska Santiago

tp://blogdolabjor.wordpress.co notícias no ht m a mais Confir

l@

a ! le a r i Sug

Um

de

r.br o f i un

C do

ão

aç blic

u

ap

urso

d

Aos usuários do estacionamento da Unifor, uma informação: aqui dentro as leis de trânsito também são válidas e o limite de velocidade nas dependências do Campus é de 20 km/h. Apesar disso, alguns motoristas desrespeitam as regras e põem em risco a segurança de pedestres. Foi o que constatou Ícaro Sampaio, estudante do 4º semestre de jornalismo (Unifor), repórter do Bandeja. Ele percorreu ruas e estacionamentos do campus e se deparou com algumas infrações. “Muitos realmente não atentam para a vez do pedestre, para o limite de velocidade, para a vaga de deficiente no estacionamneto ou para uma placa de sinalização”. Segundo o coronel Roberto Augusto Caracas, gerente de segurança do Campus, as normas estabelecidas dentro da Universidade são iguais as do Código de Trânsito Brasileiro, sendo necessária atenção redobrada, principalmente em horários em que o fluxo de pedestres é mais intenso.

É importante a existência dessas normas de trânsito, mas o sistema de vigilância tem que cumprir de fato com o seu dever de averiguar e punir os infratores.

Fotos: Camila Marcelo

smo

ali Jorn

for

ni aU

Tem limite!

Fala, pedestre!

Jornal de Bandeja  

Jornal laboratório do curso de jornalismo da Unifor

Advertisement