Page 1

Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

I - IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE ESCOLAR Nome: Escola Municipal de Educação Básica “Ari Lacerda Rodrigues”. Endereço: Passagem 1º de Maio, nº. 180. Bairro: Jardim Alvorada CEP: 09840-770 Telefones: 4342-2444 / 4342-7050 Email: ari.lacerda@saobernardo.sp.gov.br CIE:281992 Identificação da Equipe Gestora  Diretora: Lilian Campos Barbosa  Professora de Apoio à Direção: Cristina Fares de Carvalho Pereira  Coordenadora Pedagógica: Rosilda Aparecida de Brito Oliveira Orientadoras Pedagógicas Fundamental e EJA responsáveis pelo acompanhamento  Déa Cristiane Kerr Affini  Teresa Jerônimo Ribeiro Equipe de Orientação Técnica responsável pelo acompanhamento  Psicóloga: Teresinha Lodovica Barboza de Souza  Fonoaudióloga: Marliene Grotti  Assistente Social: Telma de Cássia Bertaçolli Demarchi  Fisioterapeuta: Êmila Stender de Oliveira Modalidades de Ensino oferecidas pela escola:  Ensino Fundamental - 28 turmas  EJA - 1 turma multisseriada  Programa Tempo de Escola – 08 turmas Período e horário de funcionamento da escola  Segundas as sextas-feiras:  Manhã: 7h às 12h  Tarde: 13h às 18h  Noite: 19h às 22h 3


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Horário de atendimento da secretaria da escola  Segundas às sextas feiras, das 7h às 22h.

QUADRO DE IDENTIFICAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS QUADRO GERAL DA UNIDADE ESCOLAR - ENSINO FUNDAMENTAL - 2013 DIRETOR (A): Lilian Campos Barbosa

ASSISTENTE DE DIREÇÃO / PAD: Cristina Fares de Carvalho Pereira

PRD _______________________________________ MATR.: 27.082-6 MATR.: 25.455-7 CONVENIADO ( CONVENIADO (

)

)

REDE MUNICIPAL ( X )

REDE MUNICIPAL ( X ) INÍCIO NA UNIDADE ESCOLAR 02/2008

INÍCIO NA UNIDADE ESCOLAR 01/2005

Horários

2ª Feira

3ª Feira

4ª Feira

5ª Feira

6ª Feira

Horários

2ª Feira

3ª Feira

4ª Feira

5ª Feira

Entrada

7:00h

7:00h

7:00h

7:00h

7:00h

Almoço

12:00h

12:00h

12:00h

12:00h

Saída

16:00h

21:40h

16:00h

HTPC

-

-

Flexibilização

-

Total de horas - diário

8:00h

6ª Feira

Entrada

10:00

12:40

10:00

10:00

10:00

12:00h

Almoço

12:00

17:40

12:00

12:00

12:00

16:00h

16:00h

Saída

19:00

21:40

19:00

19:00

19:00

-

-

-

HTPC

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Flexibilização

-

-

-

-

-

8:00h

8:00h

8:00h

8:00h

Total de horas - diário

8:00h

8:00h

8:00h

8:00h

8:00h

Obs. A unidade encontra-se sem duas CPs. Para melhor atender as necessidades, a equipe se organizou da seguinte forma: a Diretora e PAD coordenam os HTPCs do Fundamental e EJA; a Diretora permanece nas quintas feiras até às 22h.

4


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

QUADRO GERAL DA UNIDADE ESCOLAR - ENSINO FUNDAMENTAL - 2013

NÚMERO DE OFICIAIS: 04

COORDENADOR PEDAGÓGICO: Rosilda Aparecida de Brito Oliveira

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DA SECRETARIA: 08:00h às 20:00h MATR.: 27.082-6 CONVENIADO (

)

NOME: Adilson Gomes de Souza HORÁRIO: 13:00h às 22:00h

REDE MUNICIPAL ( X )

NOME: Avanete Dantas da Costa Carvalho HORÁRIO: 7:00h às 16:00h

INÍCIO NA UNIDADE ESCOLAR 03/2010

NOME: Chryslene Marcelino Pereira HORÁRIO: 7:30h às 16:30h

Horários

2ª Feira

3ª Feira

4ª Feira

5ª Feira

6ª Feira

Entrada

7:00h

13:00h

7:00h

7:00h

7:00h

Almoço

12:00h

18:00h

12:00h

12:00h

12:00h

NOME: Eugênia Aparecida Oliveira Simas HORÁRIO: 8:00 às 17:00

Saída

16:00h

22:00h

16:00h

16:00

16:00h

NÚMEROS DE INSPETORES: 04

HTPC

-

-

-

-

-

Flexibilização

-

-

-

-

-

Total de horas diário

8:00h

8:00h

8:00h

8:00h

8:00h

NOME: Léia Atanazio dos Santos HORÁRIO: 7:30h às 17:00h (1h30 de almoço) NOME: Leonice dos Santos Ferreira HORÁRIO: 9:30 às 18:30h NOME: Maria Inês Tavares Fioruci HORÁRIO: 6:50 às 15:50h NOME: Nilson da Silva Mollina HORÁRIO: 6:40h às 15:40h

5


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

QUADRO GERAL DA UNIDADE ESCOLAR - ENSINO FUNDAMENTAL – 2013

NÚMEROS DE AUXILIARES DE EDUCAÇÃO (APOIO À INCLUSÃO): 02

NÚMEROS DE ESTAGIÁRIOS (APOIO À INCLUSÃO): 01

NOME: Arlete Batista Claro da Silva HORÁRIO: 8:30 às 17:30

NOME: Edina Maria de Medeiros Bandeira HORÁRIO: 13:00h às 18:00h

NOME: Renata Garcia de Oliveira HORÁRIO: 8:00h às 17:00h

H.T.P.C. – 03 GRUPOS SEGUNDA: 18:40h às 21:40h TERÇA: 15:00h às 18:00h (EJA) 18:40h às 21:40h AEE NOME: Elaine Aparecida Pollini HORÁRIO: 13:00h às 18:00h NOME: Elisabete Silva Lima de Carvalho HORÁRIO: 07:00h às 12:00h

PROFESSORES SUBSTITUTOS VOLANTES: 07 NOME: Ana Renata Pellegrini HORÁRIO: 13:00 às 18:00h NOME: Cristiane Borges da Silva HORÁRIO: 07:00 às 12:00h NOME: Djair Galbiati HORÁRIO: 07:00h às 12:00h NOME: Elaine Oneide do Nascimento Marciano HORÁRIO: 13:00h às 18:00h

6


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Quadro de Funcionários de Apoio Nome

Matrícula

Cargo

Período

Adilson Gomes de Souza Arlete Batista Claro da Silva Avanete Dantas da Costa Carvalho Chryslene Marcelino Pereira Eugênia Aparecida Oliveira Simas Geraldo Alves de Carvalho Leia Atanázio dos Santos Leonice dos Santos Ferreira Maria das Graças Souza Maria Inês Tavares Fioruci Nilson da Silva Mollina Renata Garcia de Oliveira

37.957-1 37.589-4 34.637-0 32.078-4 38.133-0 33951-1 28.659-0 27.700-9 10.769 32.306-7 30.463-5 35.296-3

Oficial de Escola Auxiliar em Educação Oficial de Escola Oficial de Escola Oficial de Escola Oficial de Escola da BEI Inspetor de Alunos Inspetor de Alunos Merendeira (read.) Inspetor de Alunos Inspetor de Alunos Auxiliar em Educação

Integral Integral Integral Integral Integral Integral Integral Integral Integral Integral Integral Integral

Equipe da Guima Conseco Nome Cláudia dos Anjos da Silva Edileuza Pereira de Lima Flávia Conceição Campos Jéssica Cristina da Silva Maria Leide Maura França Mendes Maria Leta da Silva Valéria de Sousa Belizário Verônica Soares Raymundo

Cargo Auxiliar de Limpeza Auxiliar de Limpeza Auxiliar de Limpeza Auxiliar de Limpeza Auxiliar de Limpeza Auxiliar de Limpeza Auxiliar de Limpeza Auxiliar de Limpeza

7


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Equipe da ERJ Nome

Cargo

Cacilda Alves Feitosa Cristiane Silva dos Santos Emistefania Luna da Silva Gisélia Vieira dos Santos Neuza Aparecida Alves Verdeiro Patrícia Rodrigues Oliveira

Auxiliar de Cozinha Auxiliar de Cozinha Auxiliar de Cozinha Cozinheira Auxiliar de Cozinha Auxiliar de Cozinha

Corpo Docente  Ensino Fundamental Nome

Matrícula

Formação

Período

Adriana Fátima do Prado Ana Meire de Oliveira Morais Ana Renata Pellegrini Ana Renata Pellegrini Aritna Célia Niebel Santos Bárbara Imbroisi Cires Myrian de Souza Bonfim Cristiane Borges da Silva Cristiane Borges da Silva Denise Harumi Ivamoto Isidoro Djair Galbiati Djair Galbiati Elaine Cristina Furlan Correa Elení de Jesus Santos Eliane Oliveira Silva Araújo Genice Teixeira da Silva

28.712-2 33.750-1 17709-6 28.717-2 28.048-9 33.383-2 35.716-7 18652-2 32.281-7 35.597-9 18162-9 30.581-9 36.281-9 34.604-5 30.757-8 37517-9

Magistério; Educação Física. Magistério; Pedagogia Magistério; Pedagogia Magistério; Pedagogia Magistério; Pedagogia Pedagogia Magistério Magistério; Pedagogia; Informática. Magistério; Pedagogia; Informática. Pedagogia Letras; Pedagogia Letras; Pedagogia Pedagogia Pedagogia Pedagogia Magistério; Pedagogia

Tarde Tarde Manhã Manhã Manhã Tarde Tarde Manhã Tarde Tarde Manhã Tarde Integral Manhã Manhã Tarde (40 horas) 8


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Heliana Gabriela Veiga Santos Ivie Martins de Oliveira Liliane Cucio Marcia Regina Gotola Wandeur Maria das Graças Pastorelli Dutra Maysa Belleza Negro Pauline Ferreira Martins Pauline Ferreira Martins Rosana Aparecida Martins Rosângela Silva Corrêa Castro Sandra Regina Iwamoto Sílvia Pereira Dias Salgueiro Soraya da Silva Costa Vanessa Viana Nobre Silva Vilma Coelho Vieira Mozeli Vilma Coelho Vieira Mozeli Viviane Sena da Silva

32.664-1 34672-8 31.632-1 35.727-2 28745-7 32632-4 26.559-8 34.913-2 38591-0 7033-5 31.291-1 70.46-1 35.720-6 37526-8 30.216-2 7.078-7 32.402-1

Magistério; Letras; Contabilidade Pedagogia Magistério; Pedagogia Pedagogia Magistério; Psicologia; Pedagogia Pedagogia Pedagogia Pedagogia Pedagogia Magistério; Pedagogia Magistério; PEC Magistério; Pedagogia Magistério; Pedagogia Pedagogia Pedagogia Pedagogia Pedagogia

Tarde Manhã Tarde Tarde Manhã Manhã Manhã Tarde Manhã (40 horas) Manhã Manhã Manhã Tarde Tarde (40 horas) Tarde Manhã Manhã

Formação

Período

 EJA Nome Patricia Marques Francisco

Matrícula 38259-8

Pedagogia

Noite (40 horas)

 Professores de Atendimento Educacional Especializado (Deficiência Intelectual) Nome Elaine Aparecida Pollini Elisabete Silva Lima de Carvalho

Matrícula

Formação

25.355-1 Pedagogia 61.536-3 Magistério; Pedagogia

Período Tarde Manhã

9


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

 PAPE - Professor de Apoio aos Programas Educacionais Nome

Matrícula

Leilane Fernandes

Formação

34.425-5 Magistério; Pedagogia

Período Integral

 Estagiárias em Pedagogia - Inclusão Nome

Matrícula

Edina Maria de Medeiros Bandeira

77883-2

Formação Cursando Pedagogia

Período Tarde

QUADRO DE ORGANIZAÇÃO DAS MODALIDADES Quantidade de Alunos por Ano/Ciclo – Ensino Fundamental de 9 anos e Ensino Fundamental de 8 anos Ano/Ciclo 1ºA / Inicial 1ºB / Inicial 1ºC / Inicial 2ºA / Inicial * 2ºB / Inicial 2ºC / Inicial 3ºA / Inicial 3ºB / Inicial 3ºC / Inicial 1ºA / II 1ºB / II 2ºA / II * 2ºB / II Total de alunos:

Quantidade de alunos Professor(a) PERÍODO DA MANHÃ 23  Rosângela Silva Corrêa Castro 22  Sandra Regina Iwamoto 21  Ivie Martins de Oliveira 27  Rosana Aparecida Martins 28  Aritna Célia Niebel Santos 28  Vilma Coelho Vieira Mozeli 23  Maysa Belleza Negro 24  Maria das Graças Pastorelli Dutra 24  Elení de Jesus Santos 23  Pauline Ferreira Martins 23  Viviane Sena da Silva 30  Silvia Pereira Dias Salgueiro 30  Ana Renata Pellegrini Cavaleiro 326 10


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Ano/Ciclo 1ºD / Inicial 1ºE / Inicial * 1ºF / Inicial 1ºG / Inicial 2ºD / Inicial 2ºE / Inicial 2ºF / Inicial 2ºG / Inicial * 3ºD / Inicial * 3ºE / Inicial * 3ºF / Inicial 1ºC / II 1ºD / II 2ºC / II * 2ºD / II * Total de alunos:

PERIODO DA TARDE Quantidade de alunos Professor(a) 24  Marcia Regina Gotola Wandeur 24  Denise Harumi Ivamoto Isidoro 24  Heliana Gabriela Veiga Santos 24  Soraya da Silva Costa 23  Cristiane Borges da Silva 27  Vilma Coelho Vieira Mozeli 27  Ana Meire de Oliveira Morais 26  Vanessa Viana Nobre Silva 29  Genice Teixeira da Silva 29  Bárbara Imbroisi 28  Cires Myrian de Souza Bonfim 28  Pauline Ferreira Martins 28  Djair Galbiati 26  Adriana Fátima do Prado 27  Liliane Cucio 394

Multisseriada *

25

Total de alunos:

25

PERÍODO DA NOITE  Patricia Rodrigues Olilveira

11


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

PATRONO DA EMEB

(Ari Lacerda Rodrigues) Ari Lacerda Rodrigues nasceu no dia 20 de julho de 1984, na cidade de São Bernardo, no Hospital Assunção, residindo desde o seu nascimento na Rua Perobas, nº 18 – jardim Ipê. Filho de Arnaldo Rodrigues e de Dona Nanci Lacerda Rodrigues. Ari era um jovem que aos 17 anos de idade veio a falecer vítima de atropelamento no dia 23 de dezembro de 2001, quando saia do seu trabalho para casa. Ari era um jovem que todos os moradores admiravam devido ao seu carisma, sua atenção e educação, era participante ativo das atividades comunitárias, fazendo parte da Comissão de Moradores, apesar da pouca idade, do time de futebol do bairro, entre outras atividades. Era muito querido por todos que o conheciam e deixou saudades e um imenso vazio no seio de sua família e da comunidade

12


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

II. CONCEPÇÃO PEDAGÓGICA.

13


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

A reflexão a respeito às concepções pedagógicas inerentes às práticas pedagógicas presentes na escola nos conduz à trajetória do trabalho pedagógico desenvolvido nesta unidade escolar. Sua organização administrativa pedagógica revelam muitos aspectos interessantes. A escola possui para auxiliar no seu funcionamento do documento “Organização da Rotina Escolar” que a cada ano foi se constituindo num significativo instrumento de orientação para as ocorrências do cotidiano, organizado e atualizado através do processo de discussão coletiva. Sua macro rotina está estruturada com fundamento nos princípios e concepções sobre a criança: quem é o educando? Qual é a nossa concepção de ensinar e aprender? Como é que se aprende? Para quem? Percorrendo a trajetória de existência da EMEB Ari Lacerda Rodrigues – Dez anos – podemos observar um percurso de as diretrizes norteadoras do trabalho pedagógico nesta escola já apresentam significativos avanços no sentido da ação reflexão nos processos de aprendizagens de todos que devem ser significativos, interessantes e conectados com o mundo, com o seu cotidiano e dar respostas às necessidades do mundo moderno. Illich, já na década de 1970, já preconizava a urgência das transformações urgentes nas práticas pedagógicas realizadas pelas escolas que em seu modo de ver deveriam estar articuladas com o mundo globalizado. Freinet, em seus estudos trouxe para a Educação contemporânea as contribuições necessárias para pensar sobre a escola como os alunos aprendem, quais são as experiências de aprendizagem mais significativas. Neste ano, as discussões em reuniões pedagógicas terão como construção que são considerados princípios: igualdade que permeiam as ações de todos no contexto escolar. As práticas de professores e funcionários são reveladoras das preocupações com os alunos nos cuidados, no acolhimento a todos que entram nesta unidade escolar e, sobretudo às famílias. Os atendimentos à comunidade escolar estão também fundamentados nos direitos dos educandos (ECA) e estruturados em procedimentos com registros e encaminhamentos em conjunto com pais, alunos, professores e funcionários. Os momentos de formação, nem sempre contribuíram para mobilizar as práticas dos professores e da escola. Observou-se quem alguns momentos foram de ruptura com o processo de reflexão. Mas, estas oscilações no processo foram significativas nas retomadas das discussões porque fortaleceram as práticas que necessitavam ser consolidadas no PPP da unidade escolar. Como enfoque principal a sensibilização e a reflexão a respeito da necessidade de mudar práticas em relação ao aprendizado dos educandos que ocorrem na sociedade. A escola produz e reproduz princípios, valores, sentimentos. É o lugar das interações. Ela não é o único espaço de aprender, mas também se constitui num significativo espaço de elaborar, reelaborar, discutir, ampliar e interagir com os conhecimentos. Por isso cumpre-se ressaltar a importância deste momento, nesta unidade escolar que se propõe a discutir sobre as possibilidades de melhorias.

14


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

III. ANÁLISE E REFLEXÃO DAS AVALIAÇÕES REALIZADAS PELA EQUIPE ESCOLAR NO ANO DE 2012. INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO ESCOLAR. A avaliação da escola foi feita baseada no documento dos Indicadores de Qualidade da Educação feita na reunião pedagógica de novembro de 2012. A forma da avaliação também seguiu a orientação do documento. Abaixo seguem as conclusões construídas pela equipe escolar divididas pelas Dimensões.

3.1 DIMENSÃO: AMBIENTE EDUCATIVO Indicadores

1-Amizade e solidariedade

2 – Alegria

3 – Respeito ao outro

Ações

Discussões através de rodas de conversas, conversas pontuais Expresso Lazer, estudo do meio, atividades organizadas na semana da criança, atividades de artes e oficinas com o tempo de escola Atividades com jogos com regras nos momentos de recreação dirigida, com discussão de temas em sala de aula,

Evidências

Indicativos para 2013

Positivas

Melhoria nos comportamento s

Dar continuidade às ações

Oportunas e adequadas às necessidades dos alunos

Satisfação dos alunos demonstrada nas avaliações realizadas pelos mesmos em reunião com os representantes de sala

Dar continuidade às ações e acrescentar espetáculos para todos alunos pela secretaria da Educação

Análises

Positivas, mas há necessidade de implementação das atividades desenvolvidas na recreação dirigida

Ainda precisa melhorar as práticas recreativas no trabalho dos inspetores

Continuidade da formação sobre recreação com os inspetores iniciada neste ano Reorganização das atividades 15


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

4– Combate à discriminação

atendimentos individualizados aos alunos/ famílias através da mediação de conflitos/concilia ção nos momentos que foram necessários. Formação em HTPC com enfoque na evolução da infância e o ECA em relação aos artigos que influenciam no trabalho pedagógico desenvolvido na escola.

Positivas, mas há necessidade de continuidade das discussões com os pais e alunos

Melhor reflexão sobre as práticas pedagógicas

Continuidade da formação e discussões com demais seguimentos da escola

Ainda observamos o uso da violência entre os alunos na resolução dos conflitos

Implantação de mais um espaço de discussão

Idem ao item 4

Idem ao item 4

5– Disciplina e Tratamento adequado aos conflitos que ocorrem no dia-adia da escola-

idem ao 3

Positivas, mas precisamos implementar outros espaços de discussão com os alunos

6 – Respeito aos direitos das crianças e dos adolescentes

Idem ao 4

Idem ao item 4

16


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

3.2 DIMENSÃO: PRÁTICA PEDAGÓGICA E AVALIAÇÃO Indicadores

Ações

Análises

Evidências

Indicativos para 2013

1-PPP definido e conhecido por todos

Todos têm conhecimento da PPP, pois o mesmo é enviado via internet para todos os membros da Unidade Escolar; -Imprimir o PPP para que todos tenham acesso dentro da Unidade Escolar.

-Implantar o PPP no Blog da escola para que a comunidade escolar possa acessá-lo.

2 - Planejamento

-O PPP foi revisitado em momentos formativos com a participação de todos os segmentos da escola.

-Manter esta ação com envolvimento de todos os segmentos.

4 –Prática pedagógica inclusiva

Observamos a importância de revisitar este documento, pois é possível verificar o percurso da escola, bem como manter ações e traçar outras. -Devido à Acompanhamento demanda da de alguns alunos escola, nem juntamente com a sempre foi EOT; possível

-Manter uma regularidade de encontros com os professores 17


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

5 – Formas variadas e transparentes de avaliação dos alunos

-Encontros com a professora da Sala de Recurso; -Encontro com professores para orientações quando necessário de questões pedagógicas, atitudinais, comportamentais e de saúde. -Além das provas externas a escola também realiza avaliações de forma sistematizada com objetivo de verificar quais conteúdos necessitam ser retomados.

manter uma regularidade de encontros com os professores da Sala de Recurso.

-Diante das avaliações os professores quando necessário retomam determinados conteúdos; -As avaliações também dão indicativos da necessidade de flexibilizar o currículo para alguns alunos. 6 – Monitoramento da Foi realizado pela -Tanto através prática pedagógica e da coordenação do AANA, bem aprendizagem dos alunos através da/do: como dos conselhos de Acompanhamento ano ciclo foi de metas e ações observado

da Sala de Recursos;

Nos conselhos de ano ciclo foi observado o progresso de vários alunos diante das ações mencionadas anteriormente.

-Os professores mencionaram que gostariam de ter formação sobre a auto avaliação em 2013.

-Manter e ampliar estas ações.

18


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

determinados no PPP, referentes ao plano de formação; -Leitura do plano de ação do professor; - Orientações referentes aos objetivos da ficha de rendimento com devolutivas; -Atendimento individual aos professores; Indicação de livros e materiais relacionados às áreas de conhecimento -Atendimento e entrevistas aos alunos e pais; Acompanhamento do Programa de Apoio à aprendizagem

uma melhora de aprendizagem, principalmente dos alunos com mais dificuldades.

3.3 DIMENSÃO: ENSINO E APRENDIZAGEM DA LEITURA E ESCRITA Indicadores

Ações

Análises

Evidencias

Indicativos para 2013

1–

-Formação específica

Observamos que esta

-Quadro do AANA:

-Manter e 19


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Orientações para alfabetização inicial implementa las

para os professores das primeiras e segundas séries para avaliar quais atividades eram mais pertinentes para cada hipótese de escrita; -Utilização do material Trilhas.

2– Existência de práticas alfabetizador as na escola

A prática alfabetizadora é observada na atividade permanente de leitura, no uso de textos de diferentes gêneros, bem como atividades voltadas para a reflexão do sistema de escrita.

3 – Atenção ao processo de alfabetização

-Acompanhamento por parte das coordenadoras em relação ao avanço dos alunos nas hipóteses de escrita através da leitura das sondagens. Com devolutivas

ação foi positiva se compararmos o AANA dos 1º e 2º anos de 2011 e 2012.

2º ano inici al Fev. l 11 Dez. 12

Pré

SS V

SC V

SA

A

9

1

12

14

119

2

-

1

1

137

1º Ano inicial Dez. 11 Dez. 12

Pr é 9 -

SS V 1 -

SC V 12 6

SA

A

14 14

126 171

-Quadro ao lado.

Como já foi mencionado anteriormente os dados do AANA indicam melhora na questão das práticas de alfabetização, inclusive do 2º ano.

-Um dos objetivos era - O quadro do AANA. melhorar a percentagem de alunos alfabetizados ao final do 1º e 2º anos. Pelos resultados do AANA entendemos que este objetivo foi

ampliar as ações citadas.

-Destacar novamente a importância da atividade de leitura permanente para o processo de alfabetizaçã o, bem como o uso de diferentes gêneros no ciclo inicial. -Manter as ações mencionada s.

20


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

quando necessário; atingido. -Acompanhamento da alfabetização através do caderno de planejamento; -Entrevista com alunos para verificar sua dificuldade de leitura e escrita por parte da coordenação para sugerir atividades. -Por conta de haver um número considerável de alunos não alfabetizados no segundo ano, para estes alunos foi indicado o Programa de Apoio a Aprendizagem 4– Ampliação das capacidades de leitura e escrita dos alunos

-Em 2011 foi abordado em momentos formativos a relação da atividade permanente de leitura com a alfabetização e que através dela ao entrar em contato com diferentes gêneros o aluno pode ampliar suas capacidade leitora e escritora. -Análise dos resultados da Provinha Brasil com

-Isto foi observado no AANA deste ano, em que o número de alunos não alfabéticos caiu consideravelmente se comparado ao ano anterior. Observe a tabela: 1º Ano inicial 11 12

Pr é

SS V

SC V

SA

A

9 -

1 -

12 6

14 14

126 171

-Incorporar no Plano de Curso de 2013 os indicativos observados da análise da Provinha Brasil.

21


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

encaminhamentos para 2013. -Leitura de textos referentes à alfabetização. -Formação específica para os professores das primeiras e segundas séries para avaliar quais atividades eram mais pertinentes para cada hipótese de escrita; 5 – Acesso e bom aproveitamen to da biblioteca, dos equipamento s de informática e da internet

-Todas as turmas têm dentro da grade têm um horário para uso da BEI, Laboratório e Net books;

Em relação ao aproveitamento dos espaços mencionados houve um prejuízo, inclusive observado pelos professores, pois iniciamos o ano sem um Agente de Biblioteca. Posteriormente foi mandada uma oficial de escola. Em certo momento ela saiu para assumir seu posto, ficando a Biblioteca novamente sem um Agente. Somente em 2 de outubro foi encaminhado para esta Unidade Escola

-Em momentos formativos, vários professores se queixaram da falta um responsável na BEI.

- solicitar mais um profissional para a BEI(agente de biblioteca)

22


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

outro Oficial. Desta forma avaliamos que o trabalho desenvolvido neste espaço ficou prejudicado, pois nem sempre a coordenação por conta de outras demandas conseguiu atuar neste espaço. 6– Existência de ações integradas entre a escola e toda a rede de ensino com o objetivo de favorecer a aprendizage m da leitura e da escrita

-Encontros formativos referentes ao material Trilhas; -Encontros formativos com a Orientadora Pedagógica (Olimpíadas da Língua Portuguesa; estudo sobre os critérios de classificação para o 3º ano inicial e Museu da Pessoa);

-A SE tem aderido a diferentes programas. Em alguns a escola é obrigada a participar. Entendemos a importância destes programas, porém nem sempre os mesmos são apresentados no início do ano. Por conta disso, tanto professores, como a coordenação no mês de fevereiro organizam o seu plano de curso sem levar em conta estes programas. Sugerimos então, que sejam apresentados no início do ano.

-Antecipar estes programas, para que os mesmos já sejam incorporado s no plano de curso da escola.

3.4 DIMENSÃO: GESTÃO ESCOLAR DEMOCRÁTICA 23


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Indicadores

Ações

Análises

Evidencias

Indicativos para 2013

1- Informação democratizada

Mandar bilhetes e informativos sobre os investimentos e ações realizadas na escola

positiva

Maior participação dos pais nos trabalhos desenvolvidos pelos alunos, eventos, reuniões de pais

negativa

Não participação efetiva dos membros

Idem ao 1

Idem ao 1

Manter atualizados os painéis, canais de comunicação com os pais e comunidade: escrito/oral(estimulo à participação pelos professores, informações aos alunos às sextas feiras(horário do hino nacional) Estimular a participação dos pais no conselho de escola na 1ª reunião realizando a eleição Idem 1

2 – Conselhos Escolares atuantes

Reuniões com convite e ligações individuais para confirmar a presença 3 – Participação efetiva Idem ao 1 de estudantes, pais, mães e comunidade em geral 4 – Acesso, compreensão e uso dos indicadores oficiais de avaliação da escola e das redes de ensino.

Elaboração do positiva PPP pelos professores no formato da avaliação dos indicadores de qualidade em educação(IQE)

Maior envolvimento/clareza das ações presentes no PPP

Observar as avaliações realizadas ao final do ano letivo e traçar objetivos a serem realizados em 2013 em relação aos indicativos presentes neste instrumento 24


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

5 – Participação em programas de repasse de recursos financeiros

PDDE

negativo

Dificuldades/burocracia

Continuidade nas orientações mais pontuais em relação ao uso dos recursos financeiros através dos e mails

3.6 DIMENSÃO: AMBIENTE FÍSICO ESCOLAR Indicadores

Ações

Análises

1-Itens fundamentais para o ambiente físico escolar

Conserto do positiva parque Troca das descargas de toda a escola Recolocação de todos azulejos dos banheiros dos alunos Iluminação interna e externa com troca de reatores e lâmpadas de toda escola, colocação da trava elétrica nas portas de acesso à escola,

Evidencias

Indicativos para 2013

Maior conforto aos alunos e funcionários da escola

- reforma do ateliê,do inforede Construção da secretaria/diretoria na entrada da escola para oportunizar melhor atendimento às famílias, Construção do teatro de arena para melhorar o acolhimento das famílias nos eventos da escola Colocação de uma cobertura de policarbonato para acolher as famílias Aquisição de novo aparelho de ar condicionado do 25


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

solda nos pés das mesas dos refeitórios e reforma dos portões

laboratório Troca de cortinas de toda escola Colocação de quadros decorativos para os espaços Confecção do jardim lateral da escola

3.7 DIMENSÃO: ACESSO E PERMANENCIA DOS ALUNOS NA ESCOLA Indicadores

Ações

Análises

1-Atenção especial aos alunos que faltam

Acompanhamento das faltas através da conferência dos diários nas situações que os professores solicitam conforme as orientações recebidas de avisar a partir da terceira falta consecutiva e/ou faltas sem justificativa Não temos alunos evadidos

Positiva, mas Diminuição de houve na faltas dos região um alunos deslocamento da população do entorno da escola para o conjunto habitacional Três Marias

Realizar uma campanha de conscientização da importância da regularidade da presença dos alunos na escola

positiva

Manter as ações realizadas em 2012

Atendimento aos

positiva

2 – Preocupação com o abandono e a evasão

3 – Atenção especial

Evidencias

A comprovação por gráficos, dados obtidos nos diários Não houve

Indicativos para 2013

Iniciar o apoio 26


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

aos alunos com alguma defasagem de aprendizagem

alunos com indicação para o apoio pedagógico no horário regular, acompanhamento do plano de ação com as indicações/sugestões de atividades para os alunos com dificuldades de aprendizagens aos professores nos horários de planejamento/ atendimentos individualizados

faltas ao apoio pedagógico no inicio do primeiro trimestre. Ter a possibilidade de fazer a indicação dos professores do PAA pela escola

IV. CARACTERIZAÇÃO E PLANOS DE AÇÃO PARA OS SEGMENTOS DE ATUAÇÃO DA ESCOLA 1 – Caracterização da Comunidade A pesquisa socioeconômica da comunidade dá indicativos das transformações ocorridas na comunidade e quais impactos que podem ocasionar no trabalho pedagógico desenvolvido pela escola. Ao analisarmos os dados obtidos na pesquisa podemos observar que:  a maioria da comunidade atendida pela unidade escolar é originária de outros estados. Consequentemente, observamos o pluriculturalismo na escola: costumes, hábitos, caraterísticas que devem ser consideradas nos momentos de planejamento na escola. É importante observar também como esta população compreende o processo de construção dos conhecimentos na escola. Em relação ao grau de instrução é possível inferir que 78% conseguem acompanhar a escolaridade dos filhos; a situação econômica das famílias também é favorável com 60% da população atendida com condições melhores de vida oportunizada pelo trabalho. 27


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Porem, mesmo com estes dados que indicam as condições favoráveis socioeconômicas verificou que a escola tem realizado constantes intervenções, trabalhos e ações que busquem envolver as famílias. Precisamos identificar quais os movimentos que favorecem a corresponsabilidade das famílias no processo de ensino aprendizagem. Fizeram parte das discussões do PPP as diferentes formas de envolvimento das famílias tendo em vista as crescentes dificuldades em trazer as famílias mais intensamente à participação refletindo sobre os momentos que os pais possam ser inseridos.

REGIÃO Norte Nordeste Sul Sudeste Centro-oeste Não responderam TOTAL

ESCOLARIDADE Analfabeto Ensino fundamental incompleto Ensino fundamental completo Ensino médio incompleto Ensino médio completo Superior incompleto Superior completo Não responderam TOTAL

Tabela 1: Região de Nascimento dos pais dos alunos da unidade escolar. PAI (%) MÃE (%) TOTAL (%) 15 12 13,5 27 28 27,5 7 6 6,5 36 39 37,5 3 3 3 12 12 12 100 100 100

Tabela 2: Grau de escolaridade dos pais dos alunos da unidade escolar. PAI (%) MÃE (%) TOTAL (%) 2 3 2,5 34 24 29 9 7 8 9 12 10,5 34 45 39,5 5 5 5 4 4 4 3 0 1,5 100 100 100

28


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

PAI (%) 59

Tabela 3: Pessoas que trabalham na família dos alunos da unidade escolar. MÃE (%) OUTROS (%) 59 9

Tabela 4: Situação da moradia das famílias dos alunos da unidade escolar. SITUAÇÃO DA MORADIA Frequência (%) 36 39 21 3,5 0,5 TOTAL 100

Própria Alugada De familiares Outros Não responderam

Tabela 5: Condição de saneamento básico nas residências das famílias dos alunos da unidade escolar. LUZ (%) ÁGUA ENCANADA (%) REDE DE ESGOTO (%) 89 94 87

TV (%) 96

Tabela 6: Formas de acesso às informações RÁDIO (%) INTERNET (%) JORNAL (%) 62 64 44

OUTROS (%) 5

Tabela 7: Forma de participação/acompanhamento na vida escolar do aluno. PARTICIPAÇÃO NA VIDA ESCOLAR DO FILHO Reuniões de pais Conversas com professores Comparecimento à escola APM / Conselho de escola

Frequência (%) 93 61 51 4 29


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Tabela 8: Acesso ao lazer. ACESSO AO LAZER Clube Parques Cinema Praças públicas Outros

Frequência (%) 15 57 35 81 9

Tabela 9: Outras atividades no período contrário da aula. ACESSO AO LAZER Frequência (%) Programa Tempo de Escola 29 Não participa 58 Outros 9

30


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

2 – Comunidade Escolar 31


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Varal Varal de poesias no dia do Sarau, no sábado letivo de 2011. Leitura de poesias por uma mãe.

32


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

2.1 – Caracterização da Comunidade Escolar A comunidade escolar é caracterizada pela população que ocupou os loteamentos dos antigos sítios existentes na região do bairro Dos Casa: bairro Jardim Ipê, bairro Jardim Detroit, vila Carminha, vila Vitória, Santa Mônica, Parque Veneza, Sítio Bom Jesus, Jardim Pantanal, Parque das Flores, bairro Jardim Central e Jardim Ipanema. Havia também as ocupações irregulares, com moradias insalubres nas áreas de mananciais. Esta população foi transferida a partir do segundo semestre de 2011 para o Conjunto Habitacional Três Marias. Observam-se alterações no bairro em face destas mudanças. Esta migração trouxe para a região, alterações econômicas e sociais. A escola também é atingida por este impacto, no atendim ento às famílias e as demandas das aprendizagens dos alunos, de forma mais qualificada, pois houve a redução do número de alunos na e scola. O entorno da escola também é caracterizado pela existência de engajamento político de grupos como ong’s, associações e entidades que promovem no bairro o envolvimento da população na luta pela aquisição de direitos civis e busca pelas melhorias da qualidade de vida. A cada ano, observamos novos desafios com relação aos vínculos com as famílias que precisam ser sempre re sgatadas tendo em vista as dificuldades para envolver os pais dos novos alunos. Todos os anos, há uma retomada dos conteúdos relacionados à uni dade escolar tendo em vista a necessidade de inserção das famílias no contexto do trabalho educacional desenvolvi do na escola para que todos estejam inseridos e estejam envolvidos com as propostas de trabalho pedagógico. A unidade escolar atende a uma população residente, a maioria nos Bairros Detroit, Ipê e bairros vizinhos. Conforme a pesquisa há um crescente nível de instrução, o que favorece o acompanhamento das aprendizagens dos alunos, mas observamos que as exigências da sociedade: trabalho, falta de tempo, pouco tempo para momentos em família dificultam o acompanh amento das atividades escolares. As mídias também têm alterado o contexto da escola, que vê no seu papel a necessidade de ser resignificado e atribuído um sentido mais articulado com as demandas atuais. Vivemos atualmente a crise do sentido da forma como a escola foi institucionalizada. Esta crise se revela em toda sociedade como um todo. Temos muitos desafios em relação a nossa clientela; se, por um lado, vivemos e somos afetados pelas demandas modernas, observa – se ainda origem dos pais das regiões nordeste e sudeste, o que supõe uma investigação sobr e os motivos da migração para São Paulo. Nestes casos, suscita que o sentido da escola precisa ser construído. Observamos nestes casos que as famílias se beneficiam do convívio com outros modelos de organização de rotinas e de acesso como um todo a bens e serviços ofertados pelo poder público municipal. Neste sentido, a escola tem sido grande parceira das famílias na conquista de seus direitos civis e do seu papel principal em relação às aprendizagens. .

33


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Apreciação das crianças dos livros adquiridos na FELIT de 2011.

34


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

2.2- Plano de Ação para a Comunidade Escolar Projeto “Sacola literária” JUSTIFICATIVA Conforme discussão coletiva do PPP, realizada com a participação de todos em 2013 e análise dos documentos que evidenciam as dificuldades em trazer as famílias para participarem da vida escolar de seus filhos. Há evidencias através dos atendimentos que realizamos às famílias das dificuldades em relação a organização das rotinas em casa que contemplam um horário destinado aos estudos e à leitura. OBJETIVOS ESPECÍFICOS:    

Sensibilizar as famílias da importância a leitura; Envolver as famílias na construção do PPP da escola; Melhorar as aprendizagens dos alunos que têm dificuldades na leitura e escrita. Resignificar para os pais o trabalho pedagógico da escola.

AÇÕES PROPOSTAS:     

Vídeo a respeito da participação das famílias na 2ª reunião de pais (03/05/2013). Planejamento do evento – (30/04/2013) – com foco na ampliação da participação dos pais nas atividades da escola; Formulação de gráficos que demonstram a ampliação da participação dos pais; Apresentação dos resultados às famílias a partir da 3ª reunião de pais. Divulgação dos trabalhos pedagógicos realizados na escola.

RESPONSÁVEIS:  Professores, equipe de gestão, funcionários;  Alunos;  Pais

35


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

PERIODICIDADE:  2º e 3º trimestre  Evento com a comunidade (sábado letivo) - 29/06 – Sarau; - 30/11 – apresentação com o Tempo de Escola

2.3 – Avaliação do Plano de Ação da Comunidade Escolar  Questionário de satisfação a respeito dos resultados das atividades;  Avaliação (IQE)  Conselhos de ano/ciclo.

36


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Apresentação de dança do Carimbó pelas crianças do segundo ano / ciclo inicial no sábado letivo.

37


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

3 – Equipe Escolar 3.1- Professores 3.1.1 – Caracterização O quadro dos professores está na página 9. Atendendo à normatização da Secretaria de Educação e às necessidades formativas dos professores, reorganizamos os horários de HTPC e os grupos. Temos 2 grupos que estão organizados, o primeiro às segundas-feiras, das 18h40 às 21h40 e o segundo, às terças-feiras, das 18h40 às 21h40, seguindo os critérios de organização da Resolução nº 02 / 2013 para o atendimento as necessidades formativas individuais e coletivas dos professores, além de viabilizar o melhor acompanhamento de suas práticas em sala de aula. O primeiro grupo é composto por 5 professores que tem duas matriculas na unidade e o segundo grupo é composto pelos 28 docentes. O professor da EJA tem o HTPC das 15h às 18h nas segundas feiras. Os momentos de HTPC são muito significativos na construção do projeto político pedagógico e esta organização visa a melhor qualificação profissional de nossos professores para viabilização da qualidade do ensino nesta unidade escolar. As reuniões pedagógicas, os conselhos ano/ciclo serão realizadas conforme o calendário homologado. Em avaliações anteriores, a equipe de professores apontou como necessária a manutenção do tempo para planejamento (1h30’), considerando as possibilidades de discussão coletiva e os avanços dos alunos. 3.1.2 – Plano de Formação para os Professores Para definirmos as necessidades formativas é necessária analisar quais são as concepções de aprendizagem e de criança que estão permeadas as práticas dos professores. Atualmente há uma transformação tecnológica veloz e incompatível com a trajetória do trabalho na escola. Os alunos aprendem cada vez mais cedo a dominar as novas tecnologias, mas ao ingressar na escola parece não se interessar pelos conhecimentos curriculares; Diante de tais desafios, quais são as discussões que devem fazer parte dos momentos formativos com os professores? As observações do cotidiano nos levam a algumas convicções.  A escola não é a única forma de acesso aos conhecimentos;  Os recursos tecnológicos podem ser mais amplamente explorados para acessar os conhecimentos;  Os alunos precisam ter a autonomia em trabalhar com gêneros que têm mais facilidades ou que gostem;  É necessário criar na cultura escolar, hábitos de estudo, de leitura que favoreçam o trabalho pedagógico na escola;  Estimular a reflexão sobre como as crianças aprendem;  Estimular relação mais democrática entre professor-aluno, professor (comunidade escolar) na gestão do conhecimento.

38


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Objetivos:       

Fortalecer o papel da escola como mediadora de conhecimentos; Estimular a reflexão a respeito sobre como o aluno aprende; Estimular o fortalecimento dos vínculos professor/ aluno, comunidade escolar que contribuam para melhoria nas aprendizagens dos alunos; Estimular os professores a trabalharem com gêneros variados; Ampliar a utilização da tecnologia educacional para oportunizar avanços nas aprendizagens; Investir no processo de progressiva autonomia na gestão do conhecimento. Incentivar outras iniciativas de leitura com objetivo de apresentação para outros colegas, outras classes e nos eventos da escola; CRONOGRAMA DOS HTPC´s 18/02  Revisão do Plano Anual.

26/02  Revisão dos gêneros a serem trabalhados em 2013.  Ortografia por ano/ciclo.

FEVEREIRO

MARÇO

ABRIL

MAIO

05/03 CONCLUSÃO DA:  Revisão do Plano Anual.  Objetivo do trimestre. 02/04 FORMAÇÃO  Autoavaliação.

12/03  Fiscalização dos objetivos do 1º trimestre.

09/04  Elaboração de modelos de autoavaliação.

07/05  Devolutivas dos Conselhos.  Metas/Ações – PPP 2013.  Indicativos 2012.

14/05  Planejamento do evento – 29/06.  Objetivos do trimestre.

19/03 

FORMAÇÃO Datas comemorativas.

16/04  Socialização dos subgrupos – PPP 2013.

30/04  Orientações para a reunião de pais.

21/05

28/05 FORMAÇÃO  Base decimal.

 

FORMAÇÃO Jogos matemáticos. Situações-problema.

39


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Junho

04/06 Objetivos do trimestre Organização do Sarau: organização do tempo

Julho

02/07 Avaliação do Sarau

Agosto

Setembro

Outubro

Novembro

Dezembro

06/08 Formação com Corpo de Bombeiros – Primeiros Socorros 03/09  Devolutiva dos conselhos  Orientação para as atividades do Expresso Lazer. 02/10 Estudo da inferência na produção de textos. 05/11 Sistematização dos conteúdos estudados referentes à inferência na produção de textos.

03/12 Semana de conselho/ano/ciclo

11/06 Objetivos do trimestre Organização do Sarau: discussão das propostas

18/06 Objetivos do trimestre Organização do Sarau: organização do tempo

25/06 Organização do Sarau: finalização para o dia 29/06.

23/07 Jogos matemáticos: origem, conceitos, definições

30/07 Jogos matemáticos: trabalho em grupo

13/08 Pré conselho ano / ciclo

20/08 FERIADO

27/08 Semana de conselho/ano/ciclo

10/09 Análise de atividades matemáticas da professora Kathia Stocco

17/09 Produção de uma atividade de matemática por ano/ciclo

24/09 Sistematização dos conteúdos trabalhados em jogos matemáticos.

08/10 Estudo da inferência na produção de textos. 12/11 Avaliação dos conteúdos trabalhados na formação no ano: datas comemorativas, auto avaliação, matemática e inferência. 10/12 Devolutiva dos conselhos

15/10 Estudo da inferência na produção de textos. 19/11 Orientações sobre relatórios, portfólios, encaminhamentos e cronogramas de final de semestre.

22 e 29/10 Produção de atividade para fazer na sala 26/11 Pré conselho ano / ciclo

19/12 Encerramento do semestre

40


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

3.1.3 – Avaliação do plano de formação para os Professores A avaliação será realizada ao final de cada trimestre, tendo como referência alguns instrumentos metodológicos: portifólio do aluno, plano de ação e de curso, caderno dos alunos, objetivos da ficha de rendimento entre outros. A partir da apreciação destes instrumentos os dados observados serão organizados e apresentados em um momento formativo com encaminhamentos e ações. 3.2 – Auxiliares em educação 3.2.1- Caracterização dos Auxiliares em Educação

Nesta unidade escolar contamos com duas auxiliar em educação de 40 horas que desenvolve atividades de apoio à professora com crianças com necessidades especiais com dependência física que necessita de auxílio referente aos cuidados básicos como alimentação, higiene pessoal e acompanhamento à rotina.

Nome

Renata Garcia de Oliveira Arlete Batista Claro da Silva

Situação funcional

Escolaridade Tempo na PMSBC

Tempo na escola

------

1 ano

1 ano

----------------

2 anos

2 anos

Graduação

Pós-graduação

efetivo

Cursando Pedagogia

efetivo

Ensino Médio

Observação

3.2.2- Plano de formação para os Auxiliares em Educação Justificativa:

41


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

A chegada de um novo profissional para apoio e cuidados para realizar a educação inclusiva cria a necessidade de discutir suas atribuições e tarefas na unidade escolar. Objetivos gerais: - Discutir as atribuições do auxiliar de educação como apoio aos cuidados com higiene, locomoção e alimentação de aluno com deficiência e seu apoio para organização do espaço, materiais para realização de atividades. Objetivos específicos:  Sistematizar ações e práticas da Unidade Escolar,  Esclarecer sobre propostas de trabalho visando o apoio às atividades pedagógicas (organização do material, espaço, locomoção) desenvolvidas pela escola visando atender a todos. Estratégias:  Orientações em reuniões com a equipe gestora e professora de AEE Responsáveis:  Equipe Gestora e professora de AEE 3.2.3 - Avaliação do plano de formação para os Auxiliares em Educação  Em entrevista individual e observação da prática

3.3 – Funcionários 3.3.1- Caracterização dos Funcionários 42


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

O grupo de funcionários da unidade escolar é formado por 3 oficiais, 8 auxiliares de limpeza e 3 inspetores. Os quadros com os nomes dos funcionários da unidade estão nas paginas 7 e 8. Todos participam das discussões coletivas como elaboração do PPP, nas reuniões pedagógicas previstas no calendário e reuniões de segmentos para divisão de tarefas. Há um envolvimento com as propostas de trabalho pedagógico, com a organização e encaminhamentos necessários à viabilização e desenvolvimento do trabalho.

3.3.2- Plano de formação para os Funcionários JUSTIFICATIVA: Considerando as necessidades:  Inserção de todos os funcionários nas discussões da unidade escolar;  Sistematização de ações e práticas do trabalho pedagógico;  Participação das decisões coletivas. OBJETIVOS GERAIS:  Ampliar a participação dos funcionários no processo de decisões da unidade escolar;  Inserir o grupo de funcionários no processo de discussão do PPP OBJETIVOS ESPECÍFICOS:  Sistematizar ações e práticas da Unidade Escolar, com todos os funcionários da unidade escolar;  Esclarecer sobre propostas de trabalho pedagógico desenvolvido pela escola e rede. ESTRATÉGIAS:  Levantamento com o grupo sobre propostas de socialização das discussões ocorridas com a equipe de professores;  Pesquisa de opiniões;  Avaliações semestrais; RESPONSÁVEIS:  Equipe Gestora 43


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

3.3.3 - Avaliação do Plano de Formação para os Funcionários A avaliação do plano de ação do trabalho dos funcionários será realizada anualmente a respeito da ampliação da participação dos mesmos, nas decisões coletivas do trabalho pedagógico da unidade escolar. Ao final do ano letivo serão realizadas avaliações de todos segmentos da unidade escolar bem como a possibilidade dos funcionários/professores se avaliarem em seu processo das aprendizagens e avanços pessoais.

4 – Conselhos 4.1- Conselho de Escola 4.1.1 – Caracterização do Conselho de Escola O conselho de escola é um órgão colegiado que se caracteriza pela participação de funcionários e pais para a discussão de problemas da unidade escolar, com o papel de estimular a participação dos membros, dar voz aos membros da unidade escolar na tomada de decisões. Há a necessidade de aprofundamento das discussões sobre a identidade deste órgão colegiado na Unidade Escolar sobre o papel do conselho da escola. Ações propostas:  Reuniões mensais;  Encontros com equipe da SE; Responsáveis: Equipe de gestão e membros Mandato 01 de abril a 31 de março do ano subsequente. 4.1.2 – Plano de ação do conselho de escola 44


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Coordenador Secretário Membro Membro Membro Membro Suplente Suplente

Segmento (professores, pais de alunos, funcionários) Diretora PAD Auxiliar de Limpeza Mãe de aluno Mãe de aluno Mãe de aluno Coordenadora Oficial de Escola

Lílian Campos Barbosa Cristina Fares de C. Pereira Maria de Lourdes O. Reis Francisca Pereira da Silva Erenice Pereira Souza Fátima Regina da Silva Rosilda Ap. de Brito Oliveira Chryslene Marcelino Pereira

Suplente Suplente Suplente Suplente

Inspetor de Alunos Mãe de aluno Mãe de aluno Mãe de aluno

Nilson da Silva Mollina Creusa Rodrigues Pego de Souza Maria Goreth Feitosa Maria Aparecida Filha Chaves

Cargos

Nome

Endereço

Telefone

Av. Ipanema, 24 Rua das Carnaubeiras, 55 Rua dos Jacarandás, 177 Rua Min. Nelson Hungria, 297 Rua: São Francisco, 137 Pass. Dom Helder Câmara, 140 Rua Jutibuca, 73 Rua Afonso de Albuquerque, 276 Rua Doze de Outubro, 157 Rua dos Sobreiros, 83

4342-4013 4356-2451 4352-8229 4342-4438 4109-5313 4336-2597 2331-7130 4357-7270

Rua Laura, 82

4352-6535

4352-1274 4109-4318

Em atendimento ao princípio de gestão democrática e às diretrizes da Secretária da Educação, o trabalho com o Conselho de Escola e Associação de Pais e Mestres no ano de 2012, objetiva-se a:   

Desenvolver encontros formativos com os membros do conselho; Redefinir o papel do conselho nesta unidade escolar à luz das discussões da rede de São Bernardo do Campo; Ampliar a participação dos membros do conselho em relação às decisões tomadas na escola.

4.1.3 – Avaliação do Plano de Ação do Conselho de Escola  Avaliação da comunidade;  Avaliação anual com os membros do conselho sobre o trabalho desenvolvido.  pesquisa de opiniões; 45


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

questionários.

5 - Associação de Pais e Mestres 5.1. Caracterização da Associação de Pais e Mestres

APM da:

EMEB "Ari Lacerda Rodrigues"

CNPJ:

05943589/0001-85

Endereço:

Passagem Primeiro de Maio, 180, Jardim Alvorada, São Bernardo do Campo, S.P.

Mandato:

de 1º de abril de 2013 a 31 de março de 2014

NOME Lílian Campos Barbosa Sueli Nascimento da Silva

CONSELHO DELIBERATIVO

Manoel Emílio Pereira Elaine Cristina Silva Santana Maria Aparecida Caffeu Maria Valda Pauline Farias Eleni de Jesus Santos

DIRETORIA EXECUTIVA

NOME

CARGO Presidente

CATEGOR IA

Membro

Diretor da escola Pai ou mãe de aluno Pai ou mãe de aluno Pai ou mãe de aluno Pai ou mãe de aluno Pai ou mãe de aluno

Membro

Professor

Primeiro Secretário Segundo Secretário Membro Membro

CARGO

CATEGOR IA

RG

CPF

27.118.624-0

674.429.786-49

56.201.198-5

024.097.734-35

22.352.359-8

061.039.618-82

594.824-1

052.814.284-46

17.674.584-1

108.004.028-13

38.649.670-5

253.235.528-08

24613607-8

233.239.815-53

RG

CPF

TEL. 4342-4013

RUA OU AVENIDA

4109-2155

Rua: Perola Rua: Ministro Frederico Barreto Rua: Rio Grande do Sul

96349-5638

Rua: José Copeinski

4355-8230

Rua: José Copeinski

4352-9447

Rua: dos Abetos Rua: Prof. Antonio Seixas Leite Ribeiro

4342-8385

96453-0318

TEL.

RUA OU AVENIDA

NU M.

COMPL .

BAIRRO

45

Ipanema

504

Jd. Do Lago

32

Vila Carminha

129

Jd. Detroit

35 70 34

bl 169ap 25

NU M.

COMP L.

CEP

CID AD E

09841-540

SBC

09840-550

SBC

09840-110

SBC

09840-470

SBC

Jardim Detroit

9840470

SBC

Jd. Ipê

09840-190

SBC

Jd. Alvorada

09840770

SBC

BAIRRO

CEP

CID AD 46


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

E Soraya da Silva Costa Márcio Pereira dos Santos Aritna Célia Niebel Santos Petrolínio Antunes Dias Eleni de Almeida Araújo Josenilda Santos de Paiva

CONSELHO FISCAL

Diretor Executivo Vice Diretor Executivo Primeiro Tesoureiro Segundo Tesoureiro Primeiro Secretário Segundo Secretário

NOME

CARGO

Cristiane Borges da Silva

Presidente

Maria Clema Costa Renata Garcia de Oliveira

membro membro

Pai ou mãe de aluno Pai ou mãe de aluno Pai ou mãe de aluno Pai ou mãe de aluno Pai ou mãe de aluno Pai ou mãe de aluno

CATEGOR IA Professor Pai ou mãe de aluno Funcionário da escola

34.840.145-0

321.233.398-73

16.848.822

148.177.638-09

28.873.806-3

272.600.858-51

52.860.242

931.273.166-15

20.716.214-1

124.326.818-27

37.892.812-0

644.908.075-20

RG

96146-9721 3483-7061

Rua: das Palmas Rua: Simone de Beauvoir

4337-8739

Rua: Hematita

4109-8545

Av. Jerônymo Moratti

4109-1107

Rua Primeiro de Maio

99393-2618

Rua: Laura

CPF

2.382.268-x

192.594.868-40

50.401.433-X

736.861.313-15

33.351.613-8

312.981.018-83

TEL. 4345-2816 4109-3314 6179-1115

RUA OU AVENIDA Rua: Romildo Ceola Rua: Carlos Wunderlick Rua: Maria Margarida Alves

33

Jd. Ipê

09861-690

SBC

182

Vila Vitória

09846-200

SBC

83

Jd. Ipanema

9840020

SBC

325

Vila Carminha

09840-450

SBC

11

Vila Vitória

09846-020

SBC

88

Jd. Detroit

09840-468

SBC

NU M.

COMP L

BAIRRO

CEP

CID AD E

119

Ferrazópolis

09781-090

SBC

78

Jd. Detroit

09840-460

SBC

69

Vila Santa Mônica

09840-720

SBC

5.2. Plano de Ação da APM 

Administrar os recursos financeiros do convenio com a PMSBC e o PDDE.

5.3. Avaliação do Plano de Ação da APM 

Avaliação anual com os membros do conselho sobre o trabalho desenvolvido. 47


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

 

pesquisa de opiniões; IQE – Indicadores de Qualidade em Educação

V. ORGANIZAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO PEDAGÓGICO 1 – Objetivos  Lei 9.394, de 20/12/1996 – Lei de Diretrizes e Bases  Lei 11.274 de 06/02/2006 que altera a LDB com os artigos; - Art. 3º que altera a altera a redação do art. 32 da Seção III Do Ensino Fundamental; - Art. 5º que estabelece: “Os Municípios, Os Estados e o Distrito Federal, terão prazo até 2010 para implementar a obrigatoriedade para o Ensino Fundamental disposto no art. 3º desta lei e a abrangência da pré-escola de que trata o art. 2º desta lei.” Objetivo da Educação Básica  LDB: Título V – Dos Níveis e das Modalidades de Educação e Ensino Capítulo II Seção I Das Disposições Gerais “Art. 22º. A Educação básica tem por finalidade desenvolver o educando, assegurando-lhe a formação comum indispensável para o exercício da cidadania e fornecer-lhe meios para progredir no trabalho e em estudos posteriores.” Seção III Do Ensino Fundamental “Art. 32º. O ensino fundamental obrigatório, com duração de 09 (nove) anos, gratuito na escola pública, iniciando-se aos 6 (seis) anos de idade, terá por objetivo a formação básica do cidadão, mediante: I – o desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios básicos o pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo; II – a compreensão do ambiente natural e social, do sistema político, da tecnologia, das artes e dos valores em que se fundamental a sociedade; III – o desenvolvimento da capacidade de aprendizagem, tendo em vista a aquisição de conhecimentos e habilidades e a formação de atitudes e valores; IV – o fortalecimento dos vínculos de família, dos laços de solidariedade humana e de tolerância recíproca em que se assenta a vida social. ” 48


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

           

Lei Municipal nº 5309/2004 – Art. 3º. “O ensino será ministrado com base nos seguintes princípios: Igualdade de condições para o acesso e permanência na escola; Liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento, a arte e o caber; Pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas; Respeito à liberdade e apreço à tolerância; Coexistência de instituições públicas e privadas de ensino; Gratuidade do ensino público em estabelecimentos oficiais; Valorização do profissional da educação escolar; Gestão democrática do ensino público, na forma da lei; Garantia de padrão de qualidade; Valorização de experiência extraescolar; “Vinculação entre a educação escolar, o trabalho e as práticas sociais.”

EJA  LDB 9394/96 – seção V – art. 37 - § 1º “Os sistemas de Ensino assegurarão gratuitamente aos jovens e adultos que não puderam efetuar os estudos na idade regular, oportunidades educacionais apropriadas, consideradas do alunado, seus interesses, condição de vida e de trabalho, mediante cursos e exames.”.  Resolução CNE/CEB nº 1/2000 – Art. 5º, Parágrafo Único – “Como modalidade dessas etapas da” Educação Básica, a identidade própria da Educação de Jovens e Adultos, considerará as situações, os perfis dos estudantes na apropriação e contextualização das diretrizes curriculares nacionais e na proposição de um modelo pedagógico próprio de modo assegurar: I – Quanto à eqüidade, a distribuição específica dos componentes curriculares a fim de propiciar um patamar igualitário de formação e restabelecer a igualdade de direitos e de oportunidades face ao direito à educação; II – Quanto à diferença, a identificação e o reconhecimento da alteridade própria e inseparável dos jovens e dos adultos em seu processo formativo, da valorização do mérito de cada qual e do desenvolvimento de seus conhecimentos e valores; III – Quanto à proporcionalidade, a disposição e alocação adequadas dos componentes curriculares face às necessidades próprias da Educação de Jovens e Adultos com espaços e tempos nos quais as práticas pedagógicas assegurem aos seus estudantes, identidade formativa comum aos demais participantes da escolarização básica.”.  Parecer CNE/CEB 11/2000 “É por isso que a EJA precisa ser pensada como um modelo pedagógico próprio a fim de criar situações pedagógicas e satisfazer as necessidades de aprendizagem de jovens e adultos...”

2 – Levantamento dos Objetivos e Conteúdos por área de conhecimento 49


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Grade Curricular do Ensino Fundamental – Ciclo Inicial e II

Componentes Curriculares Língua Portuguesa História Geografia Matemática Ciências Naturais Educação Física Arte

1º ano Ciclo I 9 1 2 8 2 2 1

Carga Horária Semanal 2º ano Ciclo I 1º ano Ciclo II 9 8 2 1 1 2 8 9 2 2 2 2 1 1

2º ano Ciclo II 8 2 1 9 2 2 1

O Ensino Fundamental de 9 (nove) anos de duração, com ingresso aos 6 (seis) anos de idade, foi implantado nas escolas da Rede Municipal de Ensino a partir de 2010. Sendo assim, até este ano de 2013 manteremos os dois sistemas concomitantes assim organizados: 1º. 2º. e 3º ano do ciclo inicial e 1º. Ano do ciclo II do ensino fundamental de 9 anos, cujos objetivos e conteúdos constam neste documento. 2º. Ano do ciclo II do ensino fundamental de 8 anos, cujos objetivos e conteúdos constam neste documento, sendo que os objetivos e conteúdos dos anos anteriores foram apresentados nos Projetos Políticos Pedagógicos de 2010, 2011 e 2012.

Plano de Cursos mantidos pela Unidade Escolar Ensino Fundamental 50


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

1º ANO INICIAL LINGUA PORTUGUESA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS LEITURA  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Valorizar a leitura literária como fonte de apreciação e prazer;  Socializar as experiências de leitura;  Ler e reconhecer seu próprio nome;  Buscar estratégias de leitura com ajustes e realização de antecipações e inferências;  Demonstrar interesse no empréstimo de livros do acervo da classe e da biblioteca escolar, apropriando-se das regras de utilização da biblioteca e redes de informação. ORALIDADE  Que os alunos sejam

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

LEITURA Escuta de textos lidos pelo professor; Valorização da leitura literária como fonte de apreciação e prazer; Estudo com nome próprio; Realização de antecipações e inferências; Leitura de listas, cantigas.

ORALIDADE Reconto das histórias 

 

 

 

   

AVALIAÇÃO

LEITURA Levantamento de conhecimentos prévios; Leitura e interpretação de textos (individuais e coletivos); Estratégias de leitura; Leitura dirigida e compartilhada; Leitura pelo prazer de ler; Leitura de bons textos literários para a ampliação de repertório.

ORALIDADE Levantamento

LEITURA Observação diária, através de registros reflexivos do professor que apontem o progresso do aluno; Sistematização do trabalho; Utilizar-se de estratégias de leitura; Autoavaliação dos alunos.

de 

ORALIDADE Reconto das histórias

 

51


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

progressivamente capazes de:  Ouvir e compreender o sentido das mensagens orais;  Utiliza-se da linguagem oral dentro de algumas situações comunicativas;  Ouvir e respeitar as opiniões alheias;  Ampliar o seu repertório promovendo o acesso do uso da linguagem em diferentes circunstâncias e diferentes situações de interlocução. ESCRITA  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Conhecer o alfabeto;  Escrever de forma autônoma o nome próprio;  Avançar na hipótese de escrita;  Participar de produções de textos coletivos.

trabalhadas na roda de leitura; Uso da linguagem oral onde haja diferentes interlocutores (professores, colegas e outros, com intermediação do professor); Acolhimento e respeito às opiniões dos demais.

   

   

ESCRITA Letras do alfabeto; Conhecimento do sistema de escrita; Escrita do nome próprio; Produzir listas de diversos campos semânticos;

   

 

conhecimentos prévios; Apresentação através de entrevistas e dramatizações;  Roda de conversa; Reconto de histórias na roda de leitura e história; Criar situações de interlocução onde os alunos saibam ouvir e falar; Produção oral de texto coletivo.

ESCRITA Levantamento de conhecimentos prévios; Bingo de letras; Alfabeto móvel/letras do nome; Trabalho intenso com as letras do nome dos alunos destacando letras iniciais e finais; Letras, nomes e palavras em ordem alfabética; Escrita de listas de vários campos semânticos;

ouvidas, respeitando a temporalidade dos fatos, utilizando Observar o acolhimento e o respeito às opiniões dos demais nas ações cotidianas.

ESCRITA Análise da produção dos alunos; Escrever utilizando a escrita alfabética

52


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

   

Cruzadinha, mexe-mexe, forca; Ajuste de letras; Contato com textos de boa qualidade através da leitura; Agrupamento produtivo.

LÍNGUA PORTUGUESA 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS ORALIDADE  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Utilizar a linguagem oral com clareza, expressando se por meio de descrições coerentes;  Interagir com os grupos com os quais se relaciona, acolhendo e respeitando as opiniões e diferentes formas de falar;  Ouvir com atenção formulando e respondendo perguntas.

CONTEÚDOS 

    

ORALIDADE Narração de histórias conhecidas e relatos de acontecimentos, respeitando a temporalidade e o encadeamento dos fatos (ainda que com auxílio); Argumentações; Valorização do diálogo; Respeito aos diferentes modos de falar; Acolhimento às opiniões alheias; Adequação da linguagem às situações comunicativas mais ou menos formais que acontecem na escola (com auxílio).

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS  

 

ORALIDADE Roda de conversa: debate,  leitura de histórias diária; Proporcionar momentos em que o aluno manifeste a sua  opinião e argumente; Intervenções individuais  realizadas pelo professor; Jogos e brincadeiras orais.

AVALIAÇÃO ORALIDADE Reconto das histórias ouvidas, respeitando a temporalidade dos fatos; Acolhimento e o respeito às opiniões dos demais; Observação do professor.

53


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

LEITURA  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:   Ler e reconhecer seu nome completo;  Ler e reconhecer o nome  dos amigos;  Buscar estratégias de leitura com ajustes e realização de antecipações e inferências;  Valorizar a leitura literária como fonte de apreciação e prazer;  Socializar as experiências de leitura;  Reconhecer os diferentes gêneros: cantigas, parlendas;  Ler dentro da sua hipótese os gêneros: parlendas e cantigas;  Demonstrar interesse no empréstimo de livros do acervo da classe e da biblioteca escolar, apropriando-se das regras de utilização da biblioteca e redes de informação. ESCRITA

LEITURA Realização de antecipações  e inferências; Valorização da leitura  literária como fonte de  apreciação e prazer; Ajuste de leitura.

ESCRITA

LEITURA Leitura pelo professor e pelo  aluno; Estratégias de leitura; Leitura e apreciação de . bons textos literários.

ESCRITA

LEITURA Demonstrar compreensão do sentido global de textos lidos em voz alta.

ESCRITA 54


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

 Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Avançar em sua hipótese de escrita;  Escrever texto de memória parlendas e cantigas;  Participar de produções de textos em duplas, grupos e coletivo;  Preocupar-se com a ortografia das palavras com: R inicial; S inicial; R pós-vocálico; S pós-vocálico; NH e LH.

 

Escrita de textos considerando as características dos gêneros (parlendas e cantigas); Ampliação do repertório para a produção de parlendas e cantigas; Escrita do nome completo; Segmentação entre palavras.

  

 

Reescrita individual ou em  duplas de cantigas e parlendas;  Produção e revisão de textos coletivos; Agrupamentos produtivos; Intervenções de escrita, realizadas pelo professor, individualmente ou em dupla; Realização de atividades envolvendo habilidades de leitura e escrita (alfabéticos); Cruzadinhas; Alfabeto móvel.

Análise da produção dos alunos; Escrever utilizando a escrita alfabética.

LÍNGUA PORTUGUESA 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS ORALIDADE  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Ouvir com atenção 

CONTEÚDOS

ORALIDADE Reconto das histórias  trabalhadas na roda de leitura;  Uso da linguagem oral onde

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS ORALIDADE Levantamento de  conhecimentos prévios; Roda de conversa: debate,  leitura de histórias diária;

AVALIAÇÃO

ORALIDADE Reconto das histórias ouvidas, respeitando a temporalidade dos fatos; Observar o acolhimento e o 55


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

formulando e respondendo perguntas; Expressar oralmente as ideias de um texto lido (por  outro ou por si mesmo).

LEITURA  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Buscar estratégias de leitura com ajustes e realização de antecipações e inferências;  Valorizar a leitura literária como fonte de apreciação e prazer;  Socializar as experiências de leitura;  Demonstrar interesse no empréstimo de livros do acervo da classe e da biblioteca escolar, apropriando-se das regras de utilização da biblioteca. ESCRITA  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Escrever textos alfabeticamente;

 

haja diferentes interlocutores (professores, colegas e outros, com intermediação do professor); Acolhimento e respeito às opiniões dos demais. LEITURA Realização de antecipações e inferências; Valorização da leitura literária como fonte de apreciação e prazer; Utilização e empréstimos de livro da biblioteca para pesquisas e leituras; Interesse por ler e ouvir, especialmente, textos literários, informativos e expositivos, emitindo opiniões e indicando preferências, ainda que com ajuda.

Argumentação (proporcionar momentos para que o aluno manifeste sua opinião); Jogos e brincadeiras.

respeito às opiniões dos demais.

LEITURA. Demonstrar compreensão do sentido global de textos lidos em voz alta; Utilizar-se de estratégias de leitura; Ler de forma independente cujo conteúdo e forma são familiares.

LEITURA Levantamento de  conhecimentos prévios; Socialização de estratégias  de leitura; Leitura pelo professor e pelo  aluno; Leitura e apreciação de bons textos literários; Leitura autônoma dos próprios textos; Leitura pelo prazer de ler.

ESCRITA Escrita de textos  considerando as características dos gêneros  (bilhete); Ampliação do repertório 

ESCRITA Escrita individual ou em  duplas de bilhete; Produção e revisão de  textos coletivos; Agrupamentos produtivos;

ESCRITA Análise da produção dos alunos; Escrever utilizando a escrita alfabética.

    

56


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

 

Escrever bilhetes de acordo  com a estrutura do gênero; Iniciar a transposição da  letra bastão para a letra cursiva;  Utilizar de forma convencional a ortografia estudada; Identificar a estrutura do gênero receita.

para a produção de receita;  Escrita do nome completo; Segmentação entre palavras; Organização das ideias de  acordo com as características textuais do gênero receita.   

Intervenções de escrita, realizadas pelo professor, individualmente ou em dupla; Realização de atividades envolvendo habilidades de leitura e escrita (alfabéticos); Cruzadinhas; Alfabeto móvel; Analise do gênero receita.

1º ANO INICIAL MATEMÁTICA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam progressivamente capazes  de:  Números e Operações   Construir o significado de número natural a partir de  seus diferentes usos no contexto histórico, social e cultural;

CONTEÚDOS  Números e Operações  Exploração de contagem de rotina;  Reconhecimento de números no contexto diário; Utilização das diferentes estratégias para quantificar elementos: contagem, estimativa, correspondência

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Levantamento de  conhecimentos prévios; Atividades que envolvam os  conceitos: Dentro / fora; Perto / longe; Em cima / embaixo;  Direita / esquerda; Girar;

AVALIAÇÃO

Ler, escrever e identificar números; Comparar e ordenar quantidades, identificar e expressar os resultados da comparação e ordenação; Identificar as figuras geométricas que fazem parte do cotidiano. 57


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

 

Interpretar e produzir escritas numéricas, levantando hipóteses sobre elas, com base na observação de regularidades, utilizando-se da linguagem oral, de registros informais e da linguagem matemática;  Espaço e Forma Utilizar medidas de tempo (dia, semana, mês, ano); Estabelecer pontos de referência para identificar relações de posição entre seres e objetos no espaço;  Tratamento da Informação Identificar o uso de gráficos para facilitar a leitura e interpretação de informações.

 

de agrupamento; Utilização do calendário; Exploração do número como código na organização de informações (telefone, placas de carros, roupas, calçados, nº da casa, datas de aniversário, idade);  Espaço E Forma Observação de formas geométricas presentes em elementos naturais e nos objetos criados pelo homem;  Tratamento da Informação Leitura e interpretação de informações matemáticas contidas em imagens.

 

 

Exploração de portadores numéricos (telefone, calçado, peso, idade, quantidade de alunos na sala, etc.; Utilizar os conhecimentos prévios das crianças para ampliá-los de acordo com as necessidades individuais, estabelecendo vínculos entre o que já conhecem e os novos conteúdos; Somando os pontos do dominó; Situações-problema envolvendo adição e subtração, utilizando situações cotidianas oralmente; Trabalhar com jogos variados e com uma sequência de dificuldades, problematizando situações; Jogos: dominó, trilha, memória de 10, jogos com dados, desafios, cabo de guerra numérico; Atividades diferenciadas; Atividades individuais, em duplas (agrupamento 58


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

   

produtivo, e em grupos); Oferecer recursos como materiais de contagem (fichas, palitos); Garantir possibilidades de observação das formas geométricas na natureza e em objetos; Gráfico de aniversários; Observação e registro do calendário; Atividades exploratórias com os quadros numéricos; Brincar de “seu mestre mandou”, estabelecendo os conceitos: à frente, atrás, em cima, embaixo, à direita, à esquerda, etc.; Ditado de números.

MATEMÁTICA 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:

CONTEÚDOS Comunicação de estratégias  pessoais na resolução de problemas por meio de 

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Levantamento de  conhecimentos prévios; Atividades que envolvam os

AVALIAÇÃO

Resolver situaçõesproblema que envolvam contagem e procedimentos 59


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

 Números e operações Utilizar estratégias convencionais e não convencionais de cálculo para resolver problemas; Desenvolver procedimentos de cálculo (escrito, mental, exato e aproximado pela observação das regularidades e das propriedades das operações, pela antecipação e verificação dos resultados); Compreender a função do número como código na organização de informações; Desenvolver atitudes de exploração, interpretação e questionamento de situações cotidianas que envolvam a linguagem matemática em diversos contextos;  Tratamento de informação Identificar o uso de gráficos e tabelas para facilitar a leitura e interpretação de

 

diferentes linguagens; Cálculo de adição por meio de estratégias pessoais e algumas técnicas convencionais; Observação de formas geométricas presentes em  elementos naturais e nos objetos criados pelo homem; Leitura, escrita, comparação e ordenação de notações  numéricas pela compreensão das características do sistema de numeração decimal; Utilização de calendários; Criação de registros pessoais para comunicação  das informações coletadas. 

conceitos: Dentro / fora; Perto / longe; Em cima / embaixo; Direita / esquerda; Girar; Exploração de portadores numéricos (telefone, calçado, peso, idade, quantidade de alunos na sala, etc.); Utilizar os conhecimentos prévios das crianças para ampliá-los de acordo com as necessidades individuais, estabelecendo vínculos entre o que já conhecem e os novos conteúdos; Somando os pontos do dominó; Situações-problema envolvendo adição e subtração, utilizando situações cotidianas oralmente; Trabalhar com jogos variados e com uma sequência de dificuldades, problematizando situações; Jogos: dominó, trilha,

 

de cálculo; Ler, escrever e identificar números; Comparar e ordenar quantidades, identificar e expressar os resultados; Identificar as figuras geométricas que fazem parte do cotidiano; Identificar informações em gráficos e tabelas.

60


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

informações;  Espaço e forma Identificar e comparar as formas geométricas na natureza e em objetos; Estabelecer pontos de referência para identificar relações de posição entre seres e objetos no espaço.

 

 

memória de 10, jogos com dados, desafios, cabo de guerra numérico; Atividades diferenciadas e diversificadas; Atividades individuais, em duplas (agrupamento produtivo, e em grupos); Oferecer recursos como materiais de contagem (fichas, palitos, reproduções de cédulas e moedas, material dourado); Garantir possibilidades de observação das formas geométricas na natureza e em objetos; Gráfico do número da camiseta, da brincadeira preferida; Observação e registro do calendário; Atividades exploratórias com os quadros numéricos.

MATEMÁTICA 3º TRIMESTRE OBJETIVOS

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS

AVALIAÇÃO 61


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Números e operações  Interpretar e produzir escritas numéricas, levantando hipótese sobre elas, com base na observação de regularidades utilizando-se da linguagem oral, de registros informais e da linguagem matemática;  Desenvolver procedimentos de cálculos (escrito, mental, exato e aproximado) pela observação das regularidades e das propriedades das operações, pela antecipação e verificação de resultados;  Utilizar estratégias convencionais e não convencionais de cálculo para resolver problemas;  Compreender a função do número como código na

METODOLÓGICOS 

Leitura, escrita, comparação e ordenação de números familiares ou frequentes; Construção de fatos básicos das operações, a partir de situações-problema, para a constituição de um repertório a ser utilizado no cálculo; Cálculo de adição e subtração por meio de estratégias pessoais e algumas técnicas convencionais; Criação de registros pessoais para a comunicação das informações coletadas; Identificação de unidade de tempo (dia, semana, mês, bimestre, semestre, ano) e utilização de calendários.

 

 

Levantamento de conhecimentos prévios; Atividades que envolvam os conceitos: Dentro / fora; Perto / longe; Em cima / embaixo; Direita / esquerda; Girar; Exploração de portadores numéricos (telefone, calçado, peso, idade, quantidade de alunos na sala, etc.); Utilizar os conhecimentos prévios das crianças para ampliá-los de acordo com as necessidades individuais, estabelecendo vínculos entre o que já conhecem e os novos conteúdos; Somando os pontos do dominó; Situações-problema envolvendo adição, subtração e multiplicação utilizando situações cotidianas oralmente e por

Resolver situaçõesproblema utilizando estratégias pessoais e técnica convencional; Resolver multiplicação utilizando estratégias pessoais; Identificar e compreender informações nos gráficos e tabelas; Identificar e reconhecer medidas de tempo.

62


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

organização de informações; Identificar o uso de gráficos e tabela para facilitar a leitura, interpretação de informações e construir formas pessoais de registro para comunicar informações coletadas; Estabelecer pontos de referência para identificar relações de posição entre seres e objetos no espaço; Reconhecer grandezas e medidas referentes à linha do tempo (dia, semana, mês, bimestre, semestre e ano).

  

 

escrito; Trabalhar com jogos variados e com uma sequência de dificuldades, problematizando situações; Jogos: dominó, trilha, memória de 10, jogos com dados, desafios, cabo de guerra numérico; Composição e decomposição; Atividades diferenciadas e diversificadas; Atividades individuais, em duplas (agrupamento produtivo, e em grupos); Oferecer recursos como materiais de contagem (fichas, palitos, reproduções de cédulas e moedas, material dourado); Garantir possibilidades de observação das formas geométricas na natureza e em objetos; Gráfico da lenda preferida; Observação e registro do calendário. 63


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

1º ANO INICIAL GEOGRAFIA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Reconhecer e respeitar as regras de convivência. .

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Respeito aos costumes e  regras de convivência.   

Levantamento de  conhecimentos prévios; Elaboração de cartazes; Sondagens; Construção de textos coletivos.

AVALIAÇÃO Reconhecer algumas semelhanças e diferenças no modo de viver dos indivíduos e dos grupos sociais que pertencem ao seu próprio tempo e ao seu espaço.

GEOGRAFIA 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Identificar diversos tipos de moradias.

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Relação entre as pessoas e  o lugar em que vivem.      

Levantamento de  conhecimentos prévios; Agrupamentos construtivos; Elaboração de cartazes; Apreciar obras de arte ligadas ao tema em estudo; Construção de textos  coletivos; Desenhos; Pesquisas;

AVALIAÇÃO Reconhecer algumas semelhanças e diferenças no modo de viver dos indivíduos e dos grupos sociais que pertencem ao seu próprio tempo e ao seu espaço; Observação do professor durante atividades orais e escritas (compreensão dos alunos). 64


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Rodas de conversa.

GEOGRAFIA 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:   Conhecer o lugar em que se encontram inseridos e desenvolver as noções de pertencimento e responsabilidade pela história desse lugar Conhecer os hábitos cotidianos, as relações de trabalho e formas de lazer da comunidade;  Utilizar diferentes linguagens como desenhos, mapas e fotos para adquirir e expressar conhecimentos geográficos;  Reconhecer as diferentes paisagens e compará-las, identificando elementos naturais e construídos;  Desenvolver atitudes de

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Transformação da paisagem  do bairro; Formação de valores para  preservação do ambiente.      

Levantamento de  conhecimentos prévios; Vídeos; Elaboração e exposição de  cartazes e brinquedos; Construção de textos coletivos; Leitura de diversos gêneros e portadores; Desenhos; Pesquisas; Rodas de conversas.

AVALIAÇÃO Observação do professor durante atividades orais e escritas (compreensão dos alunos); Observação contínua dos trabalhos realizados pelos alunos.

65


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

responsabilidade consciente no tratamento da natureza, compreendendo que as mudanças ocorridas na paisagem do bairro são provocadas pela ação humana.

1º ANO INICIAL HISTÓRIA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Conhecer sua própria história e características pessoais, reconhecendo-se como parte integrante do universo social em que está inserido.

CONTEÚDOS    

Identidade pessoal; História da vida; Origem do nome e descendência; Documentos escritos (certidão de nascimento, RG, etc.).

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS      

Levantamento de  conhecimentos prévios; Vídeos; Elaboração de cartazes; Sondagens; Construção de textos coletivos; Pesquisa.

AVALIAÇÃO

Reconhecer algumas semelhanças e diferenças no modo de viver dos indivíduos e dos grupos sociais que pertencem ao seu próprio tempo e ao seu espaço.

HISTÓRIA 2º TRIMESTRE OBJETIVOS

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS

AVALIAÇÃO 66


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Construir sua identidade  reconhecer-se como parte integrante da família (família e casa);  Identificar diferentes moradias.

METODOLÓGICOS. A família: Nome dos pais,  irmãos, origem, idade, número de filhos;  Tipo de moradia;   

Levantamento de  conhecimentos prévios;  Agrupamentos construtivos; Elaboração de cartazes; Apreciar obras de arte ligadas ao tema em estudo; Construção de textos coletivos.

Autoavaliação dos alunos; Observação do professor durante atividades orais e escritas (compreensão dos alunos).

HISTÓRIA 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Reconhecer os direitos e  refletir sobre os deveres das crianças;  Conhecer e vivenciar na escola seus direitos e deveres;  Reconhecer a importância dos brinquedos e

CONTEÚDOS

Textos normativos dos direitos e deveres das crianças; Brinquedos e brincadeiras de hoje e de antigamente.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS       

Levantamento de  conhecimentos prévios; Vídeos; Elaboração de cartazes; Sondagens; Construção de textos coletivos;  Jogos e brincadeiras; Pesquisa.

AVALIAÇÃO

Observação do professor durante atividades orais e escritas (compreensão dos alunos) através de registros pontuais e reflexivos do professor referente às discussões; Autoavaliação dos alunos.

67


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

brincadeiras de antigamente como influência nos nossos costumes.

1º ANO INICIAL CIÊNCIAS 1º TRIMESTRE OBJETIVO ESPECÍFICO  Que os alunos sejam  progressivamente capazes  de:   Observar e identificar características do corpo humano, valorizando atitudes e comportamentos favoráveis à saúde.

CONTEÚDO

Corpo humano; Higiene; Saúde.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS        

Levantamento de  conhecimentos prévios; Leitura (pelo professor) de livros paradidáticos; Trabalhos em duplas ou grupos; Pesquisas; Registro das hipóteses dos alunos; Elaboração de cartazes; Exposição dos trabalhos (cartazes); Leitura compartilhada de gêneros diversos (informativos, poesias, músicas, etc.).

AVALIAÇÃO

Identificar e descrever algumas transformações do corpo e dos hábitos de higiene, de alimentação e atividades cotidianas do ser humano.

CIÊNCIAS 68


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:   Preocupar-se com a preservação da natureza;  Conhecer as características das plantas;  Conhecer e refletir sobre a importância da planta;  Formular perguntas e suposições sobre o assunto em estudo.

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Plantas – Partes, utilidades,  importância; Poluição da água.      

 

CIÊNCIAS 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes

CONTEÚDOS Animais mamíferos,  aquáticos e terrestres;

AVALIAÇÃO

Levantamento de  conhecimentos prévios; Leitura (pelo professor) de livros paradidáticos; Trabalho em duplas ou grupos; Elaboração de cartazes; Exposição dos trabalhos, cartazes; Pesquisas em fontes variadas; Leitura compartilhada de gêneros diversos (informativos, poesias, músicas, etc.); Levantamento de conhecimentos prévios; Cultivo e cuidado da horta.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Levantamento conhecimentos prévios;

Buscar informações mediante observações, experimentações ou formas e registrá-las trabalhando em pequenos grupos, seguindo um roteiro preparado pelo professor, ou em conjunto com a classe.

AVALIAÇÃO de 

Observar, descrever os animais em diferentes 69


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

de:  Estabelecer relações entre as características e o comportamento dos animais e as condições de ambiente em que eles vivem; Preocupar-se com a preservação da natureza.

Conhecimento de  alternativas sustentáveis e experiências  transformadoras na relação com o meio ambiente.    

Construção de textos coletivos; Leitura (pelo professor) de livros paradidáticos; Trabalhos em duplas ou grupos; Pesquisa em fontes variadas Registro e confronto das hipóteses dos alunos; Exposição dos trabalhos.

ambientes, relacionando suas características ao ambiente em que vive.

1º ANO INICIAL ARTE 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Conhecer e explorar várias  possibilidades expressivas, experimentando vários meios e suportes e ampliando seu repertório

CONTEÚDOS

Apreciação e análise de produções de artes visuais próprias, de colegas; Experimentação e pesquisa pelos alunos em suas produções artísticas nas diversas modalidades de artes visuais.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS     

Levantamento de  conhecimentos prévios; Desenhos;  Colagens; Uso de materiais diversos; Apreciação de diferentes “imagens”.

AVALIAÇÃO

Contínua através da observação nas atividades individuais e em grupo; Autoavaliação dos alunos.

70


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

para a construção um percurso criador próprio.

ARTE 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Vivenciar e criar possibilidade de movimentos corporais, valorizando e respeitando o jeito próprio de cada um se movimentar e dançar;  Possibilitar a apreciação sobre músicas – como produto cultural e histórico – de produção regional, nacional;  Propiciar aos alunos a identificação de instrumentos e materiais sonoros, inclusive seu próprio corpo.

CONTEÚDOS 

 

Experimentações de movimentos corporais, explorando os elementos que compõem a dança. Ex.: gestos, espaço, velocidade, ritmo, equilíbrio, som (ou ausência dele); Apreciação de diferentes músicas brasileiras; Experimentações de movimentos corporais, explorando os elementos que compõem a dança. Ex.: gestos, espaço, velocidade, ritmo, equilíbrio, som (ou ausência dele); Conhecimento e uso de diferentes locais e fontes de divulgação e registro musical.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS       

Levantamento de  conhecimentos prévios; Músicas regionais;  Movimentos rítmicos; Grupos de dança; Desenhos; Uso de materiais diversos; Apreciação coletiva dos trabalhos dos alunos.

AVALIAÇÃO

Contínua através da observação nas atividades individuais e em grupo; Autoavaliação dos alunos.

71


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

ARTE 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Conhecer e apreciar obras de arte, por meio do contato  com reproduções ou de visitas a museus e exposições.

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Apreciação e análise de produções de artes visuais próprias, de colegas e de artistas profissionais; Apreciação de obras de Ivan Cruz que retratam os brinquedos e brincadeiras.

     

Levantamento de  conhecimentos prévios; Histórias;  Pesquisas; Desenhos; Pinturas; Uso de materiais diversos.

AVALIAÇÃO

Contínua, através da observação nas atividades individuais e em grupo; Autoavaliação dos alunos.

1º ANO INICIAL EDUCAÇÃO FÍSICA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:   Participar de brincadeiras e jogos organizando-os com

CONTEÚDOS Participação em: Jogos e  brincadeiras; Valorização e prática da  cooperação e da solidariedade. 

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Levantamento de  conhecimentos prévios; Gincanas, circuitos, brincadeiras cantadas;  Construção de cartazes com

AVALIAÇÃO

Contínua, através da observação nas atividades individuais e em grupo; Participação e cooperação. 72


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

autonomia, criando, recriando e respeitando regras; Ampliar o repertório de jogos e brincadeiras.

regras e combinados para os jogos e brincadeiras.

EDUCAÇÃO FÍSICA 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:   Respeitar as regras dos  jogos e brincadeiras propostas;  Participar de diferentes atividades corporais, valorizando a cultura popular;  Conhecer, vivenciar e usufruir as manifestações da cultura corporal como: rodas, cantigas, brincadeira, jogos, danças e ginásticas.

CONTEÚDOS Regras de jogos e  brincadeiras; Movimentos;  Valorização da prática do  diálogo.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Levantamento de  conhecimentos prévios; Atividades com materiais: corda, bola, bambolê, etc.; Jogos e brincadeiras com regras.

AVALIAÇÃO

Contínua, através da observação nas atividades individuais e em grupo.

EDUCAÇÃO FÍSICA 3º TRIMESTRE 73


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:   Valorizar o seu desempenho e o dos colegas sem discriminação, por razões sociais, físicas, gênero, classe ou de crença;   Resgatar e vivenciar jogos e brincadeiras.

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Valorização da cultura popular; Compreensão de alguns aspectos históricos e sociais relacionados às brincadeiras, danças e jogos; Desenvolvimento da capacidade de adaptar espaços, materiais e regras na criação de jogos, brinquedos e brincadeiras.

   

Levantamento de  conhecimentos prévios; Jogos cooperativos; Jogos e brincadeiras; Construção de brinquedos.

AVALIAÇÃO

Contínua, através da observação nas atividades individuais e em grupo.

2º ANO INICIAL LINGUA PORTUGUESA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS LEITURA  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:   Valorizar a leitura literária

CONTEÚDOS

LEITURA Escuta de textos lidos pelo  professor; Valorização da leitura  literária como fonte de

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS LEITURA Levantamento de  conhecimentos prévios; Leitura e interpretação de textos (individuais e

AVALIAÇÃO

LEITURA Observação diária, através de registros reflexivos do professor que apontem o progresso do aluno; 74


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

como fonte de apreciação e prazer;  Socializar as experiências de leitura;  Ler suas próprias produções mesmo que não convencionalmente;  Ler e reconhecer seu próprio nome;  Buscar estratégias de leitura com ajustes e realização de antecipação, seleção, verificação e inferência;  Reconhecer os gêneros fabula e bilhetes;  Demonstrar interesse no empréstimo de livros do acervo da classe e da biblioteca escolar, apropriando-se das regras de utilização da biblioteca e redes de informação. ORALIDADE  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Ouvir e compreender o sentido das mensagens orais;

  

apreciação e prazer; Leitura de suas próprias produções; Estudo com nome próprio; Realização de antecipação, seleção, verificação e inferência; Leitura de diversos gêneros textuais.

ORALIDADE Reconto das histórias trabalhadas na roda de leitura; Uso da linguagem oral onde haja diferentes interlocutores (professores,

   

   

coletivos);  Estratégias de leitura;  Leitura dirigida e compartilhada;  Leitura pelo prazer de ler; Leitura de bons textos literários para a ampliação de repertório; Leitura silenciosa.

Sistematização do trabalho; Utilizar-se de estratégias de leitura; Autoavaliação dos alunos.

ORALIDADE Levantamento de  conhecimentos prévios; Apresentação através de pesquisa e dramatizações;  Roda de conversa; Reconto de histórias

ORALIDADE Reconto das histórias ouvidas, respeitando a temporalidade dos fatos, utilizando gravador de voz; Observar o acolhimento e o respeito às opiniões dos 75


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Utilizar-se da linguagem oral dentro de algumas situações comunicativas;  Ouvir e respeitar as opiniões alheias;  Ampliar o seu repertório promovendo o acesso do uso da linguagem em diferentes circunstâncias e diferentes situações de interlocução; ESCRITA  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Conhecer o alfabeto;  Transpor o alfabeto em letra cursiva;  Reescrever trechos de fábulas;  Produzir bilhetes;  Escrever de forma autônoma o nome próprio;  Avançar na hipótese de escrita;  Participar de produções e revisões de textos coletivos e individuais.

  

   

colegas e outros, com intermediação do professor);  Acolhimento e respeito às opiniões dos demais. 

trabalhadas na roda de leitura e história; Criar situações de interlocução onde os alunos saibam ouvir e falar; Produção oral de texto coletivo.

demais nas ações cotidianas.

ESCRITA Letras do alfabeto; Alfabeto em letra cursiva; Reescrita de texto considerando as características do gênero (fabulas); Produção de texto considerando a estrutura do gênero (bilhete); Conhecimento do sistema de escrita; Ampliação do repertório para reescrita de fábulas; Escrita do nome próprio; Interpretação dos gêneros trabalhados.

ESCRITA Levantamento de  conhecimentos prévios; Bingo de palavras;  Alfabeto móvel; Trabalho intenso nome e sobrenome dos alunos; Letras, nomes e palavras em ordem alfabética; Produção e revisão de textos coletivos; Escrita de listas de vários campos semânticos; Contato com textos de boa qualidade através da leitura; Agrupamento produtivo.

ESCRITA Análise da produção dos alunos; Escrever utilizando a escrita alfabética.

        

76


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

LÍNGUA PORTUGUESA 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS ORALIDADE  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Utilizar a linguagem com clareza, expressando-se através de narrações conhecidas;  Interagir com os grupos com os quais se relacionam, acolhendo e respeitando as opiniões e diferentes formas de ir. LEITURA  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Valorizar a leitura literária como fonte de apreciação e prazer;  Socializar as experiências de leitura;  Demonstrar interesse no empréstimo de livros do

CONTEÚDOS

 

 

ORALIDADE Narrações de histórias conhecidas; Participação em diálogos e rodas de conversa sem sair do assunto tratado; Acolhimento e respeito às opiniões dos demais.

LEITURA Escuta de textos lidos pelo professor ou por outra pessoa; Valorização da leitura literária como fonte de apreciação e prazer; Roda literária; Utilização e empréstimos de livros da biblioteca para pesquisas e leituras;

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS    

    

AVALIAÇÃO

ORALIDADE Levantamento de  conhecimentos prévios; Roda de conversa: leitura de histórias diária; Produção oral de texto  coletivo; Intervenções individuais feitas pelo professor.

ORALIDADE Reconto das histórias ouvidas, respeitando a temporalidade dos fatos, utilizando gravador de voz como instrumento; Observar o acolhimento e o respeito às opiniões dos demais.

LEITURA Levantamento de  conhecimentos prévios; Leitura pelo prazer de ler;  Roda de leitura; Leitura pelo professor e/ou  pelo aluno; Apreciação e análise de textos de qualidade. 

LEITURA. Demonstrar compreensão do sentido global de textos lidos em voz alta; Utilizar-se de estratégias de leitura; Ler de forma independente cujo conteúdo e forma são familiares; Ter autonomia no empréstimo de livros. 77


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

acervo da classe e da biblioteca escolar, apropriando-se das regras de utilização da biblioteca e redes de informação;  Reconhecer os diferentes gêneros: lendas e convites, e suas principais características textuais;  Buscar estratégias de leitura com ajustes e realização de antecipação, inferência, seleção e verificação. ESCRITA  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Avançar em sua hipótese de escrita;  Escrever o nome utilizando a letra cursiva;  Reescrever trechos de lendas trabalhadas;  Utilizar a segmentação em suas pequenas produções;  Participar de produções de textos coletivos;  Produzir convites;  Reescrever textos (lendas)

 

     

Leitura de lendas e convites; Realização de antecipação, seleção, verificação e inferência.

ESCRITA Reescrita de textos considerando as características dos gêneros (lendas); Produção de convites respeitando sua estrutura; Ampliação do repertório para a reescrita de lendas; Segmentação entre palavras; Preocupação com a escrita ortográfica; Interpretação dos gêneros trabalhados; Traçado do nome com letra

    

ESCRITA Levantamento de  conhecimentos prévios; Produção e revisão de  textos coletivos; Contato com textos de boa qualidade através da leitura; Agrupamento produtivo; Revisão coletiva e individual de texto.

ESCRITA Análise da produção dos alunos; Escrever utilizando a escrita alfabética.

78


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

preocupando-se ortografia.

com

a

cursiva.

LÍNGUA PORTUGUESA 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS ORALIDADE  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Utilizar a linguagem oral com clareza, expressandose por meio de descrições coerentes;  Interagir com os grupos com os quais se relacionam, acolhendo e respeitando as opiniões e diferentes formas de falar;  Ouvir com atenção, formulando e respondendo perguntas.

CONTEÚDOS

   

LEITURA  Que os alunos sejam  progressivamente capazes

ORALIDADE Narração de histórias conhecidas e relatos de acontecimentos, respeitando a temporalidade e o encadeamento dos fatos (ainda que com auxílio); Valorização do diálogo; Respeito aos diferentes modos de falar; Acolhimento às opiniões alheias; Adequação da linguagem às situações comunicativas mais ou menos formais que acontecem na escola (com auxílio). LEITURA Realização de antecipação, seleção, verificação e

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS   

 

AVALIAÇÃO

ORALIDADE Levantamento de  conhecimentos prévios; Roda de conversa: leitura de histórias diária e relatos; Proporcionar momentos em  que o aluno manifeste a sua opinião; Intervenções individuais  realizadas pelo professor; Jogos e brincadeiras orais.

ORALIDADE Reconto das histórias ouvidas, respeitando a temporalidade dos fatos, utilizando gravador de voz como instrumento; Observar o acolhimento e o respeito às opiniões dos demais; Observação do professor.

LEITURA Levantamento conhecimentos prévios;

LEITURA. Demonstrar compreensão do sentido global de textos lidos

de 

79


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

 

de: Buscar estratégias de leitura com ajustes e realização de antecipação, seleção, verificação e inferência; Valorizar a leitura literária como fonte de apreciação e prazer; Socializar as experiências de leitura; Reconhecer os diferentes gêneros: contos de fada e carta pessoal e suas principais características textuais; Retomar os gêneros trabalhados (fábulas, lendas, bilhetes e convites); Ler com autonomia e compreensão os gêneros trabalhados; Demonstrar interesse no empréstimo de livros do acervo da classe e da biblioteca escolar, apropriando-se das regras de utilização da biblioteca e redes de informação. ESCRITA

  

inferência; Valorização da leitura literária como fonte de apreciação e prazer; Leitura de suas próprias produções; Leitura de contos de fada e carta pessoal; Ajuste de leitura.

ESCRITA

   

Leitura pelo professor e  pelo aluno; Estratégias de leitura; Leitura e apreciação de bons textos literários; Leitura autônoma dos próprios textos.

ESCRITA

em voz alta; Leitura autônoma.

ESCRITA 80


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

 Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Avançar em sua hipótese de escrita;  Reescrever pequenos trechos de contos de fada em letra cursiva;  Reescrever trechos de contos de fada, respeitando as características textuais;  Produzir carta pessoal, respeitando a estrutura;  Participar de produções de textos em duplas, grupos e coletivamente;  Preocupar-se com as regularidades ortográficas;  Preocupar-se com a utilização dos sinais de pontuação em suas produções escritas;  Preocupar-se com a coerência textual;  Utilizar a segmentação em suas produções.

  

 

Produção de texto considerando as características dos gêneros (contos de fada e carta pessoal); Letra cursiva; Segmentação no texto; Ampliação do repertório para a produção e reescrita de contos de fada e carta pessoal; Construção de regularidades ortográficas; Compreensão da importância dos sinais de pontuação (ponto final, exclamação, interrogação, dois pontos, travessão); Interpretação dos gêneros trabalhados.

 

   

Levantamento de  conhecimentos prévios; Reescrita individual, em  duplas e coletivas de contos de fada; Estruturação de contos de fada e carta pessoal; Revisão de textos coletivos; Agrupamentos produtivos; Intervenções de escrita, realizadas pelo professor, individualmente, em dupla e coletivamente; Realização de atividades envolvendo habilidades de leitura e escrita (alfabéticos).

Análise da produção dos alunos; Escrever utilizando a escrita alfabética.

2º ANO INICIAL 81


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

MATEMÁTICA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS

CONTEÚDOS

 Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Números e Operações  Construir o significado de número natural a partir de seus diferentes usos no contexto histórico, social e cultural, explorando situações-problema que envolva contagens, medidas e códigos numéricos;  Interpretar e produzir escritas numéricas, levantando hipóteses sobre elas, com base na observação de regularidades, utilizando-se da linguagem oral, de registros informais e da linguagem matemática;  Espaço e Forma  Utilizar medidas de tempo

 Números e Operações  História da Matemática; Exploração de contagem de rotina;  Reconhecimento de números no contexto diário;  Utilização das diferentes estratégias para quantificar elementos: contagem, estimativa, correspondência de agrupamento;  Utilização do calendário;  Leitura, escrita, comparação e notações numéricas pela compreensão das características do sistema de numeração decimal (unidade e dezena);  Cálculo de adição e subtração por meio de estratégias pessoais e algumas técnicas convencionais;  Exploração do número

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS  

Levantamento de  conhecimentos prévios; Atividades que envolvam os  conceitos: Dentro / fora; Perto / longe; Em cima / embaixo;  Direita / esquerda; Girar; Exploração de portadores numéricos (telefone, calçado, peso, idade, quantidade de alunos na sala, etc.; Utilizar os conhecimentos prévios das crianças para ampliá-los de acordo com as necessidades individuais, estabelecendo vínculos entre o que já conhecem e os novos conteúdos; Somando os pontos do dominó;

AVALIAÇÃO

Ler, escrever e identificar números; Comparar e ordenar quantidades, identificar e expressar os resultados da comparação e ordenação; Identificar as figuras geométricas que fazem parte do cotidiano.

82


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

(dia, semana, mês, ano); Estabelecer pontos de referência para identificar relações de posição entre seres e objetos no espaço;  Tratamento da Informação Identificar o uso de gráficos  e tabelas para facilitar a leitura e interpretação de informações. 

como código na organização de informações (telefone, placas de carros, roupas, calçados, nº da casa, datas de aniversário, idade);  Espaço e Forma Observação de formas geométricas presentes em elementos naturais e nos objetos criados pelo homem; Estabelecimento de comparações entre objetos do espaço físico e objetos geométricos, sem uso obrigatório de nomenclatura;  Tratamento da Informação Leitura e interpretação de informações matemáticas contidas em imagens.

 

  

Situações-problema envolvendo adição e subtração, utilizando situações cotidianas oralmente; Trabalhar com jogos variados e com uma sequência de dificuldades, problematizando situações; Jogos: dominó, trilha, memória de 10, jogos com dados, desafios, cabo de guerra numérico; Atividades diferenciadas; Atividades individuais, em duplas (agrupamento produtivo, e em grupos); Oferecer recursos como materiais de contagem (fichas, palitos); Garantir possibilidades de observação das formas geométricas na natureza e em objetos; Gráfico de aniversários; Observação e registro do calendário; Atividades exploratórias com os quadros numéricos; 83


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Brincar de “seu mestre mandou”, estabelecendo os conceitos: à frente, atrás, em cima, embaixo, à direita, à esquerda, etc.;  Ditado de números.

Levantamento de conhecimentos prévios; Atividades que envolvam os conceitos: Dentro / fora; Perto / longe; Em cima / embaixo; Direita / esquerda; Girar; Exploração de portadores numéricos (telefone, calçado, peso, idade, quantidade de alunos na sala, etc.); Utilizar os conhecimentos prévios das crianças para ampliá-los de acordo com as necessidades individuais, estabelecendo vínculos entre o que já conhecem e os novos

MATEMÁTICA 2º TRIMESTRE  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Números e Operações  Utilizar estratégias convencionais e não convencionais de cálculo para resolver problemas;  Desenvolver procedimentos de cálculo (escrito, mental, exato e aproximado pela observação das regularidades e das propriedades das operações, pela antecipação e verificação dos resultados);  Compreender a noção de multiplicação;  Desenvolver atitudes de exploração, interpretação e

 

Comunicação de estratégias pessoais na resolução de problemas por meio de diferentes linguagens; Cálculo de adição e subtração por meio de estratégias pessoais e algumas técnicas convencionais; Noções de multiplicação; Leitura, escrita, comparação e ordenação de notações numéricas pela compreensão das características do sistema de numeração decimal (unidade, dezena e centena); Utilização do calendário;

 

Resolver situações problema que envolva contagem e procedimentos de cálculo; Resolver multiplicação utilizando estratégias pessoais; Ler, escrever e identificar números; Comparar e ordenar quantidades, identificar e expressar os resultados; Identificar as figuras geométricas que fazem parte do cotidiano; Identificar informações em gráficos e tabelas.

84


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

 

questionamento de situações cotidianas que envolvam a linguagem matemática em diversos contextos;  Espaço e Forma Utilizar medidas de tempo (dia, semana, mês, ano); Identificar e comparar as formas geométricas na natureza e em objetos; Compreender a marcação do tempo no relógio analógico e digital;  Tratamento da Informação Identificar o uso de gráficos e tabelas para facilitar a leitura e interpretação de informações; Compreender a função do numero como código na organização de informações.

Observação de formas geométricas presentes em elementos naturais e nos objetos criados pelo homem; Leitura de horas pela comparação de relógios digitais e analógicos; Leitura e interpretação de informações matemáticas contidas em imagens; Criação de registros pessoais para comunicação das informações coletadas.

 

 

conteúdos; Somando os pontos do dominó; Situações-problema envolvendo adição e subtração, utilizando situações cotidianas oralmente; Trabalhar com jogos variados e com uma sequência de dificuldades, problematizando situações; Jogos: dominó, trilha, memória de 10, jogos com dados, desafios, cabo de guerra numérico; Atividades diferenciadas e diversificadas; Atividades individuais, em duplas (agrupamento produtivo) e em grupos; Oferecer recursos como materiais de contagem (fichas, palitos, reproduções de cédulas e moedas, material dourado); Garantir possibilidades de observação das formas geométricas na natureza e em objetos; 85


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

 

Gráfico do número da camiseta, da brincadeira e lenda preferida, etc.; Observação e registro do calendário; Atividades exploratórias com os quadros numéricos.

MATEMÁTICA 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Números e Operações   Interpretar e produzir escritas numéricas, levantando hipótese sobre elas, com base na observação de regularidades utilizando-se da linguagem oral, de registros informais e da  linguagem matemática;  Desenvolver procedimentos de cálculos (escrito, mental,

CONTEÚDOS Leitura, escrita, comparação  e ordenação de números familiares ou frequentes;  Leitura, escrita, comparação e ordenação de notações numéricas pela compreensão das características do sistema de numeração decimal (unidade, dezena e  centena); Construção de fatos básicos das operações, a partir de situações-problema, para a

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Levantamento de conhecimentos prévios; Atividades que envolvam os conceitos: Dentro / fora; Perto / longe; Em cima / embaixo; Direita / esquerda; Girar; Exploração de portadores numéricos (telefone, calçado, peso, idade, quantidade de alunos na sala, etc.);

AVALIAÇÃO 

 

Resolver situações-problema utilizando estratégias pessoais e técnica convencional; Resolver a divisão utilizando estratégias pessoais; Identificar e compreender informações nos gráficos e tabelas; Identificar e reconhecer medidas de tempo.

86


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

exato e aproximado) pela observação das regularidades e das propriedades das operações, pela antecipação e verificação de resultados; Utilizar estratégias convencionais e não convencionais de cálculo para resolver situaçõesproblema; Utilizar-se de estratégias convencionais para resolver multiplicação; Compreender a noção de divisão;  Espaço e Forma Estabelecer pontos de referência para identificar relações de posição entre seres e objetos no espaço Reconhecer grandezas e medidas referentes à linha do tempo (dia, semana, mês, bimestre, semestre e ano);  Tratamento da Informação Compreender a função do

constituição de um repertório a ser utilizado no cálculo; Cálculo de adição, subtração e multiplicação por meio de estratégias pessoais e algumas técnicas convencionais; Noções de cálculo de divisão por meio de estratégias pessoais; Identificação de unidade de tempo (dia, semana, mês, bimestre, semestre, ano) e utilização de calendários; Criação de registros pessoais para a comunicação das informações coletadas.

 

  

Utilizar os conhecimentos prévios das crianças para ampliá-los de acordo com as necessidades individuais, estabelecendo vínculos entre o que já conhecem e os novos conteúdos; Somando os pontos do dominó; Situações-problema envolvendo adição, subtração e multiplicação utilizando situações cotidianas oralmente e por escrito; Trabalhar com jogos variados e com uma sequência de dificuldades, problematizando situações; Jogos: dominó, trilha, memória de 10, jogos com dados, desafios, cabo de guerra numérico; Composição e decomposição de números; Atividades diferenciadas e diversificadas; Atividades individuais, em duplas (agrupamento 87


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

número como código na organização de informações; Identificar o uso de gráficos e tabela para facilitar a leitura, interpretação de informações e construir formas pessoais de registro para comunicar informações coletadas.

 

produtivo) e em grupos; Oferecer recursos como materiais de contagem (fichas, palitos, reproduções de cédulas e moedas, material dourado); Garantir possibilidades de observação das formas geométricas na natureza e em objetos; Gráfico dos contos de fada preferidos, etc.; Observação e registro do calendário.

2º ANO INICIAL GEOGRAFIA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Conhecer o lugar em que se encontram inseridos e

CONTEÚDOS Relação entre as pessoas e  o lugar em que vivem.   

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Levantamento de  conhecimentos prévios; Elaboração de cartazes; Sondagens; Construção de textos

AVALIAÇÃO

Reconhecer algumas semelhanças e diferenças no modo de viver dos indivíduos e dos grupos sociais que pertencem ao seu próprio 88


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

desenvolver as noções de pertencimento e responsabilidade pela história desse lugar.

coletivos.

tempo e ao seu espaço.

GEOGRAFIA 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECIFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Conhecer os hábitos  cotidianos, as relações de trabalho e formas de lazer da comunidade.

CONTEUDOS Infraestrutura local: habitação, educação e lazer; Leitura de imagens, paisagens e textos.

PROCEDIMENTOS METODOLOGICOS        

Levantamento de  conhecimentos prévios; Agrupamentos construtivos; Elaboração de cartazes; Apreciar obras de arte ligadas ao tema em estudo; Construção de textos  coletivos; Desenhos; Pesquisas; Rodas de conversa.

AVALIAÇÃO Reconhecer algumas semelhanças e diferenças no modo de viver dos indivíduos e dos grupos sociais que pertencem ao seu próprio tempo e ao seu espaço; Observação do professor durante atividades orais e escritas (compreensão dos alunos).

GEOGRAFIA 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

AVALIAÇÃO

89


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

 Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:   Reconhecer as diferentes paisagens e compará-las, identificando elementos naturais e construídos;  Utilizar diferentes linguagens como desenhos e fotos para adquirir e expressar conhecimentos geográficos;  Desenvolver atitudes de responsabilidade consciente no tratamento da natureza, compreendendo que as mudanças ocorridas na paisagem do bairro são provocadas pela ação humana.

Transformação da  paisagem do bairro; Formação de valores para  preservação do ambiente.       

Levantamento de  conhecimentos prévios; Vídeos; Elaboração e exposição de  cartazes e brinquedos; Construção de textos coletivos; Leitura de diversos gêneros e portadores; Desenhos; Pesquisas; Vídeos; Rodas de conversa.

Observação do professor durante atividades orais e escritas (compreensão dos alunos); Observação contínua dos trabalhos realizados pelos alunos.

2º ANO INICIAL HISTÓRIA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que

os

alunos

CONTEÚDOS sejam 

Identidade pessoal;

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS 

Levantamento

AVALIAÇÃO de 

Reconhecer

algumas 90


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

progressivamente capazes  de:  Conhecer sua própria história e características  pessoais, reconhecendo-se como parte integrante do universo social em que está inserido.

História da vida; Origem do nome e descendência; Documentos escritos (certidão de nascimento, RG, etc.).

   

conhecimentos prévios; Elaboração de cartazes; Sondagens; Construção de textos coletivos; Pesquisa.

semelhanças e diferenças no modo de viver dos indivíduos e dos grupos sociais que pertencem ao seu próprio tempo e ao seu espaço.

HISTÓRIA 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECIFICOS  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Construir sua identidade e reconhecer-se como parte integrante da família (família e casa);  Identificar diferentes tipos de moradias;  Construir noções de tempo: presente, passado e futuro, estabelecendo relações entre eles;  Desenvolver o procedimento de fazer

CONTEUDOS 

  

A família: nome dos pais, irmãos, origem, idade, número de filhos; Tipos de moradias; Planta da casa; Brinquedos e brincadeiras de hoje e de antigamente.

PROCEDIMENTOS METODOLOGICOS      

Levantamento de  conhecimentos prévios;  Agrupamentos construtivos; Elaboração de cartazes; Apreciar obras de arte ligadas ao tema em estudo; Construção de textos coletivos; Jogos e brincadeiras.

AVALIAÇÃO

Autoavaliação dos alunos; Observação do professor durante atividades orais e escritas (compreensão dos alunos).

91


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

algum tipo de registro referente às observações; Reconhecer a importância dos brinquedos e brincadeiras de antigamente como influência nos nossos costumes.

HISTÓRIA 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECIFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Reconhecer os direitos e refletir sobre os deveres das crianças;  Conhecer e vivenciar na escola seus direitos e deveres.

CONTEÚDOS

Textos normativos direitos e deveres crianças.

PROCEDIMENTOS METODOLOGICOS dos  das     

Levantamento de  conhecimentos prévios; Elaboração de cartazes; Sondagens; Construção de textos coletivos; Leitura de diversos gêneros  e portadores; Vídeos.

AVALIAÇÃO

Observação do professor no decorrer das atividades orais e escritas, quanto ao reconhecimento dos seus direitos e cumprimento dos seus deveres; Autoavaliação dos alunos.

2º ANO INICIAL 92


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

CIÊNCIAS 1º TRIMESTRE OBJETIVO ESPECÍFICO  Que os alunos sejam  progressivamente capazes  de:   Observar e identificar características do corpo humano, valorizando atitudes e comportamentos favoráveis à saúde.

CONTEÚDO Corpo humano; Órgãos do sentido; Higiene e saúde.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS        

Levantamento de  conhecimentos prévios; Leitura (pelo professor) de livros paradidáticos; Trabalhos em duplas ou grupos; Pesquisas; Registro das hipóteses dos alunos; Elaboração de cartazes; Exposição dos trabalhos (cartazes); Leitura compartilhada de gêneros diversos (informativos, poesias, músicas, etc.).

AVALIAÇÃO Identificar e descrever as partes do corpo e dos hábitos de higiene, de alimentação e atividades cotidianas do ser humano.

CIÊNCIAS 2º TRIMESTRE 93


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

 Que os alunos sejam  Animais selvagens e  progressivamente capazes domésticos; de:  Animais terrestres e   Estabelecer relações entre aquáticos; as características e o Curiosidades sobre animais.  comportamento dos animais e as condições de ambiente  em que eles vivem;   

Levantamento de  conhecimentos prévios; Leitura (pelo professor) de livros paradidáticos; Trabalho em duplas ou grupos; Elaboração de cartazes; Exposição dos trabalhos; cartazes; Pesquisas em fontes variadas; Leitura compartilhada de gêneros diversos (informativos, poesias, músicas, etc.); Levantamento de conhecimentos prévios.

AVALIAÇÃO Observar, descrever os animais em diferentes ambientes, relacionando suas características ao ambiente em que vive.

CIÊNCIAS 3º TRIMESTRE 94


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes  de:  Conhecer as características da água (inodora, insípida,  incolor, sólida, gasosa e líquida);  Conhecer e refletir sobre a importância da água;  Conscientizar-se sobre a importância da preservação do meio ambiente, reconhecendo-se como agente transformador e multiplicador.

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

A água – utilidade, poluição; Estados físicos, características e consumo consciente; Conhecimento de alternativas sustentáveis e experiências transformadoras na relação com o meio ambiente.

     

Levantamento de  conhecimentos prévios; Leitura (pelo professor) de livros paradidáticos; Trabalho em duplas ou grupos; Exposição dos trabalhos; cartazes;  Pesquisas; Leitura compartilhada de gêneros diversos (informativos, poesias, músicas, etc.).

AVALIAÇÃO

Buscar informações mediante observações, experimentações ou outras formas e registrá-las trabalhando em pequenos grupos, seguindo um roteiro preparado pelo professor, ou em conjunto com a classe; Formular hipóteses e perguntas sobre o assunto estudado.

2º ANO INICIAL 95


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

ARTE 1º TRIMESTRE

OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Conhecer e experimentar  algumas técnicas artísticas utilizando diversos materiais (lápis de cor, giz de cera, tinta, canetinha, dobradura etc.), ampliando o repertório para a construção de um percurso criador próprio;   Apreciar suas produções e a dos colegas, respeitando o traçado e a pintura de cada um.

CONTEÚDOS

Apreciação e análise de produções de artes próprias e a dos colegas; Experimentação e pesquisa pelos alunos em suas produções artísticas nas diversas modalidades de artes visuais: desenho com tinta, giz de cera, lápis de cor, etc.; Colagem usando imagens prontas de revistas e/ou papéis variados.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS      

Levantamento de  conhecimentos prévios; Dobraduras;  Desenhos; Colagens; Uso de materiais diversos; Apreciação de diferentes “imagens”.

AVALIAÇÃO

Contínua, através da observação nas atividades individuais e em grupo; Autoavaliação dos alunos.

96


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

ARTE 2º TRIMESTRE

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

CONTEÚDOS

 Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Apreciar desenhos do artista Ivan Cruz, utilizando  procedimentos de observação, memória, imaginação, reprodução, releitura e criação.

Apreciação e análise de produções de artes visuais próprias, dos colegas e do artista Ivan Cruz; Experimentação e pesquisa pelos alunos em suas produções artísticas nas diversas modalidades de artes visuais: desenho com tinta, giz de cera, lápis de cor, etc.; Colagem usando imagens prontas do artista Ivan Cruz.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS          

Levantamento de conhecimentos prévios; Desenhos; Pintura; Colagens; Pesquisas; Dobraduras; Músicas; Uso de materiais diversos; Apreciação de diferentes “imagens”; Apreciação coletiva dos trabalhos dos alunos;

AVALIAÇÃO  Contínua através da observação nas atividades individuais e em grupo;  Autoavaliação dos alunos.

Arte 97


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

3º Trimestre

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

CONTEÚDOS

 Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Apreciar desenhos do artista Ivan Cruz, utilizando  procedimentos de observação, memória, imaginação, reprodução, releitura e criação;  Experimentar formas de encenação teatral com fantoches.  

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Apreciação e análise de produções de artes visuais próprias, dos colegas e do artista Ivan Cruz; Experimentação e pesquisa pelos alunos em suas produções artísticas nas diversas modalidades de artes visuais: desenho com tinta, giz de cera, lápis de cor, etc.; Colagem usando imagens prontas do artista Ivan Cruz; Experimentação de encenação com fantoches a partir do gênero trabalhado.

       

Levantamento de  conhecimentos prévios; Pintura;  Colagens; Pesquisas; Dobraduras; Músicas; Apreciação de diferentes “imagens”; Apreciação coletiva dos trabalhos dos alunos.

AVALIAÇÃO

Contínua, através da observação nas atividades individuais e em grupo; Autoavaliação dos alunos.

2º ANO INICIAL EDUCAÇÃO FÍSICA 1º TRIMESTRE 98


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:   Ampliar o repertório de jogos e brincadeiras.

CONTEÚDOS Participação em: jogos e  brincadeiras; Valorização e prática da  cooperação e da solidariedade. 

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Levantamento de  conhecimentos prévios; Gincanas, circuitos,  brincadeiras cantadas etc.; Construção regras e combinados para os jogos e brincadeiras.

AVALIAÇÃO

Contínua, através da observação nas atividades individuais e em grupo; Participação e cooperação.

EDUCAÇÃO FÍSICA 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:   Respeitar as regras dos  jogos e brincadeiras propostas;  Conhecer, vivenciar e usufruir as manifestações da cultura corporal como: rodas, brincadeira e jogos.

CONTEÚDOS Regras de jogos e  brincadeiras; Movimentos;  Valorização da prática do  diálogo.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Levantamento de  conhecimentos prévios; Atividades com materiais: corda, bola, bambolê, etc.; Jogos e brincadeiras com regras.

AVALIAÇÃO

Contínua, através da observação nas atividades individuais e em grupo.

EDUCAÇÃO FÍSICA 99


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Reconstruir e resgatar diferentes maneiras de brincar e manifestar atividades corporais.

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Desenvolvimento da capacidade de adaptar espaços, materiais e regras na criação de jogos, brinquedos e brincadeiras.

   

Levantamento de  conhecimentos prévios; Jogos cooperativos; Jogos e brincadeiras; Construção de brinquedos.

AVALIAÇÃO

Contínua através da observação nas atividades individuais e em grupo.

3º ANO INICIAL LINGUA PORTUGUESA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS LEITURA  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Ler com autonomia e compreensão os textos e  gêneros previstos para o bimestre;   Demonstrar interesse no empréstimo de livros do

CONTEÚDOS

LEITURA Leitura do gênero (textos informativos, fábulas, poesia, contos, piadas); Socialização das leituras; Busca de informações em fontes de diferentes tipos (jornais, revistas,

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS  

LEITURA Leituras pelo professor;  Leitura compartilhada (textos informativos, fábulas, poesia, contos, piadas); Leitura pelo aluno (textos  informativos, fábulas, poesia, contos, piadas); Análise das características de textos de qualidade (textos

AVALIAÇÃO

LEITURA Observação da demonstração de compreensão de textos ouvidos por meio de resumos de ideias; Avaliar através de discussões orais a capacidade do aluno em ajustar sua leitura à diferentes objetivos, utilizando os procedimentos adequados a 100


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

acervo da classe e da biblioteca escolar, apropriando-se das regras  de utilização da biblioteca e redes de informação;  Ler com autonomia e compreensão os textos e gêneros previstos.  Ler para alcançar diferentes objetivos como: Revisar; Informar-se; Pesquisar; Estudar. ORALIDADE  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Ouvir com atenção, formulando e respondendo perguntas;  Expressar oralmente as  ideias de um texto lido (por outro ou por si mesmo);  Utilizar a linguagem oral com fluência, expressando e defendendo seu ponto de vista;

Internet etc.) com auxílio do professor;  Utilização e  empréstimo de livros da biblioteca da escola  para pesquisas e leituras.

informativos e fábulas, piadas); Leitura pelo prazer de ler;  Leitura de textos adequados à faixa etária; Ler para extrair informações dos textos.

cada situação; Observar se o aluno está adquirindo liberdade de expressão, defendendo seu ponto de vista e respeitando a opinião dos demais.

ORALIDADE Utilização da  linguagem oral com maior nível de formalidade, quando a  situação social assim exigir; Narrações de histórias  conhecidas e relatos de acontecimentos, respeitando a temporalidade e o desencadeamento dos fatos (de modo autônomo).

ORALIDADE Possibilitar a interpretação oral  dos gêneros previstos para o trimestre; Oportunidade para o aluno se colocar e argumentar sobre o  seu ponto de vista; Indagar o porquê de suas respostas.

ORALIDADE Observação da demonstração de compreensão de textos ouvidos por meio de resumos de ideias; Avaliar através de discussões orais a capacidade do aluno em ajustar sua leitura a diferentes objetivos, utilizando os procedimentos adequados a cada situação; Observar se o aluno está adquirindo liberdade de expressão, defendendo seu ponto de vista e respeitando a opinião dos demais.

101


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Acolher e respeitar as opiniões e diferentes formas de falar.  Utilizar-se da linguagem oral adequando-a às diferentes situações comunicativas formais. ESCRITA  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Reescrever textos considerando: Características de gênero; Coerência; Pontuação Ortografia  Produzir textos previstos para o trimestre, preocupando-se com a coerência – pontuação e suas características;  Interpretar e registrar diferentes tipos de texto de acordo com o gênero trabalhado no trimestre;  Buscar informações em fontes escritas de diferentes tipos de texto;

 

ESCRITA Reescrever textos considerando: narrador, personagem, e a finalidade e as características do gênero (fabula); Produção de texto considerando as características do gênero (ficha técnica); O uso da letra M antes de p/b

  

 

ESCRITA Iniciar o manuseio e a utilização  do dicionário para sanar dúvidas ortográficas; Análise de textos de qualidade; Revisão de textos escritos pelos alunos; Levantamento (coletivo) das  características do gênero trabalhado;  Agrupamento produtivo; Pesquisa na Bei e Laboratório de Informática.

ESCRITA Avaliar através de atividades escritas a forma como o aluno se ajusta aos diferentes objetivos, utilizando os procedimentos adequados a cada situação; Preocupação com a coerência, coesão, pontuação e normas ortográficas; Revisão da produção de textos verificando as características próprias do gênero.

Gramática; substantivo próprio e comum;

102


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Ordenar alfabeticamente palavras para fazer uso do dicionário; Redigir rascunhos, revisar e cuidar da apresentação do texto, com orientação do professor.

LÍNGUA PORTUGUESA 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS ORALIDADE  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Ouvir com atenção, formulando e respondendo perguntas;  Expressar oralmente as  ideias de um texto lido (por outro ou por si mesmo);  Utilizar a linguagem oral com fluência, expressando e defendendo seu ponto

CONTEÚDOS ORALIDADE Utilização da  linguagem oral com maior nível de formalidade quando a  situação social assim exigir; Narrações de histórias  conhecidas e relatos de acontecimentos, respeitando a temporalidade e o desencadeamento dos fatos (de modo autônomo).

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

AVALIAÇÃO

ORALIDADE Possibilitar a interpretação oral  dos gêneros previstos para o trimestre; Oportunidade para o aluno se colocar e argumentar sobre o  seu ponto de vista; Indagar o porquê de suas respostas.

ORALIDADE Observação da demonstração de compreensão de textos ouvidos por meio de resumos de ideias; Avaliar através de discussões orais a capacidade do aluno em ajustar sua leitura a diferentes objetivos, utilizando os procedimentos adequados a cada situação; Observar se o aluno está adquirindo liberdade de expressão, defendendo seu ponto de vista e respeitando a 103


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

de vista. Acolher e respeitar as opiniões e diferentes formas de falar; Utilizar-se da linguagem oral adequando-a às diferentes situações comunicativas formais.

LEITURA  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Ler com autonomia e compreensão os textos e gêneros previstos para o trimestre;  Demonstrar interesse no empréstimo de livros do acervo da classe e da biblioteca escolar, apropriando-se das regras de utilização da biblioteca e redes de informação;  Ler com autonomia e compreensão os textos e gêneros previstos para o - (lendas indígenas, poesias, contos de

opinião dos demais.

 

LEITURA Leitura do gênero (lendas indígenas, poesias, contos de assombração, textos informativos e curiosidades); Socialização das leituras; Busca de informações em fontes de diferentes tipos (jornais, revistas, Internet, etc.) com auxílio do professor; Utilização e empréstimo de livros da biblioteca da escola para pesquisas e leituras.

 

  

LEITURA Leituras pelo professor;  Leitura (compartilhada lendas indígenas, poesias, contos de assombração, textos  informativos e curiosidades); Leitura pelo aluno (lendas indígenas, poesias, contos de assombração, textos informativos e curiosidades); Análise das características de textos de qualidade (lendas  indígenas); Leitura pelo prazer de ler; Leitura de textos adequados à faixa etária; Ler para extrair informações dos textos.

LEITURA Observação da demonstração de compreensão de textos ouvidos por meio de resumos de ideias; Avaliar através de discussões orais a capacidade do aluno em ajustar sua leitura a diferentes objetivos, utilizando os procedimentos adequados a cada situação; Observar se o aluno está adquirindo liberdade de expressão, defendendo seu ponto de vista e respeitando a opinião dos demais.

104


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

assombração, textos informativos e curiosidades);  Ler para alcançar diferentes objetivos como: Revisar; Informar-se; Pesquisar; Estudar;  Valorizar a leitura como fonte de apreciação e prazer. ESCRITA  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Reescrever textos considerando: Características de gênero; Coerência;  Pontuação; Ortografia  Produzir partes de textos do gênero previsto para o trimestre, preocupandose com a coerência – pontuação e suas 

ESCRITA Produção de texto considerando: narrador, personagem, a finalidade e as características dos gêneros: lendas indígenas); Utilização de estratégias de escrita, como planejar o texto, redigir rascunhos, revisar e cuidar da apresentação, organizar as ideias de acordo com o texto. Ortografia

  

 

ESCRITA Utilizar o dicionário para sanar  dúvidas ortográficas; Análise de textos de qualidade; Revisão de textos escritos pelos alunos; Levantamento (coletivo) das  características do gênero trabalhado; Agrupamento produtivo;  Pesquisa na Bei e Laboratório de Informática.

ESCRITA Avaliar através de atividades escritas a forma como o aluno se ajusta aos diferentes objetivos, utilizando os procedimentos adequados a cada situação; Preocupação com a coerência, coesão, pontuação e normas ortográficas; Revisão da produção de textos verificando as características próprias do gênero.

105


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

características; Interpretar e registrar texto de acordo com o gênero trabalhado no  trimestre; Buscar informações em fontes escritas de diferentes tipos de texto; Redigir rascunhos, revisar e cuidar da apresentação do texto, com orientação do professor.

(segmentação, o uso da cedilha, m e n intercalados nas palavras). Gramática: adjetivosfocando as características de um substantivo;

LÍNGUA PORTUGUESA 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS ORALIDADE  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Ouvir com atenção, formulando e respondendo perguntas;  Expressar oralmente as  ideias de um texto lido (por outro ou por si

CONTEÚDOS

ORALIDADE Utilização da  linguagem oral com maior nível de formalidade quando a  situação social assim exigir; Narrações de histórias conhecidas e relatos de acontecimentos,

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS ORALIDADE Oportunidade para o aluno se  colocar e argumentar sobre o seu ponto de vista; Indagar o porquê de suas respostas. 

AVALIAÇÃO

ORALIDADE Observação da demonstração de compreensão de textos ouvidos por meio de resumos de ideias; Avaliar através de discussões orais a capacidade do aluno em ajustar sua leitura a diferentes objetivos, utilizando os procedimentos adequados a 106


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

mesmo); Utilizar a linguagem oral com fluência, expressando e defendendo seu ponto de vista; Acolher e respeitar as opiniões e diferentes formas de falar; Utilizar-se da linguagem oral adequando-a as diferentes situações comunicativas formais.

LEITURA  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Ler com autonomia e compreensão os textos e gêneros previstos para o trimestre;  Demonstrar interesse no empréstimo de livros do acervo da classe e da biblioteca escolar, apropriando-se das regras de utilização da biblioteca e redes de informação;

respeitando a temporalidade e o desencadeamento dos fatos (de modo autônomo).

 

LEITURA Leitura do gênero (contos de assombração, textos narrativos, contos populares, textos informativos e curiosidades); Socialização das leituras; Busca de informações em fontes de diferentes tipos (jornais, revistas, Internet, etc.) com auxílio do professor; Utilização e

 

LEITURA Leituras pelo professor;  Leitura compartilhada (contos de assombração, textos narrativos, contos populares, textos  informativos e curiosidades); Leitura pelo aluno (contos de assombração, textos narrativos, contos populares, textos informativos e curiosidades); Análise coletiva das  características de textos de qualidade (contos de assombração e informativo)

cada situação; Observar se o aluno está adquirindo liberdade de expressão, defendendo seu ponto de vista e respeitando a opinião dos demais.

LEITURA. Observação da demonstração de compreensão de textos ouvidos por meio de resumos de ideias; Avaliar através de discussões orais a capacidade do aluno em ajustar sua leitura a diferentes objetivos, utilizando os procedimentos adequados a cada situação; Observar se o aluno está adquirindo liberdade de expressão, defendendo seu ponto de vista e respeitando a opinião dos demais. 107


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Ler com autonomia e compreensão os textos e gêneros previstos (contos de assombração, textos narrativos, contos populares, textos informativos e curiosidades);  Ler para alcançar diferentes objetivos como: Revisar; Informar-se; Pesquisar; Estudar;  Valorizar a leitura como fonte de apreciação e prazer. ESCRITA  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Reescrever textos considerando:  Características de gênero;   Coerência;  Pontuação; e,  Ortografia

empréstimo de livros da biblioteca da escola para pesquisas e   leituras. 

ESCRITA Produção de texto considerando: narrador, personagem, a finalidade e as características dos gêneros (contos de assombração); Ortografia: transcrição de fala nas vogais; H inicial nas palavras;

   

 

Leitura pelo prazer de ler; Leitura de textos adequados à faixa etária; Ler para extrair informações dos textos.

ESCRITA Utilizar o dicionário para sanar  dúvidas ortográficas; Análise de textos de qualidade; Revisão de textos escritos pelos alunos; Levantamento (coletivo) das características do gênero  trabalhado; Agrupamento produtivo; Pesquisa na Bei e Laboratório 

ESCRITA Avaliar através de atividades escritas a forma como o aluno se ajusta aos diferentes objetivos, utilizando os procedimentos adequados a cada situação; Preocupação com a coerência, coesão, pontuação e normas ortográficas; Revisão da produção de textos 108


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

  Produzir partes dos  (contos de assombração);  Interpretar e registrar diferentes tipos de texto de acordo com o gênero trabalhado  no trimestre; Buscar informações em fontes escritas de diferentes tipos de texto; Utilizar o dicionário para sanar dúvidas ortográficas; Redigir rascunhos, revisar e cuidar da apresentação do texto, com orientação do professor.

Gramática- adjetivos. Utilização de estratégias de escrita, como planejar o texto, redigir rascunhos, revisar e cuidar da apresentação; Organizar as ideias de acordo com o texto.

de Informática.

verificando as características próprias do gênero.

3º ANO INICIAL MATEMÁTICA 1º TRIMESTRE 109


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Compreender o sistema de numeração decimal;  Interpretar e resolver situações-problema empregando ideias das operações de adição e subtração.  Ler e interpretar gráficos e tabelas;  Interpretar dados apresentados sob forma de gráficos e tabelas, valorizando essa linguagem como forma de comunicação;  Identificar características das figuras geométricas planas, percebendo semelhanças e diferenças entre elas no cotidiano.

CONTEÚDOS 

Reconhecimento dos números naturais no contexto diário; Resolução das operações com números naturais por meio de estratégias pessoais e convencionais do uso de técnicas operatórias, com compreensão dos processos nelas envolvidos; Compreender e resolver situaçõesproblema envolvendo uma operação, seja, de adição ou subtração; Classes e ordens numéricas envolvendo a 3ª ordem; Leitura e interpretação de dados apresentados de maneira organizada (por meio de listas,

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS   

    

Uso de material concreto: material dourado; Agrupamentos produtivos; Socialização de estratégia para resolução de situaçõesproblema; Intervenções individualizadas; Aulas expositivas; Utilização de procedimentos de cálculo mental e estimativa; Observação, comparação de figuras planas no cotidiano; Desenho de figuras planas geométricas;

AVALIAÇÃO 

Observação das estratégias pessoais de resolução de situações-problema; Observação das estratégias usadas para realizar cálculos e a comprovação dos resultados por meio de verificação; Medir e fazer estimativas utilizando unidades e tempo mais usuais; Observar se o aluno identifica características das formas geométricas planas, percebendo semelhanças e diferenças entre eles.

110


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

tabelas, gráficos) e construção dessas representações; Reconhecimento de semelhanças e diferenças entre as planas; Medidas de tempo. (dia, semana, mês e ano);

MATEMÁTICA 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS

CONTEÚDOS

 Que os alunos sejam  Resolução das progressivamente operações com capazes de: números naturais por  Compreender o sistema meio de estratégias de Numeração Decimal; pessoais e do uso de técnicas operatórias  Utilizar o procedimento convencionais, com de cálculos para compreensão dos resolver situaçõesprocessos nelas problema; envolvidos;  Compreender o algoritmo da Compreender a resolução

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS   

   

Uso de material concreto:  material dourado; Agrupamentos produtivos; Socialização de estratégia para  resolução de situações problema; Intervenções individualizadas;  Aulas expositivas; Utilização de procedimentos de cálculo mental e estimativa; Observação, comparação de

AVALIAÇÃO

Observação das estratégias pessoais de resolução de situações-problema; Observação das estratégias usadas para realizar cálculos e a comprovação dos resultados por meio de verificação; Observar se o aluno identifica características das formas geométricas planas, percebendo semelhanças e 111


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

 

multiplicação por um algarismos; Compreender as medidas de tempo; Interpretar dados apresentados sob forma de gráficos e tabelas, valorizando essa linguagem como forma de comunicação; Comparar figuras geométricas planas com a bi e tridimensionais, presentes na natureza e criados pelo homem. Construir o significado de medidas enfocando horas;

de operação de multiplicação por um algarismo;  Reconhecimento e utilização das medidas de tempo – hora.  Reconhecimento do sistema de medidas; de tempo e utilização das unidades convencionais em diferentes contextos;  Ler e interpretar situações-problema que envolvam gráficos e tabelas;  Reconhecimento e utilização de unidades usuais de tempo-hora

formas planas, bi e tridimensional no cotidiano; Desenhos de figuras planas geométricas

diferenças entre elas.

3º ANO INICIAL MATEMÁTICA 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam

CONTEÚDOS 

Resolução

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS das 

Uso de material concreto:

AVALIAÇÃO 

Observação das estratégias 112


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

  

progressivamente capazes de: Compreender o sistema de numeração decimal; Interpretar e resolver situações-problema; Efetuar multiplicação por um algarismo e ter noção de divisão. Desenvolver habilidades para utilizar adequadamente o sistema monetário brasileiro. Resolver situações problema, empregando as ideias operações sobre adição, subtração e multiplicação por um algarismo; Resolver as operações de adição simples, com reserva, subtração simples e com recurso e a multiplicação por um algarismo; Construir o significado da medida de massa a partir de situações do cotidiano;

operações com números naturais por meio de estratégias pessoais e do uso de técnicas operatórias convencionais, com compreensão dos processos nelas envolvidos; 

 

   

 

  

Classes e ordens  numéricas envolvendo a 4ª ordem; Identificação de figuras geométricas; Ler e interpretar situações-problema que envolvam gráficos e tabelas; Coleta, organização e descrição de dados. Medidas de massa; Simetria das formas geométricas; Sistema monetário brasileiro;

material dourado; Agrupamentos produtivos; Socialização de estratégia para resolução de situaçõesproblema; Intervenções individualizadas e pontuais; Aulas expositivas; Utilização de procedimentos de cálculo mental e estimativa; Construção de desenhos de autoria, em dupla por meio de recorte e colagens utilizando o recurso do tangran.

pessoais de resolução de situações problema; Observação das estratégias usadas para realizar cálculos e a comprovação dos resultados por meio de verificação; Observar se o aluno identifica características das formas geométricas planas;

113


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Identificar a simetria das formas geométricas planas; Reconhecer formas geométricas na natureza e na Arte;

3º ANO INICIAL GEOGRAFIA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Compreender o conceito de paisagem, diferenciando a paisagem natural da modificada.

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Leitura de imagens, de  paisagens, de textos, fotos.   

Trabalhos individuais e em  grupo; Comparação de paisagens –  fotos - figuras; Sistematização de conhecimento; Socialização de informações.

AVALIAÇÃO

Observar, descrever, explicar, comparar e representar diferentes paisagens; Estabelecer algumas relações entre as ações homem na natureza.

GEOGRAFIA 2º TRIMESTRE OBJETIVOS

CONTEUDOS

PROCEDIMENTOS

AVALIAÇÃO 114


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

ESPECIFICOS  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Reconhecer atitudes que ajudem a preservar a natureza e os recursos naturais.

METODOLOGICOS Desperdício de água;  Reciclar, reutilizar e reduzir o lixo.     

Levantamento de  conhecimentos prévios /  confronto das suposições;  Trabalhos individuais e em grupo; Participação em discussões e debates; Pesquisas em livros e Internet; Sistematização de conhecimentos; Socialização de informações.

Participação nos trabalhos; Registro das discussões; Autonomia para pesquisa.

GEOGRAFIA 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Identificar as etapas da atividade agrícola;  Distinguir produtos in natura de produtos industrializados.

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Atividade agrícola;  Do campo para a nossa mesa.   

Levantamento de  conhecimentos prévios /  confronto das suposições;  Trabalhos individuais e em grupo; Socialização de informações; Leitura e interpretação de gráficos;

AVALIAÇÃO Participação nos trabalhos; Registro das discussões; Autonomia para pesquisa.

115


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Atividade de exploração dos textos (orais e escritos).

3º ANO INICIAL HISTÓRIA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:   Conhecer os alimentos e suas origens.

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Os povos que  colonizaram o Brasil; A influência de outros  povos na culinária brasileira.    

Levantamento de  conhecimentos prévios;  Registro de hipóteses,  descobertas e opiniões; Discussões e debates; Leituras (pelo professor e pelo aluno); Sistematização de conhecimento; Utilização de diferentes fontes de informações para leitura.

AVALIAÇÃO

Participação nos trabalhos; Registros das discussões; Observação do desempenho frente às pesquisas.

HISTÓRIA 2º TRIMESTRE 116


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente  capazes de:  Conhecer a historia do vestuário e algumas características culturais.  Conhecer a cultura dos povos indígenas e suas vestimentas.

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS.

História das roupas;  Vestuário e diversidade cultural.

Leitura de imagens,  observação, apreciação, leitura  de textos informativos,  discussão.

AVALIAÇÃO

Participação nos trabalhos; Registros das discussões;

HISTÓRIA 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS

CONTEÚDOS

 Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Reconhecer atitudes que reduzam o consumo de energia elétrica.

História eletricidade; Energia limpa.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS da 

Leitura de imagens,  observação, apreciação,  pesquisa, leitura de textos  informativos, discussões.

AVALIAÇÃO

Participação nos trabalhos; Registros das discussões; Observação do desempenho frente às pesquisas.

3º ANO INICIAL 117


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

CIÊNCIAS 1º TRIMESTRE OBJETIVO ESPECÍFICO  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Conhecer os animais e classificá-los quanto à locomoção e alimentação.

CONTEÚDO

Animais vertebrados.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS 

  

Busca de informações em  fontes variadas (enciclopédia e textos informativos); Trabalhos em equipes e  individual; Discussões e debates; Sistematização de conhecimentos e socialização de informações. 

AVALIAÇÃO

Buscar, registrar e socializar informações mediante observações; Registrar sequências de eventos observadas em experimentos, identificando etapas, transformações e estabelecendo relações entre os mesmos; Organizar registro de dados em textos informativos e ficha técnica.

CIÊNCIAS 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente  capazes de:  Conhecer os animais e classificá-los quanto ao

CONTEÚDOS Animais invertebrados; Metamorfose.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS 

Busca de informações em fonte  variadas (enciclopédia e textos informativos); Trabalhos em equipes e  individual;

AVALIAÇÃO Buscar registrar e socializar informações mediante observações e experimentações; Registrar sequência de eventos 118


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

 

seu habitat.

CIÊNCIAS 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Conhecer o ciclo de vida  das plantas;  Conhecer as partes do corpo das plantas.

CONTEÚDOS Plantio desenvolvimento plantas; Reprodução sementes e sementes.

Discussões e debates; Sistematização de conhecimentos e socialização de informações.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS e  das por  sem  

Busca de informações em fonte  variadas (enciclopédia e textos informativos); Trabalhos em equipes e individual;  Discussões e debates; Experimentações sistematização de conhecimentos e socialização de informações. 

observada em experimentos, identificando etapas, transformações e estabelecendo relações entre os mesmos;

AVALIAÇÃO Buscar registrar e socializar informações mediante observações e experimentações; Registrar sequência de eventos observada em experimentos, identificando etapas, transformações e estabelecendo relações entre os mesmos; Organizar registro de tabelas, desenhos ou maquetes que melhor se ajustem à representação do tema estudado.

3º ANO INICIAL 119


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

ARTE 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Criar produções próprias em pintura, considerando suas várias possibilidades expressivas explorando vários meios e suporte;

CONTEÚDOS Exploração de  elementos da linguagem  visual em produções próprias de diferentes modalidades artísticas: desenho, pintura, gravura, colagem e escultura.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS História das cores e misturas;  Experimentação (desenho, pintura, recorte e colagem); 

AVALIAÇÃO

Reconhecer alguns elementos da linguagem visual em objetos e imagens; Apreciar os seus trabalhos e de outros por meio das próprias reflexões e conhecimentos.

ARTE 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Conhecer produções artísticas e aspectos de  teatrais;  Criar elementos para compor um cenário,

CONTEÚDOS Elementos de linguagem  visual (ponto, linha, figura, textura, cor,  plano, luz); Experimentação e pesquisa pelos alunos  em produções artísticas nas diversas

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Apreciação música artesanatos  da cultura indígenas; Pesquisa, leitura e discussão sobre a expressão artística  indígena. Experimentação (desenho, pintura corporais e artesanais indígena);

AVALIAÇÃO

Reconhecer alguns elementos da linguagem visual em objetos e imagens; Apreciar os seus trabalhos e de outros por meio das próprias reflexões e conhecimentos.

120


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

personagem, fantasias teatrais considerando suas várias possibilidades explorando vários meios e suporte; Desenvolver o cuidado e o respeito pela produção e criação coletiva;

modalidades visuais desenho, escultura).

de artes (pintura, colagem,

ARTE 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Conhecer produções artísticas e aspectos de  suas biografias;  Criar produções considerando suas várias possibilidades explorando vários meios e suporte;  Desenvolver o cuidado e o respeito pela produção

CONTEÚDOS Elementos de linguagem  visual (ponto, linha,  figura, textura, cor, plano, luz); Experimentação e  pesquisa pelos alunos em produções artísticas nas diversas modalidades de artes visuais (pintura, desenho, colagem, escultura, fotografias).

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Apreciação de obras artísticas;  Pesquisa, leitura e discussão de textos sobre artistas, suas biografias e suas produções;  Experimentação (desenho, pintura, fotografias)

AVALIAÇÃO

Reconhecer alguns elementos da linguagem visual em objetos e imagens; Apreciar os seus trabalhos e de outros por meio das próprias reflexões e conhecimentos.

121


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

e criação tanto individual quanto coletiva.

3º ANO INICIAL EDUCAÇÃO FÍSICA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Participar de atividades corporais, reconhecendo e respeitando seus limites e características físicas, bem como de seus colegas;  Organizar e participar de jogos e brincadeiras ou outras atividades valorizando-as como recurso de expressão corporal.

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Jogos recreativos  individuais e coletivos;    

Atividades dirigidas;  Atividades livres; Uso de jogos cooperativos; Pesquisas sobre brincadeiras tradicionais; Intercâmbio de brincadeiras.

AVALIAÇÃO

Observar se o aluno enfrenta desafios colocados em situações de jogos e competições, respeita regras, adotando uma postura cooperativa, desenvolve os movimentos corporais de acordo com as atividades (individual e coletiva).

122


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

EDUCAÇÃO FÍSICA 2º TRIMESTRE

OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Organizar e participar de jogos e brincadeiras ou outras atividades valorizando-as como recurso de expressão corporal;  Criar entre o grupo regras que propiciem a interação e cooperação do mesmo.

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Jogos recreativos  individuais e coletivos.    

Atividades dirigidas;  Atividades livres; Uso de jogos cooperativos; Pesquisas sobre brincadeiras tradicionais; Intercâmbio de brincadeiras.

AVALIAÇÃO

Observar se o aluno enfrenta desafios colocados em situações de jogos e competições, respeita regras, adotando uma postura cooperativa, desenvolve os movimentos corporais de acordo com as atividades (individual e coletiva).

EDUCAÇÃO FÍSICA 123


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:   Participar de atividades corporais, reconhecendo e respeitando seus limites e características físicas, bem como de seus colegas;  Vivenciar manifestações culturais (danças folclóricas);  Organizar e participar de jogos e brincadeiras ou outras atividades valorizando-as como recurso de expressão corporal;  Criar entre o grupo regras que propiciem a interação e cooperação do mesmo.

CONTEÚDOS

Jogos recreativos individuais e coletivos; Gincanas, torneios e atividades recreativas.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS     

Atividades dirigidas;  Atividades livres; Uso de jogos cooperativos; Pesquisas sobre brincadeiras tradicionais; Intercâmbio de brincadeiras.

AVALIAÇÃO

Observar se o aluno enfrenta desafios colocados em situações de jogos e competições, respeita regras, adotando uma postura cooperativa, desenvolve os movimentos corporais de acordo com as atividades (individual e coletiva).

1º ANO – CICLO II 124


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

LINGUA PORTUGUESA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS LEITURA  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Ler com autonomia e compreensão os textos e gêneros previstos para o bimestre;  Demonstrar interesse no empréstimo de livros do acervo da classe e da biblioteca escolar, apropriando-se das regras de utilização da biblioteca e redes de informação;  Ler com autonomia e compreensão os textos e gêneros previstos para o (poema, -, - e cartões contos, lendas, notícias e textos informativos;  Ler para alcançar diferentes objetivos como: Revisar;

CONTEÚDOS

 

LEITURA Leitura do gênero (contos de assombração, piadas e HQ); Socialização das leituras; Busca de informações em fontes de diferentes tipos (jornais, revistas, Internet, etc.) com auxílio do professor; Utilização e empréstimo de livros da biblioteca da escola para pesquisas e leituras.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS    

  

LEITURA Leituras pelo professor;  Leitura compartilhada (contos de assombração, piadas); Leitura pelo aluno (H.Q, contos  de assombração, piadas); Análise das características de textos de qualidade (contos de assombração, piadas). Leitura pelo prazer de ler; Leitura de textos adequados à  faixa etária; Ler para extrair informações dos textos.

AVALIAÇÃO

LEITURA Observação da demonstração de compreensão de textos ouvidos por meio de resumos de ideias; Avaliar através de discussões orais a capacidade do aluno em ajustar sua leitura a diferentes objetivos, utilizando os procedimentos adequados a cada situação; Observar se o aluno está adquirindo liberdade de expressão, defendendo seu ponto de vista e respeitando a opinião dos demais.

125


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Informar-se; Pesquisar; e, Estudar; ORALIDADE  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Ouvir com atenção, formulando e respondendo perguntas;  Expressar oralmente as ideias de um texto lido (por outro ou por si mesmo);  Utilizar a linguagem oral com fluência, expressando e defendendo seu ponto de vista;  Acolher e respeitar as opiniões e diferentes formas de falar.  Utilizar-se da linguagem oral adequando-a as diferentes situações comunicativas formais. ESCRITA  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:

ORALIDADE Argumentando e  contra-argumentando em momentos de conversas e  exposições orais; Utilização da linguagem oral com  maior nível de formalidade quando a situação social assim exigir; Narrações de histórias conhecidas e relatos de acontecimentos, respeitando a temporalidade e o desencadeamento dos fatos (de modo autônomo).

ORALIDADE Leitura de textos argumentativos  para subsidiar a formação de alunos críticos reflexivos; Oportunidade para o aluno se colocar e argumentar sobre o  seu ponto de vista; Indagar o porquê de suas respostas.

ESCRITA Produção de considerando: Narrador;

ESCRITA Utilizar o dicionário para sanar  dúvidas ortográficas; Análise de textos de qualidade;

texto  

ORALIDADE Observação da demonstração de compreensão de textos ouvidos por meio de resumos de ideias; Avaliar através de discussões orais a capacidade do aluno em ajustar sua leitura a diferentes objetivos, utilizando os procedimentos adequados a cada situação; Observar se o aluno está adquirindo liberdade de expressão, defendendo seu ponto de vista e respeitando a opinião dos demais.

ESCRITA Avaliar através de atividades escritas a forma como o aluno se ajusta aos diferentes 126


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Produzir textos considerando: Características de gênero;  Coerência; Pontuação; Segmentação; e,  Ortografia (m/p, m/b e final); Interpretar e registrar diferentes tipos de texto de acordo com o gênero trabalhado no trimestre; Buscar informações em fontes escritas de diferentes tipos de texto; Utilizar o dicionário para sanar dúvidas ortográficas.

Personagem; Finalidade; Características dos gêneros; Fábulas e ficha técnica dos animais; Separação entre discurso direto e indireto entre os turnos do diálogo, mediante a utilização de dois pontos e travessão.

 

 

Revisão de textos escritos pelos alunos; Levantamento (coletivo) das características do gênero  trabalhado; Agrupamento produtivo; Pesquisa na Bei e Laboratório  de Informática.

objetivos, utilizando os procedimentos adequados a cada situação; Preocupação com a coerência, coesão, pontuação e normas ortográficas; Revisão da produção de textos verificando as características próprias do gênero.

LÍNGUA PORTUGUESA 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS ORALIDADE  Que os alunos sejam  progressivamente

CONTEÚDOS

ORALIDADE Argumentando e  contra-argumentando

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS ORALIDADE Leitura de textos argumentativos  para subsidiar a formação de

AVALIAÇÃO

ORALIDADE Observação da demonstração de compreensão de textos 127


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

capazes de:  Ouvir com atenção, formulando e respondendo perguntas;  Expressar oralmente as ideias de um texto lido (por outro ou por si mesmo);  Utilizar a linguagem oral com fluência, expressando e defendendo seu ponto de vista;  Acolher e respeitar as opiniões e diferentes formas de falar;  Utilizar-se da linguagem oral adequando-a às diferentes situações comunicativas formais. LEITURA  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Ler com autonomia e compreensão os textos e gêneros previstos para o trimestre;  Demonstrar interesse no empréstimo de livros do

 

em momentos de conversas e  exposições orais; Utilização da linguagem oral com  maior nível de formalidade quando a situação social assim exigir; Narrações de histórias conhecidas e relatos de acontecimentos, respeitando a temporalidade e o desencadeamento dos fatos (de modo autônomo).

alunos críticos reflexivos; Oportunidade para o aluno se colocar e argumentar sobre o  seu ponto de vista; Indagar o porquê de suas respostas.

LEITURA Leitura do gênero (Contos de assombração, textos informativos, noticia e curiosidades); Socialização das leituras; Busca de informações em fontes de diferentes

LEITURA Leituras pelo professor;  Leitura compartilhada (contos de assombração, piadas); Leitura pelo aluno (lendas gregas, contos populares,  notícias e curiosidades). Análise das características de textos de qualidade (lendas gregas e contos populares);

  

ouvidos por meio de resumos de ideias; Avaliar através de discussões orais a capacidade do aluno em ajustar sua leitura a diferentes objetivos, utilizando os procedimentos adequados a cada situação; Observar se o aluno está adquirindo liberdade de expressão, defendendo seu ponto de vista e respeitando a opinião dos demais.

LEITURA. Observação da demonstração de compreensão de textos ouvidos por meio de resumos de ideias; Avaliar através de discussões orais a capacidade do aluno em ajustar sua leitura a diferentes objetivos, utilizando os procedimentos adequados a 128


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

acervo da classe e da biblioteca escolar, apropriando-se das regras de utilização da  biblioteca e redes de informação;  Ler com autonomia e compreensão os textos e gêneros previstos para o - (poema, -, - e cartões contos, lendas, notícias e textos informativos;  Ler para alcançar diferentes objetivos como: Revisar; Informar-se; Pesquisar; e, Estudar;  Valorizar a leitura como fonte de apreciação e prazer. ESCRITA  Que os alunos sejam  progressivamente capazes textos considerando: Características de gênero; Coerência;

tipos (jornais, revistas,  Internet, etc.) com  auxílio do professor; Utilização e  empréstimo de livros da biblioteca da escola para pesquisas e leituras.

Leitura pelo prazer de ler; Leitura de textos adequados à  faixa etária; Ler para extrair informações dos textos.

cada situação; Observar se o aluno está adquirindo liberdade de expressão, defendendo seu ponto de vista e respeitando a opinião dos demais.

ESCRITA Produção de texto considerando: Narrador; Personagem; Finalidade; Características dos gêneros (Contos de

ESCRITA Utilizar o dicionário para sanar  dúvidas ortográficas; Análise de textos de qualidade; Revisão de textos escritos pelos alunos; Levantamento (coletivo) das características do gênero 

ESCRITA Avaliar através de atividades escritas a forma como o aluno se ajusta aos diferentes objetivos, utilizando os procedimentos adequados a cada situação; Preocupação com a coerência,

   

129


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Pontuação; e, Ortografia;  Produzir textos, preocupando-se com a coerência – pontuação e suas características; Utilizar progressivamente em  suas produções os verbos na 3ª pessoa do plural (futuro) ão, na 3ª pessoa do singular (passado perfeito do indicativo) e no infinitivo (ar, er, ir); Interpretar e registrar diferentes tipos de texto de acordo com o gênero trabalhado no trimestre; Buscar informações em fontes escritas de diferentes tipos de texto; Utilizar o dicionário para sanar dúvidas ortográficas; Redigir rascunhos, revisar e cuidar da apresentação do texto, com orientação do professor.

assombração); Utilização de  estratégias de escrita,  como planejar o texto, redigir rascunhos, revisar e cuidar da apresentação; Organizar as ideias de acordo com o texto.

trabalhado; Agrupamento produtivo; Pesquisa na Bei e Laboratório  de Informática.

coesão, pontuação e normas ortográficas; Revisão da produção de textos verificando as características próprias do gênero.

130


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

LÍNGUA PORTUGUESA 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS ORALIDADE  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Ouvir com atenção, formulando e respondendo perguntas;   Expressar oralmente as ideias de um texto lido (por outro ou por si mesmo);  Utilizar a linguagem oral com fluência,  expressando e defendendo seu ponto de vista;  Acolher e respeitar as opiniões e diferentes formas de falar;  Utilizar-se da linguagem oral adequando-a às diferentes situações comunicativas formais.

CONTEÚDOS

ORALIDADE Argumentando e  contra-argumentando em momentos de conversas e  exposições orais; Utilização da linguagem oral com  maior nível de formalidade quando a situação social assim exigir; Narrações de histórias conhecidas e relatos de acontecimentos, respeitando a temporalidade e o desencadeamento dos fatos (de modo autônomo).

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

AVALIAÇÃO

ORALIDADE Leitura de textos argumentativos  para subsidiar a formação de alunos críticos reflexivos; Oportunidade para o aluno se colocar e argumentar sobre o  seu ponto de vista; Indagar o porquê de suas respostas.

ORALIDADE Observação da demonstração de compreensão de textos ouvidos por meio de resumos de ideias; Avaliar através de discussões orais a capacidade do aluno em ajustar sua leitura a diferentes objetivos, utilizando os procedimentos adequados a cada situação; Observar se o aluno está adquirindo liberdade de expressão, defendendo seu ponto de vista e respeitando a opinião dos demais.

131


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

LEITURA  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Ler com autonomia e compreensão os textos e gêneros previstos para o trimestre;  Demonstrar interesse no empréstimo de livros do acervo da classe e da biblioteca escolar, apropriando-se das regras de utilização da biblioteca e redes de informação;  Ler com autonomia e compreensão os textos e gêneros previstos (poema, e cartões contos, lendas, notícias e textos informativos;  Ler para alcançar diferentes objetivos como: Revisar; Informar-se; Pesquisar; e, Estudar;  Valorizar a leitura como

 

LEITURA Leitura do gênero (noticia, textos narrativos, lendas gregas, contos populares, textos informativos e curiosidades); Socialização das leituras; Busca de informações em fontes de diferentes tipos (jornais, revistas, internet, etc.) com auxílio do professor; Utilização e empréstimo de livros da biblioteca da escola para pesquisas e leituras.

  

  

LEITURA Leituras pelo professor;  Leitura compartilhada (contos de assombração, piadas); Leitura pelo aluno (lendas gregas, contos populares,  notícias e curiosidades); Análise das características de textos de qualidade (notícias e textos informativos); Leitura pelo prazer de ler; Leitura de textos adequados à  faixa etária; Ler para extrair informações dos textos.

LEITURA. Observação da demonstração de compreensão de textos ouvidos por meio de resumos de ideias; Avaliar através de discussões orais a capacidade do aluno em ajustar sua leitura a diferentes objetivos, utilizando os procedimentos adequados a cada situação; Observar se o aluno está adquirindo liberdade de expressão, defendendo seu ponto de vista e respeitando a opinião dos demais.

132


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

fonte de apreciação e prazer. ESCRITA  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Reescrever textos considerando: Características de gênero; Coerência; Pontuação; e,  Ortografia;  Produzir textos, preocupando-se com a coerência – pontuação e suas características;  Interpretar e registrar diferentes tipos de texto de acordo com o gênero trabalhado no trimestre;  Buscar informações em fontes escritas de diferentes tipos de texto;  Utilizar o dicionário para sanar dúvidas ortográficas;  Redigir rascunhos, revisar e cuidar da apresentação do texto,

ESCRITA Produção de texto considerando: Narrador; Personagem; Finalidade; e, Características dos gêneros: (relato de experiências); Utilização de estratégias de escrita, como planejar o texto, redigir rascunhos, revisar e cuidar da apresentação, organizar as ideias de acordo com o texto.

ESCRITA Utilizar o dicionário para sanar  dúvidas ortográficas;  Análise de textos de qualidade; Revisão de textos escritos pelos alunos;  Levantamento (coletivo) das características do gênero  trabalhado;  Agrupamento produtivo;  Pesquisa na Bei e Laboratório  de Informática. 

ESCRITA Avaliar através de atividades escritas a forma como o aluno se ajusta aos diferentes objetivos, utilizando os procedimentos adequados a cada situação; Preocupação com a coerência, coesão, pontuação e normas ortográficas; Revisão da produção de textos verificando as características próprias do gênero.

133


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

com orientação do professor; Utilizar progressivamente em suas produções os verbos no gerúndio (ando, endo e indo), substantivo, adjetivo: (oso) e o uso do l/u.

1º ANO – CICLO II MATEMÁTICA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Compreender o sistema  de numeração decimal;  Interpretar e resolver situações-problema empregando as quatro operações;  Recolher dados e informações, elaborando formas para organizá-

CONTEÚDOS

Reconhecimento dos números naturais no contexto diário; Resolução das operações com números naturais por meio de estratégias pessoais e convencionais do uso de técnicas operatórias, com compreensão dos

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS   

   

Uso de material concreto:  material dourado; Agrupamentos produtivos; Socialização de estratégia para  resolução de situaçõesproblema; Intervenções individualizadas;  Aulas expositivas; Utilização de procedimentos de cálculo mental e estimativa Socialização de estratégia para

AVALIAÇÃO

Observação das estratégias pessoais de resolução de situações-problema; Observação das estratégias usadas para realizar cálculos e a comprovação dos resultados por meio de verificação; Medir e fazer estimativas utilizando unidades e instrumentos de medidas mais usuais; 134


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

los e expressá-los; Interpretar dados apresentados sob forma  de gráficos e tabelas, valorizando essa linguagem como forma de comunicação;  Identificar características das figuras sólidas e  geométricas, percebendo semelhanças e diferenças entre elas.

processos nelas envolvidos; Compreender e resolver situaçõesproblema envolvendo as 4 operações; Classes e ordens numéricas envolvendo a 4ª ordem; Leitura e interpretação de dados apresentados de maneira organizada (por meio de listas, tabelas, gráficos) e construção dessas representações; Reconhecimento dos sistemas de medida e utilização das unidades convencionais em diferentes contextos; Reconhecimento de semelhanças e diferenças entre os sólidos geométricos;

    

resolução de situações-  problema; Intervenções individualizadas; Aulas expositivas; Utilização de procedimentos de cálculo mental e estimativa; Observação, comparação de formas e sólidos no cotidiano; Construção de sólidos geométricos.

Observar se o aluno identifica características das formas geométricas planas e dos sólidos geométricos, percebendo semelhanças e diferenças entre eles.

MATEMÁTICA 2º TRIMESTRE OBJETIVOS

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS

AVALIAÇÃO 135


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Compreender o sistema de Numeração Decimal;  Utilizar o procedimento de cálculos para resolver situaçõesproblema;  Compreender o algoritmo da multiplicação por dois algarismos;  Ler e utilizar o sistema monetário brasileiro em situações-problema;  Compreender e resolver situações-problema que envolvam gráficos e tabelas;  Construir o significado das medidas de tempo a partir de situaçõesproblema que expressem seu uso no contexto social;  Compreender as medidas de tempo,

METODOLÓGICOS 

Resolução das operações com números naturais por meio de estratégias pessoais e do uso de técnicas operatórias convencionais, com compreensão dos processos nelas envolvidos; Compreender a resolução de operação de multiplicação por um algarismo; Reconhecimento e utilização das medidas de tempo e realização de conversão simples; Reconhecimento do sistema de medidas, de tempo e utilização das unidades convencionais em diferentes contextos; Análise, interpretação e resolução de situaçõesproblema que envolvam gráficos e

  

    

Uso de material concreto:  material dourado; Agrupamentos produtivos; Socialização de estratégia para  resolução de situaçõesproblema; Intervenções individualizadas;  Aulas expositivas; Utilização de procedimentos de cálculo mental e estimativa; Observação, comparação de formas e sólidos no cotidiano; Construção de sólidos geométricos.

Observação das estratégias pessoais de resolução de situações-problema; Observação das estratégias usadas para realizar cálculos e a comprovação dos resultados por meio de verificação; Observar se o aluno identifica características das formas geométricas planas e dos sólidos geométricos, percebendo semelhanças e diferenças entre eles.

136


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

realizando conversões simples;  Interpretar dados apresentados sob forma de gráficos e tabelas, valorizando essa  linguagem como forma de comunicação; Identificar e comparar figuras geométricas bi e tridimensionais, presentes na natureza e criados pelo homem; Construir o significado de medidas de comprimento;

tabelas; Reconhecimento de semelhanças e diferenças entre sólidos geométricos; Reconhecimento e utilização de unidades usuais de medida como: *Metro, *Centímetro, * Km.

MATEMÁTICA 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Compreender o sistema  de numeração decimal;  Interpretar e resolver

CONTEÚDOS Classes e ordens  numéricas envolvendo a 5ª ordem;  Descrição, interpretação  e representação da posição de uma pessoa

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Uso de material concreto:  material dourado; Agrupamentos produtivos; Socialização de estratégia para  resolução de situações-

AVALIAÇÃO

Observação das estratégias pessoais de resolução de situações-problema; Observação das estratégias usadas para realizar cálculos e a comprovação dos resultados 137


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

 

situações-problema; Efetuar multiplicação por dois algarismos e divisão exata e inexata  por um algarismo; Identificar a fração como  parte de um inteiro; Caracterizar, identificar e utilizar números fracionários. Resolver situaçõesproblema, empregando as quatro operações; Compreender o significado do número racional; Resolver as quatro operações utilizando corretamente a técnica operatória; Construir o significado da medida de massa a partir de situaçõesproblema que expressem seu uso no contexto social; Identificar e comparar as figuras e sólidos geométricos percebendo suas características e

ou objeto no espaço, de diferentes pontos de vista; Identificação de sólidos geométricos; Coleta, organização e descrição de dados.

   

problema; Intervenções individualizadas e  pontuais; Aulas expositivas; Utilização de procedimentos de cálculo mental e estimativa; Observação, comparação de formas e sólidos no cotidiano;

por meio de verificação; Observar se o aluno identifica características das formas geométricas planas e dos sólidos geométricos, percebendo semelhanças e diferenças entre eles.

138


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

estabelecendo relações de diferenças e semelhanças entre elas; Reconhecer formas geométricas na natureza e na Arte; Utilizar recursos tecnológicos para conferência de resultados e comunicação de dados.

1º ANO – CICLO II GEOGRAFIA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  

Compreender o que são  recursos naturais; Perceber através de  imagens alguns impactos causados pela exploração de alguns.

CONTEÚDOS

Leitura de imagens, de paisagens, de textos; Cartografia utilizada para leitura e também construção de mapas, assim como a construção de desenhos e maquetes.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS    

Trabalhos individuais e em  grupo; Participações em discussões e debates;  Pesquisas em livros e Internet; Comparação de paisagens – fotos – figuras;

AVALIAÇÃO

Observar, descrever, explicar, comparar e representar diferentes mapas; Estabelecer algumas relações entre as ações da sociedade e suas consequências para a sociedade; 139


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

 

Sistematização de  conhecimento; Socialização de informações.

Reconhecer e comparar os modos de produção técnica e tecnológica, sabendo discernir os benefícios e prejuízos causados por tais avanços.

GEOGRAFIA 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECIFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Reconhecer as transformações na natureza como resultado da ação humana;  Conhecer a paisagem do local onde está inserido.

CONTEUDOS Transformações paisagem local: Mapas; Relevo; Clima; e, Vegetação.

PROCEDIMENTOS METODOLOGICOS da 

      

Levantamento de  conhecimentos prévios –  confronto das suposições;  Trabalhos individuais e em grupo; Participação em discussões e debates; Pesquisas em livros e Internet; Sistematização de conhecimentos; Socialização de informações; Leitura e interpretação de gráficos; Atividade de exploração dos textos (orais e escritos).

AVALIAÇÃO Participação nos trabalhos; Registro das discussões; Autonomia para pesquisa.

GEOGRAFIA 140


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS 

Conhecer as diferentes  paisagens regionais do país; Utilizar procedimentos de observação, descrição, comparação e síntese como forma de entender a paisagem.

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

As diferentes paisagens  regionais: Mapas; Relevo;  Clima; e, Vegetação.      

Levantamento de  conhecimentos prévios –  confronto das suposições;  Trabalhos individuais e em grupo; Participação em discussões e debates; Pesquisas em livros e Internet; Sistematização de conhecimentos; Socialização de informações; Leitura e interpretação de gráficos; Atividade de exploração dos textos (orais e escritos).

AVALIAÇÃO Participação nos trabalhos; Registro das discussões; Autonomia para pesquisa.

1º ANO – CICLO II HISTÓRIA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

AVALIAÇÃO

141


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

 Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Perceber a importância da cultura e contribuições dos povos indígenas, europeus e africanos na colonização do nosso país;  Estabelecer relações entre o presente e o passado, contextualizando-os nos diferentes momentos históricos.

Compreender a importância da cultura indígena, européia e africana e na formação do povo brasileiro, por meio de textos informativos e interpretação.

         

Levantamento de  conhecimentos prévios; Registro de hipóteses, descobertas e opiniões; Discussões e debates; Leituras (pelo professor e pelo aluno); Trabalho individual e em grupo; Pesquisas (Internet, biblioteca interativa, entre outros); Comparação de informações em diferentes fontes; Socialização de pesquisas realizadas (conclusões); Sistematização de conhecimento; Utilização de diferentes fontes de informações para leitura.

Reconhecer algumas semelhanças, diferenças, mudanças e permanências de modo de vida de algumas populações de outras épocas e lugares.

HISTÓRIA 2º TRIMESTRE

OBJETIVOS ESPECIFICOS 

Conhecer os principais  deslocamentos populacionais externos, 

CONTEUDOS

Deslocamento grupos étnicos; Causa

PROCEDIMENTOS METODOLOGICOS dos  dos

Leitura de imagens,  observação, apreciação,  pesquisa, leitura de textos 

AVALIAÇÃO

Participação nos trabalhos; Registros das discussões; Observação do desempenho 142


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

ocorrido no país, contextualizando nos diferentes momentos históricos.

deslocamentos, contextos históricos da fixação local.

informativos, discussão.

frente às pesquisas;

HISTÓRIA 3º TRIMESTRE

OBJETIVOS ESPECIFICOS 

CONTEÚDOS

Conhecer a cultura dos  povos africanos trazidos para o Brasil e suas  lutas políticas, sociais e étnicas. 

Deslocamento dos  grupos étnicos; Causa dos deslocamentos, contextos históricos da fixação local; Os motivos dos deslocamentos, colonização e tráfico e suas formas de dominação; Os motivos dos deslocamentos, colonização e dominação europeia no país.

PROCEDIMENTOS METODOLOGICOS Leitura de imagens,  observação, apreciação,  pesquisa, leitura de textos  informativos, discussões.

AVALIAÇÃO

Participação nos trabalhos; Registros das discussões; Observação do desempenho frente às pesquisas.

143


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

1º ANO – CICLO II CIÊNCIAS 1º TRIMESTRE

OBJETIVO ESPECÍFICO  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Compreender e classificar a cadeia alimentar de alguns animais.

CONTEÚDO

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Animais e sua cadeia  alimentar.   

Busca de informações em  fontes variadas (enciclopédia e textos informativos); Trabalhos em equipes e  individual; Pesquisa sobre habitat e alimentação; Sistematização de conhecimentos e socialização  de informações.

AVALIAÇÃO

Buscar, registrar e socializar informações mediante observações; Registrar sequências de eventos observadas em experimentos, identificando etapas, transformações e estabelecendo relações entre os mesmos; Organizar registro de dados em textos informativos, tabelas, desenhos ou maquetes que melhor se ajustem à representação do tema estudado.

CIÊNCIAS 144


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

2º TRIMESTRE

OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam ; ; progressivamente ; capazes de:  Compreender que os seres vivos estabelecem relações com outros seres vivos e o ambiente.

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS 

  

Busca de informações em  fontes variadas ( enciclopédia e textos informativos); Trabalhos em equipes e individual;  Discussões e debates; Experimentações sistematização de conhecimentos e socialização de informações. 

AVALIAÇÃO Buscar registrar e socializar informações mediante observações e experimentações; Registrar sequência de eventos observada em experimentos, identificando etapas, transformações e estabelecendo relações entre os mesmos; Organizar registro de dados em textos informativos, tabelas, desenhos ou maquetes que melhor se ajustem à representação do tema estudado.

CIÊNCIAS 3º TRIMESTRE

145


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

 Que os alunos sejam  Conscientização higiene  progressivamente e doenças; capazes de: Nutrientes digestão dos   Compreender a  A alimentos. importância de uma boa alimentação e a saúde  como um todo  integrado.

Busca de informações em fonte  variadas (enciclopédia e textos informativos); Trabalhos em equipes e  individual; Discussões e debates; Experimentações, sistematização de conhecimentos e socialização de informações. 

AVALIAÇÃO

Buscar registrar e socializar informações mediante observações e experimentações; Registrar sequência de eventos observada em experimentos, identificando etapas, transformações e estabelecendo relações entre os mesmos; Organizar registro de dados em textos informativos, tabelas, desenhos ou maquetes que melhor se ajustem à representação do tema estudado.

1º ANO – CICLO II ARTE 1º TRIMESTRE 146


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

OBJETIVOS ESPECÍFICOS 

Criar produções próprias  em pintura, considerando suas várias possibilidades expressivas explorando vários meios e suporte; Conhecer as cores primárias e secundárias.

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Exploração de  elementos da linguagem  visual em produções próprias de diferentes  modalidades artísticas: desenho, pintura, gravura, colagem e escultura.

Historia das cores e misturas;  Experimentação (desenho, pintura, recorte e colagem); Apreciação de obras; quadrões  da turma da Mônica.

AVALIAÇÃO

Reconhecer alguns elementos da linguagem visual em objetos e imagens; Apreciar os seus trabalhos e de outros por meio das próprias reflexões e conhecimentos.

ARTE 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Conhecer produções artísticas e aspectos da  biografia de Portinari;  Criar produções considerando suas várias possibilidades explorando vários meios e suporte.

CONTEÚDOS

Elementos de linguagem visual (ponto, linha, figura, textura, cor, plano, luz); Experimentação e pesquisa pelos alunos em produções artísticas nas diversas modalidades de artes visuais (pintura, desenho, colagem, escultura).

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS  

 

Apreciação de obras;  Pesquisa, leitura e discussão de textos sobre artistas, suas  biografias e suas produções; Experimentação (desenho, pintura). Artista: Portinari.

AVALIAÇÃO

Reconhecer alguns elementos da linguagem visual em objetos e imagens; Apreciar os seus trabalhos e de outros por meio das próprias reflexões e conhecimentos.

147


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Arte 3º Trimestre OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Conhecer produções artísticas e realizar a  releituras das obras de Candido Portinari.

CONTEÚDOS

Elementos de linguagem visual (ponto, linha, figura, textura, cor, plano, luz); Experimentação e pesquisa pelos alunos em produções artísticas nas diversas modalidades de artes visuais (pintura, desenho, colagem, escultura).

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS  

Apreciação de obras;  Pesquisa, leitura e discussão de textos sobre artistas, suas  biografias e suas produções;  Experimentação (desenho, pintura). Artista: Portinari.

AVALIAÇÃO

Reconhecer alguns elementos da linguagem visual em objetos e imagens; Apreciar os seus trabalhos e de outros por meio das próprias reflexões e conhecimentos.

1º ANO – CICLO II EDUCAÇÃO FÍSICA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

AVALIAÇÃO 148


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

 Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:  Participar de atividades corporais, reconhecendo e respeitando seus limites e características físicas, bem como de seus colegas;  Conhecer algumas de jogos e brincadeiras.

Jogos recreativos  individuais e coletivos;    

Atividades dirigidas;  Atividades livres; Uso de jogos cooperativos; Pesquisas sobre brincadeiras tradicionais; Intercâmbio de brincadeiras.

Observar se o aluno: enfrenta desafios colocados em situações de jogos e competições, respeita regras, adotando uma postura cooperativa, desenvolve os movimentos corporais de acordo com as atividades (individual e coletiva).

EDUCAÇÃO FÍSICA 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS 

Organizar e participar de  jogos e brincadeiras ou outras atividades valorizando-as como recurso de expressão corporal.

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Jogos recreativos  individuais e coletivos;    

Atividades dirigidas;  Atividades livres; Uso de jogos cooperativos; Pesquisas sobre brincadeiras tradicionais; Intercâmbio de brincadeiras.

AVALIAÇÃO

Observar se o aluno: enfrenta desafios colocados em situações de jogos e competições, respeita regras, adotando uma postura cooperativa, desenvolve os movimentos corporais de acordo com as atividades (individual e coletiva).

149


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

EDUCAÇÃO FÍSICA 3ºTRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Que os alunos sejam  progressivamente capazes de:   Vivenciar manifestações culturais.

CONTEÚDOS

Jogos recreativos individuais e coletivos; Gincanas, torneios e atividades recreativas.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS     

Atividades dirigidas;  Atividades livres; Uso de jogos cooperativos; Pesquisas sobre brincadeiras tradicionais; Intercâmbio de brincadeiras.

AVALIAÇÃO

Observar se o aluno: enfrenta desafios colocados em situações de jogos e competições, respeita regras, adotando uma postura cooperativa, desenvolve os movimentos corporais de acordo com as atividades (individual e coletiva).

2º ANO CICLO II LÍNGUA PORTUGUESA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

AVALIAÇÃO 150


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

ORALIDADE Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Perceber a intencionalidade explícita e implícita nos discursos orais.  Planejar previamente o discurso, preocupando-se com a coerência na defesa de pontos de vista e na apresentação de argumentos.

Que os alunos sejam progressivamente capazes de: Ler com autonomia e compreensão os textos e gêneros previstos para o trimestre. Buscar informações em fontes escritas de diferentes tipos (jornais, revistas, Internet e textos de enciclopédia) Demonstrar interesse no empréstimo de livros do acervo da classe e da

 Planejamento e organização  Debater trechos de do discurso com a finalidade jornais televisivos. de exposição oral,  Organizar situações de considerando os saberes do exposição oral, interlocutor.  Observar os  Conceito de regras e procedimentos necessários combinados que favorecem às apresentações formais, as situações de conforme cada exposição comunicação oral  Organização estudo e planejamento de temas de interesse dos alunos para debate  Apresentação pública observando os níveis de formalidade conforme exigir a situação. LEITURA Valorização da literatura Leitura de textos como como fonte de apreciação e referência dos gêneros prazer (autobiografia e relatos pessoais) Reflexão do funcionamento da língua partindo-se dos textos lidos e escritos Busca de informações em Interpretação de textos dos fontes de diferentes tipos gêneros trabalhados: (jornais, revistas, Internet Relato pessoal, autobiografia. etc.) com auxílio do professor. Utilização e empréstimo de Empréstimos de livros na BEI livros da biblioteca da escola de forma autônoma pelo para pesquisas e leitura aluno

Observar as apresentações dos alunos e orientá-los quanto à organização do discurso

Avaliar através da leitura, entonação, postura em diferentes situações. Avaliar a argumentação oral do aluno, após leitura de um texto. Capacidade em ajustar sua leitura aos diferentes objetivos

Leitura para interlocutores

diferentes

151


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

biblioteca escolar, apropriando-se das regras de utilização da biblioteca e redes de informação.

Que os alunos sejam progressivamente capazes:  Produzir textos do gênero considerando suas características e o destinatário;  Redigir rascunhos, revisar e cuidar da apresentação do texto, com orientação do professor; Utilizar o dicionário para superar as dúvidas relacionadas às demais questões gramaticais e ortográficas na produção e revisão de textos.

apropriando-se de suas regras Elaboração de resumos (oralmente) a partir de textos lidos ou ouvidos procurando preservar as idéias principais.

    

ESCRITA Produção de texto  Apresentação das considerando: características do gênero, O destinatário, a finalidade por meio de escritas e do texto e as leituras: compartilhada, características do gênero; individual; Divisão do texto em frases,  Reflexão do funcionamento utilizando recursos do da língua partindo-se dos sistema de pontuação; textos lidos e escritos; Separação entre o  Interpretação oral e escrita; discurso direto e indireto e  Produção de texto do entre os turnos do diálogo gênero; Utilização de dicionário e  Revisão dos próprios outras fontes escritas para textos adequando-os a resolver dúvidas uma linguagem cada vez ortográficas; mais elaborada e de forma Utilização de estratégias progressiva; de escrita, como planejar o  Agrupamentos produtivos; texto, redigir rascunhos,  Trabalhos na BEI e revisar e cuidar da informática; apresentação;  Uso de dicionário; Organização das idéias de *Levar junto aos alunos os acordo com as elementos dos textos características textuais do apresentados propiciando gênero; o reconhecimento de fatos

 Por meio de produção escrita  Observação da capacidade do aluno em registrar a compreensão dos textos;  Analise em relação à revisão dos próprios textos, verificando o aprimoramento dos textos escritos, argumentando, criando ou reproduzindo em forma clara, objetiva e seqüencial.

152


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

 

Observação e análise de textos especialmente bem escritos. Autobiografia, relato pessoal.

e personagens que formam o enredo do texto.

LÍNGUA PORTUGUESA 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Interagir com os grupos com os quais se relacionam acolhendo e respeitando as opiniões e as diferentes formas de falar.  Expressar oralmente as idéias de um texto lido por eles próprios e por outros.

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

ORALIDADE Defesa de ponto de vista e  Apresentação pública manutenção de coerência ao observando os níveis de longo de um debate ou uma formalidade conforme apresentação, denotando exigir a situação. respeito às diferentes opiniões  Carta de contos de e revendo a sua quando aventuras. necessário.

AVALIAÇÃO Observar as apresentações dos alunos e orientá-los quanto à organização do discurso.

153


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

LEITURA Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Ler com autonomia e compreensão os textos e gêneros previstos para o trimestre.  Buscar informações em fontes escritas de diferentes tipos (jornais, revistas, Internet etc.).  Demonstrar interesse no empréstimo de livros do acervo da classe e da biblioteca escolar, apropriando-se das regras de utilização da biblioteca e redes de informação  Construir critérios para selecionar leituras e desenvolver padrão de gosto pessoal

 Valorização da literatura como fonte de apreciação e prazer  Busca de informações em fontes de diferentes tipos (jornais, revistas, Internet etc.) com auxílio do professor  . Utilização e empréstimo de livros da biblioteca da escola para pesquisas e leitura apropriando-se de suas regras  Formação de critérios para selecionar leituras e desenvolvimento de padrões de gosto pessoal  Carta de reclamação e contos de aventuras.

Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Produzir textos do gênero (contos de aventuras e mitos), considerando suas características e destinatário;  Redigir rascunhos, revisar e

 

 Ler pelo prazer de ler;  Ler com autonomia, entonação para diferentes interlocutores;  Ler para as diferentes finalidades  Ler e interpretar mensagens explícitas e implícitas no texto dos gêneros contos de aventura, carta de reclamação Empréstimos de livros na BEI  Socialização de critérios adotados para a seleção de livros para leitura (autor preferido, assunto, gênero, etc.).

ESCRITA Produção de texto  Apresentação das considerando: características do gênero, O destinatário, a finalidade por meio de escritas e do texto e as leituras: compartilhada, características do gênero individual; (conto de aventura e  Reflexão do funcionamento relatos pessoais carta de da língua partindo-se dos reclamação) textos lidos e escritos; Divisão do texto em frases,  Interpretação oral e escrita

 Observar autonomia do aluno seguindo critérios adotados para a escolha de livros pelo prazer de ler  Observar postura, entonação nas diferentes situações de leitura;  Observar a capacidade do aluno em abstrair o sentido das mensagens explícitas e implícitas no texto

  

Continua: por meio de produção escrita Observação da capacidade do aluno em registrar a compreensão dos textos; Analise em relação à revisão dos próprios textos, verificando o aprimoramento dos textos 154


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

cuidar da apresentação do texto, com orientação do professor;  Utilizar o dicionário para superar as dúvidas relacionadas às demais questões gramaticais e ortográficas na produção e revisão de textos. Utilizar os conhecimentos sobre a ortografia nas produções escritas.

 

A

utilizando recursos do sistema de pontuação; Separação entre o discurso direto e indireto e entre os turnos do diálogo Utilização de dicionário e outras fontes escritas para resolver dúvidas ortográficas; Acentuação das palavras, especialmente regras gerais relacionadas à tonicidade; Utilização de estratégias de escrita, como planejar o texto, redigir rascunhos, revisar e cuidar da apresentação; Organização das idéias de acordo com as características textuais do gênero contos de aventura e carta de reclamação; acentuação das palavras, especialmente regras relacionadas à tonicidade

dos gêneros aventura, mitos e lendas gregas.  Produção de textos dos gêneros contos de aventura e relato pessoal  Revisão dos próprios textos adequando-os a uma linguagem cada vez mais elaborada e de forma progressiva;  Agrupamentos produtivos;  Trabalhos na BEI e informática;  Uso de dicionário; Levar junto aos alunos os elementos dos textos apresentados propiciando o reconhecimento de fatos e personagens que formam o enredo do texto.

escritos, argumentando, criando ou reproduzindo em forma clara, objetiva e seqüencial.

LÍNGUA PORTUGUESA 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

CONTEÚDOS

AVALIAÇÃO

ORALIDADE 155


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Reconhecer conteúdos discriminatórios ou persuasivos nas mensagens orais e escritas veiculados pelos meios de comunicação.  Expressar-se oralmente preocupando-se com o interlocutor, com maior ou menor nível de formalidade nas diferentes situações comunicativas.

 Utilização da linguagem oral com maior nível de formalidade quando a situação social assim exigir. Emissão de opiniões através de conversas, relatos, debates e comentários.

 Organização de pesquisa estudo planejamento para apresentações de Debate, teatro  Apresentação pública observando os níveis de formalidade, conforme exigir a situação

 Observar as apresentações dos alunos e orientá-los quanto à organização do discurso.

Planejamento e organização do discurso com a finalidade de exposição oral, considerando saberes do interlocutor.

LEITURA Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Ler com autonomia e compreensão os textos e gêneros previstos para o bimestre  . Buscar informações em fontes escritas de diferentes tipos (jornais, revistas, Internet etc.)  Demonstrar interesse no empréstimo de livros do acervo da classe e da biblioteca escolar, apropriando-se das regras de utilização da

 Valorização da literatura como fonte de apreciação e prazer  Busca de informações em fontes de diferentes tipos (jornais, revistas, Internet etc.) com auxílio do professor.  . Utilização e empréstimo de livros da biblioteca da escola para pesquisas e leitura apropriando-se de suas regras  Uso de recursos variados para resolver dúvidas de leitura (consulta dicionário)  . Formação de critérios para

 Ler pelo prazer de ler;  Ler com autonomia, entonação para diferentes interlocutores;  Ler para as diferentes finalidades  Ler e interpretar mensagens explícitas e implícitas no texto dos gêneros conto de enigma.  Empréstimos de livros na BEI  Socialização de critérios adotados para a seleção de livros para leitura .

 Observar autonomia do aluno seguindo critérios adotados para a escolha de livros pelo prazer de ler Observar postura, entonação nas diferentes situações de leitura;  Observar a capacidade do aluno em abstrair o sentido Das mensagens explícitas e implícitas no texto Observar o deleite dos alunos ao realizar a leitura

156


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

biblioteca e redes de informação.  Ler para alcançar diferentes objetivos: revisar, informar-se, comunicar idéias, pesquisar, estudar, deleitar-se etc.  . Construir critérios para selecionar leituras e desenvolver padrão de gosto pessoal

selecionar leituras e desenvolvimento de padrões de gosto pessoal

ESCRITA Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Produzir textos do gênero contos de enigma (considerando suas características e o destinatário;  Redigir rascunhos, revisar e cuidar da apresentação do texto, com orientação do professor;  Utilizar o dicionário para superar as dúvidas relacionadas às demais questões gramaticais e ortográficas na produção e revisão de textos.  Utilizar os conhecimentos

 Produção de texto considerando:  O destinatário, a finalidade do texto e as características do gênero;  Divisão do texto em frases, utilizando recursos do sistema de pontuação;  Separação entre o discurso direto e indireto e entre os turnos do diálogo  Utilização de dicionário e outras fontes escritas para resolver dúvidas ortográficas;  Utilização de estratégias de escrita, como planejar o texto, redigir rascunhos, revisar e cuidar da

 Apresentação das características do gênero, por meio de escritas e leituras: compartilhada, individual;  Reflexão do funcionamento da língua partindo-se dos textos lidos e escritos;  Interpretação oral e escrita;  Produção de textos do gênero contos de enigma;  Revisão dos próprios textos adequando-os a uma linguagem cada vez mais elaborada e de forma progressiva;  Agrupamentos produtivos;  Trabalhos na BEI e informática;

 Continua: por meio de produções escrita;  Observação da capacidade do aluno em registrar a compreensão dos textos;  Análise em relação à revisão dos próprios textos, verificando o aprimoramento dos textos escritos, argumentando, criando ou reproduzindo de forma clara, objetiva e seqüencial.

157


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

sobre ortografia nas produções escritas  Produzir textos com coerência utilizando os recursos coesivos oferecidos pelo sistema de pontuação e por outros organizadores textuais.

apresentação;  Organização das idéias de acordo com as características textuais do gênero contos de enigma;  Utilização de recursos coesivos oferecidos pelo sistema de pontuação e pela introdução de conectivos mais adequados à linguagem escrita.

 Uso de dicionário;  Levar junto aos alunos os elementos dos textos apresentados propiciando o reconhecimento de fatos e personagens que formam o enredo do texto;  Adequação do discurso e da linguagem em situações do cotidiano.

MATEMÁTICA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Ampliar o significado de número natural pelo seu uso em situaçõesproblema e pelo reconhecimento de relações e regularidades em diferentes contextos;  Resolver problemas consolidando significados das operações fundamentais e construindo novos em situações que envolvam

CONTEÚDOS 

Sistema Numérico Decimal – números naturais: ordens e classes, valor posicional, leitura, escrita, compor e decompor, antecessor e sucessor; Analise interpretação, formulação e resolução de situações problemas envolvendo as quatro operações e o sistema monetário brasileiro, gráficos e tabelas Medida de comprimento (centímetro, metro e quilômetro)

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS  Produção de escritas numéricas;  Leitura pelo professor dos enunciados e discussão sobre soluções prováveis;  Desenvolver formas de raciocínio utilizando estratégias prédeterminadas e pessoais;  Resolver situações problema utilizando estratégias diversificadas;  Efetuar as operações fundamentais;  Correção coletiva das atividades com

AVALIAÇÃO  Contínua;  Participativa;  Trabalho em grupo;  Atividades orais e escritas;  Recuperação paralela;  Auto-avaliação.

158


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

    

números naturais; Interpretar e produzir escritas numéricas considerando as regras do sistema de numeração decimal Utilizar o sistema monetário; brasileiro em situações-problema Efetuar as operações fundamentais; Construir os conceitos de números ordinais, pares, ímpares e romanos; Compreender e resolver situações-problema que envolva gráficos e tabelas; Comparar figuras geométricas planas por meio de composição e decomposição. Compreender e utilizar medida de comprimento.

   

 

Números ordinais; Números pares e ímpares; Números romanos; Resolução das operações com números naturais por meio de estratégias pessoais e do uso de técnicas operatórias convencionais, com compreensão dos processos nela envolvidas. Reconhecimento de números naturais no contexto diário; Composição e decomposição de figuras tridimensionais, identificando diferentes possibilidades.

questionamentos do professor;  Levar o aluno a argumentar o processo de resolução das atividades propostas.  Realização de jogos;  Atividades envolvendo encartes de mercado;  Duplas produtivas;  Intervenções diárias.

MATEMÁTICA 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS

CONTEÚDOS

Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Identificar características das

 Sistema Numérico Decimal, números naturais: ordens e grandezas (classes), valor posicional, leitura e escrita,

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS  Produção de escritas numéricas;  Leitura pelo professor dos

AVALIAÇÃO  Contínua;  Participativa;  Trabalho em grupo; 159


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

  

figuras geométricas bi e tridimensionais presentes na natureza e nos objetos criados pelo homem, percebendo suas características e estabilizando relações de semelhanças e diferenças entre elas por meio de composição, decomposição, simetrias ampliação e reduções; Ampliar o significado de número natural pelo seu uso em situações-problema e pelo reconhecimento de relações e regularidades em diferentes contextos; Resolver problemas consolidando significados das operações fundamentais e construindo novos em situações que envolvam números naturais; Interpretar e produzir escritas numéricas considerando as regras do sistema de numeração decimal; Utilizar o sistema monetário brasileiro em situaçõesproblema Efetuar as operações fundamentais; Compreender e resolver

  

 

compor e decompor de números naturais; Compreensão de conceito de números racionais por meio da leitura da escrita e da comparação nas formas racionais e fracionárias Composição e decomposição de figuras tridimensionais, identificando diferentes possibilidades Medida de massa Exploração das planificações de algumas figuras bi e tridimensionais; Identificação de semelhanças e diferenças entre polígonos, usando critérios com números de lados, números de ângulos, eixo e simetria; Cálculo de perímetro e de área de figuras desenhadas em malhas; Resolução das operações com números naturais por meio de estratégias pessoais e do uso de técnicas operatórias convencionais, com compreensão dos processos nela envolvidas. Reconhecimento de

enunciados e discussão sobre soluções prováveis;  Desenvolver formas de raciocínio utilizando estratégias prédeterminadas, pessoais;  Resolver situações problema, utilizando estratégias diversificadas;  Efetuar as operações fundamentais;  Agrupamento dos alunos para resolução de desafios difíceis, mas possíveis;  Correção coletiva das atividades e questionamentos do professor de como foi o processo de resolução, levar o aluno a argumentar;  Elaborar situações problema para outros colegas resolverem;  Representação de figuras geométricas;  Realização de jogos;  Exploração de dobraduras;  Organização de mercado na escola;  Duplas produtivas;  Intervenções diárias.

 Atividades orais e escritas  Recupera ço paralela  Auto-avaliação.

160


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

situações-problema que envolva gráficos e tabelas.  Compreender e utilizar medida de massa.

números naturais no contexto diário.  Resolução das operações com números fracionários com mesmo denominador.

MATEMÁTICA 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Identificar situações de uso padronizadas de medidas;  Ampliar os procedimentos de cálculo (mental, escrito, exato aproximado) por meio de conhecimento de regularidades de fatos fundamentais e propriedades das operações, pela antecipação, verificação de resultados e pela estimativa;  Construir o significado do número racional e de suas representações (fracionário e decimal) a partir de seus diferentes usos no contexto social;

CONTEÚDOS 

Conhecimento e utilização de unidades usuais de medidas como: metro, centímetros e quilômetros;

  Operações racionais na forma decimal;  Estimativa, estatística, porcentagem;  Gráficos e tabelas;  Geometria;  Medida e volume;  Resolução de situações problema envolvendo as quatro operações e o sistema monetário brasileiro, gráficos e tabelas;  Reconhecimento de números naturais e racionais no contexto diário.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS  Produção de escritas numéricas;  Leitura pelos professores dos enunciados e discussão sobre soluções prováveis;  Desenvolver formas de raciocínio utilizando estratégias diversificadas;  Agrupamento dos alunos para resolução de desafios difíceis, mas possíveis;  Correção coletiva das atividades e questionamentos do professor para saber como foi o processo de resolução, levando-os a argumentar;  Medir e comparar medidas;  Representação de figuras geométricas.

AVALIAÇÃO  Ler, escrever, números naturais e racionais;  Ordenar números naturais na forma decimal, pela interpretação do valor posicional;  Realizar cálculos mentais e escritos, envolvendo as operações fundamentais através de estratégias de ensino de verificação;  Reconhecer e descrever as formas geométricas;  Fazer e medir estimativas utilizando unidade e instrumentos de medidas;  Interpretar, construir representações espaciais (maquetes), utilizando-se de elementos estabelecendo relação entre eles. 161


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

   

Utilizar os números racionais lendo e escrevendo comparando números decimais e fracionários em situações da vida cotidiana; Interpretar e produzir escritas numéricas, considerando as regras do sistema de numeração decimal, estendendo-as para a representação dos números racionais na forma decimal; Utilizar o sistema monetário; brasileiro em situaçõesproblema; Efetuar as operações fundamentais Compreender e resolver situações-problema que envolva gráficos e tabelas. Compreender e utilizar medida de volume.

CIÊNCIA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

AVALIAÇÃO

162


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Pesquisar, interpretar e registrar informações confrontando as suposições individuais e coletivas com as obtidas.  .Identificar e compreender de maneira simplificada  Valorizar a vida em sua diversidade e a preservação dos ambientes

 A conservação do solo  O ecossistema;  Desequilíbrio ecológico;  Reconhecimento da diversidade de hábitos e comportamentos dos seres vivos relacionados aos diferentes ambientes;

 Elaboração de atividades que mostram a existência de fenômenos naturais na Terra;  Propor ações voltadas para a promoção da preservação e ou recuperação ambiental e para adoção de hábitos de vida coerentes.  Estimular os alunos a identificar diferentes causas e conseqüências dos desequilíbrios ecológicos (desenvolvendo a argumentação, a crítica e a possibilidade de reformular idéias);

 

Observação sistemática durante as aulas sobre as perguntas feitas pelos alunos; Registros e participação de debates, entrevistas, pesquisas, filmes, desenhos de observações, Valorização das ações coletivas; Reconhecer algumas semelhanças, diferenças, mudanças e permanências no meio; Demonstração de atitudes de respeito e preservação do ambiente; Análise de suas conquistas, avanços e coerências no processo de ensino – aprendizagem; Apresentação em grupos por meio de cartazes.

CIÊNCIA 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS Que os alunos sejam progressivamente capazes de:

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

CONTEÚDOS  *Valorizar que a energia está em toda parte e a importância dessa energia no mundo de hoje

AVALIAÇÃO 

Observação sistemática durante as aulas sobre as perguntas feitas pelos 163


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

 Pesquisar, interpretar e registrar informações confrontando as suposições individuais e coletivas com as obtidas;  Conhecer diferentes manifestações de energia e compreender alguns processos de transformação por meio de recursos tecnológicos, distinguindo usos corretos e necessários daqueles prejudiciais ao equilíbrio da natureza e ao homem  Reconhecer os órgãos que constituem o sistema nervoso, associando-os às suas funções principais.  Compreender os órgãos do sentido e suas funções.

(térmica e elétrica)  Identificação dos órgãos que compõem o sistema nervoso, relacionando-os às suas funções;

  

alunos; Registros e participação de debates, entrevistas, pesquisas, filmes, desenhos de observações, Análise de suas conquistas, avanços e coerências no processo de ensino – aprendizagem; Apresentação em grupo por meio de cartazes. Identificação e localização dos órgãos do corpo e suas funções ‘

CIÊNCIAS 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS

CONTEÚDOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

AVALIAÇÃO

164


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Compreender o corpo humano e a saúde como um todo integrado.  Conhecer as funções dos diferentes sistemas do corpo humano e suas inter-relações  Respeitar as diferenças entre as pessoas em suas diversas etapas da vida.

 

 Conhecimento das funções de reprodução e da sexualidade, bem como os modos de prevenção de DST / AIDS; Identificação das características sexuais masculinas e femininas. Valorização das diferenças entre as pessoas, percebendo os órgãos dos sentidos e o mundo que nos rodeia.

    

Elaboração de relatórios de vídeos assistidos sobre os temas trabalhados; Manipulação do dorso; Pesquisa em diferentes fontes para enriquecer o aprendizado

Utilização de livro didático Debate a respeito dos temas trabalhados.

Observação sistemática durante as aulas sobre as perguntas feitas pelos alunos; Registros e participação de debates, entrevistas, pesquisas, filmes, desenhos de observações, Valorização das ações coletivas; Demonstração de atitudes de respeito e cuidados do próprio corpo; Análise de suas conquistas, avanços e coerências no processo de ensino aprendizagem; Apresentação em grupo por meio de cartazes.

165


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

HISTÓRIA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS

CONTEÚDOS

Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Utilizar diferentes fontes de informação e posicionar-se criticamente frente à pesquisa.  Compreender que um mesmo fato histórico pode ser interpretado sob diferentes aspectos;  Conhecer as culturas dos povos, suas lutas políticas, sociais e étnicas.

 A vida colonial nos primeiros séculos;  A expansão territorial e a corrida do ouro;  A riqueza e a pobreza nas vilas mineiras;  Como se vivia na região das minas;  Os caminhos da independência;  O Rio de Janeiro antes e depois da família real; 

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS  Levantamento dos conhecimentos prévios, confronto das suposições;  Uso de imagens;  Pesquisas em diferentes fontes;  Observação de imagens, discussões e debates;  Trabalhos em grupos;  Socialização de idéias;  Atividades de exploração dos textos (orais e escritos).

AVALIAÇÃO   

Participação nos trabalhos; Registros das discussões; Observação do desempenho frente às pesquisas.

HISTÓRIA 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS

CONTEÚDOS

Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Conhecer os principais deslocamentos populacionais externos e internos ocorridos no país, contextualizando-os nos diferentes momentos

 O primeiro império  O reino do café;  Modernização à brasileira;  O Brasil não era só café;  O Império entra em crise;  A primeira República;  As indústrias na primeira República;  Novidades urbanas;

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS  Levantamento dos conhecimentos prévios, confronto das suposições;  Uso de imagens;  Pesquisas em diferentes fontes;  Observação de imagens, discussões e debates;  Trabalhos em grupos;

AVALIAÇÃO   

Participação nos trabalhos; Registros das discussões; Observação do desempenho frente às pesquisas.

166


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

históricos;  Conhecer os diversos movimentos políticoeconômicos do país;  Utilizar diferentes fontes de informação e posicionar-se criticamente frente á pesquisa.

 A reurbanização da capital federal.

 Socialização de idéias;  Atividades de exploração dos textos (orais e escritos)

HISTÓRIA 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS

CONTEÚDOS

Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Conhecer os principais conflitos nacionais: lutas sociais, políticas e econômicas, analisando suas conseqüências através dos tempos, suas derrotas e suas conquistas;  Reconhecer e discutir os principais problemas locais, nacionais e mundiais da atualidade, veiculados pelos meios de comunicação;  Utilizar diferentes fontes de informação e posicionar-se criticamente frente à

 O longo governo Vargas;  O fim da primeira república;  A caminho de uma ditadura;  Política e indústria no Brasil do Estado Novo;  Cidades cada vez maiores.  Ditadura e democracia;  Mudanças de comportamento;  Resistência contra a ditadura;  O Brasil na virada do século;  O trabalho nos setores econômicos;  O Brasil de hoje;

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS  Levantamento dos conhecimentos prévios, confronto das suposições;  Uso de imagens;  Pesquisas em diferentes fontes;  Observação de imagens, discussões e debates;  Trabalhos em grupos;  Socialização de idéias;  Atividades de exploração dos textos (orais e escritos)

AVALIAÇÃO   

Participação nos trabalhos; Registros das discussões; Observação do desempenho frente às pesquisas.

167


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

pesquisa.

GEOGRAFIA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS

CONTEÚDOS

Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Reconhecer as transformações na natureza como resultado da ação humana.  Conhecer as diferentes paisagens regionais do país.  Utilizar procedimentos de observação, descrição, comparação e síntese como forma de entender a paisagem.

 As diferentes paisagens regionais;  A divisão política e regional do Brasil.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS  Levantamento de conhecimentos prévios/ confronto das suposições;  Trabalhos individuais e em grupo;  Participação em discussões e debates;  Pesquisas em livros e Internet;  Sistematização de conhecimentos;  Socialização de informações;  Leitura e interpretação de gráficos;  Atividade de exploração dos textos (orais e escritos)  Utilização de vídeos a respeito do conteúdo trabalhado.

AVALIAÇÃO  Participação nos trabalhos;  Registro das discussões;  Autonomia para pesquisa.

168


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

GEOGRAFIA 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Reconhecer as transformações na natureza como resultadas da ação humana.  Conhecer as diferentes paisagens regionais do país.  Utilizar procedimentos de observação, descrição, comparação e síntese como forma de entender a  paisagem.

CONTEÚDOS  As diferentes paisagens regionais;  Regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste:  Mapas;  Relevo;  Hidrografia;  Clima;  Vegetação;  Distribuição da população;  Setores econômicos;  Cultura regional; Bioma, Cerrado, manguezal, Caatinga e Pantanal.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS  Levantamento de conhecimentos prévios/ confronto das suposições;  Trabalhos individuais e em grupo;  Participação em discussões e debates;  Pesquisas em livros e Internet;  Sistematização de conhecimentos;  Socialização de informações;  Leitura e interpretação de gráficos;  Atividade de exploração dos textos (orais e escritos)  Pesquisa sobre localização e sobre as atividades econômicas, sociais e culturais das regiões onde se localizam os biomas estudados e seu impacto sobre o meio ambiente e seus recursos naturais.

AVALIAÇÃO  Participação nos trabalhos;  Registro das discussões;  Autonomia para pesquisa.

169


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

GEOGRAFIA 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS Que os alunos sejam  progressivamente capazes  de:   Reconhecer as transformações na natureza como resultadas da ação humana.  Conhecer as diferentes paisagens das regiões Sul e Sudeste  Utilizar procedimentos de observação, descrição, comparação e síntese como forma de entender a paisagem.  Ler e interpretar mapas localizando as regiões trabalhadas no trimestre

CONTEÚDOS

Regiões Sudeste e Sul

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS  Levantamento de conhecimentos prévios/ confronto das suposições;  Trabalhos individuais e em grupo;  Participação em discussões e debates;  Pesquisas em livros e Internet;  Sistematização de conhecimentos;  Socialização de informações;  Leitura e interpretação de gráficos;  Atividade de exploração dos textos (orais e escritos)  Pesquisa sobre localização e sobre as atividades econômicas, sociais e culturais das regiões onde se localizam os biomas estudados e seu impacto sobre o meio ambiente e seus recursos naturais.

AVALIAÇÃO  Participação nos trabalhos;  Registro das discussões;  Autonomia para pesquisa.

170


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

ARTE 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Conhecer e apreciar várias possibilidades (técnicas) expressivas de pintura e perceber formas visuais, criando possibilidade de criação.

CONTEÚDOS  Técnicas de pintura

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS  Experimentação de várias técnicas de pintura, explorando e criando a partir de possibilidades e diversos materiais.

AVALIAÇÃO  Participação  Criatividade;  Organização individual e em grupo.

ARTE 2º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS

CONTEÚDOS

Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Conhecer a vida e a obra de artistas brasileiros;  Perceber formas visuais utilizando conhecimentos sobre os elementos que compõe a linguagem de artistas brasileiros.

 Biografia do artista brasileiro (Ivan Cruz)  Apreciação de obras, analisando os diferentes usos dos elementos da linguagem visual.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS  Visita ao site oficial do artista para apreciação de suas obras;  Pesquisa sobre natureza morta;  Reprodução de natureza morta montada na sala de aula;  Levantamento e socialização dos conhecimentos prévios dos alunos.

AVALIAÇÃO  Participação;  Criatividade;  Organização individual e em grupo.

171


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

ARTE 3º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Vivenciar e criar possibilidades de movimentos corporais, respeitando a singularidade de cada aluno;

CONTEÚDOS  Experimentação e pesquisa realizada pelos alunos em produções artísticas nas diversas modalidades de artes circenses.  Conhecimento e apreciação dos elementos da linguagem corporal;  Criação de expressões corporais por meio da utilização dos elementos da linguagem circense

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS  Experimentação de movimentos corporais para a coreografia proposta e atividades circenses;  Experimentação de situações de planejamento coletivo: organização e divisão das diferentes tarefas que compõe a encenação teatral;  Ensaios da peça escolhida;  Apresentação.

AVALIAÇÃO  Participação  Criatividade; Organização individual e em grupo.

172


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

EDUCAÇÃO FÍSICA 1º TRIMESTRE OBJETIVOS ESPECÍFICOS

CONTEÚDOS

Que os alunos sejam progressivamente capazes de:  Adotar atitudes de respeito mútuo, dignidade e solidariedade em situações lúdicas e esportivas, buscando solucionar os conflitos de forma não violenta;  Participar de atividades corporais reconhecendo e respeitando algumas de suas características físicas e motoras bem como as de seus colegas, sem discriminar por características pessoais físicas, sexuais e sociais;  Conhecer os limites e as possibilidades do próprio corpo;  Organizar jogos, brincadeiras ou outras atividades corporais.

 Equilíbrio;  Ritmo;  Limites do corpo;  Expressão corporal;  Dramatização;  Atividades esportivas;  Jogos cooperativos;  Danças.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS  Atividades de recreação livres criadas pelos alunos e acompanhadas pelo professor;  Atividades dirigidas pelo professor;  Enfrentar desafios colocados em situações de jogos e competições, respeitando as regras e adotando uma postura cooperativa.

AVALIAÇÃO  Observação diária sobre a participação com responsabilidade do aluno nas atividades realizadas;  Enfrentar desafios colocados em situações de jogos e competições, respeitando as regras e adotando uma postura cooperativa;  Sociabilidade, organização e desempenho em realizar as tarefas propostas.

173


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Planos de Cursos mantidos pela Unidade Escolar – Educação de Jovens e Adultos

Língua Portuguesa OBJETIVOS

CONTEÚDOS

ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS

Oralidade - Expressar-se em diferentes situações comunicativas, de forma que se faça entender fazendo uso de argumentos coerentes; -Recontar uma história, noticia ou fato respeitando a ordem cronológica dos acontecimentos;

-Leitura;

-Roda de conversa temática;

-Argumentação

-Discutir com os alunos as diferentes situações comunicativas presentes em seu cotidiano. -Reconto de diferentes histórias;

Leitura - Apreciar o momento das histórias, acompanhando com atenção a leitura pelo professor; -Demonstrar interesse pelo empréstimo de livros da biblioteca; -Ler e compreender os gêneros em estudo; -Localizar informações; -Compreender o significado dos provérbios;

-Diversos gêneros

-Roda da leitura; -Momentos de leitura compartilhada; -Contação de histórias; -Leitura realizada pela professora e por áudio; -Momentos de leitura realizado no espaço da BEI (Coordenação); 174


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Escrita -Nomear e reconhecer as letras do alfabeto; -Avançar na hipótese de escrita; -Escrita de textos de memória; -Participar da escrita de textos coletivos; -Produção de textos de acordo com o gênero em estudo. -Rescrita de textos de memória (provérbios); -Preocupar-se com dificuldades ortográficas estudadas (R); -Organizar as idéias para registrar o que entendeu de um determinado texto/tema. -Conhecer as características que compõem o bilhete; - Produzir bilhetes, respeitando a estrutura do gênero. Conhecer as características que compõem o convite; -Produzir convites com roteiro;

      

Provérbios; Bilhetes Convite R intercalado R pós vocálico; R inicial e R brando Compreensão da base alfabética do sistema de escrita

Leitura de diversos provérbios; Textos lacunados (provérbios); Interpretação oral e escrita de diferentes provérbios; Reescrita de provérbios no coletivo,em dupla e individual; Levantamento de hipótese de escrita de bilhetes e convites; -Observação da estrutura dos textos -Interpretação do bilhete e convite -Propor atividades, em que o aluno observe que é preciso destacar destinatário, remetente, assunto. -Registrar em um cartaz, as características do bilhete e do convite para que os alunos possam consultar quando forem produzir. -Escrever bilhetes e convites para os colegas ;

-Escrever bilhetes se colocando em situações de personagens -Analise de bilhetes e convites para verificar se foram levadas em consideração as características do gênero. -Escrita de bilhetes e convites coletivos, tendo como apoio as informações que o caracterizam.

175


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

OBJETIVOS NÚMEROS Compreender o sistema de numeração. Utilizar o sistema de numeração no contexto social diário.

OPERAÇÕES Realizar as técnicas operatórias da: 

Adição simples e com reserva,

Subtração simples e com recurso;

Multiplicação por um algarismo;

Divisão simples.

MATEMÁTICA CONTEÚDOS Números naturais até a classe do milhar no contexto diário;

Adição; Subtração; Multiplicação por um algarismo; Divisão simples. Situações problema

ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS -Utilização da tabela numérica; -Atividades com composição e decomposição dos números; -Atividades envolvendo o uso do material dourado para compreender o valor posicional dos números.

Técnicas operatórias utilizando o material dourado Socialização das estratégias para a resolução de situações problema. Duplas produtivas; Atividades e correções coletivas.

Ler e interpretar situações problema com autonomia. Realizar situações problemas utilizando recursos pessoais;

Espaço e forma -Estabelecer pontos referência para situar- -Planta baixa se no espaço, bem como para identificar -Mapa de percurso (itinerário) relações de objetos no espaço

Observação e discussão de diferentes mapas de percurso e de diferentes plantas (apartamentos,casas, salas,etc). Utilização do Google mapas.

Grandezas e Medidas -Conhecer e fazer uso das medidas -Metros, centímetros e quilômetros

-Apresentação da história das medidas ( 176


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

comprimento;

introdução ). Utilização do metro, da fita métrica, régua e outros materiais (barbante, palitos). Tratamento da Informação

- coletar dados e informações para construção de tabelas e gráficos ; - Interpretar gráficos de barra; - Produzir gráficos de barras

Tabelas; Gráficos de barras;

Coleta de dados e informações; -Tabulação das informações, -Situações de análise das informações.

CIÊNCIAS OBJETIVOS

CONTEÚDOS

Plantas medicinais - conhecer os benefícios de algumas plantas medicinais; -Proporcionar aos educandos informações científicas de algumas plantas medicinais; - fazer uma horta de plantas medicinais com garrafa pet; - confeccionar um livro com informações específicas e utilização das ervas medicinais

ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS

Pesquisa sobre algumas plantas medicinais ( nome científico,benefícios,local de origem,etc); Confecção de um livro sobre as plantas medicinais; Horta de plantas medicinais em garrafa pet; Noite do chá com ervas retiradas da horta.

177


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

HISTÓRIA OBJETIVOS

CONTEÚDOS

 Conhecer o início da colonização do Brasil:  a vida dos habitantes antes e após a chegada dos europeus. Conhecer a história da região nordeste: (principais movimentos e o desenvolvimento.) relacionada à colonização.

Colonização brasileira Região nordeste

ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS Leitura de diversos textos sobre os temas selecionados -Oralidade envolvendo os temas estudados -Confecção de uma linha do tempo com os principais acontecimentos envolvendo o tema trabalhado

GEOGRAFIA OBJETIVOS - Utilizar diferentes linguagens como desenhos, mapas, fotos e filme para adquirir noções de conhecimento geográfico.

CONTEÚDOS - Leitura de imagens, paisagens e texto. - Linguagem cartográfica -Infra – estrutura local: habitações, locais do bairro, formas de lazer.

ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS - Elaboração de croquis - Leitura de mapas; - Roda de conversa - Apreciação de imagens;

178


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

ARTE

OBJETIVOS

CONTEÚDOS

-Conhecer a biografia do artista plástico -Biografia e Aldemir Martins obras do artista -Aldemir Martins -Conhecer e apreciar suas obras -Paisagem -Perceber as principais características das obras do artista estudado

ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS -Apreciação e discussão relacionada às obras de Aldemir Martins - Levantamento das principais características de suas obras; -Reproduzir algumas obras; -Releitura

EDUCAÇÃO FÍSICA OBJETIVOS

CONTEÚDOS

Reconhecer e valorizar as práticas da Expressão corporal cultura corporal (sarau). Conhecer os meios cinésicos para utilizar em uma declamação, ou atividade de expressão corporal. (atitudes corporais, movimentos, gestos, trocas de olhares e mímicas faciais)

ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS Observação de diferentes expressões faciais através das histórias em quadrinhos, Observação de comportamentos em diferentes situações através de vídeos Imitar personagens conhecidos através dos gestos

179


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

PLANO DE CURSOS SEMESTRAL - EJA LÍNGUA PORTUGUESA Pós Alfabetização OBJETIVOS

CONTEÚDOS

ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS

Oralidade -Ouvir com atenção e fazer intervenções -Leitura e argumentação referente a um -Roda de conversa sobre o tema; pertinentes ao assunto tratado; tema; - Discutir com os alunos sobre diferentes - Recontar uma notícia ou fato, respeitando -Leitura de um texto escolhido pelo aluno. situações do cotidiano. a ordem dos acontecimentos. Leitura -Utilizar a leitura com diferentes objetivos -Propósitos de leitura ler para revisar, para obter informações e -Textos de opinião para se divertir, -Argumentação -Ler e compreender os gêneros em estudo.

-Compreensão dos textos lidos procurando: localizar ou inferir o tema ou idéia a principal; - Momentos de leitura realizado na BEI (coordenação) - Esclarecer o sentido das palavras desconhecidas a partir de inferência e/ou consulta; - Identificar referências a outros textos; -Identificar as marcas lingüísticas responsáveis pela temática e saber avaliar criticamente os textos lidos.

Escrita

180


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

-Produzir textos escritos coerentes, -Textos de opinião considerando o destinatário, a finalidade e -Argumentação as características do gênero.

- Leitura de diversas crônicas e outros textos de interesses; - Leitura compartilhada; -Roda de leitura comentada; -Escrita do ponto de vista dos alunos sobre a crônica; - Produção de textos de opinião e outros de interesses; -Interpretação textual; - Análise e revisão textual.

MATEMÁTICA Pós Alfabetização OBJETIVOS

CONTEÚDOS

ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS

-Ampliar o significado do número natural a -Número natural; partir dos seus diferentes usos no contexto Adição, subtração, multiplicação e divisão; social; -Situações problemas; -Realizar as técnicas operatórias da: adição com reserva, subtração com recurso, multiplicação por um e dois algarismo e divisão simples. -Resolver situações-problema envolvendo as quatro operações.

-Leitura, escrita, comparação, ordenação e uso de números naturais; -Técnicas operatórias utilizando tabela matemática; -Técnica de agrupamento com material concreto para resolução das operações; -Duplas produtivas; -Resolução de situações-problema compreendendo as quatro operações.

Grandezas e medidas -Conhecer e fazer uso das medidas de -Quilômetro metro e centímetro; comprimento; -Quilo e gramas. - Construir o significado das medidas de comprimento e massa a partir de situações problemas que expressem seu

-Utilização do metro, da fita métrica, régua e outros materiais como medidas; -Utilizar de pesquisas na internet sobre os tipos de balanças que usamos no cotidiano, e outras existentes; 181


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

uso no contexto social.

-Atividades envolvendo quilo / gramas no cotidiano dos alunos.

CIÊNCIAS Pós Alfabetização OBJETIVOS

CONTEÚDOS

ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS

-Reconhecer e identificar a importância da -Conservação dos alimentos; conservação dos alimentos; -Preservação do espaço. - Conservar o meio ambiente do espaço que costuma freqüentar.

-Fazer uma linha do tempo sobre a conservação dos alimentos; -Realizar pesquisas na internet e Biblioteca interativa; -Leitura de textos informativos sobre o tema; -Textos informativos sobre o tema; -Assistir a vídeos ou filmes para discussões; -Apreciação de fotos referentes a imagens de locais públicos.

HISTÓRIA Pós Alfabetização OBJETIVOS -Valorizar a história de sua localidade e da cidade; -Compreender os momentos significativos de mudanças e transformações da história local; -Reconhecer as lutas históricas e formas de participação da população local pela ampliação de seus direitos de cidadania.

CONTEÚDOS

ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS

-Reconhecimento da história de São -Fazer uma linha do tempo sobre o Bernardo do Campo; crescimento da cidade (avanços); -Origens do lugar onde se vive; -Realizar pesquisas na internet e Biblioteca - Memórias de antigos habitantes suas interativa; lembranças e acontecimentos. -Leitura de textos informativos sobre o tema; -Assistir a vídeos ou filmes para discussões; 182


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

-Apreciação de fotos referentes a imagens de locais públicos. -Análise de fontes para entender sua localidade: documentos visuais (fotografias) escritos e materiais. GEOGRAFIA Pós Alfabetização OBJETIVOS

CONTEÚDOS

ESTRATÉGICAS METODOLÓOGICAS

-Refletir sobre a importância da natureza -Análise dos fenômenos da natureza; para o homem; -Lugar onde vive. -Conhecer e discutir as informações relevantes sobre o lugar e as paisagens onde vive.

-Levantamento das mudanças ocorridas na paisagem local; -Textos informativos e de opinião; -Pesquisa na BEI e comparar entre a percepção ambiental passada e atual na região do contexto social dos alunos; -Caminhada ecológica para observação.

ARTE Pós Alfabetização OBJETIVOS

CONTEÚDOS

ESTRATÉGICAS METODOLÓOGICAS

-Conhecer a biografia do artista plástico Biografia e obras do artista - Aldemir - Apreciação e discussão relacionada `s Aldemir Martins; Martins. obras de Aldemir Martins: -Conhecer e apreciar suas obras; - Paisagem Levantamento das principais -Perceber as principais características das características de suas obras; obras do artista estudado. Reproduzir algumas obras; -Releitura.

183


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

EDUCAÇÃO FÍSICA Pós Alfabetização OBJETIVOS

CONTEÚDOS

ESTRATÉGICAS METODOLÓOGICAS

-Reconhecer e valorizar as práticas da -Expressão corporal cultura corporal (sarau); -Conhecer os meios cinéticos para utilizar em uma declamação, ou expressão corporal.(atitudes corporais, movimentos, gestos, trocas de olhares e mímicas faciais)

-Observação de diferentes expressões faciais através das histórias em quadrinhos, - Observação de comportamentos em diferentes situações através de vídeos; - Imitar personagens conhecidos através dos gestos.

LÍNGUA PORTUGUESA Pós Alfabetização OBJETIVOS

CONTEÚDOS

Oralidade - Ouvir com atenção e fazer intervenções - Leitura e argumentação referente a um pertinentes ao assunto tratado; tema; - Recontar uma notícia ou fato, respeitando - Leitura de um texto escolhido pelo aluno. a ordem dos acontecimentos. Leitura -Utilizar a linguagem oral com fluência -Propósitos de leitura; expressando e defendendo o seu ponto de -Gêneros diversos. vista; -Ler com autonomia e compreender os textos lidos.

ESTRATÉGICAS METODOLÓOGICAS

Compreensão dos textos lidos procurando: localizar ou inferir o tema ou a ideia principal; - Momentos de leitura realizado na BEI (coordenação). - Esclarecer o sentido das palavras desconhecidas a partir de inferência e/ou consulta; - Identificar referências a outros textos; - Identificar as marcas lingüísticas responsáveis pela temática e saber avaliar criticamente os textos lidos.

Escrita 184


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

-Produzir textos escritos coerentes e -Textos de opinião; coesos, considerando o destinatário, a -Argumentação. finalidade e as características do gênero; -Revisar seu próprio texto até considerá-lo bem escrito.

- Leitura de diversas crônicas e outros textos de interesses; - Leitura compartilhada; - Roda de leitura comentada; - Escrita do ponto de vista dos alunos sobre a crônica; - Produção de texto de opinião e outros de interesses; -Interpretação textual; -Análise de revisão textual.

MATEMÁTICA Pós Alfabetização OBJETIVOS - Ampliar o significado do número natural a partir dos seus diferentes usos no contexto social; - Realizar as técnicas operatórias da: adição com reserva, subtração com recurso, multiplicação por um e dois algarismo e divisão simples um e dois algarismo; - Resolver situações-problema envolvendo as quatro operações; - Conhecer e fazer uso das medidas de comprimento; - Construir o significado das medidas de comprimento e massa a partir de situações problemas que expressem seu uso no contexto social; - Identificar e fazer uso da porcentagem no contexto diário.

CONTEÚDOS

ESTRATÉGICAS METODOLÓOGICAS

- Número natural; - Adição, subtração, multiplicação e divisão; - Situações problemas; - Quilômetro / metro e centímetro / metro e litro / mililitro; - Gramas e quilograma. - Porcentagem.

- Leitura, escrita, comparação, ordenação e uso de números naturais; - Técnicas operatórias utilizando tabela matemática; - Técnica de agrupamento com material concreto para resolução das operações; - Duplas produtivas; Resolução de situações-problema compreendendo as quatro operações; - Utilização do metro, da fita métrica, régua e outros materiais como medidas; - Utilizar de pesquisas na internet sobre os tipos de balanças que usamos no cotidiano, e outras existentes; - Interpretação e elaboração de listas e tabelas simples e de gráficos de barras; - Análise e resolução de situaçõesproblema que envolvam gráficos e tabelas. 185


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

- Atividades envolvendo quilo / gramas no cotidiano dos alunos. - Reconhecimento e utilização da porcentagem no contexto diário; - Resolver situações problema envolvendo porcentagem. CIÊNCIAS Pós Alfabetização OBJETIVOS

CONTEÚDOS

ESTRATÉGICAS METODOLÓOGICAS

- Reconhecer e identificar a importância da - Conservação dos alimentos; conservação dos alimentos; - Preservação do espaço. - Conservar o meio ambiente dos espaço que costuma frequentar.

- Fazer uma linha do tempo sobre a conservação dos alimentos; - Realizar pesquisas na internet e Biblioteca interativa; - Leitura de textos informativos sobre o tema; - Textos informativos sobre o tema; - Assistir a vídeos ou filmes para discussões; - Apreciação de fotos referentes a imagens de locais públicos.

HISTÓRIA Pós Alfabetização OBJETIVOS

CONTEÚDOS

- Valorizar a história de sua localidade e da cidade; - Compreender os momentos significativos de mudanças e transformações da história local; - Reconhecer as lutas históricas e formas

- Reconhecimento da história de São - Fazer uma linha do tempo sobre o Bernardo do Campo; crescimento da cidade (avanços); - Origens do lugar onde se vive; - Análise de fontes para entender sua - Memórias de antigos habitantes, suas localidade: documentos visuais (fotografias) lembranças e acontecimentos. escritos e materiais; - Realizar pesquisas na internet e Biblioteca

ESTRATÉGICAS METODOLÓOGICAS

186


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

de participação da população local pela ampliação de seus direitos de cidadania.

interativa; - Leitura de textos informativos sobre o tema; - Assistir a vídeos ou filmes para discussões; - Apreciação de fotos referentes a imagens de locais públicos. GEOGRAFIA

Pós Alfabetização OBJETIVOS

CONTEÚDOS

- Refletir sobre os tempos da natureza e os - Análise dos fenômenos da natureza; tempos da sociedade; - Lugar onde vive. - Refletir sobre as características da natureza da região onde vive.

ESTRATÉGICAS METODOLÓOGICAS - Levantamento das mudanças ocorridas na paisagem local; - Textos informativos e de opinião; - Pesquisa na BEI para comparar entre a percepção ambiental passada e atual na região do contexto social dos alunos; - Caminhada ecológica para observação.

ARTE Pós Alfabetização OBJETIVOS

CONTEÚDOS

ESTRATÉGICAS METODOLÓOGICAS

- Conhecer a biografia do artista plástico - Biografia e obras do artista - Aldemir - Apreciação e discussão relacionadas Aldemir Martins; Martins; obras de Aldemir Martins: - Conhecer e apreciar suas obras; - Paisagem. Levantamento das principais - Perceber as principais características das características de suas obras; obras do artista estudado. - Reproduzir algumas obras; - Releitura.

187


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

EDUCAÇÃO FÍSICA Pós Alfabetização OBJETIVOS

CONTEÚDOS

- Reconhecer e valorizar as práticas da - Expressão corporal. cultura corporal (sarau); - Conhecer os meios cinéticos para utilizar em uma declamação, ou expressão corporal. (atitudes corporais, movimentos, gestos, trocas de olhares e mímicas faciais).

ESTRATÉGICAS METODOLÓOGICAS - Observação de diferentes expressões faciais através das histórias em quadrinhos; - Observação de comportamentos em diferentes situações através de vídeos; - Imitar personagens conhecidos através dos gestos.

PPP 2013 - Educação de jovens e Adultos

CARACTERIZAÇÃO EMEB Ari Lacerda Rodrigues Educação de Jovens e Adultos – 1º segmento Sala Multisseriada Ano: 2013 Professora: Patrícia Marques Francisco Educador Popular: Sley Batista de Oliveira Idade 188


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

6

71 a 75 anos

5

66 a 70 anos 51 a 65 anos

4

46 a 50 anos 3

41 a 45 anos

2

36 a 40 anos 31 a 35 anos

Naturalidade

1

26 a 30 anos 21 a 25 anos

0

71 a 75 anos

66 a 70 anos

51 a 65 anos

46 a 50 anos

41 a 45 anos

36 a 40 anos

31 a 35 anos

26 a 30 anos

21 a 25 anos

18 a 20 anos

18 a 30 anos

Experiências anteriores na escola

189


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Os alunos declararam que as lembranças são de bastante dificuldade, o fato da escola não representar prioridade para família em relação aos demais afazeres na infância. Sendo que a maior parte declara que trabalhava quando criança e alguns moravam na roça, o que dificultava em relação à distância e locomoção.

Estado Civil 9

8 7

6 solteiro (a)

5

casado (a)

4

divorciado (a)

3

viúvo (a)

Os dois alunos que são solteiros não tem filhos, os demais tem filhos, existem casos que os filhos já são casados e moram com a família. 2

1

Participação comunitária

0 viúvo (a)

divorciado (a)

casado (a)

solteiro (a)

Associação Missão Belém, trata-se de uma casa que acolhe pessoas usuárias de drogas e bebidas alcoólicas.

Trabalho 190


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Duas alunas preencheram as profissões, porém já estão aposentadas e dois alunos estão desempregados e citaram a última função. As profissões citadas são atuais, pois na infância, ou antes, da vinda para a cidade de São Bernardo do Campo, o grupo relata experiências com o trabalho na agricultura.

Descanso e diversão

191


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Caracterização da sala foi realizada mediante conversas e preenchimento de uma ficha específica realizada por catorze alunos, três casos foram dados obtidos em conversas.

EMEB ARI LACERDA RODRIGUES Educação de jovens e Adultos – 1º segmento - 2013 Tema: Viver com saúde Turma: Sala Multisseriada (Alfa/Pós) Justificativa: A escolha deste tema partiu após conversas realizadas, atividades desenvolvidas com o intuito de caracterizar a sala e na união de objetivos específicos. Percebeu-se que poucos educandos tinham preocupação com os hábitos alimentares. Desta forma, como proposta de um tema significativo, partindo da realidade do educando nas suas escolhas atuais no que se refere à alimentação, atividade física e formas de viver com saúde. Objetivo: Sensibilizar-se em relação à importância e sentir-se estimulado a adotar hábitos saudáveis na alimentação e na prática da dança, reconhecendo os benefícios para a saúde. O que se espera que os alunos aprendam:       

Que identifiquem tipos de nutrientes (proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas e sais minerais) contidos nos alimentos e relacionar o consumo de nutrientes variados ao conceito de refeição equilibrada; Que valorizem o hábito de consumir frutas, reconhecendo a diversidade desse tipo de alimento em nosso país; Que se sintam estimulados a manter os cuidados necessários com a limpeza das mãos e a higiene dos alimentos, em seu preparo e consumo; Que valorizem o consumo para benefício da saúde, o aproveitamento de partes de plantas, alimentos que costumam jogar fora; Que desenvolvam uma conduta de consumidor consciente; Que a prática da dança traz benefícios à saúde; Que por meio da dança possam refletir sobre o corpo como espaço de vivências e de aprendizagens.

O que o professor deve garantir no decorrer do projeto: 

Levar para sala de aula diferentes textos suplementares; 192


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

          

Propor pesquisas na internet sobre alimentação e hábitos saudáveis; Assistir o filme: “Vem dançar”; Assistir vídeo sobre a história da dança; Explorar o tema sobre os benefícios da dança e a melhora da coordenação motora, entrevista com o neurologista Tarso Adoni; Apreciar conteúdo da entrevista do doutor Dráuzio Varella sobre a antiga e nova pirâmide alimentar; Levar o educando a observar imagens e identificar frutas comuns na região incentivando a opção pelo consumo; Que cada um possa escolher e desenvolver seu próprio estilo; Registro de receitas saudáveis realizada pelo educando; Expressão corporal e movimentos; Oficina de Dança de Salão; Que os alunos possam fazer parte de uma coreografia final.

Produto final: Coletânea de receitas saudáveis e apresentação para a comunidade escolar de uma coreografia que integre ao tema proposto. Etapas previstas: Conversa com os alunos sobre o início da oficina e sua importância no sentido de ampliar o conhecimento; Pesquisa com os alunos relacionada aos hábitos alimentares; Apresentação dos nutrientes que compõem uma alimentação equilibrada; Apresentação dos dados do IBGE que revelam o perfil nutricional do brasileiro; Apreciação do conteúdo da entrevista do doutor Dráuzio Varella sobre a antiga e nova pirâmide alimentar; Realização de uma atividade com reflexão sobre uma refeição equilibrada; Pesquisa sobre as frutas e vitaminas, nelas, presentes; Atividade interpretativa referente aos hábitos alimentares; Observar e comparar polpas e sementes; Observação de rótulos e tipos de embalagens; Apreciar sites de dicas em relação ao aproveitamento das partes das plantas; Registro de uma receita que tenha reaproveitamento de alimentos; Exposição de receitas saudáveis e apresentação de uma coreografia que integre ao tema proposto na escola.

193


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Eixos do Conhecimento

Meio Ambiente

Memória e Territorialidade

Cultura e Trabalho

Linguagens

A partir da caracterização realizada, foi possível identificar questões que se fazem evidente enquanto: interesse, necessidade, expectativas para os educandos. Desta forma, realizamos um questionário, roda de conversa e outros momentos que foram oportunos para articular as questões aos Eixos do Conhecimento. Assim, criar estratégias metodológicas que venham ao encontro da realidade dos educandos. Memória e Territorialidade Oportunizar reflexões pessoais em relação às suas memórias dos tempos vividos, em relação à cultura Nordestina, relacionando aos acontecimentos regionais, como: o rico artesanato, as músicas dos repentistas, a literatura de cordel, a feira de Caruaru, entre outros. Estabelecer relações às memórias com as atividades desenvolvidas anteriormente com agricultura, sua importância, fazendo ligação aos tempos atuais, entre a visão de reprodutor e consumidor. Meio ambiente Como os educandos compreendem sua interação ao meio ambiente, sua relação com a terra, com a agricultura, em qual situação se encontravam aos tempos atuais, que práticas e convivências têm com o meio ambiente. Proporcionar atividades que crie relação à alimentação saudável, o reaproveitamento de alimentos, a higiene, a importância para natureza e para saúde do ser humano, para que tenham, também, significado ao consumo consciente. 194


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Cultura e trabalho Estimular a reflexão sobre o corpo como espaço de vivência, de aprendizagens e de criação artistícas por meio da dança. Discutir a importância de práticas corporais e relacionar ao bem estar e à saúde. Discutir sobre quais conhecimentos possuam sobre a música e que estilos musicais cultivam. Explorar as experiências sobre o trabalho, como percebem a sua organização, direitos e quais ações a serem desenvolvidas para melhorias. Analisar e trazer reflexões sobre a nova lei do empregado doméstico. Linguagens Propiciar momentos de leitura e argumentação referente a textos informativos, poemas e assuntos relacionados ao bem-estar, alimentação, saúde e interesses dos educandos, de modo que haja intervenções pertinentes ao assunto tratado. Propor atividades que favoreçam a discussão, de forma que identifiquem e estabeleçam relação com o tipo de comunicação oral, na escola e em família. Partindo do conhecimento de uma informação ou um fato, que o educando possa recontar, respeitando a ordem dos acontecimentos. Conhecer o que os educandos já produzem, quais gêneros textuais conhecem, ampliar os conhecimentos sobre a escrita de textos, considerando o destinatário, a finalidade e as características do gênero. Identificar o que sabem da função das palavras no texto e como percebem a função social da escrita. Por meio da oficina de dança, explorar a percepção de seu corpo e que hábitos possuem em relação à expressão corporal. Explorar as tecnologias que estão na sua convivência social, a partir dos conhecimentos que já tem em relação ao computador, propor atividades que ampliem seus conhecimentos em relação ao computador, ao acesso à internet, interligando aos temas desenvolvidos no projeto descrito e como também no seu cotidiano. Desenvolver atividades que sejam significativas à matemática do dia a dia, explorando diferentes cálculos e problemáticas, de forma que possam ilustrar situações como: a ida ao supermercado, prestações, crediários, juros embutidos nas parcelas, entre outros. Identificar como interpretam gráficos, tabelas, receitas e quais estratégias utilizam para diferenciar valores, como acréscimos e descontos. Enfim, tornar o espaço escolar integrador, que promova a redescoberta de conhecimentos significativos.

195


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

3. ROTINA Nossa escola tem procedimentos para organizar a rotina de modo a favorecer o seu bom funcionamento, a segurança dos alunos, o aproveitamento de todos os espaços e o acolhimento à comunidade que foi sendo reestruturado ao longo dos anos diante dos apontamentos da própria comunidade escolar. Nossos portões abrem-se no horário das 6:50 h(manhã) e às 12:50 h(tarde) para todos alunos que desejam tomar café ou almoçar. Na entrada eles são acolhidos no pavilhão central, pelos funcionários. Nossa escola é sinalizada nas rampas para ajudar a organizar a passagem dos alunos sem perturbações. O documento “Organização da Rotina Escolar” elaborado pela equipe ao longo dos anos, é compartilhado com os pais através do regimento interno que socializa nossa organização e as orientações para o melhor funcionamento da unidade escolar. Esse documento está no item VIII.Anexos do PPP. Temos uma grade de horários dos usos dos espaços como Biblioteca, sala de informática, quadra coberta, etc que devem ser observados por todos os professores para garantir aos alunos a fruição de todos os recursos da escola. Veja abaixo os quadros. Quadros da Rotina

TARDE

MANHÃ

ATELIÊ DE ARTES Horário

2ª feira

3ª feira

7:10 às 8:00

3ªC

2ªC

8:00 às 8:50

4ªA

4ªB

8:50 às 9:40

3ªA

9:40 às 10:30 10:40 às 11:30

4ª feira

5ª feira

6ª feira

4ºA

4ºB

3ªB

2ªB 1ªB

2ªA 1ªC

1ªA

13:10 às 14:00

1ªF

1ªG

2ªF

1ªD

3ªD

14:00 às 14:50

2ªD

3ªE

3ªF

2ªE

2ªG

4ºD

4ªD

4ºC

4ªC

1ªE

14:50 às 15:40 16:00 às 16:50

196


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

TARDE

MANHÃ

LAPTOPS Horário

2ª feira

7:10 às 8:00

7:20/8:10 3ªB

8:00 às 8:50

3ª feira

4ª feira

5ª feira

6ª feira

1ªC

3ªC

3ªA

2ªA

1ªA

4ºA

4ºB

4ªA

1ªB

8:50 às 9:40

2ªC

2ªB

9:40 às 10:30 11:00 às 11:40

4ªB

13:10 às 14:00

1ªE

4ªC

1ªG

2ªD

2ªE

14:00 às 14:50

4ªD

2ªG

4ºD

3ªF

3ªE

14:50 às 15:50

RECREAÇÃO

RECREAÇÃO

RECREAÇÃO

RECREAÇÃO

RECREAÇÃO

16:00 às 16:50

1ªF

3ªD

2ªF

1ªD

4ºC

2ªA

5ª feira 2ªB 3ªC

6ª feira 2ªC 1ªB

3ªB

3ªA

4ªB

4ºB

4ªA

4ºA

1ªA

1ªC

1ªE

4ªC

8:00 às 8:50 8:50 às 9:40 9:40 às 10:30

TA R DE

10:40 às 11:30 11:30 às 12:00 13:10 às 14:00

3ª feira FLEXIBILIZAÇÃO

MANHÃ

7:10 às 8:00

2ª feira

MONITORIA

FO R M A Ç Ã O

Horário

FLEXIBILIZAÇÃO

LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA 4ª feira

MONITORIA

1ªD

197


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

14:00 às 14:50

3ªD

14:50 às 15:40 15:40 às 16:30

PLANEJAMENTO

16:30 às 17:20

3ªF

2ªE

2ªD

4ºC PLANEJAMENTO

4ªD

3ªE 1ªF

2ªG 1ªG

2ªF 4ºD

5ª feira

6ª feira

TARDE

2ª feira

4ª feira

7:10 às 8:00 8:00 às 8:50

3ª feira 2ªA

4ºB

4ªA

4ªB

8:50 às 9:40 9:40 às 10:30 10:40 às 11:30

2ªB 3ªB 1ªA

4ºA 3ªA 1ªC

2ªC 3ªC 1ªB

13:10 às 14:00

4ªC

4ºC

4ªD

4ªC

14:00 às 14:50 14:50 às 15:40

2ªF

2ªE

2ªG

4ºD

15:40 às 16:30

3ªE

3ªF

3ªD

2ªD

16:30 às 17:20

1ªD

1ªE

1ªG

1ªF

COMUNIDADE

Horário

Limpeza

MANHÃ

BIBLIOTECA

Comunidade

EDUCAÇÃO FÍSICA (PATIO - PARQUE) M AN HÃ

Horário 7:10 às 8:00

2ª feira 1ªB

3ª feira 2ªB

4ª feira 7:20/8:10 3ªA

5ª feira 2ªC

6ª feira 198


TARDE

Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

8:00 às 8:50

4ªB

8:50 às 9:40

2ªA

10:15 às 11:10

RECREAÇÃO

13:10 às 14:00 14:00 às 14:50

8:10/9:00 1ªC

3ªB

4ªA

3ªC

9:00/9:50 1ªA

4ºA

4ºB

RECREAÇÃO

RECREAÇÃO

RECREAÇÃO

RECREAÇÃO

1ªF

4ºC

4ªC

2ªD

3ªD

2ªE

RECREAÇÃO

RECREAÇÃO

2ªF

14:50 às 15:50

RECREAÇÃO

RECREAÇÃO

15:50 às 16:40

4ªD

1ªD

16:40 às 17:30

1ªE

2ªG

RECREAÇÃO

1ªG 4ºD

3ªF

3ªE

TARDE

MANHÃ

EDUCAÇÃO FÍSICA (QUADRA) Horário 7:10 às 8:00

2ª feira 2ªC

3ª feira 1ªA

4ª feira

5ª feira 2ªA

6ª feira 2ªB

8:00 às 8:50

4ºA

4ºB

4ªA

4ªB

3ªA

8:50 às 9:40

1ªC

3ªB

1ªB

3ªC

10:15 às 11:10

RECREAÇÃO

RECREAÇÃO

RECREAÇÃO

RECREAÇÃO

RECREAÇÃO

13:10 às 14:00

1ªG

3ªD

1ªE

3ªE

1ªF

14:00 às 14:50 14:50 às 15:50

2ªG

2ªD

2ªE

2ªF

3ªF

RECREAÇÃO

RECREAÇÃO

RECREAÇÃO

RECREAÇÃO

RECREAÇÃO

16:00 às 16:50

4ºC

4ºD

4ªC

4ªD

1ªD

199


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Horário EJA Horários 19h ás 19h40 19h40 às 20h20 20h25 ás 20h40 20h40 ás 22h00 Horários 19h às 20h25 20h25 a 20h40 20h40 a 22h00 Horários 19h às 20h25 20h25 a 20h40 20h40 a 22h00

Segunda-feira Sala de aula Biblioteca Intervalo Sala de aula Quarta-feira Sala de aula Intervalo Sala de aula Sexta-feira Oficina de dança Intervalo Sala de aula

Horários 19h às 20h25 20h25 a 20h40 20h40 a 22h00

Terça-feira Sala de aula Intervalo Sala de aula

Horários 19h às 20h25 20h25 a 20h40 20h40 a 22h00

Quinta-feira Informática Intervalo Sala de aula

A partir de 2012, com a discussão sobre a alimentação das crianças nas escolas pelo setor da Alimentação Escolar, da Secretaria de Educação reestruturamos o horário das refeições em conformidade às necessidades nutricionais dos alunos, garantindo equilíbrio na oferta de alimentação com intervalos de 3 horas. Nosso quadro de horários do almoço, lanche e recreação:

HORÁRIOS 2013

MANHÃ

Horário da Manhã - 07:00 às 12:00h. TURMAS

ALMOÇO

1ª A, B, C (Inicial)

10:00 às 10:15h.

2ª A, B, C (Inicial)

10:15 às 10:30h. 200


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

3ª A, B, C (Inicial) 4º A, B

/

4ª A, B (II)

10:30 às 10:45h. 10:45 às 11:00h.

MANHÃ

Horário da Manhã - 07:00 às 12:00h. TURMAS

RECREAÇÃO

1ª A, B, C (Inicial)

10:15 às 10:30h.

2ª A, B, C (Inicial)

10:30 às 10:40h.

3ª A, B, C (Inicial)

10:45 às 10:55h.

4º A, B

/

4ª A, B (II)

11:00 às 11:10h.

HORÁRIOS 2013

TARDE

Horário da Tarde - 13:00 às 18:00h. TURMAS

LANCHE

1º D, E, F, G (Inicial)

14:40 às 14:50h.

2º D, E, F, G (Inicial)

14:55 às 15:05h.

3º D, E, F

15:10 às 15:20h. 201


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

4º C, D

/

4ª C, D (II)

15:25 às 15:35h.

TARDE

Horário da Tarde - 13:00 às 18:00h. TURMAS

RECREAÇÃO

1º D, E, F, G (Inicial)

14:50 às 15:05h.

2º D, E, F, G (Inicial)

15:05 às 15:20h.

3º D, E, F

15:20 às 15:35h.

4º C, D

/

4ª C, D (II)

15:35 às 15:50h.

Horário Jantar da EJA: 20H30MIN Temos neste ano aulas com os educadores sociais do Tempo de Escola para as turmas do 1º ano inicial seu horário regular: As oficinas de música, capoeira, esportes e artes visuais foram estruturadas para serem realizadas com os primeiros anos do ciclo I nos horários de ateliê/quadra. No início do ano letivo foi explicado para os professores a proposta de “Currículo Integrado. Esta é uma proposta que deverá compor uma parceria no sentido de favorecer os conteúdos curriculares da escola. No horário da manhã, as atividades é das 08:00 às 08:50 horas e no período da tarde é das 13:50 horas. A unidade escolar sistematizou, ao longo dos anos, procedimentos de atendimentos aos pais, em caso de queixas, esclarecimentos ou dúvidas, com registro, na presença das partes envolvidas, com esclarecimentos, registrando as falas, buscando soluções para os problemas em conjunto com os pais, leitura da ata e assinatura dos pais.

Momentos de Entrada/saída. Os funcionários foram organizados para acompanhar a entrada e saída das crianças e familiares. Esses momentos também são acompanhados pela equipe gestora. Quadro de divisão de tarefas dos Inspetores de Alunos Espaços Responsáveis

Horários

Tarefas/Atribuições 202


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Portão lateral

Portão inferior e hall de entrada

6:50/7:30h

Nilson

Pavimento Superior/Inferior

Pavimento Superior/Inferior

6:50/7:30h

8:00/9:30h

Nilson

8:00/9:30h

Receber os alunos no portão lateral; Todos juntos. Orientar e encaminhar as crianças ao refeitório para o café e sala de aula. Recepção aos alunos/pais. Encaminhar os alunos até o portão lateral. Entregar xérox aos professores; Prestar atendimento às ocorrências: Meninos (Nilson); Meninas (Inês); Montar atividades recreativas; Encaminhamento dos alunos nas ocorrências: saúde, disciplina etc.; Circular nos espaços. Comunicar as ocorrências à direção. Passar comunicados, circulares, redes, informativos. Atendimento as classes: 1 à 8. Separar materiais - depósito superior. Encaminhar pedidos e solicitações dos professores; Prestar atendimento às ocorrências: Meninos (/Nilson); Meninas (Nice); Montar atividades recreativas; Encaminhamento dos alunos nas ocorrências: saúde, disciplina etc. Circular nos espaços. Comunicar as ocorrências à direção. Passar comunicados, circulares, redes, 203


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

informativos. Atendimento classe: 9 à 16.

Pav. Superior Recreio/Banheiro

9:30/11:15h

Pátio interno (recreação)

Graça

9:30/10:45h

Pátio externo (recreação

Nilson

9:30/10:45h

Pávimento Superior Pavimento Inferior

10:45/11:30h Graça/Inês

11:50/12:00h

as

Observar e intervir quanto à movimentação dos alunos no pavimento superior; Atendimento às classes; Observar/intervir/encaminhar alunos em banheiro, da sala, que vão tomar água. Encaminhar alunos nas ocorrências; Intervir em situação de conflitos e/ou encaminhar os alunos à direção quando necessário; Orientação quanto ao uso do material. Recolher e guardar os materiais da recreação. Observar e orientar a movimentação dos alunos. Orientações à saída dos alunos.

ROTINA DOS INSPETORES TARDE: 13:00 às 18:00h

Leonice Maria Inês

Entrada 09:30 08:30

Almoço 13:00 12:00

Saída 18:30 !7:30 204


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Nilson

06:40

11:00 às 12:50

16:30

Espaços

Responsáveis

Horários

Tarefas/Atribuições Receber os alunos no portão lateral; Todos juntos. Orientar e encaminhar as crianças ao refeitório para o café e sala de aula. Recepção aos alunos/pais. Encaminhar os alunos até o portão lateral. Entregar xerox aos professores; Prestar atendimento às ocorrências: Meninos (Graça/Nilson); Meninas (Nice); Montar atividades recreativas; Encaminhamento dos alunos nas ocorrência: saúde, disciplina etc; Circular nos espaços. Comunicar as ocorrências à direção. Passar comunicados, circulares, redes, informativos. Atendimento as classes: 1 à 8. Separar materiais - depósito superior. Encaminhar pedidos e solicitações dos professores; Prestar atendimento às ocorrências: Meninos (Ines/Nilson); Meninas (Inês);

Portão lateral

Portão inferior e hall de entrada

12:50 às 13:15

Nilson

13:00 às 13:15

Pavimento Superior/Inferior

13:15 às 14:45

Pavimento Superior/Inferior

14:45 às 16:00

205


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Pav. Superior Recreio/Banheiro

14:45 às 16:00

Pátio interno (recreação)

14:45 às 16:00

Pátio externo (recreação)

16:30 às 17:00

Pavimento Superior

16:30 às 17:50

Pavimento Inferior

16.:30 às 17:50

Montar atividades recreativas; Encaminhamento dos alunos nas ocorrências: saúde, disciplina etc. Circular nos espaços. Comunicar as ocorrências à direção. Passar comunicados, circulares, redes, informativos. Atendimento as classe: 9 à 16. Observar e intervir quanto à movimentação dos alunos no pavimento superior; Atendimento às classes; Observar/intervir/encaminhar alunos em banheiro, da sala, que vão tomar água. Encaminhar alunos nas ocorrências; Intervir em situação de conflitos e/ou encaminhar os alunos à direção quando necessário; Orientação quanto ao uso do material. Recolher e guardar os materiais da recreação. Observar e orientar a movimentação dos alunos. Orientações à saída dos alunos.

4 – Avaliação das Aprendizagens dos Alunos 4.1 – ENSINO FUNDAMENTAL 206


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

A avaliação é um processo que compreende uma relação entre a avaliação da aprendizagem do aluno e avaliação do ensino, considerando-se o desempenho do aluno de forma relacionada com o desempenho do professor e com as condições contextuais da própria escola. As avaliações são realizadas por ano/ciclo através dos conselhos de classe em que são discutidos os encaminhamentos em face das situações apresentadas em relação às aprendizagens dos alunos. Nos dias que antecedem o conselho, realizamos um pré-conselho coletivo em que são discutidas questões pertinentes à avaliação e às aprendizagens dos alunos, bem como ações da escola para viabilizar o processo de ensino aprendizagem. Durante o pré-conselho são definidos os critérios de avaliação que serão utilizados pelos professores, analisando e verificando os avanços realizados trimestralmente pelos alunos.

4.2 – EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS O processo avaliativo se efetiva mediante discussões das informações obtidas no decorrer do processo, através de encontros formativos: HTPCs, Pré-Conselhos, Conselhos sobre a situação de aprendizagem dos alunos, tomadas de decisões de encaminhamentos, a serem implementadas de acordo com as dificuldades, com vista a melhora das condições objetivas do trabalho pedagógico que viabilize a educação de qualidade para todos. 5 – Acompanhamentos dos Instrumentos Metodológicos

O acompanhamento dos instrumentos metodológicos: Planejamento e Registro serão realizados mediante o plano de ação, a observação em sala de aula, além dos registros dos encontros de formação em HTPC. Os planejamentos serão organizados semanalmente, além de outros momentos que demandam planejamentos de ações na Unidade Escolar como reuniões pedagógicas. Neste ano letivo, observa-se avanços no processo de reflexão sobre o trabalho pedagógico que conta com ações sistemáticas através do processo de elaboração/execução das propostas de trabalho pedagógico desenvolvidas na unidade escolar. O plano de ação dos professores fundamenta a organização do trabalho pedagógico e constitui-se em importante instrumento de acompanhamento das práticas pedagógicas desenvolvidas com os alunos. Os instrumentos de registros existentes na unidade escolar como registro de acompanhamento dos professores, registro de atendimento aos pais, além dos utilizados pelos professores; constituem-se em instrumentos importantes para reflexão, documentação e encaminhamentos futuros das decisões realizadas na unidade escolar com fundamentação legislativa e pedagógica.

207


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

6 – Ações Suplementares 6.1 - AEE - ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO O Atendimento Educacional Especializado (AEE) é um serviço que identificará, elaborará e organizará os recursos didáticos para que o aluno participe plenamente das atividades na escola. Este atendimento destina-se a:  Alunos com deficiência que tem impedimentos de longo prazo de natureza física, intelectual, mental ou sensorial;  Alunos com transtornos globais do desenvolvimento que apresentam um quadro de alterações no desenvolvimento neuropsicomotor, comprometimentos nas relações sociais, na comunicação ou estereotipias motoras (são alunos com Autismo, Síndrome de Rett, Transtorno desintegrativo da infância – psicose, Transtornos invasivos sem outra especificação);  Alunos com altas habilidades/superdotação. O serviço do AEE na escola será garantido na Sala de Recursos Multifuncional através do plano de AEE, atendimento ao aluno, itinerância, observação de sala de aula, parceria com o professor da sala regular e gestão escolar. O professor do AEE elaborará e executará o plano de AEE sempre avaliando a sua funcionalidade. O trabalho estará vinculado com a proposta da escola, no entanto as atividades a serem desenvolvidas serão diferentes das realizadas na sala de aula de ensino regular. A parceria com o professor da sala regular ocorrerá através da troca de experiência e em conjunto na sala regular para auxiliá-lo no desenvolvimento da atividade. O atendimento ao aluno será realizado duas vezes por semana no contra turno, em agrupamentos de até três alunos e com duração de 1 hora e 30 minutos. Através da itinerância será realizada a troca de informações e conhecimentos deste aluno com o professor da sala regular e com a gestão escolar. Para auxiliar o aluno na inserção, interação, realização das atividades e uso da tecnologia assistiva será feita a observação de sala de aula para depois conversar (professor da sala regular e gestão escolar) sobre as intervenções a serem realizadas com o aluno. Sempre que necessário o professor do AEE poderá realizar parceria com o professor da sala regular para desenvolver o trabalho com o aluno na sala de aula (no turno). Nos momentos de HTPC ocorrerão também as conversas sobre o trabalho desenvolvido com o aluno e esclarecimento dos serviços realizados no AEE.

Quadro de horário do AEE: PROFESSORA ELISABETE PERÍODO DA MANHÃ 208


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

HORÁRIO

SEGUNDA-FEIRA

TERÇA-FEIRA

7:15 as 8:45

Grupo 1

Grupo 3

8:45 as 10:15

Grupo 2

Grupo 4

QUARTA-FEIRA

QUINTA-FEIRA

SEXTA-FEIRA

Grupo 1

Grupo 3

Formação Itinerância

Grupo 2

Grupo 4

Formação Itinerância

6.2. P.A.A. – PLANO DE APOIO A APRENDIZAGEM 6.2.1 – PLANO DE AÇÃO COLABORATIVA JUSTIFICATIVA: O plano visa atender os alunos que não são contemplados no atendimento educacional especializado no contra turno, por decisão familiar ou por receberem outros acompanhamentos especializados como Fonoaudiologia, terapia ocupacional, psicologia, psiquiatria e outros. Através de reuniões de acompanhamento dos alunos, discussões das aprendizagens são pensadas estratégias, os registros nas fichas RAE dos alunos e nos momentos de planejamento são os momentos sistematizados para efetivar a parceria entre Professor do AEE/Professor do Ensino Regular de forma colaborativa pelo tempo que for avaliado pelas equipes ser necessário, quais os avanços.

6.2.2 – P.A.A. - PLANO DE APOIO A APRENDIZAGEM JUSTIFICATIVA: O projeto para o apoio à aprendizagem justifica-se pela necessidade de atender os alunos de 2º ano do Ciclo I, 1ºs e 2ºs anos do ciclo II com defasagem na aquisição da leitura, escrita e produção de texto, além daqueles retidos nos 2ºs anos dos ciclos. META: 209


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Elevar o índice de alfabetização e reduzir as defasagens idade ano/ciclo. OBJETIVOS  Ler utilizando estratégias de leitura;  Interpretar textos fazendo inferências quanto às informações explicitas e implícitas;  Analisar e refletir sobre o sistema alfabético;  Utilizar a escrita alfabética nas produções de textos;  Expressar-se oralmente com coerência adequando a fala às diversas situações de uso;  Produzir textos coerentes e coesos dentro dos diferentes gêneros. CONTEÚDOS  Conhecimento do sistema de escrita;  Leitura e interpretação de diferentes gêneros textuais;  Reescrita e escrita dos diferentes gêneros estudados. Ano/Ciclo 2º ano/ciclo I 1º ano/ciclo II 2º ano/ciclo II

1º Bimestre Projeto: Mestre cuca Projeto: Mestre cuca Curiosidades

2º Bimestre Fabulas Curiosidades Noticias

3º Bimestre Curiosidades Lendas Lendas

4º Bimestre Histórias em quadrinhos Narrativos/ficcionais Narrativos/ficcionais

Observação: o trabalho com todos os gêneros trazem em primeiro lugar o foco na leitura, interpretação e análise dos textos para que os alunos se apropriem das características de cada um e com isso sejam capazes de realizarem suas produções escritas. AVALIAÇÃO A avaliação será processual observando a assiduidade, participação e avanços nas aprendizagens dos alunos.

6.3 – TEMPO DE ESCOLA 210


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO DO TEMPO DE ESCOLA

Em 2013, continuamos com a organização do trabalho das atividades do Tempo de escola com a mesma organização do ano anterior em relação à realização de discussões coletivas para realização de eventos, atividades de planejamento em Htpc, reuniões com a Equipe da Ong para discutir a rotina, reuniões com a professora articuladora para organização das atividades do Tempo de Escola. No final do ano de 2011, a SE lançou a proposta de “currículo Integrado” para as unidades que desenvolvem o Projeto Tempo de Escola que em 2012, organizamos com as 1ªs séries nos horários de Artes e de Educação Física com o objetivo de potencializar os conteúdos curriculares desenvolvidos no ano/ciclo. Desta forma, as oficinas realizadas devem contribuir com o trabalho dos professores desenvolvido em sala de aula.

211


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

VI. CALENDÁRIO ESCOLAR HOMOLOGADO - 2013

212


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

213

V


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

II. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Entrevista com a Comunidade Escolar;  Reuniões setoriais e conjuntas com a equipe escolar;  Lei 11.525 de 25/09/07;  Lei 11.645 de 10/08/08;  Lei 9.894 de 20/12/96;  Lei 11.274 de 06/02/06;  LDB;  Lei 11.769 de 18/08/08;  Lei 9.765 de 27/04//99;  Resolução CNE/CBB 4/2009;  Escola da Ponte: Defender a Escola Pública, organizadores: Rui Canário, Filomena Matos e Rui Trindade (arquivo virtual);  Quero uma escola retrógada – Rubem Alves (arquivo virtual);  Ser ou não ser – Viviane Mosé (arquivo virtual);  Vídeo Institucional – Escola do Aprendiz (Vila Madalena);  Fomos maus alunos – Rubem Alves/Gilberto Dimenstein.

214


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

VIII. ANEXOS Documento Organização da Rotina Escolar

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO ESCOLA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA EMEB ARI LACERDA RODRIGUES Rua Passagem 1º de Maio, 180 – Jd. Alvorada – São Bernardo do Campo – SP Telefax: 4342-2444 ORGANIZAÇÃO DA ROTINA ESCOLAR            

Entrada dos alunos: Manhã: 7h00. Tarde: 13h00. Os portões serão abertos com 10 minutos de antecedência para os alunos tomarem café / almoçarem. Serão recepcionados no pátio pela equipe de gestão e inspetores, estrategicamente dispostos no portão de entrada, frente da escola, portas principais, refeitório e rampa para encaminhamentos dos alunos para o refeitório. As aulas deverão iniciar pontualmente às 7h00 e 13h00 (alunos / professores). A entrada será feita pela rampa, sem transito de veículos durante a entrada dos alunos. Alunos das 1ª séries serão recepcionados pelas professoras às 13:30 h, após a entrada dos demais alunos.. Café da manhã: 10 minutos. Almoço: 10 minutos. Os alunos continuam a ser entregues na porta 10’ de antecedência. Observar os atrasos dos alunos no período de entrada e os professores anotarem e encaminharem à direção os casos de atrasos frequentes. Estar pontualmente com a turma e/ou não parar para conversar com os colegas durante a entrada. Não é possível atender pais durante a entrada, exceto se for solicitada pela direção, emergencialmente ou se avaliado em conjunto com o professor que o melhor naquele momento é o atendimento.

Saída dos alunos:  Transportes dos alunos com necessidades especiais: 11h30 e 17h30 215


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

       

   

  

Transporte escolar particular (perueiros): 11h40 e 17h40. Todos os outros alunos: 11h50 e 17h50. Saída de alunos fora do horário, somente com autorização da Direção, após verificar a necessidade e acompanhado de um inspetor para providências. O horário de saída dos alunos autorizados pelos responsáveis a saírem sozinhos será pontualmente às 12h00 e às 18h00, para evitar os riscos de acidentes e atender a legislação (ECA). Os alunos que vão embora sozinhos não podem sair antes do horário. Atendimento aos Pais: Atendimento aos pais por professores em horário de aula, somente quando houver convocação e agendamento em conjunto com a Direção. Os assuntos com os pais a respeito das aprendizagens e indicações de especialista – realizar os procedimentos em conjunto com a direção para evitar dúvidas, distorções ou mal- entendidos. Não abordar pais na saída em corredores, rampa, pátio para reclamar do aluno, principalmente quando estiver irritado (a) com o comportamento do aluno por não ser um bom momento. Refeitório: Realizar intervenções permanecendo ao lado dos alunos no refeitório Observar e orientar os alunos na hora de se servirem evitando o desperdício. Orientar as crianças para lavarem as mãos antes das refeições. Equipe de limpeza - recolher os restos de alimentos das mesas, após cada recreio – não jogar no chão.

Recreio: Recreio será de 15 minutos para a alimentação e 10 minutos para recreação sendo que os professores deverão acompanhar a alimentação e os inspetores a recreação. Orientar os alunos quanto aos procedimentos relacionados ao retorno do recreio. Orientar as crianças no momento das refeições (quantidade, Higiene – lavar as mãos antes das refeições) são conteúdos procedimentais e precisam ser ensinadas sempre. Alimentação: (Almoço) Manhã – 15’ Tarde - 10’ Alimentação: (Lanche) Manhã – 10’ Tarde – 15’ Recreação – Manhã – 10’ Tarde – 15’ 1ªs Séries – Recreação – 10’ dirigida com professor 10’ dirigida pelos inspetores Retomar as discussões/organização/orientações/acompanhamento às atividades de recreação x organização dos espaços. 216


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

    

Intervenções durante a recreação em situações de conflitos ou ferimentos, comunicando a direção a respeito das ocorrências com alunos.. Formar filas após a recreação, no pátio. Atenção às crianças e intervenções, além do registro e encaminhamento obrigatório das ocorrências. Não fechar a porta do pátio para impedir as crianças de ir ao banheiro. Saber falar com as crianças/saber intervir com alunos.

Alunos que necessitam de acompanhamento ou atendimentos gerais:  Estes alunos, obrigatoriamente, deverão ser acompanhados por inspetores e/ou estagiárias para ir ao banheiro, nas aulas de Educação Física, na entrada, no recreio ou quando houver necessidade.  Não mandar alunos doentes com outras crianças.

     

Transporte: Organizar os alunos de transporte escolar com 5 minutos de antecedência. A lista dos alunos de peruas escolares precisa ficar fixada em locar visível e as alterações de telefones ou endereços atualizados. No momento da saída dos alunos de perua escolar, não é permitido deixar os alunos copiando lição, evitando problemas para a escola. Os perueiros receberão horários dos alunos. Os professores relacionarão em lista própria, os nomes dos alunos que utilizam peruas escolares e qual é o prestador do serviço. Orientar os alunos, no momento da saída a organizar o material para aguardar o perueiro.

    

Acidentes: Acidentes: seguir o guia orientador de ocorrências, urgências, emergências da área médica. Comunicar à Direção e fazer ocorrência dos acidentes imediatamente ao acontecimento. Quando o aluno estiver doente, deverá ser acompanhado pelo inspetor à direção. Orientar os alunos a quem procurar quem fará o atendimento. Orientar os alunos a acompanharem o professor para o recreio/nos horários de saída para evitar que alguém se distraia e fique na sala.

   

Requisição de Materiais: Materiais: não pedir material durante o recreio porque os inspetores não podem deixar o recreio para atender o professor. Em caso de ocorrência com alunos, comunicar a direção para as providencias. Uso do DVD articulado com o planejamento, agendado previamente. Solicitar auxilio de alunos pelo professor, apenas quando estes forem representantes da sala ou ajudantes do dia. Limpeza da sala de aula: 217


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

    

Terminar as aulas 5 minutos antes para proceder à organização das salas em conjunto com os alunos. Conservação da limpeza das salas: deixar as carteiras em ordem, recolher os papéis do chão antes do término das aulas. Não retirar os armários do lugar onde foram colocados. Não colocar nas janelas. Manter a sala em ordem. Ensinar os alunos a organizarem e manter a sala limpa.

Faltas:  Faltas dos alunos: comunicar a Direção quando o aluno tiver acima de 3 faltas consecutivas.  Preencher o controle mensal de faltas dos alunos corretamente, e entregá-lo dentro do prazo, para não comprometer o recebimento do programa bolsa família e outros benefícios dos alunos.  Os atestados médicos devem ser entregues no mesmo dia para as inspetoras, após o último recreio.  Faltas de funcionários: Não será permitido solicitar falta abonada no mês de fevereiro. No caso de abonadas, estas deverão ser agendadas na Direção com 48h de antecedência e limite de 1 professor por período.           

Comunicação: Redes, comunicados e informativos serão enviadas via e-mail, e para ciência nos momentos de necessidade. Xerox: cota mensal de 400 cópias (não pode ultrapassar a cota). As matrizes serão relacionadas em instrumento próprio pelos inspetores (nice/Inês) – não mandar alunos entregar material para ser xerocado. Não serão tiradas cópias a mais, pois são pagas. Fazer correção nas cópias de Xerox, revisar, identificar (observar os erros e a qualidade das matrizes) Quantidades maiores serão encaminhadas à SE. Sala dos Professores: Caixinhas dos professores deverão ser utilizadas apenas para documentos escolares. Atentar para correta utilização desta caixinha, para não acumular a quantidade de papeis nela. Manter a organização e limpeza da sala dos professores, recolhendo embalagens e mantendo a mesa limpa para os demais recreios. Avisar a direção quando não há copos ou faltar lanche. Recolher o lixo produzido durante o intervalo. Não almoçar neste local, fazer refeições no refeitório.

Cadernetas de chamada:  Atenção no correto preenchimento deste documento. O diário precisa estar de acordo com o calendário escolar (dias letivos, orientações, etc).Os diários são conferidos mensalmente e as anotações precisam estarem de acordo com as orientações.  Os diários devem ficar nas caixinhas. 218


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Equipe de limpeza:  Rotina das Equipes.  Não dar material de limpeza na mão de crianças.  Responsáveis pelas salas – limpeza das lousas. Equipe da cozinha:  Continuidade da participação nos momentos coletivos. Estagiárias:        

Secretaria: Não será permitida a realização de ligações na secretaria. Estas poderão ser realizadas na direção, em casos de urgência. Os recados por para telefone serão anotados e entregues posteriormente. Não haverá empréstimos de materiais da secretaria. Não deve haver circulação dentro da sala da secretaria. Cuidados com os documentos que são entregues pela secretaria e direção. Os computadores da secretaria não poderão ser utilizados para digitação e impressão de atividades, uso de internet e outros fins. Não pedir para os oficiais realizarem tarefas pertinentes às suas atribuições. O uso do espaço e computadores da secretaria é restrito à área administrativa. Diretoria:  a direção é parceira dos professores na resolução dos problemas e as ocorrências deverão ser encaminhadas. O problema que o professor não conseguiu resolver contará sempre com o apoio da direção na busca da solução dos problemas.

APM e Conselho de Escola:  As atividades desenvolvidas pela APM/CONSELHO serão socializadas via comunicados para ciência de todos e as reuniões com os membros ocorrerão mensalmente.  As informações serão compartilhadas através dos murais.    

Estacionamento: Estacionamento superior: uso administrativo. Estacionamento inferior: uso dos professores. Estacionar no piso superior apenas em dias de HTPC. Não estacionar nas vagas de cima destinadas à área administrativa ( Diretora, Coordenadoras e Inspetores) que precisam estar disponíveis em caso de emergência, para saída. 219


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Utilização dos espaços coletivos:  De acordo com o horário previamente discutido, não poderá utilizá-los em conjunto com demais classes.  É direito do aluno e de acordo com os horários.    

HTPC: Horários: Será passado a planilha de intenções. (Terça e sexta-feira) Sugestão da nutrição: música (1º semestre) e indicação de filmes (2º semestre) Permanece 1h30’ para formação e 1h30’ para planejamento. Biblioteca: Os professores terão acesso aos títulos da biblioteca em PDF por área para consulta.

Relacionamento/Cooperação: A escola é um espaço coletivo e as decisões são destinadas ao coletivo. Para o funcionamento do todo (escola) é necessário estar engajado com o processo. O sucesso e o insucesso vão repercutir em todos Não tomar decisões que não estejam de acordo com a legislação, individuais e que não há possibilidades de assumir individualmente. O Diretor responsabilizará administrativamente o professor/funcionário que não atender as orientações. Os problemas serão encaminhados sempre via mediação com a interlocução do diretor para os encaminhamentos que são da atribuição do diretor.           

Outros encaminhamentos: Uso do celular em sala de aula: com critérios e tempo reduzido. Saídas da sala de aula: não deixar os alunos sozinhos. Não ficar nos corredores / portas das salas de aulas durante o período de aula. Não deixar vários alunos saírem para o banheiro ao mesmo tempo. Não permitir as saídas dos alunos durante o período de aula para entrega de documentos, bilhetes, etc. Procedimentos administrativos em relação às ocorrências na escola. Procedimentos em relação ao Conselho Tutelar. Não pedir a alunos para ficarem fazendo favores (Lei ECA). Procurar resolver problemas particulares em outros momentos, salvo casos de urgência. Não tocar nunca a mão em criança, não gritar, pensar antes de falar, não ter falas inadequadas com alunos. Não abordar mães na saída para queixas de maneira a provocarem mais problemas ou reservar um horário.

OUTRAS SUGESTÕES/ENCAMINHAMENTOS PARA O MELHOR FUNCIONAMENTO DA ESCOLA

220


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Planejamento de Fevereiro de 2013.

221


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Documento Regulamento Interno

REGULAMENTO INTERNO APRESENTAÇÃO DA ESCOLA A EMEB Ari Lacerda Rodrigues, inaugurada em 1° de junho de 2003, atende turmas do Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos (EJA), Tempo de Escola, atendimento à comunidade pela Secretaria da Habitação, atendimento à comunidade nos finais de semana com uso da quadra e dos espaços da escola por instituições, associações A escola possui Biblioteca Interativa para os alunos e, às sextas-feiras, atendimento à comunidade, Laboratório de Informática, programas de Apoio à aprendizagem e atendimento individualizado para os alunos com necessidades educacionais especiais. A Unidade Escolar possui recursos materiais e humanos necessários à aprendizagem de nossos alunos. Nossa equipe é composta de profissionais com experiência, competência e atenção aos atendimentos e necessidades do trabalho da escola, pais e alunos. Sejam Bem vindos e que possamos ao final do ano comemorar novamente os trabalhos pedagógicos finalizados. EMEB ARI LACERDA RODRIGUES PASSAGEM PRIMEIRO DE MAIO, 180 JARDIM ALVORADA - SÃO BERNARDO DO CAMPO TELEFONE: (11) 4342-2444 / (11) 4342-7050

PERÍODO DE AULA De segunda à sexta-feira:

MANHÃ – das 7h00 às 12h00. TARDE – das 13h00 às 18h00. NOITE – das 19h00 às 22h00.

Entrada: Os portões serão abertos às 6h50 horas no período da manhã e às 12h50 horas no período da tarde. Em caso de atraso, os pais deverão dirigir-se à secretaria para registrar a ocorrência e, posteriormente serão convidados para conversar, caso os atrasos permaneçam.

222


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Saída: Os horários de saída dos alunos são: Período da Manhã: 11h30 – transportes dos alunos com necessidades especiais. 11h40 – transporte escolar particular (perueiros). 11h50 – todos os outros alunos. Período da Tarde: 17h30 – transportes dos alunos com necessidades especiais. 17h40 – transporte escolar particular (perueiros). 17h50 – todos os outros alunos.        

Os alunos somente sairão da escola com pessoas autorizadas pelos pais, em documento preenchido na secretaria, previamente combinado com o professor. Os alunos somente sairão da Unidade Escolar antes do término do período por motivo de doença, consulta médica ou exames, retirados pelos pais ou responsáveis. Além disso, deverá trazer atestado médico ou receita para justificar a saída. A escola não é responsável pelo que acontece com os alunos na rua, portanto ao autorizar o filho a ir embora sozinho, também estará assumindo a responsabilidade sobre o que ocorrer com o mesmo no trajeto até a casa. Os pais deverão entrar pelo lado direito e sair pelo lado esquerdo (portão e rampa). Ao buscar o filho, procure fazê-lo de forma tranquila, sem tumulto, sem correrias, respeitando a sinalização da escola que orienta a direção por onde caminhar. Trazer o aluno até a porta de entrada, não deixá-lo na rua ou portão. Para conversar com o professor, agendar previamente na direção. Conversas com pais sobre os alunos, o atendimento será somente agendado.

MERENDA ESCOLAR Os alunos têm à sua disposição café da manhã, refeição e lanche nos horários estabelecidos. Não é permitido trazer para a escola salgadinhos, balas e outros. Caso o aluno não aceite a alimentação da unidade escolar, poderá trazer frutas. FALTA DOS ALUNOS A família deverá entrar em contato com a escola caso o aluno falte. Após 3 faltas consecutivas, a escola entrará em contato com a família e após este procedimento as faltas continuarem, o caso é encaminhado ao Conselho Tutelar. Em casos de doenças, os pais ou responsáveis terão que apresentar atestado médico. A escola deverá ser comunicada caso a criança necessite ausentar-se por período prolongado (férias, viagens ou outros). O aluno que tiver a matrícula efetivada e não comparecer nos primeiros 10 (dez) dias letivos, sem justificativa, perderá o direito à vaga. REUNIÃO COM PAIS OU RESPONSÁVEIS

223


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

As reuniões de pais são muito importantes para que todos se mantenham informados sobre tudo que ocorre na escola e sobre o aproveitamento das aprendizagens. É necessário ter uma organização prévia da família para garantir a presença dos responsáveis. COMUNICADOS ESCOLARES Enviamos mensalmente o calendário do mês com atividades da escola. Outros informes serão enviados na agenda. ESTUDO DE MEIO Durante o ano letivo serão programados estudos do meio, excursões, etc., que visam atender aos objetivos educacionais. Os alunos somente sairão da escola para passeios mediante autorização por escrito, que são encaminhados para assinatura com uma semana de antecedência. Nenhuma autorização será via telefone. ASSOCIAÇÃO DE PAIS E MESTRES (APM) E CONSELHO DE ESCOLA A escola está aberta à participação dos pais através da APM e Conselho de Escola, sendo que as regras de funcionamento, bem como os participantes, serão definidas em Assembleia, por meio de eleição. Inscreva-se para participar na 1ª reunião de pais. BRINQUEDOS Será permitido trazer brinquedos simples nas últimas sextas-feiras de cada mês. PROGRAMA TEMPO DE ESCOLA A escola oferece atividades esportivas, artísticas, musicais através da parceria com a ONG Solano Trindade. As atividades são oferecidas no período contrário ao ensino regular. Informe-se na Secretaria da Escola.

DADOS PESSOAIS Mantenha os dados cadastrais atualizados como telefone, endereço e outros. Em caso de acidentes e/ou doença, a escola necessitará desses dados para entrar em contato com a família. MATERIAIS NECESSÁRIOS PARA USO NA ESCOLA Todos os materiais deverão ter o nome do aluno, afinal, com tantas crianças, fica mais fácil localizar os materiais perdidos. Oriente o filho a cuidar do seu material. O material escolar é entregue todo ano e será utilizado durante o ano. Não é permitido pedir nenhum material para os pais. UNIFORME O uso do uniforme é necessário. É importante que as peças do uniforme possuam identificação (nome da criança). Crie o hábito que seu filho use o uniforme. TRANSPORTE ESCOLAR O transporte é feito por veículos de terceiros, quando solicitados pelos pais ou responsáveis. A responsabilidade com o que ocorre com os alunos é de todos (ECA). MEDICAMENTOS

224


Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Projeto Político Pedagógico - EMEB “Ari Lacerda Rodrigues” - 2013

Os medicamentos serão administrados com receita médica, caso o horário coincida com o horário de aula. HORÁRIO DE ATENDIMENTO DA SECRETARIA Segunda à sexta-feira, das 8h00 às 20h00.    

OUTRAS INFORMAÇÕES Não é permitido trazer para a escola objetos de valor como relógios, celulares, MP3, etc. Não é permitido trazer para a escola objetos cortantes ou pontiagudos que coloquem os outros em risco. Os pais ou responsáveis que autorizam seus filhos a ir embora sozinhos não podem exigir que a escola tome providências sobre o que ocorre na rua. As ocorrências com os alunos que impliquem em prejuízo aos outros ou danos à escola, os pais serão convocados, sendo obrigatório o seu comparecimento para esclarecimentos e providências, além de ser comunicado ao Órgão Superior, que é a Secretaria Municipal de Educação.

Fevereiro/2013 EMEB Ari Lacerda Rodrigues

225

Ppp 2013 ari lacerda oficial  
Advertisement