Issuu on Google+

Mensário É comum a utilização de coberturas normais, ou seja, telhas com cimento amianto ou até com telhas semelhantes em seu aspecto físico porém com outro material. A KS optou por uma cobertura chamada tradicionalmente de sanduíche (duas camadas) com chapa de alumínio 0,5mm inferior e 0,7mm superior e entre as telhas teremos lã de rocha que é um material incombustível e recomendado pela seguradora como a melhor opção em coberturas sanduíches. Este composto nos trará um grande conforto térmico e acústico ao ambiente. Além da cobertura escolhida para ser implantada há ainda outros acessórios que fazem parte do projeto como as placas de iluminação natural, o lantenim e a fachada. A iluminação natural foi adotada no projeto da nova sede da KS Chapelins por ser algo inovador no mercado e estar sendo utilizada por muitas empresas que querem gerar conforto agregado a economia de energia tendo em sua empresa uma iluminação saudável, sem custo e de melhor qualidade. Ao todo, serão instaladas 32 placas de iluminação natural, que fazem o efeito das telhas translúcidas, porém com filtragem dos raios UV e redução da transmissão de calor. Com a instalação destes equipamentos, não teremos a necessidade de acendermos as luzes durante o dia em diversos setores.

Mensagem CICATRIZES

Era uma vez um garoto que tinha um temperamento muito explosivo. Um dia ele recebeu um saco cheio de pregos e uma placa de madeira. O pai disse a ele que martelasse um prego na tábua toda vez que perdesse a paciência com alguém. No primeiro dia o garoto colocou 37 pregos na tábua. Já nos dias seguintes, enquanto ele ia aprendendo a controlar sua raiva, o número de pregos martelados por dia foram diminuindo gradativamente. Ele descobriu que dava menos trabalho controlar sua raiva do que ter que ir todos os dias pregar diversos pregos na placa de madeira... Finalmente chegou um dia em que o garoto não perdeu a paciência em hora alguma. Ele falou com seu pai sobre seu sucesso e sobre como estava se sentindo melhor em não explodir com os outros e o pai sugeriu que ele retirasse todos os pregos da tábua e que a trouxesse para ele. O garoto então trouxe a placa de madeira, já sem os pregos, e a entregou a seu pai. Ele disse: “Você está de parabéns, meu filho, mas dê uma olhada nos buracos que os pregos deixaram na tábua... ...ela nunca mais será como antes”. Quando você diz coisas estando com raiva, suas palavras deixam marcas como essas. Você pode enfiar uma faca em alguém e depois retira-la. Não importa quantas vezes você peça desculpas, a cicatriz ainda continuará lá. Uma agressão verbal é tão ruim quanto uma agressão física. Amigos são como jóias raras. Eles te fazem sorrir e te encorajam para alcançar o sucesso. Eles te emprestam o ombro, compartilham dos teus momentos de alegria... e sempre querem ter seus corações abertos para você.” Colaboração: Sandra - Qualidade Abril / 2006 Ano III / Nº33

“Uma agressão verbal é tão ruim quanto uma agressão física.”

Construção da Nova Sede

O lantenim é um aparelho instalado na cumeeira (oitão) de todo o galpão e que tem por objetivo fazer renovações de ar (exaustão). Como temos entradas de ar em todo o perímetro da empresa, teremos uma ótima circulação de ar. Quanto a fachada, adotou-se uma fachada robusta com uma vista totalmente diferente do tradicional gerando algo moderno e de excelente aspecto arquitetônico, utilizando vidros, estruturas metálicas, alumínio, alvenaria e acessórios diversos. Nas próximas edições, comentaremos sobre os acabamentos e mudanças que teremos no processo em função do novo lay-out.

Colaboração: Junior - Ferramentaria

Curiosidades Por que as galinhas põem ovos brancos e beges? O que determina a cor do ovo é a raça da galinha. Branco puro, bege claro ou bege escuro são determinados por um pigmento na parte externa da casca e não interfere no sabor, nem no valor nutricional do alimento. Gatos se lambem por precaução Os gatos constantemente lambem o corpo todo, o que lhes rendeu a fama de bichos muito higiênicos. O ritual, que normalmente começa passando a áspera língua nas patas, que lavam a cabeça e orelhas, para depois lamber o restante do corpo, nasceu de um instinto de defesa do animal. Após as refeições, os antigos gatos se banhavam para retirar o cheiro do alimento que os impregnava, odor que poderia atrair a atenção de predadores diversos. Por que apenas a superfície dos rios e lagos congela? A superfície dos rios e lagos congela pelo contato com o ar frio da superfície. Quando a temperatura atinge valores inferiores a 4°C, a água se dilata, tornando-se menos densa à medida que se solidifica. Isso faz com que a parte mais fria permaneça acima da mais quente, congelando apenas o topo. Como a densidade da água é máxima a 4°C, é nessa temperatura que ela se mantém nas profundidades. Fonte: Terra - Curiosidades

Visite: www.kschapelins.com.br


Caso de Sucesso

Dia do Metalúrgico

FUNDIÇÃO GAMMETAL A Fundição Gammetal foi fundada em 1984, na cidade de Blumenau, estado de Santa Catarina. Após mudanças no controle acionário da empresa, no ano de 2000, o Grupo Hübner adquiriu a totalidade da fundição. A empresa está instalada em uma área de 14835 m2, com 3740 m2 de área construída. Atua na linha de fundição de metais não-ferrosos, produzindo peças em alumínio, bronze, latão e cobre, atendendo às normas internacionais SAE, DIN, ASTM, JIS, BS, e outras, através dos Procesos de fundição em areia e coquilha. A Fundição Gammetal está em constante evolução, investindo na melhoria de seus Equipos produtivos e de controle; buscando sempre a melhoria contínua e um ambiente de trabalho pró-ativo, com funcionários treinados e motivados. Colaboração: Paulo - Comercial Fonte: www.grupohubner.com.br

A metalurgia teve origem há seis mil anos, no Oriente Médio, quando metais, como cobre ou prata, eram martelados para a confecção de utensílios domésticos. Como na economia o fator custo é que comanda o mercado, o ferro foi substituindo o bronze, na Revolução Industrial, com o surgimento do aço. Nesse período foram desenvolvidos fornos que corrigiam as impurezas do ferro e adicionavam propriedades como resistência ao desgaste, ao impacto e à corrosão. A Companhia Vale do Rio Doce, criada em 1° de junho de 1942, através do decreto-lei n° 4.352, já em 1949 era responsável por 80% das exportações brasileiras de minério de ferro. Encaixada na indústria de base, a metalurgia é responsável por grande fatia dos lucros brasileiros, principalmente na siderurgia, produção de aço bruto. Os metalúrgicos brasileiros têm um histórico intenso de lutas sindicais, e foi a partir delas que os direitos trabalhistas ganharam força. Além disso, essas mobilizações são apontadas como essenciais na formação do Partido dos Trabalhadores, a partir de 1979, e da Central Única dos Trabalhadores, fundada em agosto de 1983. Vale lembrar que o presidente Lula fazia parte dessa classe de trabalhadores, e se projetou pelas conquistas no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Colaboração: Patrícia - RH

5 Sensos

Vida de Elefante

Tabela 5´S Março-2006 SETOR

PONTOS

CONCEITO

Administração

99

Muito Bom

Estampagem

93

Bom

Montagem e Almoxarifado de Componentes

94

Bom

Supervisão e Segurança

97

Muito Bom

Preparação, Manutenção e Lubrificação.

92

Bom

Corte Pinos e Chapas

96

Muito Bom

Tratamento Superficial

99

Muito Bom

Ferramentaria

97

Muito Bom

Almoxarifado/ Recebimento

99

Muito Bom

Controle Final, Expedição e Planejamento

95

Bom

Solda, Almoxarifado de Tirantes

97

Muito Bom

Área Comum

94

Bom

Centro de Corte/ Centro de dobra/ Centro de Processos

99

Muito Bom

Você já observou elefante no circo? Durante o espetáculo, o enorme animal faz demonstrações de força descomunais. Mas, antes de entrar em cena, permanece preso, quieto, contido somente por uma corrente que aprisiona uma de suas patas a uma pequena estaca cravada no solo. A estaca é só um pequeno pedaço de madeira. E, ainda que a corrente fosse grossa, parece óbvio que ele, capaz de derrubar uma árvore com sua própria força, poderia, com facilidade, arrancá-la do solo e fugir. Que mistério! Por que o elefante não foge? Há alguns anos descobri que, por sorte minha alguém havia sido bastante sábio para encontrar a resposta: o elefante do circo não escapa porque foi preso à estaca ainda muito pequeno. Fechei os olhos e imaginei o pequeno recém-nascido preso: naquele momento, o elefantinho puxou, forçou, tentando se soltar e, apesar de todo o esforço, não pôde sair. A estaca era muita pesada para ele. E o elefantinho tentava, tentava e nada. Até que um dia, cansado, aceitou o seu destino: ficar amarrado na estaca, balançando o corpo de lá para cá, eternamente, esperando a hora de entrar no espetáculo. Então, aquele elefante enorme não se solta porque acredita que não pode. Para que ele consiga quebrar os grilhões é necessário que ocorra algo fora do comum, como um incêndio, por exemplo. O medo do fogo faria com que o elefante em desespero quebrasse a corrente e fugisse. Isso muitas vezes acontece conosco! Vivemos acreditando em um montão de coisas, que não podemos ter, que não podemos ser, que não vamos conseguir, simplesmente porque, quando éramos crianças e inexperientes, algo não deu certo ou ouvimos tantos não que a corrente da estaca ficou gravada na nossa memória com tanta força que perdemos a criatividade e aceitamos o “sempre foi assim...”Poderia dizer que o fogo para nós seria: a perda de um emprego, ou algum outro problema ou algo que nos fizesse sair da zona de conforto. A única maneira de tentar de novo é não ter medo de enfrentar as barreiras, colocar muita coragem no coração e não ter receio de arrebentar as correntes! Não espere que o seu “circo” pegue fogo para começar a se movimentar. Vá em frente! Colaboração: Sandra - Qualidade


Fevereiro

Cipa Reuniões CIPA Todos os meses os integrantes da Cipa da KS reúnem-se para debater assuntos referentes à segurança do trabalho. Na reunião que ocorreu em fevereiro deste ano um dos temas abordados pelo presidente da Cipa, Levi Milbratz, foi a trava de segurança colocada nas prensas com o objetivo de evitar acidentes de trabalho. Levi ressaltou ainda que, para eficácia da trava é necessário que todos façam sua correta utilização, uma vez que a segurança é responsabilidade de todos. Ao lado segue alguns dos assuntos abordados nas reuniões realizadas em fevereiro e março.

Março

Obs.: Os colaboradores que tiverem algo que possa e/ou deva ser discutido nas reuniões da CIPA, podem colocar sua colaboração na caixa de sugestões da empresa. Todas as questões serão analisadas e terão seu devido retorno. Colaboração: Sheila - Segurança

Qualidade Política da Qualidade A KS Chapelins projeta e desenvolve ferramentas, produz artefatos metálicos e ferramentas para a indústria, atuando positivamente junto aos clientes. Compromete-se a cumprir os requisitos dos clientes, satisfazendo-os com produtos de qualidade e a promover a evolução contínua do sistema de gestão da empresa e dos colaboradores. Política da Qualidade Cliente

Evolução Contínua

Objetivo da Qualidade

Visão

Ser reconhecida no mercado como empresa confiável no fornecimento de artefatos metálicos.

Negócio

Produção de artefatos metálicos para a indústria.

Missão

Proporcionar aos clientes, segurança na aquisição de artefatos metálicos.

Indicadore de Desempenho

Meta

Realizado Fevereiro 2006

Promover o aumento do nível de satisfação dos clientes

Satisfação dos clientes (semestral)

95%

96,22%

Promover o aumento do nível de satisfação dos colaboradores

Satisfação dos colaboradores (semestral)

75%

70,39%

Manter o índice previsto na pontualidade de entregas para os pedidos de vendas com entrega para o período.

Pontualidade nas entregas

100%

100%

Evitar perda de peças produzidas, durante o processo.

Perdas de processo (refugos + retrabalhos)

2%

2,28%

Aumentar a eficácia do sistema de gestão da qualidade

Implementação de Ações Preventivas e Ações Corretivas

90%

91,67%

Promover o desenvolvimento dos colaboradores

Índice de Treinamento

2,0h/h

2,98%

Evoluir o índice de adequação do ambiente

Adequação de ambiente

92%

96,22%

Aumentar o percentual de manutenções preventivas de ferramentas

Manutenção de Ferramentas

35%

49,88%


RIOSULENSE – 60 ANOS (1946 – 2006)

RH Aniversariantes do mês 01 Rosimara Nass Pereira 02 Isaac João Martins 03 Sidnei Ramos 08 Elias da Silva 09 Isaías Delabenmeta Batista 10 Luiz Adelir de Souza 13 Cantidio William Elias 14 Marcos Silvano de Moura 16 Vanderlei Bráz 17 Julio Cesar Docena 18 Daniel da Costa Gilcemar Borba Souza Vilson Bonfati 19 Edirlei Heidemann 27 Maicon Mendes Cunha

Agenda Data adiantamento salarial: 20/04/2006 Período de retirada da cesta básica: 24 horas após a entrega na empresa Data do pagamento salarial: 05/05/2006

Empresa completa seis décadas como uma das maiores no setor A Riosulense, empresa referência no mercado mundial de autopeças, surgiu em 1946, como uma pequena fábrica de máquinas, em Rio do Sul/SC. Atualmente a empresa atende os principais fabricantes de motores e veículos. As exportações atendem clientes em mais de 25 países, em todos os continentes. Solidificada pela conquista da Certificação ISO/ TS 16949, a empresa conta ainda com importante componente: a capacitação profissional e o comprometimento de seus colaboradores. Todos os produtos Riosulense são processados em fundição própria, com capacidade de produção de 800 toneladas/mês de ligas metálicas especiais, por processo de moldagem e centrifugação, monitorados por completo laboratório metalúrgico. Tradição, atualização tecnológica permanente, investimentos, valorização do ser humano e prioridade na satisfação do cliente, são elementos que fortalecem a marca Riosulense no mercado automotivo. A KS parabeniza a Riosulense especialmente na pessoa do Sr. João Stramosk – hoje Diretor Presidente que há 59 anos acompanha essa trajetória de sucesso, com dedicação, transparência e perseverança. Fonte: Suplemento Especial do Jornal de Santa Catarina – Jan/2006 Colaboração: Paulo César Vasel - Comercial

Comemoração 01 Dia da Mentira Dia da Abolição da Escravidão Índios (1680) 07 Dia Mundial da Saúde 08 Dia Mundial do Combate ao Câncer 14 Paixão de Jesus 16 Páscoa 19 Dia do Índio 21 Tiradentes Dia do Metalúrgico 22 Descobrimento do Brasil 24 Dia Internacional do Jovem Trabalhador 26 Dia da 1ª Missa no Brasil 28 Dia da Educação Dia da Sogra

Comunicado Neste mês haverá auditoria interna. Solicitamos a todos a colaboração que sempre tivemos.

CHAPEL

INS

CHAPELINS

Colaboração: Patrícia - RH Expediente - Redação:Luciana K. Soares; Edição: Nankim CG (47 - 3028 2328) Colaboradores:Sandra, Patricia, Sheila, Paulo e Junior; Tiragem:250 exemplares

KS Chapelins - Rua Patrício Maia, 31 - Guanabara - Joinville/SC Fone/Fax: (47) 3426 2074; E-mail: ksqualidade@kschapelins.com.br


2006-04-KS-Jornal