Issuu on Google+


170 NOVA YORK

CHELSEA E MEATPACKING DISTRICT, POR DIDI WAGNER

“No Chelsea, um dos meus programas favoritos é visitar as galerias de arte. É importante ficar atento, pois muitas delas estão dentro dos prédios e não têm entrada pela rua.

Ex-modelo e apresentadora de

Uma das minhas favoritas é a The

TV, ela morou em Nova York

Pace (32 57th Street, 212/421-3292,

por mais de dois anos, sempre

thepacegallery.com; 3a/6a 9h30/18h,

procurando passeios alternativos

sáb/dom 10h/18h; grátis), que fica

para o seu programa no canal

no segundo andar de um prédio e

Multishow, o Lugar Incomum. Didi

sempre tem exposições imperdíveis.

ainda permanece no comando do

O reino das guloseimas e das

programa, mas agora descobrindo

compras de comidas é o Chelsea

lugares pouco conhecidos de outras

Market (pág. 175). O “mercado” é,

grandes cidades do mundo.

na verdade, um centro comercial que reúne restaurantes e lojas especializadas em diferentes tipos de ingredientes. Eu adoro a sorveteria L’Arte Del Gelatto (75 9ª Avenida, 212/366-0570, lartedelgelato.com; 2ª/sáb 10h/20h, dom 10h/19h) e a de chocolates do Jacques Torres (pág. 328), ali dentro. Os cookies da Eleni’s (75 9ª Avenida, 1-888-435-3647, elenis. com) não são tão saborosos, mas o visual compensa – são super bonitos, coloridos e temáticos. Na hora do almoço, a minha sugestão é o restaurante Fig & Olive (420 13rd Street, figandolive.com,

SILVIA SANTANA

212/924-1200; dom/2ª 12h/22h, 3ª/5ª 12h/23h, 6ª/sáb 12h/1h; Cc: A, M, V), com pratos mediterrâneos. Outro restaurante que eu indico é o francês Pastis (pág. 187), de Keith Mc Nally. Eu adoro o astral de lá. O brunch, todos os domingos, é um must. Nada melhor do que fazer a digestão indo às compras. Eu adoro a arquitetura e as roupas da loja Stella Mc Cartney (429 14th Street, 212/ 255-1556, stellamccartney.com; 2ª/sáb 11h/17h, dom 12h30/18h).


198 NOVA YORK

UNION SQUARE E GRAMERCY, POR FIORELLA MATTHEIS

chocólatras, eu recomendo a Max Brenner (841 Broadway, 212/3880030; 2ª/5ª 9h/0h, 6ª/sáb 9h/2h, dom 8h/11h; Cc: A, M, V). Assim que entrar,

Ex-modelo internacional, Fiorella

preste atenção nos tubos gigantes

hoje trabalha como atriz e

que cruzam a loja inteira e terminam

apresentadora da TV Globo. Sempre

em um tanque lotado de chocolate.

que tem um tempo disponível na

É incrível! Nos fins de semana, das 9h

agenda, viaja a Nova York.

às 16h, é servido um bruch delicioso. Como a maioria dos brasileiros, eu também não volto para casa sem um eletrônico. Nessa região fica uma

“Tento ir ao menos uma vez por

ótima filial da Best Buy (1 Union

ano com as minhas amigas para

Square South, 212/466-4789, bestbuy.

Manhattan. E um dos meus pontos

com; 2ª 8h/23h59, 3ª/6ª 12h/23h59,

preferidos da cidade é a Union

sáb 12h/22h e dom 10h/20; Cc: A, M,

Square (pág. 210). Adoro o clima da

V), um dos melhores endereços para

praça, sempre com as ruas cheias de

comprar gadgets.

artistas e gente jovem. Aos sábados,

Outra boa dica de compras,

tem uma feirinha supercult. Para

esta para os esportistas: a Paragon

encher a dispensa, o melhor local

Sports (pág. 213). A loja tem os mais

é o Whole Foods Market (pág. 208).

variados tipos de tênis, roupas e

O mercado tem tudo o que se pode

equipamentos de ginástica para

imaginar em termos de alimentos

qualquer tipo de atividade física. Ao lado da Union Square há um

naturais e produtos orgânicos. A praça de alimentação é bem

teatro ‘off Broadway’ que sempre

variada. Os sushis e os rolls de

tem espetáculos de primeira linha,

arroz integral são um must! Aos

Daryl Roth Theatre (101 15th Street, darylroththeatre.com). Da última vez darylroththeatre.com Bruta, assisti ao excelente Fuerza Bruta criado por artistas argentinos, que mistura dança e teatro. Para a happy hour, a pedida é o Rose Bar, dentro do Gramercy Park Hotel (pág. 200). É um bom lugar para ouvir música de qualidade e tomar uns drinques. Mas atenção: se você chegar depois das 21h, vai ter de fazer reserva. E para tomar um RAFAEL CAMPOS

saudável café da manhã, recomendo o Le Pain Quotidien (pág. 207). Ali é servido um delicioso mingau de aveia com berries variados. Inesquecível.”


220 NOVA YORK

MIDTOWN, POR AMIR SLAMA

“Viajo para Nova York já sabendo que vou encontrar um lugar diferente a cada visita – e isso é

Estilista e criador da marca

altamente inspirador. A cidade

Rosa Chá, de moda praia, roupas

está sempre aberta às novidades.

femininas e lingeries, Amir Slama

O nova-iorquino recebe muito bem

gosta de ir a Nova York para se

tudo aquilo que é inovador, ousado

inspirar e ficar por dentro das

e criativo, apresentando as novas

novas tendências. Aqui, ele indica

tendências de um jeito especial,

os lugares mais charmosos de

bastante similar ao brasileiro, com

Midtown, frequentados por gente

sua mistura de raças e culturas. Isso

bonita e descolada.

se reflete na gastronomia, nas artes, no entretenimento e na moda. O New York Palace (455 Madison Avenue, 212/888-7000, newyorkpalace.com; Cc: A, D, M, V; diárias $$$) $$$ é o hotel que eu indico para ficar na cidade. Além de encantador, tem uma ótima localização: perto da Madison, e da linda catedral Saint Patrick’s (pág. 235). Um dos lugares que mais gosto de ir é no Bottega Del Vino (7 59th Street, 212/223-3028, bottegadelvinonyc.com; bottegadelvinonyc.com; 2ª/6ª 8h/23h, sáb 9h/23h, dom 10h/22h; Cc: A, M, V). O restaurante tem o clima ideal para aproveitar qualquer ocasião: seja um café da manhã, brunch, almoço ou jantar. Os vinhos são maravilhosos e a carta, supercompleta, com mais de 2 mil opções de rótulos. Para quem quiser comer em

ROGERIO PALLATA

companhia de pessoas chiques e bacanas, a dica é o restaurante The Lion (62 W 9th Street, 212/3538400, thelionnyc.com; thelionnyc.com; 2ª/5ª 17h30/0h, 6ª/sáb 17h30/1h,


262 NOVA YORK

UPTOWN, POR FRED LESSA

de comida italiana, com um ótimo brunch. E o café é bem fresquinho. Andando pela 5a Avenida,

O apresentador Fred Lessa, que

encontrei o The Frick Collection (pág.

esteve à frente do programa Happy

293). O museu é pequeno, e a visita

Hour, na GNT, foi a Nova York e

não toma muito tempo. Instalado

conheceu lugares bacanas longe do

dentro uma bela mansão, além de

circuito tradicional dos turistas.

abrigar a coleção do abastado Henry Frick, há um lindo jardim interno. Outra parada obrigatória foi no MoMA (pág. 251). Além de ver as

“Apesar de ter sido minha primeira

excelentes exposições e o acervo, o

visita a Nova York, a sensação que

restaurante lá dentro é imperdível.

tive foi de que tudo era familiar. Acho

Dali há uma bela vista pra 5a Avenida

que é porque já havia visto muitos

e para o jardim interno. Depois,

dos lugares em filmes. Antes de viajar,

atravesse a rua e vá à loja do museu.

peguei dicas dos amigos para tentar

Lá, você encontra objetos muito

fugir dos lugares-comuns. A cidade é

interessantes, ótimos para trazer de

ótima para andar e uma das minhas

presente para os amigos. Um achado foi a loja Urban

atividades favoritas era me perder

Outfitters (2081 Broadway, 212/579-

pelas ruas, fazendo descobertas.

3912, urbanoutfitters.com; 2ª/sáb

Todas as manhãs, mesmo com o frio, caminhei pelo Central Park (pág.

10h/22h; Cc A, M, V), onde encontrei

280). Numa manhã, passeando pelas

camisetas bem bacanas por

redondezas, achei um restaurante

US$ 20. Outro local interessante

agradável, o Gina La Fornarina

para comprar roupas é a Topshop

(279 Amsterdam Avenue, 212/874-

(478 Broadway, topshop.com,

6556, gina-lafornarina.com; 9h/11h),

212/966-9555; 2ª/6ª 10h/21h, sáb/ dom 10h/20h; Cc A, M, V). V É uma loja de departamento do estilo da Zara, mas bem mais incrementada. Como era período de liquidação, também pude aproveitar as ofertas da Bergdorf Goodman (pág. 237). A loja trabalha com grandes grifes, como Dolce&Gabana, Carolina Herrera, Chanel e Armani. E como ninguém é de ferro, para tomar um drinque no fim de MARCOS ROSA

tarde, um local bem legal que eu recomendo é o P.J. Clarke’s (pág. 272). É uma rede de restaurantes bem tradicional da cidade.”


HARLEM 305

newyork.com), local em que Duke

Na hora da fome, o melhor é

Ellington se apresentava nas

pedir um soul food – o nome dado

décadas de 40 e 50.

à culinária não só do Harlem,

Ali há um prédio lendário (555

mas também de boa parte do sul

Edgecombe Avenue com a W 160th

dos Estados Unidos. O prato é

Street) onde morou o pianista

bem recheado: frango frito, carne

Count Basie, o vovô do swing, e o

de porco, banana frita, salada...

saxofonista Johnny Hodges. Nele

Muito gostoso! Para provar a

também vive a Marjorie, uma

receita, indico o self service Jacob’s

pianista bem magrinha e já com

Restaurant (373 Lenox Avenue,

certa idade, que foi casada com

212/866-3663, jacobrestaurant.com).

um dos bateristas da orquestra

Outro lugar imperdível é o

do mestre Count Basie. Todos os

American Legions (248 W 132nd

domingos, das 16 às 18h, ela recebe

Street), bem interessante e informal

visitantes, em geral turistas, para

– lembra uma quermesse. Todo

uma breve jam session e um bate-

domingo tem uma jam session

papo. Não precisa agendar: é só

de órgão Hammond. Figuras

chegar à casa dela nesse horário.

como o organista Dr. Lonnie

Outro passeio obrigatório é

Smith costumam pintar por lá. No

visitar uma igreja com um coral

Harlem, vê-se bem a simplicidade

gospel. Eu recomendo a Kelly

desse povo que inventou o que

Church (8-10-12 E 130th Street,

eu considero a música mais

212/289-9618, kellytemplecogic.org kellytemplecogic.org),

importante do século 20: o jazz.”

em que o coral é acompanhado por um órgão Hammond B3. Na maioria, os horários são bem rígidos e os turistas devem se

DIVULGAÇÃO

sentar para não atrapalhar o culto.


324 NOVA YORK

BROOKLYN, POR CELSO CAVALLINI

da Starbucks. Além disso, dá para utilizar a academia 24 horas e o business center moderno. Adorei visitar o Brooklyn

O apresentador e repórter de esportes de aventura da Rede

Bridge Park (pág. 329), inaugurado

Record, Celso Cavallini, prefere

recentemente. O parque tem um

passeios tranquilos e sem riscos

charme todo especial. Fica à beira

quando viaja para Nova York.

do East River e passa embaixo da Brooklyn Bridge (pág. 100). Ótima pedida é caminhar nas trilhas, ao lado da água. Há restaurantes e bares

“Já fui algumas vezes a Nova York e da última vez em que estive na

incríveis na região. Um ótimo é o

cidade, fiquei no Brooklyn e me

Bar Veloce (175 2ª Avenida, 212/260-

hospedei no Sheraton Brooklyn New

3200, barveloce.com; 17h/3h),

York (228 Duffield Street, 718/855-

um restaurante bem pequeno e

1900, sheratonbrooklyn.com; diárias

aconchegante, que só serve vinho e

$$). A localização do hotel é muito

panini. Recomendo também visitar

boa. Está perto do câmpus da

a cervejaria Brooklyn Brewery (pág.

Universidade de Long Island e a

340) num fim de semana. Além de

5 km da Estátua da Liberdade (pág.

conhecer a produção da cerveja,

100). Os quartos são confortáveis

ainda dá para degustar a bebida. Depois, o melhor programa é

e contam com cafeteiras com café

seguir para o Brooklyn Heights (pág. 326) e ficar ali por um tempo, admirando o bel;issimo skyline de Manhattan, do outro lado do rio. E, para jantar, o The River Café (pág. 328) é imperdível. Além de janelas envidraçadas que dão de cara para as luzes de Manhattan, o restaurante tem uma estrela no Guia Michelin, e ótimos pratos de carnes e peixes no cardápio. Uma última dica: quando chegar à cidade, peça na recepção do seu hotel um exemplar da revista Where NY, que traz os eventos principais NY

GUSTAVO SCATENA

daquela semana. Aí, você fica sabendo quais são os melhores espetáculos da Broadway, as boas exposições em cartaz e as baladas do momento.”



Guia de Nova York da Revista Viagem e Turismo