Page 1


(Recriação)


Provérbio - s.m. Máxima expressa em poucas palavras e que se tornou popular Adágio - s.m. Espécie de provérbio que recorda com seriedade o que é usual. = MÁXIMA, SENTENÇA


Aos meus amigos, que sempre me apoiaram, colaboraram e incentivaram a terminar este trabalho. A ti, meu Amor, por tudo e mais alguma coisa!

Muito obrigado a todos!


Introdução Os Provérbios são ditos populares que transmitem conhecimentos comuns sobre a vida, são um reflexo de uma época, cultura, geração. Uma realidade intrínseca a um país. Muitos deles foram criados na antiguidade, porém estão relacionados a aspetos universais da vida, por isso são utilizados até os dias de hoje.

O adágio passa de boca em boca e adapta-se aos tempos.


Normalmente de criação anônima, o Provérbio é fácil de decorar e transmitir a sua ideia ou finalidade, devido ao seu formato simples, curto e direto, falando sobre diversos assuntos, tendo sempre um sentido lógico, fazem parte da cultura popular da humanidade. Podemos encontrar provérbios para praticamente todas as situações de vida. É uma das formas mais genuínas de sabedoria popular, algo que vem sendo repetido por muito tempo e tem sempre uma lição embutida.


A expressão provém do tempo da monarquia em que as rainhas, quando grávidas do soberano, passavam a ser tratadas com deferência especial, pois iriam aumentar a prole real e, por vezes, dar herdeiros ao trono, mesmo quando bastardos. Hoje em dia refere-se a uma pessoa que dá muita importância a si mesma, que só pensa em próprio proveito.


Provérbio muito utilizado desde a “origem dos provérbios”, e um dos mais conhecidos. Refere-se quando se quer referiri que aos poucos e com calma e perseverância se consegue atingir um objetivo à muito desejado, algo grande ou com muito significado.


A expressão terá nascido da constatação que é inglório tentar tapar o sol com um objeto composto por uma rede metálica e permeável à luz, significando atualmente um esforço mal sucedido para ocultar uma asneira ou negar uma evidência, querer esconder o óbvio e á frente de todos sem o conseguir.


Significa que é melhor ter pouco que ambicionar muito e perder tudo. É uma tradição de antigos caçadores. Achavam melhor apanhar logo a ave que tinham atingido de raspão, antes que ela fugisse, do que tentar atirar nas que estavam voando e errar o alvo. Hoje em dia significa que é preferível ficar com o que já está garantido, já é certo, do que arriscar em algo duvidoso.


Assim como é necessário dar a melhor forma aos pepinos enquanto estão muito pequenos, também é preciso moldar o caráter das crianças o mais cedo possível, é de pequenino que se começa a aprender e se deve corrigir os defeitos morais da pessoa.

É ainda em criança que se deve transmitir a ideia de que, quanto mais cedo se ensina, melhores são os resultados, de que é na infância que se educa.


A expressão surgiu no Império Romano e conseguiu espalhar-se pelo mundo inteiro. Nas festas realizadas na antiga Roma, os convidados eram avisados de que deveriam entrar nos salões sempre com o pé direito - dextropede. Assim, segundo eles, era uma maneira para evitar o agouro. Hoje em dia significa começar algo bem, da melhor forma possível.


Surgiu do costume que as pessoas muito falantes têm de tocar o interlocutor no cotovelo afim de chamar mais a atenção. Falar de mais, tagarela, alguém que nunca se cala nem por qualquer motivo.


Essa expressão significa deitar-se cedo, logo ao anoitecer, está ligada ao hábito das galinhas irem para o poleiro logo que o sol se põe. como fazem as galinhas.


as aparências enganam. Tudo q logo a primeira vista parece bom, nem sempre é.* Muitas vezes aquilo que ofusca nossos olhos dando a impressão de brilho e grande valor é apenas uma ilusão de ótica e pode conter atrás do brilho algo de muito vulgar sem valor e sem beleza interna. Reproduz um Grande engano. ulgar pelas aparências, deixar se levar pela superfície, pode te levar ao engano.


Lastimar por ter perdido algo que não consegue mais recuperar. Arrepender-se por não haver tomado alguma decisão importante. Lamentar-se por haver perdido alguma oportunidade. lamentar algo acontecido que não se esperava acontecer. Lamentar não consertaria o desastre: não adianta chorar sobre...


Falta o texto acerca desta cena


é melhor ficar sozinho do que com alguem que nos quer mal, que não nos mereça, não nos respeite ou não goste de nós.


Nuno Marques 2013


1ª apresentação  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you