__MAIN_TEXT__

Page 1


FALTA FOTO AQUI


E o mês de abril fica para trás, e a nossa revista aqui, continua subindo ladeira em 3º marcha, sendo conduzida por um dono de kombi a 10 anos, que teve muitas kombis levando e trazendo a familia e agora tem a oportunidade de mostrar aqui a cada mês que passa as tribos de kombi, sem nenhum tipo de descriminação, das originais as alteradas, corujinhas e clippers, das primeiras as últimas fabricadas, onde o que importa são as pessoas por trás delas!! Nesta edição trazemos uma novidade, teremso um programa de rádio dentro da RadioVolks, não conhece?... Clique no link abaixo: http://radiovolks.com.br/ Será um programa simples, cheio de ideias air cooler, para que nos aproximemos ainda mais, com entrevistas, musicas e muita diversão bem ao estilo da galera de vws antigos que são o cartao de visita de nosso clubes pelo Brasil. Boa leitura e nos vemos no Dia Nacional Kombi 2017! Abraço do Rebuli


DO ARRAIS!!! Valdeci Arrais de Lima/SP

Consultor Técnico do Kombi Clube Curitiba

ARRAIS!

KCC


KCC


Encontro Brasileiro de Autos Antigos Águas de Lindoia – SP Nessa edição, falaremos um pouco sobre o evento antigomobilista que move uma multidão de 500 mil pessoas aproximadamente, durante o período do evento . Todos os anos no mês de Abril de 20 a 23, a cidade Paulista de Águas de Lindoia sedia o encontro Brasileiro de Autos Antigos, onde você encontrará veículos Clássicos, Originais, Restaurados, Hot Rod, Streets, Caminhões e Ônibus, num total de aproximadamente 1200 veículos entre expositores e carros a venda. Além de 420 Stands de vendas de antiguidades e peças para carros antigos, empresas de restauração e customização e vários Clubes presentes . Com mais de 80.000m de extensão , esse evento é considerado o maior da América Latina, pois além de receber pessoas de vários estados do Brasil, há uma quantidade bem expressiva de estrangeiros que vem participar, alem da presença de grandes ícones do Automobilismo brasileiro , sendo os ex-pilotos : Wilson Fittipaldi Jr. o embaixador, e Bird Clemente o patrono do evento . Durante o decorrer dos quatro dias, ha uma programação de palestras e Whorkshop’s todos voltadas ao mundo automobilístico . O KCC esteve no evento , marcando presença e enaltecendo os proprietários e amantes de nossa querida Kombi. Haviam modelos Inusitados desde as mais clássicas e originais, e customizadas , mas sempre rodeadas de grandes admiradores. Porem , encontramos algumas kombis que estavam trabalhando no transporte de pessoas e mercadorias, alem daquelas que estavam servindo de “Dormobile” para descanso. Segue algumas imagens para apreciação . Um forte abraço, e muito sucesso a todos . Val Arrais oldcarbr@gmail.com

KCC


Curiitiba – Paraná - Brasil

SAVE THE DATA!!! 03/09/2017

11º DNK DIA NACIONAL KOMBI


Meu nome é Wayne Allman, eu corro de dragster e toco guitarra, minha esposa é Helen Allman e temos um chihuahua chamado Chica, eu tenho meu próprio negócio, "A Loja Intergaláctica Custom" eu construir dragsters, hot rods e carros personalizados

My name is Wayne Allman , i drag race and play the guitar, my wife is Helen Allman and we have a chihuahua named Chica, i have my own business , "The Intergalactic Custom Shop" i build dragsters , hot rods and custom cars


ConstruĂ­do "Mental Breakdown" o dragbus fora de um Split Screen Split Split pick up, levou-me 10 anos para construĂ­-lo!

I Built "Mental Breakdown" the dragbus out of a rotten Split Screen single cab pick up , it took me 10 years to build it !


Eu construí o chassi (4130 cromo moly tubo), o corpo é todo de aço, esticado em um teto duplo desbastado 200mm, eu pintei, de ouro “kandy” sobre prata “metalflak”e e magenta “kandy” sobre prata metalflake, o nome "Mental Breakdown" e cobre misturada a ela

Only me , i built the chassis ( 4130 chrome moly tube) , the body is all steel , stretched into a double cab and roof chopped 200mm, i painted it , gold kandy over silver metalflake and magenta kandy over silver metalflake , the name " Mental Breakdown" is copper leaf


com o motor, 526ci (8.6ltrs) Supercharged Hemi correndo em metanol, transmissĂŁo Lenco de 3 velocidades

built the engine , 526ci (8.6ltrs) Supercharged Hemi running on Methanol , 3 speed Lenco transmission ,


Nosso melhor 1/4 milha atĂŠ agora ĂŠ 7,17 segundos @ 196 mph (315 km / h)

Our best 1/4 mile so far is, 7.17 seconds @ 196mph (315 km/h )


The VW bus is one of the most iconic designs ever , alongside the VW Beetle they made Volkswagen a world class company , the Kombi Clube Curitiba and the magazine looks great , brings people together and gives good information and makes people happy

A Kombi da VW é um dos projetos os mais iconicos sempre, ao lado do Fusca fizeram Volkswagen uma companhia da classe do mundo, o Kombi Clube Curitiba e a revista parecem ótimas, reúne pessoas e dá boa informação e faz as pessoas felizes


Para todos os leitores, estou constantemente espantado e Admirado como as pessoas em todo o mundo amam minha Kombi dragsterbus "Mental Breakdown", vocĂŞ faz tudo valer a pena :-) To all the readers , i am constantly amazed and humbled by how people all over the world love my little dragsterbus "Mental Breakdown" , you make it all worth while :-)


Você pode obter mais informações em nosso site Theintergalacticcustomshop.com ou na página de facebook 'Mental Breakdown VW drag track' You can get more information on our website theintergalacticcustomshop.com or on the 'Mental Breakdown VW drag track' facebook page


Jefferson Pontes Monteiroma


Olá Leitores da KOMBI magazine, meu nome é Jefferson Pontes Monteiro, sou da cidade de Taubaté –SP, no Vale do Paraíba, sou um cara muito divertido, de fácil amizade e aventureiro, não tem tempo ruim pra mim, adoro a vida, adoro curtir a vida, adoro viajar no sul de minas, adoro pegar estrada, gosto do sertão, da roça, do povo caipira, de uma boa comida mineira feitas nos ranchos na beira da estrada e no fogão a lenha, gostos das coisas simples, gostamos de dormi na” Dondoka” (Kombi), fazemos nossa Kombi em nossa casa. enfim eu e minha esposas somos aventureiros.


Sou de uma família muito unida, e muito próximos, sou filho de um pai rigoroso, policial militar, hoje aposentado, minha mãe é uma pernambucana que preferem a vida caseira. minha esposa foi feita para mim, estamos a 27 anos juntos, e como diz a bíblia somos uma só carne, não temos crise, independente da situação financeira, sempre me apoiou no que fiz e no que faço...em fim não perdemos tempo....vivemos a cada minuto esta vida. que Deus no deu. tenho 3 filhos , que se divertem com nossas aventuras.....e querem um dia também ter uma komboza para fazer o que fazemos.....hoje já temos 4 netos.


Hoje tenho uma barbearia onde trabalho junto com meu filho do meio, Rafael 24 anos, trabalhamos de segunda a sรกbado.....das 8:00 as 21:00hs


Em 2012 fui demitido da empresa, lojas Marisa, onde eu era gerente de loja, em Poços de Caldas - MG, sempre sonhei em ter uma Kombi, desde moleque, desempregado, idade comprometida para emprego, resolvi comprar uma Kombi para trabalhar......sempre em concordância com minha esposa.....voltamos para nossa cidade Taubaté....e começamos a vender alimentos nas ruas em festas na porta do estádio em dia de jogos....ficamos 2 anos trabalhando desta maneira.......hoje com a barbearia em um ponto fixo.....uso a Dondoka só para passeio e viagens......temos uma viagem programada para junho, onde não temos dia de retorno. só voltaremos para casa após conhecer todas as cidades do sul de minas.....


Esta Kombi comprei em Pouso Alegre - mg sua origem ĂŠ de SĂŁo JoĂŁo da Bela Vista - mg,,,, estava um pouco judiadinha era usada para carregar bebidas para um restaurante em Pouso Alegre -MG....pelo seu antigo dono....Kombi 1992.......hoje reformada e muito bem cuidada .....como se fosse um filho.


Desing da Kombi.....na minha opinião é espetacular...único......além de ser um veiculo grande...consegue ser compacta....o desenho arredondado é lindo....um veiculo simpático.....confortável........e apesar do tamanho tem uma ótima estabilidade..........


Tenho que só dar o parabéns para o criador deste clube, o Rebuli de Curitiba, pois a Kombi não pode morrer....e não deveria ter parado sua fabricação.

Sobre a revista até então eu não conhecia, ela é espetacular, gostei muito, principalmente de poder conhecer historias fantásticas que acontece no mundo, que vcs colocam nestas revista...parabéns.


Eu e minha esposa somos um casal que somos conhecidos pela nossa felicidade, não tem tempo ruim para gente, o tempo que tenho livre estou na estrada se aventurando, mesmo com pouco dinheiro nos divertimos........fazemos tudo na Kombi, comida, dormimos nela, acampamos em beira de praia, no meio do mato na roça. em fim a Dondoka nos proporciona mais felicidade.....e união...nosso lema é ..... viver enquanto estamos vivo......tenho um relacionamento a três e eterno, eu minha esposa e a Dondoka


John Brรกs


Olá meus amigos de Kombi do Brasil, me chamo John Brás, fora do trabalho, acredito ser cercado por bons amigos e boas historias, meu Pai é um cara sincero, talvez não esteja ainda conformado com a ideia de eu comprar uma Kombi e dar nome a ela. Minha Mãe acredita na capacidade de cada filho e isso é ótimo, acredito que a comunicação é a base para tudo, sou um pouco extrovertido, porem sei dividir trabalho e amizade.


Certa vez viajei com a tecnologia do Google maps e tive a facilidade de chegar ao destino por rodovias convencionais do Brasil, mas estava disposto a uma aventura maior, voltei cortando caminho por estrada de chĂŁo e asfalto. Passei a semana toda pensando em uma viagem maior, com mais tempo e morando atĂŠ mesmo dentro de um veiculo entĂŁo a Kombi supria todas as ideias para um MotorHome. Pretendo passar um ano viajando de Kombi pelo Brasil inteiro!


A família que estava com a Kombi era sensacional, o dono não queria de forma alguma vender. Talvez por momento financeiro delicado, fez com que ele mudasse de ideia. Está em boas mãos essa Kombi, “rsrsrsrs”.


Sem dúvida, incrível. Ainda mas se tratando de uma T1 1975 (corujinha). O painel me deixa fascinado. Fascinado fico tambem é pela KOMBI magazine aqui, é ótimo ver quantas pessoas são apaixonadas por um veiculo e se mobilizarem para formarem um clube, pois essa revista e o Kombi Clube Curitiba trazem aos leitores não só um veículo e sim uma paixão. Acredito que tudo depende de você da sua força de vontade e a forma com que você olha para o mundo e diz que é capaz. Se eu fosse VOCÊ compraria logo uma Kombi e escolheria todo dia o seu quintal!


Derick Lenhardt


Ai galera da KOMBIS...me chamo Derick Lenhardt e fora do trabalho costumo usar meu tempo livre para procurar carros na internet ou em locais afastados. Geralmente carros antigos. Gosto muito de mexer neles fazendo pequenos reparos e acrescentando itens estĂŠticos que o fazem saltar de um carro velho atirado para um carro admirado nas ruas.


Meus pais e companheira não gostam muito de carros antigos que é uma das minhas paixões porém tenho um grande apoio do meu irmão que está sempre comigo nas indiadas da vida atrás de carros no mínimo exóticos em que só nós vemos potencial. Profissionalmente sou bastante sério e compenetrado, faço minhas atividades de maneira correta e busco o melhor para minha empresa em todas as minhas relações profissionais.


Meus pais e companheira não gostam muito de carros antigos que é uma das minhas paixões porém tenho um grande apoio do meu irmão que está sempre comigo nas indiadas da vida atrás de carros no mínimo exóticos em que só nós vemos potencial. Profissionalmente sou bastante sério e compenetrado, faço minhas atividades de maneira correta e busco o melhor para minha empresa em todas as minhas relações profissionais.


Não muito tempo atrás um rapaz que acabou se tornando amigo me procurou querendo comprar um fusca que eu tinha à venda e mencionou que tinha uma Kombi antiga ao qual queria vender. Fizemos uma troca. A diferença de valores era muito grande e combinamos que ele venderia a Kombi e então compraria o meu fusca. Após alguns meses de conversa fiquei curioso sobre como era essa tal Kombi e ele me mandou fotos. Fiquei apaixonado pela velha senhora mas ainda assim a compra estava distante do que poderia investir. Após mais alguns meses de conversa ainda achamos um bom termo no negócio e após mais de mil quilômetros levei o fusca para meu mais novo amigo e voltei com a velha senhora. Aqui na minha cidade eu a uso somente para passeios e obtive ajuda de grandes amigos para deixá-la ainda melhor do que no dia que a trouxe para casa.


Conforme descrito anteriormente, foi através de uma troca que a Kombi veio para mim. A diferença de valores era muito grande e combinamos que ele venderia a Kombi e então compraria o meu fusca. Após alguns meses de conversa fiquei curioso sobre como era essa tal Kombi e ele me mandou fotos. Fiquei apaixonado pela velha senhora mas ainda assim a compra estava distante do que poderia investir. Após mais alguns meses de conversa ainda achamos um bom termo no negócio e após mais de mil quilometros levei o fusca para meu mais novo amigo e voltei com a velha senhora. Aqui na minha cidade eu a uso somente para passeios e obtive ajuda de grandes amigos para deixá-la ainda melhor do que no dia que a trouxe para casa.

A Kombi é realmente apaixonante. O visual dela é datado mas mesmo assim atemporal. Quem não gosta de ver uma Kombi Corujinha bonita andando pelas ruas com uma cor vibrante e com seu charme único? A Kombi faz sucesso no mundo inteiro não é à toa que estamos exportando cada vez mais o icônico modelo. Não são raros os quadros, fotos, tatuagens, posters de Kombis antigas espalhados por ai. Reflexo do quão grande é seu sucesso de visual marcante e funcional.


Um dos grandes marcos de se ter uma Kombi antiga são as amizades que ela acaba trazendo. Para reunir amantes do modelo nada melhor que um clube exclusivo para o modelo, o Kombi Clube Curitiba, no qual tantas pessoas se interessam. Para manter a todos informados sobre o dia a dia da velha Senhora, é muito interessante poder contar com a KOMBI magazine mostrando os proprietários, projetos, negócios envolvendo as Kombis e outros mais.


Agradeço ao espaço pela oportunidade de mostrar minha joinha e informo que ela está à venda para dar sequência a outros projetos. Desejo à revista, seus editores e leitores muito sucesso e que na medida do possamos manter viva a memória dos veículos antigos no nosso país sem fazer deles monstrinhos sobre rodas tentando manter a originalidade ou proximidade disso encaminhando os serviços necessários a se fazer nos nossos carros à profissionais capacitados.


Caio Veloso


Meu nome é Caio Veloso, eu sou músico (baterista) e atualmente estou fazendo - com a minha companheira - uma viagem grande pelo Brasil. Por isso, de uns meses para cá, estou sempre "fora do trabalho", hehe. como baterista toquei em algumas bandas e projetos nos últimos anos. Dentre os principais fui o baterista da Banda Huaska por quase 10 anos.


Sou muito próximo aos meus pais e minha irmã, e estou com a minha companheira Ellen há mais de 9 anos. Não pretendemos ter filhos, meu primeiro carro foi um fusca 1972 - que tenho até hoje, então sempre gostei de VW antigos, herdei essa paixão do meu pai. Em paralelo, gostamos de acampar e fazer alguns mochilões. Então, quando resolvemos comprar a nossa Kombi, já foi com a idéia de fazer um kombi-home e viajar por aí.


Encontrei o anúncio no MercadoLivre, mas era de Ubiratã - PR. Muito longe. Liguei para o anunciante e deixar clara minha intenção, mas teria que agendar mais para frente para ir lá buscar, quando disse isso, ele falou... "posso levar ela esse fds?". hehehe. Ela ia virar minha nova casa... Pois para quem está acostumado a dormir em barraca, dormir na kombi é uma beleza! Somando isso ao amor por VW, ficou perfeito.


Acabou que ele pegou colocou ela numa carretilha e trouxe naquele final de semana mesmo. Foi ótimo e a Kombi estava exatamente como nas fotos! Acho que a sensação de dirigir é única. O mundo e a estrada se apresentam para o motorista muito diretamente. Dirigir a minha Kombi é praticamente uma meditação.


Sensacional o Kombi Clube Curitiba e a nossa revista KOMBI magazine, sĂŁo uma grande ajuda para todos os proprietĂĄrios e apaixonados. Sempre uma boa referĂŞncia quando precisamos de ajuda para manter as nossas Senhoras!


Bom, começamos em Janeiro uma viagem pelo Brasil, que deve durar pelo menos um ano. Saímos de São Paulo e atualmente estamos no Mato Grosso, indo para a região norte nesse mês. Não temos um Roteiro muito definido, mas dá para acompanhar os nossos passos pelo instagram e facebook, o nome do projeto é ZENRUMO. Tanto no fb quanto no instagram, dá para acompanhar a nossa trip! Grande abraço galera!


Caixa Do Pino Central Da Kombi C/ Rolamentos Blindados Anova

PAPO DE KOMBEIRO

Amigo Kombeiro, deseja deixar deixar a dirigibilidade de sua Kombi, em um grau de leveza que nunca imaginou experimentar?


Anova, Caixa do Pino Central da Kombi com Rolamentos Blindados, é só instalar e usar. NÃO requer lubrificação periódica. NÃO requer regulagens Testada e aprovada na prática por 2 anos antes de ser comercializada, Garantia de 12 meses da venda. Trocar o kit reparo a cada 12 meses de sua instalação pede-se a reavaliação a cada 36 meses após a instalação, recomendamos a análise de um profissional se há necessidade de substituição do conjunto completo ou não. Adquira o kit Reparo interno através desse link http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-848500898kit-reparo-interno-da-anova-_JM


Troque seu antigo sistema por um sistema por um conjunto aperfeiรงoado com rolamentos, desenvolvido por minha equipe e hoje um sucesso em SP agora em seu alcance


Remova um sistema ultrapassado e nĂŁo mais seguro devido a anos de uso, por um sistema seguro e com garantia total, pois somos o fabricante


Logo após a instalação, ao sair com sua Kombi, já sentira que esta andando com um veículo atual, mais conservando as características externas de sua bela Kombi.


Se entendemos de Kombi? Se foi projetado para Kombi? Você e de SP, então venha ate a MECSUL e venhas ver as kombis recebendo esta inovação para seu conforto e facilidade de dirigir


Vanja & Wiliam


Meu nome e Vanja sou italiana moro no Brasil a 3 anos e gosto pensar que eu sou sempre a mesma, fora e dentro do trabalho, por isso hoje nĂŁo tenho emprego fixo, viajo de Kombi possuo um blog de viagens MELEVATRIP e troco experiĂŞncias.. Minha Mae e meu Pai moram na Italia, tenho 4 filhos peludos :) (4 maravilhosos cachorrinhos resgatados da rua, todos idosos e especiais) e um parceiro que se chama William que por enquanto me segue nas loucuras da vida.


Sou formada na faculdade de Letras e Filosofia de Messina (Itália) com especialização em Artes cênicas Atuei por anos na Itália ate decidir largar tudo e começar uma nova vida aqui no Brasil. eu acho que profissional e aquela pessoa que faz coisas com amor e dedicação... as vezes as pessoas não sabem mas são profissionais em varias coisas. eu por exemplo hoje me dedico a contar historias no meu blog, cozinhar sem crueldade (VEGAN), cuidar de bichos, dançar, ensinar italiano, praticar yoga e muito mais.


Amo a vida e curto cada momento, por isso não perco tempo atrás de coisas que não me enriquecem, sou profissional em tudo porque amo tudo que faço, ter uma Kombi e um sonho que tinha desde pequena, porque sempre teve a paixão para as viagens, sempre teve pouco dinheiro e sempre levei a serio o compromisso de ter bichos. E tao complicado hoje alugar uma casa, sem "garantias" com 4 peludos, parece algo impossível. a Kombi resolve esse problema e a mais te da a liberdade de viajar a hora que vc quiser.


Quando encontrei a "Xote" (minha kombi se chama assim porque igual o ritmo do xote ela va devagarzinho mas chega onde tem que ir..) eu estava de olho em uma Kombi que fosse boa para poder criar um pequeno motorhome , a ideia inicial era viajar pelo nordeste e de repente em um anuncio da Olx apareceu ela, linda barata e ja semiadaptada para se tornar uma pequena casinha. Foi amor a primeira vista mas no momento em que quis testar ela percebi que nĂŁo se encontrava na esquina.. eu morava naquela epoca no Rio de Janeiro e a Xote estava no Rio Grande do Sul em uma pequena cidade que se chama Torres.


Nada me impediu de alcançar o sonho, arrumei as malas, e com a ajuda de William peguei o primeiro voo disponível. A pequena cidade e o velho dono da Xote (eu chamo de avo Ric) me receberam muito bem, peguei a Xote testei ela, esperei o William chegar do Rio de Janeiro e fizemos a primeira viajem do Rio grande do Sul ate o Rio de Janeiro . Gravamos essa primeira experiência que se tornou o primeiro episodio do nosso canal Youtube e a partir daquele momento nunca mais parei, nasceu o blog Melevatrip onde conto historias de vida, mostro lugares baratos e pouco o nada conhecidos, viajando de Kombi e trocando amizades e conhecimentos.


Não existe consumidor tão satisfeito do que o dono de uma Kombi! Saber que ela parou de ser fabricada em 2013 foi difícil de engolir. A velha senhora e única! Parceira, ícone do movimento hippie e da liberdade, das viagens, dos amigos e das aventuras on the road. Para saber sobre o design e suficiente parar ela em qualquer lugar e ver quantas pessoas vão se aproximar movidas pelas curiosidade em conhecer mais sobre as historias dela.. :)


Buongiorno Leitores de Kombi Magazine! Eu sou Vanja sou italiana e faço parte do projeto MELEVATRIP tenho uma Kombi que se chama Xote e viajo pelo Brasil contando historias trocando experiências e conhecimentos a ideia è nessa primeira parte conseguir chegar ate o Alaska morando dentro da velha senhora.


Tenho certeza que so voce consegue construir seu próprio destino, acreditando e não "deixando para depois". Viver isso agora è possível segundo os ritmos e as potências dos seus desejos ao final voce nasceu para ser voce e não o ser que os outros esperam. Por isso com uma pitada de coragem te convido a seguir minhas aventuras pelo youtube e se quiser ate a nos convidar para um cafe ou para passar um tempo conosco.


O meu objetivo e contribuir para uma reação em cadeia de mudanças positivas através do meu dia a dia dentro da Kombi onde monstro que o espaço pequeno não e um fator limitante e te proporciona a liberdade de pisar todos os dias em um quintal diferente.


O projeto de viagem de Kombi Melevatrip, não tem patrocinadores e continua existindo porque eu acredito em um mundo onde cada um e profissional de alguma coisa e não existem organizações, fora a experiência de vida, que possam medir a sua capacidade em ser alguém que tem algo a oferecer, por isso vivo a pesar de ter ensino superior completo, fazendo pequenos trabalhos a maioria na base da troca!


Ofereco passeios, aulas de italiano,edicao de videos, aulas de danรงa e teatro, aulas de yoga, aulas de culinaria e me disponibilizo para qualquer tipo de trabalho, a breve prazo, coerente com minha filosofia de vida, em troca de alimentos vegano, gasolina, ajuste para Kombi e cuidados para meus peludos.


Tem uma pagina no site melevatrip.com onde são elencadas algumas das atividades oferecidas da uma olhada se quiser e não esqueça de deixar sua sugestão ou seu convite! :) Ter uma Kombi qual que seja o uso que vai fazer, vai mudar seu jeito de pensar e de estar no mundo. Se ainda não tem uma, não perca tempo a Kombi è para sempre!


atendimentoKOMBImagazine@gmail.com


Renan


Olá Amigos Leitores, sou o Renan, tenho 24 anos e curso publicidade e propaganda, à pouco mais de 2 anos adquiri a Dona Flor, uma bela dona nascida em 1993., sempre gostei do novo, de criar, de não ter nada a me prender, por isso entrei na publicidade e por isso tenho uma Kombi, com ela vou aonde quero (quando ela quer ir também) sempre mantendo aquela sensação de liberdade que só quem tem uma Kombi sabe como é.


Hoje ainda moro com meus pais em Dourados-MS e tenho 2 irmãos, um que mora aqui na mesma cidade, e uma irmã que mora em Curitiba, sempre foco a novidade, gosto de ser o primeiro a pensar sobre o assunto, o primeiro a descobrir algo, tenho algumas raízes que não abro mão, mas a vontade de correr o mundo e conhecer as novidade me domina.


Meu pai é um comerciante que sempre utilizou a Kombi como meio de transporte, até pouco tempo atrás era proprietário de uma empresa de distribuição de carvão mineral aqui em MS por mais de 19 anos, então essa paixão veio bem cedo. Mesmo antes da carvoaria meu pai tinha uma padaria onde também utilizava Kombi para fazer as entregas, ou seja, sempre tivemos pelo menos uma Kombi (teve época que já tivemos 5 modelos, todas para trabalho com ano entre 88 e 95) na garagem de casa.


Então desde criança sempre via meu pai e meu irmão trabalhando com ela, puxando quase 1 Ton de mercadoria, via ela quebrar toda semana e sempre ser consertada em 20 ou 30 min, era chuva, sol, vento, poeira, terra, lama, ela sempre estava lá pronta para servir. Mas eu também via meu irmão mais velho, limpar distribuidor, regular aceleração, limpar a Kombi toda semana para poder sair para as festas, passava na casa dos amigos e juntava varias pessoas pra irem juntos, super espaçosa e pronta pra festa de noite, e vendo isso me fez ver a versatilidade que esse utilitário é.


Eu fui ter minha primeira Kombi a pouco mais de 2 anos (comprei para fazer as entregas mas agora não estou mais na empresa) e estou com ela até agora, Não fiz ainda grandes modificações nela, visualmente está quase como a adquiri, ando fazendo melhorias mecânicas primeiro com a intenção de não deixar ela parar, já que é meu único carro que eu uso todos os dias pra todas ocasiões e não é apenas um carro de encontros.

A Dona Flor é muito especial pra mim, cada reparo que eu faço me deixa mais feliz e satisfeito com ela, cada parafuso apertado é uma conquista e cada tranco dado(não foram poucos) é uma experiência. Ela é um projeto pessoal que está longe de acabar, mas que eu já sei que vou aprender e crescer muito para chegar onde eu quero.


Poderia falar de todas as vantagens do desenho do projeto da Kombi o quanto ela é espaçosa e tal, mas o melhor design que existe para um carro desses é que o dono dá para ele. A Kombi é uma caricatura do dono, um espelho, a expressão da sua personalidade. O fato de não existir uma Kombi igual a outra no mundo é que dá a ela esse charme que nenhum outro carro terá


Conheci o Kombi clube a pouco tempo, e já sou muito fã (como não ser?) a ideia de reunir em um local só todos (nós) fanáticos por Kombi, para compartilhar historias e experiências faz com que esse clube perdure por muito tempo, igual a nossa homenageada em comum. Sempre ia nas bancas atrás de revistas com uma Kombi na capa para poder saber mais sobre a mecânica a historia os modelos e estilos e sempre me frustrava por não achar nada com conteúdo, a KOMBI magazine é o que qualquer proprietário pode querer, um compilado de historias, amigos, e fornecedores que vão te ajudar a alcançar seu sonho em ter uma Kombi só sua, do jeito que você quer...


Estou terminando um projeto mecânico dela para poder pegar a estrada e encarar os quase 1.000km para chegar no encontro em Curitiba, se tudo der certo estarei com vocês ai no próximo dnk2017 do KCC, kombinado? Caso queiram conhecer mais um pouco sobre a Dona Flor curtam a página dela https://www.facebook.com/komblogando/


Conheça a edição

122


Um Guia parte-a-parte da Kombi “Split” em uma linguagem simples e que qualquer pessoa pode identificar suas peças.

REBULI & Amigos

Criado por Rebuli – Presidente do Kombi Clube Curitiba, com fotos e partes principais de uma Kombi Split, para facilitar a identificação destas partes pelos apaixonados da KOMBI!!! 123 Rev:01 em 30102015


Conheça a edição

124


Um Guia de Cuidados com sua Kombi, feito da reunião dos principais Manuais de Proprietários com as dicas de VW do Brasil

REBULI & Amigos

Criado por Rebuli – Presidente do Kombi Clube Curitiba, se trata de um volume onde reuni todos os principais Manuais de Proprietário da Kombi para facilitar a visualização dos Novatos aprenderem e os Veteranos relembrarem. 125 Rev:01 em 30102015


Conheça a edição

126


A Parte Mecânica e Elétrica de VW Antiga de uma forma Popular para relembrar os Veteranos e a para conhecimentos dos Novatos no Sistema Carburado com refrigeração a ar .

Criado por Rebuli – Presidente do Kombi Clube Curitiba, neste volume, estou de maneira bem simplificada mostrando e explicando as partes de um motor VW, suas peças parte a parte. 127


Isabel Aceituno


Olá... Sou Isabel Aceituno Bonito Chabelita das Flores , marido e 2 crianças, trabalho em um centro de saúde como paramédica. Hola… soy Isabel Aceituno Chabelita linda de las Flores , esposo y 2 hijos, soy Paramédico en un centro de salud


Com a venda de noo carro anterior (Chevrolet Luv) muito precioso para nós e o desejo de estar sempre em contato com o mar, conseguimos encontrar uma outra alternativa de viajar e assim que um dia nossa amada Kombi apareceu, "Jasmine". La venta de la camioneta anterior (Chevrolet Luv) muy preciada por nosotros y las ganas de siempre estar en contacto con el mar, nos hizo buscar otra alternativa ara viajar y así un día apareció nuestra amada Kombi," Jazmín".


Foi um perua escolar e, em seguida, pertencia a uma padaria para chegar até nos.

Fue un transporte escolar y después perteneció a una panadería hasta llegar a nosotros.


A curvilínea, senhorita confortável, que viajou à velocidade de cenário, lenta mais feliz.

Una señorita curvilínea, cómoda, en la que viajamos a la velocidad del paisaje, lentos pero contentos.


É fantástico que também ter clube , como Kombi Clube Curitiba que é envolvidos na restauração e exposição de tais veículos magníficos permanecem iregistradas na revista, VW Isso é amor!.

Es fantástico que además de que hayan clubes como Kombi Clube Critiba, que se dediquen a la restauración y exposición de tan magníficos vehículos, queden plasmadas en la revista, ¡Eso es amor VW!.


“Felicito todos aqueles que, com sacrifício, amor e paciência escolheram este meio de transporte que irá perdurar ao longo do tempo !!!. Devemos amá-los, mimálos, mimá-los e tê-los muita paciência, pois será recompensado com grandes momentos, belas paisagens e excelente convivência.

¡¡Felicito a todos los que con sacrificio, amor y paciencia han optado por este medio de transporte que perdurará en el tiempo!!!. Hay que amarlas, mimarlas, consentirlas y tenerles mucha paciencia, ya que será recompensada con gratos momentos, hermosos paisajes y excelente convivencia.


Rafael de Souza campos Gerente geral MAMUTE STYLE WHATS 41-9915298/4199474951 camposrsc@hotmail.com


Cassiano Samogin Junior


EU, Cassiano Samogin Junior, 44 anos, Brasileiro, nascido em Santa Rita do Passa Quatro – SP (estância climática, terra de cachoeiras e palco de nossas aventuras com a KOMBI), Policial Militar, Bacharel em Direito, atleta amador (praticante de boas pedaladas, corridas e natação), casado com Karina Cunha Samogin, também amante das aventuras e de nossas KOMBIS, pais de PEDRO e MURILO, passageiros titulares da Kombi, tenho a fotografia como um HOBBY e todos os prazeres que a Kombi proporciona como paixão.


Fiquei muito surpreso e feliz com o convite da revista KOMBI magazineE, para mim, foi como seu eu estivesse preparando um artigo cientifico publicado em uma revista especializada, obrigado KOMBI magazine pelo valoroso convite.


Nossa história com a Kombi começou há uns sete anos, quando eu estava no auge das pedaladas, e participando de corridas de Montain Bike pela região de Santa Rita, precisávamos de um transporte para o pessoal e para as bikes, foi quando comprei minha primeira KOMBI 1973, corujinha, um pouco judiada, mas com boas condições para atender nossas necessidades de transporte. Divertíamo-nos bastante nas corridas, mas mais ainda nas viagens, prazer total com a KOMBOZA


Mesmo não sendo a KOMBI mais bela, minha corujinha já ganhava a atenção da galera nas corridas aonde íamos, e com isso surgiu o desejo de reformá-la, deixá-la com a cara que eu já a imaginava. Reformamos nossa primeira Kombi, linda, aventureira e fotogênica!


Dai para frente a KOMBI não descansava mais, já não era usada somente nas viagens para as corridas de Bike, estava sempre passeando e desfilando pela cidade, e por onde passava chamava a atenção com seu charme singular


São muitos os prazeres proporcionados pela KOMBI, no meu caso, tenho muito prazer em idealiza-las, acha-las em estado bruto e lapidá-las, adoro todo o processo de criação do projeto, pesquisas de itens e reforma, sendo assim, fui atrás da segunda KOMBI, agora uma corujinha 1974, que estava dentro de uma funilaria, como eu já tinha minha fama de KOMBEIRO alguém me ligou para visita-la, pronto, negócio fechado! Vendi a primeira KOMBI, com dor no coração, mas eufórico para dar inicio ao segundo projeto.


Ficamos mais de dois anos com essa Kombi (Antes de ser minha, essa KOMBI foi de um tradicional doceiro da cidade, por mais de 35 anos ajudando aquela famĂ­lia no transporte de pĂŠs-de-moleque, canudos, cocadas entre outros deliciosos doces), nesse momento, jĂĄ gostava mais da KOMBI do que das corridas de bicicletas.


Nossa segunda KOMBI já participava pouco de corridas de bike, mas não perdia um acampamento e aventura rural, dona de um caloroso e aconchegante espaço interno, era perfeita companhia para as aventuras Como todos os amantes de KOMBI sabem, elas são muito fotogênicas, e a nossa estava sempre pronta para um click, ficava perfeita em todas as paisagens


Bom, agora já era tarde, a ferrugem já corria em nossas veias, estávamos contaminados, daí, um bom amigo e olheiro de KOMBIS me ligou e avisou de uma Kombi 1965 abandonada em uma área rural (foto 13), “puts”, era o santo graal de um apaixonado por KOMBI, uma legitima corujinha motor 1200cc e muito original, depois da ligação noturna, nem consegui dormir direito esperando o dia clarear, e ao amanhecer, estava eu com meu amigo negociando aquela KOMBI (abandonada por 13 anos debaixo de uma árvore).


Agora o projeto era mais ambicioso, com as primeiras KOMBIS adquiri conhecimento, experiência e bons contatos, despachei minha segunda KOMBI para São Paulo e de lá o destino foi a Alemanha. Foi um longo ano da data da compra da Kombi 65 até vê-la rodando, dividindo-a com funileiros, eletricistas, tapeceiros, pintores entre outros, mas isso é uma inevitável maratona dos amantes dos clássicos VW.


Nossa terceira KOMBI esta pronta, estamos apaixonados por ela, mas essa não participa de corridas de bikes nem de acampamentos, foi incumbida de outra missão,

será o transporte de noivos e ensaios fotográficos, mesmo sendo uma velhinha, esta longe de se aposentar, criamos a página no Facebook, “Case com uma Kombi”


Não é atoa que uma pessoa normal torna-se facilmente apaixonado por uma KOMBI, seja ela qual for o ano e modelo, no nosso caso a KOMBI foi companheira de altas aventuras, proporcionando ótimos momentos em família e agregando estilo no nosso jeito de viver, e tenho certeza que meus filhos quando tiverem lembranças de sua infância, nossas KOMBIS estarão inseridas em suas histórias. Agradeço o Kombi Clube Curitiba que reúne os amantes deste clássico e preservam histórias como a nossa.


Olá Amigos Leitores, meu nome é Antonio Carlos de Souza., nos finais de semana, juntamente com minha namorada Adriana, sempre gostamos de estar com a família moro sozinho na cidade de Içara - SC., mas próximo à minha mãe e irmão; e nos finais de semana passo com minha namorada na cidade de Jacinto Machado – SC e amigos e principalmente viajar... Ahhh trabalho como torneiro mecânico numa empresa de tratores agrícolas..


Em um acampamento de carnaval no ano de 2016, juntamente com alguns casais de amigos, tivemos a ideia de fazermos uma kombi home cada um para aproveitarmos nos finais de semana, jรก que todos gostam de acampar, pescar e viajar, entretanto, somente eu e minha namorada demos continuidade no projeto.


A partir daí vendemos um bugre que tínhamos e passamos a procurar a nossa kombi dos sonhos. E achamos ela em São Joaquim, na serra catarinense, razão pela qual batizamos ela de Serraninha. A kombi é muito estilosa, é única! Tudo nela é bonito!, como a criação do Kombi Clube Curitiba foi uma excelente ideia, pois reúne os apaixonados por kombi de todo o Brasil, fazendo uma excelente divulgação e troca de experiências).


Desde o momento que decidimos fazer nossa kombi home eu dediquei todas as minhas horas de folga para estudar o projeto para fazer a home e a busca de uma kombi que estivesse em bom estado de conservação e dentro dos nossas possibilidades econômicas. No final do mês de junho de 2016 achamos a nossa kombi e fomos buscar a Serraninha. A partir dai começamos a comprar as coisas para montala, como frigobar, fogão, pia, torneira, microondas, inversor, baterias, etc. Nas minhas férias, em meados de setembro, comecei a montagem dos móveis, com a ajuda de meu tio Ciso.


Após o término das férias terminei o trabalho durante a noite e finais de semana. Minha namorada Adriana ficou responsável pela parte das cortinas, adesivos e utensílios necessários para as viagens. A Serraninha ainda não está totalmente pronta. Agora estamos adquirindo a parte de chuveiro e porta pote, bem como, climatizador


. Ainda queremos trocar o revestimento das portas e bancos dianteiros. Mas já podemos viajar e usufruir da praticidade da nossa kombi home e adoramos. Tenho muito orgulho dela porque foi feita por mim com muito esforço e ficou como queríamos! Agora é só botar a Serraninha na estrada. E TEMO INDO!!!


A KOMBI NÃO ESQUEC CURITIBA E OS ASSOC CURITIBA NÃO DEIXARÃ

Kombi Clube Curitiba atua em todo Brasil e Exterior, com seus Sóc

SEJA SÓCIO -

Kombi Clube sem fins lucrativos; KCC é reconhecido pela VW do Brasil, placa de bronze (últimos desejos d Sem mensalidade , anuidade e taxas; Maior rede de proprietários de Kombi do Brasil; Uso livre do: ASSOCIADO KCC PERGUNTAM... ASSOCIADOS KCC RESPOND Localização rápida de peças, partes e acessórios novos e usados; Você poderá representar o KCC, nos eventos, em sua região; Emissão de Certificado de Sócio KCC, valorize ainda mais sua Kombi; Participação na 1º Revista EXCLUSIVA para Kombi, a KOMBI magazine; Indicação KCC para empresas de marketing, para sua Kombi estrelar, seçã comerciais, filmes, propagandas, festas temáticas, casamentos... Etc; Compra “direta” com os fornecedores de brindes KCC; Ajuda para Fundação de um Kombi Clube em sua Região; Consultoria Técnica do Associado Arrais da VW do Brasil; Descontos especiais em nossos apoiadores; Pare de fazer planos... E venha fazer HISTÓRIA conosco!!!

komb


CEU DO KOMBI CLUBE CIADOS KOMBI CLUBE ÃO ELA SER ESQUECIDA!!!

cios, não existe fronteiras físicas para a real “paixão” pela Kombi!

O!

da kombi);

DEM;

ão de fotos,

biclubecuritiba2@gmail.com


A Cheirosa representando o KCC no encontro de antigos do Puma Clube do Rio de Janeiro. Em 1 de abril de 2017. Um abraรงo de longe do amigo e associado KCC Menescal...


SALVEM AS KOMBIS!

KOMBI CLUBE CURITIBA kombiclubecuritiba@gmail.com Receba inteiramente grรกtis, inclusive o envio, nosso adesivo de 8cm para sua Kombi!!


41 984562236 Grupo: Amigos

Kombi Brasil

Toda “sexta” dia dedicado a “vendas de garagem”!


Pedro R. Felipe


Ai Galera Amiga, me chamo Pedro Rogério Felipe, e me chamam de Rois também, apelido desde pequeno, gosto muito de viagens e aventuras, e isso muitas vezes dentro de um volks é claro, Sou casado com Nayara e temos um lindo menino Juan Pedro que também já é louco por "kuq" e "bombi" como ele diz, também tenho meus pais e mais três irmãos, trabalho no comércio de roupas, meu pai começou a trabalhar no ramo a uns 25 anos atrás e até hoje damos continuidade com ele e toda a família.


Gosto muito da kombi, meu pai sempre teve kombi, meu irmão também tem uma, aí encontrei a minha, a kombi que eu comprei será mais para passeios e eventos, a minha "Frozen", nome que dei a kombi, encontrei ela meio que na louca, estava vendo uma postagem de uma outra coisa no facebook quando vi nos comentários a foto dela, na hora fiquei doido e já corri atrás do dono, e tudo deu certo, hoje estou com ela. Ainda estamos fazendo algumas mudanças nela, mais com certeza ficará do meu gosto.


A kombi ao meu ver tem um design sem igual, com vários modelos, cores, estilos. A kombi é um veículo que bem cuidado vai muito longe, meu pai mesmo já fez uma viagem de Mandirituba - PR até o Acre - AC, quase 10.000 km, foi e voltou sem furar um pneu. Então o que dizer da kombi? Sem comentários, ela é inédita.


Ter um clube como o Kombi Clube Curitiba é fantástico, acho que através do clube muitos se animam em começar um projeto e até a resgatar uma Kombi que muitas vezes vai pra sucata. E também para poder reunir os amantes da Kombi e proporcionar muitas conversas. A Kombi Magazine acompanho ela a algum tempo e sempre vejo belas histórias, isso nos motiva a continuar com os projetos e nunca desistir. Na minha opinião a revista é show, parabéns a todos os envolvidos neste projeto.


SOMOS MAIS FORTES...


QUANDO ESTAMOS UNIDOS!


Jandson N. dos Santos


Olá Leitores da KOMBI magazine, meu nome é Jandson Nascimento dos Santos, mais conhecido como "JANJÃO", fora do meu trabalho eu procuro curtir minha vida fazendo churrascos com amigos e família, treinando Jiu-Jtsu, dou aulas de Taekwondo e curto ir no clube Comary na minha cidade de Teresópolis praticamente todos os dias, em minha casa moram, minha esposa, e meu filho caçula "ARTHUR" de 4 anos, mas tenho mais dois filhos o João de 11 anos e a Carolina de 21 , sou sargento da policia militar do Rio de Janeiro, trabalho em minha cidade "TERESÓPOLIS" e dou aula de Taekwondo no clube Comary.


Na verdade meu Pai João ja falecido em 2014 comprou essa Kombi ano 73 para carregar as barracas da feirinha de artesanato de Teresópolis, mas depois que ele se parou de dirigir devido a um derrame eu tive que aprender a dirigir e seguir com o trabalho para ajudar a família por mais de 10 anos administrei as montagens das barracas enquanto minha mãe "MARIA LIETE" FALECIDA EM 2004 nos ajudava a viver fazendo faxinas e lavando roupas pra fora, depois que Papai se mudou pra roça ele deu a Kombi para minha irmã que por sua vez não tinha como reformar pois estava bem surrada devido ao trabalho que era realizado, um dia ela me chamou e disse que eu poderia ficar com a Kombi pois não teria como fazer a reforma.


Em 2010 fui para Força Nacional de Seg. Publica em BRASILIA-DF, quando deixei ela pra reformar, porem só consegui terminar a reforma ano passado 2016, mas ficou muito bacana estou curtindo demais a kombinha e todos olham por onde passo, a minha é uma 73 corujinha muito maneira acho bacana e super diferente.


Agradeço a oportunidade de divulgar minha historia e da minha kombi, espero que todos aqueles que possuem um kombinha e que tem um historia assim como a minha de família que possam realizar o sonho de manter viva a kombi e sua historia, que possam curtir esse prazer de ter uma kombi reliqui ou nova, nao importa , o importante Ê cuidar e dar o valor merecido do seu bem, apesar de ser um bem material, podemos passar essa experiencia de possuir um kombi.


O "Kombi Clube Curitiba“ e nossa revista digital KOMBI magazine, sĂŁo uma excelente ideia, muito bom divulgar as historias sobre a kombi


ESPANHA

Paul e Bea


Somos Paul e Bea, e com a nossa kombi "o Gwagwa" nós somos verde por dentro (www.verdepordentro.com). Paul que dirige a kombi, ama pássaros, ele é desenhista, faz todo o design gráfico do nosso site. Ele faz parte criação, pois é o mais criativo de nossa equipe, Bea é a cozinheira da kombi, é uma bióloga, é vegetariana, aquela que escreve artigos em nosso site e está ciente de todas as redes sociais. Ela é aquele que coloca as palavras de ordem em nossa equipe. Somos Pablo y Bea, y junto a nuestra kombi "la Gwagwa", formamos VERDE POR DENTRO (www.verdepordentro.com). Pablo es quien conduce la kombi, le encantan las aves, siempre está dibujando, hace todo el diseño gráfico de nuestra web. Él es la parte desordenada pero creativa de nuestro equipo. Bea es quien cocina en la kombi, es bióloga, es vegetariana, es quien escribe los artículos de nuestra web y está al tanto de todas las redes sociales. Ella es quien pone las palabras y el orden en nuestro equipo.


Até agora, apenas dois de nós viajamos Pablo (34 anos) e Bea (32 anos), embora a nossa kombi "o Gwagwa" 1990, seja também parte da nossa família.

De momento sólo viajamos nosotros dos: Pablo (34 años) y Bea (32 años), aunque nuestra kombi "la Gwagwa" de 1990, es también parte de nuestra familia.


Bem antes de viajar, Paul tinha a sua própria marca de camisas que ele projetou com desenhos em quadrinhos e Bea estava fazendo um PhD em Ecologia. Mas desde agosto de 2015, estamos viajando na kombi e nosso trabalho mudou um pouco. Uma vez que estamos na estrada, estamos sempre à procura de novas formas de financiarnos a viajar por muito tempo. Agora nós dedicada ao design gráfico on-line (Paul) e temos uma loja online com produtos que nos projetamos como camisas, bolsas, etc., e através de nossas redes sociais da web e apresentamos o nosso projeto e nossas aventuras.

Pues antes de viajar, Pablo tenía su propia marca de camisetas que diseñaba con dibujos tipo cómic, y Bea estaba haciendo un doctorado en Ecología. Pero desde agosto 2015 estamos viajando en kombi y nuestro trabajo ha cambiado un poco. Desde que estamos en ruta siempre estamos en busca de nuevas maneras de financiarnos para poder viajar durante mucho tiempo. Ahora mismo nos dedicamos al diseño gráfico online (Pablo) y tenemos una tienda online con productos que diseñamos nosotros como camisetas, bolsas, etc., y a través de nuestra web y redes sociales damos a conocer nuestro proyecto y nuestras aventuras.


Nosso objetivo era comprar-nos uma kombi para transformálo em nossa casa e viajar com ela. Foi o que fizemos! A nossa ideia é ir primeiro para todo o continente americano, primeiramente chegar ao Alaska (estamos no México) e, em seguida, até a Argentina. Em seguida, siguer pelo mundo. Viajando ao vivo!

Nuestro objetivo era comprarnos una kombi para transformarla en nuestra casa y viajar con ella. Y eso hicimos! Nuestra idea es recorrer primero todo el continente americano primero llegar a Alaska (estamos en México) y luego bajar hasta Argentina. Y después seguir por el mundo entero. Vivir viajando!


Nós vivíamos na Espanha e viemos para o México apenas com nossas mochilas em Junho de 2016. Estávamos à procura de um veículo onde poderíamos construir nossa casa para viajar dentro. E vimos tantos Kombis no México que não hesitamos! Nossa kombi é chamado de "O Gwagwa" mas antes que cor era o vinho e foi usado para transportar passageiros, portanto, chamado "executivo". Então nós nos adaptamos para ser uma campista e desde então tornou-se para sempre na nossa “Gwagwa… By the way”, vamos publicar todos os detalhes do destas aventuras em nosso site (www.verdepordentro.com), no caso de alguém estiver interessado em camperizar sua Kombi, pode entrar em contato conosco pelo site:) Nosotros vivíamos en España y llegamos a México únicamente con nuestras mochilas en junio 2016. Estábamos en busca de un vehículo donde pudiéramos construir nuestra casa dentro para viajar. Y vimos tantas combis en México que no lo dudamos! Nuestra kombi se llama "La Gwagwa", pero antes era de color vino Y se usaba para transportar pasajeros, por lo que le llamábamos "la ejecutiva". Después la adaptamos como camper nosotros mismos y desde entonces se convirtió para siempre en nuestra Gwagwa. Por cierto, vamos a publicar todos los detalles de la camperización en nuestra web (www.verdepordentro.c om), por si hay alguien interesado en


Nós realmente gostamos da estética da Kombi. E uma vez que o nosso objetivo também é estar viajando com ela, parece o veículo perfeito em tamanho e design. Não grande demais para circular em cidades e pequenos espaços, mas o suficiente para viver confortavelmente nele por vários anos. Nossa Kombi tem sofá-cama, cozinha, banheiro, mesa de trabalho e espaço de armazenamento para tudo o que precisamos. E o melhor de tudo é que a kombi atrai muitas pessoas, e através dela têmos feito muitos amigos. A nosotros nos gusta mucho la estética de la combi. Y dado que además nuestro objetivo era viajar con ella, nos parece el vehículo perfecto en cuanto a tamaño y diseño. No es demasiado grande como para circular en ciudades y espacios pequeños, pero sí lo suficiente para vivir cómodamente dentro de ella durante varios años. En nuestra kombi tenemos sofá, cama, cocina, lavabo, mesa para trabajar y espacio para guardar todo lo que necesitamos. Y lo mejor de todo es que sólo por ser kombi atrae a mucha gente, y gracias a ella hemos hecho muchos amigos.


Achamos Genial a revista KOMBI magazine e Kombi Clube Curitiba, clube exclusivo de Kombi no Brasil e em todo o país. Em nossa viagem descobrimos que ter uma Kombi é como pertencer a uma grande família, onde todos são seus amigos e ajudá-lo. Por isso é muito boa idéia ter um clube onde esta união e apoio entre os amantes kombi ser incentivada.

Nos parece genial la revista KOMBI magazine y Kombi Clube Curitiba, que exista un club y revista exclusivo de kombi en Brasil y en cualquier país. En nuestro viaje hemos descubierto que tener una kombi es como pertenecer a una gran familia, donde todos son tus amigos y te ayudan. Por eso es muy buena idea tener un club donde se fomente esta unión y ayuda entre amantes de la kombi.


Verde por Dentro, é a nossa viagem e plano de vida. Em agosto de 2015, viajar de Espanha a bordo de uma pequena van tivemos muito trabalho. Nosso objetivo era ir de 2 meses para desconectar e pedir o nosso futuro, aproveitando que tinha acabado de trabalho e concluir a tese. Mas viajar viver tornou-se o nosso modo de vida, e dois meses tornou-se mais de 20 jornada mês através de 12 países até agora. Verde por dentro une nossas duas paixões: viajar e natureza. Nós dois amamos visitar lugares naturais e dóinos para ver como destruídos. Por isso, criamos o nosso website e redes sociais onde se promovem através deles o desejo de viajar, amor pela natureza, práticas mais sustentáveis ​viver e viajar, e formas alternativas de viver com muito menos dinheiro, mas muito mais riqueza. VERDE POR DENTRO es nuestro viaje y proyecto de vida. En agosto 2015 salimos de viaje desde España a bordo de una pequeña furgoneta que teníamos de trabajo. Nuestro objetivo era irnos 2 meses para desconectar y plantearnos nuestro futuro, aprovechando que nos habíamos quedado sin trabajo y finalizado la tesis. Pero vivir viajando se convirtió en nuestro modo de vida, y los dos meses se convirtieron en ya más de 20 meses de viaje por 12 países hasta ahora. VERDE POR DENTRO une nuestras dos pasiones: viajar y la naturaleza. A ambos nos encanta visitar lugares naturales y nos duele ver cómo se destruyen. Por eso creamos nuestra web y redes sociales donde a través de ellas promovemos la ganas de viajar, el amor por la naturaleza, prácticas más sostenibles de vivir y viajar, y maneras alternativas de vivir con mucho menos dinero pero mucha más riqueza.


Nós não somos ricos, somos "traviajamos", ou seja, o trabalho durante a viagem. Agora nós vendemos caricaturas, desenvolvemos logo design para sua web ou seu negócio, temos uma loja online com produtos de nós mesmos projetamos, e estamos à procura de patrocinadores para nos ajudar a continuar a cumprir o nosso sonho de viajar vivo. Qualquer dúvida pode escrever para pabloybea@verdepordentro.com ou através de nossas redes sociais e web www.verdepordentro.com. Obrigado por nos ajudar a continuar a cumprir o nosso sonho !!! Nosotros no somos ricos, nosotros "traviajamos", es decir, trabajamos mientras viajamos. Ahora hacemos caricaturas, diseño de logotipos para webs o negocios, tenemos una tienda online con productos que diseñamos nosotros, y estamos en busca de patrocinadores que nos ayuden a continuar cumpliendo nuestro sueño de vivir viajando. Cualquier pregunta pueden escribirnos a pabloybea@verdepordentro.com o a través de nuestras redes sociales y web www.verdepordentro.com. Gracias por ayudarnos a seguir cumpliendo nuestro sueño!!!


Fala Família Kombeira, meu nome é Francis e sou uma pessoa que preza estar com a família e manter os vínculos de amizade e companheirismo. Gosto de passear, viajar e conhecer novos lugares e pessoas, minha família é composta por mim, minha esposa Tatiana e minhas meninas Sabrina, Bianca e Mariana, trabalho como motorista executivo. Sou uma pessoa tranquila, sociável e pró ativa.


Porque eu tenho Kombi, paixão, espaço interno e a vontade de viajar em família em um veículo versátil e de manutenção baixa, a nossa é uma modelo Standard de 2001 e ela veio de Curitiba em decorrência de uma troca efetuada em um Aero willys 64. Não chegou como me haviam dito que ela era mas mesmo assim foi acolhida, acertamos toda a parte mecânica e está sendo tratada com todo o carinho que merece. O primeiro dono dela foi a Associação Adventista de Curitiba e, por coincidência, minhas filhas estudam no Colégio Adventista da minha cidade. Atualmente, como não executa serviços pesados, demos uma vida mais digna a ela. Está com catraca dupla na dianteira, rodas 17, ponteira de descarga de 60 cm em inox e 2,5 polegadas de diâmetro, som, bancos individuais na dianteira, maleiro sobre o porta malas, motor 1.6 injetado na configuração original e em breve mais melhorias virão.


Acho que é o que mais me agrada nela, é um design atemporal, visto que foi desenhada há quase 70 anos e ainda cativa as pessoas, inclusive crianças que nem viram uma sair da fábrica. Também acho sensacional o Kombi Clube Curitiba, pois termos uma "central de referências" onde se pode ter acesso a qualquer informação de natureza mecânia e histórica, sem esquecer de falar desta nossa revista a KOMBI magazine, é uma revista que materializa tudo isto é a "cereja do bolo".


A compra da Azulady, não diria que foi "A" unanimidade em casa, visto que no negócio entrou um veículo que estava conosco haviam 17 anos. Mas aos poucos ela foi conquistando seu espaço, seu cantinho e o amor de todos. Sua presença e ajuda em vários momentos nestes poucos meses que está conosco tem sido de alegria e empolgação para projetos maiores. Há a intenção de fazer um motorhome reversível (para ser utilizado nos feriados prolongados e nas férias) e até dar uma esticada até o Bariloche e Santiago de Chile.


Nossa família preza por momentos juntos e a Azulady é um agregador nessa fórmula, pois tenho a consciência que a história deve ser preservada, gosto de antigos e em casa temos mais uma integrante da família Kombi: uma Standard 1975 que está parada há mais de 10 anos. Projeto futuro para mais uma estradeira... Esta é uma outra história!


Você sabe quais são os tipos de cerveja que mais harmonizam com um churrasco?

A maioria das pessoas arriscariam as cervejas que tomamos no dia-a-dia (Pilsen e Lagers)... Mas isso NÃO é verdade! Apesar dessas cervejas serem as mais consumidas no churrasco elas não são as cervejas que mais harmonizam. Mas isso não significa que você tenha que deixar de tomar essas cervejas no seu churrasquinho de Domingo, combinado? Porém eu sugiro que você experimente harmonizar um churrasco com os estilos indicados (ao menos uma vez) e então vai ver que o sabor da cerveja combinado com a carne correta vai fazer toda a diferença. Eu preparei um post com 6 rótulos que na minha opinião são as melhores cervejas para se tomar em um churrasco. Veja só esses rótulos e com quais carnes elas mais harmonizam no nosso tradicional churrasco do fim de semana: CHURRASCO E CERVEJA: 6 MELHORES CERVEJAS! Abraço meu querido! Alexandre Jabu

IMPORTANTE: Nas próximas semanas eu vou gravar vários vídeos de cervejas com sugestão de harmonização... Então fica ligado no meu e-mail para ver quais pratos eu estou preparando e com qual tipo de cerveja esses pratos harmonizam.


Curiitiba – Paraná - Brasil

SAVE THE DATA!!! 03/09/2017

11º DNK DIA NACIONAL KOMBI


Fonte:

MAIO


PROGRAMA DE RÁDIO

M U N D O

Rebuli e Amigos Toda sexta-feira das 20:00 as 22:00h Presidente do Kombi Clube Curitiba Relações Públicas do Fusca Mania Clube Curitiba Defensor da Criação da FCVWB Editor de Revista KOMBI magazine

FCVWB


Rebuli - Curitiba - Paranรก

Profile for KOMBI magazine

KOMBI magazine nº40 - abril 2017  

E o mês de abril fica para trás, e a nossa revista aqui, continua subindo ladeira em 3º marcha, sendo conduzida por um dono de kombi a 10 a...

KOMBI magazine nº40 - abril 2017  

E o mês de abril fica para trás, e a nossa revista aqui, continua subindo ladeira em 3º marcha, sendo conduzida por um dono de kombi a 10 a...

Advertisement