Issuu on Google+

Revista

Carnaval Ano I n Edição nº 6 n Especial da Festa/2012

E mais: O show do Especial A beleza do Acesso A A disputa no Grupo B O espetáculo Mirim O Carnaval na Intendente A festa na rua

É campeã!

Unidos da Tijuca reina na Sapucaí Fevereiro / 2012

Revista Carnaval l 1


EDITORIAL

CLASSIFICAÇÃO GERAL Grupo Especial 1º Unidos da Tijuca 2º Salgueiro 3º Unidos de Vila Isabel 4º Beija-Flor 5º Acadêmicos do Grande Rio 6º Portela 7º Mangueira 8º União da Ilha do Governador 9º Mocidade Independente 10º Imperatriz Leopoldinense 11º São Clemente 12º Unidos do Porto da Pedra (**) 13º Renascer de Jacarepaguá (**) Grupo de Acesso A 1º Inocentes de Belford Roxo(*) 2º Império Serrano 3º Império da Tijuca 4º Acadêmicos do Cubango 5º Unidos do Viradouro 6º Acadêmicos de Santa Cruz 7º Estácio de Sá 8º Acadêmicos da Rocinha 9º Paraíso do Tuiuti Grupo de Acesso B 1º Caprichosos de Pilares (*) 2º Alegria da Zona Sul 3º Unidos de Padre Miguel 4º Sereno de Campo Grande 5º Tradição 6º União do Parque Curicica 7º Unidos de Vila Santa Teresa 8º União de Jacarepaguá 9º Mocidade Unida de Vicente de Carvalho (**) 10º Difícil é o Nome (**) 11º Arranco (**)

(*) Subiu de grupo. (**) Rebaixada.

Grupo de Acesso C 1º Unidos do Jacarezinho (*) 2º Unidos da Villa Rica 3º Unidos da Vila Kennedy 4º Em Cima da Hora 5º Império da Praça Seca 6º Acadêmicos do Sossego 7º Favo de Acari 8º Unidos da Ponte 9º Rosa de Ouro 10º Boi da Ilha do Governador (**) 11º Arrastão de Cascadura (**) 12º Unidos do Cabuçu (**) 13º Acadêmicos da Abolição (**) 14º Lins Imperial (**) 15º Ind. de S. J. de Meriti (Não Desfilou) (**) Grupo de Acesso D 1º Unidos de Lucas (*) 2º Mocidade Unida de Jacarepaguá 3º Acadêmicos de Vigário Geral 4º Acadêmicos do Dendê 5º Acadêmicos do Engenho da Rainha 6º Corações Unidos do Amarelinho 7º Gato de Bonsucesso 8º Unidos de Cosmos (**) 9º Leão de Nova Iguaçu (**) 10º Unidos do Anil (**) 11º Unidos de Manguinhos (**) 12º Vizinha Faladeira (**) 13º Flor da Mina do Andaraí (**) Grupo de Acesso E 1º Boca de Siri (*) 2º Chatuba de Mesquita 3º Mocidade Unida do Santa Marta 4º Matriz de São João de Meriti 5º Arame de Ricardo 6º Mocidade Independente de Inhaúma 7º Unidos do Cabral (**) 8º Imperial de Nova Iguaçu (**) 9º União de Vaz Lobo (**) 10º Delírio da Zona Oeste (**) 11º Canários das Laranjeiras (**) 12º Paraíso da Alvorada (Não desfilou) (**)

Que venha 2013!

E

ste ano não foi igual ao que passou.

cardíacos se acelerarem fortemente, seja na

Afinal de contas, agora estamos aqui

luta pelo título, ou na briga para não cair para

retratando o que de melhor aconteceu

o Grupo de Acesso A.

no reinado de Momo. A alegria do povo na rua,

Claro que jamais esqueceremos do

o luxo do Grupo Especial, o brilho do Acesso

sertão da Unidos da Tijuca, merecidamente

A e B, a superação das agremiações que

campeã, mas também ficará na memória as

passaram na Estrada Intendente Magalhães e

maravilhosas apresentações da Vila Isabel e

o futuro nos pés da criançada são mostrados

do Salgueiro, o empolgante chão da Portela

em nossas páginas. REVISTA CARNAVAL

e seu samba delicioso, a paradona da

esteve de olho em todos os desfiles e na

Mangueira, o bom gosto da São Clemente e

irreverência popular. Independentemente das

da União da Ilha e a belíssima homenagem do

campeãs, o povo, a festa e a cultura foram os

Império Serrano, mesmo que os jurados não

maiores vitoriosos.

tenham entendido.

Nas pistas, o ano mostrou a valorização

O ciclo agora recomeça. O assunto passa

do samba, em particular no Grupo Especial.

a ser o Carnaval 2013. Primeiro, virão as

Ótimos hinos impulsionaram suas escolas

negociações, dispensas e novas aquisições.

a excelentes apresentações, levando seus

Depois, o anúncio dos enredos, alguns já

componentes a se entusiasmarem e fazendo

antecipados, seguindo as sinopses ... até a

o grande público perceber que Carnaval não

preparação nos barracões para o próximo

se faz só com alegorias e fantasias. Canto,

desfile. Esta inebriante sucessão de fatos

samba e alegria são fundamentais. Shows

e notícias empolgam os sambistas e nos

“pirotécnicos” agradam, mas o que marca a

mantém ávidos por informações o ano todo.

memória de um sambista e o que arrebata o

E é claro que REVISTA CARNAVAL estará

seu coração é a emoção da batida perfeita, do

acompanhando toda esta movimentação e

canto eufórico e da evolução impecável. E as

debatendo a folia carioca.

apresentações de 2012 fizeram os batimentos

Bom Carnaval 2013!

Revista

Carnaval A Revista Carnaval é uma Publicação Portifolyo Produções Rua Garcia Redondo, 30, Cachambi, Rio de Janeiro-RJ. Tel.: 9835-1828 Editor: David Júnior. Diretor Executivo: Otávio Sobrinho. Fevereiro / 2012

EXPEDIENTE

Diretor Comercial: Lúcio Bairral Email: revistacarnaval@revistacarnaval.com.br. www.revistacarnaval.com.br. Foto de capa: Divulgação / Riotur / Rafael Moraes. Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores. Revista Carnaval l 3


Foto: A. Pinto.

SUMÁRIO

O Carnaval de 2012 foi marcado pelo bom gosto dos desfiles das escolas de samba e pela alegria nas ruas do Rio de Janeiro.

UNIÃO DA ILHA A Londres insulana

22

Curta-nos,

SALGUEIRO O cordel da Academia

24

siga-nos,

MANGUEIRA Cacique em verde e rosa

26

adicione-nos ...

UNIDOS DA TIJUCA Rei do Sertão e da Sapucaí

28

GRANDE RIO Caxias se supera

30

ACESSO A DE olho no Especial

32 37

n

RENASCER DE JACAREPAGUÁ Estréia de respeito

6

UNIDOS DO PORTO DA PEDRA O iogurte deu enredo

14

CRIANÇAS O futuro está garantido

PORTELA Madureira subiu o Pelô

8

BEIJA-FLOR São Luis na Sapucaí

16

ACESSO B Final de sonhos

44

Acompanhe

IMPERATRIZ LEOPOLDINENSE Ramos se rende a Jorge Amado

UNIDOS DE VILA ISABEL Angola sambou

18

ACESSO C, D, E Alegria e tradição de sobra

48

REVISTA CARNAVAL

MOCIDADE INDEPENDENTE Padre Miguel cantou Portinari

SÃO CLEMENTE Palmas para os grandes musicais

20

POPULAR A rua é do povo

50

nas redes sociais.

10 12

4 l Revista Carnaval

Fevereiro / 2012

Fevereiro / 2012

Revista Carnaval l 5


Foto: A. Pinto.

Foto: Divulgação / Riotur / Raphael David.

RENASCER

Jéssica e Fábio Junior (ao lado) e (em sentido horário) detalhe da comissãode-frente, o colorido das alas, a alegria dos componentes, as belas baianas, a raça do intérprete Rogerinho Renascer e um detalhe do carro abre-alas. n

O Abraço, obra de Romero Brito, encontra o Cristo Redontor e o carinho do Rio de Janeiro. n

Foto: Divulgação / Riotur / AF Rodrigues.

Fevereiro / 2012

Foto: A. Pinto.

Foto: A. Pinto.

6 l Revista Carnaval

Fevereiro / 2012

Foto: A. Pinto.

A

Renascer de Jacarepaguá estreou no Grupo Especial com muita competência. A escola da Zona Oeste mostrou organização e vontade de continuar brilhando na disputa principal do Carnaval. Com o enredo Romero Brito, o Artista da Alegria Dá o Tom na Folia, do carnavalesco Édson Pereira, a vermelho-e-branco cantou bastante o samba de Claudio Russo, Adriano Cesário, Fábio Costa e Isaac, interpretado por Rogerinho Renascer. Os destaques positivos foram a ótima comissãode-frente coreografada por Alice Arja e a bateria de Mestre Paulão, que deu um verdadeiro show na Sapucaí.

Foto: A. Pinto.

Estreia de respeito

Foto: A. Pinto.

Foto: A. Pinto.

O homenageado, Romero Brito, veio no alto do último carro. n

Revista Carnaval l 7


PORTELA

Foto: Divulgação / Riotur / Raphael David.

Madureira subiu o Pelô

Foto: Divulgação / Riotur / Nelson Perez.

A simpatia de Dona Dodô foi um momento lindo .

antando as festas da Bahia, a Portela verdadeiramente subiu o Pelô empolgadíssima. A Águia de Madureira foi embalada pelo excelente sambaenredo e passou contagiada e contagiando a Sapucaí. O carnavalesco Paulo Menezes estreou com o pé direito na escola e foi aprovado com louvor pelos componentes e torcedores da agremiação. O intérprete Gilsinho e o Mestre de Bateria Nilo Sérgio mostraram porque estão entre os mais badalados. Já o casal de mestre-sala e portabandeira, Rogerinho e Lucinha Nobre, parece vinho, a cada dia dançam melhor.

Foto: Divulgação / Riotur / Thiago Maia.

Foto: A. Pinto.

Foto: Divulgação / Riotur / Thiago Maia.

n Clara Nunes foi representada pela cantora Vanessa da Mata (no alto à esq.). Em sentido horário, o terceiro carro mostrando Iansã; segue a alegria dos componentes; Rogerinho e Lucinha; a animação das composições alegóricas; e a comissão-de-frente. Foto: Divulgação / Riotur / Thiago Maia.

A Águia abriu imponente o grande desfile da Portela. n

8 l Revista Carnaval

Foto: Divulgação / Riotur / Nelson Perez.

C

As baianas vieram de rainha do mar. n

n

Foto: A. Pinto.

Fevereiro / 2012

Fevereiro / 2012

Foto: Divulgação / Riotur / Raphael David.

Revista Carnaval l 9


Foto: Divulgação / Riotur / Rafael Moraes.

IMPERATRIZ n

Foto: A. Pinto.

Foto: A. Pinto.

Foto: A. Pinto.

Foto: A. Pinto.

A Imperatriz “trouxe” a Igreja do Bonfim para a Sapucaí.

Foto: A. Pinto.

O universo de Jorge Amado esteva na Sapucaí. Orixás (no alto à esq.); O País do Carnaval, primeira obra do autor (na sequência em sentido horário); baianas vestidas como tal; a face mística do artista; a capoeira; e a ala lembrando o amigo e fotógrafo Pierre Verger. n

ramos se rende a Jorge Amado Foto: Divulgação / Riotur / AF Rodrigues.

n A Rainha Luíza Brunet, maravilhosa.

10 l Revista Carnaval

Foto: A. Pinto.

T

erceira a desfila no domingo, a Imperatriz Leopoldinense levou para a Avenida o escritor baiano Jorge Amado. A escola de Ramos fez uma apresentação descontraída e que mostrou que a fase dos “desfiles técnicos”, como ficaram conhecidas suas passagens nos anos 90 e início do novo milênio, ficaram para trás. A comissão-de-frente coreografada por Alex Neoral e o belo samba-enredo interpretado por Dominguinhos do Estácio foram destaques. A bateria de Mestre Noca passou muito bem. Fevereiro / 2012

Fevereiro / 2012

Revista Carnaval l 11


Foto: A. Pinto. n

MOCIDADE

Padre Miguel cantou Portinari

Portinari ilustrou o clássico livro Dom Quixote de La Mancha, de Miguel de Cervantes.

Foto: A. Pinto.

Foto: A. Pinto.

Foto: A. Pinto.

Foto: A. Pinto.

Foto: A. Pinto.

Foto: Divulgação / Riotur / Thiago Maia.

Foto: A. Pinto.

Membro da comissãode-frente.

Foto: Divulgação / Riotur / Thiago Maia.

n

Róbson e Ana Paula.

n

12 l Revista Carnaval

Fevereiro / 2012

Nas fotos, o conjunto alegórico da Mocidade Independente e as fantasias, ambos de muito bom gosto. Palmas para o trabalho do carnavalesco Alexandre Louzada, que idealizaou também um figurino belíssimo para a Ala das Baianas. n

Fevereiro / 2012

Foto: A. Pinto.

A

Mocidade Independente de Padre Miguel cantou o pintor brasileiro Cândido Portinari. A escola da Zona Oeste, com uma equipe completamente remodelada, fez uma boa apresentação, embalada pelo ótimo sambaenredo de autoria de Diego Nicolau, Gabriel Teixeira e Gustavo Soares, interpretado por Luizinho Andanças, um dos estreantes na verde-e-branco. O carnavalesco Alexandre Louzada mostrou bom gosto nas fantasias e alegorias, e o experiente casal de mestre-sala e portabandeiras, Róbson e Ana Paula, foi bastante competente.

Revista Carnaval l 13


PORTO DA PEDRA

Foto: A. Pinto.

Foto: A. Pinto.

Foto: A. Pinto.

Foto: A. Pinto.

N

a onda dos enredos patrocinados, a Unidos do Porto da Pedra apresentou Da Seiva Materna ao Equilíbrio da Vida, contando a história do Iogurte e exaltando suas qualidades nutricionais. A escola de São Gonçalo fez um desfile apenas correto, com destaque para a bateria de Mestre Thiago Diogo. O casal de mestre-sala e porta-bandeira Fabrício Pires e Cristiane Caldas mostrou harmonia na dança.

O iogurte deu enredo

Foto: A. Pinto.

n A super vaquinha fechou o desfile da escola.

O Carnavalesco da Porto da Pedra, Jaime Cezário, investiu no colorido e na leveza das alegorias e dos figurinos. A bateria, as baianas e a comissão-de-frente da escola (foto mais abaixo, à dir.) mereceram elogios do público. n

O tradicional Tigre da Porto da Pedra apresentou muitos movimentos. n

Foto: A. Pinto.

Foto: A. Pinto.

Foto: A. Pinto.

Foto: Divulgação / Riotur / Nelson Perez.

Foto: A. Pinto.

14 l Revista Carnaval

Fevereiro / 2012

Fevereiro / 2012

Revista Carnaval l 15


Fotos: A. Pinto.

BEIJA-FLOR

O bumba-meu-boi não poderia faltar em uma homenagem a São Luis. n

O tráfico de escravos. n

São Luis na Sapucaí

A

n Detalhe do carro do sincretismo nos costumes populares.

16 l Revista Carnaval

Beija-Flor entrou na Sapucaí com toda a sua potência. A escola de Nilópolis levou para a Avenida o enredo sobre os 400 anos de São Luis, capital do Maranhão, e empolgou o público da Passarela do Samba. A homenagem a Joãosinho Trinta, que deu cinco títulos à agremiação e nasceu na cidade retratada, foi um dos grandes momentos do desfile da azul-e-branco da Baixada Fluminense. O último carro trazia uma nova versão da célebre alegoria do Cristo Mendigo, criada pelo artista, mas desta vez era o próprio carnavalesco que, depois de retirado o plástico preto que o cobria, surgia de braços abertos para o povo.

Fevereiro / 2012

n A Beija-Flor levou para a Passarela do Samba carros gigantescos e bem acabados, fantasias com muitos detalhes e uma justíssima homenagem a um filho ilustre de São Luis, Joãosinho Trinta, excarnavalesco da escola.

Fevereiro / 2012

Revista Carnaval l 17


Fotos: A. Pinto.

VILA ISABEL

A viagem dos escravos de Luanda para o Brasil foi lembrada pela escola do bairro de Noel Rosa. n

A Unidos de Vila Isabel esquentou com o insuperável Kizomba, de 1988, e lembrou o desfile fantástico daquele ano com uma excelente evolução. A carnavalesca Rosa Magalhães levou para a Avenida uma Angola rica em detalhes e emoção. Fantástico! n

A fauna angolana. n

Angola sambou

A

Vila Isabel como a Vila Isabel. Esta é a melhor definição do desfile da escola do bairro de Noel Rosa. Desde que retornou ao Grupo Especial, em 2005, a azul-e-branco não havia feito uma apresentação onde suas características históricas ficassem tão claras, nem mesmo no título de 2006. O canto forte de sua comunidade, a bateria segura, o excelente samba e a identificação com o enredo afro, no caso Angola, fizeram a apresentação da agremiação ganhar muitos aplausos.

18 l Revista Carnaval

n O desembarque da futura imperatriz Tereza Cristina.

Fevereiro / 2012

Fevereiro / 2012

Revista Carnaval l 19


Fotos: A. Pinto.

SÃO CLEMENTE

O desfile da São Clemente confirmou o talento do carnavalesco Fábio Ricardo. n

Palmas para os grandes musicais

D

ois anos seguidos no Grupo Especial mostraram que a São Clemente está aprendendo muito bem a se apresentar no desfile

principal. A escola de Botafogo mostrou os musicais brasileiros em Uma Aventura Musical na Sapucaí. O animado intérprete Igor Sorriso e o

carnavalesco Fábio Ricardo, que projetou alegorias e fantasias de muito bom gosto, confirmaram o rótulos de destaques do Carnaval do ano passado.

A São Clemente comemorou 50 anos na Avenida. E o fez brilhantemente, com aquele que, para muitos, foi o melhor desfile destas cinco décadas. A plástica da apresentação mereceu entusiasmados elogios.

n

A mulata, uma marca do Brasil.

n

O Homem de Lata, de O Mágico de Oz. n

Os temas de Arthur Azevedo foram lembrados. n

20 l Revista Carnaval

Fevereiro / 2012

Fevereiro / 2012

Revista Carnaval l 21


Fotos: A. Pinto.

UNIÃO DA ILHA

n Misturar a vida em Londres com esportes foi uma grande solução encontrada pela União da Ilha para falar dos Jogos Olímpicos. A tricolor insulana coloriu a Sapucaí com um visual moderno, exibido em fantasias e alegorias muito bem desenvolvidas pelo carnavalesco Alex de Souza, que saiu valorizadíssimo da Avenida.

A Londres insulana

A

Londres da União da Ilha do Governador é linda. O desfile da tricolor insulana encantou o público da Sapucaí pela beleza plástica idealizada pelo carnavalesco Alex de Souza. Com o enredo lembrando os Jogos Olímpicos que acontecerão na capital da Inglaterra, a agremiação coloriu o Sambódromo. Ito Melodia transformou o contestado samba-enredo, que funcionou muito bem para embalar os componentes da azul-vermelho-e-branco.

A União da Ilha lembrou a capital da Inglaterra e seus costumes, como o chá londrino. n

O pede-passagem em bolas, saudades da Ilha dos anos 70. n

A comissão-defrente da escola.

n

22 l Revista Carnaval

Fevereiro / 2012

Fevereiro / 2012

Revista Carnaval l 23


n O belíssimo pede-passagem tijucano.

SALGUEIRO

O

Salgueiro entrou na Sapucaí disposto a apagar de vez os erros cometidos no Carnaval passado, que jogaram por terra um desfile primoroso até ficar com um carro parado na entrada da Avenida. A vermelho-ebranco tijucana apresentou ao público a literatura de cordel e fez com grande competência. A beleza das alegorias e fantasias criadas pelo carnavalesco Renato Lage saltou aos olhos. A bateria de Mestre Marcão estava impossível. As baianas vestidas de Maria Bonita e os ritmistas de cangaceiros estavam lindos. O trio de intérpretes Quinho, Leonardo Bessa e Serginho do Porto aumentaram o brilho do excelente samba-enredo da agremiação.

Sob as bênçãos de Padre Cícero, que cruzou a Avenida sobre um andor. n

Fotos: A. Pinto.

O cordel da Academia

O Salgueiro mostrou alegria, muito samba no pé, um belíssimo conjunto alegórico, com a assinatura do carnavalesco Renato Lage, e uma ótima comissão-de-frente, Caravana Arretada, coreografada por Hélio Bejani. n

n A Barca da Encantaria, segunda alegoria.

24 l Revista Carnaval

Fevereiro / 2012

Fevereiro / 2012

Revista Carnaval l 25


MANGUEIRA

Fotos: A. Pinto.

A passista mostrou o gingado verde-e-rosa. n

Cacique em verde e rosa

S

empre bastante aguardada no Sambódromo, a Mangueira desfilou mais uma vez com o coração. A verde-e-rosa fez da força de seu chão o trunfo para a boa apresentação em homenagem ao Cacique de Ramos. A bateria Surdo Um parou por três minutos e a escola promoveu uma verdadeira roda de samba. Outra ótima notícia veio antes do desfile. Se for reeleito, o presidente Ivo Meirelles garantiu Jamelão, em seu centenário, como o enredo para 2013.

A Estação Primeira de Mangueira é tradição, garra e samba no pé e, este ano, foi inovação, ao promover uma roda de samba em plena Sapucaí, e bom gosto, traduzido nas alegorias criadas pelo carnavalesco Cid Carvalho. n

A majestosa presença da Ala das Baianas mangueirense. n

n O abre-alas, com o cacique, foi um belo momento da Mangueira.

26 l Revista Carnaval

Fevereiro / 2012

Fevereiro / 2012

Revista Carnaval l 27


Fotos: A. Pinto.

UNIDOS DA TIJUCA

Rei do Sertão e da Sapucaí

A

Unidos da Tijuca reuniu a realeza de diversos segmentos para coroar Luiz Gonzaga como o Rei do Sertão. Pelé, Roberto Carlos, Michael Jackson, Dom Pedro I, Priscila e muitos outros “estiveram” no desfile da escola do Borel para colocar o Rei do Baião também no trono real do sertão. O carnavalesco Paulo Barros desenvolveu com competência o enredo sugerido pela agremiação. Sempre aguardada, a comissão-de-frente deu vida à sanfona. O casal de mestre-sala e porta-bandeira, Marquinhos e Giovana, novamente fizeram uma belíssima exibição.

Simples, mas didático. O carnavalesco Paulo Barros inventa contando bem o enredo.

n

Os bonecos de barro de Mestre Vitalino ganharam vida.

n

Representantes de diversas realezas, como Michael Jackson e Priscila, a Rainha do Deserto, passearam pelo nordeste brasileiro e coroaram Luiz Gonzaga como o Rei do Sertão, sob os aplausos do reinado do Sambódromo, representados, entre outros, pelo casal de mestre-sala e porta-bandeira da Tijuca, Marquinhos e Giovanna. n

28 l Revista Carnaval

Fevereiro / 2012

Fevereiro / 2012

Revista Carnaval l 29


A alegoria Derrubando Gigantes, lembrou a história bíblica de Davi e Golias para mostrar o homem superando seus temores pessoais. n

Fotos: A. Pinto.

GRANDE RIO

Caxias se supera

D

o incêndio ocorrido 27 dias antes do Carnaval 2011, o carnavalesco da Grande Rio, Cahê Rodrigues, retirou a ideia do enredo para o desfile deste ano. A tricolor de Caxias teve a superação como tema e lembrou o amor, a deficiência física, o esporte, a luta contra o racismo e o A superação paraolímpica.

n

30 l Revista Carnaval

A Grande Rio fez um desfile com a sua marca para contar variados exemplos de superação, seja individual ou coletiva, como a dos judeus depois do nazismo. A escola não deixou de fora o incêndio antes do Carnaval 2011. n

dia-a-dia do brasileiro, entre outros desafios vencidos. Novamente, a escola levou para a Avenida alegorias grandes e fantasias luxuosas. A novidade no time da Baixada foi o coreógrafo da comissão-de-frente, Jorge Teixeira, que mostrou um trabalho limpo e muito bem executado. Joãosinho Trinta venceu um derrame. n

Fevereiro / 2012

Fevereiro / 2012

Revista Carnaval l 31


32 l Revista Carnaval

Foto: Divulgação / Riotur / AF Rodrigues. Foto: Divulgação / Riotur / AF Rodrigues.

n

Inocentes de Belford Roxo, Corumbá Ópera Tupi Guaikuru.

Foto: Divulgação / Riotur / AF Rodrigues.

F

oi-se o tempo em que o desfile de sábado era conhecido pelo público como o das escolas menores. Verdadeiras gigantes do Carnaval carioca pisaram a Marquês de Sapucaí com a força de suas tradições e a grandiosidade que lhe é devida. Foram nove apresentações que encantaram quem esteve na Sapucaí e deixaram surpresas aquelas pessoas que não têm acompanhado os desfiles do Grupo de Acesso A. A torcida aguardou ansiosamente a passagem de Império Serrano, Unidos de Viradouro e Estácio de Sá, por seus títulos no Especial, mas Império da Tijuca, Acadêmicos de Santa Cruz, Acadêmicos da Rocinha, Acadêmicos do Cubango, Paraíso do Tuiuti e Inocentes de Belford Roxo também mostraram muita força no Sambódromo.

Paraíso do Tuiuti, Clara Nunes - A Tal Mineira.

n

Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

De olho no Especial

Foto: Divulgação / Riotur / AF Rodrigues.

Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

ACESSO A

Fevereiro / 2012

n Acadêmicos da Rocinha, Vou Colocar teu Nome na Praça.

Fevereiro / 2012

Revista Carnaval l 33


Foto: Divulgação / Riotur / AF Rodrigues.

Estácio de Sá, Luma de Oliveira: Coração de um País em Festa! Homenageada no detalhe. Foto: Divulgação / Riotur / Raphael David.

n

n Unidos do Viradouro, A Vida como Ela É, Bonitinha, mas Ordinária ... Assim Falou Nelson Rodrigues. Foto: Divulgação / Riotur / Raphael David.

Foto: Divulgação / Riotur / Raphael David.

ACESSO A

Foto: Divulgação / Riotur / Raphael David.

Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

Foto: Divulgação / Riotur / Raphael David.

Foto: Divulgação / Riotur / AF Rodrigues.

Império da Tijuca, Utopias - Viagens aos Confins da Imaginação.

Acadêmicos de Santa Cruz, Nas Ondas do Rádio ... Acorda Brasil para Escutar! O Show do Antônio Carlos Está no Ar!

n

34 l Revista Carnaval

Fevereiro / 2012

n

Fevereiro / 2012

Revista Carnaval l 35


Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

ACESSO A

CRIANÇAS

Império Serrano, Dona Ivone Lara: O Enredo do meu Samba. Homenageada no detalhe.

O futuro está garantido

F

Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

ocupou todo o Sambódromo, a garotada mostrou samba no pé, alegria e plasticidade em suas apresentações. Um dos destaques da noite pode ser dividido entre os desfilantes e entre a Associação das Escolas de Samba Mirins do Rio de Janeiro (AESM-Rio). Sob a batuta de seu presidente,

Édson Marinho, a entidade mostrou muita competência na organização do desfile. As crianças deram uma lição aos adultos. Com disciplina, elas cumpriram todos os horários e as apresentações terminaram antes das 24h, como determinado pelo Juizado da Criança e do Adolescente. Foto: Divulgação / Riotur / Marina Herriges.

Foto: Divulgação / Riotur / Raphael David.

oi um desfile emocionante. As 17 escolas de samba mirins do Rio de Janeiro proporcionaram um belíssimo show a quem esteve presente no Sambódromo na abertura do Carnaval carioca, no dia 17 de fevereiro. Para um excelente público, que

Foto: Divulgação / Riotur / Elisângela Leite.

Foto: Divulgação / Riotur / Raphael David.

n

Acadêmicos do Cubango, Barão de Mauá - Sonho de um Brasil Moderno. n

n Inocentes da Caprichosos, Água pra Beber, Água pra Brilhar, Só não Pode Faltar.

36 l Revista Carnaval

Fevereiro / 2012

Fevereiro / 2012

Revista Carnaval l 37


Aprendizes do Salgueiro, Brincando, Aprendizes Pinta a Vida com mais Cor.

CRIANÇAS

Ainda Existem Crianças na Vila Kennedy, Lapa em Três Tempos. n

Mel do Futuro, Brasil Mostra a sua Cara em ... Theatrum Rerum Naturalium Brasiliae.

Nova Geração do Estácio, A Nova Geração Recicla do Sonho da Salvação Do Mundo.

Foto: Divulgação / Riotur / Marina Herriges.

Infantes do Lins, Esporte, Educação, Brincar Faz Bem à Vida e ao Coração.

Fevereiro / 2012

Foto: Divulgação / Riotur / AF Rodrigues.

Império do Futuro, Todo Menino É um Rei e Toda Mulher É Guerreira. n

Herdeiros da Vila, A Herdeiros Viaja pelo Brasil em Festa. n

Fevereiro / 2012

Foto: Divulgação / Riotur / Elisângela Leite.

Corações Unidos do Ciep, Me Conta Quantas Contas que Eu te Conto Quantos Contos. n

38 l Revista Carnaval

n

Foto: Divulgação / Riotur / Marina Herriges.

n

n

Foto: Divulgação / Riotur / Raphael David.

Foto: Divulgação / Riotur / Marina Herriges.

n

Foto: Divulgação / Riotur / AF Rodrigues.

Foto: Divulgação / Riotur / AF Rodrigues.

CRIANÇAS

Revista Carnaval l 39


Miúda da Cabuçu, Marrom Canta e Pensa no Futuro de nossas Crianças. n

40 l Revista Carnaval

Tijquinha do Borel, É Hoje o Dia! A Tijuquinha Canta a Cidadania com Muita Energia. n

Fevereiro / 2012

Foto: Divulgação / Riotur / Raphael David.

Golfinhos da Guanabara, Gente Inteligente, Cuida do Meio Ambiente.

Petizes da Penha, Êta Nordeste da Peste, do Xote, Xaxado e Baião. A Petizes Vem Mostrar as Riquezas deste Chão. n

Estrelinha da Mocidade, A Novidade Vem de Padre Miguel: Estrelinha 20 Anos a Despontar no Céu. Uma Fábula sobre Futuro. n

Fevereiro / 2012

Foto: Divulgação / Riotur / AF Rodrigues.

Foto: Divulgação / Riotur / Raphael David.

Pimpolhos da Grande Rio, As Maravilhas da Pequena África.

n Mangueira do Amanhã, Chico Buarque da Mangueira.

n

Foto: Divulgação / Riotur / AF Rodrigues.

n

CRIANÇAS

Foto: Divulgação / Riotur / AF Rodrigues.

Foto: Divulgação / Riotur / AF Rodrigues.

n Filhos da Águia, Água Reconstruindo a Natureza. Um Sonho que Virou Realidade.

Foto: Divulgação / Riotur / Raphael David.

Foto: Divulgação / Riotur / Elisângela Leite.

CRIANÇAS

Revista Carnaval l 41


Foto: Divulgação / Riotur / AF Rodrigues.

CRIANÇAS

Troféu Estandarte do Samba Mirim

Destaques do Carnaval infantil As fantasias da Estrelinha da Mocidade ganharam o Estandarte do Samba Mirim.

Ala de Baianas – Filhos da Águia

Harmonia – Corações Unidos do Ciep

Ala de Passistas – Nova Geração do

Intérprete – Nova Geração do Estácio de

Estácio de Sá

Sá (Tathiane Carvalho)

Alegorias e Adereços – Corações Unidos

Mestre-Sala e Porta-Bandeira – Corações

do Ciep

Unidos do Ciep (Emerson e Joana)

Bateria – Tijuquinha doBorel

Rainha de Bateria – Herdeiros da Vila

Comissão-de-Frente – Mangueira do

(Mell Cristine)

Amanhã

Samba Enredo – Nova Geração do Estácio

Comunicação com o Público – Corações

de Sá

Unidos do Ciep

Melhor Dirigente – Nova Geração do

Conjunto – Corações Unidos do Ciep

Estácio de Sá (Joel Toledo, presidente)

Enredo – Estrelinha da Mocidade

Melhor Dirigente (Especial) – Jorge

Evolução – Corações Unidos do Ciep

Castanheira, presidente da Liga

Fantasia – Estrelinha da Mocidade

Independente das Escolas de Samba

Troféu Olhômetro

n

Foto: Divulgação / Riotur / Raphael David.

42 l Revista Carnaval

Foto: Divulgação / Riotur / Raphael David.

A Rainha de Bateria da Herdeiros da Vila, Mell Cristine, ganhou o Troféu Estandarte do Samba Mirim.

Filhos da Águia – Ala de Passistas e

Associação das Escolas de Samba Mirins do Rio de Janeiro (AESM-Rio) definiu os vencedores dos Troféus Estandarte do Samba Mirim e Olhômetro do Carnaval 2012. O primeiro prêmio é concedido após avaliação de profissionais e personalidades do mundo do samba em cada um dos 15 quesitos previamente definidos. Já no Olhômetro são apontados os sambistas mirins ou setor que mais se destacaram em sua agremiação. Todas as escolas são agraciadas e as análises são feitas pela AESM-Rio. Veja os vencedores na próxima página.

Harmonia

Conjunto

Aprendizes do Salgueiro – Harmonia e

Miúda da Cabuçu – Alegorias e Adereços

Samba Enredo

e Fantasia

MEL do Futuro – Ala deBaianas e

Pimpolhos daGrande Rio – Bateria e

Conjunto

Fantasia

Infantes do Lins – Ala deBaianas e

Mangueira doAmanhã– Conjunto e

Comissão de Frente

Mestre-Sala e Porta-Bandeira (Mateus e

Corações Unidos do Ciep– Comissão de

Vitória)

Frente e Samba Enredo

Golfinhos daGuanabara– Intérprete (Nego

Ainda ExistemCrianças de Vila Kennedy

Wesley) e Rainha de Bateria (Escarlet)

– Melhor Alegoria (Bonde) e Intérprete

Tijuquinha doBorel– Ala de Baianas e

(Matheus Rocha)

Evolução

Nova Geração do Estácio de Sá–

Petizes da Penha – Ala dePassistas e

Harmonia e Destaques de Chão

Evolução

Império doFuturo – Bateria e Enredo

Estrelinha da Mocidade – Mestre-Sala

Herdeiros daVila – Alegorias e Adereços e

e Porta-Bandeira (Raphael e Marcela

Bateria

Tavares) e Intérprete (ThiagoAcácio)

Fevereiro / 2012

Fevereiro / 2012

A

O Troféu Estandarte do Samba Mirim de melhor intérprete foi para Tathiane Carvalho da Nova Geração. n

n

Inocentes da Caprichosos – Enredo e

Revista Carnaval l 43


Foto: Divulgação / Riotur / Raphael David.

ACESSO B

Final de sonhos

O

ACESSO B

n Sereno de Campo Grande, Mistérios e Magia no Sereno da Noite.

n

Unidos da Vila Santa Tereza, A Vila na Magia dos Brinquedos. n

Foto: Divulgação / Riotur / Elisângela Leite.

fechamento das disputas no Carnaval da Sapucaí, ano após anos, nos proporciona belos momentos. Em 2012, não foi diferente. As 11 agremiações do Grupo de Acesso B, que desfila na terça-feira, fizeram grandes apresentações. Escolas tradicionais, que já brilharam no Grupo Especial, como Caprichosos de Pilares e Tradição, outras que fazem parte da história da folia, como Arranco, União de Jacarepaguá e Unidos de Padre Miguel, além da Alegria da Zona Sul, da Sereno de Campo Grande, da União do Parque Curicica, da Mocidade de Vicente Carvalho, da Difícil É o Nome e da estreante no Sambódromo Unidos da Vila Santa Tereza brindaram o excelente público que esteve presente na Passarela do Samba com ótimos desfiles.

Foto: Divulgação / Riotur / AF Rodrigues.

Alegria da Zona Sul, Os Saltimbancos.

Foto: Divulgação / Riotur / AF Rodrigues.

Foto: Divulgação / Riotur / Raphael David.

n Arranco, Brota a Vida, Floresce a Arte de Dançar.

União de Jacarepaguá, O Pequeno Grande Rei. n

Fevereiro / 2012

Revista Carnaval l 45


Foto: Divulgação / Riotur / Raphael David.

Foto: Divulgação / Riotur / Elisângela Leite.

ACESSO B

ACESSO B

Caprichosos de Pilares, A Caprichosos Faz o seu Papel ... Levanta, Sacode a Poeira e Dá a Volta por Cima! n

União do Parque Curicica, As Cartas Não Mentem Jamais.

Mocidade de Vicente Carvalho, Caruaru, a Princesinha do Nordeste!

Unidos de Padre Miguel, Arte: Um Universo Fascinante.

n

46 l Revista Carnaval

Fevereiro / 2012

Foto: Divulgação / Riotur / Elisângela Leite.

n

Foto: Divulgação / Riotur / AF Rodrigues.

n Tradição, Ziraldo: Páginas da Vida de um Maluco Genial!

Foto: Divulgação / Riotur / AF Rodrigues.

Foto: Divulgação / Riotur / AF Rodrigues.

n

Fevereiro / 2012

Difícil É o Nome, Flor de Lis - Símbolo Universal! Hoje se Faz Presente no nosso Carnaval! n

Revista Carnaval l 47


Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

ACESSOS C, D e E

ACESSOS C, D e E Alegorias suntuosas, comissõesde-frente muito bem ensaiadas e coreografadas, escolas tradicionais e seus pavilhões, mulheres bonitas, baianas exibindo o orgulho de defender suas escolas e crianças desfilando com alegria formam um breve resumo do Carnaval na Intendente Magalhães. n

Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

As escolas dos Grupos C, D e E, apesar dos poucos recursos, exibiram um bom visual e componentes bastante animados.

Fevereiro / 2012

Fevereiro / 2012

Foto: Divulgação / Riotur / Elisângela Leite.

Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

Alegria e O tradição de sobra

Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

n

s recursos financeiros não foram muitos, mas sobraram tradição, alegria e vontade de vencer. As escolas dos Grupos de Acesso C, D e E fizeram excelentes apresentações no domingo, na segunda e na terça de Carnaval na Estrada Intendente Magalhães. Agremiações tradicionalíssimas deram um ar nostálgico aos desfiles, que contaram com grande participação do público.

48 l Revista Carnaval

Foto: Divulgação / Riotur / Elisângela Leite.

Revista Carnaval l 49


Foto: Divulgação / Riotur / Fernando Maia.

POPULAR Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

A rua é do povo

Foto: Divulgação / Riotur / Fernando Maia.

POPULAR

Vista por cima ou por baixo, a alegria do carioca reinou no Carnaval. n

Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

Na orla ou por toda a cidade, os foliões encheram o Rio de alegria. O Carnaval 2012 foi de muitas cores e rostos (nas fotos ao lado). n

Foto: Divulgação / Riotur / Evandro Matheus.

Foto: Divulgação / Riotur / Thiago Maia.

O

povo, a paz e a alegria tomaram conta das ruas do Rio de Janeiro. Bandas, blocos e bailes populares fizeram do Carnaval da cidade um sucesso, novamente, e um recorde, com quatro milhões de foliões. Em todas as regiões, moradores e turistas brincaram com tranquilidade e muita descontração. As manifestações mais famosas, como o Cordão do Bola Preta, a Banda de Ipanema, o bloco Simpatia É Quase Amor, entre outras, e muitas desconhecidas da grande mídia levaram milhares de foliões às ruas do Rio, seja desfilando, se concentrando ou brincando nos coretos dos bairros cariocas. A criatividade também esteve presente nas mais diversas e inusitadas fantasias dos carnavalescos. 50 l Revista Carnaval

Foto: Divulgação / Riotur / Fernando Maia. Foto: Divulgação / Riotur / Joana Coimbra.

Fevereiro / 2012

Fevereiro / 2012

n Viva o Carnaval da defesa da natureza, da beleza feminina e do ritmo.

Foto: Divulgação / Riotur / Fernando Maia.

Revista Carnaval l 51


Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

POPULAR

POPULAR

Foto: A. Pinto.

n As mulheres estavam com tudo nos desfiles dos blocos de rua. Seja curtindo um drinque ou cruzando os sabres, elas inspiraram o ritmo dos super heróis. Fucker and Sucker agiram rápido e “prenderam” Michael Jackson. Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

Foto: Divulgação / Riotur / Fernando Maia.

Foto: Divulgação / Riotur / Evandro Matheus.

Foto: Divulgação / Riotur / Fernando Maia.

Foto: Divulgação / Riotur / Thiago Maia.

No Rio, Carnaval começa cedo, com vampiro que não assusta a coelinha, o filho de pirata que piratinha é, o carinho paterno de palhaço, a intimidade com o instrumento, com a pequena Minie e a família seus Super Bebês. n

Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

52 l Revista Carnaval

Fevereiro / 2012

Fevereiro / 2012

Revista Carnaval l 53


Foto: Divulgação / Riotur / Joana Coimbra.

POPULAR As mulheres encheram os blocos, bandas e bailes de beleza no Carnaval 2012. Elas esbanjaram sensualidade e deram um charme especial à folia carioca. n

Carnaval, esporte, cultura, moda, fotografia e muito mais.

Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

Foto: Divulgação / Riotur / Fernando Maia.

Foto: Divulgação / Riotur / Alexandre Macieira.

Foto: Divulgação / Riotur / Fernando Maia.

54 l Revista Carnaval

O mais descontraído portal da internet. Acesse: www.portifolyomagazine.com.br.

Fevereiro / 2012

Fevereiro / 2012

Revista Carnaval l 55


Jornalismo Moda Fotografia Audio Video Internet Marketing Publicidade

Rua Garcia Redondo, 30, Cachambi, Rio de Janeiro-RJ. Tels.: 2229-7931 e 3079-0371. 56 l Revista Carnaval

Fevereiro / 2012


2012-2