Issuu on Google+

Brasil Chapter News Informativo Mensal do Clube de Colecionadores de ítens de Cerveja, Refrigerantes e Afins

www.lata.org.br

Ano XV Nº 150 Out/2009

Coleção de Bolachas Páginas 9 a 13

CANvention 2009 Páginas 17 a 19

Abralatas 20 anos de alumínio Página 16

Atlético e Cruzeiro Páginas 6 a 7


Palavra do Presidente Caros amigos, Mais uma vez foi muito bom escrever esse BC News. Muitos associados colaboraram em muito com as pesquisas e com os textos. Recebemos textos de de vários estados do Brasil e da Argentina, Itália e Estados Unidos. Para quem mandou sua matéria e ainda não a viu publicada, ela será com certeza nos próximos números. Preciso de ajuda com lançamentos de todos os tipos. É algo que eu não acompanho e tem me tomado muito tempo para editar a matéria. Participe de nossas reuniões. Envie matérias e fotos de todos os tipos de itens relacionados a bebidas. Mande para meu email uma foto sua com a sua coleção e descreva o que coleciona para que possamos nos próximos números do BC News publicar essas informações. Vejam o exemplo abaixo. Um abraço Carlos Gurgel Sócio#005 cgurgel@superig.com.br Dear friends, Once again was pleasure to write this BC News. I received help in research and texts from several members. We received texts from several brazilian states and from Argentina, Italy and USA. To whom have sent articles and we have not published yet, for sure they will be done in future editions. I need help with all kind of new releases. It is something that I do not follow and it is taking me a lot of time to publish it. Participate on our meetings. Send us articles and photos of all beverage related items.Send me an email with your photo beside your collection and with a brief description of what you collect so we can publish in the next BC News. Take a look at an example. Regards Carlos Gurgel Member #005 cgurgel@superig.com.br

Exemplo : Meu nome é Carlos Gurgel, sócio #005. Coleciono latas de ferro cerveja e refrigerantes brasileiros, Krueger e OCOC. Tenho latas de ferro para troca. Email : cgurgel@superig.com.br.

02

Outubro de 2009

Brasil Chapter

Diretoria 2009/2011 Presidente Carlos Amaral Gurgel (# 005) e-mail: cgurgel@superig.com.br Vice Presidente Francisco Carlos Mattos(# 318) e-mail: francisco.mattos001@gmail.com Leilões Renato Mauge de Almeida (# 105) e-mail: rmauge@uol.com.br Presidente do Conselho Claudio Luiz G. Nogueira (# 002) e-mail: claudio-nogueira@uol.com.br

Expediente Brasil Chapter News é uma publicação interna do Brasil Chapter, com distribuição gratuita a seus associados. O Brasil Chapter não tem publicidade redacional. As opiniões emitidas em matérias ou artigos assinados não representam necessariamente a opinião deste informativo. Todos os direitos reservados, sendo porém, permitida a reprodução do todo ou partes do jornal, desde que citada a fonte.

e-mail: info@lata.org.br site: www.lata.org.br


Fórum e Site

por Francisco Mattos # 318

Prezado amigo colecionador. Tenho recebido alguns emails de colecionadores informando que não conseguem acessar nosso forum. Para esclarecer definitivamente como participar do forum do Brasil Chapter seguem as instruções abaixo : 01) acesse o site www.lata.org.br; 02) click no link Forum; 03) na página principal do forum, click no link Registrar e efetue seu cadastro no forum; 04) seu cadastro passará por um processo de ativação que pode levar alguns dias (anote seu login e senha no forum de modo a não esquecê-los); 05) para tentar acelerar o processo de ativação, envie-me um email (francisco.mattos001@gmail.com) comunicando seu cadastro no fórum. É de suma importância que você mantenha seus dados atualizados em nossa base de dados de nosso site, pois somente assim não correremos o risco perdermos o contato com você. Para verificar ou atualizar seus dados cadastrais, siga os passos abaixo:

www.lata.org.br

01) acesse o nosso site www.lata.org.br ; 02) na página principal do site do Brasil Chapter, informe seu login e senha e click no botão OK ; 03) caso não ocorra nenhum erro de validação dos dados acima fornecidos, click no link Alterar Cadastro. Caso ocorra algum erro na validação dos dados fornecidos, entre em contato conosco através do seguinte email : francisco.mattos001@gmail.com; 04) Verifique seus dados cadastrais e se for o caso, faça a atualização dos mesmos e click no botão Alterar Cadastro um abraço Francisco Mattos

francisco.mattos001@gmail.com

www.lata.org.br/forum Outubro de 2009

03


XIII Convenção do Colcer Nos es muy grato enviarles el programa completo de la XIII Convención Internacional de la Asociación Argentina de Coleccionismo e Intercambio cervecero - COLCER. Cualquier duda por favor no dude en escribirnos para consultar. No se olvide de la fecha límite para las reservas hoteleras, y enviar la ficha de inscripción cuanto antes para reservar su lugar de mesa y exhibidor. Los primeros inscriptos tendrán ventajas importantes en el lugar de ubicación de su mesa. Un abrazo cervecero y los esperamos el 10 de Octubre. Cheers !!! Juan Carlos De Marco Secretario - COLCER Alojamiento: Se han bloqueado habitaciones dobles en el Hotel “Colón” (http://www.colon-hotel.com.ar), ubicado en Carlos Pellegrini 507 (esquina Lavalle). Las reservas que se hagan por teléfono o por internet recién a partir del día Miércoles 2 de Septiembre, deberán citar GRUPO COLCER, para ser beneficiarios de la tarifa especial de aproximadamente U$S 100,00 la habitación doble, y cada pasajero será responsable de su reserva y pago correspondiente al retirarse del Hotel. Las reservas con esta tarifa y la disponibilidad de habitaciones se mantendrá solo hasta el día 30 de Septiembre. Las reservas que se pretendan hacer a posteriori de esa fecha, no se garantiza que haya habitaciones. Habrá un “transfer” ida y vuelta a Antares Palermo desde el Hotel, a la mañana, y otro a la tarde, el domingo 11. Ya se informarán los horarios SÁBADO 10 de Octubre: 18:00 hs: Asamblea Extraordinaria de socios del COLCER en salón del Hotel Colón, Elección de nuevas autoridades. 20.30 hs: Cena de camaradería en el Hotel Colón, (20 usd por persona). (http://www.colon-hotel.com.ar), ubicado en Carlos Pellegrini 507 (esquina Lavalle). DOMINGO 11 de Octubre: “XIII Feria internacional de intercambio cervecero” – Canje, compra, venta y remate de objetos coleccionables cerveceros: botellas, cristalería, latas, posavasos, bandejas, etiquetas, carteles, destapadores, Coca Cola, etc. “ANTARES PALERMO”, Calle Armenia 1447, entre Gorriti y Cabrera.- de 8 hs. a 17:30 hs http://www.cervezaantares.com/base.html 8:00 hs: Apertura y habilitación del local para el armado de mesas. 9:30 hs: Apertura al público. 12:00 a 15:00 hs: Servicio de almuerzo. 15:30 hs: Comienzo del remate de coleccionables. 17:00 hs: Fin del remate 17:30 hs: Fin del encuentro. LUNES 12 de Octubre Mediodía: Almuerzo opcional (a confirmar de acuerdo a la permanencia de los visitantes en la ciudad.) SOCIOS DEL COLCER: Evento completo (exhibidor, mesa y 2 sillas en la feria + cena de recepción + almuerzo + bolsa de regalos): U$S 50.NO SOCIOS: Evento completo (exhibidor, mesa y 2 sillas en la feria + cena de recepción + almuerzo + bolsa de regalos): U$S 80.Acompañante a la cena: usd 20, almuerzo usd 15.-

04 Outubro de 2009


Sprite Azul ?

por Carlos Alberto Coutinho #313

Desmistificando a Sprite Azul Entre vários assuntos das conversas e debates nas reuniões do RioLatas, que acontecem em minha casa, um é muito interessante, é sobre a lata azul do Sprite. Há vários anos, entre 10 e 13 anos atrás, consegui a minha primeira lata de Sprite, lata bonita, mas que não vi nada de estranho que me chamasse a atenção, pois jamais havia visto outra de perto. Até um dia começar a aparecer os colegas colecionadores com outras latas de Sprite. Todas eram verdes e a minha azul, completamente azul. Vários a examinaram, entre eles o Pareja, o Adilson, o falecido Pedroso que inclusive disse que já tivera uma e os colegas componentes do RioLatas, todos afirmaram ser ela verdadeiramente azul sem nenhum risco que seja de verde ou nuance. Ninguém pôs em dúvida a cor desta lata. Mas isso me incomodava, por que não aparecia outra? Resolvi a começar a procurar latas de Sprite e a comparar. Várias foram encontradas parcialmente azuis e cheguei a seguinte conclusão: Não existe de fábrica uma lata de Sprite que seja azul. A fábrica de latas, na época a MM - Metalúrgica Matarazzo, deve ter usado uma tinta verde que com o tempo ou a luz, queima (oxida) passando a azul, isto deve ser muito comum pois encontrei latas com parte azul fabricadas para serem envasadas no Rio de Janeiro e São Paulo. Acredito que esta afirmativa seja verdade, embora até hoje não tornei a encontrar outra lata totalmente azul sem um pequeno traço de verde. Na imagem em anexo, fotografei uma evolução da cor azul nas latas do Sprite, partindo de uma lata completamente verde até uma toda azul. um abraço a todos, Carlinho

acesse www.lata.org.br/forum Outubro de 2009

05


Brahma e Atlético Mineiro Em evento realizado na manhã de 18 de agosto, passado, no Parrilla do Mercado, Atlético e Brahma formalizaram parceria apresentando o projeto para a imprensa. Entre outras ações, o acordo inclui o lançamento de uma lata de cerveja alusiva ao Galo, personalização de dez bares a serem selecionados em Belo Horizonte e a revitalização dos clubes Labareda e Vila Olímpica. Por sua vez, o Galo cederá espaço publicitário nos campos de treinamento da Cidade do Galo, no Site Oficial e na TV Galo. Pela Diretoria Atleticana, compareceram ao evento o Presidente, Alexandre Kalil, o Vicepresidente, Daniel Nepomuceno, a DiretoraExecutiva, Adriana Branco, e o presidente do Conselho Deliberativo, João Baptista Ardizoni dos Reis. A Diretoria da Brahma foi representada pela Gerente Nacional de Trade, Cristiane Ueda, e pelo Gerente de Trade da Regional Minas Gerais da AmBev, Leonardo Tocci. Segundo o Presidente Alexandre Kalil, a parceria é importante para o clube. "A parceria entre Galo e Brahma representa um encontro de grandes tradições e já larga na frente com um diferencial: a fidelidade única do Atleticano e do consumidor da Cerveja Brahma. É uma porta que se abre e tenho certeza que a Brahma não ficará apenas um ano no Atlético", declarou o comandante atleticano. O Gerente de Trade da Regional Minas Gerais da AmBev, Leonardo Tocci, disse que a Brahma pretende criar um bar temático exclusivo do Atlético. Ele aposta no sucesso da parceria em virtude da força da Massa Atleticana. "Já estive no Rio e sou de São Paulo, mas é impressionante. Acho que Belo Horizonte é a principal capital, a maior cidade de torcedores fanáticos. E, aí, não precisa nem dizer que a grande maioria é de Atleticanos. Não tenho dúvida de que a gente vai fazer com que essa bandeira seja levantada para que possamos colher os frutos dessa parceria. Estamos tendo a oportunidade de sentir o gosto da paixão atleticana e, com certeza, muitas coisas virão para acrescentar essa parceria", disse Leonardo Totti.

06

Outubro de 2009


Brahma e Cruzeiro Lata de cerveja da Brahma com escudo do Cruzeiro chega aos bares em outubro Da Sede Administrativa Bruno Faleiro O Cruzeiro acertou, em agosto, a ampliação de sua parceria com a Brahma, que existe há mais de dez anos. Entre os termos acertados, está a estilização de dez bares com itens do Cruzeiro e a produção de 600 mil latinhas com o escudo estrelado, que, a partir do próximo mês estarão disponíveis nos bares para a torcida cruzeirense. A lata terá o fundo branco, com o escudo do Cruzeiro e uma pequena logo da Brahma na frente e um grande escudo da marca de cerveja no verso. Além disso, na parte superior, há uma propaganda do Sócio do Futebol, com o telefone da Central de Atendimento do projeto. Na solenidade, que acertou a ampliação da parceria, o vice-presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, falou para o Site Oficial sobre a boa expectativa em torno do lançamento: "Temos um contato com eles (Brahma) de longa data, há mais ou menos 12 anos. Sempre foi uma parceria de sucesso. Dessa forma como ela vem agora, inclusive, com a marca do Cruzeiro na Ambev, naturalmente fará sucesso com a torcida. A gente sabe como os torcedores gostam de aderir a produtos com a marca do Clube". (Esse material está liberado para reprodução. Os órgãos de imprensa devem citar o Site Oficial do Cruzeiro como a fonte da informação).

Outubro de 2009

07


Convenção CyG Club Argentino de Coleccionistas de Cerveza y Gaseosas Organiza:

*Domingo 22 de Noviembre de 2009* De 10.00 Hs. a 18.00 Hs.

Canje, Compra y Venta de Coleccionables de Cerveza y Gaseosas: Botellas, Latas, Posavasos, Carteles, Tapas Corona, Etiquetas, Destapadores, Chapas Esmaltadas, Pins, Postales, Cristalería y más… En la Dirección General de Museos de la Ciudad Autónoma de BuenosAires, Ex "Cervecería Munich" de la costanera Sur, Av. de los Italianos 851.

-cervezaygaseosas@yahoo.com.ar- -www.cervezaygaseosas.com.ar-

08

Outubro de 2009


Bolachas, Coasters, Posavasos Caros Amigos, Quando comecei a pesquisa sobre bolachas eu não tinha ideia da complexidade desse tema. Eu usei o texto sobre a história da bolacha que foi preparado pelo Carlos Alberto Coutinho para seu excelente site http://br.geocities.com/cervisiafilia/cervbolacha.htm . Usei também uma série de sites de colecionadores internacionais. Márcio Ehrlich do Rio de Janeiro tem provavelmente o melhor site de bolachas brasileiras. Algumas das fotos de bolachas brasileiras que ilustram esse artigo são de seu site. Merece a visita www.bolachasbrasileiras.com.br . Gostaria de agradecer os “bolacheiros: Paulo Antunes, Plinio Carvalho, Antonio Beltrão, Antonio Capelli, Carlos Quintella, Leonardo Costa, Juan Carlos de Marco entre outros que me ajudaram nesse matéria. Dear friends, When I begun the research to write this about coasters, I did not have the idea of how complex this subject is.I used the text about History of Beer Coasters from the excellent site made by Carlos Alberto Coutinho http://br.geocities.com/cervisiafilia/cervbolacha.htm . I used a lot of international collectors sites for foreign coasters. Marcio Ehrlich from Rio de Janeiro has probably the best site about brazilian coasters . Some of the old brazilian coasters that illustrate this article comes from this site. I recommend a visit to his site at www.bolachasbrasileiras.com.br . I also want to thank the "bolacheiros" Paulo Antunes, Plinio Carvalho, Antonio Beltrão, Antonio Capelli, Carlos Quintella, Leonardo Costa, Juan Carlos de Marco among others that helped me with this article. Carlos Gurgel Sócio #005 A Conculsão dos “bolacheiros” é que a Peru é a bolacha mais antiga brasileiras. A seguir mensagem do Plinio Carvalho sobre o tema. Olá Gurgel , Nunca havia visto imagem de bolacha da Cerveja Peru . Essa marca de cerveja foi registrada na " Junta Commercial " de Porto Alegre , em 7 de fevereiro de 1911 , por LEOPOLDO HAERTEL , estabelecido com fabrica de cerveja em Pelotas , à rua Conde de Porto Alegre , numero 44 . Tenho 2 ( dois ) rótulos diferentes da cerveja PERU . Da mesma cervejaria tenho outro rótulo da cerveja marca PORCO . Pelo jeito , o Sr LEOPOLDO gostava de animais . Abs , Plinio Carvalho Neto Hi Carlos, sure you can use this photo. The coasters printed by "Werth & Co., Düsseldorf." were made in 1900. I know 2/3 german pieces printed in 1898/00 but I haven't in my collection. I' m registred to the Brazilian club, thank you for suggest it! Ciao Danilo Scalia http://www.beercoasters.it Carlos, com certeza você pode usar essa foto. A bolacha foi impressa por “Werth&Co. Dusseldorf” em 1900. Eu conheço 2-3 bolachas de 1898/00 mas não tenho em minha coleção. Acabo de me associar ao Brasil Chapter como você sugeriu! Ciao! Danilo Scalia http://www.beercoasters.it

My oldest beercoaster 109 years old! Kronenbourg when Alsace was German It's returned French in 1919 after First World War. Minha bolacha mais antiga, 109 anos! Kronenbourg quando Alsacia era parte da Alemanha. Retornou a ser Francês em 1919 após a 1ª Guerra Mundial. Danilo Scalia

Outubro de 2009

09


História das bolachas Em línguas de outros países: bierdeckel, bierfilz ou bierglasunterleger (Alemã), biermat ou coaster (inglêsa), Olu alus (estoniana), bierkaartje (belga), lasin alusta (finlandêsa), sous bock ou sous verrem (francêsa), bierviltje (holandêsa), tachtiot le kos (israelense), sotto bocchiere (italiana), ko-su-ta (japonêsa), polozak za pivo (croata), öi brikke, öfunderlagg (norueguêsa), podstavka pivo (russa), sejdelunderlägg (sueca), podstavek za pivo (eslovena), posa vaso (espanhola), takek (tcheca), bira altigli (turca). As bolachas de chopp ou porta-copos, feitas originalmente de cerâmica, porcelana, vidro, metal, etc., são apoios para copos fabricados atualmente de outros materiais, tais como: neoprene, plástico, cortiça e principalmente de papelão (PAPELÃO MADEIRA OU PAPELÃO PARANÁ), que é o cartão de elevada gramatura e rigidez. Fabricado essencialmente de fibras de madeira, geralmente virgens de pasta mecânica ou mecanoquímica e/ou aparas, geralmente em várias camadas da mesma massa. Sua cor, em geral, é conseqüência dos materiais empregados na sua fabricação. A bolacha de chopp fabricada com essa polpa de madeira (papelão) é usada desde 1892, desenvolvida e patenteada por Robert Smith, de Dresden, Alemanha e por ser a mais econômica é o tipo usado quase exclusivamente por cervejarias. O papelão Paraná é comercializado no formato de 80 x 100 cm em fardos de 25 kg e em três tipos: Papelão Paraná Natural - Produto industrializado a partir da madeira de pinus e água em processos automatizados ou de "rancho" em sua forma natural, ou seja, sem alterações em seu acabamento. Papelão Paraná 1 Face - Forrada com papel 75 grs. Produto desenvolvido a partir do Papelão Paraná natural porém acoplado com uma camada de papel off-set 75 grs em um de seus lado dando-lhe um acabamento excelente para trabalhos de impressão, e uma ótima rigidez devido este processo. Papelão Paraná 1 Face Branca - Produto industrializado a partir da madeira de pinus, água

10

Outubro de 2009

e com uma camada de celulose em um dos lados dando-lhe um acabamento mais refinado que o natural. As bolachas são fabricadas nos mais diversos formatos: redondas, ovais, quadradas, retangulares ou recortadas nas mais diversas formas. O colecionismo de bolachas de chopp foi um passatempo muito popular por anos. Quase tão difundido quanto o de latas da cerveja, este passatempo ressurgiu junto com a popularidade das micro cervejarias. A cada ano mais colecionadores novos estão aderindo a este passatempo. As bolachas destas micro cervejarias fizeram com que os novos entusiastas chegassem num nível igual dos colecionadores de velhos tempos. Enquanto a maioria das cervejarias que produziram bolachas sairam do negócio, as micro cervejarias e alguns grandes fabricantes de cerveja usam ainda as bolachas como uma fonte principal de propaganda. Isto mantem os colecionadores constantemente procurando novas edições e injeta sangue novo no passatempo. As bolachas são colecionadas de várias maneiras. Pela cervejaria, estado, região, país, etc. ou pode-se colecionar por temas, formato ou da forma que preferir. Os motivos (desenhos), geralmente, são mudados com regularidade onde um lado é quase sempre o institucional e o outro lado se caracteriza por: informações, charges, signos ou outros motivos populares. Já houve até com o layout de cartões postais que podem ser enviados pelos correios.


Colecione bolachas 1. Juan Carlos, você é um colecionador de itens de breweriana, em especial de bolachas. O que o levou a fazer um catálogo de bolachas brasileiras? Eu sou uma pessoa que gosta de desafios. Tinha muito trabalho reunindo imagens para fazer o catalogo de bolachas argentinas, porque todos os colecionadores queriam usar suas imagens, então como minha relação com os colecionadores brasileiros é excelente, e minha coleção de bolachas brasileiras é muito grande, resolvi lhes pedir ajuda. Com o auxilio de vários colecionadores como Carlos Quintella de Bebedouro, Antônio Beltrão de Belo Horizonte, Veridiano Erbs do Rio de Janeiro, Paulo Wilkeman de Porto Alegre e Paulo Antunes de Assis dentre outros. Fiz o primeiro exemplar em 2008, que já era bem completo e teve uma boa aprovação dos brasileiros. Assim que meus amigos argentinos viram o catalogo brasileiro me pediram para fazer o de bolachas da Argentina. 2. Qual são as bolachas brasileiras mais importantes que você tem em sua coleção? Sem duvida as da Brahma dos anos 50 e a comemorativa dos anos 60 que não conheço outra. Um set da Cerpa muito difícil, algumas do inicio da Skol e varias Antarcticas da primeira fase. A que eu quero mesmo é uma que o Carlos Quintella tem que é da Bohêmia dos anos 60, e ele não me quer dar... Estou montando uma operação para rouba-la hehehehe 3. Além de bolachas brasileiras, você coleciona de outros países? Sim de todo o mundo, mas tenho minhas prioridades. 1º Brasil e Argentina, 2º América do Sul, 3º Países exóticos 4 resto do mundo 4. a quanto tempo você coleciona bolachas e quantas bolachas você tem Comecei seriamente faz uns 20 anos, embora tinha muitas sem classificar desde pequeno. Hoje tenho cerca de 43.000

5. Bolachas por serem de papel são sujeitas a umidade e insetos, como você armazena a sua coleção? Estão todas colocadas e folha de plástico transparentes e fechadas com grampos, em pastas grandes, divididas por países e por cervejarias. De toda maneira, para aqueles que não dispõe de tempo para gastar com cuidados, sugiro que as armazenem em caixas grandes de papelão, com tampa, armazenadas em lugares secos, que não expostos ao sol. Sendo assim, não deve haver problema de nenhuma natureza.

6. o que você recomenda para um colecionador iniciantes? O importante é saber que juntar não é colecionar. Colecionar é saber que o que você tem, cuidar, classificar, conseguir catálogos se eles existirem, e principalmente não se desesperar. As peças que você procura sempre aparecem. É necessário ter paciência e entender que quando não se tem dinheiro para a investir na coleção, superamos com tempo e dedicação, para procurar lugares, amigos e pessoas que podem ter o que você deseja. Muitas vezes se conseguem coisas melhores dessa maneira.

Outubro de 2009

11


Colecione bolachas 1. Juan Carlos tu eres un coleccionador de artículos de breweriana, posavasos en especial. Porque tu hiciste un catálogo de posavasos brasileños? Soy una persona a la que le gustan los grandes desafíos... Me costaba mucho trabajo reunir imágenes para hacer el Catálogo de posavasos argentinos, porque no todos los coleccionistas querían aportar sus imágenes (problemas de celos, quizás), entonces como mi relación con los coleccionistas brasileños es excelente, y mi colección de posavasos brasileños era (y es en la actualidad) muy grande, resolví pedirles ayuda, y con el aporte de muchos como Carlos Quintella de Bebedouro, Antonio Beltrão de Minas Gerais, Veridiano Erbs de Rio, Paulo Winkelman de Porto Alegre, Paulo Antunes y algunos más hice el primer ejemplar el año pasado, que estuvo bastante completo y gustó a mis amigos brasileños.Lógicamente, cuando mis colegas argentinos vieron el producto final hecho para Brasil, de inmediato pidieron el argentino y colaboraron para él. 2. Que posavasos brasileños son los mas preciosos en su colección? Sin dudas las de Brahma de los años 50 y la conmemorativa de los 60 años que no conozco otra, un juego de Cerpa muy raro, algunas de las primeras Skol, y varias Antarcticas de la primera época... pero quiero una que tiene Carlos Quintella de Bohemia de los años 60, y no me la quiere dar... Estoy montando un operativo para robarse-la... jeje

grampitas, en carpetas grandes, divididas por países, y cervecerías. De todos modos, para aquellos que no tienen tiempo de brindar demasiados cuidados, sugiero que las coloquen en cajas de cartón grueso, con tapa, y estas guardadas en lugares secos, que no estén demasiado expuestos al sol. Siendo así no va a haber problemas de ninguna naturaleza. 6. Que recomiendas para un nuevo coleccionador? Saber que juntar no es coleccionar. Coleccionar es saber que es lo que uno tiene, cuidarlo, clasificarlo, conseguir catálogos si existieren y NO DESESPERARSE... las piezas que uno busca, siempre llegan... hay que tener paciencia y entender que cuando no se tiene dinero para invertir en la colección se suplanta con tiempo y dedicación, para recorrer lugares, amigos y personas que pueden tener lo que uno quiere. Muchas veces se consiguen cosas mejores, de esta manera.

Brauhaus Usbesquitão

3. Ademas de posavasos brasileños, tu coleccionas de otros países? Orion Si, de todo el mundo... pero tengo mis prioriJapão dades: 1° Brasil y Argentina; 2° Sudamérica; 3° Países exóticos; 4° Resto del mundo.

Chang Thailand

Parbo Suriname

India Porto Rico

Corona Mexico Taiwan

4. Desde cuando tu coleccionas posavasos y cuantas tu tienes? Comencé seriamente hace unos 20 años, pero tenía muchas sin clasificar desde chico. Hoy ten- St Jorge go aproximadamente unas 43.000. Ethiopia

Red Rooster Castle Africa Palau

5. Posavasos son hechos de papel que podem absorber humedad y hay el problema de insectos. Como mantienes tu colección? Están absolutamente todas colocadas en folios de plástico transparentes, abrochadas con Slavutichi Ucrania

Beliken Belize

12

Outubro de 2009

Chisinau Moldova


Collect Coasters 1. Juan Carlos your are a breweriana collector, specially beer coaster. How come you decided to develop a brazilian coaster catalog? I am a person that likes : I was having a lot of work to collect images to assemble a catalog of coasters from Argentina, because a lot of collectors want received help from Carlos Quintella from Bebedouro, Antonio Beltrão from Belo Horizonte, Veridiano Erbs from Rio de Janeiro, Paulo Wilkeman from Porto Alegre e Paulo Antunes from Assis among others. I closed the first edition in 2008, that was very complete and had an excellent approval from the brazilian collectors. As soon as the catalog was released my friends from Argentina asked me to work on a Catalog of coasters from Argentina. 2. Which brazilians coasters do you think are the most difficult in your collection? No doubts that are the Brahma coasters from the 50´s and a commemorative coaster from the 60´s that I believe it is unique. There is a Cerpa set very difficult, and some Skol from the beginning of their operation in Brazil, and also some very old Antarctica. But what I really want to have is the Bohemia from the 60´s that Carlos Quintella has and he does not want to give me. I am planning an operation to steel it hehehehehehe!

you store your collection? They are all kept in plastic bags, and stored in large folders, separated by countries and breweries. For those who do not have enough time to do that, I recommend to store them in large carton boxes, in places with no humidity and do not exposed to sun. Doing that you should not have any problem. 6. What do you recommend for a new collectors? The first thing you must know is that to collect is not just to have to coasters. You must know what you have, you must care, classify, obtain catalogs if they exist and the most important thing, do not desperate. The items you want always appear. It is necessary to be patient and understand that if you do not have money to invest in your collection, you can obtain what you want with time, dedication and looking for places, friends and people who might have what you want. Often you will obtain the best items in this way.

3. Besides brazilian coasters,what others countries do you collect? I collect coasters from all over the world, but I have my priorities 1 Brazil an Argentina, 2 South America, 3 exotic countries and 4th rest of the world 4. How long do you collect beer coasters and how many do you have now? I became a serious collector 20 years ago but I kept unclassified coasters since I was young. Right now I do have 43.000 coasters. 5. Coasters are made of paper and might have problems with humidity and insects, how do

Outubro de 2009

13


Lançamentos

Este mês contamos com o apoio do Saul Jampolsky y#009, Jonathan Parker # 257, Jamil Kalache # 196, Carlos Gurgel #005, Silvio Beer #554,Gerson Bridi #252, Fernando de Freitas #405, Jilcimar #521 e Francisco Mattos #318, entre outros. Peço sempre que possível enviarem fotos de lançamentos para cgurgel@superig. com.br , mesmo que a foto tenha sido postada no Fórum ou no Orkut. Facilita muito o trabalho de edição. Kaiser Garçon direto do fórum

Skol Tusca 2009

Antarctica 269 ml

Schin Igrejinha Itaipava Cystal Cystal CarnAlfenas Novo Horizonte Boituva

Precisamos de candidatos a coordenador de lançamentos por tipo de ítem. Latas, Bolachas, Copos, Tampinhas e etc. Quem estiver disposto a colaborar entre em contato com cgurgel@superig. com.br ou francisco.mattos001@gmail.com

14

Novos rótulos da Schin e a novidade da garrafa de 1 litro

Outubro de 2009

Nova Conti a da esquerda

Saco de gelo Skol

Brahma Manaus

Nova Schin Itapebussu

Skol Super Muffato

Cerveja Diabólica


Lançamentos

Coca Cola 270 ml

Barril Heinecken 2009

Grand Duchê

Guarana Gas

Energético Refrigerantes 180ml Mega

Refrigerantes da CERPA

Set 4 bolachas Brahma Festa do Peão Piracicaba

Será que existe?

por Carlos Gurgel #005

Latas sairam? Cans were released? Outubro de 2009

15


20 anos de Alumínio Prezados, Estive no belo evento da Abralatas, e tive a oportunidade de conhecer os presidentes da Crown e da Rexam, além de conversar com alguns diretores e de me apresentar ao diretor executivo da entidade. André Balbi, presidente da Rexam e da Abralatas, me disse sentir-se honrado e agradecido pelos colecionadores, que são consumidores e propagandistas das fábricas de latas de alumínio. Renault de Freitas Castro, diretor executivo da Abralatas, colocou-se à disposição para eventuais negociações futuras. Quanto às fotos, consegui tirar as que seguem anexas, da primeira lata de alumínio fabricada no país, uma Skol Pilsen quadrineck, de outubro de 1989. Saiu uma lata comemorativa ao evento, de tiragem super limitada (500 unidades) e um exemplar da Revista da Lata. Grande abraço, André Barbosa Coutinho Sócio #292 The Brazilian Aluminum Association (Abal) and the Brazilian Association of Manufacturers of Cans High Recyclability (ABRALATAS) report that the country recycled 91.5 percent of UBCs sold in the domestic market in 2008. According to the two entities, 165.8 thousand tons of scrap cans were collected for recycling last year. This result keeps the world leader in Brazil for the eighth consecutive year. Even with a slightly lower rate, the amount collected in 2008 was 3.2 percent higher than recorded in 2007, while sales of aluminum cans for beverages grew 8.8 percent in the same period. "The result of the recycling of aluminum cans in 2008 proved once again that the sustainability of the entire chain, from collection to processing industry, is definitely consolidated in Brazil. A clear demonstration of the effort that promoted this activity brings many benefits to the country, the environment, economy and society in general, even considering the difficulties faced in the last quarter of the year, arising from the global economic crisis "reinforces Henio De Nicola, coordinator Commission Recycling ABAL. Source: www.recyclingtoday.com

16

Outubro de 2009

A Associação Brasileira de Aluminio (ABAL) e a Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alta Reciclabilidade (ABRALATAS) comunicaram que o pais reciclou 91,5% das unidades vendidas no mercado doméstico em 2008. De acordo com as duas entidades, 165.8 mil toneladas de latas foram coletadas para reciclagem no ano passado. Esse resultado mantém o Brasil como o líder em reciclagem pelo 8º ano consecutivo. Mesmo com uma taxa menor, o volume coletado em 2008 foi 3.2 % acima do realizado em 2007, quando a venda das latas de alumínio cresceram 8,8% "o resultado da reciclagem de latas de alumínio em 2008 provam mais uma vez a sustentabilidade da cadeia inteira, desde a coleta até o processamento na industria, esta consolidada no Brasil. Uma clara demonstração que o esforço em promover essa atividade resulta em benefício para o pais inteiro, o meio ambiente, economia, e a sociedade em geral, mesmo considerando as dificuldades do último trimestre, devido a crise mundial" comenta Henio De Nicola, coordenador da Comissão de Reciclagem da ABAL. Fonte: www.recyclingtoday.com


CANvention 2009

por Juan Carlos De Marco

UNA CONVENCION FUERA DE SERIE

AN OUTSTANDING CONVENTION

Indudablemente treinta y nueve anios en una sola e inclaudicable direccion hacen que el poder de convocatoria y el exito en la empresa sea impostergable. En el bicentenario del nacimiento de don Abraham Lincoln, la ciudad de Springfield se visitio de fiesta para recibir a mas de 700 coleccionistas de USA y varias partes del mundo. El impresionante Hilton y el no menos lujoso A. Lincoln Hotel, se llenaron treinta dias antes del comienzo del evento, lo cual aseguraba una asistencia masiva. El Centro local de Convenciones, un espacio multiproposito gigante, albergo comodamente a los coleccionistas de items cerveceros que ofrecieron toda clase de articulos en las habituales compra/venta/canje, con mesas llenas de atracciones, las que durante dos dias no dieron abasto. Varias caras conocidas de coleccionistas famosos en el mundo entero, como Herbert Heiduck y su amabilisima esposa, (Herbert vendio ya tres de sus colecciones tematicas mas importantes, a otras tantas cervecerias, en mas de un millon de dolares cada una), quienes prometieron estar en nuestra proxima CERVEXPO; Ron de Sudafrica (tambien vendra), Tom Hull elegido para el Salon de la Fama cervecero; y coleccionistas de Canada, Australia, Rep. Checa; y logicamente Adriano Duarte de São Paulo, Brasil y yo de Argentina. No tengo calificativos para explicar la enormidad de semejante reunion, y todo lo que en ella se hizo. Varios de los "Chapters" mas grandes y conocidos de la BCCA tuvieron sus reuniones oficiales y renovaron sus autoridades en ambitos exclusivos especialmente acomodados para ellos. Invitaciones multiples en habitaciones de candidatos a dirigentes de la BCCA, recepciones a los extranjeros, el "puerta a puerta" funcionando a pleno, degustaciones de microcervecerias, sorteos diversos, conferencias, misas diarias, fiestas y todo tipo de actividades inimaginables hicieron las delicias de la concurrencia. Por supuesto que todo rodeado por cerveza sin limite.... Junto a Adriano promovimos la CERVEXPO entre todos los asistentes, colocamos un banner publicitandola dentro del recinto, y obtuvimos varias respuestas positivas. Realmente creo que todo coleccionista cervecero DEBE necesariamente, alguna vez en su vida, conocer esta maravilla, donde la amistad esta siempre presente.

Obviously thirty nine years in only one and undefeateble direction, makes that calling power and success on the purpose be unposposeble. On bicentennial anniversary of Abraham Lincoln birth, Springfield city dressed up to receive more than 700 collectors from USA and other places Worldwide. The amazing Hilton and the not less luxury A. Lincoln Hotel were sold out thirty days before the event starts, all that guaranteed a massive attendance. The local Convention Center, a multifunctional giant covered space, held confortably all collectors of beer items, that offered all class of articles on usual buy/sell/trade, with tables full of attractions, those that Turing two days didn’ t give up. Several well known faces from famous worldwide collectors, like Herbert Heiduck and his very gentil wife (Herbert just sold three of his most important thematic collections, to some others breweries, in more than one millon dollars each), who promesed to be attending our next CERVEXPO; Ron from Southafrica (also be coming); Tom Hull elected for BCCA Hall of Fame; and collectors from Canada, Australia, Czech Rep., and logically Adriano Duarte from Sao Paulo, Brazil, and me from Argentina. I don’ t have words to explain the enormity of such reunion, and all that was done on it. Several of BCCA largest and most known Chapters had their official meetings y renewed their authorities on exclusively spaces, specialy arranged for them. Multiples invitations on rooms of BCCA board member’s candidates, receptions to visitors from foreign countries, “door to door” working full time; microbreweries tastings, different Raffles, conferences, religious services, parties, and all type of unbelievebles activities, made the attraction of the attendance. Obviously all surrounded by unlimited beers. Toghether with Adriano we promoted CERVEXPO between all members; placed a banner inside the Convention Center, and got several positive answers. I really believe that all beer items collectors MUST necessarily, some time in his life, know this marvelous reunion, were the friendship is always present. Juan Carlos De Marco

Outubro de 2009

17


CANVention 2009 My Canvention started on Sunday night when Jim Friesen and friend Marv stopped by my house on their way driving from Minnesota. We spent many hours looking at my collection. Jim found a can from Greenland (a new country for me) in my collection that I didn't know I had. I drove 3 hours on Tuesday night to Springfield. The Hilton Hotel and the Lincoln Hotel across the street were completely sold out with beer can collectors. Tuesday night and Wednesday night were spent going room to room.. Trading in the convention center was great Thursday, Friday, and Saturday.. It was great to see friends from England, Canada, Australia, and South Africa. I was able to meet Martin from the Czech Republic who I have mailed over 100 Japanese cans to in 2009. One of the highlights was meeting Adriano Duarte. Adriano's English is better than mine. I also got a new country from Adriano, Senegal! Overall I picked up 4 new countries, 1 Dreher cyclist, 4 Suntory birds, 3 Asahi photo cans, and about 200 new cans. Regards, Dave Vogl #574

Jeff Lebo e Adriano Duarte

Juan, Pat Cornils e Adriano

18 Outubro de 2009

por Dave Vogl #574

Minha CANvention começou no domingo a noite quando o Jim Friesen e o amigo Marc passaram na minha casa no meio da viagem de carro para Minnesota. Nós gastamos várias horas olhando minha coleção. O Jim localizou uma lata da Groenlandia, um novo pais para mim, que estava no meio de minha coleção e eu não sabia. Eu dirigi por 3 horas na terça feira a noite para Springfiled. Os hotéis Lincoln e Hilton estavam totalmente lotados por colecionadores. Na terça e na quarta fizemos um room to room intenso. Trocar latas no Centro de Convenções quinta, sexta e sábado foi fantástico. foi muito bom ver amigos da Inglaterra, Canada, Australia e Africa do Sul. Eu tive a oportunidade de conhecer o Martinda Republica Tcheca para quem eu havia mandado 100 latas japonesas em 2009. Um dos pontos altos da reunião foi o Adriano Duarte. O Ingles do Adriano é melhor que o meu. Além disso consegui com o Adriano um novo pais: Senegal. Resumindo consegui 4 novos paises, 1 ciclista Dreher, 4 Suntorys de pássaros, 3 Asahi de fotos num total de 200 novas latas. Um abraço, Dave Vogl #574

Entrega de premios

Bruce Gregg e Tom Hull

os colecionadores que vieram de fora dos USA

Tom Hull recebendo o Hall of Fame


CANVention 2009

por Dave Vogl #574

Adriano Duarte e José Freitas do Canada

Dave Vogl novo sócio do Bra- Keith Bennet da Australia sil Chapter # 574

Del Worden do Wisconsin

Rod Maitland da Africa do Sul

Jim Friesen presidente do OCOC

Sean Kelley de Illinois

Reunião do ABC Chapter

Turkey Lardinois de Nevada

Martin da Republica Checa

Rob da Inglaterra e o Jeff Lebo Presidente Lincoln

Lincoln esteve presente

Visão geral do salão. Trading floor.

Carretinha trazendo latas

Outubro de 2009

19


Aniversariantes Outubro 09

A diretoria do Brasil Chapter cumprimenta os aniversariantes

Pr贸xima Reuni茫o: 19 de Outubro de 2009 A partir das 19h Local: Joan Sehn Chopp e Frios Av. Lavandisca 765 - Moema (c/ estacionamento) Fone: (0xx11) 5051-9162

20

Outubro de 2009


150 OUT 09