Issuu on Google+

Novas ideias para

TRANSFORMAR

Franco da Rocha Conhe莽a a hist贸ria, a trajet贸ria e as ideias de Kiko e Dr. Nivaldo

PREFEITO

Novas ideias para Franco da Rocha

Vice

Dr. Nivaldo


Editorial

Novas ideias para Franco da Rocha Com a política no sangue, Kiko representa a renovação e a mudança para a cidade

P

ara seguir em frente, Franco da Rocha precisa de dedicação, competência e coragem. Precisa de inteligência para encontrar os melhores caminhos e de força para abri-los. E, para conduzi-la a um novo ciclo de desenvolvimento, mais dinâmica, criativa, participativa e com melhores serviços para a população, Franco precisa de novas ideias. Precisa de Kiko prefeito. Francisco Daniel Celeguim de Morais, o Kiko, é filho do ex-prefeito Mário Maurici e da professora Renata Celeguim. Sua história na política vai longe: seu avô, Angelo Celeguim, também foi prefeito da cidade, na década de 1970. Formado em comunicação social pela Universidade Metodista de São Paulo, Kiko é casado e mora hoje no Jardim Benitendi. Em 2004, aos 20 anos de idade, Kiko elegeu-se vereador pelo PT, o mais jovem da história da cidade. Liderando a bancada do partido na Câmara durante os quatro anos de mandato, foi o parlamentar que conseguiu mais verbas federais e estaduais para a cidade em sua história: mais de R$ 1 milhão, investidos em conquistas como um mamógrafo para o pronto-atendimento municipal, reforma de quadras esportivas e compra de medicamentos. Kiko também foi o autor do projeto que

implantaria a licença-maternidade de seis meses para as servidoras municipais, da lei que instituiu o feriado do Dia da Consciência Negra na cidade e da lei que facilita o parcelamento de dívidasPREFEITO com a Prefeitura, além de ter apresentado mais de 25 emendas ao Plano Diretor, entre outras conquistas. Na Câmara, foi a primeira voz a se levantar contra o fechamento do Hospital do Juquery, especialmente sobre a mudança da Novas ideias maternidade para Caieiras: por meio Copara Franco da da Rocha missão de Saúde, convocou a então diretora do Complexo para explicar à população o que estava ocorrendo, com a participação do prefeito, que na época não admitiu época que o atendimento aos franco-rochenses estaria comprometido. Kiko disputou as eleições para prefeito em 2008, ficando em segundo lugar, com mais de 16 mil votos. A partir de 2009, foi chefe de gabinete do deputado Vicente Cândido na Assembleia Legislativa, cargo que manteve em 2011, quando Vicente se elegeu deputado federal. Na posição, teve a oportunidade de conhecer como funcionam os governos estadual e federal, trabalhando com deputados, secretários e ministros de Estado.

Vice

Dr. Nivaldo

Vereador mais jovem da história da cidade, Kiko atraiu mais de R$ 1 milhão para Franco Novas ideias para


Presidenta Dilma “O Kiko é uma pessoa séria, preparada e tem um compromisso com a restauração do Complexo do Juquery. Juntos, vamos levar para Franco da Rocha uma visão mais humana e transparente de gestão pública”

Aloizio Mercadante - Ministro da Educação “Franco da Rocha conviveu durante muitos anos com a falta de atenção do governo do estado, que desmontou o Juquery e não ofereceu alternativas de desenvolvimento para a cidade. Agora Franco precisa de inovação, de novas ideias, e a resposta é Kiko”

Eduardo Suplicy - Senador “Estou empenhado a ajudar o Juquery a se tornar o sonho de futuro para Franco da Rocha. Fui com o Kiko visitar as instalações do Complexo, aquele lugar tem condições para se tornar uma universidade exemplar, levando desenvolvimento para a região.Viva o Kiko! Viva o PT! Viva Franco”

Vicente Cândido - Deputado federal “O PT está apostando na renovação política com a candidatura de Kiko. Esse jovem batalhador foi meu braço direito na Assembleia Legislativa e na Câmara dos Deputados, sua atuação foi fundamental para meus mandatos. Franco da Rocha precisa do Kiko, de sua ousadia e das suas ideias”

Fernando Haddad - Ex-Ministro da educação e candidato à Prefeitura de São Paulo “Franco está em uma das regiões mais complexas e desafiadoras do estado, onde a intervenção do governo é fundamental. Uma parceria, sobretudo na área da educação, significa um gigantesco passo para o desenvolvimento. É invejável a persistência e paixão de Kiko na luta por sua cidade”


Trajetória Kiko nasceu em 1984. É o filho do meio do casal Mario Maurici, prefeito de Franco entre 1993 a 1996, e da professora Renata Celeguim, filha do exprefeito Angelo Celeguim (à direita). Seus irmãos, Brandino e Marcela, já lhe deram cada um uma sobrinha: Alicia, de 16 anos, e Sofia, de 4 (em cima, à direita). À esquerda, Kiko está no colo do pai, com a mãe e os irmãos.

1984

2008 Ao final de quatro anos de mandato, Kiko candidatou-se a prefeito pela primeira vez. Com o apoio do PT e de mais quatro partidos, ficou em segundo lugar, com mais de 16 mil votos.

Em setembro, casou-se com a enfermeira Paula Barreto.

2011

Tornou-se presidente do PT municipal, mobilizando o partido em diversas atividades. Na foto acima, com o Senador Eduardo Suplicy em ato contra a corrupção.


1998 1990

Kiko estudou no Azevedo Soares (no Pouso Alegre), no Senemby, na EE José Augusto Moreira (no Lago Azul) e no Befama. Na infância, também jogava futebol. Na foto acima, está com o time infantil do Expedicionários.

Desde pequeno, Kiko acompanhava o pai em suas reuniões e atividades na política. As fotos acima são da campanha de 1998, quando Maurici foi candidato a deputado estadual e Lula disputava sua terceira eleição presidencial.

2004 Em 2004, já cursando comunicação social na Universidade Metodista, Kiko se candidatou a vereador. Com apenas 20 anos, se tornou o vereador mais jovem da história da cidade. Em seu mandato, conseguiu mais de R$ 1 milhão em verbas federais e estaduais para a cidade e apresentou importantes projetos, como o que criava a licença-maternidade de seis meses e o que institui a data-base do funcionalismo. Comandou, também, o movimento contra o fechamento da maternidade do Juquery.

Após deixar o mandato, tornou-se chefe de gabinete do deputado Vicente Cândido, onde teve a oportunidade de conhecer e trabalhar com as principais lideranças políticas do estado e do país, e conquistou o apoio dos governos estadual e federal para o projeto de instalação da Universidade Federal no Juquery.

Kiko foi o escolhido natural do PT para as eleições de 2012. Agora, com o apoio de mais oito partidos, entre eles o PMDB, do Dr. Nivaldo. Novas ideias!

2012


Dr. Nivaldo

Trajetória de luta por justiça e qualidade de vida Dr. Nivaldo acredita que podemos transformar nossas vidas com estudo, trabalho e força de vontade PREFEITO

1952

Nasce no bairro do Pouso Alegre, em Franco da Rocha. É o quinto filho de 11 irmãos.

1957 - Vende verduras de porta em porta pelo bairro. Também trabalha como ajudante de sapateiro na sapataria do Edinho, na Vila Ramos, e como balconista no bar da dona Etelvina. 1973 - Passa em concurso público para atendente no Hospital do Juquery. 1974 - É aprovado para o cargo de escriturário, também no hospital. 1977 - Passa em concurso público para investigador na Polícia Civil. Atua no Deic, na Delegacia de Homicídios e no Garra.

1978 Novas ideias para Franco da Rocha

Vice

Dr. Nivaldo

Casa-se com a professora de matemática Vera Lúcia, com quem tem dois filhos, Thiago e Cassia, que lhe deu uma neta, a pequena Manuela.

Novas ideias para Franco


Nivaldo da Silva Santos nasceu em Franco da Rocha, no bairro do Pouso Alegre, e aqui construiu sua história. Nivaldo é viúvo - a professora de matemática Vera Lúcia, mãe de seus filhos Cassia e Thiago e avó de sua neta Manuela, faleceu no ano passado. Profissional dedicado e exigente, trabalha como delegado da Seccional de Franco da Rocha. Tem uma trajetória de muito estudo, trabalho e luta para alcançar seus objetivos. Com apenas 21 anos, Nivaldo passou em concurso público para trabalhar no Hospital do Juquery, onde permaneceu por três anos. Também por concurso, ingressou na Polícia Civil, como investigador. Atuou na repressão ao crime no Deic (Departamento de Investigação sobre o Crime Organizado), no Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos) e na Delegacia de Homicídios. Em 1981, formou-se em direito e não descansou até conseguir chegar ao posto desejado.A recompensa veio três anos após o diploma: Nivaldo tornou-se delegado de polícia. Trabalhou em São

1981

Paulo, Cajamar e Caieiras, antes de ajudar na instalação da Seccional de Franco. “Tenho muito orgulho da minha trajetória. Gosto de pensar que a gente é capaz de transformar nossa vida com estudo, trabalho e muita vontade. Sou filho de Franco da Rocha e faço o que posso para melhorar a vida de quem vive aqui”. Dr. Nivaldo também tem história na política. Filiado ao PMDB por longos anos, foi vice-prefeito da cidade entre 2001 e 2004, durante o governo de Roberto Seixas. Durante esses anos na Prefeitura, conquistou melhorias para a cidade, como o viaduto da Paradinha e a avenida Giovani Rinaldi. “Ver Franco crescer, tornando melhor a vida das pessoas, faz com que eu tenha cada vez mais vontade de estar lá novamente e poder seguir trabalhando pelos moradores da cidade.” Por seu trabalho sério, honesto e dedicado, Dr. Nivaldo foi convidado a ser candidato a vice-prefeito, para trazer novas ideias para Franco da Rocha. Aceitou o desafio e está confiante de que, junto com Kiko, pode

Dr. Nivaldo já foi vice-prefeito, conquistando para Franco melhorias como o viaduto da Paradinha, a avenida Giovani Rinaldi e diversas ruas pavimentadas

dar um novo rumo à cidade. “Kiko é uma pessoa muito inteligente e preparada para ocupar o cargo de prefeito. Estarei com ele para fazermos daqui o lugar que todo franco-rochense merece. Um lugar com mais oportunidades, desenvolvimento e qualidade de vida para criarmos nossos filhos e netos.”

Forma-se em direito pelas Faculdades Integradas de Guarulhos.

1984 - É aprovado em concurso público para delegado de polícia. Após curso de formação na Academia da Polícia Civil, é designado para trabalhar no 51º DP - Rio Pequeno e 15º DP Itaim Bibi, na capital paulista. 1985 - Se torna delegado titular da cidade de Caieiras. Também assume a titularidade da delegacia de Franco da Rocha. 1992 - Assume como titular da delegacia de Cajamar. Lá, instala o Plantão Policial, a Ciretran e o 1º DP - Polvilho. 1999 - É convidado para ajudar na instalação da Delegacia Seccional de Polícia de Franco da Rocha, no comando da Polícia Civil da região (Caieiras, Francisco Morato, Cajamar, Franco da Rocha e Mairiporã). Permanece no cargo até hoje.

2000

É eleito vice-prefeito de Franco da Rocha na gestão 2001-2004. Ajuda a realizar diversas melhorias para a cidade, entre elas a construção do viaduto da Paradinha, a obra da avenida Giovani Rinaldi e a pavimentação de ruas da periferia. Tem como características a moralidade, a ética e o respeito ao cidadão.

2012 - É convidado para ser candidato a viceprefeito na coligação Novo Tempo, englobando nove partidos que, juntos, pregam novas ideias para transformar Franco da Rocha. Ao lado de Kiko, quer inovar e melhorar a vida dos moradores da cidade.


Propostas

13 novas ideias Conheça alguns dos projetos do Kiko para Franco da Rocha

1

2

Saúde para nosso povo nascer e viver com dignidade Vamos instalar uma maternidade na Praça da Saúde, integrada à Rede Cegonha do Governo Dilma, e procurar uma nova destinação para o prédio do antigo pronto-atendimento central, ampliar o horário de atendimento das UBSs, expandir o Programa Saúde da Família para todas as regiões da cidade. Educação de qualidade para todos Para avançar mais vamos abrir 1.000 novas vagas em creches e garantir vaga nas escolas para todas as crianças a partir de 4 anos. Educar para incluir: as escolas municipais terão disciplinas voltadas à ética, educação para o trânsito e profissionalização para jovens excluídos do mercado de trabalho.

3

Mais cultura e lazer, SIM! Vamos criar o SIM - Sistema de Inclusão Municipal. Inspirados nos CEUs criados em São Paulo pela prefeita Marta Suplicy, esses equipamentos vão reunir escolas, complexo esportivo, biblioteca, cinema e telecentro, com ofertas de aulas de teatro, música, dança e idiomas.

4

Ocupando os espaços para uma cidade mais bonita Vamos recuperar os espaços públicos da cidade. Manter todas as praças limpas e bem cuidadas para favorecer o uso da população e evitar a degradação, com instalação de equipamentos como playgrounds e academias ao ar livre.

5

Cidade sem miséria, mais humana e inclusiva Vamos combater as situações de vulnerabilidade social, ampliando a rede de atendimento dos CRAS e CREAs e criando o Centro de Referência do Idoso. E vamos oferecer alternativas para que a nossa cidade não tenha mais moradores de rua.

6

Cidade de cara nova Vamos, em quatro anos, pavimentar 100% das vias urbanas da cidade. Cuidar dos bairros, com regularização da posse da terra para resolver as ocupações irregulares, fazer parcerias com o governo federal para mais moradias no Minha Casa Minha Vida e manter um programa intensivo de manutenção, limpeza e capinação.

7

Saneamento básico para uma cidade mais saudável Vamos instituir a coleta seletiva de lixo para toda a cidade, criar o Plano Municipal de Gestão de Resíduos Sólidos e, em parceria com a Sabesp, vamos ampliar a coleta de esgoto domiciliar para 85% das casas.


8

9

10

Transporte integrado, acessível e de qualidade Vamos reorganizar o sistema de transporte público na cidade, revendo linhas e itinerários para atender melhor à demanda e integrando os diferentes tipos de transporte, como linhas intermunicipais, microônibus, bicicletas e os trens da CPTM. Implementar o Bilhete Único nos ônibus municipais. Franco da Rocha mais segura e fraterna Vamos iniciar uma parceria estratégica entre as polícias Civil e Militar e a Guarda Municipal, investindo no monitoramento, na prevenção e na melhoria da iluminação pública em toda a cidade. Enfrentar com coragem o crack e as outras drogas, com criação de clínicas de apoio a dependentes químicos e seus familiares, promovendo a cultura da paz e respeito à diversidade. Gestão pública eficiente com qualificação e valorização do servidor Vamos melhorar a qualidade dos serviços públicos investindo no servidor, implantando a Escola Municipal de Governo, para formar bons profissionais, promovendo a recuperação salarial por meio de um novo Plano de Cargos e Salários e substituindo cargos comissionados por concursados.

11

Cidade democrática e transparente, com participação popular Vamos criar novos mecanismos de participação popular na administração, como o Orçamento Participativo, os Conselhos Municipais e atividades de prestação de contas das atividades da gestão em todos os bairros da cidade. Na internet, a população poderá acompanhar todas as ações e despesas da Prefeitura.

12

Voz e vez para jovens e mulheres Com políticas de formação profissional e qualificação, vamos garantir que as mulheres e os jovens possam se preparar para o mercado de trabalho. Vamos criar órgãos para elaboração de políticas públicas para juventude e mulheres, especialmente no combate à violência e discriminação.

13

Mais e melhores empregos para uma nova cidade nascer Vamos perseguir uma nova vocação econômica para Franco da Rocha, para assegurar um futuro melhor, com mais oportunidades. A recuperação do Complexo Hospitalar do Juquery, com a instalação de uma Universidade Federal, é a grande meta. Mas também vamos implementar políticas de incentivo para atração de novas empresas e qualificação da mão de obra local.


Universidade

O “Caçador de Ministros” Pela persistência de Kiko, Ministro da Educação visita Franco e sugere projeto ambicioso para o Juquery O caçador de ministros. Foi assim que o então ministro da Educação, Fernando Haddad, se referiu a Kiko no ano passado, quando vistoriou o Complexo do Juquery. Kiko ganhou esse título ao insistir a ser recebido por diversos ministros, inclusive indo algumas vezes até Brasília, para falar sobre a universidade federal. Com a política no sangue e os bons relacionamentos adquiridos ao longo de sua trajetória, Kiko resolveu investir pesado na ideia – um sonho que cresceu ouvindo e que muita gente julgava impossível de ser realizado. Depois de ter seu esforço elogiado por um ministro, que se convenceu da viabilidade do projeto da universidade do Juquery, Kiko deixa claro que esse reconhecimento não é motivo para vaidade. “Eu não sou melhor do que ninguém. Fiquei orgulhoso, é claro. Porque essa história começou há muitos anos, desde pequeno ouço que o Juquery seria perfeito para uma universidade. Eu sei que muita gente pediu, tentou. E o fato de eu ter encontrado um caminho que deu certo é somente motivo de orgulho. A minha expectativa é a mesma de todos os franco-rochenses” Kiko lembra que tudo foi possível pois contou com ajuda do deputado federal Vicente Cândido, do secretário do Fumefi (Fundo Metropolitano de Financiamento e Investimento), Widerson Anzelotti, e do diretor técnico do Complexo Juquery, Glalco Cyriaco, além do apoio do secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Edson Aparecido. “O Vicente e o Widerson me orientaram, me apoiaram e me ajudaram a reunir estado e União. O Glalco também foi extremamente importante, porque entende tudo de Juquery e se mostrou disponível e interessado em ajudar”. Sobre a parte prática, que tornará a implantação possível, Kiko explica que Haddad propôs que as bancadas de deputados sejam procuradas para garantir as verbas necessárias para a execução do projeto. “Ele me disse que sua expectativa é que em cinco anos sejam investidos R$ 550 milhões na recuperação e adaptação dos prédios e entorno. Desse montante, a ideia é que R$ 350 milhões venham por meio do orçamento da União, sendo negociados com todos os deputados do estado de São Paulo, previstos no orçamento pela bancada paulista. Os

O deputado Edinho Silva acompanhou a vistoria do Complexo do Juquery, ao lado de Haddad

Alexandre Padilha, ministro da Saúde, também foi “caçado” por Kiko, e se comprometeu a visitar Franco da Rocha em breve


outros R$ 200 milhões ficariam a cargo do estado, que também poderá contar com emendas dos deputados nesses cinco anos.” Kiko acredita que a visita do ministro prova a intenção da União de melhorar nossa região, e que a parceria também será vantajosa para o estado. “Será um bom negócio para os governos estadual e federal, e uma oportunidade única de desenvolvimento para nossa região. Tudo mudará a partir da universidade. Não é à toa que o slogan da nossa campanha é ‘Universidade Federal no Juquery. Nosso Sonho, Nosso Futuro’.”

Visita histórica

A visita de Fernando Haddad – o segundo ministro a vir a Franco da Rocha – foi histórica, atraindo para a cidade um número recorde de parlamentares estaduais. Onze deputados estiveram presentes, nove deles do PT. Isso prova importância do projeto, não só para Franco, mas para todo o estado. Bastante empolgado e impressionado com o que viu no Complexo, Haddad explicou que o Juquery, além da instalação da universidade, merece um projeto ainda mais ousado, que proporcione desenvolvimento para a região. “É uma área muito grande, com mais de seis milhões de metros quadrados, o que equivale a quatro parques do Ibirapuera. Precisamos de ousadia para atender a uma aspiração da população, criando aqui um marco de referência não só de ensino, como de convivência”, afirmou. Haddad lembrou, ainda, como a ideia chegou até ele por meio de Kiko. “Foi uma verdadeira ‘caça ao ministro’. Em todos os lugares que eu ia, o Kiko estava lá com páginas e páginas de assinaturas. Ele deve ter convencido até crianças de seis anos de idade a assinar esse abaixo-assinado [com mais de 15.000 assinaturas de franco-rochenses]”, brincou. Para ele, a atitude foi essencial para que esse sonho pudesse sair do papel. “Muitas vezes a persistência é que leva ao êxito.”O ex-ministro contou que, na verdade, o plano de expansão universitária já estava fechado com a presidenta Dilma até 2014, e que não se esperava mais novos projetos. “Mas uma boa ideia, apresentada de maneira apaixonante, acabou me convencendo”, disse

Kiko também discutiu o projeto da universidade com o atual ministro da Educação, Aloizio Mercadante

O Hospital Psiquiátrico do Juquery foi uma das maiores instituições psiquiátricas do Brasil, inaugurada em 1898 pelo psiquiatra paulista Francisco franco da Rocha. Em uma área de 150 hectares, seus prédios foram projetados pelo famoso arquiteto Ramos de Azevedo, o mesmo que criou, entre outros lugares históricos, o Teatro Municipal de São Paulo, a Pinacoteca do Estado e o Liceu de Artes e Ofícios. Hoje, o Complexo do Juquery é tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico (Condephaat).


Disque-transparência

3020-1360

O uso das instituições públicas na eleição é proibido. Essa exploração desequilibra a disputa, porque ajuda os candidatos da situação a se perpetuarem no poder, usando para isso recursos e instrumentos que pertencem a todos os cidadãos, e não apenas a um pequeno grupo. É o chamado uso da máquina. No entanto, nem sempre a Justiça Eleitoral consegue fiscalizar adequadamente os abusos. Conheça alguns exemplos de uso da máquina e denuncie: • servidores municipais participando de atividades de campanha em horário de trabalho • perseguição e assédio moral contra servidores por conta de questões políticas • uso de veículos da Prefeitura • atos de campanha eleitoral dentro de prédios públicos • publicidade de atos da Prefeitura, exceto quando autorizado pela Justiça Eleitoral

Ajude a cidade a ter uma eleição limpa, transparente e justa. Se presenciar um caso de uso da máquina, ligue para 3020-1360 e registre sua denúncia, informando local, data, horário e a situação.

Para Franco da Rocha crescer junto com o Brasil Coligação Novo Tempo: PT - PMDB - PPS - PR - PCdoB - PSDC - PTC - PTdoB - DEM CNPJ campanha: 15.852.711/0001-61 | CNPJ da gráfica: 12.064.476/0001-75 | tiragem: 5.000 exemplares

PREFEITO

Novas ideias para Franco da Rocha

Vice

Dr. Nivaldo


Novas ideias para transformar Franco da Rocha