Issuu on Google+

Estudando as Especialidades

Insetos NĂ­vel BĂĄsico

Pesquisador


Divisão Sul-americana da Igreja Adventista do 7º Dia Ministério dos Desbravadores Missão Nordeste

Estudando as Especialidades

Insetos Nível Básico

Todos os direitos reservados Janeiro. 2013. www.mundodasespecialidades.com.br A distribuição deste material é de livre circulação. Porém não esqueça de referenciá-lo caso reproduza-o de forma total ou parcial.


Os insetos fazem parte do grupo do artrópodes, sendo este o grupo que tem a maior quantidade de espécies do reino animal. Existem mais de 1 milhão já classificadas pelos cientistas, e são também o grupo dominante. Acredite, há mais artrópodes que a soma de todos os outros animais! Além dos insetos o grupo dos artrópodes é dividido com outros representantes, veja: Insetos – abelhas, moscas, baratas, besouros, libélulas e borboletas Aracnídeos – o grupo das aranhas, dos escorpiões e dos carrapatos Crustáceos – o grupo do siri, do tatuzinho de quintal e do camarão Diplópodes e Quilópodes – piolhos de cobra, lacraias e centopeias Nesta especialidade vamos nos direcionar apenas ao estudos dos insetos. Prepare-se para explorar este mundo incrível e repleto de curiosidades.

Os insetos estão por toda parte! Eles são os mais conhecidos e os mais numerosos: existem cerca de de 1 milhão de espécies. Como todo artrópode, os insetos tem o corpo dividido em partes: cabeça, toráx e abdome, que seria a barriga mais a parte traseira. Outras características dos insetos: todos eles têm três pares de pernas presas ao tórax; um par de antenas; e um par de olhos grandes(chamados de olhos compostos). Em alguns aparecem também outros olhos menores. Os insetos podem ser encontrados em todos os habitats. Alguns deles vivem em sociedade, em que cada membro é responsável por uma tarefa, São os únicos artrópodes que conseguem voar, mas nem todo inseto tem asas(pulgas por exemplo). Outros só têm asas em uma fase da vida(como as formigas).


Os insetos são animais invertebrados responsáveis tanto por prejuízos quanto por benefícios à espécie humana. Primeiro iremos citar quais os benefíciosque esses animais proporcionam à natureza e aos seres humanos. → Produção de seda: o bicho-da-seda é uma larva de mariposa que apresenta glândulas salivares modificadas e que produzem o casulo de seda no qual põem seus ovos. Essa seda é utilizada na fabricação de tecidos. → Produção de mel: as abelhas são os insetos responsáveis pela produção desse alimento tão gostoso e nutritivo. Além de mel, esses insetos também produzem a própolis, considerada um poderoso antibiótico. → Decomposição de matéria orgânica: algumas larvas de insetos se alimentam de matéria orgânica em decomposição, ou seja, de cadáveres de animais e de plantas. Isso contribui muito para o meio ambiente, pois faz a reciclagem de nutrientes necessários ao metabolismo de todo ser vivo, seja ele animal ou vegetal. → Polinização das plantas: a maioria das plantas existentes na superfície terrestre depende dos insetos, como abelhas, vespas, besouros, entre tantos outros, para serem polinizadas. → Elementos fundamentais da cadeia alimentar: muitos pássaros, mamíferos, peixes, anfíbios e répteis se alimentam dos insetos. Diante disso, podemos concluir que se não fossem pelos insetos muitos animais estariam extintos por falta de alimento.

Appis mellifera Origem Africana, responsável pela produção de mel no Brasil


Eles também podem apresentar alguns malefícios sendo: • Pragas na agricultura: muitos agricultores já perderam suas plantações por causa da infestação de insetos. Eles são atraídos pelo alimento fácil, e como o têm em abundância conseguem se reproduzir com maior rapidez, tornando-se verdadeiras pragas nas plantações. Por esse motivo muitos agricultores utilizam inseticidas para se livrarem dos insetos ou então a joaninha, que é uma forma natural de controle das pragas. • Pragas na pecuária: a mosca-do-berne é um inseto que põe seus ovos na camada superficial da pele de mamíferos e aves, causando feridas que os deixam fracos, podendo até ocasionar a morte. Produtos sarnicidas é que podem controlar a berne.

Mosca e Larva da berne Esta larvinha aí em baixo, não procriação só em pele animal, mas nos humanos também, principalmente na cavidade bucal

• Transmissores de doenças: muitas doenças, como a dengue, a malária, a febre amarela, a elefantíase são transmitidas por mosquitos. Para seu controle devemos sempre buscar manter limpos os ambientes e evitar deixar água parada como no caso da dengue. Além dos mosquitos também podemos citar os piolhos, as pulgas e os barbeiros que também transmitem doenças aos seres humanos e aos animais domésticos. As moscas transmitem vírus e bactérias causadores de disenterias. Aquelas famosas minhoquinhas da maçã, na verdade são as moscasde-frutas. Elas põem seus ovos em vários tipos de frutos, para que suas larvas se alimentem da polpa daquele fruto. Com isso elas acabam inutilizando-os e impedindo o seu consumo por outros animais e pelos seres humanos. Traça, destrói livros e o cupim devora a madeira inutilizando os móveis. Para controlar eles use Naftalina nos armários e na sua biblioteca, se não quer ficar sem aquele livro preferido, ou de ver sua estante de madeira ruir.


Eles são tão importantes para o homem, que até na Bíblia foram citados. Em Juízes 14:8, fala que Sansão comeu do mel, de um favo de abelhas, gerado no leão que ele rasgou com as mãos, pelas presas do “gatinho”. O leão não esperava por essa na hora da emboscada, querido desbravador .Outra história referente aos insetos estar em Levíticos 11:20 acerca dos animais limpos e impuros, nesta lista, os insetos não são recomendados por Deus para alimento humano. Já no livro de Êxodo 23:28 o Senhor utilizou de vespas para abrir caminho a Israel. Que Deus maravilhoso ao criar estas criaturas.

Montando sua coleção de insetos Para montar sua coleção de 20 insetos é necessário você baixar o nosso próximo manual. O Guia de identificação e

Fotografias de Insetos , nele estão as principais ordens das subclasses de insetos. Parece difícil, mas você vai entender. Primeiro você deve se preocupar em que tipo de coleção você irá montar. Vamos te ensinar aqui a mais básica possível, já sabendo que encontrar materiais é por muitas vezes difícil.

1.COLETA Para coletar os insetos utilize de um pequeno pote de plástico ou de uma pinça. Jamais tente capturar um inseto com a mão. Ou tente montar um sugador de insetos.

2.MONTANDO A COLEÇÃO Depois que capturar o inseto com a ajuda de uma pinça metálica aplique um pouco de formol ou álcool 70, no tórax do animal. Espete – o com um alfinete e deixe-o secando em uma placa de isopor por 10 dias. Evitar colocar no sol para que não queime a carapaça do animal. Fixe-o no isopor de forma a fazê-lo ficar com as penas bem abertas. Depois transfiram para o quadro definitivo, colocando os insetos com cola de isopor ou cola quente. Lembrar de colocar naftalina no quadro. Se você não for utilizar dessa forma, pode coloca-los em pequenos frascos imersos em álcool ou formol, jamais em água para não desmanchar o bichinho Se na sua região for difícil a coleta de insetos, converse com o seu diretor para fazer um mural expositivo com fotos em seu clube. Dessa forma vocês conheceram os insetos, mesmo que não tenham coletado. 3.CLASSIFICANDO Os insetos devem agora ser classificados conforme a fichinha abaixo, quer você utilize de fotos ou de uma coleta, para montagem de sua própria caixa entomológica.


Lembre-se de consultar o nosso próximo guia para que você consiga cumprir a parte prática exigida por esta especialidades. Abaixo um modelo de Ficha de catalogação para colocar em seus insetos da sua coleção Espécie: (Nome científico da Borboleta) Data: 08/12/12 Espécie: (Nome científico da Borboleta) Local: www.mundodasespecialidades.com.br ou Data: 08/12/12 Parque Estadual Dunas do Natal ou foto tirada por Local: www.mundodasespecialidades.com.br ou Daniel Bártolo Parque Estadual Dunas do Natal ou foto tirada Ordem: Consultar O Guia identificação por de Daniel Bártolo e Fotografias de InsetosOrdem: Consultar O Guia de identificação e Fotografias de Insetos


Especialidade de Insetos