Page 305

”divino”, mas ela não tinha ideia real do que era a vida. — Não. Não seria divino — discordou Sheridan com firmeza, porém sorrindo. — Acredita no amor, Miss Bromleigh? Quero dizer, no amor entre um homem e uma mulher, daquela espécie que a gente vê nos livros? Eu não. — Eu… Enquanto hesitava em responder, lembrou-se da sensação de euforia que tinha quando Stephen se aproximava, como era delicioso conversar e rir com ele. Lembrou-se, acima de tudo, das emoções que a dominavam quando sentia enorme prazer com o beijo dele. Por um momento, foi como se tivesse voltado a fazer parte da ordem natural das coisas. Lembrouse de que se sentira realizada, completa, porque ele gostava dela. Ou estupidamente achara que ele gostava. De repente, percebeu que Julianna a fitava, expectante, e assentiu: — Eu já acreditei no amor. — E? — E descobri que pode ser muito doloroso quando ele existe apenas de um lado. Assim que fez a confidência, Sherry conscientizou-se, aturdida, de que sua guarda caíra só por ter se lembrado de um beijo. — Compreendo… — sussurrou Julianna. Os bonitos olhos cor de violeta eram adultos, sábios demais para a idade dela. Na opinião de Sheridan, a jovem tinha talento para escrever, e era uma observadora extraordinária. — Creio que não compreende — mentiu, com um leve sorriso. Julianna aceitou a observação com simplicidade e falou, pensativa: — Quando você chegou lá em casa eu senti… senti que fora profundamente ferida e percebi que tem muita coragem e determinação. Não vou lhe perguntar se foi um amor infeliz, como tenho a impressão de que foi, mas posso perguntar-lhe outra coisa? Estava na ponta da língua de Sherry dizer, numa repreensão, que era errado bisbilhotar a vida dos outros, mas Julianna era tão só, tão meiga e simpática que não quis magoá-la. — Se perguntar algo que não me deixe sem jeito…— respondeu, receptiva. — Como consegue ser uma pessoa tão serena? Sheridan sentia-se tudo menos serena naquele momento, e tentou brincar, mas o sorriso saiu forçado:

Profile for Keyllane Guedes (Key)

Até Você Chegar - Judith McNaught  

Até Você Chegar - Judith McNaught  

Profile for keyohkey
Advertisement