Page 283

45 — Não podemos nos atrasar! — Whitney lançou um olhar ansioso ao relógio, enquanto o marido tomava vagarosamente um gole de xerez. — Acho melhor irmos… — Nunca reparei que você gostava tanto de ópera— comentou Clayton, fitando-a com curiosidade. — É que as últimas montagens têm sido magníficas — respondeu ela, corando. Abraçou o filho antes que, sonolento, ele saísse da sala entre sua governanta e Miss Thornton. — Magníficas mesmo? — insistiu o duque, relanceando os sorridentes olhos azuis por cima do cálice. — Muito. Ah, sim, troquei nosso camarote com o de Rutherford por esta noite. — Posso saber por quê? — Porque a vista do lado do camarote de Stephen é muito melhor… — A vista de quê? — Dos espectadores. Quando ele ia abrir a boca para continuar perguntando, Whitney cortou: — Por favor, confie em mim e não faça mais perguntas, até que eu possa lhe mostrar o que quero dizer. — Olhe — sussurrou a duquesa, apertando o pulso do marido, tão agitada se sentia. — Ela está aí. Não… Não a deixe perceber que você a viu. Apenas movimente os olhos, não a cabeça. Lorde Claymore não movimentou a cabeça, mas em vez de olhar na direção que ela indicava, olhou para a esposa: — Eu gostaria muito de ter uma ideia do que você quer que eu veja. Nervosa porque tudo dependeria da reação do marido e da disposição dele em ajudar, Whitney cedeu: — É Sheridan Bromleigh. Eu não quis dizer antes, por medo que você resolvesse não vir. O rosto do duque endureceu no instante em que ouviu aquele nome, e nunca seus olhos tinham fitado os da esposa com tanta frieza.

Profile for Keyllane Guedes (Key)

Até Você Chegar - Judith McNaught  

Até Você Chegar - Judith McNaught  

Profile for keyohkey
Advertisement