Page 190

Naquela noite, ao jantar, elas tinham feito aos cavalheiros hilariantes descrições da aula de dança e do professor. Sheridan temera esse jantar com seu relutante noivo, mas a presença da duquesa-mãe, de Whitney e do duque haviam servido como apoio e distração. Na verdade, ela achava que era com esse propósito que eles jantavam lá. Caso se tratasse de um plano, era muito eficiente, porque ao fim da primeira noite Sherry passara a sentir-se à vontade na presença do conde e o tratava com cortesia, nada mais nada menos do que isso. Houve momentos em que teve a gratificante sensação de que ele se irritava por ter criado aquela situação; momentos esses em que ria com o irmão de Stephen e em que percebia que ele fazia cara feia, como se não estivesse gostando de alguma coisa. Houve momentos em que teve a impressão de que Clayton Westmoreland percebia a irritação do irmão e divertiase com ela, mas Sherry não podia entender por quê. Por sua vez, achava o duque de Claymore o homem mais bondoso, simpático e encantador que já conhecera, e disse-o ao conde na manhã seguinte, quando ele a surpreendera enquanto tomava o café da manhã. Na esperança de evitá-lo, ela decidira descer para o café mais cedo e surpreendera-se ao vê-lo entrar na pequena sala de desjejum com a maior naturalidade, como se sempre tomasse o café da manhã lá e não na luxuosa sala de jantar. E surpreendera-se mais ainda quando, ao elogiar o humor e o bom caráter de seu irmão, o ouviu retrucar, com sarcasmo: — Estou feliz em ver que encontrou seu ideal de homem perfeito. Então, erguera-se, deixando o café por terminar, e com a desculpa de trabalho a fazer deixara-a sozinha na sala, aturdida com seu modo de agir. Na noite anterior, depois do jantar, ele fora ao teatro; na noite antes dessa, ele também saíra, e Hodgkin contara que nas duas noites o conde voltara de madrugada. Whitney e a duquesa-mãe haviam chegado logo depois, encontrando-a ainda à mesa, imaginando se não seria a falta de sono que deixara Stephen de mau humor. Depois que contou o acontecido às duas mulheres, elas se entreolharam e exclamaram ao mesmo tempo: — Ele está com ciúme! Essa possibilidade, se bem que parecesse improvável, deixou-a intrigada. Tanto que Nicholas DuVille foi buscá-la à tarde para um breve passeio no parque e à noite, antes do jantar, ela comentou que ele era um companheiro agradável e bem-disposto, obtendo a mesma reação do conde, só que com palavras diferentes:

Profile for Key G

Até Você Chegar - Judith McNaught  

Até Você Chegar - Judith McNaught  

Profile for keyohkey
Advertisement