Page 1

Sutra do Coração OM, homenagem à venerável perfeição da sabedoria! O bodhisattva Avalokiteshvara, em profunda meditação Prajna Paramita viu claramente a vacuidade da natureza dos cinco agregados e libertou-se da dor. Ó Shariputra, forma não é senão vacuidade, Vacuidade não é senão forma; Forma é precisamente vacuidade, vacuidade precisamente forma. Sensação, percepção, reacção e consciência são também assim. Ó Shariputra, , todas as coisas são expressões da vacuidade. Não nascidas, não destruídas; não maculadas, não puras, Sem crescimento nem declínio. Assim na vacuidade não há forma, Sensação, percepção, reacção nem consciência; Não há olhos, ouvidos, nariz, língua, corpo, mente; Não há cor, som, odor, sabor, tacto, objecto; Não há campo de visão nem campo de consciência; Não há ignorância nem fim da ignorância. Não há velhice e morte nem cessação da velhice e da morte; Não há sofrimento nem causa do sofrimento. Não há caminho, não há sabedoria nem proveito. Sem proveito – assim os Bodhisattvas vivem esta Prajna Paramita Sem obstáculos na mente. Sem obstáculos e por isso sem medo. Muito para além das ilusões, Nirvana é aqui. Todos os Budas passados, presentes e futuros vivem esta Prajna Paramita E alcançam a suprema, perfeita iluminação. Por isso deves saber que Prajna Paramita é o sagrado mantra; o mantra de grande sabedoria, o melhor mantra. O mantra luminoso, o mantra supremo, O mantra incomparável Que dissipa todo o sofrimento. Isto é verdade. Por isso pratica o mantra da Prajna Praramita Pratica este mantra e proclama: GATE GATE PARAGATE PARASAMGATE BODHI SVAHA! Isto completa o Coração da Venerável Perfeição da Sabedoria.

Sutra do Coração  

Sutra que está na origem de parte do Chinkon

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you