Page 1

1


SUMÁRIO Centro Universitário Salesiano de São Paulo

03 - Atualidades

Unidade Americana 

09 - E ntrev ista

Campus Dom Bosco/ Rua Dom Bosco, 900. Santa Catarina. Fone (19) 34719700 Campus Maria Auxiliadora/ Av. de cillos, 0000, Pq.Novo Mundo. Fone (19) 34719700

A Revista InFOCO foi produzida pelo grupo SKAVUSKA, para fins Acadêmicos. Redatores Alex de Farias Ellen Peres Fabio Magalhães Júlia Naves Kelly Cristina Silva Marlene da Silva Pricila Gomes Suzeli Araújo

12 -

04 - Sustentabilidade

Rede s So-

13 -

06 - Pr omoç

Cha

rges

ões

Revisão Pricila Gomes Ellen Peres Capa Kelly Cristina B. Silva

15 - U nisal

Diagramação e Layout Fabio M. Magalhães 07 - Política

11 - Comentário SKAVUSCA

Participe da Revista InFOCO enviando opiniões, sugestões e temas para as próximas edições. 2


Música alta pode afetar memória e aprendizagem, aponta estudo. Agora, cientistas da Argentina mostraram que a reclamação dos progenitores não é pura chateação: através de um experimento com ratos, eles descobriram que o som alto pode afetar a memória e os mecanismos de aprendizagem. O trabalho foi realizado utilizando faixa etária entre 6 a 22 anos nos humanos. "Nós usamos ratos, pois eles têm um sistema nervoso semelhante aos seres humanos", disse à BBC Mundo Laura Guelman, coordenadora do projeto e pesquisadora do Centro de Estudos Farmacológico e Botânico (Cefybo) da Universidade de Buenos Aires (UBA). Preocupação com o planeta A quantidade de lixo acumulado na órbita do planeta, que são resíduos de tanques vazios de combustível e outras peças decorrentes de lançamentos de satélites, deixam as agências espaciais preocupadas como a NASA (Administração Nacional da Aeronáutica e do Espaço). A Astrium UK busca agora maneiras de solucionar o problema. O sistema criado conta com uma espécie de arpão, que trará os resíduos e satélites antigos de volta para a Terra.

Excesso de emails no trabalho aumenta estresse, aponta estudo. O excesso de e-mails nas empresas está relacionado com o aumento de estresse dos trabalhadores, assim como com a perda de produtividade das companhias, alerta um estudo elaborado pela Universidade Católica de Louvain, na Bélgica. "O excesso de emails e de informação em geral acarreta riscos sociais e psíquicos para os empregados e empobrece a empresa, se um trabalhador passa tanto tempo administrando as mensagens, essa atividade pode chegar a se sobrepor à atividade principal da empresa", disse a professora responsável pela pesquisa, Caroline SauvajolRialland."

No final do século é possível que todos queiram marcar presença na Lua As agências espaciais russas e europeias lançarão conjuntamente em 2016 e 2018 uma sonda e um robô motorizado para explorar Marte no projeto Exomars. A Rússia em 2018 não só garantirá o lançamento do aparelho, mas também todos os instrumentos técnicos e científicos e terá construído uma plataforma de aterrissagem no planeta vermelho até a data prevista.

IPHONE 5 x Galaxy s3 Uma pesquisa realizada por pesquisadores da organização ambiental americana Ecology Center, garante que o iPhone 5 tem menos elementos químicos tóxicos que o Galaxy S3.A pesquisa aponta o iPhone 2G como o aparelho mais tóxico testado ,e os aparelhos novos são melhores que os antigos.Os dois aparelhos são grandes concorrentes no mundo dos smartphones.

3


Cidades Sustentáveis Arquitetura sustentável A arquitetura sustentável passou a ser uma fortíssima aliada das cidades sustentáveis, pois ela busca métodos atuais e tecnológicos para fazer as construções mais ecológicas e deixar as áreas urbanas mais sustentáveis e mais bonitas. Na tentativa de diminuir os problemas de resíduos sólidos e a devastação que a construção civil causa no ambiente, no final da década de vinte criou-se o conceito de arquitetura sustentável, que tem como principal objetivo desenvolver projetos que sejam capazes de reduzir ao máximo o desperdício de recursos naturais durante a execução e obra final. Com o avanço da tecnologia, isso passou a ser possível, pois novos equipamentos são criados para fazer um uso mais eficiente, tanto dos materiais utilizados durante a construção dos imóveis, quanto aqueles que são indispensáveis para a sobrevivência humana. Técnicas como a reutilização de águas pluviais, uso de materiais ecológicos, energia elétrica gerada através da instalação de módulos fotovoltaicos ou até mesmo os chamados telhados verdes (vegetação aplicada no telhado das residências para manter o ambiente mais refrigerado) são métodos que auxiliam a arquitetura sustentável a usar de maneira mais inteligente os elementos que a natureza oferece aos seres vivos. A utilização dessas tecnologias pode tornar o orçamento da obra 5% mais cara, contudo, pode gerar uma economia de 30% nos gastos mensais de uma casa. E isso faz com que esse novo conceito de construção seja possível apenas para as camadas mais abastadas da população. É possível observar que já há no país investimentos nesta área, principalmente para os prédios residenciais, pois é observado o crescimento de interesse da população por empreendimentos que visam a sustentabilidade. Porém é necessário seguir alguns critérios obrigatórios para obtenção de selo sustentável. 4


Arquitetura sustentável Atitudes mais ecológicas Atualmente existem diversas possibilidades para que as pessoas tentem deixar suas casas mais ecologicamente corretas. Por meio de instalação de lâmpadas de LED, pintar as paredes de cores claras para propagar melhor a luz, fazer coleta seletiva, dentre tantas outras opções que auxiliam a não desgastar exacerbadamente os recursos e preservá-los .

No Brasil O país, mesmo que em passos lentos, está trabalhando para o desenvolvimento sustentável na construção civil, e o ápice desta ação é a implementação no maior programa habitacional federal que é o Minha Casa, Minha Vida. Casas que serão construídas seguindo os critérios sustentáveis como: aquecimento solar, introdução de redução no consumo da água, dentre outros. É um avanço muito importante, pois, é a chance de pessoas de baixa renda adquirirem uma residência sustentável, o que pode ser o inicio de uma democratização para este tipo de moradia que só é acessível a poucas pessoas. Há ainda muito o que avançar, e os projetos propostos pelo governo para a Rio+20 devem ser colocadas em ação, pois o país tem condições sim de ser um modelo de país sustentável.

Ações internacionais Alguns países tem se adaptado muito bem nessa nova era sustentável, e tomaram ações que são modelos que podem ser seguidos por outros países, como por exemplo, na cidade Basiléia localizada na Suíça, em 2002 o governo implantou uma nova lei que obriga as novas construções, ou reformas a tornar seus tetos verdes, ou seja, a darem vida para seus telhados, torná-los habitat para insetos, aves e outros animais, com isso eles mantém a biodiversidade urbana local. A lei foi tão aplicável que já existem mais de 2000 edifícios com telhados verdes e uma redução significante de energia.

5


6


A importância da Política da Rússia A história da política na Rússia é marcada por episódios extremamente fortes, que foram capazes de influenciar vários países durante um bom período de tempo. Governada durante três séculos pela dinastia Romanov, o país enfrentou sérios problemas de miséria e atraso tecnológico que só começaram a ser amenizados com a criação da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas. Que foi desenvolvida a partir dos ideais de Karl Marx contra o capitalismo. A Guerra Fria foi um dos acontecimentos mais importantes da história atual e que trouxe grande visibilidade para o país. O avanço tecnológico que a Rússia alcançou durante a Segunda Guerra Mundial, foi o ponto primordial para que esta se tornasse uma potência econômica quase equiparada aos Estados Unidos da América. Mesmo com o fim da União Soviética a tecnologia do país veio se desenvolvendo cada vez mais e atualmente é a principal fonte de investimento no governo de Vladimir Putin. O crescimento econômico do país colocou-o entre os BRICS (Brasil, Rússia, Índia e China e África do Sul ) que são países emergentes com uma perspectiva de desenvolvimento de suas economias bastante acelerado e que, segundo alguns estudiosos podem vir a se tornarem um bloco econômico maior do que o G6 (Estados Unidos, Japão, Alemanha, Reino Unido, França e Itália), mas isto é pouco provável já que o bloco dos países desenvolvidos é extremamente forte. Esse novo patamar trouxe maior visibilidade para Rússia, fazendo com que suas relações internacionais aumentassem e suas decisões políticas influenciem outros países. A relação interna do governo atual ainda é polêmico, a população se mostra mais atenta a cada dia, e essas ações visando o crescimento acarreta um estreitamento interessante entre população e a política governamental. busca para a resolução dos problemas que causam estas manifestações poderão amenizar essas ações e evitar um risco político maior.

7


Vladimir Putin está há treze anos no poder da Rússia, com três mandatos presidenciais e dois de primeiro-ministro. Mesmo com altas críticas da imprensa e manifestação popular, Putin tem alto índice de aprovação entre os russos, não se sabe ao certo se esta democracia é imposta ou livre, pois o estilo de votação ainda não possui nenhum tipo de tecnologia, os votos são em papel e não é obrigatório, porém sua posição quanto à nacionalização do petróleo e controle dos meios de comunicação encontram respaldo na população, que vêem um futuro mais democrático para o país. O governo de Putin, que impera há anos, não vêm agradando a todos, as manifestações ainda são da minoria, grande parte da população russa se mantêm no status quo, preferem se manter ao lado de Putin, e não possuem iniciativa, o que não significa que as manifestações são fracas e não abalam o governo, pelo contrário. Há quem diga que essas manifestações podem fazer com que o regime político atual, caia aos poucos. Um grande fato que ganhou atenção da mídia internacional foi a manifestação da banda Pussy Riot, um trio de mulheres que entoaram uma canção anti-Putin, dentro de uma Igreja Ortodoxa, que por sua vez possui um grande elo com o governo, esse protesto ocorrido em agosto deste ano, divergiu opiniões no país, não somente pelo fato da manifestação em si, mas a medida paliativa do governo. A justiça condenou a banda em dois anos de prisão, o que foi visto como um exagero, já que elas não causaram nenhum dano material ou corporal. Este foi um fato que causou grandes prejuízos a imagem da Igreja, e até mesmo para a oposição que se viu a frente de uma imagem polêmica, retrocedendo a conquista de mais pessoas para esta rede contra o governo. Outras manifestações ainda acontecem, e Putin tenta controlar, para evitar uma fragmentação do regime, mas somente com uma maior flexibilidade, e busca para a resolução dos problemas que causam estas manifestações poderão amenizar essas ações e evitar um risco político maior.

8


Entrevista com com oo blogueiro blogueiro que que ama ama aa Entrevista

RUSSIA RÚSSIA

Fabrício Yuri Vitorino é mestrando pela USP em língua e literatura russa, formado em Jornalismo pela UFF e Letras Português-Russo pela UFRJ, com especialização na MGU de Moscou. È jornalista e têm um blog chamado “Falando Russo” onde disponibiliza notícias do país e histórias de quando lá morou. O blogueiro aceitou fazer uma entrevista com a Infoco para falar um pouco sobre suas experiências no país e a atual política desta nação.

Você ou alguém próximo possui descendência Russa? Dê onde surgiu esse interesse pelo país? Não possuo. Meu interesse começou pela literatura - afinal, os clássicos russos são um filão poderoso - e se estendeu a todos os campos - incluindo aí geografia, política, história e até antropologia. O que te motivou a fazer um blog sobre a Rússia? Depois de ter morado na Rússia por algum tempo, falar a língua e acumular muitos “causos”, decidi colocar isso em prática. Devia ter começado antes, mas fiz quando foi possível. No blog, além de escrever sobre o que eu gosto, ainda tenho a chance de me manter motivado, estudar e não perder tudo o que acumulei, como vi muitos de meus amigos e mentores fazerem. Quais características da política Russa, principalmente do atual presidente Vladimir Putin, você conseguiu observar durante o tempo em que morou no pais? Essa é uma pergunta impossível de simplificar. Uma visão geral e simplista é: Putin, para bem ou para mal, é o homem certo no lugar certo. Tem o objetivo único de recriar um universo extinto com a morte da União Soviética, gerir o espólio comunista, e, partindo do zero, fazer com que uma economia inexistente se torne uma das maiores potências do mundo. Porém, Putin não se importa com o alto preço que isso tem: cerceamento de liberdades, autoritarismo, altíssimos níveis de corrupção e aumento significativo do abismo social, criando uma classe média até então inexistente. O russo médio, apesar de se interessar muito por política, não vê muito valor na tal 'democracia' vendida pelo ocidente. Para eles, a Rússia e seus valores são únicos e incompreensíveis para nós. Existe alguma semelhança entre a política/população russa e brasileira? São dois povos muito amistosos. Adoram diversão, adoram conversa, são receptivos, não desanimam fácil e amam seus países de uma forma única. Infelizmente, também são dois povos que tendem à corrupção, ao jeitinho e são 'rebeldes' socialmente: sempre tendem a se achar acima da lei.

9


Qual fato você acredita que desencadeou inúmeras insatisfações da população recentemente contra o governo? O cerceamento das liberdades civis, a manipulação do jogo político e a falta aparente de democracia, como concebemos no ocidente. Entretanto, o fenômeno “marcha dos milhões” é muito mais valorizado no ocidente. O russo médio não adere e tende a preferir a tosca democracia russa do que os valores supostamente vendidos pela Europa e EUA, que continuam sendo antagonistas morais da Rússia. Putin é e continuará sendo a principal locomotiva política da Rússia. Ao menos até que a oposição consiga se unir e propor alguma alternativa, o que, hoje, não só não existe como está muito longe de acontecer. Acredita na democracia da Rússia? Acredito na democracia russa. Cada país tem seus valores. A democracia russa tem tanto valor quanto a democracia brasileira, que obriga cidadãos a votarem e permite fenômenos únicos, como o coronelismo, a compra de votos e o uso indiscriminado da máquina pública como fator de manipulação política. Acredita ser algo vantajoso para o país ser membro dos BRICS? Depende do que se entende como vantajoso. BRICS não são, oficialmente, um grupo. Mas um conceito cunhado em 2001 para agrupar países emergentes com características econômicas similares. Ser um BRICS não traz vantagem alguma, a não ser como barganha política. Porém, são países com especificidades que proporcionam diferenças tamanhas que, mesmo entre si, esses países tendem a um certo canibalismo, já que disputam o mesmo espaço na economia mundial. Esse novo bloco pode vir a ser maior que o G6? Improvavelmente. Os países emergentes tendem sempre a serem celeiros dos desenvolvidos. Enfrentam problemas gravíssimos como a corrupção, a falta de transparência e instabilidades econômicas, além do abismo social que divide as classes mais altas das mais baixas. E a própria competição interna vai fazer com que, num futuro próximo, suas economias tendam a não se alinharem mais. Afinal, é muito mais difícil achar semelhanças entre Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul do que diferenças.

10


REDATORES: “A Rússia possui uma história de muitas lutas por liberdade e democracia. Milhares de pessoas foram mortas até conseguirem atingir este objetivo. Atualmente a “democracia” não é tão justa como aqui no Brasil, pois o governante Putin “impera” o país há anos, mesmo com o sistema eleitoral. Mas a Economia é forte e acredito que com os investimentos em tecnologia que vêm sendo feitos o país irá crescer muito nos próximos anos.” Kelly Cristina B. Silva "É muito interessante conhecer a história da Rússia. Apesar de ser um país que causou muito sofrimento ao seu povo, que viveu tantas guerras, onde tantas pessoas morreram e passaram necessidades, hoje a Rússia tem se tornado um país melhor que busca melhorar a cada dia a qualidade de vida da população." Marlene M. da Silva “Toda evolução traz consigo grandes injustiças, mas necessárias para a organização da sociedade, com a Rússia não foi diferente. Apesar de ser um país “polemico”, a Rússia possui uma cultura tão interessante quanto a do Brasil. A formalidade, pontualidade do povo russo faz com que nós brasileiros tenhamos um ‘pouquinho’ de inveja”. Ellen Peres “Um país com profunda transformação política, econômica e tecnológica ainda nos dias de hoje, outrora abandonou um regime socialista, passando por lutas internas e externas, um país com altos e baixos, que tem demonstrado confiança e convicção nos seus objetivos por meios de produção e no planejamento econômico centralizado, para um sistema oposto o do Capitalismo.” Fabio M. Magalhães “O país da Rússia com o fim da URSS não desapareceu no mapa e continua a ser uma grande potência. Nos últimos 20 anos, a Rússia mudou radicalmente, o ritmo da integração política e econômica, e tem crescido junto com a globalização”. Suzeli Oliveira “Sempre me interessei pela história da Rússia, e ter a oportunidade de estudá-la no curso superior foi uma experiência bastante enriquecedora. Apesar do assunto “Política da Rússia” ser um tanto extenso e acabar se tornando um pouco chato foi importante ver o quanto a política desse país se desenvolveu no decorrer dos anos”. Pricila Gomes “Falar sobre a Rússia, foi e está sendo muito interessante, pois, observava nos telejornais muitas notícias da Rússia, mas nunca busquei me aprofundar. Este trabalho faz com que todos nós conheçamos um pouco mais do mundo em que vivemos”. Júlia Naves “Uma das nações mais polemicas da historia, em seus conflitos e formas de governo, que ainda hoje detém posse de um território de dimensões continentais. A Rússia hoje se mostra renascer pós-erros do passado, com sua forte agricultura (produção de cereais), teatro e cinema, estão sem duvidas, reconquistando seu espaço”. Alex de Farias

11


As redes sociais estão se tornando ferramentas importantes para seleção de funcionários nas organizações. A constante busca por perfis específicos encontrou neste meio de comunicação um aliado de força, pois as pessoas disponibilizam informações detalhadas sobre sua vida e personalidade. Assim as buscas por profissionais ficaram mais seletivas, e os profissionais de recursos humanos obtêm agora um meio, além dos tradicionais para a seleção do melhor colaborador. Sendo assim, é necessário ter cautela com o que se compartilha nas redes sociais, pois a falta de bom senso pode acarretar a perda de uma vaga em um processo seletivo ou até mesmo a perda do emprego atual. O que as empresas buscam nas redes sociais? O perfil mantido nas redes sociais pode ser considerado o espelho da personalidade de cada um e permite que uma pessoa demonstre seu conhecimento, divulgue suas ideias, comunique características de sua personalidade e o seu potencial. Para as empresas, isso da à possibilidade de localizar profissionais que tenham as competências essenciais que procuram. As empresas têm utilizado as redes sociais para buscar profissionais criativos, com capacidade de estabelecer relações de longo prazo, de pensar em temas complexos, que atuam pautados por colaboração, inovação e cooperação e assim propor soluções novas, como o novo ambiente dos negócios propõe. Postagens, contatos e

demais atividades nas redes sociais também permitem checar se os candidatos são pró-ativos e atuam guiados por valores semelhantes aos da empresa. As redes sociais despertam cada vez mais o interesse de usuários que estão em busca de novas amizades, estreitarem relacionamentos, notícias e principalmente compartilhar ideias, momentos e vivências. U-

ma forma de compartilhar tais momentos é a criação de álbum de fotos, neles as pessoas divulgam viagens, festas, encontros etc. Mas é preciso ter muito cuidado com o que é divulgado, pois pode acarretar problemas para a vida profissional e até mesmo pessoal. Não há problema algum em frequentar baladas, voltar para casa de madrugada ou passar o final de semana com um grupo de amigos, todos podem e devem usufruir de momentos assim, mas o compartilhamento dessas informações deve ser cuidadoso. Evite expor fotos em festas com bebidas alcoólicas, reclamar em posts do fato de ter que ir trabalhar, falar mal do chefe ou dos colegas de trabalho, comentar e também compartilhar durante o expediente, pois é prejudicial, porque fogem das regras de comportamento. É recomendável que se crie álbuns personalizados com acesso restrito, para evitar que um profissional de recursos humanos encontre fotos indesejadas, pois o julgamento prévio será eminente e o velho ditado é valido “a primeira impressão é a que fica”. E o funcionário deve ser avaliado por suas aptidões intelectuais e não por aquilo que faz ou deixa de fazer em seus momentos de descontração. Mas devido a enorme concorrência por vagas no mercado de trabalho, qualquer comportamento irregular pode ser um critério de eliminação do candidato. 12


13


14


15

Revista PROPAI  

REVISTA POPAI

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you