Issuu on Google+

Sistema de Informação de Atenção Básica


O que é o SIAB? O Sistema de Informação da Atenção Básica foi implantado para gerenciar as informações obtidas pelas equipes do Programa Estratégia Saúde da Família – ESF, que atuam nas cidades brasileiras e que são parte integrante do Sistema Único de Saúde SUS.


Embora seja um banco de dados relativos à saúde, ele fornece, também, algumas informações sobre as características construtivas e o acesso à infraestrutura e serviços urbanos de domicílios nos diversos setores das cidades, tanto urbanos quanto rurais, podendo, dessa forma, ser usado como fonte de informações sobre a precariedade habitacional.


Informações podem ser obtidas pelo SIAB

As informações do SIAB permitem três níveis de análise e possibilidade de desagregação dos dados, são eles: (i) Município, (ii) Microáreas e (iii) Moradia.


Como obter os dados gerais do município Acesse o site http://www2.datasus.gov.br/SIAB/index.php?area=04

Selecione situação de saneamento Selecione o Estado desejado


Como obter os dados gerais do município

Selecione Linha: Município Coluna: Não ativa Conteúdo: Selecione as variáveis

Selecione a data.

Selecione o município.

Clique em “Mostra”


Exemplo de tabela gerada com as variรกveis selecionadas.


Como obter os dados relativos às áreas do município? Cada Agente Comunitário de Saúde - ACS tem uma área de atuação específica, na zona urbana ou rural, que constitui uma microárea, que corresponde ao conjunto de famílias assistidas por ele. O conjunto de microáreas constitui a área de cobertura das Equipes de Saúde da Família.


A definição das áreas e microáreas é feita pelo coordenador do PSF do município.

Os dados de cada microárea são reunidos num relatório e passados, mensalmente, ao funcionário da prefeitura responsável pela coleta e envio dos dados ao DATASUS.


As informações disponíveis no site do Departamento de Atenção Básica – DAB apresentam apenas as informações gerais do município.

Os dados referentes a cada microárea dos ACSs somente podem ser obtidas nas secretarias municipais de saúde, ou no setor da Prefeitura responsável pela compilação dos dados do SIAB do município.


Onde são registradas as informações de cada domicílio? Na Ficha “A” são registrados e cadastrados os dados de cada domicílio visitado pelo ACSs e é preenchida na primeira visita que o agente faz à família, correspondendo uma ficha por família/domicílio e atualizada sempre que houver mudanças. Essas informações são repassadas mensalmente ao setor do município responsável pelo SIAB.

Figura 1 – Detalhe do verso da Ficha A do SIAB Fonte: BRASIL (2003).


No Relatório A4 são consolidados os dados de cada microárea.

Relatório Consolidado da Prefeitura Municipal. Fonte: Prefeitura Municipal de Água Fria, 2012.


As informações que podem ser obtidas pela ficha “Consolidado das famílias cadastradas”, e que interessa para a caracterização da precariedade habitacional são:        

Zona; PSF; Microárea; Responsável; Nº pessoas; Nº famílias; Nº domicílios; Tipo de casa (tijolo, taipa revestida, taipa não revestida, madeira, material aproveitado e outros);  Destino das fezes (sistema de esgoto, fossa, céu aberto);  Com energia elétrica;  Abastecimento de água (rede pública, poço e outros).


As informações de cada microárea podem ser copiadas para formar um banco de dados da situação de domicílios do município.

Figura X – Tabela Excel gerada a partir dos dados do Relatório Consolidado da Prefeitura Municipal Fonte: Denaldi et. al. 2013.


Detalhe da planilha de dados formados a partir do SIAB. Zona

PSF

Zona Urbana

Nº Nº pessoa domicilios n familias s

Tipo de casa Taipa taipa nao Madeira revestida revestida

Microarea

Responsável

001 - Centro de Saúde de Água Fria

1

Jenivaldo Santos Barbosa

496

161

161

1

148

12

0

0

0

Zona Urbana

001 - Centro de Saúde de Água Fria

2

Odair Adriano Miranda Lopes

382

123

123

0

103

20

0

0

0

Zona Urbana

001 - Centro de Saúde de Água Fria

5

Filomena Barreto dos Santos 341

100

100

80

10

10

0

0

0

Zona Urbana

001 - Centro de Saúde de Água Fria

6

Edivanio Santos Lima

367

93

93

80

7

5

1

0

0

Zona Urbana

001 - Centro de Saúde de Água Fria

7

David de Jesus Ribeiro da Silva

187

48

48

47

1

0

0

0

0

Zona Urbana

001 - Centro de Saude de Agua Fria

9

Jovita Araujo de Carvalho

471

142

142

141

0

0

1

0

0

Zona Urbana

006 - PSF Sede II

2

Antonio Ferreira da Silva

265

93

93

79

14

0

0

0

0

Zona Urbana

006 - PSF Sede II

3

Vilma Maria Alves dos Reis

468

139

139

136

2

1

0

0

0

Zona Urbana

006 - PSF Sede II

4

Valquiria Antonina de Cerqueira

400

127

127

97

30

0

0

0

0

Zona Urbana

006 - PSF Sede II

5

Jose Nilton Barreto de Jesus

428

127

127

92

22

13

0

0

0

Zona Urbana

006 - PSF Sede II

6

Edinamar Ferreira dos Santos

577

194

194

194

0

0

0

0

0

Fonte: Denaldi et. al. 2013.

Tijolo

Mat. Ap Outros


A partir desse banco de dados é possível, por exemplo, gerar gráficos por tipo de carência de cada microárea, usando programas como Excel.

Água Fria: Carências nas microrregiões (setores dos ACS) segundo SIAB 2010. Fonte: Denaldi et. Al. (2013).


Ou gerar mapas por tipo de carência de cada microárea. Para isso, a prefeitura deverá disponibilizar o mapa com os limites de cada uma delas.

Água Fria, Sede: esgotamento sanitário segundo os dados do SIAB (2010). Fonte: Denaldi et al (2013).


Como obter os dados de cada moradia? Os dados disponíveis na prefeitura são os 'consolidados' de cada microárea de atuação dos ACSs.

Os dados de cada moradia ficam registrados em ficha em papel - a Ficha A, em poder dos agentes comunitários, e só podem ser acessados com a consulta diretamente em cada uma delas.


Por fim, merece destacar que os Agentes Comunitários de Saúde – ACSs são grandes conhecedores das áreas onde atuam e realizam visitas sistemáticas às famílias residentes em áreas urbanas e rurais. Portanto, além das informações constantes nas Fichas A, entrevistas com os mesmos podem revelar detalhes das condições habitacionais e ambientais do município e devem, por conseguinte, ser aproveitados no processo de elaboração do diagnóstico para o desenvolvimento de planos e programas habitacionais.


Referências ÁGUA FRIA, município de /Direito à Justiça. Plano Local de Habitação de Interesse Social de Água Fria – Relatório Final. Água Fria: Água Fria/Direito à Justiça, 2009. Denaldi et al. Metodologia de identificação e dimensionamento da precariedade habitacional em pequenos municípios brasileiros: uma leitura a partir de diagnósticos habitacionais desenvolvidos em cidades da Bahia. Santo André, Relatório de Pesquisa, 2013. DENALDI et al. Utilização do Sistema de Informação da Atenção Básica para identificar a precariedade habitacional no território dos pequenos municípios. IN: DENALDI, R. (Org.) Planejamento Habitacional: notas sobre precariedade e terra nos Planos Locais de Habitação. São Paulo, 2013.


Coordenação Geral Maria de Lourdes Pereira Fonseca

Equipe Conteúdo Rosana Denaldi (Coordenadora) Maria de Lourdes Pereira Fonseca Ana Gabriela Akaishi Eleusina Layôr Holanda de Freitas Robson Freire de Carvalho Basílio Alves Lilian Farias Gonçalves


EQUIPE DE PROFESSORES E TUTORES (EaD)

Professores Rosana Denaldi Maria de Lourdes Pereira Fonseca Ana Gabriela Akaishi Camila Nastari Fernandes Tutores Camila Caroline Zeni Silva Henrique Gonçalves da Silva Jéssica Priscila da Silva Joyce Louise da Silva Costa Leandro Sorrenti Leonardo Santos Salles Varallo Pollyanna Helena da SIlva Tatiana Peixoto Gonçalves


Apoio Administrativo Andreia Prando da Cunha PROEX - UFABC


COORDENAÇÃO TECNOLÓGICA E EQUIPE MULTIDISCIPLINAR DE EAD Designer Instrucional Dilma Bustamante Braga Revisora de AVA Fernanda Paiva Furtado da Silveira

Tutora Audréa Prado Web Design e Suporte Técnico: Ricardo Guiotti Fernando Costa

www.keeplay.com


RevisĂŁo de Texto Dilma Bustamante Braga Fernanda Paiva Furtado da Silveira Colaboradora: AudrĂŠa Prado


Parceiros DEMACAMP Planejamento, Projeto e Consultoria SS Ltda. OSCIP Direito à Justiça Fundação AVSI

Financiamento Ministério da Educação Secretaria de Educação Superior (PROEXT 2013) Apoio Ministério das Cidades - Diretoria de Desenvolvimento Institucional Caixa Econômica Federal


Tutorial SIAB