Page 22

A equipe de coordenação A equipe que coordenará a coleta seletiva tem papel fundamental, competindo á ela: 

definição das metas e objetivos a serem atingidos;

definição do cronograma de atividades, áreas prioritárias e sistemática de trabalho;

avaliação do sistema implantado, incluindo a realização de pesquisas e estatísticas sobre o andamento dos trabalhos, a opinião pública, os materiais processados, receitas e despesa;

estudo das viabilidades de expansão das áreas atendidas;

busca de mercado comprador para os produtos recicláveis e novas possibilidades de aproveitamento. Em face do caráter das atividades sob sua responsabilidade, a equipe de

coordenação deverá ser composta por representantes da prefeitura e, evidentemente, dos diversos atores envolvidos em eventuais parcerias.

4. mão-deobra, Equipa mEntos e instalaçõEs

Os recursos necessários Para o sucesso da coleta seletiva, deve-se dispor de equipamentos, instalações físicas e pessoal em qualidade e número suficientes à meta pretendida. É compreensível que, à maioria dos municípios, a obtenção desses recursos apresente algumas dificuldades de ordem técnica e financeira, inviabilizando a implantação da coleta seletiva em todo o município numa única etapa. Essas questões deverão ser analisadas atentamente, tendo-se sempre em mente os recursos disponíveis, que poderão atuar como fator limitante, preponderando sobre os demais. A formação de parcerias com associações e cooperativas de catadores não dispensa a confrontação dos recursos humanos e materiais disponíveis com as metas pretendidas. Aliás, em face do íntimo relacionamento com a comunidade, independentemente da origem da mão-de-obra, o treinamento prévio é imprescindível.

21

26459003 miolo.indd 21

14.02.08 11:20:20

Coleta Seletiva em Prefeituras  
Coleta Seletiva em Prefeituras  

Coleta Seletiva em Prefeituras Ambiente SP

Advertisement