Issuu on Google+

GRUPO B Embora o corsário de olhos diabólicos não tenha feito indagações que exigiam um elevado grau de conhecimento, restou provado que esses sujeitos se tratam de meros idiotas. Parece que a tentativa de análise da personalidade e modo de agir/pensar de seus contendores foi um completo sucesso. O que provou a sua linha de raciocínio foi o modo de ataque de seus oponentes. Como assim? A forma selecionada pelos seus adversários ao iniciar o combate foi o método de perfuração que objetivam causar em seus adversários ferimentos perfurantes. Mas o que isso tem haver com a comprovação de sua linha de raciocínio? Geralmente, raras são as pessoas que iniciam combate com o método de perfuração. As suas experiências obtidas contra os usuários de lanças, adagas e espadas atestam que os mais experientes sempre analisavam os seus oponentes antes de promover um ataque tão arriscado já que esse tipo de ataque deixa várias falhas evidentes em seus estilos de combate. Contudo, o espadachim prefere não subestimá-los e enfrentar com toda a sua força. Nesse sentido, decide reativar as suas habilidades derivadas de seu poder de captação já que o corsário tem uma melhor percepção do que acontece a sua volta e evitar com que os ataques de seus inimigos o provoquem surpresas. Sendo assim, de primeiro plano, o espadachim prefere desviar de todos os golpes de perfurações promovidos por seus oponentes e decide ficar somente na defensiva. O objetivo disso consiste em observar atentamente todos os movimentos promovidos


por seus adversários enquanto que aproveitava para fazer as leituras dos níveis de poderes de cada um com a sua habilidade de leitor.

GRUPO B Não é que o espadachim somente esteja na defensiva, o desgraçado membro da família Raiden prefere procurar por aberturas derivado das eventuais falhas execução dos movimentos ao tentar atacá-lo. Raiden não quer gastar as suas energias e nem fazer movimentos desnecessários contra os seus oponentes. A sua finalidade é ser efetivo no momento da execução de suas ações ofensivas e ter êxito com perfeição. Para aumentar as suas chances, Kyo decide liberar a sua áurea assassina advinda de seu instinto com o escopo de deixá-la mais evidente. As suas intenções de promover carnificina sem sombra de dúvidas são claramente notórias. Para mostrar que não estava para brincar, Kyo dará início aos seus ataques. Antes disso, para tentar conseguir executá-los com precisão, Raiden pressiona fortemente a tsuka da espada de madeira que havia sido fornecida por Reagan Jones com a sua mão direita. A razão disso é para dar mais firmeza ao ataque que pretende fazer. O motivo disso é simples de ser compreendido. Ao projetar toda a sua força na espada de madeira as chances de causar mais danos aos seus oponentes seriam maiores porque toda a pressão advinda do peso de seu ataque será imediatamente transferida no corpo do oponente. Para fazer que seu plano realmente dê certo, o corsário de olhos escarlates tem que tentar desviar de todos os ataques desferidos por seus contendores ou na


impossibilidade de fazer isso, se o oponente for veloz, tentar bloqueá-los de modo que não tenha dano algum.

GRUPO B O motivo disso é que o espadachim realmente estava aguardando o momento ideal para agir. Assim, tentaria desviá-los em seu último instante. Isto é, para depois dar início aos seus ataques com intenções de ceifar as vidas de seu oponente. Afinal, a paciência é uma das virtudes que o espadachim mais tem. Nesse caso, precisaria de bastante atenção em observar os ataques desferidos por seus inimigos. Sendo assim, na hipótese do corsário conseguir desviar de todos os ataques promovidos por seus oponentes, o seu modo de agir simplesmente seria assumir a sua postura de batalha. Isso porque essa lhe permitiria tentar executar um movimento circular com maior facilidade, bem como aumentar as chances de êxito de tentar acertar todos que estavam em sua zona de alcance. No caso, o objetivo é acertar a região estomacal/abdominal de seus inimigos. Na hipótese de não conseguir desviar de todos, tentaria se defender, com destreza, por meio de seu poder de defensivo advindo da sua capacidade natural de bloqueio e, em ato contínuo, tentará executar os mesmos movimentos de rotação para pegar os seus inimigos desprevenidos.


Em seguida, o pretenso pirata tenta fazer as leituras de forças e das pretensas ações de seus adversários objetivando tentar encontrar as falhas derivadas de seus respectivos movimentos, bem como escolher a melhor medida cabível para tentar abater o seu oponente caso tenham conseguido desviar, suportar ou bloqueá-lo.

GRUPO B O objetivo do espadachim consistia em realmente matá-los. Todavia, gostaria de deixar pelo menos um sobrevivente para contar história e lhe fornecer as informações necessárias do que estaria ocorrendo na ilha. Ademais, o samurai errante de olhos carmesim, enquanto se defende/desvia, por meio de seu campo de visão tenta procurar uma espada de madeira que pudesse utilizá-la nos combates que estão sendo travados nesse instante. Na impossibilidade disso, pelo mesmo mecanismo, procura por pessoas que possam lhe fornecer uma espada de madeira. Kyo não poderia utilizar qualquer arma por determinações de seu mestre “Senseisama”. O motivo da procura por outra espada de madeira consiste no manejo da mesma para que possa ser possibilitado o gozo de sua variação de estilo mais forte aprendida: O estilo Nittouryuu. Nesse sentido, o espadachim começa a olhar para os seus lados. Ao olhar para os lados, percebe que Nick também está em situação parecida. Possivelmente iria enfrentar dificuldades ao enfrentar esses adversários. Enquanto isso tentava verificar como estaria a situação de Reagan Jones e Victor Mechatork.


Não que isso lhe importasse, mas para a satisfação de seus próprios interesses o corsário de olhos demoníacos. O que no caso seria a obtenção de outra ferramenta para utilizá-lo em seu combate. Para tanto, Kyo decide primeiro indagar Nick.

GRUPO B RAIDEN D. KYO: Oe...Nick...você está muito ocupado ae? Você tem alguma espada de madeira que possa me emprestar? Quero utilizar meu estilo de duas espadas logo...temos que acabar com esses combates o mais breve possível para descobrir como viemos parar aqui...então vê me arrume uma espada logo.... “Se eu realmente não conseguir arrumar outra espada de madeira, infelizmente terei que utilizar aquilo...não gostaria de utilizar contra esses oponentes...” – Pensava Kyo enquanto aguardava a resposta de Nick. Sem tentar depender muito desse rapaz, o corsário chama por Mechatork para ver se o mesmo pudesse lhe fornecer alguma espada. RAIDEN D. KYO: Victor... É esse seu nome né? Tem alguma espada de madeira? Estamos enfrentando dez oponentes... Se puder me fornecer uma ajudaria bastante...e o tempo de duelo seria bastante reduzido caso consiga uma...


Desse modo, o samurai errante de olhos escarlates aguardava as respostas quanto às indagações formuladas para os rapazes enquanto que esperava o posicionamento de seus oponentes em como os mesmos irão agir a partir de então.


Evento Hidaka-O/Kuroki-E 1