Issuu on Google+


Muita gente discute sobre a importância do Natal. Uns alegam que ele é apenas uma ferramenta da sociedade capitalista para motivar ainda mais o consumo. Outros enxergam nesta época do ano um período de maior irmandade e fraternidade entre os povos. Nós, do “Jornal Central”, estamos neste segundo grupo. Apesar de concordarmos com os que pensam que a sede de comprar (e de vender) também é intensificada nesta época do ano. Mas preferimos enxergar o outro lado da moeda. Optamos por valorizar o Natal e todo o sentimento de união que ele nos traz. Aos nossos olhos, parece que nesta época, os corações ficam iluminados pelo amor que deveria prevalecer em todos os demais meses. Os olhares são mais amáveis, as palavras mais sinceras e tudo ao nosso redor parece transbordar paz. Neste sentimento de fraternidade, passamos a enxergar melhor a realidade e a necessidade dos nossos irmãos. E aprendemos a valorizar ainda mais a atitude de pessoas como as do grupo de voluntários que se uniu para reestrutura a Vila Vicentina de Morada Nova de Minas. A iniciativa é capa desta edição e nos mostra o quanto é importante se mobilizar em

prol do outro. Porque a forma mais sincera de amar, é agir a favor de alguém. Assim como fizeram também os organizadores do Feriadão Esportivo em Quartel Geral, evento que também é tema de reportagem desta edição. Amar é também lutar para defender a mãe de todos nós, a Natureza. Como tem feito o farmacêutico Nick Roger de Castro, que trabalha incansavelmente para recuperar a Lagoa de Quartel Geral. São exemplos assim que nos fazem seguir adiante e acreditar em dias melhores. Por esse e por outros milhares de motivos, nós gostamos sim do Natal. Que todos nós possamos prolongar esse sentimento de igualdade, fraternidade e amor pelos próximos doze meses. E que saibamos que por maiores que sejam as nossas limitações, sempre podemos fazer algo para melhorar a vida de alguém.

Prendam os menores! Onde? J osé Infort únio t em 16 anos. Nunca conheceu o pai. A mãe se prostitui para consumir crack. Infortúnio passa a maior parte do tempo na rua. Não pisa na escola desde os 12 anos. A professora não sentiu falta, os colegas não se importaram e a mãe estava chapada demais para perceber que o filho não ia mais às aulas. Como não frequentava a escola, ele passava boa parte do tempo jogando bola. Numa dessas peladas, foi abusado sexualmente por três garotos com idade entre 15 e 18 anos. Não se queixou com ninguém. Chorou por alguns minutos e voltou para casa, ou melhor, para o barracão de dois cômodos com cheiro de urina e povoado por ratos e baratas onde aparecia de vez em quando. Consome drogas – tanto faz o tipo – e álcool desde os 11. Para sustentar o vício, começou a trabalhar de aviãozinho do tráfico. Foi pego dia desses com um punhado de pedras de crack. Levou uns tabefes, mas não dedurou o dono da boca de fumo e assumiu a culpa. Foi ouvido pelo delegado e levou tabefes da

mãe também. Acabou alojado numa dessas casas de “acolhimento” de menores infratores. Lá, foi abusado mais algumas dezenas de vezes e aprendeu sobre refino de drogas, como manusear diversas armas e organizar uma eficiente quadrilha. Saiu com ódio e potencial de assassino cruel. João Fortuna tem 16 anos. Vive com os pais numa casa confortável num daqueles bairros cujo nome começa com “Jardim” e termina com algo em francês como “Boulevard”. Frequenta um daqueles colégios com nome em inglês ou que era um convento ou seminário. Faz aulas de inglês, espanhol, natação e outras coisas tantas. Sobra tempo para sair com amigos, xingar gays nas ruas, beber e convencer menininhas de 13, 14, 15 ou 16 anos que não quer só sexo, que quer namorar também. A mãe acha que Fortuna faz inglês nas quintas e fica na casa de amiguinhos nas sextas, domingos, sábados, quartas e outras feiras. Crê piamente que ele está jogando videogame com os coleguinhas da escola. A verdade é que Fortuna frequenta festinhas regadas a cocaína quase todo dia. Numa des-

sas, com uma mesada bem farturenta, comprou pó para consumir a semana toda e ainda vender mais caro para menininhas das suas redondezas. Mas foi pego pela polícia. A mãe foi chamada, disse quem era e chorou. O policial quase pediu desculpas por ter apreendido o filho dela. Mesmo assim, o quiproquó foi parar no delegado. O advogado da família apareceu, encontrou atenuantes, extenuantes e insinuantes no caso. Por fim, quando a denúncia chegou ao juiz, o nobre defensor apresentou uma jurisprudência europeia moderníssima que deixava claro que a culpa, na verdade, era da droga por ter ido parar na mochilinha do ingênuo Fortuna. Ficou por isso mesmo. PENSEMOS Os casos anteriores são fictícios. Mas suponhamos que o Congresso Nacional, num surto reacionário, tivesse reduzido a maioridade penal pouco antes de Infortúnio e Fortuna serem apreendidos. Fortuna acabaria solto, independentemente de a maioridade ser aos 7, 8, 18 ou 90 anos. Infortúnio passaria uns bons 15 anos na cadeia – aquela mesma escola do crime em que o

cara entra como estelionatário e sai como assaltante ou assassino de aluguel ou as duas coisas ao mesmo tempo. Infortúnio deixaria a prisão com meros 31 anos, no auge da carreira criminosa. Entendeu? É hipocrisia e máfé falar em prender menores. Se a maioridade penal cai para 16 anos, o Estado vai prender mais gente, abarrotar ainda mais as prisões e formar criminosos mais experientes e jovens. Se isso acontecer, quem passará a assumir os crimes para os adultos serão os menores de 15, 14, 13, 12... Nesse caso, vão começar um movimento para prender também quem tem 15, 14, 13 ou 12? Sejamos francos, temos é de fechar a fábrica de fazer criminosos. Essa fábrica é alimentada pela indiferença e pelo preconceito, em suas várias e sofisticadas formas. Não tenho a menor ideia de como resolver o problema dos menores infratores. Mas tenho certeza, porque a história e o bom senso ensinam essa lição, de que não adianta atacar os efeitos e, solenement e, fechar os olhos para as causas. Flávio Roberto Pinto é jornalista, professor e poeta

Tia Fiúca. “Você sempre foi um exemplo de amor incondicional, fé inabalável e humildade sincera. Deus, em sua infinita sabedoria, decidiu que este era o momento para te levar a glória celestial. Sentiremos falta de seu carinho, sua alegria e dos inúmeros momentos felizes que passamos ao seu lado. Vamos sentir saudades também da sua voz cantando as músicas que você tanto amava. Mas levamos a certeza de que cada segundo vivido valeu a pena. Que teus belos olhos azuis olhem por nós aí do céu. Muito obrigado por tudo e saiba que te amamos muito”. Saudades eternas de seu irmão Simão, sua cunhada e amiga Zezé, seus sobrinhos Kalebe e Lorena e de todos os seus amigos e familiares. América Alvares da Silva * 04-05-1931 +14-11-2012


Grupo de voluntários pede ajuda para reestruturar a Vila Vicentina de Morada Nova de Minas Um grupo de voluntários da cidade de Morada Nova de Minas se uniu em prol de uma campanha para recuperar o espaço físico da Vila Vicentina do município. De acordo com comunicado divulgado pela comissão temporária formada para projetar a reforma, a atual sede não pode mais ser usada para abrigar os idosos, já que a Vigilância Sanitária não permite a acomodação nos padrões em que o prédio se encontra. Caso as mudanças não ocorram, a Vila Vicentina corre o risco de ser fechada. “A Vila busca parceiros (pessoas, empresas, políticos) empenhados no ato de servir e construir uma vida melhor aos nossos semelhantes. Podemos viver a vida em toda sua plenitude, compartilhando a certeza de que o mundo é hoje e poderá ser um pouquinho melhor se todos trabalhassem para isso”, diz o texto. Ainda segundo o comunicado, a Vila Vicentina conta com 13 internos de

Vigilância Sanitária pode fechar o estabelecimento caso ele não passe por reformas

Casinhas da Vila Vicentina

Morada Nova e três da cidade de Biquinhas. A nota afirma que a construção contará com ala feminina e masculina, e será de acordo com as normas da Vigilância Sanitária. “Desde o início a reforma será feita através de doações. O projeto será executado, acompanhado e doado pelo arquiteto moradense em formação Assis Humberto Ribeiro”. Além do arquiteto, a comissão é formada pelos membros Jacqueline Alves Pereira Campos (presidente), Cláudia San-

tos Dias (vice-presidente), Jair Gontijo Barbosa (primeiro tesoureiro), Dorivaldo Alves da Silva (segundo tesoureiro) e Maria Celeste Gomes (secretária). APOIO O grupo de voluntários conta agora com o apoio de colaboradores para dar seguimento a causa. “A vila vive de doações da população, é assim que ela se mantém. E reforçamos esse pedido contando com a colaboração da população para que possa ser con-

cluído o projeto de reestruturação”, diz a nota. A VILA A Vila Vicentina de Morada Nova de Minas começou a funcionar oficialmente em 25/03/1959, mas já existia sem documentos desde 1905, onde houve a primeira conferência. O estabelecimento está localizado na Avenida Francisco Joaquim dos Santos, 336, Bairro Varginha. A entidade funciona sob o CNPJ 20921730/0001-32. Tem por finalidade a prática da cari-

dade cristã no campo da assistência social e da promoção humana, visando manter estabelecimento destinado a abrigar pessoas idosas de ambos os sexos, em condições de saúde física e mental; proporcionando-lhes assistência material, moral, intelectual, social e espiritual, em condições de liberdade e dignidade, visando a preservação de sua saúde física e mental. A entidade é administrada por voluntários leigos chamados vicentinos. São realizadas anual-

mente duas festas tradicionais da Vila Vicentina; a festa de São Judas Tadeu em abril e a festa de São Vicente de Paulo em setembro, ambas com o objetivo de angariar fundos para ajudar na manutenção da instituição. A entidade conta com o apoio e parceria da Prefeitura Municipal que repassa uma subvenção para manter a mão de obra, visto que, o local conta com o trabalho assistencial de duas cozinheiras, duas faxineiras, um cuidador de idosos, uma secretária, dois guardas noturnos, duas estagiárias de medicina, enfermeira, fisioterapeuta e uma equipe especializada do CRAS (psicólogas, assistente social e outros ajudantes) que quinzenalmente proporcionam momentos de lazer para os idosos. CONTATO O contato com a Vila Vicentina de Morada Nova pode ser feito através do telefone (38) 3755 1914.

Emancipação. O “Jornal Central” acompanhou de perto a emancipação da Congregação da Igreja Batista Cristo Vive em Quartel Geral, evento realizado no dia 27 de outubro. A cerimônia contou com a participação de membros da igreja sede e de líderes da Convenção Batista Nacional tanto de Minas Gerais como do Rio de Janeiro, estado de origem do pastor Moysés Pinheiro Freitas, o qual passa a ser o seu pastor presidente


LÉO RECARGAS CARTUCHOS HP HP 21= R$ 35,00 - HP 22= R$ 45,00 HP 74 = R$ 35,00 - HP 75 = R$ 50,00 COMPRAMOS CARTUCHO VAZIO!!! (37) 8803 1778 SUPLEMENTOS ATHLETICA VENDA DE SUPLEMENTOS DE TODA A LINHA ATHLETICA COM EXCELENTES PREÇOS! (37) 8803 1778 RIVA’S SPORT - (37) 3541 - 3105 - ABAETÉ NIKE IMPAX EMIRRO PRATA/AZUL R$ 333,00 NIKE SHOX JR R$ 540,00 BULLTERRIER EURO BURNED R$ 206,00 BULLTERRIER F5 LOW TEX VOCUM MUSGO R$ 197,00 MIZZUNO WAVE FRONTIER 6 PRETO DOURADO - R$ 395,00 ADDIDAS MALI 10 PRETO/PRATA R$ 252,00 CHUTEIRA NIKE MERCURAL ROXA/ROSA R$ 270,00

PROFESSOR MÁRCIO TÚLIO

TEL: (38) 8817 10 82 E (38) 9835 33 66 RUA JOÃO FRANCISCO DA SILVA,433/A MORADA NOVA DE MINAS

CHUTEIRA ADIDAS F50 TRX JR LARANJA/PRETO R$ 125,00 MOCHILA UFC PRETO / VINHO R$ 90,00 CAMISA CRUZEIRO / GALO R$ 180,00 TENIS REEBOK GALAXY FULL PRETO/AZUL R$ 270,00 MOCHILA FILA PROMOÇÃO R$ 50,00 Lançamento de tênis Reebok a partir de 135,00 Lançamento de regatas e corsários Cajubrasil e biquínis Mar Rio! Venha conferir! TUCANO MOTO PECAS (37) 3541 – 2834 / 9804-6285 - ABAETÉ CAPACETE SAN MARINO 56 – 58- 60 R$ 110,00 BAÚ DE BAGAGEIRO PRO TORC R$ 100,00 CAMARA DE AR CG/YBR MET.RINALDI R$ 20,00 PNEU DIANTRIO MET.RANLDI R$ 90,00 CAPACETE ASW LARANJA/PRETO - AZUL/PRETO R$ 260,00 RODA DE LIGA 6 PONTAS P/ TITAN 150 R$ 500,00 OLEO DE MOTOR MOBIL R$ 14,OO CAMISA DE TRILHA ASW R$ 47,00 CALCADE TRILHA ASW R$ 132,00 LUVA DE TRILHA NITRO X R$ 42,00


Carreta estacionada no meio da pista provoca acidente fatal entre Quartel Geral a Abaeté Um jovem de 24 anos faleceu na manhã do dia 26 de novembro em um acidente na estrada que liga a cidade de Quartel Geral a Abaeté. Por volta das 06 horas, o quartelense Cristiano Alves da Silva conduzia uma motoc icleta Honda CB Twister 250 sentido a ci-

dade vizinha quando se chocou contra a traseira de uma carreta que estava estacionada do lado de dentro da via. O jovem, que era técnico em Enfermagem e trabalhava em Abaeté, morreu na hora. Cristiano deixou a mãe, Eleusa Alves da Costa, as irmãs

Crislaine, Ludmila e Camila e a namorada Jaene. A morte de Cristiano causou intensa comoção em Quartel Geral. Vários amigos do jovem se manifestaram através da rede social Facebook. O velório foi realizado na Capela Velório do município e o sepultamento

ocorreu no dia 27 de novembro. O ACIDENTE De acordo com informações da Polícia Rodoviária Militar, a carreta também trafegava no sentido Quartel Geral/ Abaeté quando perdeu uma das rodas traseiras e parou na pista. O motorista do caminhão trabalha para uma empresa terceirizada que realiza o transporte de leite para uma empresa da cidade de Lagoa da Prata, cidade de origem do condutor do veículo. Ainda segundo a polícia, ele foi retirado do local para que sua integridade física fosse preservada. O acidente provocou a interrupção do tráfego de ônibus e caminhões pela rodovia até a chegada da Perícia Técnica. Houve lentidão no trânsito de veículos até por volta das 10 horas. INVESTIGAÇÃO Peritos da Polícia Civil

Motocicleta conduzida pelo técnico em Enfermagem se chocou contra a traseira de uma carreta estacionada do lado de dentro da pista

estiveram no local para investigarem as causas do acidente. Os policiais procuraram pela roda que se soltou da carreta, mas ela não foi encontrada. O laudo completo da investigação das causas do acidente deve ser divulgado em até um mês.

O jovem quartelense Cristiano Alves da Silva tinha 24 anos


Grupo de voluntários de Quartel Geral promove evento esportivo durante o feriado Competição reuniu atletas de Dores do Indaiá e Paineiras e Quartel Geral para a disputa de partidas de futsal masculino, feminino e de voleibol

O Feriado de Finados (02) em Quartel Geral foi marcado pela realização de um grande evento esportivo. O “1º Feriadão Esportivo” reuniu atletas da cidade e também competidores de Paineiras e Dores do Indaiá, que se

enfrentaram em jogos de futsal masculino e feminino e também de voleibol misto. De acordo com Valdeci Lopes, um dos organizadores do evento, o propósito foi incentivar a prática esportiva. “O intuito desse evento é pro-

mover a saúde para as crianças, incentivar a prática esportiva e promover também a inclusão social, interagindo a criança o adolescente e a família”, disse. Os participantes ainda receberam um lanche oferecido pela organi-

zação do “Feriadão Esportivo”. Ainda segundo Lopes, a realização do evento só foi possível graças a união de um grupo de pessoas que se mobilizou voluntariamente para organizar a competição. “Além da equipe de futsal sub14 que eu coordeno, contamos com a participação do Alaércio com sua equipe de futsal feminino, do professor Jeferson com sua equipe

de futsal sub16 e voleibol, Wasley de Dores do Indaiá com seu time de futsal feminino, e Jose Antônio de Paineiras com suas equipes de futsal feminino e masculino. Gostaria muito de agradecer a participação de todas estas pessoas e também agradecer ao Renato Mendes, Waguinho e Cleisson que ajudaram muito para que nosso ‘Feriadão Esportivo’ aconte-

cesse. Outra ajuda fundamental foi a dos nossos patrocinadores, que acreditaram e apoiaram este evento. A todos vocês, nossos sinceros agradecimentos”. Ainda segundo Valdeci, o evento foi patrocinado pela Oficina do Claudinho, Bar do Ivan, Mercearia Pague Menos, Supermercado Ferreira, Açougue do Gordinho, Drogaria Castro, e Tânia do Vilmar. Esporte. Mário Lúcio César de Souza, o “Marinho”, membro da comissão técnica e jogador do Camarões Esporte Clube entrega camisa do uniforme da equipe ao jornalista e diretor do “Jornal Central”, Kalebe Alves. Em julho deste ano, o Camarões Esporte Clube sagrou-se bicampeão do Torneio de Bairros de Quartel Geral, competição que teve ampla cobertura do “Jornal Central”


Melhorar o setor de saúde será o principal desafio de Chico Mangueira em Martinho Campos Francisco Ludovico de Medeiros/PPL entrou para a história ao ser o primeiro prefeito reeleito no município O “Jornal Central” conversou este mês com Francisco Ludovico de Medeiros (Chico Mangueira/PPL), candidato reeleito com 55,46%dos votos válidos para a Prefeitura de Martinho Campos. Chico conseguiu um feito histórico. Em 73 anos de emancipação político-administrativo da cidade, ele foi o único candidato que conseguiu um segundo mandato a frente do Executivo. Em um papo franco com nossa equipe, o prefeito de 64 anos falou sobre os desafios da segunda gestão e explicouo que pretende fazer para solucionar aquele que ele considera como o maior problema de Martinho Campos: a saúde. Qualaavaliação dosenhor arespeito do processo político que o elegeu prefeito? Eu acredito que seja um ganho para o município, principalmente sobre a reeleição, porque já tem todas as coisas encaminhadas para um processo adminis-

trativo e eu acredito que o município só tem a ganhar com isso. Na opinião do senhor, qual o maior problema da cidade e o que precisa ser feito para solucioná-lo? Os problemas da cidade são vários, mas o principal hoje que a gente mais preocupa é a área de saúde, onde nós estamos sempre fazendo parcerias e correndo atrás dos ministérios que tem os seus poderes para direcionar verbas a essa área. O que a gente precisa principalmente é de médicos, já que hoje nos temos uma falta muito grande de profissionais. Mas em um panorama geram, já melhoramos muito o atendimento da saúde do nosso município. Tivemos uma fiscalização federalaqui nos nossos Psf’s (Postos de Saúde da Família) e foi constada nota ótima e isso foi muito importante para nós. Qual serão asprioridades

de seu governo? As prioridades são várias, mas eu acho que a prioridade maior é a sequênciado trabalho que temos feito para nós concretizarmos as obras que já estão iniciadas e correr atrás de outras pra gente tentar melhorar em todos os setores, na infra-estrutura, nas estradas para os produtores rurais, na área de educação, dar uma atenção aos transportes escolares, pois melhoramos muito e podemos melhorar mais. O que o senhor pensa a respeito da reeleição? Eu acho que é importante para o município porque tem mais condições de dar sequência nas obras principalmente quando o trabalho é positivo, e aqui nunca houve uma reeleição. É uma prova que o eleitor ficou satisfeito com a administração, votou e acreditou e enxergou as melhorias que houve no município. O que a população da ci-

O prefeito reeleito Chico Mangueira: ‘Nós trabalhamos com seriedade e honestidade, procuramos melhorar o município em todos os setores e conseguimos’

dade pode esperar de sua gestão? É o que eu sempre disse nas campanhas políticas, o povo de Martinho Campos pode esperar honestidade e trabalho para que possamos melhorar em todos os setores. Qualnaopinião do senhor foio momento maismarcan-

te de sua trajetóriapolítica? Todos os momentos foram marcantes, mas o que mais me marcou foi a reeleição por ter entrado na historia política de Martinho Campos. Em 73 anos de emancipação política nunca houve uma reeleição no município e pra mim esse marco foi um orgulho muito grande. Creio que não só a mim, mas aos meus eleitores que foram fundamentais para esse sucesso, e o também para meu vice-prefeito Edmar, já que entramos para história. Mas o mais importante é que o eleitor que acreditou em nós entrou para história também. O senhor foi o único prefeito reeleito na história de Martinho Campos. Qual é na opinião do senhor, o principal motivo deste feito histórico? O motivo primeiramente é o amor que a gente tem pela cidade, pelo município e pelo povo. Nós trabalhamos com seriedade e honestidade, procuramos melho-

rar o município em todos os setores e conseguimos. Então isso pra mim é muito marcante, nós ficamos satisfeito em ter conseguido melhorar tanta coisa em nosso município. O que o senhor acredita que pode ser feito paramelhorarasaúdenomunicípio? Parcerias com governos para que possamos adquirir mais verbas, melhorar o hospital e também os atendimentos. Nós temos trabalhado muito nesse termo e precisamos melhorar mais ainda. A saúde hoje é um problema geral,no paístodo, não só em Martinho Campos tem que haver melhorias mas em todo país. Estamos sempre trabalhando para conseguir essas parcerias para concretizar as melhorias para nossa população. E eu deixo aqui um abraço a todos os meus eleitores, todos aqueles que acreditaram em mim e no Edmar e garanto que vamos dar continuidade paramelhorar aqualidade de vida a todos.


Homem bate caminhonete em poste da Cemig, tenta fugir e é preso pela PM em Abaeté Bandidos armados assaltam fazenda na região da Serra do Tigre em Abaeté Um grupo de criminosos realizou um assalto a mão armada em uma fazenda localizada na região da Serra do Tigre no dia 09 de novembro. De acordo com boletim de ocorrências registrado pela Polícia Militar, o dono da fazenda relatou que por volta das 17 horas, dois indivíduos, ambos de cor clara, um com aparelho nos dentes, chamaram pelos moradoras da residência, pedindo emprestado uma chave de roda de veículo, relatando que estavam com um carro estacionado nas proximidades com um pneu furado. A vítima deslocou até o interior de sua residência para apanhar os objetos solicitados pelos autores, e ao retornar, notou que no local já haviam quatro pessoas, sendo que uma pulou a porteira da propriedade e de posse de uma arma de fogo, anunciou o assalto. O bandido segurou o braço da vitima e se deslocou com esse para dentro da residência, onde estava a esposa da vítima, anunciando para ela que era um assalto e que ela não fizesse nenhum tipo de reação, pois se o fato ocorresse eles atira-

riam nas vitimas. Os autores se apoderaram de pedaços de panos que encontraram na residência, e amarraram pés e mãos das vitimas, vasculhando por toda a casa, a procura de objetos de valor. A vítima relatou que os autores perguntaram por várias vezes onde estavam as sanfonas que a vítima guardava em sua residência. Após pegarem os objetos que eram de seus interesses, os autores evadiram, deixando as vítimas amarradas dentro da residência, tendo a esposa e vítima avistado neste momento a presença de uma quinta pessoa no local. A mulher consegui se soltar posteriormente e desamarrou o marido, tendo este deslocado até a fazenda vizinha e feito contato com a PM. Do local foi furtado aproximadamente R$ 350 em dinheiro, três sanfonas, uma chave de veículo GM S10, dois celulares e um relógio de pulso. As vítimas não possuem suspeitas da autoria do delito e foram orientados das demais providências. Foi acionado o cerco e bloqueio na região e segue o rastreamento.

Um homem foi preso em flagrante na cidade de Abaeté após bater uma caminhonete Nissan Frontier em um poste da Cemig e colocar a vida de pedestres em risco ao fugir em alta velocidade do local. De acordo com a Polícia Militar, toda a confusão ocorreu na noite de 07 de outubro próximo à um bar no Bairro São Pedro. O motorista tinha acabado de efetuar uma manobra de marcha ré, vindo a chocar-se contra um poste da Cemig. Posteriormente o con-

dutor saiu em disparada, colocando em risco a sua segurança, dos pedestres e demais veículos que por ali transitavam. O veículo foi avistado um quarteirão à frente, momento em que policiais se aproximaram dando ordem de parada para o condutor, que não obedeceu e seguiu em direção a sua residência em alta velocidade. A PM se deparou com o autor parado na garagem de sua residência, onde segundo o boletim de ocorrências, após abor-

dá-lo, tentaram dialogar, porém este se negou. Foi dado voz de prisão ao autor por direção perigosa. Neste momento, de acordo com a PM, o autor a tentou fugir para o interior da residência. O homem foi interceptado pela PM, que tentou algemá-lo. O autor resistiu, debatendo-se e empurrando os militares. O boletim de ocorrências registra que os policiais precisaram fazer uso de força física, técnicas de imobilização e uso de algemas. Segundo a

Polícia Militar, foi encontrado no interior do veículo um latão de cerveja quase cheio, sendo que o condutor apresentava visíveis sintomas de embriaguez alcoólica. O autor/condutor foi encaminhado ao pronto atendimento médico, onde foi assistido. Ele foi preso em flagrante delito sendo conduzido à Delegacia. O material foi apreendido e o veículo foi deixado na residência do autor, uma vez que Abaeté não dispõe de guincho e pátio.

Interno de casa de recuperação furta veículo da entidade em Morada Nova de Minas Um homem de 19 anos é suspeito de furtar um veículo no dia 20 de outubro em uma casa de recuperação situada na zona rural de Morada Nova de Minas. De acordo com o boletim de ocorrênci-

as registrado pela Polícia Militar, o interno teria furtado um Fiat Uno Mille Fire cor cinza, um notebook e aproximadamente R$ 70 em dinheiro e tomado rumo ignorado. A PM montou um cerco nas ci-

dades de Biquinhas, Paineiras e Abaeté, na tentativa de interceptar o autor, mas ele não foi encontrado. Segundo a PM, o homem seria da cidade de Abaeté e já teria passagens pela polícia. O inter-

no coment ou com out ras pessoas da casa de recuperação que costumava levar carros furtados para desmanches em outras cidades. A polícia segue em busca do suspeito.

Notebook é furtado na casa de noiva que curtia a festa de casamento no salão da Vila Vicentina em Quartel Geral Uma noiva teve uma surpresa nada agradável quando voltou de sua festa de casamento realizada no salão da Vila Vicentina de Quartel Geral no mês de outubro. De acordo com boletim de ocorrências registrado pela Polícia Militar, a vítima percebeu que indivíduos haviam forçado a porta da cozinha que é de ferro, tipo grade, entrado e subtraído seu notebook marca

Positivo. A PM iniciou o rastreamento e abordou um homem que portava um notebook em uma rua da cidade de Abaeté. Acompanhada pelos militares, a vítima se encaminhou até a cidade vizinha portando a nota fiscal do equipamento. Em diálogo com o suposto autor sobre

a procedência do notebook, este disse que o teria adquirido em Quartel Geral pelo valor de R$200 de um rapaz que o mesmo conhece. A PM deslocou com o primeiro suspeito até a casa do outro suspeito, porém seus pais disseram que o mesmo está trabalhando em uma

fazenda próximo a cidade de Divinópolis desde o término das eleições municipais. Diante dos fatos, o notebook foi devolvido à proprietária, o suspeito foi preso em flagrante delito, sendo reservados seus direitos constitucionais e encaminhado até a DePol. Foto: Divulgação 7º BPM

Combate ao crime em Martinho Campos. Materiais apreendidos pela Polícia Militar no dia 08 de outubro durante operação de combate ao crime organizado. Na ocasião, os policiais cumpriram mandados de busca e apreensão em locais suspeitos, bem como ocupação das áreas que apresentam maior índice de criminalidade. A operação resultou na prisão de três indivíduos suspeitos de participar de crimes relacionados a roubos e desmanches de veículos, na apreensão de uma motocicleta com chassi e placas incoerentes, celulares e ferramentas utilizadas para o cometimento dos crimes. Os indivíduos presos e materiais apreendidos foram apresentados à Autoridade de Polícia Judiciária local


Polícia Militar divulga dicas de segurança para o período de fim de ano O 7º Batalhão de Polícia Militar, sediado em Bom Despacho, deseja a todos um Feliz Natal, solicitando o importante apoio da comunidade através da denúncia anônima de crimes, utilizando o Disque Denúncia 181, além da adoção das seguintes medidas de autoproteção: - Ao fazer compras, prefira pagar com cheque ou cartão. Assim, você não precisa levar consigo grandes quantias de dinheiro; - Faça com antecedência sua lista de compras e um roteiro de estabelecimentos que deseja visitar; - Só retire dinheiro nos caixas eletrônicos quando se sentir seguro; - Evite deixar bolsas, carteiras ou compras sobre balcões, cadeiras ou em locais que possam ser visualizados e furtados; - Evite entrar em lojas muito cheias. A ação dos

marginais é facilitada nos locais de grandes aglomerações; - Procure fazer suas compras em horários de menor movimento; - Nunca mostre dinheiro em público, principalmente em bares, restaurantes, lojas, cinemas, ruas, praças, etc; - Bolsas, carteiras ou sacolas de compras devem ser transportadas junto ao corpo e do lado de dentro da calçada; - Evite carregar muitos pacotes ou sacolas, para não ter as duas mãos ocupadas; - No transporte coletivo mantenha a bolsa, carteira, pacotes ou sacolas à frente do seu corpo; - Não deixe bolsas, objetos e embrulhos expostos nos bancos de veículos; - É comum pessoas serem vítimas de marginais que se apresentam para ajudar de alguma forma e acabam fugindo

com as compras. Cuidado! - No caso dos comerciantes, ao receber pagamento de mercadorias ou trocar dinheiro para clientes, cuidado para não receber cédulas falsas. Lembre-se que cédulas de menor valor também podem ser falsificadas. - Evite carregar senhas de banco, junto a cartões magnéticos. - Pessoas idosas ou de pouco conhecimento de como utilizar os caixas eletrônicos, só deverão aceitar ajuda de pessoas de confiança ou funcionários do Banco, se for durante horário de expediente. - Funcionários de banco não trabalham no atendimento à clientes, noite, muito menos vão à casa de clientes oferecer o realizar recadastramento ou qualquer outro tipo de serviço, relativo a conta bancária.

CONSULTOR RICARDO MADEIRA


Quartelense inicia projeto para preservar lagoa da cidade Iniciativa do farmacêutico Nick Roger de Castro tenta conscientizar a população sobre a necessidade de cuidar de uma das maiores riquezas naturais do município O quartelense Nick Roger de Castro está promovendo uma iniciativa para preservar a lagoa localizada dentro da cidade. Assustado com o baixo nível de água no local, o farmacêutico tenta resgatar através da mobilização popular os bons tempos da lagoa. Em entrevista ao “Jornal Central”, Castro falou sobre o início do projeto. “Essa ideia surgiu quando eu vi algumas fotos da lagoa tiradas nos anos 80, em uma época em que a água chegava lá no aterro, e aqui era um lugar bonito pra caramba. E vendo a lagoa como ela está hoje, resolvi iniciar esse projeto”, afirma. Ainda segundo Nick, a primeira parte do projeto consiste no plantio de mudas para reflorestar a mata ciliar da lagoa. “Eu comecei o plantio das mudas em julho, mas o tempo ainda estava muito quente e não chovia. Pouco tempo depois, o pessoal de uma cavalga-

A lagoa de Quartel Geral em seus tempos áureos

Plantio de mudas visa reflorestar a mata ciliar da lagoa

da ainda passou aqui e soltou fogos de artifício que acabaram caindo no chão e provocando uma queimada que matou todas as mudas que eu tinha plantado. Depois das últimas chuvas de outubro eu recomecei o plantio e já são quarenta mudas plantadas aqui nas margens da lagoa de Quartel Geral”, disse. Para tentar mobilizar mais pessoas para a iniciativa, Castro utilizou uma rede social. “Depois

bre as demais medidas que precisam ser tomadas para que a lagoa permaneça cheia. “O que eu tenho a pedir a população de Quartel Geral é que se conscientize e não jogue tanto lixo às margens da lagoa e não coloque fogo na mata ciliar. Tem essa questão do gado também, que o pessoal traz para beber água aqui. Os ani-

que eu comecei a divulgar a iniciativa no Facebook, uma pessoa me procurou, que foi o Douglas Lopes, interessado em ajudar a plantar essas mudas. Meu objetivo é mobilizar o maior número possível de pessoas para que possamos reflorestar de novo a lagoa para quem sabe um dia voltarmos a vê-la como ela era antes”, comentou. O farmacêutico ainda orientou a população so-

mais pisoteiam as minas que abastecem a lagoa e prejudicam a manutenção do volume de água”, alertou. PARCERIAS O “Jornal Central” também apoia a iniciativa do farmacêutico Nick Roger de Castro. De acordo com Kalebe Alves, diretor geral da publicação, a ideia

é expandir a iniciativa. “Acreditamos que a população deve ser organizar e procurar alternativas para que nossas cidades sejam melhores para todos. E Nick deu um grande exemplo disso ao iniciar esse projeto de revitalização da mata ciliar da lagoa de Quartel Geral. Nós do ‘JC’ estamos tentando contribuir com o projeto através de uma parceria com a ong (organização não governamental) francesa Nordesta, que atua no Brasil com reflorestamento e recuperação de bacias hidrográficas. O objetivo é que a Nordesta nos forneça um número maior de mudas, já que a capacidade de produção do viveiro municipal é limitada. Uma proposta oficial já foi enviada à ong e agora aguardamos uma resposta para que a parceria tenha início”, disse.

Visita. Alunos da Escola Municipal Adair de Oliveira Pinto participam de visita técnica à Agência da Copasa em Quartel Geral. A visita foi realizada no dia 06 de novembro e teve como objetivo esclarecer aos alunos a importância da economia de água e mostrar como é feito o tratamento da água que sai nas torneiras de todos os quartelenses. O grupo de alunos que participou da visita à Copasa faz parte do projeto “Esporte na Escola”, inicitiva coordenada pelo professor de Educação Física Alisson Caetano de Araújo


Kamilla Covas A revista “Sexy” de novembro tem um ensaio de capa duplo. Rachel Gutvilen e Kamilla Covas, bailarinas do “Domingão do Faustão”, da Rede Globo, são as estrelas do ensaio especial de 36 páginas para a edição que comemora os 20 anos da publicação. Rachel, que é loira e tem 29 anos, foi clicada em um trem, pelo fotógrafo Thomas Susemihl, enquanto, Kamilla, que é morena e tem 24 anos, foi fotografada por Daniel Aratangy em um parque de diversões. Fazer ensaios sensuais e ousados, aliás, não é novidade para as dançarias do Faustão. A bailarina Aline Riscado, por exemplo, já foi capa da “Playboy” e já fez uma sessão de fotos sexy com um homem nu.

Raquel Henriques Aos 35 anos, a modelo, atriz e também instrutora de fitness Raquel Henriques mostra que está em boa forma. A bela ruiva foi a capa da revista “Playboy” da edição de novembro e arrancou suspiros do público masculino. A grande entrevista da edição é com Herman José, enquanto que João Manzarra é o protagonista da rubrica 20 perguntas.

MEDO DE AV I ÃO Logo que entrou no avião, o sujeito, muito medroso, cutucou uma aeromoça e perguntou: — Moça, por favor! E ste tipo de avião costuma cair muito? — De jeito nenhum! — disse ela, muito segura. Ele suspirou aliviado e a aeromoça completou: — Este tipo de avião cai uma vez só! CALCI NHA DA VIÚVA Uma senhora estava viúva há quatro anos e nunca mais fez contato com nenhum homem, digo... Contato, sabe? Dar uns “pega atrás do balcão”, chamar pra comer um x-salada, vocês entenderam, né? A filha, cansada de ver a mãe tão triste, insistiu muito e apresentou-a a um viúvo muito simpático. Os dois acabaram se dando muito bem... Depois de seis semanas saindo quase todas as noites, eles resolveram ir à praia num fim de semana. No hotel, ela tira a roupa e fica nua, com exceção de uma minúscula calcinha de renda preta, e diz ao namorado: — Você pode fazer o que quiser comigo, mas aqui em baixo — apontando para a calcinha — Ainda estou de luto. Foi um balde de água fria no pobre homem. Na noite seguinte, a mesma história. Ela despe-se e fica apenas com a calcinha de renda preta, de frente para o namorado que está peladão, com uma ereção daquelas, e o pinto coberto por uma camisinha preta! Ela olha espantada e pergunta: — Mas o que é isso? Uma camisinha preta? E ele: — Pois é, eu vim dar meus pêsames! OS DOIS ANÕES Aqueles dois anões resolvem se divertir e vão para um bordel. Depois de uns drinks, eles sobem para os quartos. Mesmo estando animadinho, um dos anões não consegue ter uma ereção e fica ainda mais desapontado quando ouve o seu amigo no quarto ao lado: - Um, dois, três e... já! Um, dois, três e... já! Um, dois, três e... já! Passada a hora do programa, os anões se encontram para irem embora e o que broxou comenta: - Pô! Foi uma merda! Por mais que eu me esforçasse, não consegui ter nenhuma ereção! Ereção? - o outro anão responde, perplexo - e eu que nem consegui subir na cama?! CASAR, EU? O futuro sogro, um cara muito conservador, pergunta ao novo namorado da sua filha: — Escute, rapaz. Você quer a minha filha para casar ou pra quê? E o namorado responde: — Pra quê.


12

Minas mantém posto de maior produtor de leite do Brasil, segundo IBGE Segundo dados da Pesquisa de Produção Pecuária Municipal, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no ano passado, foram produzidos 32,1 bilhões de litros de leite em todo o Brasil. Entre 2010 e 2011, a produção nacional cresceu 4,5%. No balanço total, Minas concentrou a maior parte da produção do país (27,3%) e também o maior número de vacas ordenhadas. Em seguida, as produções de maior expressão são do Rio Grande do Sul (12,1%), Paraná (11,9%) e Goiás (10,9%). “O estudo consolida a importância estratégica do Estado na produção de proteína de origem animal, atendendo ao crescente consumo per capita”, analisa o secretário de Agricultura,

Pecuária e Abastecimento, Elmiro Nascimento. Patos de Minas, no Alto Paranaíba, mereceu uma menção especial por estar entre os três maiores produtores do país. ESTÍMULO Uma das iniciativas que propiciam o desenvolvimento do setor leiteiro no estado é o Minas Leite. Coordenado pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, e executado Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), o programa visa modernizar toda a cadeia produtiva do leite no Estado, gerando aumento de produtividade e renda. A Emater assiste atualmente, por meio do programa, a 1.131 propriedades de-

dicadas à produção de leite. A meta para 2012 é levar as boas práticas de produção a 1.150 fazendas. Com o suporte do Minas Leite, os produtores familiares recebem orientações dos técnicos da Emater-MG para conduzir suas propriedades leiteiras de forma mais eficiente, utilizando os recursos disponíveis. Administração da propriedade, cuidados com a saúde dos animais e a

adequação da alimentação preservação do meio ambiente estão entre os temas abordados. A Emater assiste atualmente, por meio do programa, a 1.131 propriedades dedicadas à produção de leite. A meta para 2012 é levar as boas práticas de produção a 1.150 fazendas. BONS VENTOS Ainda de acordo com os dados divulgados pelo

IBGE, entre 2010 e 2011 o rebanho de bovinos aumentou 1,6% no Brasil e chegou a 212,8 milhões de cabeças. Depois de Mato Grosso (13,8%), Minas Gerais é o estado com o maior efetivo de bois no país (11,2%). A produção interna do Estado avançou 14,1% neste segmento. O resultado coloca Minas em posição de destaque na região sudeste, afirma o estudo. O número de galinhas, galos e frangos criados no país chegoua 1,27 bilhão em 2011, aumento de 2,2% em relação ao ano anterior. Em Minas, o abate de frango registrou o terceiro maior crescimento (13,5%) nesse período. Segundo o IBGE, a produção de ovos teve acréscimo de 4,5% no comparativo com o ano passado. Minas Gerais segue como

o terceiro maior produtor nacional de ovos (10.8%), atrás apenas de São Paulo e Paraná. Entre os municípios, Itanhandu, no Sul de Minas, é destacado pelo estudo como um grande polo produtor. O IBGE cita também que o estado mineiro abateu cerca de 45 mil unidades de suínos a mais, crescimento de 3%, em 2011, ante avanço de 0,9% no cenário nacional. “Os dados do IBGE confirmam a diversidade da produção pecuária em Minas Gerais, desde carnes (bovina, suína e de frango) à leite e ovos. Isso permite aos produtores a ocupação de diferentes regiões do Estado, aproveitando as características favoráveis de cada uma para o desenvolvimento das atividades”, afirma Elmiro Nascimento.


13

Comerciantes precisam ficar atentos para golpes de fim de ano Estelionatários aproveitam o aumento no movimento das lojas nesta época para agir O fim do ano chegou e o com ele a certeza de maior intensidade no movimento nas lojas e comércios. Com as vendas aquecidas pelo Natal, as expectativas dos lojistas são sempre as melhores. Mas muitas pessoas mal intencionadas se utilizam desse aumento significativo no fluxo de pessoas nos comércios para praticarem os mais diversos golpes de estelionato. Para saber mais sobre o assunto, o “Jornal Central” conversou este mês com a gerente administrativa da ACE/CDL Arcos, Gilma Gondim. Segundo ela, o aumento das vendas para o Natal atrai a atenção de estelionatários. “Muitas pessoas tem aproveitado o crescimento do movimento nos estabelecimentos comerciais para tentarem confundir os lojistas e aplicar golpes financeiros”, afirmou. De acordo com ela, os estelionatários agem se aproveitando da correria do vendedor. “Uma das modalidades de golpe mais antigas e, no entanto mais pratica-

da é a do “golpe do troco”. Nele, um estelionatário entra em um estabelecimento comercial lotado e pede uma mercadoria. Ela paga pelo produto com uma nota de valor bem mais alto para receber o troco. Quando o negócio está encerrado, o golpista volta atrás e diz que quer devolver a mercadoria. Na correria, o vendedor pega a mercadoria, devolve o dinheiro e fica sem o troco”, explica. Outra modalidade que segundo Gilma tem ocorrido bastante na cidade é o pagamento de mercadorias com cheques clonados de empresas. “Antes de receber um cheque de alguma empresa, recomendamos que os lojistas entrem em contato com a agência bancária e se certifiquem que o cheque não é clonado”, disse. Gilma também chamou a atenção dos empresários para o golpe do “boleto falso”. “Muitas pessoas tem recebido boletos bancários de uma suposta Associação Comercial do Brasil, que

promete associar o lojista à entidade caso ele pague o valor do boleto bancário. Algumas pessoas pagam e só depois descobrem que a tal associação não existe”, afirmou. PRECAUÇÃO Para evitar que mais pessoas caiam nesses golpes, a gerente administrativa recomenda atenção redobrada aos lojistas. “É inadmissível que pessoas mal intencionadas se aproveitem da melhor época para o comércio para lesarem os lojistas. E os vendedores, caixas e comerciantes em geral precisam agir com muita cautela neste final de ano. Recomendamos muita atenção antes de trocar, aceitar cheques ou pagar boletas desconhecidas”, afirmou. DENÚNCIA E nunca é demais lembrar: caso você presencie a ação de algum estelionatário entre em contato imediatamente com a Polícia Militar através do número 190.

| ERRATAS | Errata 1: Na matéria “Badaró é o primeiro prefeito reeleito de forma consecutiva em Quartel Geral”, publicada na edição de outubro, foi informado que o nome do vice-prefeito do município seria José Lúcio Gomes. Na verdade, o nome do político e empresário é José Lúcio Campos

Errata 2: Na matéria “Três festas gratuitas celebram o Dia das Crianças em Quartel Geral” foi informado que em outubro o “Brinc-Geral” foi promovido pela segunda vez. Na verdade esta é a quarta vez em que o evento é realizado. Neste mesmo trecho do texto, foi informado que o “BrincGeral” era promovido pelo empresário Edson de Oliveira em parceria com o Sicoob Credioeste. Na realidade, o evento é uma iniciativa da empresa RR Brinquedos com a colaboração e patrocínio de diversos cidadãos, empresas e comércios de Quartel Geral. O Brinc-Geral é uma ação social visando o entretenimento e o bem estar das crianças quartelenses. Na mesma matéria foi dito que o nome do pastor da Igreja Batista de Quartel Geral era Moisés Augusto. O nome do pastor na realidade é Moisés Pinheiro


14

Moradores da região opinam sobre o horário de verão Medida imposta pelo Governo Federal fez com que a população das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste adiantassem os relógios em uma hora No último dia 20 de outubro moradores das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil tiveram que adiantar os seus relógios em uma hora. O motivo foi o “horário de verão”, medida imposta pelo Governo Federal com o objetivo de economizar energia. Segundo informações do Ministério de Minas e Energia, durante a vigência do horário diferenciado está prevista uma redução média de 5% no consumo no horário de pico, que vai das 18 às 21 horas. O horário de verão é adotado em função do aumento da demanda por energia nesta época do ano, resultante do calor e do crescimento da produção da indústria com a aproximação do Natal. Apesar da justificativa, muita gente ainda torce o bico para a iniciativa, que vai terminar no dia 17 de fevereiro de 2013. No mês de novembro, o “Jornal Central” ouviu moradores das cidades de Quartel Geral, Martinho Campos, Abaeté e Dores do Indaiá para saber o que eles pensam sobre o horário de verão. Confira abaixo o que disseram os nossos entrevistados: “Eu não sou a favor do horário porque os governantes acham que favorece, mas não favorece, já que se você levanta mais cedo, vai gastar energia mais cedo. Além disso, você nunca dorme no horário que você é acostumado a dormir. São cinco meses de horário e não vai influenciar em nada! Só mudar o ritmo de vida da gente. Não vejo a necessidade do horário de verão”.

C l e un i ce L a ce r d a S a n tos, comer ci ante d e Dore s d o Ind ai á

judica na hora do descanso. E o governo fala em economizar energia, tem tanta coisa que podemos fazer para economizar energia que não possa prejudicar muito as pessoas. Quem mais sofre com o horário de verão é o trabalhador que tem que levantar cedo para o trabalho”.

problema mais”. Á l v a r o A l ve s C a e t a n o , far ma cê utico de Dor e s d o I nd a i á

mia de energia elétrica. Por outro lado, o maléfico de tal mudança, uma vez que o nosso organismo sofre decorrência do nosso chamado relógio biológico”. Fe rnando Luiz De Menezes , funcionário púb lico de Q ua r tel Ger a l

Alexandre Ribeiro Bernardes, vidraceiro de Dores do Inda i á

C l a y t o n L ou r e n ç o M a te us Da Si l va , e mp r e s ár i o d e Q ua r te l Ge ra l

“Bom, eu acho que tudo que é feito visando um resultado positivo principalmente no sentido de economia é valido e todo mundo tem que colaborar. É claro que o inicio é muito desgastante porque a gente dorme mais tarde, dorme pouco, mas eu acho que no final das contas o resultado é muito positivo no nosso país”. M a r i a A p a r e c i d a Si l v a Me dei ros, auxil iar admini strativa de Martinho Campos

“Horário de verão é muito ruim por que muda muito o aspecto das pessoas, e o calor que pre-

“Bem eu acho que o horário é dispensável porque nós não estamos com necessidades de economizar energia desse jeito. Eu acho que é um desgaste fisiológico imenso e desnecessário”. “O horário de verão é uma bomba, porque modifica tudo. Esse horário não podia existir”.

Wilson Corrêa Alves Afonso De Carvalho, professor de Inglês de Martinho Campos

“Eu acho o horário de verão péssimo, porque ele desestrutura seu dia a dia, sua rotina, e é uma economia que não justifica”. José A ntônio, técnico de r ad i ol ogi a de Ab a eté

A d r i a no J osé Dos Re i s , comer ci a nte d e A ba e té

“Esse horário não me incomoda, são uns dez dias de adaptação e depois não tem

CENTRO TÉCNICO STUDIO HAIR

Outra coisa é que a questão de economizar não é necessário. O Brasil esbanja tanto dinheiro com coisas fúteis e vem sacrificar o trabalhador com essas bobagens. Na minha opinião tem outras coisas para se preocupar e não tomam atitudes a respeito”.

“Por um lado temos que observar os benefícios trazidos pela mudança de horário que é a econo-

“Na minha opinião o horário de verão é bem injusto com a gente. Até que você se adapta ao horário você fica bem sacrificado, você tem que mudar sua rotina, dorme outro horário, levanta mais cedo...

“Deveríamos ter apenas um horário, pois as pessoas que mais sofrem com esse horário são os que levantam cedo pra cumprir seu trabalho”. Josia ne Morais Mendes, té cni ca e m C onta b i l i d a d e de Quartel Geral “O horário é bom pra gente trabalhar. É bom principalmente porque sobra tempo pra gente fazer alguma coisa na parte da tarde. Não tenho nada a reclamar não”.


15

CARTÃO DE NATAL “Quero deixar aqui meu carinho com todos os quartelenses que acreditaram no meu potencial e me ajudaram nessa trajetória política. Aproveito a oportunidade para desejar a toda a população um feliz Natal e um próspero Ano Novo! Que deus abençoe a todos”. Um grande abraço do amigo Mário Saborido (Canário)

“Quero agradecer a Deus por ter me dado força e sabedoria para que eu pudesse mostrar o meu trabalho durante os quatro anos do meu primeiro mandato como vereador em Quartel Geral. Tenho certeza de que esse resultado foi o reflexo de um trabalho honesto e competente. Agradeço também a minha família e meus amigos que me apoiaram e caminharam do meu lado nessa luta. Tenham a certeza de que continuarei trabalhando com afinco e dedicação por nossa amada cidade. Quero também, desejar a todos os quartelenses um feliz natal e um super 2013 repletos de conquistas para todos nós. Um grande abraço”. Vereador José Maria Teodoro “Primeiramente quero agradecer a Deus por conceder forças para continuar meu trabalho por essa cidade que tanto amo. Gostaria de agradecer a todos que acreditaram, e confiaram no meu trabalho e me deram a chance de poder fazer mais por nosso povo. Um abraço especial a todos os cristãos que não cessaram suas orações para ver essa vitória ser realizada. A todos os líderes das congregações e ministérios em especial ao pastor Moisés, grande companheiro nessa batalha. Que Deus continue derramando suas bênçãos sobre nós. Um feliz Natal e um próspero Ano Novo”. Vereador Claudinho da Oficina

“Gostaria de agradecer a todos que confiaram no meu trabalho. Tenham certeza de que vou fazer o máximo para concretizar tudo aquilo que já tenho em planos, visando a qualidade de vida de cada cidadão quartelense. Desejo um feliz Natal e um Ano Novo repleto de realizações para o povo de Quartel Geral! Muito obrigado pela confiança”. Vereador Edmundo Caetano



Jornal Central Novembro e Dezembro