Page 1

COMO FUNCIONA

EMISSテグ DA NF-e


DETALHES SOBRE A EMISSÃO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA (NF-E). (NF A elaboração de uma Nota Fiscal eletrônica é uma das maiores causadoras de dúvidas entre os usuários dos programas da Kacique Sistemas e, por isso, vamos tentar elucidar alguns detalhes sobre a confecção, conferência e envio de uma NF-e NF (Nota Fiscal Eletrônica). Primeiro, temos de nos concientizar que a emissão de uma NF-e NF e é de suma importãncia impo devendo ser realizada por pessoas com conhecimento do processo e orientadas pelo seu contabilista. A Tela Inicial de emissão da NF-ee lhe oferece a princípio, não só a criação de uma nova entrada que deverá ser preenchida de forma correta e completa compl sob orientação de seu contabilista mas também, a possibilidade de transmitir, imprimir, consultar ou cancelar uma nota já preenchida. Localizar uma nota que já foi preenchida, enviada ou não para que se possa efetuar o procedimento desejado.

Levando em consideração a legenda de cores que estão diretamente ligadas ao “estado” da nota, ou seja, qual a posição daquela nota em relação à SEFAZ, podemos efetuar alguns procedimentos a respectiva nota fiscal eletrônica.

Nota autorizada – todos os o campos validadores da SEFAZ foram preenchidos corretamente. corretamente Nota não transmitida – por algum motivo a transmissão da nota foi adiada. Nota rejeitada pela sefaz – pelo menos 1 dos campos validadores da SEFAZ está faltando ou incorreto. 1

Nota em Contingência – DPEC

1

Nota Cancelada – A nota foi criada e posteriormente cancelada pelo operador do sistema Nota não processada – Nota elaborada e enviada, aguardando processamento pela SEFAZ

1

Declaração Prévia de Emissão missão em Contingência – Veja mais ao final deste documento.


Uma NOVA nota. A emissão de uma NF-ee é, de certa forma simples a medida que se conhece os mecanismos e as repetições e tornam cada vez mais freqüentes. Modelo cadastrado onde se especifica a linha e a coluna relativa a cada informação no caso da impressão impress da DANFE

Deve se digitada a Natureza da Operação Aqui contém um erro, percebe ?

Para quem não percebeu onde está o erro a Natureza da Operação é VENDA portanto uma SAÍDA e não uma ENTRADA como está indicado no tipo de documento. A pergunta é, neste caso onde há um erro de lançamento por parte do operador, qual será o tipo de movimentação; SAÍDA pois foi descrito VENDA ou ENTRADA como foi selecionado ? - A resposta é ENTRADA, como foi selecionado no tipo do documento. O correto preenchimento da nota, sejam informações cadastrais, cadastrais, fiscais ou valores é de total responsabilidade do operador do sistema pois cada caso é um caso e é impossível ao sistema validar certos lançamementos. Lançando a mercadoria na nota, você deve atentar principalmente te nas situações tributárias das mesmas para que possa informar corretamente cada um dos impostos sendo eles ICMS, IPI, PIS, e COFINS. No exemplo abaixo, foi considerada isenta em todas as situações tributárias.


Preenchidas as demais informações constantes na NF-e NF e que são de caráter opcional opci dependendo da Nota, como: dados do transportador, do(s) volume(s), Informações Adicionais, Informações Informa Financeiras e Nota Referência, salve a nota e ela já fará parte do banco de dados. dados

Pronto, podemos transmitir a nota e aguardar a resposta da SEFAZ SEFAZ que virá sob forma de uma janela (pop-up) up) informando se a nota foi AUTORIZADA ou REJEITADA. Se Autorizada, deve-se se imprimir a DANFE e prosseguir com os procedimetnos habituais. Se Rejeitada, deve-se verificar o motivo da rejeição. Normalmente após os : (dois pontos) na citada janela pop-up, up, aparece por exemplo

:BC

ou seja, está informando que o problema está em um dos

cálculos de BASE DE CÁLCULO e por isso você deve rever os lançamentos. Outro exemplo exem bastante comum éo

:IE ou seja, está informando que o problema está na INSCRIÇÃO ESTADUAL do fornecedor (caso o

fornecedor seja inseto de Inscrição Estadual deve ser informado ISENTO),, e assim por diante. Existe um fórmula para evitar a rejeição por parte parte da SEFAZ, que é o correto preenchimento dos cadastros sejam eles dos fornecedores, produtores, produtos, etc etc. “Perde-se se muito mais tempo procurando onde está o cadastro errado ou o erro em si do que manter o cadastro atualizado corretamente.”


Fique Sabendo:


DPEC – Declaração Prévia de Emissão em Contingência O DPEC também é um ambiente que recebe solicitações das empresas contribuintes através da comunicação de webservices. Entretanto, o DPEC não autoriza a Nota eletrônica, ele apenas autoriza uma declaração de que aquela NF-e será transmitida posteriormente para a SEFAZ Origem, mas que no momento o DANFE será impresso em contingência (formulário comum A4). Diferentemente do SCAN, o DPEC não se comunica com a SEFAZ Origem. Nesta forma de emissão em contingência, quando a conexão com a SEFAZ Origem for estabelecida novamente, a empresa contribuinte precisará encaminhar para ela todos os arquivos emitidos em contingência pelo DPEC. Imagine a seguinte situção: a empresa perdeu a conexão com SEFAZ Origem e também não conseguiu conectar com o SCAN. O que ela faz? Ela bate na porta do DPEC e fala: - DPEC, preciso emitir uma NF-e em contingência, você pode autorizar? E o DPEC responde: – Claro, mas preciso de algumas informações. Me passe a chave de acesso, número da nota, série, informações da sua empresa e da empresa do destinatário. - Ok, seguem as informações. Estou autorizado a imprimir o DANFE em uma folha A4 comum? - Sem problemas, pode emitir. Mas depois, envie o arquivo completo da NF-e para a SEFAZ Origem. Apenas para exemplificar de forma mais simples como funciona o processo. Em resumo, a NF-e não foi autorizada pelo DPEC, ele apenas tomou conhecimento de que naquele momento não havia conexão com a SEFAZ Origem, que o contribuinte imprimiu o DANFE e que encaminhará o arquivo posteriormente. O software emissor de NF-e precisa ficar checando o momento em que a SEFAZ Origem voltar a ter conexão. Quando isso ocorrer ele, precisa enviar para ela (SEFAZ) todos as Notas eletrônicas que tiveram a autorização de emissão feita pelo DPEC.

Como Funciona - Emissão de NFe  

Como Funciona - Emissão de NFe via Agrogestor da kacique Sistemas