Issuu on Google+

Jovem

NÚMERO 438 || 6 DE MAIO DE 2005

socıalista

> ESPECIAL IVG

Director Miguel Lopes || Director Adjunto André Fonseca Ferreira; Patricia Palma | Equipa de Redação Bruno Noronha; João Gonçalves

ORGÃO OFICIAL DA JUVENTUDE SOCIALISTA

Editorial Abril nosso de cada dia...

25DEABRIL

SEMPRE!

Ou muito me engano ou sentiu-se este ano uma força mais tranquila nos festejos do 25 de Abril. Prova disso é que nos telejornais, os destaques foram para as manifestações dos cidadãos estrangeiros a viver em Portugal. Depois das manifestações populares que vimos nos últimos anos, ás quais as políticas retrógradas do anterior governo não foram alheias, parece estar-se agora numa expectativa que, diga-se com justiça, parece cada vez mais mostrar-se que é para cumprir. Pelo menos é essa a mensagem que o Eng.º Sócrates tem passado, de que o PS está cá para governar! Senão, veja-se a brilhante prestação do nosso primeiro-ministro no debate mensal na Assembleia da República, onde a conclusão foi unanimemente considerada ser: todos os partidos estão de acordo com as propostas do PS. E mais, ficou claro que se o anterior governo foi o governo do “poderia ter sido...mas não foi!”, este governo é um governo para ficar. Mas não se pense que ficará por ficar. Ficará se nos tempos que se avizinham continuar a mostrar que merece a confiMiguel Lopes ança dos Portugueses. E os jovens estarão Director também lá para o julgar! Na melhoria das Jovem Socialisa condições laborais precárias em que a grande maioria hoje se encontra, na dificuldade de encontrar habitação própria, de estabelecer um estilo de vida próprio e autónomo essencial à realização de qualquer ser humano.As legitimas aspirações dos jovens devem ser sentidas no espírito de Abril, ou corre-se o risco de reforçar a emergência de movimentos que se encontram na antítese da liberdade. Basta ver o que se passou na Alemanha no primeiro de Maio, onde cerca de um milhar de jovens neonazis se juntaram para reclamar um mundo diferente... São estes os perigos da democracia quando ela se torna num ritual vazio que antagoniza com a realidade crua do dia a dia. É este o risco de tornar o sentido democrático um momento efémere e simbólico que se festeja num dia e tão esquecido está na vida real. >> miguellopes@juventudesocialista.org


Foi hรก 31anos


> OPINIÃO PAULO FERREIRA

Uma viagem de Metro... DESTAVEZ,TENTANDO ATRAVESSAR A CIDADE DE LISBOA PARA IRTRABALHAR, PENSANDO NOS 33 MILHÕES DE EUROS QUE CUSTOU O SISTEMA DE CONTROLE DE ENTRADAS DO METRO ETENTANDO DESCORTINAR PORQUE NÃO FUNCIONA, PORQUE É QUE FOI ESCOLHIDA UMA EMPRESA SEM EXPERÊNCIA NA ÁREA E UM SISTEMA SEM PROVAS DADAS, FUI CONFRONTADO COM UM GRUPO DE AMIGOS QUE ESTAVA A DEBATER O ASSUNTO MAIS IMPORTANTE DO ANO PARA ELES...O NOVO PAPA!

u, modestamente não católico mas respeitador do vasto património cultural e social dessa imensa organização, discordo da relevância do tema preferindo perguntar se alguma inspiração tinham tido acerca da questão das obras do Metro no Terreiro do Paço, porquê, quem, mas...sem sucesso, a culpa morrerá solteira e ninguém liga muito a isso! Desisti! Se não os consigo vencer, junto-me a eles e tento compreender as razões de tão acalorado debate. Para começar, a Igreja Católica é única, ninguém pode debater o passado e planear o futuro usando como unidade de medida o século, ou o milénio! Nenhuma empresa pode discutir a Globalização sendo de facto tão Global como a Igreja Católica. Nenhum Governo, à excepção do norte-americano, pode debater Relações Internacionais podendo, de facto, interferir ou agir de forma positiva ou negativa no destino de tantos outros governos como a Igreja Católica. Posto isto, e reconhecendo o excelente trabalho ao nível da abertura do Vaticano a outras confissões religiosas e a inteligente relação com a Comunicação Social de JP2, percebendo a desilusão da escolha do Cardeal Ratzinger por parte dos que acreditam no papel das mulheres na igreja e na sociedade, na relevância do apelo ao uso do preservativo, em especial em países carenciados onde grassa o VIH, da necessária latitude de abordagem a matérias como o aborto e a homossexualidade, não compreendo a alegria de alguns jovens da Juve-Ratzi (fans incondicionais do ex-cardeal) e a tristeza de alguns jovens católicos progressistas! Ora, parece-me obvio que a Igreja Católica, não se esquecendo da situação dramática vivida pelos católicos chineses, decidiu fazer uma homenagem a Mao Tse Tung, decidiu dar um passa atrás para dar dois à frente! Faz uma escolha bem mais conservadora para os próximos 8-10 anos com um ilustre estudioso da teologia, da fé e da doutrina, para depois escolher alguém mais progressista, quiçá não europeu. Que conseguirá o Vaticano? Manter-se inalterável durante os próximos 25 anos! Com um passito atrás e depois outro à frente...e assim mantém a dinâmica interna, sobrevive, agrada a uns e depois a outros, acaba por dar o “Santo Graal” à Opus Dei, depois da turbo-canonização do sr Escrivá de Beleguer. Mas logo a seguir volta a um tom mais progressista! Camaradas, sobreviver 2000 anos é Obra! Errar, atrasar o mundo e depois conseguir apanhar o passo, sobreviver a questões como a Inquisição, anti-semitismo, a II Guerra Mundial e o Holocausto, até à retractação do julgamento de Galileu Galilei e ser ainda hoje a maior organização do Planeta, é Obra! Acredito, sinceramente, que ninguém pode ajudar tanta gente no mundo, especialmente nos bastiões católicos como a América Latina e algumas zonas de África, como a Igreja Católica. Mas para ver isso vou ter de esperar 20 ou 30 anos...cá estarei! Para já, espero apenas que Bento XVI tente ser um actor na pacificação de um Mundo em convulsão, mantenha o tom ecuménico e se pronuncie sobre as relações Estado- Igreja! É que ter cardeais a apelar ao incumprimento das leis estabelecidas por governos democraticamente eleitos, como casamento de homossexuais em Espanha, ou a promoção de manifestações ,contra um governo legitimamente eleito como é o caso do de Timor Leste, é mau! É muito mau! Chamar anti-cristo a quem apenas quer colocar o ensino da religião e moral como “facultativo” nas escolas!!!! O livre arbítrio que Deus deu aos

E

homens deve-se ter perdido nas conferências de imprensa promovidas pelos bispos Timorenses!!! Consegui, felizmente, acalmar todos os meus amigos com estes argumentos. Estranho! Eu fiquei ainda mais apreensivo! A minha esperança na Glasnost ou na Perestroika do Vaticano tinha ficado muito reduzida.... Fiz um esforço por mudar de assunto, os pseudo-futurosteatros do Parque Mayer e o seu custo inacreditável, as acessibilidades da Casa da Musica no Porto e o desrespeito pela legislação em vigor! Sem efeito! Não desisti, elogiei o Ministro da Saude pela coragem e determinação que mostrou nas recentes decisões, pela prestação na Comissão Parlamentar, tentei explicar o presente envenenado que o Dr. Luis Felipe Pereira nos deixou em conluio com a CM Porto em ultrajante prejuízo do erário público como aliás alguns médicos e utilizadores do Hospital de São João denunciaram...Nada! Continuavam entretidos em rábulas religiosas, mas como se de claques de futebol se tratassem... Tentei provocá-los descaradamente, perguntei se sabiam que o Eng Guterres tinha, enquanto PM recusado cargos de relevo internacional mas que o Dr Durão Barroso tinha fugido à primeira oportunidade....Suspenderam as hostilidades por uns segundos...E voltaram à carga....!Senti uma vil e melancólica tristeza.... Decidi usar uma arma secreta, tratando-se de alunos de Medicina, referi a intenção do Governo de abrir as portas a médicos estrangeiros devido à falta de preenchimento dos quadros de muitas unidades hospitalares e centros de saúde espalhados pelo País. Consegui chamar a atenção! Referi de seguida que a culpa é obviamente do corporativismo cego da Ordem durante os últimos 30 anos...deram-me imediatamente razão e continuaram! Bem....irritei-me! Eles estavam a merecer uma medida drástica, tinha que ser, comecei a dissertar sobre o facto do CDS ter assassinado o PP, do Dr. Paulo Portas ter perdido o País e o Congresso, do cinzentismo de Telmo Correia, do facto de Ribeiro e Castro ter sido um “freitista” e de agora o CDS, se bem que menos populista e mais coerente, com mais qualidade, ir atravessar outro deserto de “pequenez”....Pronto, calaram-se e não disseram mais nada! Que maravilha, o silêncio dos transportes públicos! Bem, é verdade que em vez de orgulhosamente me silenciar me dediquei ao desmembramento das minhas vitimas! Adoro o Metro de Lisboa... Para finalizar uma preocupação crescente e que apesar de referida não vejo suficientemente debatida, o estado da justiça, a falta de confiança do povo nos órgãos de justiça, a lentidão dos processos, a impunidade de muitos poderosos e as injustiças cometidas contra muitos cidadãos comuns, a aparência de corporativismo e de ligações perigosas entre a justiça e alguns poderes instalados levará a que, a médio prazo, se realize o sonho do Dr. Alberto João Jardim, a instauração da 4º República! Penso “eu de que”... Gostava apenas de dar os meus parabéns ao Dr. Ribeiro e Castro pela excelente prestação no Congresso do seu partido e por ter ganho “à antiga”, nas palavras, na exaltação do discurso e por ter virado o congresso que se provou estar pouco convencido com candidatos “por favor”, coisa que já não se via por estas bandas há muito tempo! O PP desvaneceu-se na imagem do jovem, que vimos na TV, que chorava enquanto o Dr. Paulo Portas fazia o seu discurso de despedida no dia 20 de Fevereiro, ainda bem! >> x_file@mail.pt

NOTAS > Afinal havia gato, e bem fedorento, na questão da escolha do candidato autárquico para a Câmara Municipal de Oeiras. Ora vejamos, o Dr. Marques Mendes diz que se mantêm as condicionantes, a investigação sobre as contas na Suíça que pende sobre o Dr. Isaltino Morais, que levaram à sua saída do Governo e que, portanto, este não deve ser candidato à Camara. Compreensível !Ainda para mais as estruturas concelhias escolheram o nome de Teresa Azambujo ! Estas foram as razões várias vezes apontadas pelo Coordenador Autárquico do PSD, Dr. Dias Loureiro e até aqui tudo parece lógico e racional... Mas...porque é que o Dr.António Preto convidou, poucas horas depois o mesmo “investigado” para as Câmaras de Loures ou Odivelas??? É esta a bitola do PSD para as próximas Autárquicas na Área Metropolitana de Lisboa? Ou será Oeiras uma “privilegiada”? Ou trata-se apenas de simples desconsideração pelas populações de Loures ou Odivelas? > Cahora Bassa deu lucro passados 30 anos! Finalmente! E poderia ter acontecido há muito tempo e desse facto muito teriam beneficiado Portugal e Moçambique... > Alguém reparou que o Major Valentão agora é um paladino da nacional-porreirice e uma “VITIMA DO SISTEMA”!!!!O que é isto!?! Confundir Magistratura de Influência com corrupção!?! Tráfico de Influências !?! Árbitros, Concelhos de Arbitragem, Câmaras Municipais e Juntas Metropolitanas!?! Obras e promessas !?!Que raio...Ficou tudo louco !?!Anda tudo a voar sobre um Ninho de Cucos!?! Ou é apenas a Laranja Mecânica no seu melhor... > Sou só eu ou é uma delicia ouvir o nosso Presidente da República? Além da clareza de ideias, da pertinência das questões levantadas, da ponderação nas decisões, na emoção que coloca nos discursos e que muitos portugueses apreciam ao invés dos discursos plásticos, cínicos ou cinzentos da grande maioria dos políticos! E...presumo...que muitos hoje mordam a língua, (espero que não morram envenenados), ao serem recordados dos momentos em que insultaram e vilipendiaram o Dr Jorge Sampaio após os acontecimentos que levaram à demissão do Dr. Ferro Rodrigues de Secretário Geral do PS! Afinal havia outra.....e o Dr. Jorge Sampaio tinha razão, apesar de tudo! > Que é feito do Dr. Francisco Louça? Tem andado tão calminho.... > Na cerimónia comemorativa do 25 de Abril retive algumas notas curiosas, o lapso do deputado José Paulo Carvalho do novo-CDS-anti-PP (deve ser este o nome!) trocando “estado de direito” por “estado de direita” parecia uma senhora secretária de estado de

>>


> ÉVORA, 14 DE MAIO

>> NOTAS Durão Barroso que pensava que o Estado Português era Católico e não laico! Esta direita mais ou menos populista, tem sempre estes deslizes que mostram a sua verdadeira cara... O sr. Deputado do BE,Teixeira Lopes, disse que na Guerra Colonial não houve heróis, apenas vitimas. Infelizmente sr. Deputado não, houve muitas vitimas, alguns heróis, conhecidos e anónimos, de ambos os lados e é isso que dói...é a vergonha com que se promove um tabu em vez de se esclarecer e debater, promover a discussão e trazer a realidade à luz ajuda a acabar com os fantasmas!

Encontro Resistências e Alternativas

> Para finalizar uma questão que julgo importante, para quando a prescrição de receitas médicas pelo principio activo? Isso sim, seria revolucionar e mudar muita coisa.... > Já repararam que o guerrilheiro Alberto JJ andava de pistola em punho e faca nos dentes nos últimos tempos mas desde que teve uma audiência com o nosso PM parece um cordeirinho manso, compreensivo com a gravíssima situação das finanças cubanas, desculpem nacionais, já não acha que está a ser perseguido em relação à limitação de mandatos e até acha que a todos chega uma hora para se retirarem de palco!!!! Que aconteceu!?! Ganhou juizo? Respeito? Educação? Não é possível! Convenceu-se que o Eng Socrates é mesmo o melhor PM desde há largos anos?...bem, se calhar Alberto JJ viu a luz....antes tarde que nunca! > Bem, sei que é um filme de mau gosto, muito "batido", que depois dos monovolumes, discotecas, acessores e boys, tomadas de posse e birras, faltas de gosto e educação, falta de ética e consideração, depois da pior campanha política desde que Portugal vive em Liberdade, depois de trocas e baldrocas com muitas nomeações há ultima da hora, muitos amigos reconduzidos e negócios encobertos sempre em rpejuio do O Estado, depois de posto na rua, depois do ultimo congresso, depois de ir para a Câmara para evitar o esquecimento e o desemprego, depois de se ver sem apoios para se recandidatar à CML e ter de cancelar jantares...depois de tudo isto parecia que mais nada havia para bater no advogado Pedro Santana Lopes!Porque o OE 2005, as incongruências do Dr. Bagão Félix, a mentira dos números, a Dra. Celeste Cardona, o seu amigo Dr. Henrique Chaves,os presentes envenenados do Dr. Luis Felipe Pereira, as "patacuadas" do PPortas, muitas destas "coisas" não foram da sua responsabilidade...eis que chega...mais uma!!! Por favor!!!! Antes de nos deixar, sem saudades, uma semana antes da posse do novo e legitimo governo, o advogado Pedro Santana Lopes "chutou"para 2010 qualquer exigência pelo incumprimento do TOTONEGÒCIO!!! Depois de pareceres negativos, de clarificação da responsabilidade da liga e federação portuguesa de futebol.....Eu acho que a partir de agora, e depois da tentativa despudorada de alguns dirigentes desportivos de alegar a prescrição das dividas, nenhum simples, modesto e honesto contribuinte português se pode sentir compelido a pagar impostos porque...não há moral!!!!! Nenhuma!!!!

s movimentos sociais vão juntar-se em Évora para realizar um conjunto de iniciativas sob o tema: resistências e alternativas. Este encontro temático insere-se no processo do Fórum Social Português, que junta centenas de organizações e milhares de pessoas na busca de políticas contra as discriminações, contra a guerra e contra o neoliberalismo, na certeza de que um outro Portugal e um outro mundo são possíveis. Todas e todos que se reconhecem nestes princípios podem participar nesta iniciativa. Informa-se as organizações e pessoas interessadas de que podem construir a iniciativa organizando debates e iniciativas que mostrem as suas acções, divulguem as suas agendas e contribuam para a convergência na acção e o reforço dos movimentos sociais. Na sequência do Fórum Social Mundial, que se realizou

O

pela primeira vez, em 2001, na cidade brasileira de Porto Alegre, organizaram-se em todo o mundo encontros de movimentos sociais (continentais, temáticos e nacionais). Em 2003, realizou-se, em Lisboa, o primeiro Fórum Social Português, com a presença de milhares de pessoas e cerca de 200 organizações. Está agendado para 2006: o segundo Fórum Social Português. O programa da iniciativa temática subordinada ao tema das resistências e alternativas que se realizará em Évora a 14 de Maio, constará de um grande debate conjunto pela manhã; à tarde realizar-se-ão um conjunto de iniciativas próprias dos diversos movimentos sociais; seguido de um espaço e um momento de convívio e animação cultural. A participação de todas e de todos é fundamental para o sucesso desta nossa iniciativa. >> Fonte www.resistenciasealternativas.org


Jovem Socialista 438