Page 1

DOIS MIL E

CATORZE BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2014

ENTRE MEMÓRIA E SONHOS,

O PRESENTE QUE CONSTRUÍMOS… A Freguesia de Loureiro, ao longo dos anos, tem vindo a reforçar-se enquanto espaço territorial e social no seu conjunto. É notório quando observamos as infraestruturas que se foram construindo, alguns espaços requalificados, os serviços criados ou melhorados, as atividades que se têm disponibilizado, a intervenção política que se vai fazendo, no fundo, a dinâmica que aos poucos, mas em crescendo, vamos consolidando. Por isso, é tão importante terem-se mantido serviços criados no passado, terem-se reforçado alguns e criado outros novos, quando em muitas freguesias se assistiu precisamente a uma intervenção em sentido contrário. Por isso, está a ser concluída a nova área de acolhimento empresarial e se prevê o início da construção da primeira fase da via do sudoeste para 2015, ambas obras muito importantes para o desenvolvimento da Freguesia. Por isso, a importância fundamental do reforço de competências das Freguesias, descentralizando a intervenção do município (ver notícia da página 3, “Mais Competências, Melhores Freguesias”). Por isso, a importância do reforço da intervenção a nível social, nomeadamente o trabalho desenvolvido com a criação da Comissão Social de Freguesia e da Casa Social, pois uma freguesia integradora e sustentável deve preocu-

Rui Luzes Cabral

[Presidente da Junta]

«A Freguesia são os poderes públicos, as escolas, a Paróquia, as associações e instituições e todas as pessoas que aqui vivem e com ela colaboram.» par-se e atuar em diversas áreas. A este nível é importante salientar o papel da Paróquia de São João de Loureiro no estabelecimento de parcerias e na colaboração sempre profícua. Por isso, a criação do miniecocentro como forma de mostrar a importância do respeito pelo ambiente que é de todos nós, sendo Loureiro a primeira Freguesia no concelho a ter um espaço deste género.

Por isso, o apoio à educação, quer através da gestão da cantina do Jardim de Infância/EB 1 de Alumieira, quer no transporte de crianças, no apoio às Unidades de Multideficiência ou no melhoramento das instalações. Este é um serviço que, no futuro, trará muitos frutos à freguesia. Mas Loureiro respira para além dos poderes públicos e da sua intervenção. Não podemos esquecer o papel fundamental das associações e instituições que dinamizam o nosso espaço cultural e recreativo e na projeção que fazem da nossa Freguesia. O nosso apoio é sempre pouco para o inestimável trabalho que desenvolvem. E uma palavra de agradecimento a todas as pessoas que cedem gratuitamente parcelas dos seus terrenos para alargamento de vias ou colaboram com materiais e mão-de-obra na construção de muros e passeios. Sempre que é possível, a Junta de Freguesia vai fazendo essa obra de proximidade. A Freguesia são os poderes públicos, as escolas, a Paróquia, as associações e instituições e são todas as pessoas que aqui vivem e com ela colaboram. A Freguesia é a memória coletiva que preservamos e são também os sonhos que esperamos concretizar. A nossa Freguesia, a Freguesia de Loureiro, será sempre fruto do nosso alheamento ou da nossa colaboração. Escolhamos colaborar…


2

DOIS MIL E CATORZE BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2014

LOUREIRENSES NA PRIMEIRA GRANDE GUERRA O ano de 2014 assinalou o centenário do início da Primeira Grande Guerra. Foram 100 anos atribulados que mudaram a configuração das nações europeias e que trouxeram um mundo diferente, alicerçado nos despojos desta guerra e das seguintes. Um mundo e uma Europa que ainda procuram um equilíbrio que permita mais prosperidade com mais humanidade. Conforme se lê na wikipédia “Entre as causas da guerra incluem-se as políticas imperialistas estrangeiras das grandes potências da Europa, como o Império Alemão, o Império AustroHúngaro, o Império Otomano, o Império Russo, o Império Britânico, a Terceira República Francesa e a Itália. Em 28 de junho de 1914, o assassinato do arquiduque Francisco Fernando da Áustria, o herdeiro do trono da

Áustria-Hungria, pelo nacionalista Jugoslavo Gavrilo Princip, em Sarajevo, na Bósnia, foi o gatilho imediato da guerra, o que resultou no ultimato Habsburgo contra o Reino da Sérvia. Diversas alianças formadas ao longo das décadas anteriores foram invocadas, assim, dentro de algumas semanas, as grandes potências estavam em guerra; através de suas colônias, o conflito logo se espalhou ao redor do planeta. Em 28 de julho, o conflito ini-

ciou-se com a invasão austro-húngara da Sérvia, seguida pela invasão alemã da Bélgica, Luxemburgo e França, e um ataque russo contra a Alemanha.” Em Loureiro pouco se sabe sobre esta guerra e se algum conterrâneo combateu entre 1914 e 1918 nos seus diversos palcos, tanto na Europa como em Africa. A Junta de Freguesia de Loureiro pede a quem saiba alguma história sobre esta guerra, de familiares ou conhecidos que tenham estado envolvidos, que partilhe essas memórias. Construir a nossa história coletiva é uma tarefa de todos nós, para que os do futuro conheçam e preservem também o seu e o nosso passado. Informe-se sobre este momento da nossa história. Partilhe o que sabe sobre o assunto.

RECOLHA DE LIXO DIVERSO NO NOSSO

miniecocentro

Desde 20 de junho de 2014 que os resíduos verdes (podas e relva), plásticos, entulho doméstico, metal, vidro e monos sem utilidade, podem ser depositados num espaço junto à EB 2,3 D. Frei Caetano Brandão, num local especificamente indicado para cada tipo de resíduo. Depositar este tipo de lixo em caminhos no meio de pinhais ou noutros locais públicos é uma atitude moral e ambientalmente condenável, sendo alvo de sanções enquadradas pela legislação aplicável. Uma Freguesia mais limpa e ambientalmente empenhada na reutilização, separação e reciclagem dos seus resíduos é o que se espera cada vez mais para defesa de todos nós. A Freguesia ao disponibilizar um

espaço como este, facilita a vida a todos os loureirenses, sabendo-se que o lixo será bem encaminhado. Participe, colabore e divulgue esta ação de informação ambiental. Ao tratar o lixo que produz está a cuidar de si… Atenção: O Miniecocentro é um espaço destinado unicamente à deposição de lixo doméstico, por isso, não pode ser depositado lixo industrial ou comercial. É expressamente

proibido a colocação de pneus, baterias, latas de tintas, solventes e outros produtos químicos e telhas de lusalite. Os monos que aqui podem ser colocados são: colchões, sofás, mobiliário em madeira e metálico, bicicletas, peças metálicas ou em madeira e eletrodomésticos (fogões, frigoríficos…). Coloque o lixo nos separadores corretos e não se esqueça que uma freguesia mais limpa e organizada também depende de si.


3

DOIS MIL E CATORZE BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2014

MAIS COMPETÊNCIAS, MELHORES FREGUESIAS… Com a Lei 75/2013 avançamos mais um pouco no reforço das competências das Juntas de Freguesia ou, pelo menos, clarificamos e oficializamos de forma mais concreta o que muitas freguesias já faziam há anos. As freguesias, são o primeiro patamar do Estado para a resolução dos problemas colectivos, e são elas que os amortecem numa primeira fase. O recente entendimento do legislador, que permitiu passar mais competências para as freguesias, é a prova inequívoca que o seu trabalho tem sido bem feito, na generalidade, e merece ser respeitado. Os Acordos de Execução são o documento ou a ferramenta que materializa a passagem das competências enumeradas na Lei e que são as seguintes: 1. Gerir e assegurar a manutenção de espaços verdes; 2. Assegurar a limpeza das vias e espaços públicos, sarjetas e sumidouros; 3. Manter, reparar e substituir o mobiliário urbano instalado no espaço público, com exceção daquele que seja objeto de concessão; 4. Gerir e assegurar a manutenção corrente de feiras e mercados; 5. Assegurar a realização de pequenas reparações nos estabelecimentos de educação pré-escolar e do primeiro ciclo do ensino básico; 6. Promover a manutenção dos espaços envolventes dos estabelecimentos referidos no ponto anterior; 7. Controlo prévio, realização de

vistorias e fiscalização dos seguintes itens: a) – Utilização e ocupação da via pública; b) – Afixação de publicidade de natureza comercial; c) – Atividade de exploração de máquinas de diversão; d) – Recintos improvisados; e) – Realização de espetáculos desportivos e divertimentos na via pública, jardins e outros lugares públicos ao ar livre, sem prejuízo do disposto na alínea c) do n.º 3 do art. 16.º; f) – Atividade de guarda-noturno; g) – Realização de acampamentos ocasionais; h) – Realização de fogueiras e queimadas. Este novo enquadramento legal vai exigir ainda mais às freguesias, esperando-se, por isso, que a Câmara Municipal apoie burocraticamente o processo para que esta passagem de competências seja um ganho efetivo para as populações. Além do aqui referido, é ainda compromisso da Câmara Municipal continuar a proceder às podas nas freguesias, a disponibilizar alguma massa asfáltica para conservação de vias e alguns materiais de construção.

Quanto maior for a ligação entre todos os atores políticos, melhor respeitamos os oliveirenses e fazemos que o nosso concelho se destaque dos concelhos vizinhos. Resumindo, pode dizer-se que estes acordos de execução são a possibilidade que nos apontaram para melhorar a situação das freguesias face a anos anteriores, e que as competências impostas por via da Lei 75/2013, com os recursos humanos disponibilizados pela Câmara Municipal e com os meios financeiros possíveis pela contingência orçamental do município, são a realidade permitida. Estamos agora melhor que no mandato anterior, contudo, não podemos ignorar nesta reflexão que, a nível de transferências financeiras do município para as freguesias, estamos pior que há 10 anos atrás. Mas todos juntos e em diálogo permanente, estamos disponíveis para tornar, no futuro, estes acordos ainda melhores e mais condizentes com a dimensão e importância do nosso concelho.


4

DOIS MIL E CATORZE BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2014

ALGUMAS FOTOGRAFIAS PATENTES NA EXPOSIÇÃO “UM OLHAR SOBRE LOUREIRO”, DE DANIEL FERREIRA

Como já vem sendo hábito desde 2010, as Festas de Loureiro 2014 decorreram entre 18 de maio e 21 de junho. Algumas atividades realizadas neste período estão descritas noutras páginas deste boletim, como a abertura do Clube Sénior ou a Tertúlia sobre Voluntariado e Ação Social. SESSÃO DE ABERTURA Um Olhar sobre Loureiro

Em 2014, o tema da habitual exposição foi “Um Olhar sobre Loureiro”, com fotografias da nossa freguesia nos dias de hoje, da autoria de Daniel Ferreira. Nas últimas edições destas festas tem-se vindo a recuperar o passado, seja através de fotos, de artefactos, ou através de testemunhos. O objetivo é recolher o máximo de informação para as gerações futuras, sendo uma das prioridades do atual mandato a criação de um arquivo que recolha um conjunto significativo de publicações acerca da nossa terra milenar. Com a

ajuda de todos, esperemos conseguir atingi-lo, enriquecendo-nos assim coletivamente. A exposição patente ao público durante estas festas, para além de retratar espaços do nosso presente, serviu também para contribuir com aqueles que mais precisam. O montante da venda de cada foto, com um valor individual de 30 euros, reverteu para a Casa Social de Loureiro. Na Sessão de Abertura das Festas de Loureiro 2014, Rui Luzes Cabral enquadrou a exposição de fotografia nos objetivos desta iniciativa, agradecendo ao seu autor, e apresentou o programa das festas deste ano. Esta sessão contou ainda com a participação de alguns músicos da Banda de Loureiro, que animaram a noite executando pequenos trechos musicais. Atelier de iniciação à costura manual

A 24 e 31 de maio e a 7 e 14 de junho, realizou-se um atelier de iniciação à costura manual dinamizado por Elisabete Leite. Neste atelier os participantes puderam aprender ou relembrar pontos básicos utilizados na costura. Alinhavar, chulear, coser com ponto atrás, coser botões, fazer bainhas, aplicar fechos... O trabalho final foi a confeção de uma pequena bolsa, elaborada com os pontos que foram ensinados, sem o recurso a máquina de costura. Gestão de Resíduos

Aconteceu a 20 de junho, pelas 21:30 horas, no Auditório da Junta de Freguesia uma sessão de esclarecimento sobre gestão e tratamento de resíduos domésticos e agrícolas pela empresa Valter Valente, Gestão de Resíduos, Lda. Apesar de pouco participada, nela se debateram temas interessantes sobre legislação ambiental e posturas de cidadania que deveremos adotar para construirmos uma sociedade mais


5

DOIS MIL E CATORZE BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2014

sustentável. Agora que existe na freguesia um miniecocentro, debater estas questões possibilita um maior conhecimento sobre o assunto e uma mais correta utilização deste novo espaço.

rismo do Centro. Como atividade extra destas Festas de Loureiro realizou-se a 29 de junho, pelas 21:00 horas, o Desfile de Marchas Populares integrado nas Festas de S. João Baptista, desde a Praça Nossa Senhora de Alumieira até ao Adro Paroquial.

Encontro de Gastronomia e Duas Rodas Antigas Outras atividades De forma resumida, elencam-se outras atividades realizadas neste período, dinamizadas por diversas associações ou pela Junta de Freguesia.

Já uma referência do calendário loureirense, o Encontro de Gastronomia decorreu a 14 e 15 de Junho, com a participação de algumas das associações da freguesia e centenas de visitantes. No domingo de manhã, passearamse pelas ruas de Loureiro, Pinheiro da Bemposta e Oliveira de Azeméis motorizadas, motas e bicicletas antigas, num passeio denominado de Duas Rodas Antigas. A animação da tarde ficou a cargo do Grupo de Concertinas e Acordeões da Associação Cultural de Romariz. Também neste dia realizou-se junto ao recinto do Encontro de Gastronomia uma pequena Feira de Artesanato.

- A 25 de maio, no Centro Social e Paroquial de Loureiro teve lugar a festa convívio com os séniores da freguesia, com organização da Paróquia e Conferência S. Vicente de Paulo. - A 31 de maio, no Largo do Faial, decorreu o Passeio Motociclismo dos 8 aos 80 – AMLD, integrado nos Festejos da Nossa Senhora do Livramento. - De 31 de maio a 1 de junho, no Clube Equestre de Loureiro, realizouse o 8º Concurso Nacional de Obstáculos de Loureiro. - A 7 de junho, o Clube Desportivo de Loureiro organizou no Campo do Barão um Encontro de Futebol Feminino e a 14 de junho aconteceu o já habitual Passeio Cicloturístico, organizado pela Associação de Ciclotu-

Sessão Solene de Encerramento

O encerramento oficial das festas teve lugar a 21 de Junho. Nele teve lugar a entrega de lembranças a várias pessoas e associações, bem como a entrega do diploma e das felicitações da freguesia à sua habitante mais idosa, a D. Belmira de Jesus Feirão, que conta já com 103 anos. A sessão foi abrilhantada com a participação do Orfeão de Loureiro e, no final, cantaram-se os parabéns à D. Belmira e à Freguesia de Loureiro.


6

DOIS MIL E CATORZE BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2014

OBRAS

COLOCAÇÃO DE RAILS DE PROTEÇÃO

RUA DO BARÃO

TRAVESSA DO BARREIRO

PASSEIOS E VALETAS

RUA DO EMIGRANTE

ANTES

TRAVESSA DE ARROTA

RUA DE VALVERDE DEPOIS

RUA CÓNEGO PIRES VALENTE

RUA DAS AGRAS


7

DOIS MIL E CATORZE BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2014

AMPLIAÇÃO DE JARDIM EM ALUMIEIRA E PASSEIO

ALARGAMENTOS

RUA DE ARROTA

ENCAMINHAMENTO DE LINHA DE ÁGUA

RUA DO BARÃO, JUNTO À PROLEITE

RUA DE SANTO ANTÓNIO

PAVIMENTAÇÃO

ALUMIEIRA


8

DOIS MIL E CATORZE BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2014

CLUBE SÉNIOR DE LOUREIRO

VOLUNTARIADO E AÇÃO SOCIAL Integrado nas Festas de Loureiro 2014, e com o objetivo de dinamizar a Casa Social Maria da Silva Figueiredo, realizou-se no passado dia 4 de junho uma tertúlia denominada “Voluntariado e Ação Social”, moderada pelo Presidente da Junta, e também Presidente da Comissão Social de Freguesia, Rui Luzes Cabral. Este encontro de partilha de experiências na área da ação social e do voluntariado contou com as digníssimas presenças dos senhores Padres Ricardo Aguiar (Pároco de Loureiro) e Artur Pinto (Pároco de Carregosa), e de Amaro Simões (Presidente da Junta de Freguesia de S. Roque), Carlos Costa Gomes (Investigador de Bioética na Universidade Católica do Porto) e Gracinda Leal (Vereadora da Ação Social da Câmara Municipal). Uma noite interessante e bem passada, em que os oradores foram tecendo as suas considerações sobre a forma

JANTAR DAS LETRAS Já na sua segunda edição, o Jantar das Letras 2014, com organização da Comissão Social de Freguesia, reuniu num restaurante de Loureiro mais de 80 pessoas que se juntaram para partilhar um texto, um poema, um pensamento, uma história de vida… Os lucros deste evento cultural que envolve também a boa gastronomia, têm um fim social, pois revertem integralmente para a Casa Social Maria da Silva Figueiredo. Esta atividade tem, ainda, o objetivo

de organizar a este nível a sociedade atual e sobre o papel das instituições de solidariedade social. Falou-se do tempo de que dispomos para o serviço aos outros nestas causas sociais, tendo alguns dos participantes partilhado também as suas experiências pessoais em diversas instituições das quais fazem parte. Esta foi mais uma atividade da Casa Social, local onde, desde 2010 e com a preciosa colaboração de um grupo de voluntárias, se tem vindo a desenvolver um trabalho social relevante para a população da freguesia.

de alertar para os problemas sociais locais, sensibilizando a comunidade para o papel que podemos ter em prol de todos os que, em algum momento, podem precisar do nosso apoio.

A 22 de maio pelas 14:30 horas, integrado no Cartaz das Festas de Loureiro 2014, Gracinda Leal, Vereadora da Ação Social, Rui Luzes Cabral, Presidente da Junta de Freguesia e Mário Pinho Pereira, numa cerimónia que contou com a presença dos seniores fundadores, formalizaram a criação deste espaço de convívio e partilha de saberes das pessoas com mais idade.

Os clubes séniores pretendem ser isso mesmo, espaços de convívio e de troca de experiências, locais informais de reunião com base no dinamismo dos representantes de freguesia no Concelho Municipal do Idoso. Em Loureiro, essa representação é assegurada por Mário Pinho Pereira, a quem muito se deve do dinamismo do nosso Clube Sénior. Jogos, dança, música, ginástica, passeios, entre outras atividades, fazem com que as tardes de quinta-feira na Junta de Freguesia de Loreiro sejam bastante animadas.


9

DOIS MIL E CATORZE BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2014

JUNTA DE FREGUESIA E AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE LOUREIRO EM COLABORAÇÃO ATIVA

INTERVENÇÃO NO JARDIM DE INFÂNCIA / EB 1 DE ALUMIEIRA O Jardim de Infância e a Escola Básica do Primeiro Ciclo partilham o mesmo espaço desde setembro de 2014. Esta partilha de espaços exigiu a adequação de algumas das instalações da EB1 de Alumieira e a alteração de alguns procedimentos já interiorizados pelos professores e assistentes operacionais dos dois estabelecimentos de ensino. Levou, também, a que fossem criadas novas exigências para que tudo pudesse funcionar com tranquilidade. A nível das instalações, a Junta de Freguesia colocou resguardos de proteção nas escadas, telas escurecedoras em algumas salas e novas cortinas e

fez ainda uma intervenção para melhoramento do soalho e regularização dos pisos exteriores. A Câmara Municipal substituiu a caixilharia e renovou mesas e cadeiras na cantina. A aguardar, encontram-se ainda a pintura exterior da escola e a mudança do parque infantil das antigas instalações do Jardim de Infância para o recreio da EB1. Espera-se que até final deste ano letivo se possam concluir estas intervenções. O apoio e compreensão da comunidade educativa foram fundamentais para a normalidade com que decorreu esta mudança que iniciou uma nova etapa das escolas da nossa freguesia.

A Junta de Freguesia e o Agrupamento de Escolas de Loureiro celebraram, à semelhança de anos anteriores, um protocolo de colaboração para o ano letivo 2014/2015, com objetivo de apoiar a transição para a vida pós-escolar de um aluno com Plano Individual de Transição. A Junta de Freguesia colabora com este Agrupamento também a outros níveis, nomeadamente no transporte de crianças do Jardim de Infância, no transporte dos alunos das Unidades de Educação Especial para diversas atividades, no arranjo e manutenção das instalações, na cantina, entre outros apoios e parcerias pontuais.

O Presidente da Junta, Rui Luzes Cabral, a professora Rosa Emília Rocha e o Diretor do Agrupamento, Vasco Machado Vaz na assinatura do protocolo de colaboração.


10

DOIS MIL E CATORZE BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2014

feira de artesanato em imagens

cartazes de outras atividades


11

DOIS MIL E CATORZE BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2014

ATIVIDADES E SERVIÇOS DISPONÍVEIS

ATUALMENTE NA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO Segurança Social

Serviço voluntário prestado pela D. Hermínia no primeiro e segundo sábado de cada mês, entre as 10 e as 12:00 horas.

Apoio Jurídico

Serviço voluntário prestado por Sílvia Pires mediante marcação na secretaria da Junta de Freguesia para ajuda de resolução ou compreensão de testamentos, doações, contratos, arrendamentos, IMI, IRS, IRC, IS e outro tipo de registos.

Apoio aos Agricultores

Serviço de apoio aos agricultores, à agricultura no seu geral, ou outras áreas a ela intimamente ligadas. Tem uma empresa agrícola e precisa de a modernizar, é jovem e quer ser agricultor, precisa de se candidatar a fundos comunitários, não sabe qual a área em que deve apostar nesta região, entre outros assuntos, apareça que decerto será ajudado ou encaminhado. Ajudar os agricultores é ajudar a agricultura, é ajudar uma economia de escala local muito descrente e afetada pelas mudanças que estão a acontecer.

Dirija-se à Junta de Freguesia de Loureiro às terças-feiras à noite, no habitual horário de atendimento, entre as 20:00 e as 21:00 horas que o seu caso será encaminhado para técnicos ou instituições credenciadas.

Karaté

Aulas de karaté para crianças e jovens, às segundas-feiras entre as 18 e as 19 horas para a turma dos mais pequenos e das 19:15 às 20:15 para a turma dos maiores. Professores: Victor e a Joana.

Danças de Salão

Aulas de Danças de Salão para Jovens e Adultos, às segundas-feiras entre as 21:00 e as 22:30 horas. Professores: Victor e a Joana.

Aulas de Dança Fusion/ Zumba e Ginástica Localizada de Loureiro

- Aulas de Dança Fusion/Zumba às terças-feiras entre as 19:00 e as 20:00 horas e às quartas-feiras entre as 20:30 e as 21:30 horas. - Aulas de Dança Fusion/Zumba (crianças) às quartas-feiras entre as 19:00 e as 20:00 horas. - Aulas de Ginástica Localizada às sextas-feiras entre as 19:00 e as 20:00 horas. Professora: Maritza Quintinha

Reiki

O Reiki é uma terapia japonesa que reestabelece o equilíbrio energético da pessoa e ajuda ao nível físico, mental, emocional e espiritual, podendo ajudar a tratar doenças e a promover a saúde. Para marcação das sessões gratuitas dirija-se à secretaria da Junta de Freguesia. Terapeuta: Magui Ramalho

Grupo de Bordados

Este grupo, há anos que vem enriquecendo o panorama cultural loureirense através das exposições que vão fazendo, encontra-se às segundas-feiras, a partir das 16:00 horas na Junta de Freguesia de Loureiro. São várias as pessoas que se reúnem para criarem belas peças de tecido. Se tem gosto pela arte de bordar pode juntarse ao grupo e assim partilhar o que sabe ou aprender técnicas que ainda desconhece.


12

DOIS MIL E CATORZE BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2014

INDAQUA TEM A CONCESSÃO DA ÁGUA E SANEAMENTO

ASSEMBLEIAS DE FREGUESIA DESCENTRALIZADAS A Sessão Ordinária da Assembleia de Freguesia de Loureiro de 27 de junho de 2014 aconteceu na Sede da ACREFA – Associação Cultural e Recreativa Festas da Amizade (Rua de Arrota). Pretende-se que esta seja a primeira de outras assembleias descentralizadas em Loureiro, em sedes de associa-

ções ou outros locais a escolher. Uma forma simbólica de levar a vários pontos da freguesia os assuntos que são do interesse de todos. Quanto mais loureirenses assistirem e participarem nestas reuniões, mais reforçada sai a democracia, pois é com a participação de todos que esta se consolida.

GAM – GABINETE DE APOIO AO MUNÍCIPE é sempre às quintas-feiras de manhã, de quinze em quinze dias, mediante calendário afixado no início de cada ano. São inúmeros os serviços que se podem tratar, desde a ação social, o ambiente e conservação da natureza, comércio e serviços, festividades, publicidade e ocupação de domínio público, licenciamento zero, serviços urbanos, trânsito, serviço de estrangeiros e fronteiras, educação, resíduos sólidos, serviços jurídicos, entre muitos outros…

A concessão da água e saneamento à empresa INDAQUA por um período de 30 anos iniciou a 01 de março de 2014. A partir dessa data qualquer problema nas redes é assegurado por técnicos dessa empresa. Um serviço de piquete / avarias 24 horas por dia, 365 dias no ano que pode contactar pelo número 256 690 166. A empresa também tem um ponto de atendimento no Centro Comercial Rainha, Loja 16, Piso 1. Para os interessados, a empresa pede para avisar que a partir de agora a ligação de ramais numa extensão inferior a 20 metros é gratuita.

CONTACTOS Largo Luís de Camões CC Rainha - Loja 16 - Piso 1 3720-232 Oliveira de Azeméis http://www.indaquaoazemeis.pt Telefone: 256 690 150 Telefax: 256 690 169 E-mails Geral

geraloazemeis@indaquaoazemeis.pt

Contratação

contratacaooazemeis@indaquaoazemeis.pt

O Gabinete de Atendimento ao Munícipe está agora de forma mais fixa nas freguesias, trazendo mais próximo dos cidadãos os serviços de atendimento da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Um técnico administrativo municipal faz o atendimento, não precisando as pessoas de se deslocarem à cidade. Em Loureiro,

Junta de Freguesia de Loureiro Rua Padre Manuel Laranjeira, n.º 1043 Apartado 21 3721-903 LOUREIRO OAZ Telefone e Fax: 256 692 000 E-mail: junta.freg.loureiro@sapo.pt http://www.junta-freg-loureiro.com

Avarias

avariasoazemeis@indaquaoazemeis.pt

Dois Mil e Catorze  
Dois Mil e Catorze  
Advertisement