Page 1

DOIS MIL E quinze BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2015

DE OBRAS E ATIVIDADES REALIZADAS A SONHOS ANTIGOS PARA ALCANÇAR A Junta de Freguesia de Loureiro considera que em 2015 foram executadas um conjunto significativo de obras que melhoraram diversas vias e largos, criaram-se algumas atividades novas e consolidaram-se outras mais antigas que têm dado dinâmica à cultura local. Neste boletim DOIS MIL E QUINZE, que retrata o que de mais importante foi realizado, salientamos três obras, enumeramos três atividades ou realizações e voltamos a reclamar a concretização de três sonhos antigos. Enunciando as três obras mais importantes de 2015, principiamos com os grandes alargamentos e construção de muros na Travessa Dr. Sá Carneiro e na Rua do Penedo, conforme se pode ver nas imagens das páginas centrais deste boletim. Como segundo destaque, outra intervenção que também se esperava há anos: a colocação de gradeamentos na parte nova do cemitério, a sua pintura, assim como a de todos os da parte antiga e dos belíssimos portões. Para finalizar, foram também pintados todos os muros exteriores do cemitério. Por último, e em parceria com a Comissão de Festas de Nossa Senhora da Esperança e Divino Espirito Santo, salientamos a requalificação do Largo envolvente à Capela e Coreto, que tornou este espaço bastante mais aprazível. As três obras aqui enunciadas inte-

Rui Luzes Cabral

[Presidente da Junta] “SÃO OS SONHOS QUE DÃO DINÂMICA A UMA FREGUESIA EM CRESCIMENTO COMO LOUREIRO, MAS, NO ENTANTO, SÃO A SUA GENTE E INSTITUIÇÕES ATIVAS QUE A VÃO TRANSFORMANDO NUM POLO LOCAL AGREGADOR”.

gram um conjunto vasto de intervenções, cujas imagens pode encontrar neste boletim, e revelam um trabalho constante em prol da valorização da Freguesia. Como exemplo de atividades assinalamos o envolvimento da freguesia no Concurso “Maia Florida”, uma novidade bem-vinda ao nosso calendário festivo que lembra uma tradição antiga e que a transporta para os nossos dias. O segundo destaque vai para a “Onda Rosa”, atividade promovida pela Liga Portuguesa Contra o Cancro a que a Junta de Freguesia se associou,

alertando para as questões do cancro da mama e da saúde da mulher, dando visibilidade e sensibilizando para um problema dos nossos dias que toca a todos nós. Como último exemplo, selecionamos o reforço no apoio às associações de Loureiro, às parcerias criadas, o contributo na resolução dos seus problemas, na contratualização de cedência de salas. Atividades ou realizações que demonstram a importância que todas as coletividades nos merecem, pois são as nossas mais importantes embaixadoras. A finalizar, três obras há muito reclamadas por todos os loureirenses, mas que, também pelo grande investimento que envolvem, não dependem das competências e parcos recursos de uma Junta de Freguesia mas da vontade e capacidade do município. Referimo-nos à conclusão da construção das redes de água e saneamento, à requalificação do Largo de Alumieira, sem esquecer a necessidade de instalar dignamente o mercado semanal e à criação de um espaço cultural e museológico na casa que pertenceu a D. Frei Caetano Brandão. São os sonhos que dão dinâmica a uma Freguesia em crescimento como Loureiro, mas, no entanto, são a sua gente e instituições ativas que a vão transformando num polo local agregador.


2

DOIS MIL E quinze BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2015

VALORIZAÇÃO DE SINALIZAÇÃO VERTICAL ANTIGA

Vencedora da Categoria A Anabela da Silva Oliveira

Vencedora da Categoria B Paula Cristina Gomes

Terceira Menção Honrosa Dores Almeida

Primeira Menção Honrosa Rosa Amélia Godinho

Segunda Menção Honrosa Ismael Tavares Fernandes Quarta Menção Honrosa Lucinda Valente Santos

O mês de Maio é por excelência o mês das flores. Manda a tradição que na noite de 30 de abril para 1 de maio, fechaduras e fechos de todas as portas exteriores das casas sejam enfeitadas com ramos de giestas em flor, as chamadas “Maias”. A origem deste costume pode estar relacionada com ritos associados à fertilidade da terra e dos animais, ao início da Primavera e do novo ano agrícola. Pode também visar a proteção contra doenças e o “esconjurar” do diabo e do mauolhado. Com vista a reviver esta tradição, a Junta de Freguesia de Loureiro decidiu promover o Concurso “Maia Florida” e incentivar a participação de toda a comunidade loureirense na cultura e

Quinta Menção Honrosa EB 1 JI - Prof. Carla Tavares

valores comuns. Os grandes objetivos foram valorizar as tradições e o património cultural, fomentar a recriação de costumes populares, promover a criatividade artística e cultural e incentivar o envolvimento e a participação nas manifestações culturais. O concurso esteve aberto à participação individual de todos os habitantes de Loureiro, bem como das escolas e associações culturais e recreativas da freguesia. A concurso estiveram 38 maias, tendo havido outros participantes que não se inscreveram nesta I Edição do concurso. A Junta de Freguesia agradece ao júri deste concurso todo o apoio prestado. O nosso obrigado ao António Silva, ao Manuel Terra e à Fernanda Correia.

Sabemos que a sinalização vertical em pedra ou cimento faz parte do passado, sobrando já poucos exemplares tão úteis ao trânsito. São um património e uma marca de meados do século XX que aos poucos desaparecem das nossas ruas. A Junta de Freguesia quer preservar o que existe e este ano de 2015 decidiu recuperar toda a sinalização vertical existente, dando-lhe nova vida, continuando contudo com a mesma função de nos ajudar a escolher o melhor caminho. Uma intervenção meramente simbólica para recordação de todos.


3

DOIS MIL E quinze BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2015

MAIS CIVISMO E RESPONSABILIDADE NO TRATAMENTO DO NOSSO LIXO Uma Freguesia mais limpa depende de todos. Cada um tem a sua cota de responsabilidade neste processo de a tornar mais asseada, por isso temos apelado tanto ao civismo das pessoas para que em diversos domínios haja melhorias. A Junta de Freguesia com as suas limitações, tudo tem feito para construir passeios e valetas, resguardos para os contentores do lixo, a criação do mini ecocentro, entre tantas outras pequenas obras que tentam embelezar as ruas e jardins. Neste boletim de anos anteriores, assim como em outras publicações locais, temos sensibilizando para esta necessidade coletiva de construirmos uma Freguesia mais agradável.

locarmos tudo, na forma e na quantidade, não é sensato. Assim sendo, apelamos aqui para que exista mais cuidado quando nos deslocamos a um local destes. Qual a razão de colocarmos restos de relva, podas ou outros orgânicos se temos um terreno onde podemos fazer a sua compostagem ou se temos um mini ecocentro onde depositar tais resíduos? Qual a razão de não colocarmos devidamente nos contentores os nossos resíduos? E se os mesmos estiverem cheios, porque não procuramos outro mais vazio? São pequenos gestos que fazem a diferença. Hoje em dia, em que se disponibilizam locais apropriados para se de-

Apesar de alguns progressos, falta ainda muito para que se deixem de ver em caminhos mais escondidos monos, entulho, recipientes abandonados, plásticos, telhas de lusalite, eletrodomésticos e outro tipo de lixo que coloca em risco o nosso ambiente e as pessoas, tornando esses espaços feios e perigosos. Mas a falta de civismo acontece também mais próximo de nós, onde há um contentor ou um ecoponto. Dizer-se que pagarmos a taxa do lixo nos dá o direito de lá co-

positar todo o lixo que produzimos, porque não o fazemos convenientemente? Há locais próprios para o vidro, para o papel, para as lâmpadas, para as pilhas, para os monos, para os eletrodomésticos. Quanto tempo mais vamos demorar a tratarmos o que produzimos de forma mais consciente e sustentável. Vá lá, não custa nada colaborar, a nossa freguesia agradece, o nosso planeta merece…

ARRAIAL DA PÁSCOA O Arraial da Páscoa é uma grande festa da Freguesia que atrai milhares de pessoas a Loureiro na segundafeira de páscoa, todos os anos desde há muitas décadas. A tradição desenvolveu-se com o saltar do rego, uma brincadeira com burros, e foi evoluindo para a realização de uma corrida de cavalos, feira, gastronomia, diversão e música. Há anos que não existiam mudanças significativas na organização desta festa, mas em 2015 a Junta de Freguesia experimentou dar melhores condições aos cavalos e maior segurança aos assistentes, colocando um piso de pó de pedra em cima do alcatrão da pista improvisada numa das ruas do largo de Alumieira. Uma mudança que causou alguns constrangimentos aos moradores e ao comércio envolvente mas que foi saudada por todos os participantes e visitantes. Um salto qualitativo na defesa das condições para a corrida em si, tornando-a mais segura e menos dolorosa para os animais. A coperação logística da Câmara Municipal e dos Bombeiros Voluntários de Oliveira de Azeméis foi muito importante para a colocação e remoção do pó de pedra da pista.


4

DOIS MIL E quinze BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2015

Abertura das festas

Caminhar por Azeméis

Feira de Artesanato

I Campeonato de Playstation

Noite Branca

Encontro de II Rodas Antigas

Abertura das festas

Convívio de Petizes

Abertura das festas - Exposição

Zumba Solidário

Sabores Naturais

Festas 18demaio >Loureiro 21 junho 2015 Jantar das Letras

Caminhada a favor da Liga Portuguesa contra o cancro

Sessão de Ioga

Grupo MEGA’ARTE

Música no Largo

Passeio Cicloturístico

VI Encontro de Gastronomia

VI Encontro de Gastronomia

Bolo - Festas de Loureiro

Encerramento das Festas de Loureiro

Marchas Populares

AS PESSOAS MAIS IDOSAS DE LOUREIRO Em 2015, a 21 de Junho, aquando da cerimónia de encerramento das Festas de Loureiro, a Junta de Freguesia agraciou novamente a pessoa mais idosa da freguesia. Como inovação, a cerimónia deste ano celebrou não apenas

uma pessoa mais idosa mas duas pessoas, a mulher e o homem mais idosos de Loureiro. Assim sendo, este ano festejamos com Maria da Silva Vaz de 98 anos, nascida a 7 de Junho de 1917 (e, lamentavelmente, falecida a 27 de Julho) e com Américo Oliveira Tavares de 97 anos, nascido a 3 de Abril de 1918. Com esta simples homenagem pretendemos mostrar que a experiência de vida e a sabedoria dos mais velhos não devem ser desperdiçadas mas sim, ser aproveitadas e servir de referência de vida para as gerações mais novas.


5

DOIS MIL E quinze BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2015

FALECEU EX-PRESIDENTE DA JUNTA DE FREGUESIA

“ONDA ROSA” EM LOUREIRO Todos os anos, 1,3 milhões de mulheres em todo o mundo são diagnosticadas com cancro da mama, estimando-se que uma em cada 10 mulheres venha a desenvolver a doença antes dos 80 anos. Em Portugal, surgem 4500 a 5000 novos casos anualmente e 1500 mulheres morrem todos os anos com esta doença. O cancro da mama é o tipo de cancro mais comum entre as mulheres (não considerando o cancro da pele), e corresponde à segunda causa de morte por cancro, na mulher. O “Outubro Rosa” é dedicado não só à prevenção do cancro da mama, mas à saúde da mulher como um todo. Durante este mês decorrem, um pouco por todo o lado, diferentes iniciativas visando alertar para este problema que, quando afeta as mulheres, afeta também as suas famílias, os maridos, os pais, os filhos e os amigos, enfim, toda a comunidade. Associando-se à iniciativa da Liga Portuguesa Contra o Cancro, a Junta de Freguesia desafiou as associações e os loureirenses a enfeitarem-se de rosa e a mostrarem a sua preocupação e espírito solidário. Como esperado, Loureiro não ficou indiferente e aceitou o desafio em massa. De todos os pontos da freguesia as associações mostraram o seu compromisso: a ACREFA, a ARCL, a Associação de Solidariedade Social, a

Banda de Música, o Clube de Caça e Pesca, o Clube Desportivo e o Orfeão exibiram a sua originalidade e criaram um laço rosa, icónica imagem da luta contra o cancro. A Banda de Música, o Clube Desportivo e o Orfeão levaram ainda mais longe o seu envolvimento: os seus executantes e atletas exibiram orgulhosamente laços rosa nos seus fardamentos nas apresentações públicas e jogos, aumentando a visibilidade desta luta.

Também o Agrupamento de Escolas, a Caixa de Crédito Agrícola, a Cooperativa Elétrica, os CTT, a Paróquia e Unidade de Saúde e, inclusive, alguns estabelecimentos comerciais aderiram a esta “onda rosa”, manifestando a sua solidariedade e compromisso no combate ao cancro. A Junta de Freguesia congratula-se com os resultados alcançados e quer, de forma pública, reconhecer e agradecer o empenho de todos nesta causa pública tão nobre.

Faleceu no passado dia 04 de Novembro, Joaquim Tavares Girante. Foi o primeiro presidente da Junta de Freguesia de Loureiro, eleito democraticamente a 12 de Dezembro de 1976, tendo permanecido no cargo até 1979. Ocupou a presidência da Banda de Música de Loureiro durante 8 anos, desde Fevereiro de 1978 até Maio de 1986. Foi sócio fundador da ARCL – Associação Recreativa e Cultural de Loureiro, sedeada na Quinta do Barão e seu vice-presidente desde a fundação a 04 de Fevereiro de 1980 até 1987. Fez ainda parte dos Órgãos Sociais da Cooperativa Elétrica de Loureiro e participou em diversos grupos paroquiais, destacando-se a Comissão Fabriqueira e a Irmandade do Santíssimo Sacramento. Loureiro perdeu um homem ativo na sociedade, dando muito de si às instituições por onde passou. Nos últimos anos de vida a doença não o deixou intervir diretamente da forma que queria mas sempre que podia aparecia nos eventos e nas diversas Assembleia-Gerais das diversas associações. A Junta de Freguesia de Loureiro apresenta aqui as mais sentidas condolências à família, tendo sido aprovado na Assembleia de Freguesia um Voto de Pesar em sua memória.


6

DOIS MIL E quinze BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2015

ALARGAMENTOS E CONS RUA DO PENEDO E TRAV ANTES

DURA

A espera foi muita mas a 29 de setembro tiveram início as obras de demolição de muros e respetivos alargamentos. Primeiro na Travessa Dr. Sá Carneiro, depois na Rua do Penedo. Dois meses e meio de trabalhos que transformaram as duas vias, antes estreitas, com cerca de três metros, em vias largas, em média com sete metros de largura. Um sonho de todos os moradores há muitos anos, um anseio da Junta de Freguesia que agora é uma realidade. Sabendo que nem todos são sensíveis a este tipo de alargamentos, a Junta de Freguesia reconhece publicamente o desprendimento e a colaboração de todos os proprietários que cederam gratuitamente dezenas e, nalgumas situações, centenas de metros quadrados dos seus terrenos privados para domínio público, uma atitude que aqui louvamos. Obrigado a todos.


7

DOIS MIL E quinze BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2015

STRUÇÃO DE MUROS NA VESSA DR. SÁ CARNEIRO

ANTE

DEPOIS


8

DOIS MIL E quinze BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2015

OUTRAS OBRAS GAVETO DE MACIEIRA

ANTES

DEPOIS

ALARGAMENTO NA RUA FERREIRA DE CASTRO

ANTES

DEPOIS

CONSTRUÇÃO DE PASSEIOS NO LARGO DO FAIAL

ANTES

DEPOIS

ANTES

DEPOIS

OBRAS DE VALORIZAÇÃO DO LARGO DE NOSSA SENHORA DA ESPERANÇA


9

DOIS MIL E quinze BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2015

PAVI MENTA ÇÕES

RUA POMBAL DA IGREJA

RUA D. AFONSO III

BENEFICIAÇÃO DA TRAVESSA INDÚSTRIA-SUL

PINTURA DE BANCOS NO ADRO PAROQUIAL

PEQUENAS REPARAÇÕES NO JARDIM DE INFÂNCIA EB 1 DE ALUMIEIRA

CONSTRUÇÃO DE ESPAÇOS PARA CONTENTORES DE LIXO

PINTURA DE BANCOS NO ADRO PAROQUIAL

CONSTRUÇÃO DE PASSEIOS JUNTO AO CRUZEIRO DA GRACIOSA

PEQUENAS REPARAÇÕES NA VIA PÚBLICA


10

DOIS MIL E quinze BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2015

CEMITÉRIO RENOVADO COM A COLOCAÇÃO DE GRADEAMENTOS E PINTURAS A 18 de Outubro de 2001, Rui Luzes Cabral, na altura correspondente de Loureiro para o Correio de Azeméis, escreveu um artigo a dar conta que a parte nova do cemitério de Loureiro estava à espera de um gradeamento há anos. Catorze anos depois desse texto e seis depois de ser presidente de Junta de Freguesia, a intervenção de colocação do referido gradeamento aconteceu em Setembro de 2015. Com a colocação destes gradeamentos pode dizer-se que o cemitério está

completamente fechado, pois os restantes muros, a confrontar com a Unidade de Saúde e com a Rua São João Baptista, não foram pensados para ter gradeamentos. Os novos gradeamentos também foram pintados, assim como os da parte antiga e todos os belíssimos portões. Um trabalho demorado mas que se exigia há muitos anos pois a oxidação era bem patente, colocando em causa a estabilidade física do conjunto. Um grande investimento da Junta

RENOVAÇÃO DO PARQUE INFANTIL DO FAIAL O Parque Infantil do Faial é o único da Freguesia e há vários anos que não era alvo de uma intervenção de fundo. Apesar de já anteriormente se ter-

em realizado várias operações de limpeza e substituição da areia, só a partir de janeiro de 2015 é que, através da assinatura dos Acordos de Execução com a Câmara Municipal, foram de-

de Freguesia que acabou por proceder também à pintura de todos os muros exteriores, dando agora um novo e bonito enquadramento estético ao cemitério.

legadas nas Juntas de Freguesia competências para proceder à sua gestão e manutenção. Assim sendo, de imediato se efetuou uma intervenção mais profunda que passou pela revisão de encaixes e parafusos, a substituição de algumas peças e de equipamentos, nomeadamente do escorrega que oferecia alguns riscos. Foi também realizada uma limpeza profunda à areia. Com esta renovação, a Junta de Freguesia pretendeu devolver ao parque infantil as condições necessárias para que as crianças possam gozar deste espaço de lazer em segurança.


11

DOIS MIL E quinze BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2015

RECIBO 1000

ORFEÃO, BANDA, TAL E MOTARDS RECEBEM NOVAS SALAS Durante o ano de 2015, com as antigas instalações do Jardim de Infância vagas devido à junção com a EB 1 em Alumieira, considerou-se que a ocupação das antigas salas por alguém que as cuide seria a melhor forma de garantir a sua manutenção. Assim sendo, a Banda de Música de Loureiro, que procurava soluções para o espaço reduzido da sala de ensaios na Quinta do Barão, encontrou numa antiga sala do Jardim de Infância um espaço maior e consentâneo com as suas necessidades. O Orfeão, apesar de ter já a sua sede numa sala do edifício da Junta de Freguesia, necessitava também de uma pequena sala de arrumos. A junção de um vestiário e uma casa de banho numa única sala pequena, foi a solução encontrada para o espaço que esta coletividade diligenciava. O TAL, que desde 2005 ocupava a antiga escola de Arrôta, deixou estas instalações, mudando-se também para uma das antigas salas do Jardim de Infância, um espaço mais próximo do Auditório da Junta, o que se torna

também uma mais-valia aquando da realização dos espetáculos desta associação. Tendo ficado desocupada a antiga escola de Arrôta, a possibilidade de utilização deste espaço foi atribuída ao Grupo Motard AMLD – Amigos Motards de Longa Data, embora a sala principal desta antiga escola continue a ser de utilização coletiva. A cedência e utilização de todos os espaços em causa foi aprovada em reunião de Junta e de Assembleia de Freguesia, tendo sido também assinado um contrato com as respetivas coletividades. Desta forma, a Junta de Freguesia, consciente da importância do movimento associativo, tem-se esforçado para dar boas condições de trabalho cultural e recreativo a quem tanto faz em prol da cultura local. Não importam apenas os apoios monetários, a cedência de espaços e equipamentos, a negociação, a responsabilidade e as cedências mútuas, são fatores de coesão e garantia de trabalho profícuo.

Pelo segundo ano consecutivo Fernando Silva, Tesoureiro da Junta de Freguesia, assinalou simbolicamente a emissão do recibo 1000 com a entrega de uma pequena lembrança Em 2015 este recibo foi emitido a Bruna Filipa Vaz Matos, do 3.º ano, aluna da professora Carla Tavares, pelo pagamento das refeições na EB1 de Alumieira. Para distinguir este recibo, Fernando Silva entregou à aluna o livro intitulado “Há sempre uma estrela no Natal” de Luísa Ducla Soares, autora incluída no Plano Nacional de Leitura. Este livro é recomendado para apoio a projetos relacionados com o Natal nos 3º, 4º, 5º e 6º anos de escolaridade e conta várias histórias que denotam a excecional capacidade criativa desta autora: desde uma menina ucraniana que passa o primeiro Natal em Portugal, até um menino que quer um hipermercado como prenda… tudo é possível. A ilustração é de Fátima Afonso. Com esta escolha a Junta de Freguesia pretendeu reforçar a mensagem da importância da leitura e dos hábitos de leitura, particularmente, na formação das crianças.


12

DOIS MIL E quinze BOLETIM ANUAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE LOUREIRO | DEZEMBRO 2015

OUTRAS ATIVIDADES AO LONGO DE 2015

FOTO: DANIEL FERREIRA

ILUMINAÇÕES E OUTRAS ATIVIDADES DE NATAL Chegados ao Natal, são várias as atividades que a Junta de Freguesia dinamiza. A entrega de lembranças às crianças do Jardim de Infância e Primeiro Ciclo (este ano foi entregue uma caneca alusiva à época), é um miminho que assinala este tempo festivo do mês do Natal. A Feira de Artesanato, evento que aconteceu a 5 e 6 de Dezembro e que contou com a participação de cerca de duas dezenas de artesãos, possibilitou aos visitantes comprar algumas das suas prendas de Natal. Durante este animado fim-de-semana, a chegada do Pai Natal é sempre um momento alto para a pequenada. Os Amigos Motards de Longa Data dão desde há alguns anos um contributo muito importante para esta atividade que faz as delícias das cri-

anças, recebendo cada uma um saquinho de rebuçados e chocolates. A Entrega de Cabazes de Natal a cerca de 30 famílias carenciadas é um momento de partilha e preocupação social da Junta de Freguesia, que não esquece os que mais precisam, também, neste período do ano.

A decoração de algumas rotundas e outros e espaços da freguesia pelas escolas e algumas associações, é outro dos simbolismos que marca o Nascimento de Jesus em Loureiro e que, tal como as iluminações e decorações que colocamos em nossas casas, pretende reforçar a importância desta época festiva e apelar para as verdadeiras razões do seu mais profundo significado. A habitual parceria da Junta de Freguesia com a Cooperativa Eléctrica permitiu a decoração do Adro Paroquial com a iluminação de algumas árvores e, este ano, foi alargada à grande árvore de Natal, construída em fios de luzes led, que ilumina a rotunda de Alumieira junto à estátua do Emigrante. A Junta de Freguesia de Loureiro deseja um Próspero Ano de 2016.

CAMINHADA NOTURNA

PARTICIPAÇÃO EM REUNIÕES DA ANAFRE

PARTICIPAÇÃO NO AZEMÉIS É SOCIAL

Junta de Freguesia de Loureiro Rua Padre Manuel Laranjeira, n.º 1043 Apartado 21 3721-903 LOUREIRO OAZ Telefone e Fax: 256 692 000 E-mail: junta.freg.loureiro@sapo.pt http://www.junta-freg-loureiro.com

Boletim Dois Mil e Quinze  
Boletim Dois Mil e Quinze  
Advertisement