Issuu on Google+

1


2

SUMÁRIO

1- INTRODUÇÃO..............................................................................2 2 - REDES SOCIAIS E INTERATIVIDADE NA INTERNET.....3 2 .1 - CONCEITO DE REDES SOCIAIS.........................................3 2 2 – PRINCIPAIS REDES SOCIAIS MUNDO..............................4 3 – CONSIDERAÇÕES FINAIS.....................................................23 4 – REFERÊNCIAS .........................................................................24 5 - ANEXOS.......................................................................................25


3

1 – INTRODUÇÃO Este trabalho contém um estudo de pesquisa sobre Redes Sociais, como um instrumentos de interatividade entre pessoas, grupos e comunidades na Internet. Faz parte do processo de avaliação do 1º período do curso de tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas da FACULDADE UNIPAC DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS DE CONTAGEM. Envolve as disciplinas... O trabalho tem como objetivo mostrar o surgimento e as tendências de difusão das redes sociais no mundo e a repercussão disso no Brasil. Trata-se de um fenômeno ainda recente, mas de grande impacto nos meios de comunicação de massa, pela rapidez com que fatos são veiculados na rede e alcançam seus alvos numa velocidade inimaginável há alguns anos. Esta velocidade traz novas perspectivas de uso nos meios de comunicação, em concorrência com outras mídias. O trabalho utiliza como método uma pesquisa bibliográfica. Por tratar de um tema novo, há poucos textos em livros ou publicações acadêmicas sobre o assunto. Desse modo, utilizou-se mais textos publicados na Internet, jornais e revistas.


4

2 - REDES SOCIAIS E A INTERATIVIDADE NA INTERNET

2.1 – CONCEITO DE REDES SOCIAIS As redes sociais surgiram como uma técnica chave na sociologia moderna. De acordo com a Wikepedia (2010), esta tem, também, vindo ser aplicada e desenvolvida no âmbito de disciplinas tão diversas como a antropologia, a biologia, os estudos de comunicação, a economia, a geografia, as ciências da informação ou a psicologia social. A idéia de rede social começou a ser usada há cerca de um século atrás, para designar um conjunto complexo de relações entre membros de um sistema social a diferentes dimensões, desde a interpessoal à internacional. Em 1954, J. A. Barnes começou a usar o termo sistematicamente para mostrar os padrões dos laços, incorporando os conceitos tradicionalmente usados quer pela sociedade quer pelos cientistas sociais: grupos bem definidos (ex.: tribos, famílias) e categorias sociais (ex.: gênero, grupo étnico). Académicos como S.D. Berkowitz, Stephen Borgatti, Ronald Burt, Kathleen Carley, Martin Everett, Katherine Faust, Linton Freeman, Mark Granovetter, David Knoke, David Krackhardt, Peter Marsden, Nicholas Mullins, Anatol Rapoport, Stanley Wasserman, Barry Wellman, Douglas R. White ou Harrison White expandiram e difundiram o uso sistemático da Análise de Redes Sociais. Uma Rede Social representa os relacionamentos afetivos, bem como relacionamentos profissionais entre grupos de pessoas, sendo responsável pelo compartilhamento de informações entre indivíduos que possuem objetivos e valores em comuns a serem compartilhados. Partindo desta definição, surgem as Redes Sociais Virtuais que são aquelas onde se estabelece uma comunicação entre indivíduos através do computador. Muitos dos recursos das redes sociais online são comuns para cada um dos mais de 300 sites de rede social existentes atualmente. A capacidade de criar e compartilhar um perfil pessoal são o recurso mais básico. Essa página de perfil normalmente possui uma foto, algumas informações pessoais básicas (nome, idade, sexo, local) e um espaço extra para que a pessoa informe suas bandas, livros, programas de TV, filmes, hobbies e Websites preferidos. A maioria das redes sociais na Internet permite postar fotos, vídeos e blogs pessoais na sua página de perfil. Mas o recurso mais importante das redes sociais online é encontrar e fazer amigos com membros de outro site. Na sua página de perfil, esses amigos aparecem como links, assim os visitantes podem navegar facilmente na sua rede de amigos online.


5

Pelo fato do computador ter se tornado uma ferramenta mais comum nos últimos tempos, impulsionado principalmente pela redução do seu custo em cerca de oito vezes desde a década de 70, além da popularização da Internet, as redes sociais tornaram-se mais populares que o e-mail, segundo um estudo da Nielsen, empresa do ramo das informações e mídias. O Brasil tem a mais alta média de acessos a essas redes, onde 80% dos internautas navegam nas comunidades virtuais, chegando a superar os índices dos Estados Unidos (67%) e Suíça (51%) . Mas e quais são as redes sociais na Internet? Resposta simples: redes sociais na Internet são as páginas da web que facilitam a interação entre os membros em diversos locais. Elas existem para proporcionar meios diferentes e interessantes de interação. Assim, com tanta informação disponível e um acesso tão fácil a essas redes sociais, muitos usuários passaram a trocar informações e a aprender nesses novos espaços, levantando a questão da gestão do conhecimento que é construído e trocado nessas redes sociais. Foi a partir dessa inquietação que o presente artigo buscou analisar as redes sociais mais conhecidas atualmente, o Facebook, o Myspace, Orkut, Msn e twitter mostrando como podem vir a beneficiar e facilitar a comunicação entre a pessoas em diversas situações e como contribuem no processo de gestão do conhecimento.

2.2 – PRINCIPAIS REDES SOCIAIS FACEBOOK: (1)

A HISTORIA

O estudante de graduação Mark Zuckerberg e seus colegas de quarto Dustin Moskovitz e Chris Hughes, criaram o THE FACEBOOK de seu dormitório na


6

universidade, em 4 de fevereiro de 2004, com o suporte e a acessória de Andrew McCollum e Eduardo Saverin, permitindo que os colegas da universidade de Harvard, na região de Boston, na Costa Leste dos Estados Unidos, pudessem colocar fotos e se manter em contato uns com os outros, compartilhando experiências e planejando eventos. Em quatro horas teve 450 visitantes. No final do primeiro mês cerca de metade dos alunos da universidade estavam cadastrados. O site cresceu rapidamente e passou a admitir estudantes de outras universidades da região de Boston (Boston College, Boston University, Northeastern University, Tufts University), além de Rochester,

Stanford, Columbia, Yale, NYU e Northwestern. Em dezembro rompia a barreira de 1 milhão de cadastrados. Era um sucesso avassalador na comunidade estudantil. Em dezembro de 2005, troca seu nome de “THE FACEBOOK” para apenas FACEBOOK. Somente em 11 de setembro de 2006, qualquer internauta, através de um e-mail, poderia se cadastrar no FACEBOOK. A explosão de tráfego foi visível: crescia cerca de 3% por semana. Em 2007, o FACEBOOK tornou-se uma das empresas de Internet mais cara do mundo, valendo quase US$ 15 bilhões. Tudo em virtude da poderosa Microsoft que comprou uma parte minoritária da empresa (1.6% de participação no capital) por US$ 240 milhões, batendo uma proposta da rival Google. O número de usuários no Brasil dobrou nos últimos três anos, totalizando mais de 5 milhões de pessoas.

OS DIFERENCIAIS

O sucesso do FACEBOOK ante aos gigantes Orkut e MySpace é devido a inúmeras razões como: ● Não há anúncios nem spams. ● Privacidade (o perfil fica visível apenas para os seus amigos). ● Fotografias – disponível em outubro de 2005 - (não há limite de fotos e de tamanho, além de poder fazer álbuns personalizados com ferramentas como o Slideshow e o Photobucket). ● Chat (há mais de 40 tipos de aplicativos que disponibilizam chats no perfil). ● Feeds (assim que é feito o login, são mostrados os feeds dos seus amigos, como as alterações que eles fizeram no perfil, os aplicativos que eles adicionaram ou qualquer


7

evento ou site que eles postaram). ● Compartilhamento (no FACEBOOK você pode compartilhar tudo: links, vídeos, fotos, blogs, músicas). ● Interface do usuário (a interface é muito mais agradável e inteligente). ● Aplicativos (há impressionantes 1.400 disponíveis, de horóscopos e presentes virtuais a players de música e vídeo, tornando-se o grande trunfo do FACEBOOK). ● Vídeo (há ferramentas para vídeos em comunidades e você pode colocar vídeos de praticamente todos os formatos).

O GÊNIO POR TRÁS DA MARCA

Mark Elliot Zuckerberg nasceu em 14 de maio de 1984 e cresceu em Dobbs Ferry, subúrbio de classe média alta de Nova York. É o segundo de quatro filhos – e o único homem – de um dentista e de uma psiquiatra. Começou a mexer com computadores bem cedo, aprendeu a fazer programação por conta própria. Quando estava no último ano do ensino médio, ele e o amigo Adam D’Angelo fizeram um programa para o Winamp, um tocador de MP3 que “aprendia” os hábitos musicais de uma pessoa e criava uma lista de acordo com seu gosto. Eles ofereceram o download gratuito de sua criação na Internet, e grandes empresas, como a America On Line e a Microsoft, entraram em contato. “Foi uma oferta do tipo vocês podem vir trabalhar para nós, e, por falar nisso, nós também vamos levar essa coisa que vocês fizeram”, diz Zuckerberg. Mas os dois resolveram ir para a faculdade. D’Angelo para a Caltech e Zuckerberg para Harvard, onde tudo começou. Hoje em dia, ele é um típico geek, o nerd que gosta de tecnologia, e dono de uma fortuna estimada em US$ 1.5 bilhões pela revista Forbes e de uma empresa avaliada em US$ 6.5 bilhões. Avesso a badalações, ele tem uma rotina burocrática. Embora tenha uma fortuna no banco, sua casa não oferece nem um mínimo de conforto. Vive em apartamento alugado, cuja mobília se resume a um colchão no chão, duas cadeiras e uma mesa. "Nunca fui apegado ao dinheiro", costuma afirmar, o geek que quase nunca se separa do seu jeans, tênis e moletom.


8

DADOS CORPORATIVOS ● Origem: Estados Unidos ● Fundação: 4 de fevereiro de 2004 ● Fundador: Mark Zuckerberg, Chris Hughes e Dustin Moskovitz ● Sede mundial: Palo Alto, California ● Proprietário da marca: Facebook Inc. ● Capital aberto: Não ● CEO: Mark Zuckerberg ● COO: Owen Van Natta ● Faturamento: US$ 500 milhões (estimado) ● Lucro: Não divulgado ● Valor de mercado: US$ 6.5 bilhões (estimado) ● Usuários: 400 milhões ● Acessos: 2º site mais visitado da Internet ● Presença global: Sim (qualquer país pode acessar) ● Maiores mercados: Estados Unidos, Canadá, Inglaterra e Austrália ● Funcionários: 1.200 ● Segmento: Internet ● Principais produtos: Rede social de relacionamento ● Website: http://www.facebook.com/

-A MARCA NO MUNDO

O FACEBOOK hoje conta com mais de 400 milhões de usuários (60% deles fora dos Estados Unidos), 250 mil novos registros por dia, e ainda um modesto lucro estimado de US$ 50 milhões. O site está disponível em mais de 50 línguas e idiomas. No Brasil o número de usuários ultrapassou 5.5 milhões de usuários.


9

VOCÊ SABIA?

Estão publicadas no FACEBOOK mais de 2.8 bilhões de fotos, uma média de 44 fotos por usuários. Semanalmente são mais de 60 milhões de novas fotos publicadas.

ORKUT:(2)

A HISTÓRIA O ORKUT não teria surgido se não fosse a prática do Google em permitir, e muitas vezes estimular, que 20% do tempo de trabalho de cada funcionário possa ser utilizado para desenvolvimento de projetos pessoais. Um desses funcionários, o turco Orkut Büyükkokten, desenhista de interface com o usuário (sua função) na empresa, e que fazia pós-doutorado em ciência da computação em Stanford, desenvolveu um projeto de serviço de redes sociais onde muitos internautas pudessem reencontram amigos, se apaixonassem ou até mesmo arrumassem emprego. Desenvolveu o embrião do ORKUT nos bancos da universidade californiana. O resultado do projeto, batizado com seu sobrenome, foi ao ar na Internet em 24 de janeiro de 2004 com o objetivo de ajudar seus membros a criar novas amizades e manter relacionamentos. Inicialmente, para participar do serviço de relacionamento, o internauta precisa ser convidado por e-mail. Em menos de seis meses o ORKUT atinge a marca de 1 milhão de membros. Em 5 de abril de 2005, finalmente o ORKUT ganhou versão brasileira em língua portuguesa. Era o começo de um sucesso arrebatador. Uma legião de milhares de brasileiros aderiu ao ORKUT. Três meses depois, disponibiliza dez novas línguas:


10

francês, italiano, alemão, espanhol, japonês, coreano, holandês, russo e chinês (tradicional e simplificado). Em setembro é integrado ao sistema Google Accounts. Nele, cada usuário, para fazer o acesso, deveria estar cadastrado como um usuário da rede Google. Em meados de 2006 o ORKUT atinge a incrível marca de 25 milhões de usuários no mundo inteiro e passa, em outubro, permitir que qualquer pessoa se cadastre no site, mesmo sem convite. No ano seguinte atinge a marca de 60 milhões de membros e anuncia re-estilização da interface de sua página na Internet com o objetivo de combater o avanço de sites como Facebook e MySpace. Novo Orkut é o nome dado à nova versão do site de relacionamentos, com layout totalmente reformulado, foi lançada no dia 29 de outubro de 2009, durante uma coletiva de imprensa. A nova versão do ORKUT traz novidades como o feed de notícias, um agrupamento de recados, atualizações do perfil e adição de amigos, tudo na página inicial. O ORKUT utiliza mensagens de erro engraçadinhas, como “Bad, bad server. No donut for you!” (fala adaptada de um dos episódios clássicos da série de TV “Seinfeld”, intitulado “The Soup Nazi”) para deixar, segundo a empresa, a informática mais palatável.

A LINHA DO TEMPO

2006 ● Disponibilizado, em 22 de abril, aos usuários do sistema a ferramenta “visualizações do seu perfil”, que mostrava o número de vezes que outros membros do ORKUT visualizarem seu perfil e a lista os últimos dez membros que o fizeram. A nova ferramenta deixou muitos usuários descontentes. ● Surge a função de mediador. 2007 ● Na segunda quinzena de março foi criada a opção Enquete, a fim de colher opiniões de membros de uma comunidade de forma quantitativa. ● Criado um mecanismo que permite aos usuários adicionar vídeos do YouTube e do Google Video ao perfil de usuário. ● Lançamento do recurso, chamado feed, permitindo que usuários publiquem em seus perfis, fotos no Fotolog, álbuns do Picasa, Flickr, blog no Blogger, WordPress, Live Journal ou qualquer mecanismo que utilize método de exibição RSS. ● Introdução do recurso que permite o envio de recados via mensagens SMS. ● Passa a ter a função de busca de tópicos nas comunidades do site.


11

● Lançamento de uma nova ferramenta que torna possível o envio de imagens e vídeos da internet para os amigos, bastando copiar o link e colar onde se digita a mensagem do scrap. ● Lançamento da ferramenta que possibilita ocultar a visualização do álbum, vídeos favoritos e depoimentos para desconhecidos. ● Lançamento do recurso chamado de “atualizações dos seus amigos” permitindo que o usuário veja na sua página inicial quando um amigo altera o perfil, recebe um depoimento, adiciona um vídeo, ou atualiza o álbum de fotos, assim como os seus amigos também podem ver as suas atualizações. 2008 ● Adicionada uma ferramenta que torna possível achar os amigos do Gmail, Hotmail, Yahoo e AOL e adicioná-los como amigos no ORKUT. ● Aumentado o limite de fotografias para 10.000. Além disso o carregamento foi facilitado com a inclusão de um recurso para adicionar várias fotos de uma só vez. ● Lançado um serviço de bate-papo, onde os usuários podem navegar e conversar online ao mesmo tempo.

O SUCESSO

Em fevereiro de 2006, após ser chamada ao palco pelo vocalista da banda irlandesa U2, Bono Vox, e dele receber um “selinho”, Katilce Miranda bateu recorde de recados no ORKUT, recebendo cerca de 4 milhões de recados em apenas 11 dias e chegando a atingir uma média de 25 recados por segundo. O número só não ficou maior porque o perfil dela foi apagado.

AS COMUNIDADES

No ORKUT é possível criar comunidades, espécie de fóruns de discussão específicos em um determinado assunto. No Brasil, maior mercado do ORKUT no mundo, as comunidades mais populares são: Eu odeio acordar cedo (com mais de 3.4 milhões de membros), Eu amo fim de semana! (2.5 milhões de membros), Sua inveja faz a minha fama (2.2 milhões de membros), Eu amo chocolate (2.2 milhões de membros) e Eu


12

acredito e confio em Deus (2.1 milhões de membros). Em uma pesquisa realizada recentemente revelou que o ORKUT possuía mais de um bilhão de comunidades.

DADOS CORPORATIVOS ● Origem: Estados Unidos ● Lançamento: 24 de janeiro 2004 ● Fundador: Orkut Büyükkokten ● Sede mundial: Mountain View, Califórnia ● Proprietário da marca: Google Inc. ● Capital aberto: Não ● CEO: Eric E. Scmidt ● Faturamento: Não divulgado ● Lucro: Não divulgado ● Membros: + 100 milhões ● Acessos: 53º site mais visitado da Internet ● Presença global: + 20 países ● Presença no Brasil: Sim ● Maiores mercados: Brasil, Índia e Estados Unidos ● Segmento: Internet ● Principais produtos: Rede de relacionamento ● Slogan: Who do you know? (Quem você conhece?) ● Website: www.orkut.com -

A MARCA NO MUNDO

O sistema possui atualmente mais de 100 milhões de usuários cadastrados. O Brasil é o país com o maior número de membros, com cerca de 51% dos usuários do sistema, aproximadamente 50 milhões de usuários. A Índia é o segundo país com o maior número de membros (aproximadamente 20%), seguida dos Estados Unidos que possuí uma fatia de 17.2%, o que equivale a cerca de 8 milhões de usuários. Nos Estados Unidos, o estado que mais participa é a Califórnia, com cerca de 20,24%, seguido por Nova Iorque com 9,10% e Flórida com 7,94%. Aproximadamente 59.41% dos


13

participantes do ORKUT são pessoas que tem de 18 a 25 anos. Atualmente, em média, a cada 8 dias, 1 milhão de novos usuários ingressam no ORKUT por meio de convites enviados por e-mail ou criando uma conta no Google. Atualmente o ORKUT está disponível em 43 idiomas.

VOCÊ SABIA? ● Apesar de ORKUT ser um nome próprio, na programação visual do site (títulos e logotipos) a palavra está em minúscula.

-

MYSPACE: (3)

A HISTÓRIA

A idéia não é novidade. A rede social existe há muito tempo: expandir o número de pessoas que você conhece através dos amigos de seus amigos e assim por diante. Este mecanismo foi o ponto de partida para o lançamento do site MYSPACE (em português significa Meu Espaço), um verdadeiro fenômeno nos Estados Unidos e outros países da Europa. Fundado em agosto de 2003 por Chris DeWolfe e Tom Anderson, começou como uma comunidade de pessoas criativas que ambos conheciam em Los Angeles. Foi criado inicialmente com o objetivo de atrair pessoas criativas, fossem elas atores, artistas ou músicos. A comunidade local era muito pulsante. Não foi idealizado para atrair “nerds” de tecnologia. Foi criado para que pessoas comuns se expressassem de forma criativa. A grande visibilidade teve início no mesmo ano, quando o líder do setor,


14

o site de relacionamento Friendster, não conseguiu acompanhar o crescimento do tráfego. Durante os horários de pico, ficava muito lento e os usuários não conseguiam acessá-lo. Muitos desses usuários acabaram migrando para o MYSPACE, que conheceram através de propaganda boca-a-boca. Os primeiros foram os próprios amigos e funcionários dos fundadores do MYSPACE, com uma certa ajuda na mídia por meio da Intermix Media, empresa que possuía uma cota de ações do MYSPACE na época. presença on-line gratuita com o objetivo de divulgar seus trabalhos e para comunicar-se com seus fãs. Este novo espaço não apenas permitia às bandas criarem uma presença on-line, mas também que outras pessoas ouvissem suas músicas através de seus perfis e baixassem versões em MP3 de suas músicas de forma gratuita. Isso atraiu ainda mais os músicos, além dos maiores consumidores de música: os adolescentes. Grupos como Arctic Monkeys e a cantora britânica Lily Allen ganharam força divulgando trabalhos no site. Atualmente, a rede tem mais de seis milhões de bandas oferecendo conteúdo. O enorme sucesso atraiu a atenção, em 2005, da gigante News Corp., comandada pelo magnata da Porém o grande sucesso foi atingido quando os fundadores notaram que os músicos e os admiradores de música eram os que mais utilizavam o MYSPACE, e criaram o MySpace Music (portal da música independente na Internet) em 2004. O tráfego do site decolou. Essas bandas utilizavam o MYSPACE para estabelecer uma mídia Rupert Murdoch, que comprou a empresa que tinha interesse no controle do MYSPACE, a Intermix Media, por US$ 580 milhões. No ano seguinte lançou páginas próprias em países como Espanha, México, Japão, Itália, Alemanha, China, Suíça, Irlanda, Holanda, Austrália, e Canadá. O MYSPACE chegou ao ápice do sucesso quando em 2006 tornou-se o site mais acessado dos Estados Unidos. Essa popularidade se deve pela versatilidade e pelas boas ferramentas que oferece aos usuários. Não é necessário convite para se cadastrar e o internauta ganha um domínio próprio na rede. Em 2008 ocorreu o lançamento do MYSPACE MUSIC, uma joint venture com a Sony BMG, Warner e Universal para oferecer música a seus usuários e enfrentar o iTunes da Apple.

AS CARACTERÍSTICAS O MYSPACE possui algumas características marcantes como os boletins (recados que são postados em um "quadro de boletins" para qualquer amigo do usuário de


15

MYSPACE ver. São apagados depois de dez dias. Os boletins podem ser usados para contatos entre todos os amigos da lista sem precisar mandar mensagens individualmente), MySpaceIM (um mensageiro instantâneo que usa uma conta do MYSPACE como um nome na tela. O usuário entra nele usando o mesmo e-mail associado com sua conta. Ao contrário das outras partes do MYSPACE, é independente do Microsoft Windows. Usuários podem usar MySpaceIM como notificação instantânea de novas mensagens, solicitações de amigos, e comentários), MySpace TV (serviço semelhante ao site de compartilhamento de vídeos YouTube. Foi criado em 2007 e está em fase de desenvolvimento), MySpace Mobile (uma grande variedade de meios onde os usuários podem acessar o conteúdo do MYSPACE via telefone celular), MySpace News (serviço que permite ao usuário mandar feeds RSS e receber notícias), MySpace Classifieds (seção de classificados do MYSPACE, criada no mês de agosto de 2006), MySpace Karaoke (Lnnçado em 29 de abril de 2008, é a combinação de MySpace e kSolo, que permite ao usuário carregar gravações de áudio deles mesmos cantando para suas páginas de perfil), MySpace Polls (um serviço que permite aos usuários postarem enquetes em seus perfis e compartilhar com outros usuários), MySpace Sports (esportes), MySpace Books (livros), MySpace Horoscopes (horóscopos), MySpace Jobs (empregos) e MySpace Movies (filmes).

DADOS CORPORATIVOS ● Origem: Estados Unidos ● Fundação: 2003 ● Fundador: Chris DeWolfe e Tom Anderson ● Sede mundial: Beverly Hills, California ● Proprietário da marca: News Corporation ● Capital aberto: Não ● CEO: Chris DeWolfe ● Presidente: Tom Anderson ● Faturamento: US$ 800 milhões (estimado) ● Lucro: US$ 50 milhões (estimado) ● Membros: 140 milhões ● Acessos: 12º site mais visitado da Internet


16

● Presença global: 23 países ● Presença no Brasil: Sim ● Funcionários: 300 ● Segmento: Internet ● Principais produtos: Rede social de relacionamento ● Slogan: A place for firends. ● Website: www.myspace.com

A MARCA NO BRASIL O Brasil foi o primeiro país da América Latina a ter uma versão própria do MYSPACE. A versão beta foi lançada em 5 de novembro de 2007. Segundo a empresa, antes que a versão de testes fosse lançada, em 5 de novembro, havia cerca de 300 mil brasileiros no MYSPACE. Durante a versão beta, esse número chegou a 1 milhão. Somente em 19 de dezembro, a empresa lançou oficialmente a versão brasileira do MYSPACE (em português). O site está para os Estados Unidos como o Orkut está para o Brasil. A MARCA NO MUNDO O MYSPACE é um fenômeno em potencial: sexto site mais acessado da Internet, mais de 15 bilhões de visitas mensais, 140 milhões de membros (110 milhões ativos). A maioria dos usuários do MYSPACE tem de 16 a 25 anos e 25% deles são registrados como menores - de 14 a 17 anos.

-VOCÊ SABIA? ● Como medida de segurança, é necessário ter no mínimo 14 anos de idade para se cadastrar no MYSPACE. As únicas coisas que o site censura são: ofensas e nudez explícita.


17

● Um dos fundadores da empresa, Tom Anderson, tem em seu perfil do site mais de 194 milhões de amigos.

TWITTER: (4)

A HISTÓRIA A história do TWITTER está entrelaçada com a de algumas outras empresas na Internet e de seus fundadores Evan Williams, Biz Stone e Jack Dorsey (seu verdadeiro criador). Alguns anos antes do TWITTER ser criado, Williams criou o Blogger, um serviço de blog (diário on-line) popular. O Google, gigante da Internet, comprou o Blogger e Williams começou a trabalhar diretamente para a empresa. Em pouco tempo, no mês de outubro de 2004, ele e Biz Stone, na época um funcionário do Google, deixaram o gigante da Internet para fundar uma nova empresa chamada Odeo, que visava oferecer serviços de podcasting, estabelecida na cidade de San Francisco no estado da Califórnia. De acordo com Williams, ele não tinha um interesse pessoal em podcasting, e sob a sua orientação a empresa perdeu o foco por algum tempo. No entanto, um novo produto da empresa estava apenas começando a ganhar força: o TWITTER (que ainda não tinha este nome), um novo serviço de mensagens SMS para pequenos grupos avisando-os sempre sobre “o que você está fazendo”.A idéia era tornar esse serviço tão simples que o usuário não pensasse no que estava fazendo, bastava apenas digitar algo, e enviá-lo. Essa mudança nos rumos da empresa ocorreu quando o programador Jack Dorsey se juntou à equipe e começou a desenvolver novas maneiras para os usuários utilizarem a nova ferramenta, inclusive através de aplicativos de computador como mensagem instantânea e e-mail. Ele foi o verdadeiro idealizador do serviço onde as pessoas expressam suas idéias, opiniões e informações em apenas 140 caracteres (Isto porque o projeto original era para celular, e muitos não enviavam mais de 160 caracteres em uma mensagem SMS – necessária para postar no


18

serviço de forma móvel. Então, 20 caracteres ficam para o nome de usuário e o resto para o texto em si). A idéia original que foi fonte de inspiração para a criação do TWITTER nasceu em 1992, quando Jack se inspirou no trabalho que fazia: se era possível usar tecnologia para taxistas dizerem onde estavam, porque não daria para as pessoas fazerem o mesmo? Quando o serviço se tornou o projeto mais importante da Odeo, Stone e Williams decidiram criar uma nova empresa tendo o TWITTER como produto principal. Williams comprou os direitos da Odeo e do TWITTER de investidores, juntou a empresa e o serviço que já existiam e criou uma nova empresa chamada Obvious Corporation. Em março de 2006, a primeira versão do TWITTER, totalmente baseada na web, foi colocada no ar em 21 de março. Umas das primeiras mensagens foi: Ah isso vai ser viciante. Como era um projeto secreto, os usuários foram limitados exclusivamente para os funcionários da empresa e os seus familiares. Ninguém foi autorizado a contatar amigos que trabalhavam em outras empresas. Durante meses, foi conhecido como projeto Top Secret Alpha por causa de produtos concorrentes como o Dodgeball. O nome original do produto foi “twttr” inspirado pelo fato de que as SMS americanas tinham como padronização de códigos de cinco dígitos. Foi quando Stone nomeou o serviço de TWITTER como uma comparação entre a troca de informações em pequenas porções e o gorjear dos pássaros (em inglês “twitter”), argumentando que muitos desses toques se pareciam com os cantos de pássaros (por isso a mascote da marca é um simpático passarinho azul). Finalmente em agosto o TWITTER foi lançado para o público. Rapidamente, o sistema de micro-mensagens online com textos de até 140 caracteres se tornou um verdadeiro sucesso.

Esta restrição, em pouco tempo, concretizou definitivamente

o TWITTER como um verdadeiro fenômeno. Ao limitar o tamanho dos posts, que inclusive podem ser enviados pelo celular, a ferramenta saiu na frente dos blogs – mais rápida e prática para postar mensagens – e se adequou definitivamente a um fenômeno descrito como Snack Culture (o consumo de conteúdo cada vez mais rápido e superficial e baseado em um mundo cada vez mais digital). Finalmente, em maio de 2007, se separou da Obvious para se tornar uma empresa: a Twitter Incorporated. Desde então, o TWITTER também vem sendo utilizado como uma eficiente ferramenta de mobilização social e política, especialmente em países submetidos a regimes autoritários. As micro-mensagens online, junto com os “torpedos” por telefone celular,


19

são hoje a principal forma de comunicação para organizar as chamadas flash mobs (protestos instantâneos), que já deram tantas dores de cabeça a governantes de países como o Egito, Filipinas e Bielo-Rússia.

O SUCESSO

Quando o usuário se inscreve no TWITTER pode usar o serviço para postar e receber mensagens de uma rede de contatos. Em vez de enviar uma dúzia de e-mails ou mensagens de texto, pode mandar uma mensagem para sua conta no TWITTER e o serviço a envia para todos os seus amigos. Os membros usam o TWITTER para organizar reuniões inesperadas, manter uma conversa em grupo ou simplesmente para enviar uma novidade rápida e contar às pessoas o que está acontecendo. Em razão do grande volume de mensagens curtas, o conceito de rede social do TWITTER se baseia em consumir pílulas de informação sobre seus amigos quase em tempo real, engatando conversas em certas situações que lembram as páginas de recados do Orkut. Atualmente permite que os usuários enviem atualizações pessoais contendo apenas texto em menos de 140 caracteres via SMS, mensageiro

instantâneo,

e-mail,

site

oficial

ou

programa

especializado

Além de relatar suas atividades, o TWITTER pode se transformar em fórum online, com usuário trocando mensagens entre si após uma pergunta feita por algum deles, por exemplo. Outro ponto favorável do TWITTER é a possibilidade das empresas de aproveitá-lo como uma ferramenta útil eficiente para pesquisar o que estão falando da sua marca ou do seu produto (através do search.twitter.com), abrir um canal de comunicação e suporte aos seus consumidores, divulgar conteúdos e informações em primeira mão para os consumidores que optarem por te seguir, transmitir ofertas de produtos e promoções e prestar serviço, informando, por exemplo, cancelamento de vôos.


20

DADOS CORPORATIVOS ● Origem: Estados Unidos ● Lançamento: 21 de Março de 2006 ● Criadores: Evan Williams, Biz Stone e Jack Dorsey ● Sede mundial: San Bruno, Califórnia ● Proprietário da marca: Twitter Incorporated ● Capital aberto: Não ● Chairman: Jack Dorsey ● CEO: Evan Williams ● Faturamento: Não divulgado ● Lucro: Não divulgado ● Usuários: 107 milhões ● Acessos: 11º site mais visitado da Internet ● Presença global: + 110 países ● Presença no Brasil: Sim ● Funcionários: 141 ● Segmento: Tecnologia ● Principais produtos: Rede social e servidor para microblogging ● Ícones: O passarinho azul de seu logotipo ● Slogan: What's happening? ● Website: www.twitter.com A MARCA NO MUNDO

O TWITTER é utilizado por milhões de pessoas aproximadamente de 110 países ao redor do mundo, tendo como maiores utilizadores os ingleses, irlandeses, americanos, brasileiros, canadenses, australianos, portugueses e holandeses. Seus dados de tráfego e usuários são uma caixa-preta. Acredita-se que só nos Estados Unidos sejam 50 milhões de contas (no mundo, elas chegariam a 107 milhões, 6.8 milhões delas no Brasil). Mesmo sem fazer dinheiro (ainda), o TWITTER é hoje a galinha dos ovos de ouro da internet. Recentemente a empresa recebeu (e recusou) uma proposta de US$ 500 milhões oferecida pelo Facebook, um dos sites de rede social mais acessados do mundo.


21

-

VOCÊ SABIA? ● Em 2008, o TWITTER estreou o serviço também em língua japonesa.

MSN:(5)

A HISTÓRIA

O Microsoft Network (Rede Microsoft de Serviços), conhecido popularmente por MSN, foi inicialmente concebido em 1994 pela Microsoft como uma grande BBS (ou serviço online) para os usuários do Windows 95. Contrariando a grande tendência da época, Bill Gates afirmava que a Internet era apenas uma “moda passageira” e que os grandes serviços online eram o futuro das conexões caseiras entre computadores pessoais, isto devido ao grande sucesso que faziam na época a America Online e a Compuserve. O MSN foi lançado oficialmente ao público no dia 24 de agosto de 1995 juntamente com o revolucionário sistema operacional Windows 95, e oferecia basicamente serviços de notícias, previsão do tempo, informações esportivas e financeiras, salas de bate papo, painéis de recados, links para outros sites da Internet, artigos escritos por membros da Microsoft e atualizações de software.


22

Entretanto, a baixa demanda fez com que o MSN, assim como os demais serviços online daépoca, se convertesse em um provedor de acesso à Internet dial-up (discada) distribuindo conteúdo exclusivo para seus assinantes. No entanto, a partir de 1997, o conteúdo começou a ser gradualmente aberto a todos os internautas. Neste ano, a Microsoft faz uma grande campanha de marketing nos Estados Unidos e na Europa angariando milhões de assinantes e colocando o MSN como sexto maior provedor do mercado americano. Pouco depois, em 1999 na Inglaterra, o MSN conquistaria o posto de maior provedor da Europa. E foi justamente neste ano, mais precisamente no dia 22 de julho, que foi lançado o MSN Messenger Service 1.0 (serviço gratuito de mensagens instantâneas da Microsoft), juntamente com o Internet Explorer 5.0. Criado para competir com o AOL Instant Messenger (AIM), que dominava o mercado norteamericano, MSN Messenger Service era tanto o serviço que suportava a comunicação quanto o programa que se conectava a este serviço. Esta primeira versão contava apenas com recursos básicos, como mensagens de texto e listas de contatos simples. Em 2001 inicia-se uma agressiva campanha de marketing para promover o MSN Messenger, que nada mais era apenas que um clone do já conhecido ICQ. Em 2002 a Microsoft tentou introduzir o MSN 8.0 como um software que englobasse acesso rápido e expandido a todos os seus serviços mediante a uma assinatura mas não obteve sucesso. No ano seguinte, a estratégia foi abandonada e o domínio MSN.com foi liberado para o serviço de e-mail gratuito Hotmail. Ainda este ano, o serviço gratuito de mensagens instantâneas da Microsoft já era o mais utilizado pelos internautas. Foi em virtude desse grande sucesso, que a sigla MSN ficou mais conhecida como programa instantâneo. Em novembro de 2005, foi anunciado o Windows Live Messenger como substituto do MSN Messenger. Essa mudança de nome tinha o objetivo de fortalecer e unificar os programas com a marca Windows Live. A primeira versão de testes foi disponibilizada no mês seguinte ao anúncio para usuários específicos em diferentes mercados. Nos anos seguintes, aos poucos, alguns dos antigos serviços do MSN foram transferidos para a marca Windows Live, entre eles o MSN Hotmail, (Windows Live Hotmail); MSN Search (Live Search e agora conhecido como Bing); MSN Virtual Earth (Live Search Maps); MSN Spaces (Windows Live Spaces); MSN Alerts (Windows Live Alerts): e MSN Groups (Windows Live Groups). -Um dos últimos serviços lançados através do portal MSN, que não obteve o sucesso esperado, foi o MSN Soapbox para rivalizar com o YouTube e prover acessos aos vídeos inseridos pelos próprios usuários. Hoje o MSN ainda mantém grandes portais na


23

Internet integrados pela tecnologia .Net Passport concentrando mais de vinte milhões de páginas

DADOS CORPORATIVOS ● Origem: Estados Unidos ● Lançamento: 24 de agosto de 1995 ● Fundador: Microsoft ● Sede mundial: Redmond, Washington ● Proprietário da marca: Microsoft Corporation ● Capital aberto: Não ● Chairman: Bill Gates ● CEO & Presidente: Steve Ballmer ● Faturamento: Não divulgado ● Lucro: Não divulgado ● Usuários: 330 milhões ● Acessos: 9º site mais visitado da Internet ● Presença global: 100 países ● Presença no Brasil: Sim ● Principais mercados: Estados Unidos, Brasil, México e Japão ● Segmento: Internet ● Principais produtos: Portal e serviços de web ● Ícones: A borboleta colorida ● Slogan: Sinta-se em casa. ● Website: www.msn.com A MARCA NO MUNDO

A Rede Microsoft de Serviços ou simplesmente MSN é um portal e uma rede de serviços (e-mail, MSN Messenger, pesquisa, Grupos, Fóruns de (Discussão, Compras, Notícias e Informações Financeiras) oferecidos pela Microsoft em mais de 100 países e em várias línguas, tendo atualmente mais de 330 milhões de assinantes e usuários.


24

VOCÊ SABIA? ● Aproximadamente 20% dos acessos ao MSN são feitos dos Estados Unidos, 6.7% do Brasil e 5.9% do Japão.

3 – CONSIDERAÇÕES FINAIS Pelo exposto, conclui-se que redes sociais são ferramentas que, além de auxiliar no gerenciamento do conhecimento explícito, também articulam interações entre as pessoas. A característica informal destes meios permite que cada indivíduo se expresse de forma natural, diminuindo as barreiras existentes nos processos de formalização do conhecimento. Relação estabelecida entre indivíduos com interesses em comum em um mesmo ambiente. Na internet, as redes sociais são as comunidades online como Orkut, Facebook e MySpace, twitter , msn em que internautas se comunicam, criam comunidades e compartilham informações e interesses semelhantes.


25

REFERÊNCIAS

Magalhães C. 1. Graduando do Curso de Sistemas de Informação da Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE, Unidade Acadêmica de Serra Talhada – UAST. E-mail: cleyton.vanut@gmail.com

http:// www.informatica.hsw.uol.com.br/redes-sociais-online.htm (14 de maio de2010)

Fonte (tabela): mundodasmarcas.blogspot.com/ http://idgnow.uol.com.br/internet

(1, 2, 3,4 e 5): as informações foram retiradas e compiladas do site oficial das empresas (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

http://informatica.hsw.uol.com.br/redes-sociais-online.htm(14 de maio de 2010)

http://idgnow.uol.com.br/internet

http://www.informatica.hsw.uol.com.br/redes-sociais-online.htm

http://info.abril.com.br/noticias/internet/brasil-o-pais-que-reina-nas-redessociais-06042009-41.shl?2


26

ANEXO:

TABELA. Avaliação das redes sociais mais conhecidas atualmente. (Dados 2007 a 2009)

Principais redes sociais usadas atualmente Orkut

facebook

myspace

twitter

msn

Usuários por milhões. +

100 350 milhões

140 milhões

milhões

107

330 milhões

milhões

Quantidades de

23 milhões

5,3 milhões

300 mil

9.300.000

30.500.000

brasileiros. Interface com

o Visual

usuário.

Pode

ficar Pode

ficar Pode

ficar Limpa

colorido e poluída se for poluída se for poluída se for objetiva controles

usado muito usado muito usado muitos

fáceis

aplicativos.

aplicativos.

aplicativos.

Fácil

Médio

Médio

Médio

Não

US$

divulgado

milhões

Facilidade de uso.

Fácil

Faturamento 500 US$ milhões

Fonte (tabela): mundodasmarcas.blogspot.com/ Wikipédia (14 de maio de 2010) http://idgnow.uol.com.br/internet

800 Não divulgado

Não divulgado

e


27

Acesso as Redes Sociais 9,6%

41%

Suiça

39%

Alemanha

12,5% 55%

Austrália

4,9%

França

64%

2,9%

Usa

64%

2,6%

59%

Ukrania

10,3%

dez/07

2,7%

dez/08

67%

Japão

63%

Italia

9,9% 9,9%

65%

Espanha

79%

Brasil

1,4%

61%

Global 0%

10%

20%

30%

5,4% 40%

50%

60%

70%

80%

Como se não bastasse a maior porcentagem de internautas navegando em redes sociais, o Brasil também é o país onde as pessoas gastam mais tempo em sites do gênero: 23% (ou quase um quarto) do tempo total são utilizados em orkut, blogs e semelhantes.


28


trabalho inter "redes sociais"