Page 1

Juventude à Flor da Pele 1 - Will O despertador tocou aquela manhã normalmente como em todas as outras, porém Will sabia que aquele dia não seria normal. Ele se arrumou para a escola como de costume e assim que terminou desceu para a cozinha, onde a mãe o esperava à mesa com o irmão. - William, você vai ficar com seu irmão essa noite pra mim. “Puta que pariu”, pensou o rapaz se sentando e fazendo cara de decepção. - Mãe, é mesmo necessário? Ele já é bem grandinho. - Ele só tem cinco anos William, você vai ficar com ele essa noite e pronto - insistiu a mãe decidida. Will aceitou a condição e piscou para o irmãozinho. Após a breve conversa sobre a reunião que esperava a mãe, Will pegou mais uma torrada e se despediu da família. - Tchau mãe! - disse ele beijando a cabeça da mãe e em seguida a do irmão. - Tchau moleque. e saiu de casa rumo à escola. Ele gostava da família que tinha e não sentia falta alguma do pai que os abandonou quando tinha onze anos e seu irmão Charles ainda era um bebê, mas para ele não faltava mais nada. Will adorava passar um tempo com o irmão, mas essa noite não seria possivel. Ele se considerava um exemplo para Charles e não queria ser um exemplo ruim. Mal ele havia chegado na escola e Andrew veio ao seu encontro. - Beleza Will? - Beleza Andy. Cara, eu tenho uma super missão pra você. - O QUE? - perguntou o garoto já entusiasmado. - Essa tarde você pode ficar com o Charles pra mim? Eu tenho umas paradas para fazer e só vou poder pegar ele a noite. Mesmo sendo coisa pouca, Andy ainda estava empolgado apenas por estar ajudando o amigo. - Claro amigão! - seguido de um sorriso desajeitado. - Agora você pode achar o Logan pra mim? - pediu Will já se afastando sem esperar a resposta de Andy que apenas assentiu. Will caminhou em direção a Pamela e Jenifer, que é sua namorada. - Oi gatinha - disse Will seguido de um selinho em Jen. - Oi Pamy. - Will. - respondeu Pam sem estar realmente prestando atenção nele. - Hoje a noite vai rolar uma festinha lá em casa, tá afim Pamy? Pam olhou para a cara de Jen com um ar de interrogação, então Jen acrescentou. - Sim, nós vamos. - Espero vocês lá - disse Will olhando atravéz dos ombros de Jen. - Agora deixa eu chamar o Dani e a estranha. Jen e Pam se viraram para olha-los. - Eu acho ela legal. - Pam, boca fechada não entra mosca. - interrompeu Jen. Will riu e completou. - E também sabe festeijar. - depois se afastou. Ao chegar perto deles Will abraçou Dani por tráz seguido de um beijo na bochecha. - Oi Dandan! Oi Clara! Dani abriu um sorriso contagiante. Era incrível como Dani passou tanto tempo apaixonado por Will e nunca abriu o bico, e a forma como Will o tratava só o deixava melhor em certos aspectos. Para Will era mais fácil tratá-lo dessa forma ao invés de tratá-lo como um "macho". - É o seguinte, hoje a noite vai ter uma festinha particular lá em casa e eu queria que vocês fossem. - Estarei lá sem dúvidas. - respondeu Dani sem hesitar. E os dois olhos foram para Clara que se sentiu fuzilada. - Não sei... - Por favor Clara, por favor? - implorou Dani interrompendo a menina. Will rindo se intrometeu. - Diga para a senhora certinha que vai ter bebida , Dani. - em seguida saiu de perto deixando os


dois conversarem. Logo ao sair de perto deles avistou Andy vindo em sua direção com Logan do lado. Ao chegarem perto um do outro, Logan e Will começaram um tipo de briga sem machucar. Andy ria enquanto Will mandava uma chave de braço em Logan. Os dois pararam e Will apoiou seu braço no ombro de Logan. - Hoje você vai sair comigo irmãozinho. "Comprar" umas bebidas e se prepara pra festinha hoje a noite na minha casa. - disse Will - AAAH MOLEQUE. - gritou Logan um tanto histérico, dando socos de leve na barriga de Will. - Você vai buscar o Charles lá em casa essa horas? - Depois que a festa acabar. - Mas assim eu não vou poder ir pra festa. - disse Andy confuso. - É Andy, você vai cuidar do meu irmão pra festa acontecer. - explicou Will com a maior naturalidade. - Pensa comigo, se ele ficar lá em casa eu nem vou poder sair, faz esse favor pro seu irmão. - Ta. - respondeu Andy decepcionado. Mas Will nem ao menos percebeu. - Você é foda. Era sempre assim, Andy tentava de todas as formas ser um bom amigo pra Will, mas ele nem ao menos sabia dar um agradecimento. Isso deixava Andy puto, mas o que ele poderia fazer? Ir contra Will e talvez perder a amizade dele? Ele não estava disposto a arriscar isso. - Você convidou o Dani né Will? - perguntou Logan um tanto preocupado. - Claro, porquê? - Por nada - Logan deixou escapar um sorriso. - Ele é bom com as bebidas, só isso. Nas aulas tudo acorreu tão normal, exceto pelo fato de Andy estar todo pra baixo, mas novamente Will nem percebia isso. - Você vai pra festa do Will hoje? - perguntou Pamela sentando ao lado dele. - Não, eu vou ficar com o irmão dele. Pam sem entender muita coisa diz. - Eu achava que vocês eram amigos. - E somos, mas você não tem nada a ver com isso. Entendendo o fora, Pam ficou apenas calada e teria continuado nesse silêncio se Jen não a tivesse chamado e Andy percebeu um nervosismo vindo dela. Antes dela se afastar ele disse. - Vai que a sua líder está te chamando. Com raiva do comentário de Andy, Pam murmurou. - E pelo visto não somos muito diferentes otário. E com isso Andy ficou pensando até o final de todas as aulas. O silêncio era grande entre Will e Logan. Talvez pela espera enorme da Van ou pelo fato de Logan estar chutando umas pedrinhas tão concetrado que Will nem queria interromper. - Acho que esqueceram do seu irmão cara. - Nem fala isso mano. A partir dai a Van que trazia Charles da escola estava virando a esquina. Charles estava empolgado pelo irmão o estar esperando na porta de casa. - WILL. - gritou o garoto o abraçando. - E ai moleque. Em seguida Logan pegou Charles no colo o colacando sentado em seu ombros. - Cara, você ta pesado hein. Charles ria, mas gostava. - Amigão, essa tarde vamos te levar no Andy, a gente precisa fazer umas paradas e eu não vou poder ficar te olhando tá? - explicou Will num tom compreensivo. Antes que Charles começasse a ir contra Will, ele continuou. - Por favor amigão, a nossa mãe brigaria pra cacete comigo e você não quer ver ela com raiva né? Charles com medo da cena, concordou calado. Will bateu na porta de Andy, cujo o mesmo a abriu.


- Cara, que cara de bunda é essa? - A de sempre. - Tanto faz. Cara, valeu por ficar com o Charles hoje. Fico te devendo uma. - disse Will empurrando de leve o irmão para dentro da casa de Andy. - Como sempre. - Até mais Andy. - disse Logan enquanto Will já havia se afastado deles. - Fodam-se. - murmurou Andy na esperança de Logan não ter ouvido. Logan se aproximou de Will e deu o soco de leve em seu braço. - O Andy ta bem cara? Ele parecia muito puto. - Claro que tá. Agora, pronto para as compras? Um sorriso muito malicioso saiu do rosto dos rapazes e os dois correram por todo o quarteirão até chegar a uma loja. Eles escolheram aquele mini mercado por ele ser um tanto feio e por provavelmente não ter câmera. Entraram no mercado com toda confiança do mundo e ambros foram para lados diferentes e se encontraram bem no final aonde fica as bebidas. Colocaram algumas sobre os braços - eles não sabiam ao certo quais estavam pegando -, outras nos bolsos por dentro do casaco, e duas na mão cada um. - Se eu ficar pra tráz, foda-se a bebida e volta pra me ajudar viadinho. - disse Logan tentando manter o nervosismo cômico. - Pode contar comigo pra uma visita na cadeia. - Um... Seus corações, sentindo toda adrenalina, estava pulsando freneticamente. - Dois... - E... TRÊS! Os dois, numa rapidez, correram para fora do ambiente, repletos de adrenalina no sangue. Da forma que correram, nem deu tempo de algumas das caixas irem atráz deles, mais de longe se podia ver clientes e funcionários saindo do mercado para olhar. Tentando ser estratégicos, eles cruzaram algumas esquinas. A sensação de fazer algo errado sem ser pego era ótimo para eles. A essa altura a policia já teria chegado no local. Dentre risos e respirações ofegantes eles finalmente chegaram a casa de Will e deixaram as bebidas na cozinha, totalizando 9 garrafas, e poderia ser pouco. Will já estava com todas as misturas de bebidas prontas. Ele teria chamado Dani para o ajudar se não tivesse a certeza de que ele estava com a Clara. Já era noite, 21:00 horas e como era combinado, Logan já deveria estar chegando. Mas ele só foi chegar vinte minutos depois com todo mundo junto. As pessoas já começavam a beber e o som já estava ligado, mas só Logan e Pam dançavam descontrolados, enquanto Jen e Will ficavam agarrados se beijando e Dani e Clara conversavam sentados no sofá. Will se sentou ao lado de Dani e Jen sentou no seu colo. - As bebidas ficaram boas? - perguntou Will bem perto do ouvido de Dani. - Eu teria feito melhor. Risos. - Eu pensei em te chamar, mas não duvido nada que você estava com a santinha ai argumentou Will, virando os olhos pra Clara que parecia estar bem focada no seu copo. - Estava, mas eu teria ido de qualquer forma. Sem dar tempo de Will responder, Jen o puxou e com beijos no pescoço começou a caminhar com ele. Olhando para Dani, Will movimentou os lábios devagar formando um "Eu sei" o que fez Dani sorrir. Definitivamente tudo o que Will fazia o deixava feliz. - Eu acho que é dificil esconder seus sentimentos. - sussurou Clara ainda focada em seu copo. - Ahn? - murmurou Dani sem entender. - Fala sério. Você é apaixonado pelo Will. - disse ela, agora olhando para Dani. - Eu... N-não... O que? - ele deu uma breve pausa preocupada e sorriu - É tão visível? - Pra mim sim. Mas Dani, cuidado pra não se iludir. - Eu sei. - respondeu o garoto monotonamente.


- Então ele acha que eu sou santinha? - indagou Clara se levantando e puxando Dani. - Ele não me conhece. - em seguida ela entornou o copo com a bebida. Puxando Dani pela sala, Clara parou bem em frente ao Logan, fazendo Pam se afastar dele. Clara começou a dançar entre Logan e Dani, Logan olhou para Dani sorrindo e continuou a dançar, e Dani sem graça com tudo aquilo entrou na brincadeira, segurando na cintura de Clara começou uma dança sensual. Em algum momento da loucura extrema ou do excesso de bebida, Clara deu um beijo em Logan. Ela parecia muito afim de festeijar e ao som de Party Girl - McFly, ela começou a dançar na frente de Logan e Will. Logan de vez em quando dava umas olhadas para Dani que estava sentado ao lado de Pam e Jen bebendo. Clara agora tirava a blusa e descia até o chão rebolando. Ela sentou no colo de Logan e cemeçou a beijá-lo e Will gritava perto deles. Enquanto Dani levantou a Pam, e começou a dançar abobado com ela. Jen já com bastante raiva pegou a mão de Will e o levou para o quarto. - Gatinha, a festa tá lá em baixo. - A gente pode fazer a nossa aqui em cima - disse ela entre os beijos o impedindo de falar. Will caiu deitado na cama e Jen num ato sedutor, começou a tirar sua roupa. Ele sem perder nenhum tempo também começou a tirar a roupa desesperadamente. O som ainda rolava lá em baixo, e Jen se movimentava com toda delicadeza em cima de Will. Ela precionava com força acompanhando as batidas da música. Will apertava as coxas dela de acordo com seus movimentos. Ele passou os olhos pela sala e perto da porta avistou a pequena figura de Charles que em seguida saiu de frente da porta. - FUDEU! - gritou ele empurrando Jen para o lado da cama. - O Charles, porra vaza daqui agora. - agora ele estava desesperado tacando as roupas de Jen nela. Ele correu para a porta do quarto e viu que no corredor não tinha mais ninguém, o que significava que Charles deveria ter ido para o quarto. Então ele aproveitou e desceu, entrou no corredor que dava pra sala e se deparou com Clara nua sentada no colo de Logan, e Dani desmaiado no chão. - CARALHO, FUDEU TUDO, TODO MUNDO VAZA DAQUI. - gritou ele dando um tapa na coxa da Logan A gritaria fez os dois se assustarem e Clara caiu para trás procurando suas roupas. Will correu pra perto de Dani e de todas as formas o tentou acordar dando tapas em sua cara. - DANI, ACORDA! - Caralho Will - disse Logan colocando a calça desajeitado sem entender nada. - PORRA LOGAN, ME AJUDA COM O DANI - gritou ele dessa vez bagunçando o cabelo. Logan ajudou Will a levantar o Dani e então Clara, já vestida, ajudou a levar ele até a porta. E agora Jen descia as escadas preocupada. - O que.., Onde está a Pam? Dani finalmente acordou, e sem entender nada foi empurrado pra fora com todos eles e a porta se fechou com Will atrás dela. - Que merda aconteceu? - perguntou Dani olhando para todo mundo com uma cara enjoada. - Eu sei lá, a gente tava lá em cima e o Charles apareceu dai ele ficou maluco e... Dani vomitou na calça de Logan. - Porra Dani. - gritou ele enojado. - Eca - murmurou Clara. Will só sentia vontade de gritar, mas não era a hora. Ele só pensava em encher a cara de Andy de socos. A caminhada pelas ruas aquela noite estava repleta de tensão e o unico barulho forte que se poderia ouvir era dos passos de Will. A raiva que ele tinha não era toda de Andy, mas boa parte era dele mesmo. Ele pensava em ser um bom exemplo para o irmão. Claro que o irmão iria crescer e iria ter a sua própria personalidade, mas agora ele era apenas uma criança e crianças precisam continuar agindo como tal. Agora na porta de Andy ele pensou em gritar, mas já era 1:00 hora da manhã, então ele


ligou para o celular de Andy. - Que foi? - perguntou Andy com umas voz abarrotada. - Vamos dar uma volta cara, to aqui na sua porta te esperando. - em seguida desligou pra não dar tempo de Andy o contrariar. Will se sentou no meio-fio e em alguns minutos a porta se abriu aperecendo Andy por tráz dela. Will acabara de se levantar e caminhava até Andy - Que idéia é essa agora? Will se aproxima dele e acerta um soco em seu rosto. - Seu filho da puta. Andy levou a mão ao local da pancada e perguntou dentre alguns gemidos de dor. - Por que você fez isso Will? - Por que você levou meu irmão lá pra casa seu imbecil? - Ele é seu irmão e não meu. - CALA A PORRA DESSA BOCA! - Will gritou acertando outro soco no rosto dele. Andy agora estava agachado murmurando de dor com o rosto e as mãos cheias de sangue. - Você acha que eu sou idiota Will? Eu faço tudo de boa pra você mais você nunca me retribuiu, nem mesmo me incluiu no plano da sua festinha e não me venha com a desculpa do seu irmão, ele só queria passar um tempo com você, tanto quanto eu. E você nunca dá valor. - Andy cuspia todas as plavavras de magoa que sempre guardou. - Eu não quero que ele seje igual a mim - sussurrou Will - VAI SE FUDER, ANDY! - gritou ele se afastando da casa. - Eu sempre me fodo mesmo. Will corria como se estivesse fugindo de alguém que estava prestes a pega-lo pelo roubo de umas bebidas, mais o que ele acabara de fazer era bem pior. Ela sabia que tudo o que Andy disse era verdade, mas não queria concordar com nada. A verdade é que Will gosta de ter sempre a razão ao seu lado, mas nesse momento ele não estava em uma posição boa. Acabara de espancar seu amigo e aquele ódio continuava queimando dentro dele. Talvez quem merecia apanhar não era Andy e sim ele, mas não era isso que o seu conceito sobre a razão dizia. A noite merecia mais um grito pela merda que se tornou. - AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH! Will queria não ter que entrar em casa, mas ele tinha que fazer. Ele entrou e foi direto para cima ficando parado na porta de seu quarto. Olhando para a porta entre aberta do quarto de Charles ele pensou duas vezes antes de caminhar até lá, então ele fez. Ao abrir a porta do quarto ele viu que Charles estava virado para o outro lado e obviamente dormindo, então pensou em voltar mas Charles se virou e disse pra ele. - Entra Will. Will sem saber o que fazer apenas o obedeceu sentando em sua cama. - Você ficou chateado comigo amigão? - perguntou Will quebrando o silêncio. - No começo sim, mais agora não. - Me desculpa, seu irmão é um idiota mesmo. - Mais eu te amo. Um sorriso iluminou o rosto de Will e ele abraçou o irmão. - Eu também te amo amigão. - E aquela gatinha que tava com você hoje? - Vai dormir moleque. Os dois riram e em seguida Will se levantou para sair do quarto, mais ficou desarmado ao ouvir o irmão novamente. - Posso dormir com você Will? - Só se você não fizer xixi em mim. Charles, aos risos acompanhou Will até o quarto e os dois foram dormir, só para apagar aquele dia da mente.

JFP 01x01 - Will  

Primeiro episódio da primeira temporada: Will