Issuu on Google+

Junior Achievement Portugal Av. Engº Duarte Pacheco, nº26 1070-110 Lisboa Portugal www.japortugal.org

FACTOS

Ano Lectivo 2011/2012

A Junior Achievement Portugal (JAP) inspira e prepara crianças e jovens para conseguirem vencer e ter sucesso numa economia global através da educação e consciencialização nas seguintes áreas:  Cidadania e ética  Desenvolvimento de carreiras  Empreendedorismo  Literacia financeira A JAP, através de programas apropriados para cada idade, desde o ensino básico até ao universitário, com o seu leque de iniciativas e diversas actividades, estimula o desenvolvimento de uma cultura de responsabilidade individual. Os principais objectivos da JAP são:  a exposição dos jovens a aspectos fundamentais da economia e negócios;  desenvolver nos jovens o espírito empreendedor;  utilizar a experiência do “aprender fazendo” como complemento ao currículo escolar;  promover a aquisição de competênciaschave como o espírito de equipa, liderança, capacidade de comunicação, responsabilidade, independência;  abrir a mente dos jovens para o seu potencial intrínseco;  ganhar a consciência da diversidade cultural existente;  fortalecer a competitividade e inovação em Portugal através de parcerias entre empresários, educadores e a JAP. Voluntários Uma característica fundamental de todos os programas da JAP é o envolvimento directo das pessoas do mundo empresarial. Os voluntários estabelecem a ponte entre a teoria aprendida na escola e a prática e actuam como exemplos a seguir pelas crianças e jovens. Eles encorajam os alunos a serem jovens de sucesso através da partilha das suas próprias experiências nas áreas da economia, finanças pessoais e planeamento de carreiras. Oferecem aos alunos novas perspectivas de vida. Os voluntários implementam os programas nas salas de aula com o apoio do professor responsável.

Desde 2005…

têm uma responsabilidade no bem-estar da comunidade. 5 sessões, 2ºano (7-8 anos) Economia para o Sucesso Fornece informação prática sobre finanças pessoais e a importância de identificar objectivos de educação e carreira baseados em interesses, valores e qualidades dos alunos. 6 sessões, 9ºano (14-15 anos)

A Organização A Junior Achievement Portugal é uma organização sem fins lucrativos, criada em Setembro de 2005. É a congénere portuguesa da Junior Achievement, a maior e mais antiga organização mundial educativa. A apoiá-la estão os associados (empresas e outras instituições) que, através das suas quotas e donativos, permitem o desenvolvimento deste projecto de promoção do empreendedorismo junto das escolas de todo o país. A História / Como fazemos A Junior Achievement foi criada em 1919 nos E.U.A. Em 1963, a organização lança um centro de operações regional, a Junior Achievement-Young Enterprise (JA-YE Europe). Actualmente e através de uma rede com mais de 100.000 voluntários na Europa e 330.000 em todo o mundo, a JA fornece programas escolares e extraescolares para alunos dos 6 aos 25 anos. Esta organização está presente em 122 países, dos quais 39 na Europa e chega a mais de 9 milhões de alunos, dos quais 3 milhões são Europeus. Os Programas Actualmente a JAP oferece: A Família As crianças identificam o que é uma família e o seu funcionamento, os tipos de profissão que os membros de uma família têm e como satisfazer as necessidades e desejos da família. 5 sessões, 1ºano (6-7 anos) A Comunidade Orienta o aluno numa descoberta da comunidade, dos negócios ali existentes, da função do governo e de como os cidadãos

Bancos em Acção Por meio de actividades práticas em sala de aula e competições locais, o programa ensina aos alunos os princípios do sector bancário e expõe os desafios de operar, com sucesso, um banco num ambiente competitivo. 8 sessões, 10ºano (15-16 anos) Braço Direito Os alunos acompanham um profissional durante um dia no seu ambiente de trabalho. 1 dia, 9º - 12º anos (14–18 anos) Innovation Challenge Alunos do ensino secundário, em 12h, criam produtos e serviços inovadores, em equipas, através do princípio aprender fazendo. 1 dia, 10º - 12º anos (16-18 anos) A Empresa Alunos criam uma empresa com a ajuda de um voluntário e um professor. Os alunos reúnem capital através da venda de acções, criam um produto, colocam-no no mercado e por último liquidam a operação. 25 a 30 sessões, 10º -12º anos (16–18 anos) Start Up Os alunos gerem um ciclo empresarial, começam pela ideia de um produto ou serviço, formam a equipa directiva, angariam fundos, fazem produção, marketing, vendas e contabilidade. 18 a 30 sessões, universidade (19-26 anos) Estatísticas 2010/2011 Total de Alunos: 26.259 Número de Voluntários: 1.368 Número de Escolas: 434 Número de turmas: 1258 11%

30000 48%

-6%

25000 20000

18% 1232%

15000

25055

10000 14316

5000 0

27914

26259

16957

1075 2005/2006 2006/2007 2007/2008 2008/2009 2009/2010 2010/2011

Skills for Employability | Entrepreneurship | Financial Literacy


Junior Achievement Portugal Av. Engº Duarte Pacheco, nº26 1070-110 Lisboa Portugal www.japortugal.org

A FAMÍLIA

Ano Lectivo 2011/2012

“A Família” é um programa constituído por uma série de cinco actividades. Identifica o que é uma família e o seu funcionamento, o que as famílias necessitam e querem, onde conseguem concretizar as suas necessidades e desejos, e tipos de emprego dos membros da família.

membros familiares. Fazem desenhos da sua família nos seus empregos. Encontrando as Necessidades e Desejos Os alunos utilizam um mapa para descobrir onde os membros da família poderão satisfazer as suas necessidades. Pagando as Necessidades e Desejos Os alunos aprendem a importância do trabalho para satisfazer necessidades e desejos. Através de teatros, os alunos representam o trabalho e a satisfação de necessidades e desejos.

Objectivos-Chave de Aprendizagem O programa visa que os alunos saibam:  identificar o que é uma família;  reconhecer como uma família vive e trabalha junta;  explicar a diferença entre necessidade e desejo;  definir um trabalho;  identificar profissões;  interpretar símbolos de mapas;  colocar vários símbolos de empresas e serviços num mapa;  reconhecer como os membros de uma família dependem de várias empresas para satisfazer a s suas necessidades e desejos;  reconhecer que as famílias usam dinheiro para satisfazer as suas necessidades e desejos. Conceitos  Negócio  Instituições Económicas  Emprego  Família  Recursos Humanos  Interdependência  Escassez  Aptidões  Ferramentas  Necessidades e Desejos Aptidões  Analisar a Informação  Tomar decisões  Seguir um caminho  Ler um mapa  Reconhecer e interpretar símbolos  Trabalhar em equipa

No Local Target “A Família” é recomendado para alunos do 1º ano do 1º ciclo do ensino básico. Local e Horário O programa deve ser implementado em ambiente de sala de aula durante o horário regular. Número de Alunos O programa pode ser utilizado em turmas de todos os tamanhos. Implementação Duração “A Família” é constituído por uma série de 5 actividades que são normalmente implementadas uma vez por semana (45 minutos).

programa, bem como os hábitos e interesses dos alunos.

Voluntários O voluntário é uma pessoa vinda do mundo empresarial que irá leccionar todas as actividades do programa. O voluntário acrescenta valor ao programa através da partilha das suas experiências, sendo um modelo a seguir pelos alunos. O professor apoia o voluntário na sala de aula e complementa o programa com as actividades extra do manual.

A Família Os alunos percebem melhor o conceito de família através do estudo de um poster. Descobrem os pontos comuns e diferenças entre membros de uma familia, e como todos trabalham para fazer do local onde Material Todos os materiais necessários vivem um lugar melhor. são apresentados num kit que inclui o manual do professor/voluntário com a Os Desejos e Necessidades planificação detalhada de todas as Os alunos ficam conscientes de que todas as actividades. famílias necessitam de comida, roupa e casa. Começam a entender a diferença entre Apoio Todos os novos voluntários e desejo e necessidade. professores deverão receber

Actividades Os Empregos Visita à Sala de Aula Os alunos aprendem como o trabalho O voluntário visita a sala de aula antes da satisfaz as necessidades e desejos dos primeira aula. Aqui poderá saber quais os objectivos do professor relativamente ao

aconselhamento e formação por parte da JA. A sessão de formação é dada antes do início do programa, na qual são distribuídos os kits.

Skills for Employability | Entrepreneurship | Financial Literacy


Junior Achievement Portugal Av. Engº Duarte Pacheco, nº26 1070-110 Lisboa Portugal www.japortugal.org

A COMUNIDADE

Ano Lectivo 2011/2012

“A Comunidade” é um programa que orienta o aluno numa descoberta da Comunidade, dos negócios que operam no seio desta, de como o governo trabalha no sentido de desenvolver serviços para o bem - estar dos seus cidadãos, e como os cidadãos têm uma responsabilidade no bem-estar económico da Comunidade. Objectivos-Chave de Aprendizagem O programa visa que os alunos saibam:  identificar uma variedade de empregos na comunidade;  reconhecer como as pessoas vivem e trabalham juntas numa comunidade;  comparar métodos de produção em unidade e série;  explicar que diferentes estratégias são utilizadas para produzir tipos diferentes de produtos;  reconhecer serviços públicos na comunidade;  compreender porque o governo cobra impostos para prestar serviços a todos os cidadãos;  identificar circunstâncias em que dinheiro é trocado por bens ou serviços;  reconhecer como o dinheiro é utilizado numa comunidade típica. Conceitos  Escolhas  Comunidade  Bens e Serviços  Governo  Emprego  Dinheiro e Banca  Custo de Oportunidade  Produção/produtividade  Impostos Aptidões  Pensamento crítico  Tomada de decisão  Resolução de problemas  Assumir um papel  Trabalho de Equipa

Como funciona uma Comunidade. O processo passo-a-passo da tomada de decisão ajuda os alunos a entender como são tomadas decisões em grupo. Como circula o Dinheiro Os alunos falam de dinheiro e da sua importância na comunidade. No Local Target “A Comunidade” é recomendado para alunos do 2º ano do 1º ciclo do ensino básico. Local e Horário O programa deve ser implementado em ambiente de sala de aula durante o horário regular. Actividades Visita à Sala de Aula O voluntário visita a sala de aula antes da primeira aula. Aqui poderá saber quais os objectivos do professor relativamente ao programa, bem como os hábitos e interesses dos alunos.

Número de Alunos O programa pode ser utilizado em turmas de todos os tamanhos. Implementação Duração “A Comunidade” é constituído por uma série de 5 actividades que são normalmente implementadas uma vez por semana (45 minutos).

Como funciona uma Comunidade? Os alunos estudam um poster que ilustra uma comunidade e identificam os empregos mais comuns. Desenvolvem uma perspectiva de como as pessoas vivem e trabalham juntas numa comunidade.

Voluntários O voluntário é uma pessoa vinda do mundo empresarial que irá leccionar todas as actividades do programa. O voluntário acrescenta valor ao programa através da partilha das suas experiências, sendo um modelo a seguir pelos alunos. A Loja dos Donuts O professor apoia o voluntário na sala de Os alunos simulam, individualmente e em aula e complementa o programa com as grupo, diferentes estratégias de produção actividades extra do manual. de donuts. Material Todos os materiais necessários O papel do Estado são apresentados num kit que inclui o Os alunos aprendem o papel económico do manual do professor/voluntário com a Estado na comunidade, através da planificação detalhada de todas as identificação de serviços que o Estado actividades. presta aos cidadãos. Os alunos também reconhecem que o governo deve receber Apoio Todos os novos voluntários e impostos de toda a gente, de forma a poder professores deverão receber formação e pagar pelos serviços prestados. aconselhamento por parte da JA. A sessão de formação é dada antes do início do Uma nova Loja programa, na qual são distribuídos os kits. Os alunos determinam a melhor forma de utilizar o espaço de uma loja vazia no poster

Skills for Employability | Entrepreneurship | Financial Literacy


Junior Achievement Portugal Av. Engº Duarte Pacheco, nº26 1070-110 Lisboa Portugal www.japortugal.org

EUROPA E EU

Ano Lectivo 2011/2012

O programa “A Europa e Eu” explora a relação entre os recursos naturais, humanos e de capital, encontrados em diferentes países e explora os negócios europeus que produzem bens e serviços para os consumidores. Utilizando actividades práticas, os alunos são orientados para aprender, por voluntários do mundo dos negócios.

programa, bem como os hábitos e interesses dos alunos.

O que são regiões e os seus recursos? Os alunos distinguem as diferentes regiões económicas da Europa, examinam os recursos naturais, humanos e de capital, disponíveis em diferentes regiões e, aprendem o Objectivos-Chave de Aprendizagem que as empresas necessitam ao O programa visa que os alunos saibam: nível de recursos para produzir e  identificar as diferentes regiões vender um produto. económicas da Europa;  reconhecer quais os recursos Um lugar que eu conheço, um lugar que eu posso não conhecer necessários para cada negócio;  escolher o melhor local para Os alunos pesquisam regiões com recursos implementar o seu negócio, com base da Europa, identificam recursos que os negócios usam para produzir os seus nos recursos ali existentes;  enumerar as etapas de valor produtos e compreendem a importância da acrescentado para a produção de um localização para um produto. determinado produto;  definir os conceitos de proveito, custo, Valor Acrescentado, produtos e rótulos Os alunos avaliam as etapas de valor lucro, prejuízo e escassez;  compreender as relações de acrescentado para a produção de um dependência económica dentro de uma determinado produto e discutem as vantagens de escolher um país em vez de região e entre diferentes regiões;  reconhecer o papel do crédito no mundo outro para a produção. dos negócios.

Conceitos  Negócios  Economia  Taxas de Câmbio  Despesas  Bens  Incentivos  Renda  Moeda  Importações & Exportações  Investimento  Produtos  Lucros  Região  Recursos  Risco  Escassez  Serviços  Especialização

Factos e Decisões Os alunos identificam como os recursos se relacionam com os proveitos e custos de um negócio. Fazem os cálculos para demonstrar como um negócio determina o seu lucro ou prejuízo e resolvem problemas de negócio simples. Os alunos lidam com a escassez, compreendendo de que forma esta obriga as pessoas em todas as sociedades a fazerem escolhas económicas básicas.

No Local Target “Europa e Eu” é recomendado para alunos do 5º ano do 2º ciclo do ensino básico. Local e Horário O programa deve ser implementado em ambiente de sala de aula durante o horário regular. Número de Alunos O programa pode ser utilizado em turmas de todos os tamanhos. Implementação Duração “Europa e Eu” é constituído por uma série de 6 actividades, implementadas uma vez por semana (45 minutos).

Voluntários O voluntário é uma pessoa vinda do mundo empresarial que irá leccionar todas as actividades do programa. O voluntário acrescenta valor ao programa através da partilha das suas experiências profissionais, sendo um modelo a seguir pelos alunos. O professor apoia o voluntário Recursos em Movimento na sala de aula e complementa o programa Os alunos reconhecem que os negócios com as actividades extra do manual. encontram recursos através de diferentes regiões. Descobrem as formas como os Material Todos os materiais necessários negócios podem trabalhar em conjunto para são apresentados num kit que inclui o criar um produto. manual do professor/voluntário com a planificação detalhada de todas as A Linha de Fundo actividades. Os alunos jogam um jogo que ilustra o fluxo de dinheiro dentro e fora do negócio. Apoio Todos os novos voluntários e Calculam lucros e prejuízos, bem como professores deverão receber formação e aprendem a importância dos empréstimos. aconselhamento por parte da JA. A sessão Actividades Os alunos procuram uma região onde de formação é dada antes do início do Visita à Sala de Aula O voluntário visita a sala de aula antes da encontram os recursos que necessitam para programa, onde são distribuídos os kits. primeira aula. Aqui poderá saber quais os criar o seu produto. objectivos do professor relativamente ao

Skills for Employability | Entrepreneurship | Financial Literacy


Junior Achievement Portugal Av. Engº Duarte Pacheco, nº26 1070-110 Lisboa Portugal www.japortugal.org

É O MEU NEGÓCIO!

Ano Lectivo 2011/2012 Os alunos analisam exemplos actuais de empreendedores e identificam negócios que possam começar. Avaliam a forma como os empreendedores usam as 4 características empreendedoras, para desenvolver o seu plano de negócios.

O programa “É o meu negócio!” incentiva os alunos a usar o pensamento crítico para aprender algumas competências empreendedoras que suportem atitudes positivas, enquanto exploram as suas aspirações de carreira. Através de 6 sessões interactivas e ao desenvolverem de um projecto “empresarial”, os alunos confirmam conceitos de negócio através de jogos e actividades. Objectivos-Chave de Aprendizagem O programa visa que os alunos saibam:  compreender o conceito de empreendedorismo;  reconhecer o potencial empreendedor que têm dentro de si;  identificar quais as necessidades do mercado;  compreender quais as competências e conhecimentos necessários para iniciar um negócio;  explicar como devem ser desenvolvidos planos de negócio;  reconhecer de que forma a análise de informação constitui um factor indispensável na gestão de um negócio;  identificar quais as suas aspirações de carreira. Conceitos  Publicidade  Leilão  Ser criativo e inovador  Acreditar em si próprio  Licitação de Negócio  Responsabilidade Cívica  Consumidor  Empreendedor  Perfil  Preencher uma necessidade  Conhecer o seu cliente e produto  Mercado  Lucro  Auto-didata  Empreendedor Social Actividades

Os empreendedores comemoram Os alunos criam Cartões de Perfil Empreendedor para apresentar a sua compreensão da quarta característica empreendedora, “Acredita em ti próprio”. Visita à Sala de Aula O voluntário visita a sala de aula antes da primeira aula. Aqui poderá saber quais os objectivos do professor relativamente ao programa, bem como os hábitos e interesses dos alunos.

No Local Target “É o meu negócio!” é recomendado para alunos do 7º ano do 3º ciclo do ensino básico. Local e Horário O programa deve ser implementado em ambiente de sala de aula durante o horário regular.

Eu sou um empreendedor Trabalhando em grupos, os alunos Número de Alunos O programa pode ser começam por identificar algumas utilizado em turmas de todos os tamanhos. características empreendedoras que possuem aprendendo sobre a vida de Implementação empreendedores, passados e presentes. Duração “É o meu negócio!” é constituído por uma série de 6 actividades, Eu posso mudar o mundo implementadas uma vez por semana (45 Os alunos trabalham em grupos para minutos). desenvolver um projecto para o seu grupo. Identificam uma primeira característica Voluntários O voluntário é uma pessoa empreendedora, considerando as vinda do mundo empresarial que irá necessidades do cliente e definindo o design leccionar todas as actividades do programa. do produto através de um brainstorming. O voluntário acrescenta valor ao programa Os alunos começam a identificar as através da partilha das suas experiências competências e conhecimentos necessários profissionais, sendo um modelo a seguir para começar um negócio. pelos alunos. O professor apoia o voluntário na sala de aula e complementa o programa Eu conheço o meu cliente com as actividades extra do manual. Trabalhando em grupos, os alunos reconhecem a segunda característica, Material Todos os materiais necessários “Conhece o teu cliente e produto”. Os alunos são apresentados num kit que inclui o descobrem formas de comercializar manual do professor/voluntário com a produtos específicos para os clientes planificação detalhada de todas as apropriados. actividades. Eu tenho uma ideia Os alunos participam num leilão destinado a destacar os empreendedores criativos e inovadores e seus respectivos negócios. Eu vejo uma necessidade

Apoio Todos os novos voluntários e professores deverão receber formação e aconselhamento por parte da JA. A sessão de formação é dada antes do início do programa, onde são distribuídos os kits

Skills for Employability | Entrepreneurship | Financial Literacy


Junior Achievement Portugal Av. Engº Duarte Pacheco, nº26 1070-110 Lisboa Portugal www.japortugal.org

ECONOMIA PARA O SUCESSO “Economia para o Sucesso” é um programa que fornece informação prática sobre finanças pessoais e sobre a importância de identificar objectivos de educação e carreira baseados em interesses, valores e qualidades dos alunos. Objectivos-Chave de Aprendizagem O programa visa que os alunos saibam:  identificar carreiras de interesse e como são classificadas no mundo do trabalho;  o conceito de auto –conhecimento;  identificar e explicar os momentos em que é importante o processo reflexivo na tomada de decisões;  a importância de continuar na escola;  compreender a relação entre educação e sucesso na vida;  reconhecer que um orçamento equilibrado é importante para trabalhadores com todo o tipo de rendimentos;  distinguir rendimento líquido e bruto;  identificar os custos de oportunidade associados ao pagamento a pronto e a crédito;  explicar os benefícios dos seguros. Actividades Visita à Sala de Aula O voluntário visita a sala de aula antes da primeira aula. Aqui poderá saber quais os objectivos do professor relativamente ao programa, bem como os hábitos e interesses dos alunos.

Ano Lectivo 2011/2012 Define o teu Risco Os alunos aprendem que a vida envolve riscos e que os seguros ajudam a reduzir as consequências financeiras do risco. No Local Target “Economia para o Sucesso” é recomendado para alunos do 9º ano do 3º ciclo do ensino básico. Local e Horário O programa deve ser implementado em ambiente de sala de aula durante o horário regular. Número de Alunos O programa pode ser utilizado em turmas de todos os tamanhos. Implementação Duração “Economia para o Sucesso” é constituído por uma série de 6 actividades, implementadas uma vez por semana (90 minutos).

Escolhe o teu Sucesso Os alunos aplicam os seus conhecimentos sobre tomada de decisões, autoconhecimento e mundo do trabalho. Compreendem a importância da relação entre educação, trabalho e oportunidades de sucesso. Mantém o Equilíbrio Os alunos recebem os cartões das profissões e verificam que a diferentes empregos correspondem salários mensais diferentes. Com base nestes salários, os alunos avaliam

Voluntários O voluntário é uma pessoa vinda do mundo empresarial que irá leccionar todas as actividades do programa. O voluntário acrescenta valor ao programa através da partilha das suas experiências profissionais, sendo um modelo a seguir pelos alunos. O professor apoia o voluntário na sala de aula e complementa o programa com as actividades extra do manual. Material Todos os materiais necessários são apresentados num kit que inclui o manual do professor/voluntário com a planificação detalhada de todas as actividades.

Espelho meu, Espelho meu Os alunos fazem escolhas para compreenderem o conceito de autoconhecimento – as suas qualidades, os seus interesses e valores – e a estrutura do mundo do trabalho. Reflectem sobre a educação, carreira e outras escolhas da vida.

Apoio Todos os novos voluntários e os custos de oportunidade para decisões de professores deverão receber formação e elaboração de orçamentos. aconselhamento por parte da JA. A sessão de formação é dada antes do início do Organiza as Compras programa, onde são distribuídos os kits. Os alunos analisam o modo como os consumidores pagam pelos bens e serviços; discutem as vantagens e desvantagens de usar pagamento a pronto e a crédito e Tu decides Os alunos aprendem os passos para o participam numa actividade que reforça a processo reflexivo na tomada de decisões. sua compreensão do custo do crédito. Jogam o jogo Escolhe o teu sucesso, no qual é aplicado o processo reflexivo na tomada de decisões relativas à educação e às opções de carreira.

Skills for Employability | Entrepreneurship | Financial Literacy


Junior Achievement Portugal Av. Engº Duarte Pacheco, nº26 1070-110 Lisboa Portugal www.japortugal.org

Ano Lectivo 2011/2012

BANCOS EM ACÇÃO O programa “Bancos em Acção” ensina aos alunos do ensino secundário princípios bancários e coloca-os perante os desafios da gestão de um banco, inserido num contexto competitivo. O programa também desafia os jovens a serem cidadãos e consumidores mais conscientes.

bancárias criam uma lista de benefícios para uma campanha promocional. A concorrência: banco preferencial Os alunos fazem uma revisão dos conceitos bancários explorados nas aulas anteriores. Usando este conhecimento, eles participam numa competição em sala para se tornar a equipa bancária com a maioria dos activos: o banco preferencial.

Liquidez: uma conveniência do cliente Os alunos compreendem que o processo de obtenção de lucro de um banco começa quando os clientes abrem contas de depósito. Os alunos participam numa actividade competitiva em equipa projectada para explicar conceitos e termos principais. Objectivos-Chave de Aprendizagem O programa visa que os alunos saibam:  examinar o histórico do sector bancário;  descrever como os bancos lucram;  reconhecer o efeito de decisões financeiras sólidas;  calcular o período em que o seu investimento será duplicado;  analisar os custos e benefícios de uma variedade de opções de pesquisa e desenvolvimento;  analisar a variedade de carreiras disponíveis na área da banca. Actividades Visita à Sala de Aula O voluntário visita a sala de aula antes da primeira aula. Aqui poderá saber quais os objectivos do professor relativamente ao programa, bem como os hábitos e interesses dos alunos. Componentes fundamentais das actividades bancárias Os alunos aprenderão os aspectos básicos das actividades bancárias, incluindo o conhecimento na prática da história do sector, suas principais operações e procedimentos, seus produtos e serviços.

O spread Os alunos participam num jogo que ilustra como a receita de um banco é afectada por um spread (a diferença entre a taxa de juros que um banco cobra aos devedores e a taxa que ele paga aos credores). Eles competirão no jogo ajustando as taxas de depósito e de empréstimo para tornar-se a equipa com maiores activos.

No Local Target “Bancos em Acção” é recomendado para alunos do 10º ano do ensino secundário. Local e Horário O programa deve ser implementado em ambiente de sala de aula durante o horário regular. A partir da 2ªsessão torna-se necessário que os alunos tenham acesso a computador e internet). Número de Alunos O programa pode ser utilizado em turmas de todos os tamanhos. Implementação Duração “Bancos em Acção” é constituído por uma série de 8 actividades, implementadas uma vez por semana (90 minutos).

Voluntários O voluntário é uma pessoa vinda do mundo empresarial que irá leccionar todas as actividades do programa. O voluntário acrescenta valor ao programa através da partilha das suas experiências profissionais, sendo um modelo a seguir pelos alunos. O professor apoia o voluntário na sala de Acto de equilíbrio dos banqueiros Os alunos completam um esquema que aula e complementa o programa com as demonstra o equilíbrio dos activos e actividades extra do manual. passivos. As equipas de alunos consideram a capacidade, carácter e garantia ao Material Todos os materiais necessários decidirem se aprovam ou rejeitam uma são apresentados num kit que inclui o manual do professor/voluntário com a solicitação de empréstimo. planificação detalhada de todas as actividades. Gastar dinheiro para ganhar dinheiro Ao analisar uma variedade de pesquisas bancárias e opções de desenvolvimento, as Apoio Todos os novos voluntários e equipas de alunos identificam uma opção de professores deverão receber formação e aconselhamento por parte da JA. A sessão investimento. Em seguida, as equipas de formação é dada antes do início do programa, onde são distribuídos os kits. Economizar para o futuro Os alunos examinam como os depósitos a longo prazo podem dobrar de valor. Eles trabalham em equipas para determinar os melhores produtos bancários para uma variedade de cenários.

Skills for Employability | Entrepreneurship | Financial Literacy


Junior Achievement Portugal Av. Engº Duarte Pacheco, nº26 1070-110 Lisboa Portugal www.japortugal.org

BRAÇO DIREITO

Ano Lectivo 2011/2012  façam todas as perguntas que queiram ao profissional que acompanham;  poderão analisar qual o tipo de formação e as competências que deverão desenvolver para realizarem com êxito a sua profissão futura.

O “Braço Direito” é um programa em que os alunos acompanham um profissional durante um dia, no seu ambiente de trabalho. Nesse período, os alunos adquirem conhecimentos sobre a cultura, ética de trabalho e as várias opções de carreiras disponíveis. Actividades Ao longo deste dia, um profissional partilha experiências e conhecimentos com um aluno que estará ao seu lado, no seu local de trabalho. O aluno tem contacto e participa nas actividades quotidianas desse voluntário, coloca questões, compreende a aplicação prática das matérias que aprende na escola e conhece a estrutura organizacional de uma empresa. Através desta experiência prática, os jovens descobrem as exigências e oportunidades ligadas a uma área profissional específica.

Conceitos-Chave de Aprendizagem O programa Braço Direito é constituído por várias etapas desenvolvidas através da visita de um dia a um local de trabalho previamente escolhido. Os alunos acompanham profissionais das várias empresas colaboradoras da Junior Achievement Portugal. Os conceitos-chave a reter durante são:  Relevância das actividades realizadas/matérias aprendidas na escola;  Competências necessárias para alcançar os seus objectivos - Os alunos aprofundarão os requisitos necessários a desenvolver nas diversas áreas profissionais, e desenvolvem um plano de acção pessoal para começarem a formar-se na área profissional que mais lhes interessa;  Trabalho de grupo;  Orientação vocacional: Os alunos adquirem informação valiosa sobre diversas opções de estudos e profissões, as quais ajudarão a tomar uma melhor decisão na altura de escolher a sua futura profissão. O dia do Braço Direito Preparação Os alunos deverão indicar, as orientações profissionais que querem seguir. Depois ser-lhes-á atribuído um voluntário cuja profissão melhor se adeqúe às suas opções. Os alunos deverão preparar, da melhor forma, o dia para que o possam obter mais e melhores resultados. Para tal, deverão elaborar o seu curriculum vitae e preparar perguntas para colocar ao voluntário.

O contacto directo com o mundo do trabalho é essencial numa altura em que se aproxima o momento destes jovens tomarem uma importante decisão quanto à sua orientação vocacional. Esta decisão é difícil devido à desorientação dos alunos, e à sua falta de visão sobre a realidade do Durante o dia mundo profissional que encontrarão. O Braço Direito é uma oportunidade única para o aluno ter contacto directo com o Objectivos-Chave de Aprendizagem mundo do trabalho. Durante este dia o O programa visa que os alunos:  descubram de perto como funciona o aluno vai viver muitas experiências e receber informação variada. Deve colocar mundo do trabalho;  experimentem e vejam como se inter- todas as questões que tenha. Para saber relacionam as diversas carreiras quais as competências e aptidões mais importantes a desenvolver, o aluno deve universitárias e profissionais;

pedir exemplos conhecimentos e voluntário utiliza.

práticos sobre os ferramentas que o

Depois do dia No final desta experiência os alunos deverão agradecer ao profissional que acompanharam a oportunidade que lhes foi dada. Ele investiu parte do seu tempo na preparação de actividades e na demonstração de competências profissionais, porque se preocupa com o futuro dos jovens. Uma nota de agradecimento irá mostrar o reconhecimento pelo seu empenho e dedicação. Papel do Voluntário As funções do voluntário no programa são:  organizar a sua agenda;  preparar as actividades para realizar com o aluno.;  contribuir para que o Aluno se sinta confortável no seu local de trabalho;  mostrar ao seu aluno como é um típico dia de trabalho;  apresentar ao aluno as diversas oportunidades profissionais dentro do seu sector de actividade;  fazer uma análise crítica, ligando o que os alunos aprendem na escola ao que utilizam no trabalho;  consciencializar o aluno de que todos são importantes para o mercado de trabalho. Dado que durante este dia, o voluntário será um exemplo a seguir pelo aluno, é importante que aquele demonstre a paixão que sente pelo seu trabalho, a importância da formação no alcance de metas pessoais e profissionais, o valor da planificação e da organização para alcançar objectivos, bem como o compromisso que cada um tem para com a sociedade. Material Serão disponibilizados Guias em formato electrónico para os voluntários, professores e alunos que servirão para orientar na preparação do dia. Apoio Para além do Guia do Voluntário, todos os novos voluntários recebem informação detalhada sobre o que é esperado fazer no dia do Braço Direito.

Skills for Employability | Entrepreneurship | Financial Literacy


Junior Achievement Portugal Av. Engº Duarte Pacheco, nº26 1070-110 Lisboa Portugal www.japortugal.org

Ano Lectivo 2011/2012

Innovation Challenge O “Innovation Challenge” é um programa de estudo de 12h, dirigido a estudantes do ensino secundário. O programa oferece aos alunos uma oportunidade única para estudarem os temas relativos ao empreendedorismo e abordar as competências necessárias para a vida activa através das emoções e das experiências.

Intervenientes no Programa Orientador Faz parte da equipa organização do programa.

Objectivos-Chave de Aprendizagem: Os alunos serão capazes de:  criar e desenvolver uma ideia empresarial;  compreender o funcionamento de uma empresa e um negócio, num todo;  entender que capacidades e aptidões são necessárias no mundo profissional;  compreender que os objectivos são mais facilmente atingidos quando um grupo trabalha como equipa e as capacidades de cada um são utilizadas. os alunos aprendem princípios básicos de criatividade. Desenvolvimento do Programa O Innovation Challenge é um programa que Princípio: Learning by Doing estimula a aprendizagem e inovação dos Ao aplicarem este princípio, os alunos serão alunos, onde aprendem como se cria uma capazes de desenvolver as suas empresa, como desenvolver e inovar na competências interpessoais e de resolução ideia de negócio e trabalhar em equipa. É de problemas, bem como trabalhar em dado especial ênfase ao entendimento do grupo sob horários muito limitados. negócio e competências empresariais, de uma forma divertida e interactiva. Um Problema Os alunos receberão um problema que terão Durante 12 horas os alunos aprendem a de resolver. Terão de propor uma solução, definir objectivos de grupo e a ter durante as 12 horas, através da criação de responsabilidade pelas suas próprias um produto ou serviço. Terão materiais, acções. informação e recursos para o fazer.

Participante Estudante da instituição de ensino que participa no programa. São orientados nas várias etapas da criação da empresa, desenvolvendo também o sentido de liderança e poder de decisão.

Os alunos trabalham num ritmo intensivo, o que lhes permite libertar as suas mentes de um pensamento obstrutivo, criando ideias novas e inovadoras.

de

Monitor Guia os alunos na condução dos pontos de controlo, levando-os ao desenvolvimento da sua ideia de negócio inovadora e criativa. Antigo participante em programas da Aprender a Empreender.

Professor responsável Assegura o bom comportamento dos alunos da escola que representa e participa nas sessões de informação. Orador Cada sessão de informação aborda um tema específico relacionado com o conceito empresarial, ou uma das etapas do desenvolvimento de um negócio e será conduzida por um orador convidado. Implementação Duração Aproximadamente 1 dia, 12 horas, desde o desenvolvimento das actividades de “quebra-gelo” até à apresentação final da ideia de negócio de cada grupo.

Material Os materiais necessários para o programa incluem o manual do monitor com a planificação detalhada de todas as actividades a serem desenvolvidas ao longo do dia. Os alunos recebem materiais para a de concepção dos seus produtos.

Pontos de Controlo e Sessões Informação Os jovens passam por actividades prácticas – Pontos de Controlo – e teóricas – Sessões de Informação – através das quais vão As Equipas passando pelas várias etapas de um ciclo Os alunos participantes, oriundos de diversas escolas, serão organizados em empresarial, segundo o programa definido. equipas “mistas” de 5 elementos. Podem não se conhecer, pelo que terão de se Apresentação do Negócio adaptar rapidamente uns aos outros e As 12 horas do Innovation Challenge encontrar a melhor forma de trabalharem terminam com a apresentação de cada uma em grupo, eficientemente. das ideias de negócio, inovadoras e criativas, desenvolvidas pelos alunos ao No início, existe uma série de actividades de longo deste dia. “quebra-gelo” e de grupo através dos quais

Apoio Todos os novos monitores deverão receber formação e aconselhamento por parte da Aprender a Empreender. A sessão de formação e preparação do programa é feita antes do início do programa, onde são distribuídos os manuais. UM DESAFIO. UMA MISSÃO. UMA EMPRESA. EM 12h.

Skills for Employability | Entrepreneurship | Financial Literacy


Junior Achievement Portugal Av. Engº Duarte Pacheco, nº26 1070-110 Lisboa Portugal www.japortugal.org

A EMPRESA

Ano Lectivo 2011/2012

“A Empresa” é o programa bandeira da Junior Achievement. Alunos do ensino secundário criam uma Mini-Empresa com a ajuda de um voluntário e do professor. Os alunos reúnem capital através da venda de títulos de participação, criam um produto ou serviço, colocam-no no mercado e por último liquidam a operação e pagam os dividendos aos titulares. Objectivos-Chave de Aprendizagem Os alunos serão capazes de:  identificar as responsabilidades dos cargos e oportunidades de liderança;  organizar a Mini-Empresa, vender títulos de participação, produzir um produto ou serviço, colocá-lo no mercado, e manter registos financeiros;  elaborar um plano de negócios;  desenvolver uma apresentação de vendas;  descrever e calcular impostos a serem pagos pela Mini-Empresa;  explicar como os dividendos são determinados e pagos;  avaliar o impacto empresarial no sistema económico Português. Desenvolvimento do Programa Apresentação da Mini-Empresa Os alunos trabalham com o professor e com o voluntário na definição dos objectivos gerais da Mini-Empresa; compreendem a estrutura básica da Mini-Empresa e analisam os lugares que terão ou as funções que poderão desempenhar. Atribuição de Responsabilidades Os alunos discutem sobre as qualidades que querem que os líderes da Mini-Empresa tenham e elegem um presidente e os directores para a equipa de direcção; fazem também reuniões de equipa para eleger outros membros.

pagam salários e comissões e avaliam a experiência. No Local Target “A Empresa” é recomendado para alunos com idades compreendidas entre os 16 e os 20 anos. Local e Horário O programa deve preferencialmente ser implementado em ambiente de sala de aula durante o horário escolar, podendo, no entanto, também funcionar como actividade extra-curricular. Número de Alunos Os alunos serão divididos em grupos – as Mini-Empresas – que deverão ter entre 4 a 8 alunos cada uma. Implementação Duração É recomendado que o programa títulos de participação (acções). “A Empresa” dure um ano lectivo completo, ou seja, entre 15 a 25 semanas. Os alunos Elaboração do Plano de Negócios reúnem-se semanalmente entre 1/5 a 3 Os alunos reúnem-se para desenvolverem horas. É, normalmente, necessário que os os planos e objectivos de cada alunos realizem trabalho adicional. departamento. Elaboram estratégias para a Mini-Empresa, as quais incluem um plano Voluntários O voluntário é uma pessoa de negócios (plano de produção, plano vinda do mundo empresarial que irá financeiro, plano de marketing). orientar e aconselhar os alunos na gestão das suas Mini-Empresas. O voluntário acrescenta valor ao programa através da partilha das suas experiências profissionais. O professor apoia o voluntário na sala de aula e complementa o programa com as actividades extra do manual. O voluntário vai pontualmente à sala de Funcionamento da Mini-Empresa aula durante o ano lectivo (entre 7 a 10 Os alunos trabalham em conjunto para dar vezes, idealmente). início às operações da Mini-Empresa. Durante o funcionamento da Mini-Empresa, Material Os materiais necessários para o os departamentos poderão fazer reuniões programa incluem o manual do aluno e o curtas. Os alunos desenvolvem um produto manual do professor/voluntário com a ou serviço, avaliam a sua qualidade e criam planificação detalhada de todas as uma estratégia de vendas. As vendas, os actividades necessárias para o registos e muitas outras actividades terão desenvolvimento do programa, e ainda um lugar fora da aula ou das reuniões bloco de títulos de participação por Miniperiódicas calendarizadas. Empresa. Organização de uma Reunião de Direcção Os alunos reúnem-se como direcção para aprovar o plano de negócios e adoptar os estatutos da Mini-Empresa.

Avaliação das Ideias de Produto/Serviço Os alunos discutem as ideias de produto ou serviço e desenvolvem um plano de estudo Conclusão das Operações de mercado. Os alunos trabalham em conjunto na conclusão das operações e na liquidação da Selecção do Produto/Serviço Mini-Empresa; concluem a produção e as Os alunos discutem os resultados o seu vendas; completam e revêem todos os estudo de mercado e seleccionam um registos; preparam o relatório anual e produto ou serviço. Escolhem um nome distribuem dividendos pelos titulares; para a Mini-Empresa e dão início à venda de

Apoio Todos os novos voluntários e professores deverão receber formação e aconselhamento por parte da Aprender a Empreender. A sessão de formação é dada antes do início do programa, onde são distribuídos os manuais.

Skills for Employability | Entrepreneurship | Financial Literacy


Junior Achievement Portugal Av. Engº Duarte Pacheco, nº26 1070-110 Lisboa Portugal www.japortugal.org

START UP

Ano Lectivo 2011/2012

Com o apoio e orientação de Professores e Voluntários, o programa Start Up fornece uma formação empreendedora a alunos universitários. Através da organização e operação de uma empresa, os alunos aprendem sobre a estrutura do sistema empresarial e os seus benefícios. No desenvolvimento deste programa, é dado um especial enfoque ao desenvolvimento do plano de negócios e da proposta de investimento e a questão de fundo que os alunos devem ter sempre em mente é “será que eu investiria o meu dinheiro nesta empresa?”. Objectivos-Chave de Aprendizagem As seguintes aptidões e experiências podem ser adquiridas pelos alunos:  identificação e consenso relativamente a objectivos de equipa;  identificação das tarefas de cada membro;  identificação e análise de problemas;  elaboração de documentos escritos concisos e apresentações usando as técnicas de TI apropriadas;  criação e execução de um plano de pesquisa de mercado;  identificação de recursos financeiros e fundos necessários;  identificação de procedimentos de recursos humanos e implementação dos mesmos;  demonstração de capacidade de liderar. Desenvolvimento do Programa Apresentação da Mini-Empresa Os alunos trabalham com o Professor e o Voluntário na definição dos objectivos gerais da Mini-Empresa; compreendem a estrutura básica da Mini-Empresa e analisam as funções que poderão desempenhar. A equipa começa a pensar numa ideia de negócio. Atribuição de Responsabilidades Os alunos discutem sobre as qualidades que querem que os líderes da Mini-Empresa tenham e elegem um presidente e os directores para a equipa de direcção; fazem também reuniões de equipa para eleger outros membros.

anual e titulares.

distribuem

dividendos

pelos

No Local Target O programa Start Up é recomendado para alunos universitários. Local e Horário O Programa deve preferencialmente ser implementado numa cadeira de curso, podendo, no entanto, também funcionar como actividade extracurricular. Número de Alunos Os alunos serão divididos em grupos – as Mini-Empresas – que deverão ter entre 4 a 8 alunos cada uma. Implementação Duração É recomendado que o programa Start Up dure um ano lectivo completo, ou seja, entre 15 a 25 semanas. Os alunos Os alunos discutem as ideias de negócio e reúnem-se semanalmente entre 1/5 a 3 desenvolvem um plano de estudo de horas. É, normalmente, necessário que os mercado. Após avaliação deste estudo alunos realizem trabalho adicional. seleccionam o produto/serviço e escolhem um nome para a sua Mini-Empresa. Voluntários O voluntário é uma pessoa Elaboração do Plano de Negócios/Proposta de Investimento Os alunos reúnem-se para desenvolverem os planos e objectivos de cada departamento. Elaboram estratégias para a Mini-Empresa, as quais incluem um Plano de Negócios. No decorrer do ano de vida da Mini-Empresa os alunos devem começar a trabalhar na Proposta de Investimento, que também será um trabalho avaliado na Competição Nacional e Europeia.

vinda do mundo empresarial que irá orientar e aconselhar os alunos na gestão das suas Mini-Empresas. O Voluntário acrescenta valor ao programa através da partilha da sua experiência profissional e do networking que se cria.

Material Os materiais necessários para o programa incluem o manual do aluno e o manual do professor/voluntário com a planificação detalhada de todas as actividades necessárias para o desenvolvimento do programa, e ainda um Funcionamento da Mini-Empresa bloco de títulos de participação por MiniOs alunos começam a trabalhar em conjunto Empresa. para dar início às operações da MiniEmpresa. Os diferentes departamentos Apoio Todos os novos voluntários e reunem frequentemente. Os alunos podem professores deverão receber formação e optar por produzir e vender o produto ou aconselhamento por parte da Junior podem apostar apenas no desenvolvimento Achievement Portugal. A sessão de da Proposta de Investimento, de encontrar formação é dada antes do início do parceiros, investidores etc. programa, onde são distribuídos os

Conclusão das Operações No caso das Mini-Empresas que iniciaram actividade, os alunos trabalham em conjunto na conclusão das operações e na liquidação da Mini-Empresa, concluem a produção e as vendas, completam e revêem Avaliação e Selecção das ideias de todos os registos, preparam o relatório Produtos/Serviços

manuais.

O “Start Up” tem o patrocínio exclusivo da Fundação Millennium BCP

Skills for Employability | Entrepreneurship | Financial Literacy


Junior Achievement Portugal Av. Engº Duarte Pacheco, nº26 1070-110 Lisboa Portugal www.japortugal.org

COMO SER ASSOCIADO

Ano Lectivo 2011/2012

A Junior Achievement Portugal ensina os alunos a encontrar o caminho para o seu próprio sucesso. Por que não se nasce empreendedor, aprende-se, são programas como estes que permitem o desenvolvimento desta atitude de vida fundamental. Ao apoiar a Junior Achievement Portugal, enquanto associado, irá promover a educação e formação para os empreendedores e líderes de amanhã.

A Associação tem três categorias de associados: Numa sociedade em mudança exponencial, as metas traçadas necessitam de  Associados Seniores – são aqueles que permanentes reajustes. Para vencer os contribuem para a Associação com uma desafios dos novos modelos sociais e económicos é fundamental manter uma quota anual de vinte mil euros;  Associados Juniores – são aqueles que atitude proactiva, criativa, com gosto pelo contribuem para a Associação com uma risco e inovação. É, portanto, imprescindível desenvolver uma postura empreendedora! quota anual de dez mil euros;  Associados Colaboradores – são aqueles que contribuem para a O nosso grande objectivo para Portugal é Associação com uma quota anual de poder afirmar, um dia, que todas as crianças cinco mil euros ou o equivalente em e jovens tiveram uma experiência Junior As empresas envolvidas na Junior espécie. Achievement Portugal acreditam no imenso Achievement. potencial de todas as crianças e jovens e acreditam que, através da JAP, poderão dar Estrutura Executiva um valioso contributo para a sua afirmação A Junior Achievement conduzida pela Não se nasce empreendedor, aprende-se. como pessoas, capazes de contribuírem Direcção e por uma equipa de gestão. para o desenvolvimento de Portugal e para Compete à direcção supervisionar a o seu próprio sucesso e realização orientação estratégica global da Associação profissional. Acreditam na enorme valia e participar na decisão operacional através desta Associação e querem ajudar os jovens de comissões executivas que, em O empreendedorismo é a chave portugueses a alcançar estes objectivos, colaboração com a equipa de gestão, propondo-se investir, envolver e inspirar implementam programas e asseguram o de todas as economias. As jovens a viver três pilares fundamentais da cumprimento dos objectivos anuais. empresas vêm, as empresas vão. vida: respeito, exigência e excelência. Mas são necessárias as pessoas A direcção é nomeada por e entre os certas para as criar. Na Junior Achievement providenciamos um associados, por um mandato de três anos. Empreendedorismo é uma programa de responsabilidade social Os membros da direcção devem encontrarquestão de cultura e coragem. É corporativa ideal para todas as empresas, se regularmente e ser participantes activos na medida em que não restringimos o seu nos compromissos executivos para os quais uma forma de estar na vida. Pode papel a contribuições financeiras, mas foram nomeados. ser aprendido. A Junior possibilitamos a participação directa na A Associação tem ainda um Conselho Achievement Portugal leva o implementação dos nossos programas nas Estratégico, composto por todos os empreendedorismo para dentro escolas. Associados Séniores. das salas de aula. Ao desenvolverem ideias, fazerem Tem mostrado a experiência dos outros Envolva-se! um plano de negócios e gerirem países que são programas como estes que São as quotas e participações dos marcam a diferença na vida das crianças e associados da Aprender a Empreender que as suas próprias mini-empresas, dos jovens, promovendo neles uma atitude possibilitam a participação das escolas e os alunos aprendem a tornar-se positiva de liberdade e de responsabilidade universidades nos nossos programas a um empreendedores. Ganham autopessoal e, a partir daí, um verdadeiro custo zero ou muito reduzido. confiança e coragem. E, espírito empreendedor. Porque os nossos A sua contribuição ajudará na produção dos idealmente, utilizam-nas no seu programas e metodologias têm materiais, formação de professores e futuro. demonstrado um impacto significativo no voluntários, supervisão, gestão dos espírito empreendedor dos alunos que programas e sua avaliação. deles beneficiam, e ainda pelo próprio efeito positivo que têm nas empresas associadas, a Este contributo financeiro é condição sua participação é fundamental. essencial para que a Junior Achievement - Contactos Internacionais Aprender a Empreender continue a alcançar Categorias de Associados um cada vez maior número de alunos e JA-YE Europe: www.ja-ye.org Os associados poderão ser pessoas assim participar activamente no JA Worldwide: www.ja.org singulares e/ou pessoas colectivas. desenvolvimento de uma cultura empreendedora em Portugal.

Skills for Employability | Entrepreneurship | Financial Literacy


Junior Achievement Portugal Av. Engº Duarte Pacheco, nº26 1070-110 Lisboa Portugal www.japortugal.org

ASSOCIADOS

Ano Lectivo 2011/2012

Associados Sénior

Associados Júnior

Associados Colaborador

Skills for Employability | Entrepreneurship | Financial Literacy


FactSheet 2011-2012