Page 1

Edição 06 - Ano 02 - Outubro 2012

Notícias

www.cootraps.com.br

Informativo mensal da Cooperativa dos Transportadores Autônomos de Passageiros do Estado do Ceará

Projeto BRS

COOTRAPS reforça parceria com a ETUFOR em projeto de faixas exclusivas

ETUFOR implementa projeto pioneiro. COOTRAPS participa do projeto e aposta na ideia para melhoria do transporte.

Pág.:03 Representatividade

Diretoria da COOTRAPS participa de evento da Prefeitura de Fortaleza

Artigo

Pág Pág.: g : 07

Dotflex e COOTRAPS: empresa de tecnologia visita nova sede e acena planos com a Cooperativa

Pág Pág.: g : 05

Pág Pág.: g : 04

Parceria

Sustentabilidade no transporte é tema de artigo de cooperado


Editorial

Cooperativa dos Transportadores Autônomos de Passageiros do Estado do Ceará

COOTRAPS na luta por um mundo cada vez melhor

Edição 06 Ano 02 - Outubro 2012

S

COOTRAPS Notícias

2

Expediente Diretor-Presidente: Antônio de Pádua Chaves Diretor Administrativo: Joaquim Rodrigues Neto Diretor Financeiro: Valdembergue Rodrigues Praciano

ustentabilidade é a palavra da vez. Hoje, muito se fala em diversas Conselho Fiscal - Efetivos: formas de reestruturar a sociedade a partir de uma perspectiva - Rogério Oliveira Barbosa; sustentável, priorizando técnicas e formatos de organização - João Alfredo Nogueira Pereira; que prezem pelo bem comum e que estejam dentro do parâmetro - Samuel Freire de Brito. “ecologicamente correto” de ser. E no ramo dos transportes não poderia Conselho Fiscal - Suplentes: ser diferente. Assim, algumas medidas têm sido implementadas no Brasil - Carlos Fernando de Almeida; e no mundo com a intenção de melhorar a mobilidade urbana e incentivar - Francisca Eliene dos Santos; o uso do transporte público, trazendo benefícios para a cidade, para a - Lairton Sousa Araújo. população e para o meio ambiente. No Brasil, esse processo tomou gás a partir de dois acontecimentos: Conselho Vogal: - Francisco das Chagas Araújo. a sanção do Plano Nacional de Mobilidade Urbana e os investimentos - Rafhael Gomes Machado. em infraestrutura, com vistas à Copa de 2014. Nas cidades-sedes do - Marli Aparecida Lopes Dias. mundial, muito tem sido investido em ampliação de vias, construção de viadutos e túneis, melhoria do transporte público, aumento de linhas de Uma publicação da Assessoria de metrôs, dentre outras medidas. A intenção, portanto, é “arejar” o trânsito Imprensa da COOTRAPS - Simmetria das grandes cidades e oferecer mais qualidade no deslocamento da Comunicação população. contato@simmetriacomunicacao.com.br E um dos grandes destaques, também, é o que tem sido feito em Responsabilidade editorial: diversas regiões do país e que começou a ser implantado, em Fortaleza, Simmetria Comunicação no dia 13 de agosto: o Sistema Rápido de Ônibus (BRS). Na Capital, o Reportagem: Julyta Albuquerque, projeto já foi implementado na Avenida Bezerra de Menezes e consiste na Rafael Veras e Thais Pereira determinação de faixas prioritárias para o transporte público. O objetivo Revisão ortográfica: Thaís Pereira é aumentar a fluidez do trânsito, diminuindo os congestionamentos e, Fotos: Julyta Albuquerque consequentemente, o tempo de deslocamentos entre as avenidas da Contatos: (85) 3253.1384 cidade. A expectativa é de que o Sistema seja expandido, em breve, às E-mail: jornal@cootraps.com.br avenidas Tristão Gonçalves e Imperador. Diagramação: Julyta Albuquerque Impressão: Expressão Gráfica Nessa perspectiva, a COOTRAPS, como uma cooperativa de transporte, Tiragem: 2.000 exemplares está atenta às novidades e às novas possibilidades de investimento para a melhoria da qualidade dos serviços do transporte complementar de Fortaleza e para a construção de uma sociedade comprometida com o coletivo e com o respeito ao meio ambiente. Para isso, a cooperativa busca sempre renovar e fortalecer suas parcerias, como fez, recentemente, com a diretoria da Dotflex, durante uma visita do diretor comercial da empresa à nova sede da instituição. Assim, com a força da união e com compromisso no trabalho, a COOTRAPS faz a sua parte em torno da luta por um mundo cada vez melhor e mais justo.

Comunicação A COOTRAPS inaugurou sua presença nas Redes Sociais! A iniciativa, amplamente incentivada pela Diretoria, insere a Cooperativa nas novas tendência da Comunicação. A ideia é estreitar, ainda mais, a relação do Cooperado com a sua Cooperativa, mantendo-o sempre informado com notícias relevantes e atuais. Faça parte dessa rede. Acesse o seu facebook, procure na “caixa de busca” o Facebook da COOTRAPS digitando: “COOTRAPS”. Depois é só clicar em “curtir” e prontinho!


A cooperativa é do cooperado!

ETUFOR implementa projeto modelo

Faixas

Capa

prioritárias beneficiam

população de Fortaleza

D

Foto: Igor de Melo

Neste mês de junho, as atividades administrativas da COOTRAPS foram transferidas para a nova sede, localizada no bairro Autran Nunes. A mudança para a nova sede, muito aguardada por cooperados e colaboradores, atesta a eficiente gestão da cooperativa, que poderá agora, em espaço amplo e adequado, aprimorar a sua atuação.

esde 13 de agosto, a Avenida Bezerra de Menezes conta com faixas prioritárias para transporte público, projeto nomeado Sistema Rápido de Ônibus de Fortaleza (BRS-FOR). As duas faixas da direita são separadas das restantes por uma linha contínua de cor azul e destinadas à circulação preferencial de ônibus, veículos do transporte complementar (vans), táxis e veículos do transporte escolar.

Novas paradas

As linhas de transporte público foram divididas nos grupos 1, 2 e 3 e identificadas por um adesivo afixado no vidro da frente dos coletivos. Ao trafegarem nas vias com faixas preferenciais, essas linhas devem parar somente nos pontos de parada que tiverem a sinalização correspondente a elas. Assim como a identificação nos ônibus e vans, todos os pontos de parada contarão com abrigos sinalizados com os números 1, 2 ou 3 e informação das linhas que realizam o embarque e desembarque naquele local.

Informe Informamos que os novos números de atendimento da COOTRAPS, são: (85) 3032.2222 - (85) 3253.1384

3 COOTRAPS Notícias

Ademar Gondim, Presidente da AMC e da Etufor, instituições responsáveis pela implantação do BRS, reforça que o principal objetivo do projeto é aumentar a fluidez do trânsito. “Com o BRS, a velocidade dos coletivos deve passar de 12km/h para 24km/h nos corredores”, explica. O projeto está superando as expectativas e por isso será expandido para outras vias como as Ruas Tristão Gonçalves e Imperador. Novas implementações também estão sendo planejadas para os próximos meses.

www.cootraps.com.br

Iniciativa bem-sucedida


Tecnologia Dotflex

Cooperativa dos Transportadores Autônomos de Passageiros do Estado do Ceará

e COOTRAPS: parceria de

sucesso em constante renovação

Fundada em 2000 com o nome de PC&A Consultoria em Informática, e posteriormente nomeada como DotFlex IT Solutions, empresa provedora de soluções em Tecnologia da Informação. Com larga experiência no desenvolvimento de soluções para cooperativas de transporte de passageiros, somos a única empresa especializada nesse segmento, oferecendo produtos que suprem todas as necessidades em TI que a administração de uma cooperativa requer.

No dia 31 de agosto, Paulo Moraes, Diretor Comercial da Dotflex, visitou a nova sede da COOTRAPS. Na agenda, a ideia era conhecer a nova conquista da cooperativa e conversar sobre projetos futuros. A parceria, iniciada no final de 2005, tem se mostrado benéfica para ambas as partes, permitindo um profissionalismo crescente da Cootraps.

Edição 06 Ano 02 - Outubro 2012

No mercado há 12 anos, a Dotflex tem se dedicado há mais de 10 anos a elaborar projetos apenas para cooperativas de transporte. Único do Brasil especialmente formulado para o modelo cooperativista, o sistema de gestão possibilita administrar e controlar todas as áreas da cooperativa, com centralização de caixa, auditoria, controle financeiro, combate a fraudes, indicadores de performance, manutenção da frota, abastecimento, entre outras funcionalidades. A empresa desenvolve ainda soluções de bilhetagem eletrônica para o mesmo público.

COOTRAPS Notícias

4

No Ceará para o lançamento do sistema de bilhetagem de Maracanaú, o diretor da Dotflex, que tem sede em São Paulo, conversou com a reportagem do Cootraps Notícias sobre cooperativismo de transporte, o cenário nacional e regional e perspectivas futuras. Leia.

Sistema de gestão específico para cooperativas Não existia nenhum sistema de gestão no Brasil que atendesse exclusivamente o sistema de cooperativa no segmento de transporte público. Então foi uma linha que resolvemos seguir e deu certo porque o cooperativismo no Brasil está em grande ascensão. São cerca de 430 a 450 cooperativas de transporte público e 90% dessas cooperativas não têm acesso a uma estrutura desse tipo, ver o que eles podem fazer, aonde eles podem chegar. A gente tenta fazer esse trabalho.

Bilhetagem eletrônica A gente entrou no segmento porque nenhuma das empresas existentes no mercado queria atender o segmento de cooperativismo. “Eu quero comprar, eu tenho dinheiro para comprar, mas eles não querem vender”, assim uma cooperativa nos contou que

acontecia. Então criamos uma solução, a princípio só para atender aquela cooperativa, mas aí uma cooperativa viu, foi chamando a outra e hoje a gente já tem a bilhetagem. Na verdade, a gente vem crescendo nessa área porque as grandes empresas de bilhetagem eletrônica ou as empresas de tecnologia mesmo não veem as cooperativas como algo atrativo, se eles chegam numa cidade e veem uma cooperativa com 20, 30 carros, acham que não compensa. O problema da bilhetagem de antigamente é que o pessoal colocava como sendo algo absurdo, que se precisava de milhões para implantar alguma coisa do gênero e na verdade não é esse fantasma todo. A última cidade que a gente implantou foi Maracanaú, os cooperados gostaram também, acho que vamos dar uma boa expandida aqui no Ceará nessa questão de atender as cooperativas do interior e quem sabe a capital.

Comparação com o transporte regular Nossa tecnologia tem algumas coisas melhores, por exemplo, o carro não precisa vir até a garagem para dar as informações, todo validador tem um chip que a cada 15 minutos manda informações para a administração da garagem, as falhas podem ser corrigidas em um tempo muito mais curto.

Novo produto Estamos finalizando um controlador de fluxo, um equipamento único, que vai controlar a subida e a descida dos usuários dos veículos para localizar eventuais fraudes. O equipamento vai gravar imagens de possíveis fraudes. O GPS vai nos permitir saber onde ocorreu aquela fraude.

Certificação A gente percebe que o Nordeste, principalmente o Ceará, tem uma carência muito grande nessa área, de tecnologia. Nós temos uma certificação concedida pelo Conselho Regional de Administração de São Paulo, que habilita para a parte de licitações. Queremos expandir nossa atuação no Ceará e colaborar com as cooperativas locais.


Representatividade

A cooperativa é do cooperado!

prestigia inauguração da Escola Municipal de Mobilidade Urbana Fotos: Rafael Veras e Thaís Pereira

COOTRAPS

Momento da Inauguração da Escola de Mobilidade Urbana. Pádua Chaves, Presidente da COOTRAPS, Luizianne Lins, Prefeita de Fortaleza e Ademar Gondim, Presidente da Etufor

Localizado ao lado do Parque Adahil Barreto, o projeto é uma reformulação da Escola Municipal de Trânsito que funcionava ali até um ano atrás. A preocupação com a mobilidade e a ampliação do conceito de trânsito levaram à criação da nova escola, que conta com uma estrutura reformada com investimentos de R$ 138 mil, em uma área de 1.400m2, com capacidade para atender até 120 pessoas por dia.

Capacitar operadores e ampliar as políticas públicas Por lá, passarão alunos de escolas públicas e privadas, desde a educação infantil até o nível universitário. O projeto será conduzido pela Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania (AMC) e pela Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor). Segundo o Presidente das instituições, Ademar Gondim, a ideia é “ir além de uma simples escola que ofereça treinamento de regras de trânsito para as crianças, mas ampliar isso por meio da capacitação de operadores e de pessoas que trabalham nas empresas da prefeitura no sentido de se ter um melhor aproveitamento do espaço e de incrementar políticas públicas ligadas à mobilidade”.

Diretoria reunida O transporte complementar de Fortaleza marcou presença no evento, ao lado de dirigentes e da prefeita Luizianne Lins.

Exclusiva A prefeita Luizianne Lins falou sobre mobilidade, com exclusividade, para o COOTRAPS Notícias. Confira! “A gente vai sempre ter que estudar novas soluções para os desafios de Fortaleza e da mobilidade urbana de uma forma geral. A integração ônibus, metrô, vans, táxi, a regulamentação de todos os setores foi uma tarefa que nós compramos para nós enquanto governo municipal. Temos caminhado com a inauguração dessa escola de mobilidade urbana; com a regularização do transporte de ônibus, de vans; o recadastramento dos táxis e pensando todo o processo de integração de forma sustentável, para que não onere a passagem de ônibus. Esse é o nosso dever de casa, é nossa tarefa cotidiana.” :: SERVIÇO Escola Municipal de Mobilidade Urbana Local: Avenida Almirante Henrique Sabóia, ao lado do Parque Adahil Barreto Funcionamento: de segunda a sexta-feira Fone de contato: 3433.9722

www.cootraps.com.br

Investimentos de R$ 138 mil

Para Pádua Chaves, presidente da COOTRAPS, que esteve no local com outros diretores da cooperativa, tratar de mobilidade é essencial, porque é necessário “educar e formar, tanto os operadores, como a sociedade civil como um todo. O usuário também precisa saber seu papel dentro da mobilidade urbana, inclusive os pedestres, e essa é uma noção que se desenvolve no começo da infância”.

5 COOTRAPS Notícias

Alinhada à Lei Federal de Mobilidade Urbana e com a proposta de abordar, junto a profissionais e estudantes de diversos níveis, as temáticas de trânsito, acessibilidade, sustentabilidade, educação e saúde, foi inaugurada, no dia 22 de outubro, a Escola Municipal de Mobilidade Urbana.


Debate

Cooperativa dos Transportadores Autônomos de Passageiros do Estado do Ceará

“Ônibus são a solução”, garante

especialista

“Participamos de diversas ações para melhorar o trânsito da nossa cidade! Cada iniciativa dessa reforça, também, o nosso compromisso social” Pádua Chaves

A

Edição 06 Ano 02 - Outubro 2012

percepção de que o tráfego nas grandes cidades deveria ser resolvido por uma malha extensa de metrô é consenso entre boa parte da opinião pública. Mas, será que os especialistas concordam? Veja na matéria que a solução pode ser mais barata e simples do que se imagina. Mobilidade urbana é tema de destaque no noticiário atualmente, impulsionado por dois grandes acontecimentos que têm impactado a rotina de muitas cidades brasileiras. O primeiro acontecimento é a sanção, no início de janeiro de 2012, da Política Nacional de Mobilidade Urbana, pela Presidente Dilma Roussef, que traz consigo obras em inúmeras vias de todo o país. A outra mudança chegou para as cidades que serão sede da Copa do Mundo de 2014. São obras para acomodar e receber bem turistas durante o mundial e que serão um legado para a população.

COOTRAPS Notícias

6

Com a criação da Política Nacional de Mobilidade Urbana, municípios estão sendo incentivados a encontrar soluções que priorizem o transporte público coletivo e o transporte não motorizado. Ao mesmo tempo, nas cidades-sede da Copa, as ações e os investimentos nesta área têm o objetivo de promover a articulação das políticas de transporte, trânsito e acessibilidade, a fim de proporcionar o acesso amplo e democrático ao espaço de forma segura, socialmente inclusiva e sustentável. Os empreendimentos priorizam a implementação e a melhoria de sistemas de transportes coletivos e de meios não motorizados – voltados para pedestres e ciclistas –, bem como a integração entre diversas modalidades de transportes, com a constante preocupação de se alcançar o conceito de acessibilidade universal, garantindo a mobilidade de idosos e de pessoas com deficiências ou restrição de mobilidade.

Ônibus são a solução A afirmação é de Adalberto Maluf, diretor da cidade de São Paulo dentro do grupo internacional C40, que reúne as 40 maiores cidades do mundo na troca de experiências sustentáveis. Em entrevista ao portal Exame.com, publicada em 09/08, o especialista foi

taxativo: “não vale a pena investir em metrô, a solução está na superfície”.

BRT, uma fórmula de sucesso Adalberto Maluf argumenta que há bons exemplos de transporte aplicados nas grandes metrópoles de outros continentes que podem ser replicados no Brasil, inclusive na cidade de São Paulo. Para o C40, a perspectiva é que o custo benefício do futuro está nos chamados “Bus Rapid Transit” (BRT), corredores com sistema de pagamento antecipado comuns em Curitiba e com poucos exemplos em São Paulo.

Por que ônibus são melhores? De acordo com Maluf, “percebeu-se que as cidades que apostaram em corredores de ônibus BRT – que não são simples faixas de ônibus, mas corredores completos, com pagamento antecipado, estações com conforto, calçadas, paisagismo, ônibus mais limpos e articulados, que seguem horários com linhas expressas e semiexpressas – tiveram benefícios maiores, seja porque realmente entregaram o serviço no prazo, seja porque não tiveram grandes aumentos de custo (durante a obra) e conseguiram transportar as pessoas”.

Fortaleza no caminho certo Os projetos de mobilidade urbana de Fortaleza incluem implementação de BRT nas Avenidas Alberto Craveiro, Paulino Rocha e Dedé Brasil. A Etufor também pretende implantar faixas prioritárias para transporte coletivo (incluindo ônibus, vans e táxis com passageiros) em diversas vias da cidade. Na primeira delas, Bezerra de Menezes, as faixas prioritárias entraram em funcionamento no dia 13 de agosto e devem beneficiar 330 mil usuários, segundo dados da autarquia, que pretende adotar a medida também nas vias Perimetral, Leste-Oeste, Domingos Olímpio, Abolição e Antônio Sales. O presidente da Cootraps, Pádua Chaves, reforça que as medidas objetivam melhorar o fluxo de veículos em Fortaleza, priorizando o transporte público, que é a solução mais sustentável para a cidade por transportar maior volume de pessoas, poluir menos e causar menos engarrafamentos.


Opinião

A cooperativa é do cooperado!

Criticidade em destaque!

Sustentabilidade:

“todos nós devemos ter a consciência de colaborar”

S

ustentabilidade em transporte é o preenchimento das modernas necessidades de mobilidade urbana e global, levando em conta o impacto causado ao meio ambiente e à manutenção da qualidade de vida dos seres humanos ao redor dos corredores utilizados para tal. Hoje em dia, as grandes cidades enfrentam graves problemas com o trânsito e com a emissão de gases poluentes na atmosfera por conta da quantidade abusiva de automóveis nas ruas. Dessa forma, devemos, primeiramente e individualmente, colaborar para um conjunto de mudanças e nos conscientizar da necessidade de um transporte coletivo sustentável. O ponto de partida é o poder público, ao qual tenho a satisfação de reconhecer o trabalho árduo e continuo realizado pela Prefeitura de Fortaleza. A mudança que a atual gestão municipal está realizando é bastante valiosa e inteligente. Com esse novo modelo, teremos a interação nos diversos modais de transportes, fazendo com que não mais tenhamos concorrência entre as diversas empresas de ônibus e vans. Pelo contrário, teremos mais veículos transportando a população, de forma a se complementar nos itinerários, economizando tempo e espaço nas vias. O segundo ponto, bastante valioso, é que todos nós devemos ter a consciência de colaborar, deixando os veículos em casa e passando a utilizar o transporte público: o trem, o metrô, os ônibus e as vans. Assim, diminuiremos, substancialmente, dois grandes problemas: a poluição e o estresse no trânsito.

José Roberval Vasconcelos

Confira algumas dicas que ajudam a evitar o consumo e diminuir a emissão de poluentes.

uma faixa de rotação uniforme, para evitar reduzidas constantes de marcha.

# Acelerar sempre de forma suave e evitar pisadas muito fortes no acelerador.

# Acelerar bem antes de subir aclives para evitar acelerações no meio da subida.

# Não esticar demais as marchas e priorizar as marchas longas.

# Nas descidas, manter uma velocidade que minimize o uso dos freios.

# Procurar rodar próximo dos giros do torque máximo do motor especificado no manual do proprietário.

# Verificar a pressão correta dos pneus especificada no manual.

# Fazer a manutenção periódica do veículo e as revisões previstas no manual do proprietário. # Trocar sempre que necessário filtros de ar e óleo.

Cooperado Vez e Voz

C

ooperado à COOTRAPS desde 2006, o permissionário José Roberval Vasconcelos, 36, entrou para o ramo do transporte complementar por incentivo de amigos. Casado, pai de dois filhos e formado em Direito pela Unifor, sempre valorizou a transparência e a dignidade no trabalho, o que encontrou na Cooperativa desde que se tornou membro e passou a operar na linha 54 (Granja Lisboa/Goiabeiras)*. Em dias livres, gosta de viajar e aproveitar os momentos em família, transmitindo para os filhos o que acredita ser mais importante para a vida. No dia a dia, procura se engajar na cooperativa, valorizando o trabalho da diretoria e a união entre os cooperados, no sentido de operar melhor e oferecer serviços de qualidade. “Admiro, também, o lado social da empresa. É muito importante pensar além

dos cooperados e se preocupar com o coletivo, com a população. Hoje muitos colegas adquirem cargos novos e empréstimos pelo respaldo da Cooperativa, o que fortifica a categoria, renova a frota e faz com que o transporte flua com mais qualidade e segurança”. O que pode melhorar na Cooperativa e na categoria? A COOTRAPS vem passando, constantemente, por melhorias. Hoje, nós temos, praticamente, três garagens e quase nenhum problema. Mas, um ponto que eu poderia ressaltar aqui seria a centralização da parte operacional da Cooperativa, fator que iria trazer maior tranquilidade para os cooperados. Assim todos iriam focar na cooperativa e, consequentemente, seriam resolvidas as outras demandas e carências que possam existir. *A linha possui extensão de 44,5 quilômetros e frequência de 6 minutos.

www.cootraps.com.br

# Nas subidas, procurar manter o propulsor em

# Usar pneus e rodas de medidas recomendadas pelo fabricante.

7 COOTRAPS Notícias

# Evitar freadas bruscas; se possível,desacelerar com o carro engrenado para diminuir a velocidade antes de parar.


Jurídico

Cooperativa dos Transportadores Autônomos de Passageiros do Estado do Ceará

Dos órgãos sociais – Da Assembleia Geral

(Parte III)

Nas duas últimas edições do nosso informativo, abordamos a importância da Assembleia Geral, órgão supremo ao qual cabe toda e qualquer decisão de interesse da entidade. Neste momento, vamos detalhar os dois tipos de assembleias, ordinária e extraordinária. Fique por dentro.

Das Assembleias Gerais Ordinária e Extraordinária Assembleia Geral Ordinária (AGO)

Responsável técnico: Ricardo Nogueira Simões. CRO-CE: 2237

COOTRAPS Notícias

8

ANS: Nº33525.8

Edição 06 Ano 02 - Outubro 2012

R

ealização: obrigatoriamente uma vez por ano, no decorrer dos três primeiros meses após o término do exercício social. Tipos de deliberações: - Prestação de contas dos Órgãos de Administração, compreendendo: Relatório da Gestão; Balanço Geral e Demonstrativo das sobras apuradas, ou das perdas, e Parecer do Conselho Fiscal. - Destinação das sobras apuradas ou rateio das perdas. - Eleição e posse dos componentes do Conselho de Administração, do Conselho Fiscal e de outros conselhos. - Fixação dos honorários, gratificações e da cédula de presença para os componentes do Conselho de Administração e Fiscal. - Quaisquer assuntos de interesse social devidamente mencionados no edital de convocação, excluídos os assuntos de competência exclusiva da Assembleia Geral Extraordinária, que serão mencionados no próximo item.

Importante: Os membros dos órgãos de administração e fiscalização não poderão participar da votação das matérias descritas acima. A aprovação do relatório, balanço e contas não desonera os administradores, membros dos órgãos de administração e de fiscalização de responsabilidade por erro, dolo, fraude ou simulação.

Assembleia Geral Extraordinária (AGE) Realização: sempre que necessário. Tipos de deliberações: qualquer assunto de interesse da Cooperativa, desde que mencionado no edital de Convocação. Assuntos de competência exclusiva da Assembleia Geral Extraordinária: - Reforma do estatuto. - Fusão, incorporação ou desmembramento. - Mudança de objeto da sociedade. - Dissolução voluntária e nomeação de liquidantes. - Contas do liquidante. Importante: São necessários votos de 2/3 dos sócios presentes para que as deliberações da AGE sejam consideradas válidas.

UNIFÁCIL ENDO,

SORRIR FICOU AINDA MAIS FÁCIL. Permissionário, a Uniodonto

está na sua Cooperativa!

Procure o Recursos Humanos da COOTRAPS e adquira o plano sob medida para você!

- DIAGNÓSTICO - URGÊNCIA - RADIOLOGIA - PREVENÇÃO EM SAÚDE BUCAL -TRATAMENTO DE CANAL - RESTAURAÇÕES - EXTRAÇÃO

Informações: (85) 4009.5433 www.uniodonto-ce.com.br

Jornal - COOTRAPS - Outubro  

Aqui você confere o jornal da COOTRAPS de Outubro. Boa leitura!

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you