Issuu on Google+

Proposta de Comunicação Online Faz Comunicação

Departamento de Web e Tendência Elaborado por: Júlio C. Martins


Problematização: conceito website da Faz A Faz Comunicação possui um website e deseja se relacionar de forma mais próxima e objetiva com seus clientes, criando uma imagem que a representa de forma verossímil. A empresa anseia por fazer isso de forma versátil e com certas estratégias de implementação de ferramentas participativas. A comunicação online da empresa ficou desatualizada e foi retirada alguns anos antes. Este ano, foi realizada uma tentativa de teaser, chamadas, na qual diversas artes seriam postadas de semana a semana, mas o projeto foi descontinuado. A sugestão, portanto, é a elaboração de uma espécie de site em hold, mas que continue ativo pelo tempo que for necessário. No entanto, não deve passar a idéia de site em manutenção, mas sim, de uma ponte de conectividade. Isto pode ser mais bem explicado, uma vez que o visitante terá acesso à página e lhe será apresentado, ícones das ferramentas online em que a agência participará. Este é um projeto de resolução imediata. A reformulação de layout do website é uma proposta de visual moderno, limpo e simplista. Com funcionalidade intuitiva e básica. E que serve como base para conhecer as formas de comunicação escolhidas para representar a Faz em um ambiente online. A cada semana um profissional da respectiva área, escreverá um artigo sobre publicidade e assuntos relacionados. O website terá ainda uma arte de fundo fixa (background), que será modificada de mês em mês. Como forma de promoção, peças publicitárias online divulgadas e teasers através de redes sociais, entre outros aspectos, dando informações sobre recentes acontecimentos na agência e convidando a visitar o site. E o inverso também virá a ocorrer. Em suma, o funcionamento agrega bases de website/redes sociais em confluência.


Operação da Ferramenta Blog/Site - Os profissionais selecionados para escrever artigos, serão aqueles que dispuserem e tiverem vontade de participar do processo de produção de conteúdo para o blog. - No Blog não serão autorizados assuntos como religião e política. Assim como o uso desnecessário de palavrões. - Para o projeto a longo prazo, sugere-se que área de criação da agência tome as partes de produção de imagens, background, botões, ou seja, todo o design e banco de imagens. Escolha de ferramentas WEB A agência ao fazer uso das ferramentas WEB como suporte para suas ações comunicacionais no mercado, obterá maiores retornos em seus objetivos principais: segmentar e fidelizar atuais e potenciais clientes e apresentar um website-conceito que condiz com sua conduta. A idéia da criação do site, é que a partir do ponto comum, todos que acessam terão a possibilidade de conhecer o cotidiano da agência e sua inserção nas redes sociais. Porém, apenas com o website, não é possível alcançar os objetivos de relacionamento e desenvolvimento comunicacional propostos, e, para tanto, algumas ferramentas devem ser selecionadas. Entendendo as comunidades online - Redes Sociais É comumente associado a alguns websites o termo “rede social”. Esses sites geralmente se resumem a páginas da internet que reúnem pessoas por meio de cadastros e funcionam por recomendações a partir de e-mails. Elas foram uma explosão em termos de popularidade. Sites como Facebook, MySpace, Linkedin, Ning, Badoo, Orkut e mais recentemente Google Plus, estão entre os websites mais visitados no mundo. Cada rede social tenta direcionar sua comunicação para um país, região ou grupo específico. E todas elas têm regras, métodos de busca, aplicativos e serviços de facilitação. São caracterizadas por uma homepage que acaba por ser o perfil modificável do usuário; possuindo uma foto, algumas informações básicas (nome, idade, sexo, local) e um espaço para escrever um pouco sobre si mesmo, informando também seus livros, bandas programas de tevê, filmes e hobbies comuns.


Uma das principais características das redes sociais é interação, exposição e níveis de privacidade. Permitem postar fotos, vídeos e blogs pessoais na sua página de perfil. Mas o recurso mais importante das redes sociais online é encontrar e fazer amigos com membros de outro site. Quase todas as redes sociais organizam-se através dos precedentes de contatos do e-mail cadastrado do usuário e organização por relativização de códigos binários e se apóiam comumente na teoria dos seis graus de separação. É uma hipótese de pesquisa que tenta comprovar que qualquer pessoa no mundo está a seis graus de separação da outra. Para uma mensagem chegar de qualquer pessoa a outra (passada de amigo para amigo), ela está a no máximo seis graus de encontrar o seu destinatário. Para diversos usuários, principalmente aqueles que ficam muito conectados, as redes sociais online não são apenas uma maneira de manter contato, mas um modo de vida. E é cada vez maior o impacto no cotidiano de pessoas que até nem usam sempre esses sites, mas que se tornam dependentes da curiosidade de saber o que está ocorrendo, ou de levar uma discussão do ambiente online para a vida em família, os amigos e os ambientes de trabalho e estudo. TWITTER A justificativa para uso do twitter seria a de divulgação de informações, textos, links, funcionando dessa forma, como impulsionador. Os textos postados serão relacionados a acontecimentos da semana em várias áreas, inclusive publicidade. O twitter é uma ferramenta de microblog, com limitação para o número de palavras escritas (140 caracteres). Logo, só é possível escrever breves comentários ou postar links que não ultrapassem o limite definido. Ademais, o twitter também funciona como uma ferramenta de resposta ágil entre o visitante (cliente) e a conta gerenciada. Tendo um importante destaque. O debate seria bem vindo e necessário nesse ambiente. A página principal do twitter é simples, constando o número de seguidores que um usuário possui, quantas pessoas ele segue, suas últimas atualizações (o que escreveu se fez uma sessão twitcam, se publicou uma imagem) e quem tem lhe respondido.


Na página também é possível acompanhar as principais tendências ou as frases mais repetidas pelos participantes que utilizam o sinal de hashtag #, antes da palavra. As frases ou palavras mais repetidas com esse sinal se acumulam por país e freqüência, sendo adicionadas na seção Trending Topics. É um site que conta com variadas ferramentas e sites terceirizados como a twitcam, jointweet, tweettelicious e diversos outros. Como o twitter é leve e simples de usar, pode ser incorporado tanto em uso ou como menção, em diversos outros sites, possibilitando assim, sua presença em grande parte dos sites. Qual o Motivo de utilizar o Twitter? Apesar de existirem outras ferramentas de microblogging /micromídia como SocialThing, Jaiku e Plurk, que tem certa audiência e espaço garantidos na web, o Twitter tem uma maior aceitação, sendo mais comum no país. No entanto, todos se equiparam em termos de funcionalidade e possuem interface semelhante. Apesar de aparentar uma comunicação simples e até mesmo inofensiva, a gerência de uma conta no Twitter, implica em cuidados diversos. O impacto de mensagens é potencializado pelo número de visitas, seguidores ou retweets. E da mesma forma que se pode construir uma identidade online eficaz, estabelecer relacionamentos, criar uma base de consumidores/colaboradores, uma falta de atenção na adaptação de comunicados para esse meio, pode ser crucial na perda de influência e agregar uma imagem negativa. Operação da Ferramenta - A conta será administrada exclusivamente pela área de Web, que realizará: Produção de conteúdo relevante todos os dias da semana; Planejamento de postagens com uma semana de antecedência; Acompanhamento diário; Envolvimento direto com o website da agência e outras mídias sociais. FACEBOOK O uso de uma conta do Facebook se explicaria pela sua popularidade e por sustentar a principal vertente de uma ferramenta que reúne conexões online, uma espécie de rede social. A partir da sua rede de contatos básicos, que são co-relacionados pelo seu e-mail cadastrado, o Facebook coloca informações, pessoas, eventos, o que é popular, discussion boards, mural. Há também o botão curtir, que insere o funcionamento de compartilhamento.


Quando o usuário “curte” algo, uma pequena frase indicando a atitude surge no seu perfil e nas atividades recentes de seus contatos. Todo o conteúdo que um usuário 'curtir' (like) aparece no site de relacionamentos tal qual um link compartilhado: com foto (thumbnail), título e sinopse. O layout básico do Facebook inclui um feed de notícias que o mantém atualizado sobre o que os seus amigos e redes estão fazendo. Uma seção para atualização de status, que contém notícias sobre as mensagens recebidas, convites para eventos, notícias sobre aplicativos, entre outros. Há também um chat automático que se inicia a cada nova sessão do usuário, permitindo um batepapo com os contatos, eliminando assim, a necessidade de se deslocar do site. Uma das partes mais relevantes do site é a quantidade de aplicativos (apps) e jogos disponíveis e de fácil acesso. Os aplicativos incluem fotos, vídeos, grupos, eventos, mercado de trabalho, itens postados, notas e presentes. Esses são aplicativos desenvolvidos pelo Facebook e disponíveis para todos os membros. Apesar de estabelecer a comunicação entre diversas pessoas, por gostos, costumes, aproximação de afinidade, a própria empresa, criou páginas específicas para negócios, isto é, as empresas, artistas, bandas e figuras publicamente conhecidas publicam perfis especiais no Facebook. Porém, ao invés de se tornar um amigo ou conhecido dessas contas o usuário tem a possibilidade de se tornar um fã. As empresas gerenciam contas no sistema e criam uma interação com seu público por diversos recursos, utilizando o botão “curtir” para agregar valor a suas campanhas e ações, fazendo uso conjunto com o twitter, por mensagens, links externos, entre outros. É necessário detalhar, que o botão “curtir” determina sempre algo positivo para a marca. O mesmo se seguiria para uma conta da agência. Na quais artes e comunicados seriam expostos, participando do processo de “curtir” da rede. Recentemente, a estratégia do site de relacionamentos, inclui a criação de uma página- conceito para empresas, espécie de prévia que cria o histórico de dados de visitas, aprovações e comentários nas campanhas direcionadas ao site. Qual o motivo de utilizar o Facebook? - É ainda a rede social com maior número de usuários. - Possui uma plataforma direcionada para empresas. - Possui aplicativos que podem ajudar na multiplicação de conteúdo postado.


Operação da Ferramenta: - O gerenciamento da conta do Facebook será feito pela área de Web. Porém, como será uma espécie de diário virtual da agência, necessita da participação de todos que trabalham na mesma. - Serão postadas fotos do ambiente de trabalho, áudios e vídeos. Que reflitam o cotidiano da empresa, as personalidades de seus funcionários. - Tentando desta forma, aumentar a interação entre as pessoas, realizando atividades de fun spirit, que tentam criar um ambiente mais divertido e liberal. - As pessoas que não quiserem participar deste processo, não serão obrigadas, mas todos serão procurados para responderem sobre o grau de interesse no processo. Qual o motivo de utilizar o Facebook? Principal ferramenta de postagem de vídeos, o Youtube disponibiliza uma importante plataforma de propagação da mensagem da agência e dos filmes produzidos para nossos clientes. YOUTUBE Em complementação, tem-se a atualização de uma conta no Youtube, que é um site de exibição e postagem de vídeos, os vídeos produzidos pela a agência serão postados na conta determinada. Qual o motivo de utilizar o Youtube? A mais popular ferramenta de postagem de vídeos, o Youtube disponibiliza uma importante plataforma de propagação da mensagem da agência e dos filmes produzidos para nossos clientes. Ademais possui uma seção direcionada para negócios, possibilitando diversas configurações. Operação da Ferramenta - O núcleo de Web é responsável único pela postagem dos vídeos selecionados; - A seleção dos vídeos é feita em conjunto com os diretores de criação da agência; - O núcleo de Web é responsável por conseguir as autorizações de veiculação nesse canal.


LINKEDIN Trata-se de uma comunidade online de contatos profissionais. A disposição de seus aspectos funcionais segue de certa forma, o propósito do Facebook. Mas enquanto o Facebook é voltado para uma interação de two step flow, que beneficia aqueles que se destacam como formadores de opinião, o Linkedin se resume a uma comunicação mais direta e concisa. A principal causa do Linkedin é a manutenção da reputação profissional, quanto maior for o grau de envolvimento e de recomendações por parte dos outros e das recomendações que repassamos aos outros contatos, mais relevante será a exposição de informações de projetos por parte da empresa ou pessoa. A página principal, o perfil do usuário no LinkedIn, assemelha-se a um currículo profissional. O foco está no histórico acadêmico e profissional, e não na lista de passatempos e filmes preferidos. Com um modelo de negócios diferente do da maioria dos websites de rede social. Há alguns anúncios, mas nenhum patrocinador corporativo nem propaganda comercial. Não existe modelo de páginas específicas para marcas ou empresas, mas também não há sanções, desde que se respeitem as regras contratuais do serviço. Caso se queira recrutar profissionais, realizar um processo de seleção online, marcar eventos, o próprio site oferece esses recursos. É o caso do Linkedin Groups (gerenciamento de grupos), Linkedin Answers (respostas de dúvidas freqüentes para empresas) e a página oficial de recrutamento do serviço. Como os usurários são apresentados em currículos, ao pesquisar ou criar um serviço de recrutamento dentro da rede, a procura por esses profissionais e a chegada de informações a estes é mais simplificada.

Operação da Ferramenta - O uso de uma conta da Faz, engloba a preocupação inicial com a reputação e informações detalhadas. - O espaço será utilizado para postagem de declarações oficiais, comentários sobre o mercado publicitário, agendamento de palestras e recrutamento.


- Gerenciado exclusivamente pelo núcleo de Web.

GOOGLE + A idéia do Google+, na verdade, parte do conceito de testes, uma maneira da empresa introduzir novas ferramentas. Apesar de ser comumente chamado Google Plus, a rede social da empresa líder de buscas na internet, é um projeto, Projeto Google+. Que tem como critérios fundamentais levar à web, a integração de funcionalidades de diversos serviços oferecidos e uma ênfase no compartilhamento da vida real. Tenta-se realizar uma transição entre seus principais produtos e um perfil social na rede da empresa. O sistema de notificação é semelhante ao do Facebook, que exibe um número vermelho na barra de opções sempre que uma novidade é encontrada. A novidade é que como é um serviço incorporado a vários outros da empresa, assim que o usuário estiver logado ao Gmail ou Google Reader, automaticamente estará logado no Google+ e receberá notificações da mesma forma, sem precisar acessar a página principal do serviço. Um dos principais objetivos da empresa ao lançar essa plataforma, foi buscar por características que favorecessem o usuário. Em que ele tem um maior controle sobre o que é compartilhado, com quem é compartilhado e como seus dados são expostos. Aqui, a privacidade tem um lugar reservado. Uma maneira de demonstrar a preocupação com seus usuários. Partindo do princípio de que o usuário tem vários círculos sociais distintos, o Google+ permite o compartilhamento de informações somente com as pessoas que devem ter acesso à elas. Assim, é possível compartilhar algumas informações apenas com os colegas de trabalho, outras com os colegas de classe e outras com familiares, por exemplo. As pessoas podem participar de diversos grupos, como ocorre também no cotidiano das pessoas. Não há um impedimento quanto a isso. Outro ponto a favor, é que não é possível que um amigo seu saiba em qual círculo está encaixado, assim como você também não pode ver em qual círculo você foi colocado. Para criar um círculo, basta acessar a página de mesmo nome, criá-lo e adicionar pessoas, filtrando o grau de informações que pretende compartilhar. De modo a ajudar o usuário a acompanhar os seus assuntos favoritos e compartilhar suas opiniões com os seus amigos que têm o mesmo gosto, o Google criou o +Sparks. Ele é um feed


separado, de conteúdos diversos, que busca informações que seus amigos postaram sobre determinado assunto ou que também uma pessoa que você não conhece postou recentemente. É uma maneira de aproximar as pessoas, sejam elas já suas conhecidas ou não. Como é um feed contínuo, o usuário sempre terá coisas novas para ler. E para fazer parte do +Sparks, basta inserir quais são os termos que mais te interessam, programas de televisão, música, política. Qualquer assunto. O +Hangouts é uma das ferramentas mais utilizadas pelos usuários. O termo bastante popular em inglês, significa encontro. Ou seja, é a possibilidade um bate-papo mais interativo. Quando se escreve interativo, é uma afirmação baseada em fundamentos próprios. Tem-se a possibilidade de conversar com até 10 pessoas, sem pagar nada por isso. Além é claro de um mensageiro instantâneo agrupado. Mas pode ser, que o usuário queira resolver assuntos de trabalho ou estudos. Para isso, há uma integração com o Google Docs, os usuários podem transportar um arquivo de texto para o meio da conversa e fazer mudanças em tempo real com seus colegas ou amigos. O que salva tempo e faz com que o usuário permaneça mais tempo na videoconferência. Criando dessa maneira, um vínculo mais duradouro. Como o objetivo da empresa é sempre privilegiar o usuário, a sua seção de jogos é modelada para ser o menos incômoda possível. Não existem atualizações repentinas aparecendo na sua página principal. Assim como no +Sparks, os jogos estão separados. Os usuários têm total controle sobre como ver os jogos, jogá-los e compartilhar as suas experiências com os demais amigos. É possível ver as últimas atualizações de jogos dos seus círculos, procurar os convites que você recebeu e verificar os jogos que as pessoas que você conhece têm jogado recentemente. Se o usuário não gosta de jogos ou não quer se associar a tais aplicativos, ele não é obrigado a ver essas informações na sua página principal, que mantém o foco nas conversas, fotos e outros. Plataforma para empresas (Google + Pages) A interface para empresas da rede social do Google, pelo menos em layout, não se diferencia tanto das páginas comuns. Mas certas características ajudam a definir o rumo que a empresa pretende para as empresas, produtos, marcas, instituições e outros.


O Google+ Pages, é a interface direcionada a negócios. A vantagem em se associar ao serviço são as possibilidades gerenciais potencializadas pelos produtos de negócio criado pelo Google. É fácil adicionar o Analytics, Mentions, Análise de +1, entre outros. Mas no que se difere em características de funcionamento as páginas de negócios? •

Páginas não podem adicionar pessoas a seu círculo, sem antes serem adicionadas pelo usuário ou mencionadas.

As Páginas possuem o botão +1.

As Páginas não podem +1 outras páginas, nem podem +1 coisas da Web.

Algumas páginas possuem o serviço de geolocalização, para facilitar a pesquisa do cliente ao procurar estabelecimentos próximos.

O que é o +1 ? O botão +1 tem a função de transformar o conceito de recomendação. Ao clicar no botão o usuário não está apenas traduzindo preferências e gostos, mas está também, recomendando. Isso acontece uma vez que ao pesquisar por qualquer serviço ou termo o motor de busca vai gerar resultados usuais. Porém, se algum conhecido gostou de um site ou serviço e tornou isto público, será possível ver a recomendação dessa pessoa na busca, através do símbolo do botão +1. O compartilhamento com o botão social do Google é fácil, funcionando como os outros botões existentes, como o Like do Facebook. Basta clicar nele estando logado no Google para compartilhar, recomendar ou marcar qualquer conteúdo. Qual o motivo de utilizar o Google+? - É a rede social com maior taxa de crescimento. - Possui uma plataforma direcionada para empresas. - Diversos serviços integrados que facilitam publicações e envios. - Possui uma ferramenta de vídeo gratuita única, que se adapta às necessidades do usuário. Operação da Ferramenta: - O gerenciamento da conta do Google+ será realizada pela área de Web.


MEMOLANE Ainda em se tratando de uma reformulação estrutural, estabelece-se o uso do Memolane, em que é criada uma linha do tempo na web juntando informações, vídeos, imagens, tweets e outros postados no ambiente online. Isto ajuda a relacionar a agência em um perfil diferenciado, uma vez que a ferramenta serve como um registro histórico e foge do usual. Ao se optar pela fusão de tais ferramentas está se buscando, o funcionamento e aplicação feitos por outras empresas, o que implica um menor risco de insucesso se for realizadas de forma correta. Esses formatos também são exemplos de sucessos empresariais e de conceito com o público, uma abordagem diferenciada com produtos.

Operação da Ferramenta - Acompanhamento pela área de Web.

Métodos de avaliação da ação comunicacional O Brasil é o país onde as pessoas passam mais tempo navegando na internet (mais de 26 horas por mês) e também o país que mais utiliza redes sociais (87% dos internautas brasileiros acessam redes sociais). Em agosto do ano passado, mais de 36 milhões de usuários de internet maiores de 15 anos visitaram pelo menos uma rede social de casa ou do trabalho no Brasil. Os números colocam o Brasil na décima posição entre os países que mais acessam sites como Orkut, YouTube, Twitter, Facebook e LinkedIn. Na média, cada usuário gasta mais de 4 horas por mês nesse tipo de site. O acesso à web móvel levará essa tendência para outros cenários e mercados. Nos próximos anos, o crescimento da propaganda on-line será conduzido pelas redes sociais, vídeos on-line e por uma melhor verificação de resultados. Assim também como a interação e respostas entre cliente e empresa. A Web 2.0 possui essas ferramentas que se tornaram parte do cotidiano dos internautas. Essas mesmas pessoas que são clientes em potenciais dispostos a contribuírem com conteúdos e tirar dúvidas, igualmente pesquisam e opinam na web.


É importante avaliar os resultados desse tipo de ação, e, para tanto, alguns outros métodos gerenciais. Como vantagem, é possível a utilização gratuita de ferramentas diversas como, por exemplo, o Google Analytics, de forma a rastrear e verificar conteúdos. Hoostsuite, Roost e Pond. O Google Analytics possibilita mensurar o número de visitantes ao website, os horários de maior acesso, os conteúdos que tiveram maior visualização, origem de tráfego e a localização de cada internauta, desde a sua nacionalidade até a cidade onde efetuará o acesso, entre várias outras funcionalidades. Mas como o site servirá de base para impulsionamento em redes sociais e vice-versa, talvez este tipo de preocupação não seja em primeiro momento, considerada. Uma vez que as contas nas redes sociais também têm acessos e tráfego de dados. E devem ser analisados com a mesma ou uma maior atenção. A utilização desses tipos de ferramentas e a mensuração dos resultados conseqüentes das ações comunicacionais propostas, ampliará o relacionamento da agência, aumentará o impacto da visualização da empresa em redes sociais e auxiliará na gestão de marca nas mídias sociais.


ANEXOS (ARTIGOS): http://tomfishburne.com/2011/05/still-on-facebook.html http://blogs.forrester.com/shar_vanboskirk/11-04-20a_discussion_with_google_on_search_marketing_agencies? ANEXOS (SITES): http://google.com/+ http://www.facebook.com http://www.memolane.com http://www.twitter.com http://www.orkut.com http://www.linkedin.com FONTES: Revistas (Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (Interbrand, Meio & Mensagem), Wikipedia, HSW, entre outros.


Proposta de Comunicação