Issuu on Google+

Todas as Vozes:

Administração Pública: Gabriella Lima; João Henrique Miguel; Marcos Carda. Arquivologia: Camila Mattos;

Carolina Franklin. Biblioteconomia: Allan de Souza; Amanda Estevão; Ana Luiza Coutinho; Arthur Aurélio; Augusto Machado; Ayla Vieira; Bernardo Lopes; Bruna Cavalcante; Bruno Ribeiro; Bruno Santos; Camila Mendes; Camilla Costa; Caroline Santos; Cintia Belém; Claudia Mayrink; Claudia Miranda; Cristiane Souza; Davi Novaes; Dudu Martins; Eddy Aguirre; Elisa Gonçalves; Fabiana dos Santos; Filippe Teixeira; Flávia Alexandre; Flávia Rebello; Franklin da Silva; Gabriel Azevedo; Jane Leite; José Roberto Cotrim; Julia Toledo; Julie Soares; Isabela Queiroz; Ivan Costa; José Gustavo; Lais Correia; Laiza Lima; Laize Barbosa; Luana Lima; Luiz Felipe; Luiza Azevedo; Luiza Lima; Luiza Mello; Marcela Pereira; Márcia Silva; Maria Antonieta; Marianna Ferreira; Miryan Paranhos; Nathanne Siqueira; Pamela Gomes; Regina Verly; Renata Lopes; Ricardo Alves; Rodrigo Bacellar; Rodrigo Ferreira; Rudson Monteiro; Tailan Miguel; Tayara Lima (Flor de Plástico); Thais Brito; Thais de Souza; Thais Estruc; Thayron Rangel; Thompson Stellet; Vanessa Ferreira; Vanessa Marinsa; Vicente Soares; Victor Soares; Vinicius Oliveira; Yasmin Pereira; Winnie Moraes; Zelimar Affonso. Biologia: Bruna Lage; Cainã Hutter; Camila Catarino; Fábio São Pedro (Padre); Gerson Pereira; Heloisa Morcerf; Igor Kessous; Ingrid Almeida; João Paulo; Luana Lopes; Lucas Vailante; Luiz Felipe Lira; Marcela dos Santos; Natalia Braz; Nathália Mendonça; Olga Guimarães; Pedro Gutman; Tamires Guerrieri; Victor de Brito; Yuri Pilon. Biomedicina: Aline Valverde; Joana Coelho; Maria Gabriela Barbeta; Mariele de Jesus; Octávio Talyuli; Raphael Trindade; Tássio Huguenin; Vanise Guimarães. Ciências Ambientais: João Victor Rocha; Gustavo Alves; Lucas Neves; Mayara Almada; Talita Borges; Yuri Leite. Ciências da Natureza: Ellen Moura; Mariana Gabriele; Rafael Lopes; Rayanne Rodrigues; Soraya Tavares; Talita da Silva; Vanessa Luz Ciência Política: Ana Luiza Chagas; Ariel Faria; Breno Tavares; Bruno Viggiano; Diego Príncipe; Dimitrios Zenelis; Eduardo de Figueiredo; Eguisberto Tavares; Felipe Munhoz; Henry Vieira; Iuri Figueira; Isadora Lopes; João Vitor Gomes; Lara Sartorio; Lícia Gomes; Lucas Luiz Goes; Matheus Silva; Nicolas Candido; Paula Reis; Philipe Silveira Renata Nascimento; Victor Marcello Pimenta. Direito: Heitor Neves; João Paulo Sweet; Luis Felipe Lopes; Matheus Rodrigues; Renan Reis; Thamara Deola; Thiago Salles. Enfermagem: Elvino Castro; Pamela Alves; Rafael Magnun; Samara Saliba; Wallace da Silva. História: Donato Seixas; Guilherme Muzulon; Jade Miranda; Priscila Guedes; Raquel Polydoro; Renan Fontes; Suzanne Mayer; Vitória Crespo. Filosofia: Evelyn Barboza; Fabiana Melo; Gabriel Barros; Maria Antonieta. Letras: Clara Caraciolo; Thiago dos Santos. Matemática: José Manuel Rivas. Medicina: Aline Simões; Bárbara Pardo; Bruno Hollanda; Camilo Garavazzo; Eduardo Filho; Gabriel Zan; Georgia Genestra; Iane Miguel; Jéssyca Botelho; Julianne Carvalho; Larissa Guerino; Luiz Henrique Zanata; Luzo Dantas Marco Antonio; Mensah Hubert; Nathalia Novello; Pedro Pedroni; Rafael Morse; Raquel Tiezzi; Rodrigo Braga. Museologia: Carolina Alfradique; Eduardo Nicacio; Fernando da Silva; Luiza Medeiros; Pietro Oliveira; Thalita Dester; Yasmine Martins. Música: Claudio Guerra; Felipe Escovedo; Gabriel Carneiro; Tomás Barcellos. Nutrição: Priscila Guimarães Batista. Pedagogia: Ana Carolina Bittencourt; Ana Luiza Botafogo; LauraLeonardo Moreira; Leonardo Oliveira; Luciano Ferreira; Melanie Pimenta; Renata Villaça; Vinicius Aragão. Serviço Social: Amanda Fernandes; Andressa

CHAPA

1

TODAS AS VOZES OPOSIÇÃO DE ESQUERDA UNIDA ELEIÇÕES CONUNE UNIRIO 27 E 28 DE ABRIL

Em Julho vai ocorrer, em Goiânia, o Congresso da UNE, principal fórum deliberativo da entidade. E na UNIRIO, estamos elegendo os delegados que vão nos representar nesse congresso. Esse processo acontece após mais de 100 dias do governo Dilma, que já anunciou um corte de 50 bilhões do orçamento nas áreas sociais, enquanto mais de 40% do orçamento é destinado para pagar os juros da dívida pública. Na educação, o corte foi de R$ 3,1 bilhões. Estas medidas são a continuidade de uma política de precarização do ensino. Sentimos na pele o que esse corte representa. Infelizmente, a direção majoritária da UNE prefere não criticar os cortes de verbas, se transformando num braço do governo, e se distanciando cada vez mais do dia-adia dos estudantes. Essa direção não está presente nas nossas reivindicações, só aparece na nossa Universidade em época de eleição e, ao invés de ajudar a construir, apenas critica as conquistas do nosso movimento estudantil. Estamos cotidianamente na UNIRIO defendendo as bandeiras dos estudantes (construção do bandejão, moradia universitária, melhoria da infra-estrutura e muitas outras!) e montamos essa chapa de Oposição Unificada, pois sabemos que para garantirmos mais verbas e 10% do PIB para educação é importante que todos os que defendem o movimento estudantil combativo estejam unidos.

Amaral; Anne Carolyne Brandão; Beatriz Souto; Bernardo Ribeiro; Daniel Martiniano; Daniella da Silva; Danielle Campos; Eliene Sousa; Ellen Guimarães; Fernanda Pincelli; Flávia Vizani; Ique Hillesheim; João Rafael da Conceição; Karine Gois; Natalia Batista; Natália Magalhães; Natália Oliveira; Tatiana Jardim; Vinícius Affonso.Teatro: Bárbara Sinedino; Bruna Alves; Caroline Barbosa; Claudia Benevides; Diana Alves; Diego Delleon; Flavio Dolabella; Gunnar Guedes; Katiuscia Dantas; Nicole Marengo; Phellipe Azevedo; Priscilla Romão; Raísa Mousinho; Thales Hausner; Walney Gomes; Wesley May. Turismo: Arthur Mazai; Cássio Ferreira

Acreditamos que, assim como nos processos de revolução no mundo árabe a juventude e os trabalhadores se mobilizaram e foram às ruas por democracia e melhores condições de vida, podemos juntos construir nas lutas a universidade pública, gratuita, democrática e de qualidade!


! Recentemente tivemos uma vitória para os estudantes cariocas, a conquista do meio-passe nos transportes públicos. Infelizmente esta conquista ainda é parcial, pois se restringe aos estudantes cotistas e ProUnistas. Nenhum estudante da UNIRIO tem direito ao meio-passe! Nossa chapa esteve presente ao lado do DCE levantado nossa principal bandeira, a luta pelo passe-livre! Sabemos que a conquista do meio-passe é um passo importante, mas não podemos abandonar nosso objetivo que é o passe-livre para todos os estudantes!

Os estudantes do CCJP nas últimas semanas deram o exemplo de mobilização, lutando pela democracia no Centro, contra a arbritariedade, autoritorarismo e o abuso de poder da decana. O movimento foi vitorioso e a Decana foi exonerada! Pela elaboração do regimento interno do Centro! Por eleições democráticas no CCJP!

O mundo todo vive e discute as mudanças climáticas e as ações destrutivas da sociedade de consumo sobre a natureza. A criação do Código Florestal Brasileiro foi uma vitória conquistada há décadas atrás. A proposta de alteração desse código, discutida no governo Lula, e que será implementada agora pelo governo Dilma está a serviço do agronegócio e dos grandes empresários, e não em defesa da Amazônia e de nossas riquezas naturais. A direção majoritária da UNE se cala frente a essa questão porque o relator Em defesa do código florestal! da proposta é o Dep. Aldo Rebelo, do PcdoB, Não ao relatório da bancada ruralista! partido que hoje dirige a UNE. A oposição de Por uma lei florestal justa e efetiva! esquerda à majoritária não vai se calar.

A assistência estudantil na UNIRIO é muito precária. O bandejão ainda está no início de sua construção, que só ocorreu após muita luta e mobilização do nosso movimento estudantil. Conquistamos o auxílio moradia, mas a construção do alojamento universitário, que é fundamental na universidade no contexto ainda é um sonho. Isso mostra que a verba destinada pelo PNAES (Programa Nacional de Assistência Estudantil) é insuficiente para suprir as demandas dos estudantes. Por isso defendemos mais verbas para a educação e 1 bilhão para o PNAES!

Não tem!

Creche para filh@s de

mães universitárias!

Ampliação e equiparação das bolsas ao salário mínimo! Moradia universitária!

Houve corte

de verbas! Não temos

espaço!

Você pode se preguntar: “Mas a UNIRIO não está crescendo?” A resposta é sim, foram abertos cursos novos, expandiram-se vagas, algumas obras foram realizadas e professores foram contradados. MAS FOI O SUFICIENTE? Temos certeza de que não. Basta conversar com os estudantes dos cursos novos, ou olhar atentamente para nossa universidade. Onde as turmas dos cursos novos estão tendo aula? Quando vai ficar pronto o Bandejão? Existem professores para todas as disciplinas? O IB está bom? O CLA está adequado? O acervo da bilbioteca atende à demanda necessária? Como está a situação dos laboratórios? E os banheiros? Como estão os anfiteatros do hospital? Cadê o elevador do CCJP? Defendemos que a universidade se expanda, e MUITO! Achamos fundamental ampliar o acesso à universidade, mas a expansão deve ser associada ao investimento em educação. Vamos soltar a nossa voz: © Contra o veto dos 50% do fundo Social do Pré-Sal pra educação! © Por 10% do PIB pra Educação! © Contra os cortes de verbas da Educação! © Pela ampliação do acesso à educação!


Tese da Chapa Todas as Vozes