Page 1

Aproxima-se às eleições para a escolha da nova direção do SINDSEF- SP. Nesse processo disputam duas chapas. A CHAPA 2 NOVOS RUMOS... INDEPENDÊNCIA JÁ! Lutamos por um sindicato que defenda nossos interesses com autonomia e independência dos governos e dos partidos políticos. Ela é formada por companheiras e companheiros que fazem parte da atual direção de nosso sindicato e que tem lutado muito contra o governo e a CUT para defender nossos direitos e conquistas. A outra chapa é ligada ao PSTU que vem tentando transformar nossa entidade em um aparelho de seu partido. Para manter a unidade na luta contra o governo, durante as duas gestões que compartilhamos com o PSTU a direção do sindicato, em todos os congressos de nossa confederação votamos de forma unânime para que a companheira Beth nos representasse junto a CONDSEF, entretanto não obtivemos o retorno esperado e todo o investimento que fizemos não surtiu efeito, porque

sempre somos os últimos, a saber, das coisas que acontecem em Brasília e estamos sempre atrás dos outros sindicatos do funcionalismo público que com suas representações junto à confederação tem participado ativamente das mesas de negociação mantendo suas bases sempre informadas dos ataques do governo, o que permite preparar melhor a luta. Se nossa participação nos fóruns nacionais de nossa categoria está ameaçada por incompetência e falta de jogo de cintura de nossa re-

presentação, assumimos o compromisso de resgatar o respeito perdido. Os servidores federais do Estado de São Paulo sentem a necessidade de dar NOVOS RUMOS a nossa entidade. Querem ter INDEPENDÊNCIA para decidir como deve ser nossa luta. Propomos um sindicato descentralizado com assessoria jurídica no interior do estado, que dê plantões nas regionais, fazendo com que nossa entidade esteja junto à categoria, termos uma sede própria e construir a colônia de férias que nunca saiu do papel.

 SINDICATO DESCENTRALIZADO COM ASSESSORIA JURÍDICA NO INTERIOR  PELA COMPRA IMEDIATA DA SEDE DO SINDICATO E A CONSTRUÇÃO DA CASA DO SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL 

REIVINDICAÇÕES GERAIS

CONTRA A RETIRADA DE DIREITOS

1) Política salarial permanente, com reposição das perdas e correção das distorções;

1) Retirada dos Projetos de Lei que tramitam no congresso

2) Diretrizes de Planos de Carreiras (DPC);

2) PLP-01/07: limita as despesas com pessoal da União;

3) Direito a Negociação Coletiva;

3) PLP-02/07: Criação das Fundações Públicas de caráter

4) Direito de Greve - Liberdade de Organização Sindical;

e que nos prejudicam;

privado; 4) PLP-248/98: Dispensa do Servidor por insuficiência de

5) Paridade entre Ativos, Aposentados e Pensionistas;

desempenho;

6) Aposentadoria por Invalidez Compulsória e Integral;

5) PLP-549/09: A mesma lógica do PLP-01;

7) Ascensão Funcional;

6) PEC-306/09: Extingue o Regime Jurídico único (RJU) 7) Contra a Reforma Sindical, Trabalhista que vai acabar

8) Pelo fim do assédio moral;

com 13° salário e parcelar férias;

9)Aposentadoria Especial e Isonomia dos Benefícios de Auxílios: Alimentação e Creche;

8) Contra a Reforma da Previdenciária que aumentará o

10) PEC 555 que acaba com o desconto do PSS dos aposentados e pensionistas que recebem acima de R$ 3.800,00 deixando assim de pagar sobre a diferença acima deste valor.

tempo de trabalho e a idade de aposentadoria; 9) Pelo fim do sucateamento dos serviços públicos e a extinção de órgãos; 10) Contra a criminalização dos movimentos sociais.


CRISE ECONÔMICA MUNDIAL, QUE OS RICOS PAGUEM PELA CRISE! ORGANIZAR A LUTA CONTRA O AJUSTE DO GOVERNO No Brasil apesar de todo o discurso oficial de que a crise econômica seria uma ‘marolinha’, projetos como o PLP 549 que congela salários dos servidores públicos por 10 anos demonstram que está se preparando um forte ajuste fiscal para o próximo período. O corte por parte do governo de R$ 30 bilhões do orçamento de 2010, prejudicando educação e saúde, manutenção do fator previdenciário e o reajuste nas tarifas públicas são apenas a ponta do ‘iceberg’ do pacote de maldades que será baixado logo após a posse de Dilma. Fazem ainda parte desses ataques aos direitos dos trabalhadores a reforma sindical e trabalhista que retira a autonomia e indepenVivemos mas um capitulo da crise econômica mundial iniciada em 2007 nos Estados Unidos. Começou na Grécia e logo se estendeu para toda a Europa. No intuito de evitar a quebradeira de bancos e a falência de multinacionais, a União Européia (EU) e o FMI têm orientado os governos de todo o mundo a promoverem um brutal ajuste contra os trabalhadores e o povo pobre: cortes de gastos públicos, redução de salários de servidores, aumento de impostos, reforma da previdência com aumento na idade para se aposentar, flexibilização das leis trabalhista e retirada de direitos. Trata-se de uma crise de todo o sistema capitalista. É o que temos visto na França onde se aumentou de 60 para 62 anos a idade mínima para aposentadoria. O mesmo ocorreu na Grécia e Espanha, com as mudanças nas regras de aposentadoria bem com a redução de salários de servidores públicos. Entretanto, nos últimos meses greves gerais na Espanha, Itália, França (3) e Grécia (6), têm mostrado qual o caminho que o conjunto dos trabalhadores deve trilhar para impedir a retirada de direitos e conquistas. Na América Latina, a crise tem reflexos, em maior ou menor grau. 



dência dos sindicatos, o fim do 13° salário, o fim da multa de 40% do FGTS, o parcelamento de férias e a regulamentação do direito de greve. Parte essencial do ajuste é que já foi anunciada uma nova reforma da previdência que aumentará o tempo de trabalho e a idade para aposentadoria. Para aplicar sua política o próximo governo necessitará derrotar os trabalhadores e destruir suas entidades sindicais. Não a toa tornou-se constante a prática dos interditos proibitórios, as pesadas multas aplicadas as entidades sindicais combativas bem como a prisão e os processos judiciais de dirigentes sindicais que tem transformado nossas lutas em verdadeiros casos de polícia, quando não em de segurança nacional. Para fazer frente a essa situação necessitamos de entidades sindicais combativas, que com autonomia e independência do governo e dos patrões organizem pela base as lutas dos trabalhadores. Necessitamos de entidades sindicais onde a base possa decidir democraticamente e em suas assembléias o rumo das lutas e mobilizações.



ASCENÇÃO FUNCIONAL E PARIDADE ENTRE ATIVOS,  PELO PAGAMENTO DE TODOS    OS PASSIVOS TRABALHISTAS APOSENTADOS E PENSIONISTAS VALORIZAÇÃO PROFISSIIONAL

1) Carreira Previdência, Saúde e Trabalho (PST): Elaborar propostas para saúde dos servidores, em particular aqueles acometidos de intoxicação decorrente de serviços com uso permanente de inseticida; 2) Reestruturação da Carreira. 3) Reajuste da GACEN conforme reajuste índice concedido a Indenização de Campo e extensão para servidores que ficaram excluídos 4) Plano Geral de Cargos do Poder Executivo - PGPE: Equalização Salarial dos três níveis conforme percentual dado aos cinco Cargos de InfraEstrutura (PL - 5.920). Reestruturação do Plano de Carreira 5) Plano Especial de Cargos dos Servidores do DNPM: Revisão das Carreiras e Plano Especial de Cargos. 6) Carreiras do INCRA: Reestruturação da Carreira, Instituição de adicionais de titulação e de incentivo à qualificação aos servidores integrantes do Plano Especial de Cargos do INCRA. 7) IBAMA: Carreiras e Plano Especial de Cargos do Meio Ambiente e IBAMA: Revisões das Carreiras e plano especial de cargos das Áreas Ambiental (IBAMA, MMA, CHICO MENDES). 8) Carreira das Agências Reguladoras: Revisão das carreiras aplicáveis as agências, objetivando a constituição de uma só carreira. 9) Servidores do Ministério da Justiça: Instituir uma gratificação especifica para os servidores do MJ. 10) Reestruturação das Carreiras e Plano Especial para o DNIT

11) Servidores dos Hospitais das Forças Armadas: Revisão das tabelas remuneratórias, Regulamentar os critérios de promoção e progressão. 12) Plano de Carreiras e Cargos para Tecnologia Militar: Reestruturação da tabela remuneratória, Inclusão no PCCTM, dos servidores civis das áreas administrativas e logística lotados no Ministério da Defesa e órgãos vinculados. 13) Servidores Integrantes do PECFAZ (Ministério da Fazenda): Revisão do plano e elaboração de uma carreira. Tabela remuneratória. Incorporação da CAE ao vencimento-básico também para os servidores de Nível Auxiliar. 14) Servidores da AGU: Plano de Carreira. 15) Servidores do Ministério da Agricultura, não integrantes das carreiras ou planos especiais estruturados: Instituir uma Gratificação a titulo de adiantamento de Plano de Carreira para os servidores administrativos do MAPA. 16) Servidores Integrantes do PEC da Policia Rodoviária Federal: Restabelecimento do pagamento da GDAR. Reestruturação da PEC. 17) Servidores do Ministério do Desenvolvimento Agrário: Tratamento funcional idêntico ao dispensado aos servidores do INCRA, com enquadramento na Carreira de Desenvolvimento Agrário. 18) Pagamento de todos os passivos trabalhistas. 19) Paridade entre ativos, aposentados e pensionistas. 20) Reajuste real de salários e reposição das perdas históricas.


SINDSEF-SP AUTÔNOMO, INDEPENDENTE E CLASSISTA Conheça as candidatas e os candidatos da CHAPA 2 - NOVOS RUMOS. INDEPENDÊNCIA JÁ! que não abrem mão de defender os interesses dos servidores públicos federais acima de qualquer coisa. É hora de avançar na luta mantendo a autonomia do nosso sindicato frente ao governo e a qualquer partido. Portanto nos dias 29, 30 de novembro e 1 de dezembro vote CHAPA 2 em uma urna perto de você!

Ana Lúcia Gori IPEN/CNEN Secretaria Geral I

Olair dos Santos IPEN-CNEN Secretaria Geral II

Vera Lúcia Garcia FUNAI Sec. Jurídico I

Maria de Fátima Uemura IPEN - CENEN Sec. Jurídico II

Djalma Batista Dias IPEN-CNEN Sec. de Imprensa I

Zandra Santos FUNDACENTRO Sec. de Aposentados I

Cida Leme Ministério da Defesa Sec. de Aposentados II

Ana Maria (IPEN-CNEN Sec. de Finanças I

Helder Vieira IPEN-CNEN Sec. de Finanças II

Inês Magalhães MTE Registro Sec. Sócio Cultural I

Willami Andrade FUNASA Sec. de Formação I

Amélia Vieira MTE Sec. de Formação II

Bernadete Serafim IPEN-CNEN Sec. de Administração I

Maria de Fátima MTE-GRTE-SUL Sec. de Administração II

Jailton Demétrio FUNASA Secretaria do Interior I

Ivanilde Pereira FUNAI Secretaria do Interior IV

Elmir Cordeiro IPEN/CNEN Suplente

Rubens Bento FUNASA Suplente

Maria Beraldo Ex. Brasileiro Suplente

Rita de Cássia MTE Suplente

Zilé PSFN-MRA Luzia Haifig Min. da Fazenda Elieth Fusco - MTE


ESTAMOS APOIANDO A CHAPA 2 NOVOS RUMOS... INDEPENDÊNCIA JÁ!

NEIDE SOLIMÕES - SINTUFF EXECUTIVA NACIONAL DA CONDSEF

PEDRO ROSA - SINTUFF/RJ DIREÇÃO NACIONAL DA FASUBRA

WELLINGTON CABRAL SIND. DOS QUIMICOS DE SJC/SP

ALEX FERNANDES SIND. DOS METROVIÁRIOS/SP

SILVANA SOARES DIREÇÃO DA APEOESP/SP

MARCÃO SIND. DA ALIMENTAÇÃO DE SJC/SP

AFONSO RUFINO SIND. DOS CORREIOS/AMAZONAS

ANTÔNIADE ALMEIDA MOVIMENTO MÃES SEM CRECHE

MARCOS SOARES EXECUTIVA DA APEOESP/SP

MARCIO AMARAL PRES, SIND. RODOVIÁRIOS/PA

GICÉLIA SANTOS DIR. DO SINPEEM/SP

WALESKA SINDSMUVI/ESPIRITO SANTO

DORINALDO MALAFAIA SINDESAÚDE/AMAPÁ

JURGLEIDE CASTRO - JUCÁ SINTRASEF/RJ

SILVIO DE SOUZA EXECUTIVA APEOESP/SP

EDRALDO BATISTA EXECUTIVA DA APEOES/SP

TANIA PATROCINIO ATASERJ/CEDAE/RJ

EZIO EXPEDITO DIREÇÃO SIMPRO/GUARULHOS/SP

CEDICIO DE VASCONCELOS COORD. GERAL SINTSEP/PA

ALEXANDRE ROLDAN SIND. DOS METROVIÁRIOS/

EXPEDIENTE A CHAP A 2 - NO VOS RUMOS TO DOS QUIMICOS DE SÃO EXPEDIENTE:: PUBLICAÇÃO D DA CHAPA NOV RUMOS.. INDEPENDÊNCIA JÁ! CONTRIBUIÇÃO DO SINDICA SINDICAT JOSÉ DOS CAMPOS E REGIÃO - SÃO PPA AUL O. www .quimicosjc.org .br - e.mail quimisjc@uol.com.br end: R ua Cons. R odrigues Alves, 51 CEP ULO www.quimicosjc.org .quimicosjc.org.br Rua Rodrigues CEP:: 12209 - FONE - FFAX AX A ASSOCIAÇÃO UNIDOS PRA LLUT UT AR. SEDE NA CIONAL A MA URICIO DIAMANTE AX:: (12) 3921-8177 E D DA UTAR. NACIONAL CIONAL:: RU RUA MAURICIO DIAMANTE,, N° 48 BAIRRO CENTRO - SÃO JOSÉ DOS CAMPOS ee-mail: -mail: unidospralutar@ymail.com BL OG .blogspot.com TEL BLOG OG:: http: unidospralutar unidospralutar.blogspot.com TEL:: 0800 280 8989. OLA. IMPRESSO NA GRÁFICA IMPERIAL GEM 6 MIL EDIÇÃO GRAMAÇÃO MANOEL ALBER TO IRA EDIÇÃO:: DOUGLAS DINIZ CPF CPF:: 490.734.192-04 DIA DIAGRAMAÇÃO ALBERT IRAOLA. IMPERIAL.. TIRA TIRAGEM MIL..

Jornal da chapa 2 Novos Rumos na eleição do SINDSEF-SP  

Eleição do Sindicato dos servidores públicos federais de São Paulo

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you