Page 1

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE RESENDE Rua da Escola Preparatória 4660-204 RESENDE Tel:254877396 Tel/Fax: 254871604 http://www.eb2-resende.rcts.pt e-mail: info@eb2-resende.rcts.pt

O U T O N O

EDITORIAL Um novo ano escolar começa e, com ele, o renovar de projectos e expectativas. Pretendemos, com o novo projecto educativo, integrar cada vez mais os pais na vida escolar com o propósito de efectuarem um acompanhamento permanente e adequado aos seus educandos. Desejamos que os pais/encarregados de educação sejam parceiros privilegiados no papel que a escola hoje assume. Sabemos que a permanência dos filhos na escola, representa um conjunto de desafios e novas tarefas para as quais nem sempre os pais se sentem preparados. Por essa razão a escola tem, no seu plano de acção, um conjunto de acções em que pretendemos colaborar com os pais para que assumam esses novos desafios. A colaboração dos pais com a escola é fundamental para o sucesso dos seus filhos. O Director Manuel Luís da Silva Pereira Tuna

ÍNDICE                     

Editorial Workshop de conservação e restauro Mensagem aos idosos Já passaram 50 anos… Turmam3.blogspot.com O magusto na escola sede do agrupamento Grupo social de S. Cipriano animou a festa Jogos tradicionais O convívio O castanheiro O magusto na escola de Passos Os direitos da criança / a família Clube da saúde Verbos solidários/ A palestra Dia Internacional para a tolerância Alimentação saudável Biblioteca Escolar do AVEResende Logótipo da BE do AVEResende Sugestões de leitura e consulta Momentos lúdicos Actividades

RESPONSABILIDADE EDITORIAL 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17/18 19 20 21 22/23/24

Agrupamento Vertical de Escolas de Resende TEXTOS IMAGENS Professores do Clube de Jornalismo, professores e alunos COORDENAÇÃO E ARRANJO GRÁFICO Profs. - Sérgio Matos; Zélia Lopes REVISÃO DOS TEXTOS Direcção da Escola FOTOGRAFIAS Professores e alunos

Custo: 50 Pátios


WORKSHOP DE CONSERVAÇÃO E RESTAURO

Recentemente, os nossos alunos participaram no Workshop de Conservação e Restauro promovido pelo Museu Municipal de Resende e no âmbito da disciplina de E.V.T.

FOTOGRAFAR A PEÇA

REGISTAR A PEÇA EM FOLHA PÓPRIA/ INVENTARIÁ-LA

PROTEÇÃO DA PEÇA DE METAL – com PARALOIDE D/72

DESINFESTAR A PEÇA DE MADEIRA – com XILOFENE

TURMA

Nº de ALUNOS

DIA

HORA

PROFESSORES

6ºB

20

25 Set.

10H30M às 12H

Carlos A/Carlos V.

5ºF

25

28 Set.

10H30M às 12H

Lurdes/Zélia

5ºD

20

30 Set.

10H30M às 12H

Teresa/Carlos

6ºE

26

01 Out.

10H30M às 12H

Teresa/Irene

6ºD

20

01 Out.

10H30M às 12H

Olga/Marinho

5ºB

19

02 Out.

15H às 16H 15M

Olga/Marinho 2


Mensagem aos idosos Os idosos merecem respeito, amor, carinho e ajuda.

Idoso é ser dependente Desrespeitado por uma sociedade invejosa e Orgulhosa de si própria Soam as badaladas da idade para todos nós Oiçam-nos com cuidado e reflictam. António 6ºD nº5

Um idoso sozinho pobre coitadinho sozinho no monte sem nenhuma fonte

Poema “O DIA DO IDOSO” Hoje é o dia do idoso. Não posso deixar passar sem pedir a todos os jovens para os seus velhinhos respeitarem. Mesmo por força maior que tenham de ir para o lar, pelo menos uma vez por semana peço-vos que os vás visitar.

Sem nenhuma fonte sem nenhuma gota de água e a fome mas é melhor a água

Este pedido que vos faço e me deveis obedecer, lembrai-vos que hoje sois jovens amanhã, idosos ides ser.

Mas é melhor a água porque outra coisa não há porque é que essa pessoa é tão má

Mesmo que sejas emigrante e longe dos vossos pais, com um pequeno telefonema os vossos velhinhos alegrais.

É tão má porque me deixou aqui só e abandonado sem nada para mim Sem nada para mim nem sequer um lençol podia ou menos deixar-me virado para o sol

Eu seria muito feliz e teria gosto de viver se ainda tivesse os meus pais para companhia me fazerem. Jaime Afonso – in, Alturas do Barroso, Portugal

Virado para o sol e não para a chuva debaixo de um coberto ou de um guarda-chuva

Turma: 6ºC

Trabalho realizado pelos alunos: Liliana, Lúcia, Luís, Francisco. 6ºE

Quem trata bem um idoso, É rico e bondoso. Um velhinho coitado, Anda sempre a sofrer. E as pessoas passam, Sem se quer o ver. Num canto escuro e triste, Habita um velhinho. Onde alguém o abandonou, E não o devia ter deixado sozinho. Um idoso caiu no meio da solidão, Porque ninguém lhe deu a mão. Trata bem um velhinho, E acontecerá o mesmo então. Trabalho realizado pelos alunos: Ana Rita Sequeira Truta Ana Sofia Filipa

O dia do idoso é muito importante devemos respeitá-los e protegê-los Há idosos com doenças Que devemos cuidar e fazer os possíveis para não meter no lar Carinho e protecção lhe vamos dar de certeza que os idosos vão gostar alguma coisa devemos fazer para os ajudar Visitar e telefonar é bom fazer um beijinho e um olá para eles que estão no lar. No dia do idoso uma festa vamos fazer e ao lar vamos cantar para os alegrar Joana, Ana, Ana Cristina e Bruno - 6º E 3


JÁ PASSARAM 50 ANOS... Quem não conhece o Astérix? E o Obélix? Ao passarem 50 anos sobre o aparecimento do herói nas páginas da revista francesa “Pilote”, a 29 de Outubro de 1959, um dos temas de discussão é sobre quem recairá a escolha de dar seguimento a Astérix. Nos meios da BD especula-se sobre quem terá a honra de pegar no testemunho da série, atendendo a que Albert Uderzo, um dos criadores da série e seu actual desenhador e argumentista, tem 82 anos e, muito provavelmente, assinou a última aventura, saída há dias. Já disse publicamente que o herói lhe sobreviverá, para continuar a dar tabefes nos legionários de Júlio César durante muito tempo. Recentemente, o jornal Público lançou um desafio a José Abrantes, um autor português de banda desenhada com um estilo que apresenta algumas similitudes com o de Uderzo, pedindo-lhe que se pusesse na pele de um hipotético continuador das aventuras dos gauleses irredutíveis. O resultado é esta prancha de uma hipotética aventura de Astérix na Lusitânia, feita pelo autor.

4


turmam3.blogspot.com Os alunos da turma do Prof. Costa, do Centro Escolar de S. Martinho de Mouros, têm divulgado os seus magníficos trabalhos no blogue de turma. O Pátio dos Estudantes partilha com os leitores alguns dos trabalhos divulgados neste blogue (turmam3.blogspot.com).

is av Um

e alunos rela Trabalhos d

tivos ao Hall

i ta

ao

.. seu u M

.

oween

Trabalhos relativos ao tema “Primeiros Socorros” 5


O MAGUSTO NA ESCOLA SEDE DO AGRUPAMENTO No dia 11 de Novembro de 2009, no Agrupamento Vertical de Escolas de Resende, comemorou-se o São Martinho . De portas abertas à comunidade escolar, pais; encarregados de educação; alunos; assistentes operacionais e professores confraternizaram durante o período da tarde. Durante esse período dinamizaram-se algumas actividades. Entre a animação do grupo social de S. Cipriano, os jogos tradicionais e o magusto, todos puderam usufruir de momentos únicos , dando continuidade à tradição inerente à conhecida Lenda de S. Martinho.

Lenda de S. Martinho Martinho

era

um

valente

soldado

romano que estava a regressar da Itália para a sua terra, algures em França. Montado cavalo

no

seu

estava

a

uma serra muito alta, chamada Alpes, e, lá no alto, fazia muito, muito frio, vento e mau tempo. Martinho estava agasalhado normalmente para a época: tinha uma capa vermelha, que os soldados romanos normalmente usavam. De repente, aparece-lhe um homem muito pobre, vestido de roupas já velhas e rotas, cheio de frio que lhe pediu esmola.

MAGUSTO EM FAMÍLIA

passar num caminho para atravessar

PROVÉRBIOS POPULARES 

No dia de S. Martinho vai à adega .



Mais vale um castanheiro do que um saco com dinheiro.



Dia de S. Martinho fura o teu pipinho.



Dia de S. Martinho, lume, castanhas e vinho.



Pelo S. Martinho mata o teu porco e bebe o teu vinho.

6


Grupo Social de S. Cipriano animou a festa

“ O Grupo Social de S. Cipriano” animou e encantou os presentes!

No passado dia 11 de Novembro realizou-se o Magusto na nossa Escola. Associou-se a este evento o Grupo Social de São Cipriano com a actuação do grupo dos mais pequenos que é uma referência de preservação dos valores culturais dos nossos antepassados. Realizaram uma actuação cheia de vida e entusiasmo para abrilhantar a tarde recreativa dos alunos da EB2. A sua actuação pautou-se por algumas danças identificativas da cultura do linho, que foram uma referência ao longo de muitas gerações e que se têm perdido no tempo e nas tradições dos nossos povos. Esta actuação procurou acima de tudo transmitir algumas coreografias que identificam os trabalhos agrícolas e testemunham os serões das nossas aldeias num passado recente. Foi com muita alegria que este grupo se associou ao magusto da EB2 e procurou ser uma presença festiva para dar mais vida a este evento. Pela forma como todos se associaram, cumpriu-se mais uma vez uma belíssima tarde de festa para a comunidade escolar.

Prof. Abel

7


a

s!

JOGOS TRADICIONAIS

Pa r

ante p i c i rt s pa o a s bén

O jogo da laranja e do saco Um esforço conseguido!

8


O CONVÍVIO

As castanhas assadas não faltaram como manda a tradição!

OC

O os d e lu b

ur

o cor e sd iço

. sas e sm ua

Sem castanhas não há magusto, sem castanheiro não há castanhas!

9


O CASTANHEIRO

O castanheiro é uma árvore de folha caduca que pode atingir mais de um milhar de anos. Aos 8 anos já começa a dar fruto mas só depois dos 20 é que a frutificação passa a ser um fenómeno regular. Até aos 50/60 anos de idade ou mais, o se crescimento é rápido, retardando depois até ao fim da vida. Pode atingir 45 metros de altura e a sua copa pode chegar aos 30 ou 40 metros de diâmetro.

História: Desde o Paleolítico que a castanheiro acompanha o Homem e tem para ele uma importância fundamental. As tribos pré-romanas chamavam-lhe a “árvore do pão”, já que o seu fruto, a castanha, era um alimento rico e um importante meio de subsistência para os exércitos em campanha. Pode-se mesmo afirmar que foi um dos importantes farináceos em muitas regiões, antes da chegada à Europa da batata e do milho.

Em Portugal continental, o castanheiro está espalhado um pouco por todo o país. A sua presença mais significativa verifica-se na região a norte do rio Tejo. O castanheiro para se desenvolver necessita de temperaturas relativamente baixas e de zonas com altitudes superiores a 500 metros. É nos distritos de Vila Real, Guarda, Bragança e na região do Alto Alentejo que se pode encontrar a maior quantidade desta árvore.

Prof. Sérgio Matos

10


O magusto na escola de Passos

Hoje, dia 11 de Novembro foi o nosso magusto Magusto da escola Escola onde nos divertimos Divertimos a fazer jogos Engraรงados como o derrubar latas Latas e corrida de sacos Sacos com castanhas Castanhas boas Boas cozidas Cozidas e assadas Assadas no forno Forno ou na fogueira Fogueira onde saltamos Saltamos e nos divertimos Divertimo-nos imenso.

Clรกudia 3ยบ ano, Escola de Cรกrquere

11


Os direitos da criança / a família A FAMÍLIA

Os direitos da Criança

A família é importante.

(acróstico)

Importante e amiga.

Deveres e Direitos Impossível não cumprir Realmente estão presentes E devem-se sempre seguir Inveja não devemos ter Todos juntos Ombro a ombro Saudáveis vamos crescer

Amiga é a mãe. Mãe e o pai. Pai o nosso herói. Herói no meio. Meio da família. Família que nos ajuda. Ajuda-nos nas dificuldades.

Criança Ri de satisfação Incompreensão, não Ajudamo-nos uns aos outros Nunca estaremos sozinhos Cada um segue seu caminho Amizade para sempre.

Dificuldades que temos. Temos com a família. Família nossa. Nossa mas única. Única porque não há nenhuma igual.

Alunos da EB1 de Rendufe

Igual à minha. Minha família.

Palavra puxa palavra

4ºano

Família linda

Liliana Isabel Almeida Fonseca

Linda é aquela que nos ajuda Ajuda aqueles que são fracos Fracos são os que bebem Bebem, sofrem e fazem sofrer Sofrer porque a vida não é boa Boa é a minha família Família amiga, protectora, carinhosa Carinhosa e que para sempre nos ama! EB1 de Vinhós

12


CLUBE DE SAÚDE Clube da Saúde

Para comemorar o Dia Mundial do Não Fumador, que decorreu no passado dia 17 de Novembro, os alunos do Clube da Saúde produziram alguns materiais sobre os malefícios do tabaco, que expuseram no átrio do pavilhão administrativo da escola. Fotografias impressionantes a mostrar os graves danos causados pelos hábitos tabágicos e folhetos informativos sobre o tema foram algumas das formas utilizadas pelos alunos para sensibilizar a comunidade escolar para os efeitos graves do consumo de tabaco. Os objectivos desta actividade foram: 

 

alertar para a necessidade de adoptar hábitos de vida saudáveis, procurando mostrar aos alunos que a sua saúde depende, em grande parte, deles próprios; alertar para os malefícios do tabaco; através da mensagem transmitida pelos alunos incentivar todos aqueles que fumam a deixar de o fazer. Actividades do clube de saúde

13


Eu desligo-me Tu desligas-te Ele desliga-se Nós desligamo-nos Vós desligais-vos Eles desligam-se do tabaco. Eu ajudo Tu ajudas Ele ajuda Nós ajudamos Vós ajudais Eles ajudam a Liga Portuguesa Contra o Cancro. A Palestra No dia 17 de Novembro, a turma C do 6º ano, dirigiu-se ao Museu Municipal de Resende para assistir a uma palestra no âmbito do Projecto Curricular de turma “ Percurso das Caldas “. Os alunos e as professoras de Área de Projecto deslocaram-se a pé até ao local da realização da sessão. Enquanto aguardavam a Doutora Carla convidou-os a visitar a exposição de Cerâmica, da Obra de José Fraga. Entretanto, a Doutora Susana Gomes chamou-os para irem para a sala onde iria decorrer a palestra apresentada pelo Professor Paulo Sequeira, autor do livro “Douro-Mentiras de Caldas de Arêgos. Num Primeiro momentos, houve uma apresentação oral do filme “Caldas de Arêgos “ do realizador Armando Miranda de 1945, o qual foi encontrada na Cinemateca Nacional em mau estado de conservação. O visionamento do filme durou 10 minutos. Este retratava o período auria do funcionamento das termas e o quanto elas eram importantes para a economia do concelho. Num segundo momento, houve um pequeno debate entre todos os participantes. Os alunos com esta iniciativa ficaram a conhecer melhor a História e o Património do concelho de Resende.

14


Dia Internacional para a Tolerância SER TOLERANTE Ser tolerante é ser amigo, Ser amigo de alguém! Ao pobre dar abrigo E alegria também! (bis)

Vem comigo, amigo, Estranho caminhante! Aqui terás abrigo, Na vida tu és navegante!

Ser tolerante é ser amigo, Ser amigo de alguém! Ao pobre dar abrigo E alegria também! (bis)

A vida tem outro encanto, Vem e faz comunhão! Grita connosco este canto Vem, tolera, meu irmão!

Ser tolerante é ser amigo, Ser amigo de alguém! Ao pobre dar abrigo E alegria também! (bis) Nota: No ano lectivo anterior, bem perto de nós, foi publicada na BEgas, uma canção sobre a Tolerância. A letra e a música são da autoria do aluno Manuel Veloso, da Escola Secundária Dom Egas Moniz, e do professor e Padre Marcos Alvim, respectivamente.

Todos os dias, e não apenas dia 16 de Novembro, Dia Internacional para a Tolerância, se deveria reflectir na mensagem expressa por Koïchiro Matsuura (Director geral da UNESCO em 2006), neste dia mas no ano de 2006: “O Dia Internacional para a Tolerância é uma chamada universal a uma das maiores virtudes da humanidade. A tolerância implica um empenhamento activo e a compreensão da riqueza e da diversidade da humanidade. Nas sociedades actuais, cada vez mais multiétnicas e multiculturais, constitui um dos princípios fundamentais da democracia e o fundamento da coexistência pacífica entre os povos. Contudo, a intolerância continua a envenenar a existência de milhões de pessoas em todo o mundo. Ao longo dos últimos anos, fomos testemunhas da violência extrema com que se pode manifestar a intolerância, através de incontáveis mortes e grande sofrimento. É por essa razão que a tolerância deve estar no cerne das prioridades da UNESCO e das Nações Unidas. A 16 de Novembro de 1995, a data do cinquentenário desta Organização, os Estados membros da UNESCO adoptaram uma declaração de princípios sobre a tolerância. Esta declaração afirma que a tolerância não é nem concessão, nem condescendência, nem indulgência, mas sim uma atitude positiva de respeito e de reconhecimento mútuo, animada pelo reconhecimento dos direitos universais da pessoa humana e das liberdades fundamentais. Para promover os valores da tolerância, a UNESCO está a implementar uma estratégia global e integrada para combater o racismo, a discriminação, a xenofobia e todas as formas análogas de intolerância. Simultaneamente, a protecção e a promoção da diversidade cultural, assim como a promoção de uma educação de qualidade, tornaram-se áreas de intervenção prioritárias do trabalho desta Organização, especialmente em sociedades que tenham atravessado crises graves ou conflitos armados. Concretamente, a UNESCO estabeleceu estreitas parceiras com as autoridades locais, desenvolvendo coligações regionais de cidades unidas contra o racismo, a discriminação e a xenofobia. É através do combate a estes três flagelos que se criarão condições para vencer a intolerância. Tal como muitas atitudes irracionais, a intolerância assenta sobretudo no medo: medo do desconhecido, medo da diferença, medo do outro. A ignorância e a ausência de educação estão na raiz destes medos. A educação de qualidade constitui o meio mais eficaz para prevenir a intolerância. É fundamental que as nossas crianças aprendam a tolerância, por forma a que possam compreender as razões pelas quais o respeito dos direitos da pessoa, da dignidade humana e da diversidade da humanidade são indissociáveis. Devemos contudo assegurar-nos de que o próprio ensino esteja isento do vírus da intolerância. A educação deve ensinar às pessoas quais os direitos e liberdades partilham, para que cada um possa respeitá-los e usufruí-los. Neste Dia Internacional para a Tolerância pratiquemos activamente, ao nível individual, os princípios que desejamos ver universalmente respeitados, pois as acções em defesa da tolerância começam em cada um de nós.

Prof. Sérgio Matos Recomenda-se a consulta da página: http://www.myspace.com/padremarcos.

15


ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Os 10 Mandamentos da Alimentação Saudável 1. Beber muita água (cerca de 2 litros), começando em jejum e ao longo de todo o dia, de preferência no intervalo das refeições. 2. Nunca “encher” demasiado o estômago, optando por pequenas refeições, várias vezes ao dia. 3. Eliminar o açúcar que é adicionado às bebidas e evitar o consumo de sumos, refrigerantes e bebidas alcoólicas. 4. Reduzir para metade as quantidades habituais de batata, arroz, massa e leguminosas. 5. Reforçar sempre as refeições principais com quantidades generosas de salada crua ou legumes cozidos. 6. Guardar o pão e fruta para comer nos intervalos das refeições principais. 7. Cozinhar de forma simples, à base de cozidos, grelhados ou estufados sem gordura. 8. Ingerir diariamente um produto lácteo magro (leite/iogurte/ queijo). 9. Preferir o azeite a qualquer tipo de gordura. 10. Comer mais vezes peixe do que carne e reduzir a quantidade habitual destes alimentos, podendo substitui-los, 1 a 2 vezes por semana, por ovos confeccionados sem gordura.

RODA DOS ALIMENTOS

Os “Dez Mandamentos” foram colocados de forma aleatória e não por ordem da sua importância. É do seu cumprimento em conjunto que resulta uma Alimentação Equilibrada e Saudável, ou seja, uma Alimentação Racional que deverá ser sempre complementada com estilo de vida adequado. Dra. Maria Fernanda Fogaça Nutricionista no British Hospital Lisbon XXI

"Diz-me o que comes, dir-te-ei a saúde que tens." Dr. Emídio Peres

Referência: Fogaça, M. Os 10 Mandamentos da Alimentação saudável, disponível no site: http://www.gpsaude.pt/gps/Menu/Clientes/InformacaoSaude/DicaseConselhos/Mandamento s+da+Alimenta%C3%A7%C3%A3o+Saud%C3%A1vel.htm, no dia 21 de Novembro de 2009

PROVÉRBIOS POPULARES Provérbios da turma J-1.2 - EB1 de S. Cipriano 1 . Amizade renovada é como sopa requentada. - Daniela 2 . As sopas e os amorosos, os primeiros são os melhores. - Inês 3 . A mulher e a sardinha quer-se da mais pequenina. - Sérgio 4 . A mulher e a pescada quer-se da mais alongada. - Ana 5. Sopa, café e casamento, só prestam quando estão quentes. - Bruna Silva 6 . De pequenino se torce o pepino. - Patrícia 7 . Cautela e caldo de galinha nunca fez mal a ninguém. - Marlene 8 . A cada boca uma sopa. - Mariana 9. Do prato à boca perde-se a sopa. - Luís 10 . De caldo requentado e amigo reconciliado nunca se faz um bom bocado. - Nuno 11. De grão a grão enche a galinha o papo. - Bruna Pereira 12. Das boas ceias estão as sepulturas cheias. - Ana Teresa 13. De manhã, comida de rei; ao almoço, comida de príncipe; ao jantar, comida de pobre. - Rúben José 14 . O comer e o coçar vai sempre do começar. - Diana 15 . Com papas e bolos se enganam os tolos. - Juliana 16 . Papa fria faz azia. – Francisca

17 . Antes da sopa, molha-se a boca. - João Filipe 18 . Um pisco em Janeiro vale por um carneiro. - Rúben Daniel

16


BIBLIOTECA ESCOLAR do AVEResende

A Biblioteca Escolar do Agrupamento Vertical de Escolas de Resende, tem por objectivo principal, disponibilizar recursos e serviços para as escolas do Agrupamento e fomentar, entre elas, a cooperação, em parceria com as entidades locais, de modo a contribuir para a consolidação da Rede de Bibliotecas Escolares. Neste sentido, tem dinamizado algumas actividades, das quais se destacam: 

realização de visitas guiadas à BE;



promoção do concurso “Logótipo da BE do AVEResende”;



dinamização do blogue da BE;



comemoração do dia da Alimentação Saudável;



realização do Bibliop@per;



elaboração do livro digital;



publicação dos Boletins Informativos da BE - “Infobiblioescolar”;



comemoração do dia da Implantação da República;



dinamização de actividades no âmbito do Ler crescer/Ler +;



divulgação do Top Leitores e Top Livros.

Comemoração dos dias:  Internacional da Paz;  Mundial da Terceira Idade;  Da Biblioteca Escolar;  Mundial da Música;  Internacional da Tolerância;  Internacional do Idoso;  Universal da Criança;  S. Martinho;  Restauração da Independência. ...

17


A Biblioteca J.C.D do AVEResende é um espaço teu e de todos nós! Um local para reflectir e agir!

Aguardamos a tua visita. Aparece!

“Benvindos à nossa biblioteca! Iremos pesquisar, Brincar com os jogos, Ler livros Interessantes Obras de arte Tesouros escondidos, Escrever poemas Consultar enciclopédias Assim, descobrimos a fantasia Escolhe livros à tua vontade Saboreia o romance... constrói o teu mundo. O prazer de Ler é muito bom Aproveita bem a Riqueza que a biblioteca tem.”

Fonte: Jornal on-line “O Farol” Digital

(Acróstico realizado por alunos do 5º ano)

Pensamentos 

As palavras elegantes não são sinceras; as palavras sinceras não são elegantes. (Lao-Tsé, filósofo chinês)





Semeia um pensamento e colherás um desejo; semeia um desejo e colherás a acção; semeia a acção e colherás um hábito; semeia o hábito e colherás o carácter. (Tihamer Toth) Ouve-se o eloquente com prazer. O sábio, ouve-se com proveito. (Santo Agostinho) 18


LOGOTIPO da BE do AVEResende No passado dia 28 de Outubro, na presença da equipa da BE, do Director, Manuel

Tuna,

a

biblioteca

Escolar

(Resende) recebeu os vencedores dos concurso “Logótipo da BE do AVEResende”: os alunos da EB1 de Cárquere e respectivas professoras.

LOGOTIPO VENCEDOR

Nesta actividade, de especial significado, é de realçar a qualidade das 134 propostas recebidas, pelo que todos os participantes estão de parabéns, em particular, a EB1 de Cárquere..

Logótipos concorrentes

19


ra: Leitu e d stões Suge

Sugestão de consulta:

http://e-livros.clube-de-leituras.pt/cdl/

Caminho das Letras estimula a aprendizagem da leitura. O Caminho das Letras é um sítio electrónico criado para estimular a aprendizagem da leitura nos primeiros anos do ensino básico, que foi lançado pelo Ministério da Educação em parceria com o Plano Nacional para o Ensino do Português, o Centro de Investigação para Tecnologias Interactivas e o Plano Nacional de Leitura. Esta iniciativa pretende oferecer às crianças a possibilidade de percorrerem um surpreendente universo de imagens, de textos e de sons muito apelativos, que lhes despertem a curiosidade pelas letras, pelas palavras e pelos textos. Fonte: http://www.min-edu.pt/np3/np3/4243.html

Nesta quadra natalícia que se avizinha, a Biblioteca Escolar do AVEResende tem dois desejos especiais:  

ter a tua visita assídua, bem como a tua participação e colaboração activa nas actividades que dinamiza; paz, saúde e alegria para todos!

FELIZ NATAL

20


MOMENTOS LÚDICOS ADIVINHAS

ANEDOTAS O que é que uma impressora para a

1– Sou branco e rectangular 3 muitas notícias posso enviar. Quem sou?

outra? -Essa folha é tua ou é impressão minha?

2– Qual é o animal que se veste e que ao rastejar se despe?

Diz a massa para o queijo: - Que maçada!

3– O que é que tem 3 letras e se tirares uma fica 4 e se tirares 2 fica 5?

Responde o queijo: 2– Cobra

3 - IVO (vê em numeração romana)

Sabem quando é que os americanos comeram carne pela

Soluções: 1– Envelope

- E eu ralado!

DESCOBRE QUEM SÃO

primeira vez? - Foi quando lá chegou o Cristóvão co-lombo

No hospital, diz o médico: - O senhor é o dador de sangue? - Não, eu sou o da dor de cabeça!

Dois litros de leite atravessaram a rua e foram atropelados. Um morreu, o outro não, porquê? - Por que um deles era Longa Vida.

______________________ Porque é que o elefante não pega fogo? - Porque ele já é cinza.

__________________

Ajuda: Vai à Biblioteca e encontrarás a solução num livro de banda desenhada.

(sem comentários)

Ilusões de óptica

Por que o galo canta de olhos fechados?

Por que é que na Argentina as Vacas vivem a olhar para o céu? - Porque tem 'Boi nos Ares'!(esta ganha a todas!!!)

Ponte ou barcos !!!

- Porque ele já sabe a letra da música de cor.

- Para verde perto. (acho que vou me matar...) Para que servem óculos vermelhos ? - Para vermelhor.

Colunas ou pessoas !!!

Para que servem óculos verdes?

Como se fala top-less em chinês? - Xem-chu-tian. 21


ACTIVIDADES Sabias que… A figura do Pai Natal tem origem na história de São Nicolau, um santo especialmente querido pelos cristãos ortodoxos. Quando São Nicolau era jovem, viajava muito e por onde passava ficava na memória das pessoas pela sua bondade e o costume de dar presentes às crianças necessitadas. Conta-se que o primeiro presente que o Pai Natal deu, foram várias moedas de ouro entregues a três meninos pobres.

CANÇÃO DE NATAL

ACTIVIDADE

Menino Jesus do céu Escrevi-te um lindo postal Para me mandares brinquedos No dia de Natal.

Pintura com manchas É necessário:  1 folha branca;  Tintas escolares.

Menino Jesus do céu De seda era o meu postal Não te esqueça a minha rua Na noite de Natal.

Como fazer?

Sugestão: 1º Pinta as figuras relativas ao Natal.

1º- Molha o dedo em tinta verde e procura fazer uma mancha, semelhante à da gravura sobre a folha branca (fig.1). 2º - Para obteres o efeito de bolas na tua árvores de Natal, deixa cair pingos, de tinta de várias cores, com o dedo (fig. 2). Podes utilizar esta mesma técnica para fazeres outros motivos de Natal.

22


CLOTHES COLOR THE ACCORDING TO THE NUMBERS AND LETTERS

CURIOSIDADES DO ANO NOVO

O primeiro e o último Um dos primeiros territórios habitados a receber o sol do Ano Novo é a ilha de Pitt na costa oriental da Nova Zelândia. O último lugar do mundo a festejar o início do novo ano é a ilha de Samoa, no Pacífico.

23


Aqui tens um novo desafio. Vamos conjugar os verbos!

Eu sigo Tu ___________ Ele segue Nós ________________ Vós ________________ Eles seguem a estrela até Belém.

Eu celebro, Tu celebras Ele ______________ Nós _____________ Vós celebrais, Eles celebram o Natal em família.

Eu ______________ Tu ______________ Ele ______________ Nós _____________ Vós declamais Eles declamam lindos poemas de Natal Eu recebi Tu recebeste Ele _____________ Nós _____________ Vós _____________ Eles receberam lindos presentes.

Eu cantarei Tu cantarás Ele _________________ Nós ________________ Vós ________________ Eles cantarão os reis.

Eu amo Tu _____________ Ele _____________ Nós amamos Vós _____________ Eles amam a sua família

E para saberes se acertaste em cheio neste desafio, avalia o teu trabalho junto dos teus familiares e/ou professores. FELIZ ANO DE 2010

O Pátio dos Estudantes  

Jornal Escolar Agrupamento de Escolas de Resende

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you