Page 1

JULIA NUNES P O RTF ÓL I O D E ARQU I TE TU R A


p. 2


P r oje t o s Q ua dra 1 6 0 4 Ca m inhos 8 Wave s G al l er y 12 E.C.C.M .

16

L iv ra r ia C . E . 20 Re sid ĂŞ nc i a U n i f a m i l i ar 24


Quadra 160

Inspirado nas quadras da Vila Olímpica de Barcelona e nas Superquadras de Brasília, o projeto foi desenvolvido de modo que o edifício concentrasse as residências no perímetro do lote, permitindo a criação de um pátio interno para a quadra. Em estrutura metálica, a construção está apoiada sob pilares que a elevam do chão, dessa forma é possível explorar a integração do espaço urbano e a permeabilidade do pedestre. Assim, a praça central torna-se de uso público evitando a restrição de uma ampla área apenas para os moradores da quadra. Procurou-se atender da melhor forma as necessidades dos residentes, para que eles pudessem usufruir do ambiente público próximo à sua casa sem perder sua privacidade, uma vez que as casas econtram-se elevadas do chão. Também foi criada para os moradores, uma cobertura mirante, a fim de proporcionar um espaço exclusivo no qual torna-se um local de convívio e observação da paisagem.

Projeto Ano Prof Orientador Softwares Utilizados

p. 4

Quadra Habitacional 5 º Semestre Ricardo Ramos


p. 6


Qualquer caminho leva a toda a parte

Caminhos

Baseado no poema “Qualquer caminho leva

a toda a parte” de Fernando Pessoa, o percurso criado explora a possibilidade de escolha entre dois caminhos. “Qualquer caminho em qualquer ponto seu em dois se parte”, assim foi construído o percurso, convidando o visitante a optar por descer ou subir as escadas que o levarão para pavimentos diferentes.

O intuito em criar dois tipos de visuais distintas

para cada pavimento do percurso consiste em levar o visitante à reflexão de que, na vida, cada escolha que for feita, trará pontos positivos que, no projeto, estão dispostos como uma visual privilegiada para o pavimento superior ou um local para permanência para o pavimento inferior.

Projeto Percurso Ano 5º Semestre Prof Orientador Ricardo Ramos Softwares Utilizados

p. 8

Qualquer caminho leva a toda a parte Qualquer caminho Em qualquer ponto seu em dois se parte E um leva a onde indica a estrada Outro é sozinho [...] - Fernando Pessoa


O percurso desprende-se totalmente

do chão através da estrutura modulada em madeira com “pilares-árvore” quadrados, vigas, encaixes e tirantes de aço que suportam o piso ao longo do percurso, ao mesmo tempo que permitem o travamento da estrutura.

p. 10


Todos os pilares e vigas foram desenhados para que pudessem ser encaixados e, assim como na Residência em Tijucopava do arquiteto Macos Acayaba, os pilares que encontram-se na base da estrutura encaixam-se na viga, o que diminui a dependência de peças em aço para o travamento da estrutura.


Waves Gallery

A galeria foi desenvolvida com a finalidade de abrigar obras de arte. Assim, foi desenvolvido um pavilhão contemporâneo implantado em um parque urbano. Uma das fachadas é composta por caixilhos de vidro que permitem a conexão com o ambiente externo e com isso, as obras são emolduradas pela paisagem do parque. A fachada que fica voltada à noroeste conta com um painel perfurado de chapa metálica que permite a entrada de luz solar moderada. A luz do sol penetra nos buracos da chapa metálica e incide no piso no espaço interno. Com isso é formado um desenho irregular de sombras que, ao longo dos meses mudam conforme a incidência da luz solar, assim é criado um processo contínuo de metamorfose da forma a partir da luz.

Projeto Galeria de Arte Ano 5 Semestre Prof Orientador Softwares Utilizados

p. 12


4 A3

2

3

4

A

5 UP

6

UP

3 A3

B

DN

1

Implantação da Galeria 1 : 200

2

3

4 FAU Mackenzie 5 6

4 A3

A 3

6

DN

Turma:

A12

Aluno(a):

Julia Dias Nunes

Data:

01/04/18

-

B

2

A1

TIA: 4161046-6

escala: 1 : 200

DN

A3

A4

Folha nº Professor: Edson Lucchini

Modelos Físicos e Virtuais Aplicados ao Processo Projetual

-

Planta do Mezanino 1 : 200

-

2

3

4

5

6

FAU Mackenzie Modelos Físicos e Virtuais Aplicados ao Processo Projetual

Turma:

A12

Aluno(a):

Julia Dias Nunes

TIA: 4161046-6 Data:

Mezanino 3.88 Galeria 1.00 Alameda

3

0.00

Corte 1 1 : 125

A

Folha nº

Cobertura 7.76 Professor: Edson Lucchini

B

p. 14 Cobertura 7.76

01/04/18

A2 escala: 1 : 200


E.C.C.M.

Em meio à Rua da Consolação está situado o Espaço Cultural

Mackenzie e Edifício Corporativo. O projeto foi pensado a fim de destacar-se em meio aos demais prédios a partir o seu gabarito, mais alto do que os demais, uso de pele de vidro como fechamento e a adoção de algumas fachadas ventiladas feitas de aço inoxidável perfurada.

A torre mais baixa, com sua estrutura em concreto pré-

fabricado foi alinhada, conectada ao edifício corporativo e elevada por pilotis para criar conexão entre o Campus Mackenzie e a Rua da Consolação. Já a torre mais alta, com sua estrutura dem concreto moldado in loco, destina-se à parte corporativa, sendo seus 19 pavimentos ocupados por salas de escritórios. Mesmo com o desnível presente no entorno, o terreno foi alinhado com uma parte da calçada para que fosse possível acessá-lo sem rampas ou escadas.

Projeto Edifício Corporativo e Centro Cultural Mackenzie Ano 4º Semestre Prof Orientador Catherine Otondo Softwares Utilizados

p. 16


p. 18


Livraria C.E.

Situado no bairro de Campos Elíseos, o modelo volumétrico

proposto para a livraria busca aproximar-se de uma arquitetura contemporânea constituída de dois retângulos, sendo o menor destinado ao café e o maior à livraria propriamente dita.

A posição da livraria é beneficiada pela iluminação natural sem

excesso, oferecendo ao usuário maior conforto, ao mesmo tempo em que reduz a necessidade de utilização da iluminação artificial.

Projeto Galeria de Arte Ano 4º Semestre Prof Orientador Softwares Utilizados

p. 20


p. 22


PLANTA HUMANIZADA DO PAVIMENTO TÉRREO

PLANTA HUMANIZADA DO PRIMEIRO PAVIMENTO


Residência Unifamiliar

Projeto Residência Unifamiliar Ano 3º Semestre Prof Orientador Vera Cristina Osse Softwares Utilizados

p. 24


A volumetria da residência baseia-se no jogo de sobre-

posições de volumes puros, feitos de massa branca, concreto armado e madeira que repousam em um extenso terraço jardim. O primeiro prisma, na parte superior, separa a parte íntima da parte social, além de oferecer uma visão privilegiada para a praça e para o vale. O segundo prisma, em formato de “L” foi designado à parte social da casa.

No térreo, a sala se conecta inteiramente com o jardim,

que abriga uma piscina. Os ambientes internos são sombreados por muxarabis de madeira que possibilitam a ventilação e trazem privacidade ao morador. Os painéis podem ser abertos inteiramente, assim como os caixilhos deslizantes de vidro, criando conexão entre o ambiente interno e o externo.

A varanda que prolonga a sala propicia um espaço cen-

tral de convivência, e conecta a piscina que está inserida em um deck de madeira no centro do lote.


JN

2018

PORTFÓLIO DE ARQUITETURA

Julia Nunes Portfólio de Arquitetura  
Julia Nunes Portfólio de Arquitetura  
Advertisement