Page 1

REVISTA DA

Publicação trimestral da Urano Balanças e Automação Comercial - Ano 2 - nº 5 - Abril/Maio/Junho Janeiro/Fevereiro/Março 2009 2009

padarias e obesidade confeitarias infantil

semfronteiras uranoevocê Uruguai Serra Gaúcha gaúcha sustentabilidade semfronteiras O vestido azul Miami


editorial

José Lúcio Barbosa Rodrigues

Serra gaúcha

Padarias e Confeitarias

3 editorial 10 por aí

11 quem faz a urano 12 artigo

13 inovação 15 sem fronteiras 16 sustentabilidade

6/7

8/9

4/5

espaçodoleitor

expediente

Este é o nosso canal de comunicação para esclarecer suas dúvidas e curiosidades sobre os produtos e serviços da Urano. Participe! Basta enviar um e-mail para revista@urano.com.br

Uma publicação de Urano Balanças e Automação Comercial Rua Irmão Pedro, 709 Vila Rosa - Canoas/RS Fone: (51) 3462.8700 www.urano.com.br

Urano 2

Como uma pessoa pode tornar-se um revendedor, ou representante, dos produtos da Urano?

Qual é a diferença da etiquetadora USE CB II e USE CB III?

Projeto e Execução: Giornale Comunicação Empresarial Rua Furriel Luiz Antônio Vargas, 250 Conjuntos 401 e 402 - POA-RS CEP 90470-130 - Fone: (51) 3378.7100

Zenon Leite Neto

Carlos Silva – Porto Alegre (RS)

Lidiane Lima – Camaçari (BA)

A pessoa interessada deve contatar o home office Urano mais próximo de sua região, através dos contatos disponíveis no link SOBRE A URANO, seção ONDE ESTAMOS, do site da empresa (www.urano.com.br), ou a Matriz, pelo telefone (51) 3462.8761 (vendas@urano.com.br).

O primeiro semestre do ano foi marcado por grandes êxitos para a Urano. A participação no maior evento mundial dedicado à indústria de pesagem, o International Weighing Instrument Exhibition, ocorrido em Shanghai, China, é um exemplo. Ficamos orgulhosos por sermos a única empresa brasileira que teve a oportunidade de apresentar seus produtos entre expositores de todos os continentes, discutindo as novidades e os grandes lançamentos do setor. Esse know-how comprova o pioneirismo e a visão estratégica da empresa. O conhecimento adquirido por meio da troca de conhecimentos, alinhado à crença de que é necessário nos mantermos permanentemente atualizados e consequentemente nossos parceiros, levou nos também a realizar a Convenção de Vendas da Urano. Acreditamos que a capacitação focada no treinamento teórico e prático sobre os equipamentos desenvolvidos ou comercializados por nós é essencial no momento em que estamos inovando com o lançamento da nova linha Gastronomia. Aliás, sobre este assunto, você pode obter mais informações na página 13.

A USE CB II foi projetada para ser utilizada com as balanças da Urano (veja quais os modelos no Catálogo Geral de Produtos, na seção DOWNLOADS do nosso site), e a informação impressa na etiqueta aparece conforme a capacidade de geração de conteúdo da balança à qual ela está conectada. Já a USE CB III foi desenvolvida para ser conectada a um computador (PC). A informação impressa na etiqueta sai de acordo com a programação feita pelo usuário no programa que acompanha o produto, que oferece múltiplas possibilidades de layout e customização.

Coordenação: Renata Lindner Redação: Renata Lindner Direção de Criação: Denise Polidori Projeto Gráfico: Júlia Teles Editoração: Júlia Teles Fotos: Inês Arigoni, Leonid Streliaev, Rita Souza, Sérgio Gonzalez, Jony Luce, Fabrício Matos, Ricardo Oliveira, Fernando Brum, Tânia Meinerz e divulgação Urano

Nesta edição da revista você poderá conhecer também um pouco mais sobre a variedade de produtos, diferencial da Urano que a torna líder no mercado em que atua. Ainda falando sobre mercado, fizemos uma matéria Especial sobre o segmento de padarias e as novidades implantadas nesse setor que está se reinventando. Trouxemos também um artigo escrito pela consultora e especialista em Comunicação e Gestão Estratégica de Pessoas, Dulce Ribeiro, sobre a necessidade da construção de uma identidade empresarial sólida. Na editoria Sem Fronteiras, temos o prazer de contar um pouco sobre a primeira filial internacional da empresa, inaugurada em Miami, Flórida. Desejo uma boa leitura a todos! Zenon Leite Neto Presidente

Diretora e Jornalista Responsável: Fernanda Carvalho Garcia Reg. Prof.: 8231

3 Urano


editorial

José Lúcio Barbosa Rodrigues

Serra gaúcha

Padarias e Confeitarias

3 editorial 10 por aí

11 quem faz a urano 12 artigo

13 inovação 15 sem fronteiras 16 sustentabilidade

6/7

8/9

4/5

espaçodoleitor

expediente

Este é o nosso canal de comunicação para esclarecer suas dúvidas e curiosidades sobre os produtos e serviços da Urano. Participe! Basta enviar um e-mail para revista@urano.com.br

Uma publicação de Urano Balanças e Automação Comercial Rua Irmão Pedro, 709 Vila Rosa - Canoas/RS Fone: (51) 3462.8700 www.urano.com.br

Urano 2

Como uma pessoa pode tornar-se um revendedor, ou representante, dos produtos da Urano?

Qual é a diferença da etiquetadora USE CB II e USE CB III?

Projeto e Execução: Giornale Comunicação Empresarial Rua Furriel Luiz Antônio Vargas, 250 Conjuntos 401 e 402 - POA-RS CEP 90470-130 - Fone: (51) 3378.7100

Zenon Leite Neto

Carlos Silva – Porto Alegre (RS)

Lidiane Lima – Camaçari (BA)

A pessoa interessada deve contatar o home office Urano mais próximo de sua região, através dos contatos disponíveis no link SOBRE A URANO, seção ONDE ESTAMOS, do site da empresa (www.urano.com.br), ou a Matriz, pelo telefone (51) 3462.8761 (vendas@urano.com.br).

O primeiro semestre do ano foi marcado por grandes êxitos para a Urano. A participação no maior evento mundial dedicado à indústria de pesagem, o International Weighing Instrument Exhibition, ocorrido em Shanghai, China, é um exemplo. Ficamos orgulhosos por sermos a única empresa brasileira que teve a oportunidade de apresentar seus produtos entre expositores de todos os continentes, discutindo as novidades e os grandes lançamentos do setor. Esse know-how comprova o pioneirismo e a visão estratégica da empresa. O conhecimento adquirido por meio da troca de conhecimentos, alinhado à crença de que é necessário nos mantermos permanentemente atualizados e consequentemente nossos parceiros, levou nos também a realizar a Convenção de Vendas da Urano. Acreditamos que a capacitação focada no treinamento teórico e prático sobre os equipamentos desenvolvidos ou comercializados por nós é essencial no momento em que estamos inovando com o lançamento da nova linha Gastronomia. Aliás, sobre este assunto, você pode obter mais informações na página 13.

A USE CB II foi projetada para ser utilizada com as balanças da Urano (veja quais os modelos no Catálogo Geral de Produtos, na seção DOWNLOADS do nosso site), e a informação impressa na etiqueta aparece conforme a capacidade de geração de conteúdo da balança à qual ela está conectada. Já a USE CB III foi desenvolvida para ser conectada a um computador (PC). A informação impressa na etiqueta sai de acordo com a programação feita pelo usuário no programa que acompanha o produto, que oferece múltiplas possibilidades de layout e customização.

Coordenação: Renata Lindner Redação: Renata Lindner Direção de Criação: Denise Polidori Projeto Gráfico: Júlia Teles Editoração: Júlia Teles Fotos: Inês Arigoni, Leonid Streliaev, Rita Souza, Sérgio Gonzalez, Jony Luce, Fabrício Matos, Ricardo Oliveira, Fernando Brum, Tânia Meinerz e divulgação Urano

Nesta edição da revista você poderá conhecer também um pouco mais sobre a variedade de produtos, diferencial da Urano que a torna líder no mercado em que atua. Ainda falando sobre mercado, fizemos uma matéria Especial sobre o segmento de padarias e as novidades implantadas nesse setor que está se reinventando. Trouxemos também um artigo escrito pela consultora e especialista em Comunicação e Gestão Estratégica de Pessoas, Dulce Ribeiro, sobre a necessidade da construção de uma identidade empresarial sólida. Na editoria Sem Fronteiras, temos o prazer de contar um pouco sobre a primeira filial internacional da empresa, inaugurada em Miami, Flórida. Desejo uma boa leitura a todos! Zenon Leite Neto Presidente

Diretora e Jornalista Responsável: Fernanda Carvalho Garcia Reg. Prof.: 8231

3 Urano


entrevista

Mix de produtos à disposição dos clientes Há 22 anos no mercado de balanças, o diretor comercial da Urano, José Lúcio Barbosa Rodrigues, conta por que a empresa é líder no segmento.

O que diferencia a Urano da concorrência? A Urano é uma empresa eficiente e muito bem estruturada, já tirei algumas lições daqui. Nossa principal característica é a capacidade de reconhecer as necessidades do mercado antes do tempo, uma visão a longo prazo. Inclusive, somos reconhecidos pelos concorrentes por essa particularidade. Quem vê na frente enxerga melhor. Hoje, a Urano é reconhecida por fornecer um mix muito variado de produtos. Por que é importante oferecer opções para um público diversificado? Uma das maiores dificuldades do mercado é enfrentar períodos de baixa nas vendas. Como diversificamos o portfólio de equipamentos, somos capazes de atravessar esses períodos com melhor eficiência que os demais. Oferecemos cinco linhas, Comercial, Automação Comercial, Industrial, Personal e Gastronomia, ou seja, temos produtos que atendem vários tipos de segmentos, o tempo todo. São soluções para a maioria dos setores de uma empresa,

seja grande ou pequena. Outra vantagem é que um único fornecedor significa apenas um pós-venda. Quais soluções têm maior destaque? A maioria dos nossos produtos se destaca por atender diretamente o pequeno negociante, as micro e pequenas empresas. Este é o setor que mais cresce no Brasil. Por exemplo, a balança TOP possui impressor acoplado para automação, o que faz dela o modelo ideal para minimercados e padarias. Ela também é capaz de imprimir etiquetas com códigos de barra e tabela nutricional com identificação de porção calórica. Além disso, tem saída para ligação em redes, o que permite que várias balanças sejam gerenciadas por um único sistema de software. A POP-Z e a Multi são modelos para o pequeno comerciante devido ao recurso de saídas para impressora e computador. No segmento de sorveterias e refeições por quilo, é possível, quando ligada à impressora (USE CB II), emitir etiquetas nas comandas e registrar os preços no computador para relatórios gerenciais. Já a POP-S é compacta e atende feiras livres e comér-

cio ambulante porque a bateria interna tem autonomia de até 210h e é recarregável. A UR 10.000, por sua vez, é destinada a recepção de mercadorias pesadas recebidas pelo cliente. Por possuir bateria interna, faz balanços nas lojas sem necessitar de tomadas para funcionar. Todos os equipamentos Urano possuem bateria interna, o que é mais uma vantagem em relação à concorrência, porque, em eventual falta de energia, eles não deixam o cliente na mão. Quais as novidades que a Urano está trazendo em 2009? Já somos reconhecidos como fabricantes de balanças e soluções para automação comercial (hardware e software). Estamos incorporando ao nosso portfólio a linha de produtos para o segmento de gastronomia. Portanto, em qualquer loja de varejo, do segmento alimentício ou não, nós estaremos presentes. Desde a automatização das frentes de caixa, a retaguarda, até as docas de recebimento de mercadorias. As máquinas de processamento de alimentos também são um desafio. Mas temos muitas outras novidades, aguardem!

A linha POP (POP-S e POP-Z) possui agora a maior autonomia de bateria do mercado. Esses modelos permitem ao usuário uma jornada de trabalho de 10h/dia, durante 21 dias, o que equivale a 210h sem se preocupar com falta de energia.

UR 10.000 Light USE CB

Confira os produtos Urano

POP-Z

MULTI POP-S

Urano 4

TOP

5 Urano


entrevista

Mix de produtos à disposição dos clientes Há 22 anos no mercado de balanças, o diretor comercial da Urano, José Lúcio Barbosa Rodrigues, conta por que a empresa é líder no segmento.

O que diferencia a Urano da concorrência? A Urano é uma empresa eficiente e muito bem estruturada, já tirei algumas lições daqui. Nossa principal característica é a capacidade de reconhecer as necessidades do mercado antes do tempo, uma visão a longo prazo. Inclusive, somos reconhecidos pelos concorrentes por essa particularidade. Quem vê na frente enxerga melhor. Hoje, a Urano é reconhecida por fornecer um mix muito variado de produtos. Por que é importante oferecer opções para um público diversificado? Uma das maiores dificuldades do mercado é enfrentar períodos de baixa nas vendas. Como diversificamos o portfólio de equipamentos, somos capazes de atravessar esses períodos com melhor eficiência que os demais. Oferecemos cinco linhas, Comercial, Automação Comercial, Industrial, Personal e Gastronomia, ou seja, temos produtos que atendem vários tipos de segmentos, o tempo todo. São soluções para a maioria dos setores de uma empresa,

seja grande ou pequena. Outra vantagem é que um único fornecedor significa apenas um pós-venda. Quais soluções têm maior destaque? A maioria dos nossos produtos se destaca por atender diretamente o pequeno negociante, as micro e pequenas empresas. Este é o setor que mais cresce no Brasil. Por exemplo, a balança TOP possui impressor acoplado para automação, o que faz dela o modelo ideal para minimercados e padarias. Ela também é capaz de imprimir etiquetas com códigos de barra e tabela nutricional com identificação de porção calórica. Além disso, tem saída para ligação em redes, o que permite que várias balanças sejam gerenciadas por um único sistema de software. A POP-Z e a Multi são modelos para o pequeno comerciante devido ao recurso de saídas para impressora e computador. No segmento de sorveterias e refeições por quilo, é possível, quando ligada à impressora (USE CB II), emitir etiquetas nas comandas e registrar os preços no computador para relatórios gerenciais. Já a POP-S é compacta e atende feiras livres e comér-

cio ambulante porque a bateria interna tem autonomia de até 210h e é recarregável. A UR 10.000, por sua vez, é destinada a recepção de mercadorias pesadas recebidas pelo cliente. Por possuir bateria interna, faz balanços nas lojas sem necessitar de tomadas para funcionar. Todos os equipamentos Urano possuem bateria interna, o que é mais uma vantagem em relação à concorrência, porque, em eventual falta de energia, eles não deixam o cliente na mão. Quais as novidades que a Urano está trazendo em 2009? Já somos reconhecidos como fabricantes de balanças e soluções para automação comercial (hardware e software). Estamos incorporando ao nosso portfólio a linha de produtos para o segmento de gastronomia. Portanto, em qualquer loja de varejo, do segmento alimentício ou não, nós estaremos presentes. Desde a automatização das frentes de caixa, a retaguarda, até as docas de recebimento de mercadorias. As máquinas de processamento de alimentos também são um desafio. Mas temos muitas outras novidades, aguardem!

A linha POP (POP-S e POP-Z) possui agora a maior autonomia de bateria do mercado. Esses modelos permitem ao usuário uma jornada de trabalho de 10h/dia, durante 21 dias, o que equivale a 210h sem se preocupar com falta de energia.

UR 10.000 Light USE CB

Confira os produtos Urano

POP-Z

MULTI POP-S

Urano 4

TOP

5 Urano


uranoevocê

Frio e chocolate na Região das Hortênsias A temperatura baixa, a arquitetura e o contato com a natureza são apenas algumas atrações da Serra do Rio Grande do Sul. Um lugar cheio de peculiaridades que, com certeza, agrada a qualquer gosto.

A neve pode tardar ou falhar, mas o frio se faz presente na Serra gaúcha em todas as estações do ano. Mesmo em janeiro, na Região das Hortênsias, a cerca de 110 km de Porto Alegre (capital do RS), a temperatura à noite pode baixar de 10ºC. É nessa região, rodeada por hortênsias (daí o nome) e araucárias centenárias, que se localizam Gramado e Canela. Nessas cidades, a paisagem é composta por casas coloridas ao longo de uma avenida principal, com nítida influência das arquiteturas alemã e italiana. Mas o visual romântico e infraestrutura dos hotéis, pousadas, cafés e restaurantes não é só o que a serra tem a oferecer. Em época de eventos ela fica agitada e torna-se muito procurada pelos turistas. Em Gramado, por

exemplo, o Festival de Cinema, que existe desde 1973, atrai celebridades da indústria de TV e cinema que aterrissam diretamente no Palácio dos Festivais. Já o famoso Natal Luz dura três meses, de novembro a janeiro, e faz do verão uma temporada de grande movimentação na região. Para os amantes da natureza, Canela oferece muitas opções de esportes, a maioria deles praticados em parques como o da Floresta Encantada e o Parque das Sequoias, onde é possível praticar trekking, canyoning e rapel. Outra vista imperdível é a da Cascata do Caracol. Essa variedade de possibilidades atrai curiosos de todo o Brasil, que, em busca de belas atrações naturais, ainda encontram boa comida, muita animação e hospitalidade.

Cássia Sc

hmitt - C

hocolate

s Do Park

Ana Paula Berto

e

luci - Chocola

Enor Francisco

Terres da Luz

tes Planalto

gano

- Chocolates Lu

Prazeres gastronômicos

llgayer stiane A

Cri

Se as paisagens fazem bem para os olhos, o chocolate artesanal produzido na Serra gaúcha é um deleite para os paladares mais exigentes. É possível encontrar em Gramado e Canela diversas lojas especializadas que encantam pela decoração e por uma ampla diversidade dessas gostosuras. Para Cristiane Allgayer, gerente de Produção da fábrica de chocolates Caracol, o perfil dos clientes é bem característico. “Nossos consumidores são exigentes e buscam produtos de qualidade garantida. Esse público é composto principalmente por turistas que vêm visitar a região serrana”, conta ela. Para atender a tamanha demanda, a Caracol conta com a ajuda do modelo Maximus da Urano, que trabalha com preço direto ou código pré-programado. O sócio gerente da Chocolates Lugano, Enor Francisco Terres da Luz, concorda: “O mercado

é fomentado pelo turismo, pois Gramado é considerada a capital do chocolate no Brasil”. A Lugano possui cerca de dez balanças do modelo US 15/5, que, por ser compacta e versátil, ajuda a incrementar a qualidade do serviço focado no público A, B e C. A Chocolates Planalto, que também oferece serviços como a gelateria e cafeteria, optou pelo modelo UDC 30000/10 e usa cinco equipamentos para atender às suas necessidades. “Só temos elogios com relação às balanças Urano. Nunca tivemos nenhum tipo de problema”, afirma a diretora Administrativa, Ana Paula Bertoluci. Já o perfil dos frequentadores dos Chocolates Do Parke é bem diversificado. “Nossos clientes compõem diversos segmentos, como padarias, restaurantes (onde atendemos com chocolate em pó, recheio para pastel, barras e raspas de chocolate), bom-

racol

lates Ca

- Choco

boniéres, lojas especializadas, e supermercados, oferecendo uma ampla linha de produtos para varejo”, conta Cássia Schmitt, Assessora de Comunicação e Marketing. Para atender à variada demanda, a Do Parke optou pelo modelo UDC 6000-1S, que é preciso e possui recursos tecnológicos que fazem a diferença no dia a dia. O gerente Industrial da Chocolates Do Parke, Paulino Foss, conta que “a empresa trabalha com as balanças de precisão que pesam gramas. Elas são de grande utilidade e vantagem, pois auxiliam na revisão e conferência de peso. O equipamento Urano é durável, eficiente e prático”, finaliza.

você sabia? Foi no século XVI que os europeus tiveram a ideia de acrescentar açúcar ao então amargo chocolate originado nas tribos indígenas da América Central. O chocolate com mais de 70% de cacau é considerado um alimento importante na prevenção de doenças como câncer, por conter uma substância chamada proantocianidina. Há quem defenda que o chocolate também combate o estresse e a melancolia.

Urano Urano 6 6


uranoevocê

Frio e chocolate na Região das Hortênsias A temperatura baixa, a arquitetura e o contato com a natureza são apenas algumas atrações da Serra do Rio Grande do Sul. Um lugar cheio de peculiaridades que, com certeza, agrada a qualquer gosto.

A neve pode tardar ou falhar, mas o frio se faz presente na Serra gaúcha em todas as estações do ano. Mesmo em janeiro, na Região das Hortênsias, a cerca de 110 km de Porto Alegre (capital do RS), a temperatura à noite pode baixar de 10ºC. É nessa região, rodeada por hortênsias (daí o nome) e araucárias centenárias, que se localizam Gramado e Canela. Nessas cidades, a paisagem é composta por casas coloridas ao longo de uma avenida principal, com nítida influência das arquiteturas alemã e italiana. Mas o visual romântico e infraestrutura dos hotéis, pousadas, cafés e restaurantes não é só o que a serra tem a oferecer. Em época de eventos ela fica agitada e torna-se muito procurada pelos turistas. Em Gramado, por

exemplo, o Festival de Cinema, que existe desde 1973, atrai celebridades da indústria de TV e cinema que aterrissam diretamente no Palácio dos Festivais. Já o famoso Natal Luz dura três meses, de novembro a janeiro, e faz do verão uma temporada de grande movimentação na região. Para os amantes da natureza, Canela oferece muitas opções de esportes, a maioria deles praticados em parques como o da Floresta Encantada e o Parque das Sequoias, onde é possível praticar trekking, canyoning e rapel. Outra vista imperdível é a da Cascata do Caracol. Essa variedade de possibilidades atrai curiosos de todo o Brasil, que, em busca de belas atrações naturais, ainda encontram boa comida, muita animação e hospitalidade.

Cássia Sc

hmitt - C

hocolate

s Do Park

Ana Paula Berto

e

luci - Chocola

Enor Francisco

Terres da Luz

tes Planalto

gano

- Chocolates Lu

Prazeres gastronômicos

llgayer stiane A

Cri

Se as paisagens fazem bem para os olhos, o chocolate artesanal produzido na Serra gaúcha é um deleite para os paladares mais exigentes. É possível encontrar em Gramado e Canela diversas lojas especializadas que encantam pela decoração e por uma ampla diversidade dessas gostosuras. Para Cristiane Allgayer, gerente de Produção da fábrica de chocolates Caracol, o perfil dos clientes é bem característico. “Nossos consumidores são exigentes e buscam produtos de qualidade garantida. Esse público é composto principalmente por turistas que vêm visitar a região serrana”, conta ela. Para atender a tamanha demanda, a Caracol conta com a ajuda do modelo Maximus da Urano, que trabalha com preço direto ou código pré-programado. O sócio gerente da Chocolates Lugano, Enor Francisco Terres da Luz, concorda: “O mercado

é fomentado pelo turismo, pois Gramado é considerada a capital do chocolate no Brasil”. A Lugano possui cerca de dez balanças do modelo US 15/5, que, por ser compacta e versátil, ajuda a incrementar a qualidade do serviço focado no público A, B e C. A Chocolates Planalto, que também oferece serviços como a gelateria e cafeteria, optou pelo modelo UDC 30000/10 e usa cinco equipamentos para atender às suas necessidades. “Só temos elogios com relação às balanças Urano. Nunca tivemos nenhum tipo de problema”, afirma a diretora Administrativa, Ana Paula Bertoluci. Já o perfil dos frequentadores dos Chocolates Do Parke é bem diversificado. “Nossos clientes compõem diversos segmentos, como padarias, restaurantes (onde atendemos com chocolate em pó, recheio para pastel, barras e raspas de chocolate), bom-

racol

lates Ca

- Choco

boniéres, lojas especializadas, e supermercados, oferecendo uma ampla linha de produtos para varejo”, conta Cássia Schmitt, Assessora de Comunicação e Marketing. Para atender à variada demanda, a Do Parke optou pelo modelo UDC 6000-1S, que é preciso e possui recursos tecnológicos que fazem a diferença no dia a dia. O gerente Industrial da Chocolates Do Parke, Paulino Foss, conta que “a empresa trabalha com as balanças de precisão que pesam gramas. Elas são de grande utilidade e vantagem, pois auxiliam na revisão e conferência de peso. O equipamento Urano é durável, eficiente e prático”, finaliza.

você sabia? Foi no século XVI que os europeus tiveram a ideia de acrescentar açúcar ao então amargo chocolate originado nas tribos indígenas da América Central. O chocolate com mais de 70% de cacau é considerado um alimento importante na prevenção de doenças como câncer, por conter uma substância chamada proantocianidina. Há quem defenda que o chocolate também combate o estresse e a melancolia.

Urano Urano 6 6


especial

Com um faturamento anual de R$ 43,98 bilhões, o segmento de padarias vem passando por uma forte reestruturação nos últimos anos. Esse processo vem ocorrendo em função do aumento da concorrência, atribuído a fatores como a mudança de perfil do consumidor, o incremento do número de estabelecimentos e a concentração de padarias muito próximas. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (ABIP), existem atualmente no Brasil cerca de 63.200 mil padarias. Mas a principal preocupação dos empresários do setor é com os supermercados, que utilizam produtos típicos das padarias, para atrair a clientela e obter um diferencial sobre os concorrentes. Porém, as panificadoras vêm se adaptando a esse novo cenário. Para tanto, estão aumentando a produtividade, reduzindo os custos e diversificando as ofertas.

Vai um pãozinho aí?! Com a expansão do mercado e o aumento da concorrência, a área de panificação vem procurando soluções inovadoras para manter sua clientela.

Urano 8

Diga adeus à concorrência! Para sobreviver a esse processo de “seleção natural”, as padarias estão investindo na especialização da mão de obra, em treinamentos para os funcionários e informatização dos pontos. Segundo Luiz Fernando Sant’Anna da Silva, proprietário da Padaria Sant’Anna, em Canoas (RS), “nosso objetivo é aumentar o grau de profissionalização para elevarmos o nível do ramo de panificação em relação às tradicionais formas de apresentação dos estabelecimentos em geral. Buscamos sempre participar de cursos, seminários e eventos que propiciem melhor conhecimento na gestão do negócio, além da rápida reação às mudanças do mercado e do acompanhamento das tendências para o futuro”. A Sant’Anna, que inaugurou em 1991 como minimercado, observou que seria necessário diversificar seus produtos para se diferenciar. Passou, então, a produzir uma grande linha de pães especiais, doces e salgadinhos. “Fomos a primeira padaria a comercializar o mini-pão francês aqui em Canoas. Queríamos oferecer à clientela pro-

dutos de qualidade em um ambiente moderno e acolhedor”, conta. Para dar suporte ao crescimento, Sant’Anna optou pelos equipamentos Urano: “Temos cinco balanças da linha Maximus, com códigos de barra, e duas impressoras fiscais. Esse modelo de balança tem o melhor custo/benefício e é fácil de manusear. Calculamos uma economia em torno de R$ 2.500 depois das últimas aquisições, feitas em agosto e dezembro de 2008”. A diversificação de produtos e serviços, como a fabricação de variados tipos de pães e a valorização da área de confeitaria com o aumento da oferta de doces e outros serviços, agrega valor e propicia maior rentabilidade, permitindo às panificadoras se posicionarem em outros segmentos de mercado, ainda não explorados. A Padaria e Confeitaria Bier, de Novo Hamburgo (RS), é um exemplo de que essa estratégia dá certo. “Iniciamos nossos negócios em 1987, com quatro empregados em uma sala de 60 m2. Na época vendíamos pães, doces e tortas. Em 2006, mudamos de endereço e, desde então, fomos agregando novidades. Hoje temos a cafeteria e a casa de chá, e passamos a servir almoço, com risotos, saladas, sopas e filés. Também prestamos serviços para empresas, elaborando o cardápio de coquetéis e feiras”, conta Nilva Maria Todeschini Bier, sócia gerente do local. A sede atual da Bier tem 500 m2 e está localizada em um bairro nobre, que atende as classes A e B. Como a maioria dos produtos é vendida a kilo, a Bier também optou pelo modelo Maximus para facilitar suas operações. “Possuímos três balanças da Urano, pois a qualidade desse equipamento é ótima. Quando necessitamos de assistência somos muito bem atendidos. Essas características são essenciais, pois temos planos de expandir ainda mais, sempre inovando e criando”, reforça. Marco Antônio Pinno Leite, proprietário da recém-inaugurada padaria Delírio dos Pães, no Rio de Janeiro (RJ), concorda com a comerciante gaúcha quando o assunto é o equipamento Urano: “Possuímos duas balanças da linha TOP que estão atendendo muito bem às necessidades”.

Marco Antonio Pinno Leite na recém inaugurada Delírio dos Pães

Luiz Fernando Sant’Anna em sua padaria

Consumo de pão A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que 50 kg de pão devam ingeridos por pessoa em um ano. O país que mais atende a essa expectativa é o Marrocos, sendo que cada marroquino come, em média, 100 kg de pão por ano. O país que mais se aproxima do ideal é o Uruguai, consumindo em média 55 kg/pessoa/ano. No Brasil, o consumo é de 33,5 kg/pessoa/ano. Variedade na Padaria e Confeitaria Bier

9 Urano


especial

Com um faturamento anual de R$ 43,98 bilhões, o segmento de padarias vem passando por uma forte reestruturação nos últimos anos. Esse processo vem ocorrendo em função do aumento da concorrência, atribuído a fatores como a mudança de perfil do consumidor, o incremento do número de estabelecimentos e a concentração de padarias muito próximas. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (ABIP), existem atualmente no Brasil cerca de 63.200 mil padarias. Mas a principal preocupação dos empresários do setor é com os supermercados, que utilizam produtos típicos das padarias, para atrair a clientela e obter um diferencial sobre os concorrentes. Porém, as panificadoras vêm se adaptando a esse novo cenário. Para tanto, estão aumentando a produtividade, reduzindo os custos e diversificando as ofertas.

Vai um pãozinho aí?! Com a expansão do mercado e o aumento da concorrência, a área de panificação vem procurando soluções inovadoras para manter sua clientela.

Urano 8

Diga adeus à concorrência! Para sobreviver a esse processo de “seleção natural”, as padarias estão investindo na especialização da mão de obra, em treinamentos para os funcionários e informatização dos pontos. Segundo Luiz Fernando Sant’Anna da Silva, proprietário da Padaria Sant’Anna, em Canoas (RS), “nosso objetivo é aumentar o grau de profissionalização para elevarmos o nível do ramo de panificação em relação às tradicionais formas de apresentação dos estabelecimentos em geral. Buscamos sempre participar de cursos, seminários e eventos que propiciem melhor conhecimento na gestão do negócio, além da rápida reação às mudanças do mercado e do acompanhamento das tendências para o futuro”. A Sant’Anna, que inaugurou em 1991 como minimercado, observou que seria necessário diversificar seus produtos para se diferenciar. Passou, então, a produzir uma grande linha de pães especiais, doces e salgadinhos. “Fomos a primeira padaria a comercializar o mini-pão francês aqui em Canoas. Queríamos oferecer à clientela pro-

dutos de qualidade em um ambiente moderno e acolhedor”, conta. Para dar suporte ao crescimento, Sant’Anna optou pelos equipamentos Urano: “Temos cinco balanças da linha Maximus, com códigos de barra, e duas impressoras fiscais. Esse modelo de balança tem o melhor custo/benefício e é fácil de manusear. Calculamos uma economia em torno de R$ 2.500 depois das últimas aquisições, feitas em agosto e dezembro de 2008”. A diversificação de produtos e serviços, como a fabricação de variados tipos de pães e a valorização da área de confeitaria com o aumento da oferta de doces e outros serviços, agrega valor e propicia maior rentabilidade, permitindo às panificadoras se posicionarem em outros segmentos de mercado, ainda não explorados. A Padaria e Confeitaria Bier, de Novo Hamburgo (RS), é um exemplo de que essa estratégia dá certo. “Iniciamos nossos negócios em 1987, com quatro empregados em uma sala de 60 m2. Na época vendíamos pães, doces e tortas. Em 2006, mudamos de endereço e, desde então, fomos agregando novidades. Hoje temos a cafeteria e a casa de chá, e passamos a servir almoço, com risotos, saladas, sopas e filés. Também prestamos serviços para empresas, elaborando o cardápio de coquetéis e feiras”, conta Nilva Maria Todeschini Bier, sócia gerente do local. A sede atual da Bier tem 500 m2 e está localizada em um bairro nobre, que atende as classes A e B. Como a maioria dos produtos é vendida a kilo, a Bier também optou pelo modelo Maximus para facilitar suas operações. “Possuímos três balanças da Urano, pois a qualidade desse equipamento é ótima. Quando necessitamos de assistência somos muito bem atendidos. Essas características são essenciais, pois temos planos de expandir ainda mais, sempre inovando e criando”, reforça. Marco Antônio Pinno Leite, proprietário da recém-inaugurada padaria Delírio dos Pães, no Rio de Janeiro (RJ), concorda com a comerciante gaúcha quando o assunto é o equipamento Urano: “Possuímos duas balanças da linha TOP que estão atendendo muito bem às necessidades”.

Marco Antonio Pinno Leite na recém inaugurada Delírio dos Pães

Luiz Fernando Sant’Anna em sua padaria

Consumo de pão A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que 50 kg de pão devam ingeridos por pessoa em um ano. O país que mais atende a essa expectativa é o Marrocos, sendo que cada marroquino come, em média, 100 kg de pão por ano. O país que mais se aproxima do ideal é o Uruguai, consumindo em média 55 kg/pessoa/ano. No Brasil, o consumo é de 33,5 kg/pessoa/ano. Variedade na Padaria e Confeitaria Bier

9 Urano


poraí

Consciência social e empresarial aximus

O QUE Co m a Urano fica mais fá ONDE Pad cil o traba aria Sabor lho e Pão, Port o Alegre (R na padaria COM P OP-Z S)

M Balança M funcionários CO e s te en cli ra pa e O QUE Facilidad rto Alegre (RS) cado Ladiana, Po ONDE Mini Mer

O QUE Pesando gostosura s como bolos e tortas COM 02 Balanças Maximus ONDE Supermercado Modelo, Ijuí (RS)

clientes os seus ra a p il g (GO) oeá nto rápid rcado JI, Goiânia e im d n e Ate O QUE E Superm OS OND -P Z M O C

Natural de Estância Velha (RS), Simone começou a vida profissional lecionando à noite e atuando no meio empresarial durante o dia. “Trabalhava em minha cidade natal e em Novo Hamburgo (RS). Continuei nesse vai-e-vem pela BR - 116 mesmo depois de casada, quando já morava em Canoas. Mas essa rotina era bem cansativa. Paralelamente, comecei a vivenciar a realidade da Urano dentro de casa. Iniciou-se então um processo de aproximação profissional com a empresa que foi muito natural. Com o tempo, acabei mergulhando de cabeça em minhas atividades no setor de balanças.” Ao longo da carreira, Simone também desenvolveu uma atuação comunitária em diversas entidades. Hoje, é vice-presidente da Câmara de Indústria, Comércio e Serviço (CICS) e diretora da Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul (Federasul). O convite para integrar a Secretaria de Canoas foi uma grande sur-

quemfazaurano

A administradora Simone Diefenthaeler Leite divide seu tempo entre a empresa constituída pelo marido, Zenon Leite Neto, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico de Canoas (RS), as atividades em diferentes entidades de classe e, é claro, a família.

presa. “Eu não esperava. Mas, depois de eleito, o prefeito me convidou e disse que seria importante, uma vez que eu estava à frente de uma empresa bem conceituada no município, fazia parte de entidades de classe e tinha um envolvimento grande em todos os meios da sociedade canoense”, conta. Após considerar a proposta, a empresária resolveu aceitar o desafio e desde 1º de janeiro vem agregando mais essa experiência ao seu extenso currículo: “Estou trabalhando em prol da comunidade. Resolvi sair de uma zona de conforto onde só criticava para atuar no sentido de realizar as mudanças necessárias. Não é fácil, mas está sendo muito legal e gratificante. Já podemos comemorar algumas conquistas nesses seis meses”. A rotina profissional tem demandado bastante tempo, mas Simone procura se dividir de for-

ma a não negligenciar sua família, principalmente o filho de 4 anos, Zenon Diefenthaeler Leite. “Meu filho entrou para a escolinha este ano, então, tem sido uma fase de muitas mudanças para ele. Por isso, procuro equilibrar as tarefas. Meu marido tem ajudado muito e, aos poucos, estou conseguindo administrar tudo.” Quando o assunto são suas perspectivas para o futuro, ela é categórica. “Acredito que todos os seres humanos têm que contribuir de alguma forma para o mundo. A minha participação está sendo neste momento, mas pretendo voltar a dar aulas de História e dedicar mais tempo para a minha família.”

Esta é a seção onde vo cê fica em evidência. Envie fotos de seus produtos Urano em aç ão para revista@urano.com.b re faça parte desta gale ria.

Urano 10

Balança US 15/5 hora de comprar pão COM O QUE Pesagem precisa na Porto Alegre (RS) ONDE Padaria Pão do Bairro,

11 Urano


poraí

Consciência social e empresarial aximus

O QUE Co m a Urano fica mais fá ONDE Pad cil o traba aria Sabor lho e Pão, Port o Alegre (R na padaria COM P OP-Z S)

M Balança M funcionários CO e s te en cli ra pa e O QUE Facilidad rto Alegre (RS) cado Ladiana, Po ONDE Mini Mer

O QUE Pesando gostosura s como bolos e tortas COM 02 Balanças Maximus ONDE Supermercado Modelo, Ijuí (RS)

clientes os seus ra a p il g (GO) oeá nto rápid rcado JI, Goiânia e im d n e Ate O QUE E Superm OS OND -P Z M O C

Natural de Estância Velha (RS), Simone começou a vida profissional lecionando à noite e atuando no meio empresarial durante o dia. “Trabalhava em minha cidade natal e em Novo Hamburgo (RS). Continuei nesse vai-e-vem pela BR - 116 mesmo depois de casada, quando já morava em Canoas. Mas essa rotina era bem cansativa. Paralelamente, comecei a vivenciar a realidade da Urano dentro de casa. Iniciou-se então um processo de aproximação profissional com a empresa que foi muito natural. Com o tempo, acabei mergulhando de cabeça em minhas atividades no setor de balanças.” Ao longo da carreira, Simone também desenvolveu uma atuação comunitária em diversas entidades. Hoje, é vice-presidente da Câmara de Indústria, Comércio e Serviço (CICS) e diretora da Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul (Federasul). O convite para integrar a Secretaria de Canoas foi uma grande sur-

quemfazaurano

A administradora Simone Diefenthaeler Leite divide seu tempo entre a empresa constituída pelo marido, Zenon Leite Neto, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico de Canoas (RS), as atividades em diferentes entidades de classe e, é claro, a família.

presa. “Eu não esperava. Mas, depois de eleito, o prefeito me convidou e disse que seria importante, uma vez que eu estava à frente de uma empresa bem conceituada no município, fazia parte de entidades de classe e tinha um envolvimento grande em todos os meios da sociedade canoense”, conta. Após considerar a proposta, a empresária resolveu aceitar o desafio e desde 1º de janeiro vem agregando mais essa experiência ao seu extenso currículo: “Estou trabalhando em prol da comunidade. Resolvi sair de uma zona de conforto onde só criticava para atuar no sentido de realizar as mudanças necessárias. Não é fácil, mas está sendo muito legal e gratificante. Já podemos comemorar algumas conquistas nesses seis meses”. A rotina profissional tem demandado bastante tempo, mas Simone procura se dividir de for-

ma a não negligenciar sua família, principalmente o filho de 4 anos, Zenon Diefenthaeler Leite. “Meu filho entrou para a escolinha este ano, então, tem sido uma fase de muitas mudanças para ele. Por isso, procuro equilibrar as tarefas. Meu marido tem ajudado muito e, aos poucos, estou conseguindo administrar tudo.” Quando o assunto são suas perspectivas para o futuro, ela é categórica. “Acredito que todos os seres humanos têm que contribuir de alguma forma para o mundo. A minha participação está sendo neste momento, mas pretendo voltar a dar aulas de História e dedicar mais tempo para a minha família.”

Esta é a seção onde vo cê fica em evidência. Envie fotos de seus produtos Urano em aç ão para revista@urano.com.b re faça parte desta gale ria.

Urano 10

Balança US 15/5 hora de comprar pão COM O QUE Pesagem precisa na Porto Alegre (RS) ONDE Padaria Pão do Bairro,

11 Urano


artigo

inovação

Crise, de identidade?

*Dulce Ribeiro

M

Dulce Ribeiro é consultora de empresas, Mestre em Ciências Sociais pela PUCRS, especialista em Comunicação e em Gestão Estratégica de Pessoas pela UFRGS, jornalista e professora da ESPM-RS. Autora da metodologia “Jeito de Atender” e dos livros: “Ainda Temos Jeito! – Uma nova atitude para o atendimento”, “Você é a diferença na era das relações” e “Amor com Amor se paga – A nova moeda no mundo do trabalho”.

Urano 12

esmo considerando que no vocabulário chinês a palavra crise é traduzida por “oportunidade”, para nós, ocidentais, a crise pode representar ansiedade, medo e acomodação. É inerente à cultura ocidental a dificuldade de lidar com o incerto e o desconhecido. Basear o cotidiano na insegurança é como tirar o nosso chão, nos deixar no ar, à deriva. Mesmo que saibamos da nossa impermanência na Terra, acreditamos que vamos viver para sempre. E buscamos todos os dias a tal da segurança. O que nos deixa seguros? Ter dinheiro, ter emprego, uma carreira de sucesso, ser reconhecido. A insegurança não nos reconhece e nos deixa sem saber quem somos, para onde vamos e o que vai acontecer. Pior do que crises financeiras, perda de status, necessidade de economizar, rever gastos e investimentos é a sensação de vazio pela falta de identidade, o que ocorre pelo medo de perder e de se desapegar. Pela dificuldade de viver a insegurança. “Encolha-se” é a palavra de ordem em muitas empresas neste momento, principalmente naquelas onde o medo de um futuro incerto é maior do que a coragem de mudar. Uma identidade empresarial forte é construída a partir de altos e baixos e representa as diferentes maneiras de as empresas enfrentarem os seus problemas. Como enfrentamos uma derrota? Buscamos um culpado? Assumimos o erro? Como manifestamos a nossa satisfação? Em silêncio? Vibrando? Como reconhecemos um trabalho bem feito? Como consideramos o cliente? Como tratamos os funcionários? São ferramentas descartáveis? Máquinas que se desliga a qualquer hora? São seres vivos que se transformam? Como enfrentamos as crises? Como demitimos? Como cobramos? Como negociamos? Como nos posicionamos frente à concorrência? Ao

mercado? Ao planeta? Ao governo? Nossas lideranças são bons exemplos para suas equipes? A formação de identidade empresarial é uma trama onde são tecidas as atitudes práticas que dão resposta a estas e tantas outras perguntas. Além disso, para constituir uma forte identidade é preciso militância, disciplina, coragem, lidar com as frustrações e aceitar com dignidade as derrotas. A identidade passa a ser fator de competitividade daqui para frente. É constituída a partir de aspectos estruturais, tangíveis, como prédio, equipamentos, ferramentas. De aspectos emocionais como atenção com o cliente, resposta rápida, cuidado com a qualidade dos serviços e produtos, capacidade dos funcionários de serem gentis e prestativos e das trocas sociais que ocorrem no cotidiano. Além disso, fazem parte da identidade aspectos culturais e valores herdados dos fundadores, bem como o estilo de gestão dos principais líderes. A identidade está diretamente ligada ao “como” da empresa. A forma como consegue se relacionar e o modo como observa as suas qualidades e dificuldades. Empresas entram em crise de identidade? Sim. Elas envelhecem e deixam de acompanhar o mercado; elas não sabem como tratar o cliente; elas se frustram, transformam, acertam e traçam um caminho que gera resultado e desenvolvimento. Empresas são vivas e deixam um legado. Identidade empresarial é o tecido composto pelo “como” que dá a “cara” da empresa e que, daqui para a frente, será valorizada apenas quando cuidar da sustentabilidade do planeta e dos indivíduos que nela trabalham. Os fios que unem todos esses aspectos são identificados através das atitudes, da coerência entre discurso e prática. Assim se forma uma Identidade forte. Isso, sim, transmite segurança.

Linha Gastronomia: alta perfoRmance e qualidade

HB 320 Características: * O número 1 entre os modelos de cortadores de frios, pois é automático e o maior do mercado; * Oferece corte uniforme e simultâneo de pequenas peças de frios, como salaminho ou blanquet, graças ao ajuste perfeito das exclusivas hastes laterais fixadoras e o fixador de alimentos; * Base em inox e corpo em alumínio anodizado, que proporciona

A Urano, que já é referência no segmento de sistemas de pesagem para o comércio e a indústria, está expandindo sua atuação no mercado com o lançamento da linha Gastronomia. Voltada para estabelecimentos como padarias, hotéis, restaurantes e clubes, possui equipamentos robustos e de fácil manuseio, para uso contínuo e maior velocidade de operação. São sete modelos no total, três cortadores de frios, um processador de alimentos e três moedores de carne. Confira os destaques da linha Gastronomia:

HM 22 A Características: * Bandeja em aço inox; * Multiopções: 3 peneiras, 1 peneira sobressalente e 2 navalhas; * 3 opções de diâmetro de moagem para você escolher de acordo com a sua necessidade : 10mm - 6mm - 5mm; * Na bandeja, o formato do orifício onde se coloca a carne a ser moída impede que

uma grande durabilidade e permite a fácil limpeza do equipamento;

o operador alcance o “sem fim”, evitando acidentes durante a operação;

* Eficiência - Lâmina de corte ultrarresistente de 320mm com afia-

* Possui socador para introduzir a carne, oferecendo maior segurança ao

dor embutido e vela de proteção contra acidentes * Velocidade de 52 fatias por minuto; * Potência dos motores de 1/2 HP para a lâmina e de 1/2 HP para movimentar o carro;

operador; * Capacidade de produção de 300 kilos / hora; * Motor superpotente de 1100 W; * Outros modelos: HM 22 e HM 12.

* Voltagem: 220 ou 110 V; * Regulagem do corte graduado 15 mm; * Linha composta também pelos modelos semiautomáticos HBS 300 e HBS 220.

Características comuns a todos os modelos: * Possuem a boca de saída em aço inox (exclusividade Urano), possibilitando maior durabilidade e fácil higienização; * Possuem corpo único e sólido, com acabamento em alumínio escovado.

HLC 300 Características: * Possui dois bocais: um para processar alimentos pequenos e outro para alimentos maiores. * Base em alumínio que facilita a limpeza; * Variedade de corte: 5 picotadores, sendo 3 em aço inox e 2 em aço carbono; 1 picador de 2 lâminas e 1 picador de 3 lâminas; * Grande capacidade de produção de 5 quilos por minuto; * Diâmetro da lâmina de 205mm; * Voltagem: 110 ou 220 V; * 550 W de potência; * Motor silencioso de 3 / 4 HP.

13 Urano


artigo

inovação

Crise, de identidade?

*Dulce Ribeiro

M

Dulce Ribeiro é consultora de empresas, Mestre em Ciências Sociais pela PUCRS, especialista em Comunicação e em Gestão Estratégica de Pessoas pela UFRGS, jornalista e professora da ESPM-RS. Autora da metodologia “Jeito de Atender” e dos livros: “Ainda Temos Jeito! – Uma nova atitude para o atendimento”, “Você é a diferença na era das relações” e “Amor com Amor se paga – A nova moeda no mundo do trabalho”.

Urano 12

esmo considerando que no vocabulário chinês a palavra crise é traduzida por “oportunidade”, para nós, ocidentais, a crise pode representar ansiedade, medo e acomodação. É inerente à cultura ocidental a dificuldade de lidar com o incerto e o desconhecido. Basear o cotidiano na insegurança é como tirar o nosso chão, nos deixar no ar, à deriva. Mesmo que saibamos da nossa impermanência na Terra, acreditamos que vamos viver para sempre. E buscamos todos os dias a tal da segurança. O que nos deixa seguros? Ter dinheiro, ter emprego, uma carreira de sucesso, ser reconhecido. A insegurança não nos reconhece e nos deixa sem saber quem somos, para onde vamos e o que vai acontecer. Pior do que crises financeiras, perda de status, necessidade de economizar, rever gastos e investimentos é a sensação de vazio pela falta de identidade, o que ocorre pelo medo de perder e de se desapegar. Pela dificuldade de viver a insegurança. “Encolha-se” é a palavra de ordem em muitas empresas neste momento, principalmente naquelas onde o medo de um futuro incerto é maior do que a coragem de mudar. Uma identidade empresarial forte é construída a partir de altos e baixos e representa as diferentes maneiras de as empresas enfrentarem os seus problemas. Como enfrentamos uma derrota? Buscamos um culpado? Assumimos o erro? Como manifestamos a nossa satisfação? Em silêncio? Vibrando? Como reconhecemos um trabalho bem feito? Como consideramos o cliente? Como tratamos os funcionários? São ferramentas descartáveis? Máquinas que se desliga a qualquer hora? São seres vivos que se transformam? Como enfrentamos as crises? Como demitimos? Como cobramos? Como negociamos? Como nos posicionamos frente à concorrência? Ao

mercado? Ao planeta? Ao governo? Nossas lideranças são bons exemplos para suas equipes? A formação de identidade empresarial é uma trama onde são tecidas as atitudes práticas que dão resposta a estas e tantas outras perguntas. Além disso, para constituir uma forte identidade é preciso militância, disciplina, coragem, lidar com as frustrações e aceitar com dignidade as derrotas. A identidade passa a ser fator de competitividade daqui para frente. É constituída a partir de aspectos estruturais, tangíveis, como prédio, equipamentos, ferramentas. De aspectos emocionais como atenção com o cliente, resposta rápida, cuidado com a qualidade dos serviços e produtos, capacidade dos funcionários de serem gentis e prestativos e das trocas sociais que ocorrem no cotidiano. Além disso, fazem parte da identidade aspectos culturais e valores herdados dos fundadores, bem como o estilo de gestão dos principais líderes. A identidade está diretamente ligada ao “como” da empresa. A forma como consegue se relacionar e o modo como observa as suas qualidades e dificuldades. Empresas entram em crise de identidade? Sim. Elas envelhecem e deixam de acompanhar o mercado; elas não sabem como tratar o cliente; elas se frustram, transformam, acertam e traçam um caminho que gera resultado e desenvolvimento. Empresas são vivas e deixam um legado. Identidade empresarial é o tecido composto pelo “como” que dá a “cara” da empresa e que, daqui para a frente, será valorizada apenas quando cuidar da sustentabilidade do planeta e dos indivíduos que nela trabalham. Os fios que unem todos esses aspectos são identificados através das atitudes, da coerência entre discurso e prática. Assim se forma uma Identidade forte. Isso, sim, transmite segurança.

Linha Gastronomia: alta perfoRmance e qualidade

HB 320 Características: * O número 1 entre os modelos de cortadores de frios, pois é automático e o maior do mercado; * Oferece corte uniforme e simultâneo de pequenas peças de frios, como salaminho ou blanquet, graças ao ajuste perfeito das exclusivas hastes laterais fixadoras e o fixador de alimentos; * Base em inox e corpo em alumínio anodizado, que proporciona

A Urano, que já é referência no segmento de sistemas de pesagem para o comércio e a indústria, está expandindo sua atuação no mercado com o lançamento da linha Gastronomia. Voltada para estabelecimentos como padarias, hotéis, restaurantes e clubes, possui equipamentos robustos e de fácil manuseio, para uso contínuo e maior velocidade de operação. São sete modelos no total, três cortadores de frios, um processador de alimentos e três moedores de carne. Confira os destaques da linha Gastronomia:

HM 22 A Características: * Bandeja em aço inox; * Multiopções: 3 peneiras, 1 peneira sobressalente e 2 navalhas; * 3 opções de diâmetro de moagem para você escolher de acordo com a sua necessidade : 10mm - 6mm - 5mm; * Na bandeja, o formato do orifício onde se coloca a carne a ser moída impede que

uma grande durabilidade e permite a fácil limpeza do equipamento;

o operador alcance o “sem fim”, evitando acidentes durante a operação;

* Eficiência - Lâmina de corte ultrarresistente de 320mm com afia-

* Possui socador para introduzir a carne, oferecendo maior segurança ao

dor embutido e vela de proteção contra acidentes * Velocidade de 52 fatias por minuto; * Potência dos motores de 1/2 HP para a lâmina e de 1/2 HP para movimentar o carro;

operador; * Capacidade de produção de 300 kilos / hora; * Motor superpotente de 1100 W; * Outros modelos: HM 22 e HM 12.

* Voltagem: 220 ou 110 V; * Regulagem do corte graduado 15 mm; * Linha composta também pelos modelos semiautomáticos HBS 300 e HBS 220.

Características comuns a todos os modelos: * Possuem a boca de saída em aço inox (exclusividade Urano), possibilitando maior durabilidade e fácil higienização; * Possuem corpo único e sólido, com acabamento em alumínio escovado.

HLC 300 Características: * Possui dois bocais: um para processar alimentos pequenos e outro para alimentos maiores. * Base em alumínio que facilita a limpeza; * Variedade de corte: 5 picotadores, sendo 3 em aço inox e 2 em aço carbono; 1 picador de 2 lâminas e 1 picador de 3 lâminas; * Grande capacidade de produção de 5 quilos por minuto; * Diâmetro da lâmina de 205mm; * Voltagem: 110 ou 220 V; * 550 W de potência; * Motor silencioso de 3 / 4 HP.

13 Urano


notas

Parabéns! No dia 22 de maio, Zenon Leite Neto recebeu o Mérito Empresarial 2009, distinção concedida pela Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs). O prêmio reconhece a marcante atuação de empreendedores gaúchos na comunidade e no meio empresarial. O presidente da Urano vem se destacando há algum tempo por sua dedicação e trabalho com entidades de classe, como a Afrac, Afabes, Simecan e a Federasul, contribuindo assim para o desenvolvimento da comunidade e das indústrias. “Esse prêmio é o reconhecimento pelo nosso trabalho em prol da comunidade gaúcha. Fiquei emocionado com o reconhecimento e entusiasmado a continuar dedicando meu tempo e trabalho ao desenvolvimento econômico e social da região”, declarou Zenon. non Pires Pôrto, Ze Carlos Roberto r Gomes Pinto lte Os premiados Va e a ell an viglio Gi ntro) Leite Neto, Do Paulo Tigre (ce nte da Fiergs, com o preside

Agilidade para o cliente Já está em pleno funcionamento o novo serviço desenvolvido pela Assistência Técnica da Urano. Voltado para clientes que não podem deixar seus equipamentos para conserto, o Box Rápido oferece manutenção básica e rotineira, de forma que o produto esteja totalmente em ordem, em um prazo de até 2 horas. Durante este período, quem trouxe o equipamento poderá aguardar em uma confortável sala de espera ou utilizar o serviço Leva & Traz. “O Box Rápido conta com uma equipe especializada, rápida e cordial, que avaliará o modelo e esclarecerá em detalhes o que precisa ser reparado. O cliente sai com a garantia de um serviço completo, atendendo aos padrões de qualidade Urano”, explica o supervisor técnico, César Zabiela.

Veja os benefícios: * Atendimento com hora marcada, de acordo com a preferência do cliente; * Relatório dos reparos necessários e orçamento completo antes do início do serviço;

Convenção de Vendas

* Trabalho finalizado no prazo acordado, caso contrário, a

O Canoas Parque Hotel, em Canoas (RS), foi o local escolhido pela Urano para sediar a Convenção de Vendas. O evento, que aconteceu em abril, contou com a participação de 50 pessoas, entre agentes de vendas e representantes da empresa. O engenheiro Zenon Leite Neto iniciou as atividades com uma breve apresentação do Planejamento Estratégico 2009, e, em seguida, o diretor comercial, José Lúcio Rodrigues Barbosa, falou sobre as metas do departamento e o atual momento do mercado de balanças e automação comercial. A programação foi focada no treinamento teórico e prático sobre os equipamentos e teve como objetivo informar os participantes a respeito dos diferenciais e benefícios dos produtos Urano em relação à concorrência, gerando um atendimento eficiente, ágil e diferenciado para os seus clientes.

e muito mais.

Urano 14

Urano disponibiliza outro equipamento para o cliente; * Sala de espera confortável; * Utilização de peças originais, com as melhores ofertas e preço fechado; * Serviços como troca de teclado, limpeza, ajustes, aferição

Box Rápido: Rua Irmão Pedro,759. Bairro Vila Rosa, Canoas (RS). Telefone para agendar o Leva & Traz: 51-3462.8760

semfronteiras

welcome to Miami Escolhida para sediar a primeira filial internacional voltada para a distribuição de produtos da Urano, Miami é peculiar e diferente das demais cidades americanas.

Porta de entrada para os Estados Unidos, Miami é considerada a principal cidade do estado da Flórida. Sede do condado de Miami-Dade, sua zona metropolitana possui aproximadamente 2,5 milhões de habitantes. Fala-se comumente o inglês e o espanhol, devido à grande quantidade de hispano-americanos que migraram para lá. A principal fonte de renda é o turismo, graças ao dinamismo cultural, comercial e também ao clima quente e às praias. Anualmente, cerca de 20 milhões de pessoas visitam a cidade, transformando-a no terceiro lugar mais visitado dos EUA. Juntas, Miami e Miami Beach oferecem a maior concentração hoteleira de luxo do mundo e numerosas opções de lazer. Além disso, a cidade é muito frequentada pelos snow birds, termo usado para descrever os habitantes da região Norte que passam o inverno nos estados do Sul para fugirem da neve e do frio. A atividade industrial é expressiva, principalmente nos setores de confecções, plásticos, material eletrônico e construção civil. Miami conta também com um moderno porto, que funciona como centro pesqueiro tanto quanto como escala de rotas comerciais internacionais. Lucas Pohlmann, gerente de Comércio Exterior da Urano, explica que diversos fatores influenciaram na hora de escolher Miami como destino para empresa. “A base na cidade facilita a logística do processo de massificação das vendas de nossos produtos com preços mais atrativos. A facilidade de exportar e importar representa o nosso primeiro passo para a ampliação da comercialização na América Central e Latina, e, posteriormente, nos EUA”, explica ele. A ideia é vender principalmente as balanças POP-S e POP-Z e, claro, os demais produtos disponibilizados pela empresa, como a TOP e a impressora USE CB II. Pohlmann garante que o “mercado é disputado, mas vamos entrar de cabeça e conquistar a nossa fatia. Este é o perfil URANO de trabalho”.

Sede da Urano

Technology em

Miami


notas

Parabéns! No dia 22 de maio, Zenon Leite Neto recebeu o Mérito Empresarial 2009, distinção concedida pela Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs). O prêmio reconhece a marcante atuação de empreendedores gaúchos na comunidade e no meio empresarial. O presidente da Urano vem se destacando há algum tempo por sua dedicação e trabalho com entidades de classe, como a Afrac, Afabes, Simecan e a Federasul, contribuindo assim para o desenvolvimento da comunidade e das indústrias. “Esse prêmio é o reconhecimento pelo nosso trabalho em prol da comunidade gaúcha. Fiquei emocionado com o reconhecimento e entusiasmado a continuar dedicando meu tempo e trabalho ao desenvolvimento econômico e social da região”, declarou Zenon. non Pires Pôrto, Ze Carlos Roberto r Gomes Pinto lte Os premiados Va e a ell an viglio Gi ntro) Leite Neto, Do Paulo Tigre (ce nte da Fiergs, com o preside

Agilidade para o cliente Já está em pleno funcionamento o novo serviço desenvolvido pela Assistência Técnica da Urano. Voltado para clientes que não podem deixar seus equipamentos para conserto, o Box Rápido oferece manutenção básica e rotineira, de forma que o produto esteja totalmente em ordem, em um prazo de até 2 horas. Durante este período, quem trouxe o equipamento poderá aguardar em uma confortável sala de espera ou utilizar o serviço Leva & Traz. “O Box Rápido conta com uma equipe especializada, rápida e cordial, que avaliará o modelo e esclarecerá em detalhes o que precisa ser reparado. O cliente sai com a garantia de um serviço completo, atendendo aos padrões de qualidade Urano”, explica o supervisor técnico, César Zabiela.

Veja os benefícios: * Atendimento com hora marcada, de acordo com a preferência do cliente; * Relatório dos reparos necessários e orçamento completo antes do início do serviço;

Convenção de Vendas

* Trabalho finalizado no prazo acordado, caso contrário, a

O Canoas Parque Hotel, em Canoas (RS), foi o local escolhido pela Urano para sediar a Convenção de Vendas. O evento, que aconteceu em abril, contou com a participação de 50 pessoas, entre agentes de vendas e representantes da empresa. O engenheiro Zenon Leite Neto iniciou as atividades com uma breve apresentação do Planejamento Estratégico 2009, e, em seguida, o diretor comercial, José Lúcio Rodrigues Barbosa, falou sobre as metas do departamento e o atual momento do mercado de balanças e automação comercial. A programação foi focada no treinamento teórico e prático sobre os equipamentos e teve como objetivo informar os participantes a respeito dos diferenciais e benefícios dos produtos Urano em relação à concorrência, gerando um atendimento eficiente, ágil e diferenciado para os seus clientes.

e muito mais.

Urano 14

Urano disponibiliza outro equipamento para o cliente; * Sala de espera confortável; * Utilização de peças originais, com as melhores ofertas e preço fechado; * Serviços como troca de teclado, limpeza, ajustes, aferição

Box Rápido: Rua Irmão Pedro,759. Bairro Vila Rosa, Canoas (RS). Telefone para agendar o Leva & Traz: 51-3462.8760

semfronteiras

welcome to Miami Escolhida para sediar a primeira filial internacional voltada para a distribuição de produtos da Urano, Miami é peculiar e diferente das demais cidades americanas.

Porta de entrada para os Estados Unidos, Miami é considerada a principal cidade do estado da Flórida. Sede do condado de Miami-Dade, sua zona metropolitana possui aproximadamente 2,5 milhões de habitantes. Fala-se comumente o inglês e o espanhol, devido à grande quantidade de hispano-americanos que migraram para lá. A principal fonte de renda é o turismo, graças ao dinamismo cultural, comercial e também ao clima quente e às praias. Anualmente, cerca de 20 milhões de pessoas visitam a cidade, transformando-a no terceiro lugar mais visitado dos EUA. Juntas, Miami e Miami Beach oferecem a maior concentração hoteleira de luxo do mundo e numerosas opções de lazer. Além disso, a cidade é muito frequentada pelos snow birds, termo usado para descrever os habitantes da região Norte que passam o inverno nos estados do Sul para fugirem da neve e do frio. A atividade industrial é expressiva, principalmente nos setores de confecções, plásticos, material eletrônico e construção civil. Miami conta também com um moderno porto, que funciona como centro pesqueiro tanto quanto como escala de rotas comerciais internacionais. Lucas Pohlmann, gerente de Comércio Exterior da Urano, explica que diversos fatores influenciaram na hora de escolher Miami como destino para empresa. “A base na cidade facilita a logística do processo de massificação das vendas de nossos produtos com preços mais atrativos. A facilidade de exportar e importar representa o nosso primeiro passo para a ampliação da comercialização na América Central e Latina, e, posteriormente, nos EUA”, explica ele. A ideia é vender principalmente as balanças POP-S e POP-Z e, claro, os demais produtos disponibilizados pela empresa, como a TOP e a impressora USE CB II. Pohlmann garante que o “mercado é disputado, mas vamos entrar de cabeça e conquistar a nossa fatia. Este é o perfil URANO de trabalho”.

Sede da Urano

Technology em

Miami


sustentabilidade

Energia que vem do vento A energia eólica é uma abundante fonte de energia cinética contida nas massas de ar em movimento. Além de ser renovável e de estar disponível em praticamente todos os lugares, é produzida através de aerogeradores (cataventos) por um processo bem simples onde o vento, a uma determinada velocidade, coloca em movimento rotacional um gerador de eletricidade. A utilização desse método intensificou-se por volta de 1970, como alternativa para diminuir a dependência do setor petrolífero que enfrentava uma grande crise de abastecimento. Atualmente, a energia eólica é reconhecida mundialmente como alternativa diante do aquecimento global, uma vez que não emite dióxido de carbono, um dos gases formadores do efeito estufa. Estima-se que hoje existam 85 mil turbinas eólicas em operação no mundo, fazendo com que essa seja a fonte de energia que mais cresce, 28,6% ao ano. Seu maior produtor é a Alemanha (16%), seguida da Dinamarca, Estados Unidos, Índia e Espanha. O Brasil está dando seus

primeiros passos em direção à exploração desse tipo de energia, possuindo cerca de 300 MW instalados, segundo o Ministério de Minas e Energia. O maior parque eólico da América Latina está localizado no Rio Grande do Sul, no município de Osório. O empreendimento da empresa Ventos do Sul tem potência instalada de 150 MW e é formado por 75 aerogeradores instalados sobre torres de concreto de 100m de altura. A Urano, que está sempre buscando soluções sustentáveis, já está inserida nessa solução ecologicamente correta. “Estamos localizados em um grande corredor de vento e vislumbramos nessa vantagem geográfica a oportunidade de preservar o meio ambiente, economizar e gerar energia limpa. Por essa razão, instalamos um gerador eólico, que é o responsável pela iluminação da empresa. O monitoramento do nosso catavento é feito pelo cálculo do tempo que ele ilumina sem usar a energia pública”, conta Zenon Leite Neto. Essas e outras iniciativas conferem à Urano o pioneirismo em projetos ousados.

Além do aerogerador, a Urano vem adotando várias práticas sustentáveis, como o uso do papel reciclado nos materiais de expediente, o reaproveitamento de folhas para rascunho e a separação do lixo seco.

Urano 16

Revista da Urano n° 5  

Revista Trimestral da Urano Tecnologia S/A www.urano.com.br | www.uranoscales.com