Issuu on Google+

Ano I . Nº 1

Sindicato das Indústrias Químicas no Estado de Goiás

Profissionalização do setor Sindquímica-GO firma parcerias e investe na melhoria da área

Carrinho de Ouro

Zuppani e Unilever levam prêmio em 2009

Responsabilidade Social

Como a Cruzeiro conseguiu ser uma das indústrias com maior grau de escolaridade de Goiás

Mercado

Fique por dentro das novidades


2

REVISTA SINDQUÍMICA


{editorial} {editorial

Inovar para fortalecer

É

com muita satisfação que apresento a todos a Revista do Sindicato das Indústrias Químicas no Estado de Goiás, veículo de divulgação de notícias de interesse de todos os associados, incluindo as ações do nosso sindicato. Por meio deste instrumento, visamos criar não somente um canal de comunicação, mas também um meio de aproximação dos empresários do ramo da indústria química. Com a expectativa de um novo ano que se aproxima, nos enchemos de inspiração na busca por inovação. Inovar para acompanhar as mudanças do mundo e para não ficar para trás. Que esta revista seja apenas a primeira de muitas novidades para 2010! Aproveito para, em nome de todo SindQuímica, desejar a todos um Feliz Natal e um 2010 cheio de conquistas.

Expediente Publicação Revista do Sindicato das Indústrias Químicas no Estado de Goiás. Av. Anhanguera, 5.440, Centro Goiânia-GO - CEP 74043-010. Fone: (62) 3212-3794. sindquimicarevista@gmail.com. Diretoria Presidente: Eduardo Cunha Zuppani 1º Vice-Presidente Jaime Canedo 2º Vice-Presidente Agripino Gomes de Sousa Diretor Tesoureiro Jair de Alcântara Diretor Secretário Glênio Magnus Monteiro Borges

Suplentes de Diretoria: Flávio Marcelo de Oliveira Marcelo Nogueira Ferreira Álvaro Euclides Conselho Fiscal Álvaro Castro Morais Luísa Gomes de Paula Rogério Peixoto Barbosa Suplentes do Conselho Fiscal Shirley Rocha Gonzaga Henner Santos Menezes

Edição TDA Comunicação/ Pronto Editora Gráfica Ltda. Telefone e e-mail (62) 3434 9183 tdacomunicacao@gmail.com Direção Geral Patrícia Gomes Redação Karla Rady - JP01147 - GO Fotos Patrícia Gomes e arquivos SindQuímica

Delegados Representantes junto à Fieg Eduardo Cunha Zuppani Jaime Canedo

Revisão Fátima Tolêdo

Suplentes do Conselho da Fieg Agripino Gomes de Sousa Jair José de Alcântara

Diretora Comercial: Débora Serrano ‒ (62) 3434 9183 (62) 8193 3568

Projeto Gráfico e Diagramação: Juliano Fagundes

REVISTA SINDQUÍMICA

3


{premiação}

Zuppani e Unilever levam Carrinho de Ouro 2009

R

ealizado no dia 26 de novembro, o Carrinho de Ouro, uma das mais tradicionais premiações do segmento supermercadista, premiou duas importantes empresas da indústria química. Zuppani e Unilever foram as grandes vencedoras das categorias Indústria de Limpeza e Indústria de Higiene e Beleza, respectivamente, levando para casa o Prêmio Carrinho de Ouro. Concedido anualmente pela AGOS, o Carrinho de Ouro foi criado para homenagear supermercadistas e fornecedores que se destacam pelo trabalho, pelo esforço e pela visão empreendedora. Dentre os quesitos analisados, estão a capacidade de enfrentar desafios, inovar, incentivar e motivar funcionários, quebrar barreiras e unir forças.

Zuppani Fundada em 1983 com foco na fabricação de velas, a Zuppani entrou para o segmento de produtos de limpeza somente em 1986. Começou produzindo ceras pastosas, líquidas e desinfetantes. Posteriormente, incluiu no rol de produtos água sanitária, limpadores, detergentes e amaciantes de roupas. De 2004 para cá, tem investido em linhas institucionais, como a PET Care. Atualmente, ocupa uma área de 52 mil m2 no distrito industrial de Aparecida de Goiânia. É a quinta vez que leva o prêmio da AGOS.

Unilever Com 80 anos de atuação no Brasil, a Unilever é uma das maiores empresas de bens de consumo do mundo, com operações em mais de 100 países. Fabrica desde produtos de higiene pessoal e limpeza até alimentos e sorvetes. No Brasil, seus produtos atingem, mensalmente, 86% dos domicílios, ou seja, cerca de 37 milhões de famílias. É líder em dez das 17 categorias em que atua. 4

REVISTA SINDQUÍMICA


{mercado}

Centro de ensino com chancela da Unip, FacLions e Ipog, o Uniclass oferece cursos fundamentais para quem quer dar um upgrade ou melhorar os negócios. Perícia Forense, Informática Pericial, Ciências do Trabalho, Psicologia Jurídica e de Investigação são algumas das opções oferecidas pela instituição. Além disso, o Uniclass possui dois cursos de MBA: Executivo em Negócios Sustentáveis e Executivo em Negócios Imobiliários. Para saber mais, acesse o site www.ceugo. com.br ou faça uma visita à Uniclass, à Rua Oreste Ribeiro, 749, Setor Bueno. Telefones: (62) 3092 1008/ 3945 9936/ 9166 0103

O Grupo Somafertil dedica-se ao ramo de máquinas agrícolas, tratores e colheitadeiras Massey Ferguson, veículos Land Rover e Fertilizantes Somafertil, além da agropecuária e construção civil. A Somafertil surgiu no cenário econômico de Goiás no dia 5 de novembro de 1968, através de seu fundador, Renot Ferreira. A matriz está localizada em Goiânia, capital do Estado. A indústria de fertilizantes encontra-se instalada em Aparecida de Goiânia e atende a vários municípios de Goiás.

Empresa de representação de químicos, fragrâncias, conservantes e silicones, a Simon tem entre seus representados a Luandy, a Oxiteno, a Arch, a Gap, a Finquímica e a Bluestar. Atua nos segmentos de biocidas, domissanitários, cosméticos, couros, tintas, tratamento de afluentes e de efluentes. Além do atendimento, a empresa tem como grande diferencial a assistência técnica especializada, com profissionais capacitados e laboratórios devidamente equipados. Para saber mais, acesse www.simoncomercial.com.br, ou ligue (62) 3594 5777.

Fundada em 1985, a Lumen Química iniciou suas atividades comercializando catalisadores especiais para indústrias de tintas. A ideia inicial se expandiu, fazendo com que a Lumen ampliasse seu leque de produtos. Hoje, a empresa fabrica resinas acrílicas para a indústria serigráfica, de papel, de estamparia têxtil, de acabamento de couros, de impermeabilização, de autoadesivos e, também, para produtos de uso doméstico, como ceras e opacificantes de detergentes e desinfetantes. Para saber mais, acesse www.lumenquimica.com.br. REVISTA SINDQUÍMICA

5


{responsabilidade social}

A educação por um Goiás melhor “O saber a gente aprende com os mestres e com os livros. A sabedoria se aprende é com a vida e com os humildes” Cora Coralina

P

roprietário da Indústria Cruzeiro e inventor da acetona Cruzeiro, Agripino Gomes de Sousa sabe bem o valor da educação. Formado em Direito, Administração de Empresas e Economia, ele usou muito bem o conhecimento para fazer da Cruzeiro uma das maiores indústrias da área de cosméticos e limpeza de Goiás. O estudo pode tirar o mundo da miséria , fala, com a certeza de quem faz a sua parte para um mundo melhor. Há 25 anos, sorteia anualmente bolsas universitárias por meio de concursos culturais. Este ano, o Show de Prêmios, como foi batizada a campanha, terá seu sorteio realizado no dia 15 de dezembro. O trabalho voltado à comunidade, entretanto, começa dentro de casa. Só dou emprego para quem está estudando e apresentar certificado de presença , revela um de seus segredos para incentivar o estudo entre seus funcionários. Além disso, ofe-

6

REVISTA SINDQUÍMICA

rece bolsa de 50% para aqueles que querem se aperfeiçoar. É a indústria com maior grau de escolaridade entre funcionários , conta orgulhoso. Aqui, ou a pessoa tem grau superior ou tem diploma de curso profissionalizante , completa.

Paixão pela educação Sua história como incentivador do saber começou bem antes da Cruzeiro existir. Desde que veio para Goiás (Agripino é natural do Maranhão), com apenas 11 anos, tem ajudado sua família no curso educacional. Primeiro foram os sobrinhos, depois os sobrinhos-netos... Hoje são mais de 100 pessoas formadas na família Gomes de Sousa. Esta paixão pela educação e reconhecimento pelo seu valor, seu Agripino herdou do pai, o fazendeiro Antônio Gregório. Morador da zona rural, seu Antônio sempre manteve um pro-

fessor na fazenda para dar aulas às crianças. Quando o professor foi embora, não teve dúvida: vendeu tudo e nos mudamos para a cidade , recorda Agripino. Quando o industrial fala que a educação pode mudar o mundo, ele sabe o que diz. A educação mudou sua própria vida. Para manter os estudos, quando veio para Goiânia, ele desistiu de um emprego em uma farmácia para trabalhar como faxineiro em uma universidade. Quando eu saía do emprego, nem sempre dava tempo de chegar à escola antes dos portões fecharem , conta. E foi assim que ele pisou pela primeira vez na faculdade para mudar, para sempre, a sua história. Se todo mundo fizesse o que tenho feito, Goiás não sofreria com falta de mão-de-obra especializada, que é um grande problema hoje , finalizou, convocando a todos a seguirem o mesmo caminho.


REVISTA SINDQUÍMICA

7


{radar}

Investimentos para o setor Levantamento realizado pela Associação Brasileira de Indústria Química (Abiquim) mostra que os investimentos planejados pela indústria química brasileira somam mais de U$S 26 bilhões até 2014, somente no segmento de produtos químicos para uso industrial. Esses investimentos poderão gerar 5,8 mil empregos diretos. Atualmente, o setor químico brasileiro ocupa a nona posição no ranking mundial.

Dia do Ozônio Dia 18 de novembro comemorase o Dia Mundial do Ozônio. A data foi instituída em 1998, pelo Ministério do Meio Ambiente e por órgãos oficiais, dentre eles o Ibama, a fim de lembrar a importância dos esforços contínuos da sociedade, principalmente da indústria, a fim de diminuir as ações que destroem a camada de ozônio.

Cartaz da Unep para o Dia Mundial do Ozônio

14º Encontro Anual da Indústria Química A Associação Brasileira de Indústria Química (Abiquim) promoveu no início de dezembro, em São Paulo, a 14ª edição de seu encontro anual. No evento, foram apresentadas as perspectivas da economia brasileira para 2010 e os planos de investimento da Petrobras para o segmento petroquímico. O presidente do BNDES, Luciano Coutinho, e o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli de Azevedo, foram algumas das personalidades presentes no evento. 8

REVISTA SINDQUÍMICA


{radar}

Plano da Petrobras para 2010-2014 deve superar U$S 174 bilhões O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli de Azevedo, afirmou recentemente que a revisão do plano de investimento para os próximos cinco anos indicará gastos maiores do que os projetados para o período 20092013. No ciclo 2010-2014, a estatal prevê elevar os investimentos a mais de U$S 174 bilhões previstos na atual carteira de empreendimentos. Segundo Gabrielli, não há ainda um valor fechado que indicará essa aceleração, mas garantiu que será maior que nos anos anteriores. A estatal já iniciou a revisão de mais de 4 mil projetos de investimentos. Segundo ele, o anúncio do novo plano ocorrerá dentro do primeiro trimestre de 2010. O novo plano deve integrar investimentos mais robustos que o anterior na região do pré-sal, que começa um plano piloto em Tupi no ano que vem, e um aporte mais expressivo na expansão do parque de refino da companhia. Em meados de novembro, a Petrobras informou que teve um lucro líquido de R$ 7,303 bilhões no terceiro trimestre deste ano, queda de 26% frente ao que havia sido verificado de julho a setembro de 2008. Os investimentos da Petrobras atingiram R$ 50,68 bilhões no acumulado deste ano, 49% acima do mesmo período do ano passado. José Sérgio Gabrielli de Azevedo, presidente da Petrobras

Indústria química pode ter gás mais barato A Diretoria de Gás e Energia da Petrobras quer criar um preço diferenciado do gás natural para a indústria química. O setor utiliza o insumo como matéria-prima, não como fonte energética. A informação é da diretora Maria das Graças Foster. Entre as indústrias que podem ser beneficiadas, estão as produtoras de fertilizantes e a cadeia do plástico. O consumo de gás natural como matéria-prima industrial é mínimo, cerca de 2,5 milhões de metros cúbicos por dia. A indústria tem planos para consumir mais 4,1 milhões de metros cúbicos diários. A diretora da Petrobras concorda com as críticas da indústria de que o preço do gás natural no País está elevado e que é um dos mais altos do mundo. REVISTA SINDQUÍMICA

9


{radar}

Aconteceu em 2009 2009 foi movimentado para o SindquímicaGO, que realizou, em parceria com a Federação da Indústria e Comércio de Goiás (Fieg), dezenas de cursos e palestras.

Peticionamento Eletrônico para Saneantes (26/11)

Paulo Roberto Rangearo Peres

Coordenadora da Anvisa, Valéria Rodrigues de Oliveira, e vice-presidente, Jaime Canedo

Valéria Rodrigues de Oliveira, Paulo Roberto Rangearo Peres e Eduardo Cunha Zuppani, presidente do Sindquímica-GO

Momento de coffee-break e confraternização

10

REVISTA SINDQUÍMICA

Acontece em 2010 SDA Annual Meeting & Industry Convention De 26 a 30 de janeiro, Orlando, na Flórida (EUA), torna-se sede da convenção anual da Soap & Detergent Association (SDA), promotora deste importante evento voltado para a indústria química, especialmente a de produtos de limpeza. A convenção promete ser, ainda, uma importante oportunidade para a geração de negócios. Para saber mais: www.cleaning101.org

Personal and Care 2010 Annual Meeting Programado para os dias 23, 24 e 25 de fevereiro, o 2010 Annual Meeting acontece na elegante cidade de Boca Raton, na Flórida, Estados Unidos. O intuito do evento é trazer as últimas inovações e experimentos do ramo da cosmética para industriais com foco em competitividade no mercado global. Para saber mais: www.personalcarecouncil.org

IFSCC As inscrições para o 26º IFSCC ‒ Congress of the International Federation of Societies of Cosmetic Chemists ‒ estarão abertas a partir de março de 2010. O congresso acontece em Buenos Aires, Argentina, entre os dias 20 e 23 de setembro. Organizado pela Asociación Argentina de Químicos Cosméticos, traz como tema Innovation & Responsability: Cosmetic Forever (Inovação e Responsabilidade: Cosmética para Sempre) e é direcionado aos profissionais de ciência e tecnologia cosmética. Para saber mais: www. ifscc2010.com


REVISTA SINDQUÍMICA

11


12

REVISTA SINDQUÍMICA


REVISTA SINDQUÍMICA