Page 86

correu para abraçar o homem idoso e cheio de autoridade sacerdotal que havia entrado. Ele a embalou nos braços como se fosse uma filha. — Otoniel! – ela falou. – Não esperava sua visita. — Há muito tempo eu anseio vir aqui, filha de Héber, o Velho. Ouço falar de seus progressos e me alegro por cada notícia recebida. Ele caminhou até Héber e pôs a mão forte sobre o ombro do rapaz. — E quanto a você, meu garoto? Não parece nem um pouco com aquele rapaz pálido e quase morto que apareceu nas Cavernas do Sal. Tenho diante de mim um guerreiro tribal! Héber sorriu. — Graças aos seus cuidados, Otoniel. — Hulda veio com você? – perguntou Jael. Otoniel tornou o semblante sério. — Não. O lugar dela é ao lado de Deborah, nessa hora. — Nessa hora? Então, é por isso que está aqui? Chegou o momento? Otoniel ergueu a mão para frustração de Jael. — Sim, Jael, chegou o momento. Você está pronta? Ela olhou para Héber e o rapaz sorriu confiante e encorajador. — Nós estamos prontos, Otoniel – ela respondeu. — Todos nós, quenitas. Hulda havia chegado ao acampamento da montanha e soube, com desagrado, da ida de Deborah com Barak há cerca de dois dias. Noa tentou explicar a situação, mas a profetiza parecia não ouvir. Ela andava de um lado para o outro diante da palmeira, inconformada. Quando Deborah chegou, ao final daquele dia, encontrou uma Hulda enfurecida e irritada com o que ela achava ter sido um comportamento inconseqüente. Sentada sob a palmeira, ela ouvira as reclamações da profetisa sem se pronunciar, até aquele momento. — Sabe o que está dizendo, Hulda? Podíamos ter perdido uma força importante. Além disso, eu não chamo o fato de evitar uma nova divisão das tribos como um “comportamento inconseqüente”. Aqueles homens estavam dispostos a deixar tudo para trás e desistir da guerra. A minha presença era necessária ali. — Para quem, Deborah? Para eles ou para Barak? Deborah se levantou e caminhou até Hulda com o olhar fixo. — Eu tenho feito tudo que a Profecia exigiu de mim sem reclamar e com um espírito de obediência que eu não pensava possuir. Ás vezes, esse caminho é difícil... Muito difícil. Mas eu já cheguei até aqui e não vou voltar atrás. Por favor, não use a sua ira para me ferir com coisas que estão além da minha vontade. Isso é cruel e não combina com você. Subitamente, tomada por um arrependimento genuíno, Hulda abraçou a

Saga Os Tronos da Luz : A Profecia de Hedhen - Cristina Aguiar  

A Profecia de Hedhen – Os Tronos eram forças que reinavam nos dias antigos com o título de “Luminares”, e através deles, a luz era derramada...

Advertisement