Page 311

— Será o primeiro a saber – garantiu Miriam. Ele saiu deixando as mulheres a sós. Zéfora o acompanhou com os olhos. — Por que ele está tão desconfiado? Ela não merece passar por isso, depois de tudo o que vivenciou. Miriam suspirou e observou o rosto sereno de Jael enquanto dormia. Algumas marcas ficariam em suas costas, como cicatrizes, mas as outras sumiriam de vez. Ela lembrou-se de como eram quando ela chegou. Profundas, inflamadas, minando sangue. A cura estava sendo ministrada e o corpo dela respondia com a força de uma Luminar. Mas as marcas da tortura em sua mente e coração, ela não poderia tirar. Apenas o tempo. Nathan encontrou Deborah na sacada da torre. Ela observava o movimento das companhias que se formavam lá embaixo. Ele parou ao lado dela e olhou para a floresta que se estendia para além dos campos. Ela sorriu para ele enquanto se mantinha com os braços em volta do corpo para se proteger do vento. — Obrigada por ter vindo – ela disse. – Achei que não teria tempo. As reuniões dos sacerdotes eram constantes naqueles dias. Havia muito que ser discutido, pois haveria uma coalizão das várias classes de sacerdotes e profetas para criar uma cobertura de proteção em volta dos exércitos, contra as forças espirituais de Salema e Babilos. — Não ter tempo para atender um chamado da Herdeira? – ele riu. – Teria sido mais rápido se não fossem essas escadas intermináveis. Deborah o olhou com carinho e, depois, voltou a olhar para o horizonte. — Por que estou aqui, Deborah? — Porque você é o único que pode me ajudar em uma coisa que eu quero fazer. O único que pode compreender a minha necessidade. Ele a olhou, desconfiado e cauteloso. — Faz muito tempo que eu deixei de ser a fonte de todas as explicações. Você e Jael conseguiram passar na minha frente. Eu tento apenas acompanhálas. Ela respirou fundo, e apontou para o sul. — Estamos nos aproximando do Solstício. A data que marca o Grande Sacrifício realizado em Salema. Esse ano passou rápido. Não pensei que estivesse tão perto. — Muito perto – ele concordou. — O tempo não foi bom conosco. — Os exércitos estão prontos – ela olhava para o pátio. – Os aliados já vieram se unir a nós. Temos exércitos até mesmo do Litoral! Eles só aguardam a hora para partir. — Aonde quer chegar?

Saga Os Tronos da Luz : A Profecia de Hedhen - Cristina Aguiar  

A Profecia de Hedhen – Os Tronos eram forças que reinavam nos dias antigos com o título de “Luminares”, e através deles, a luz era derramada...

Advertisement