Page 248

— Eu lhe faço companhia – disse Sangar. Os outros dormiram logo. Sangar aproximou-se de Noa e passou gentilmente o braço em torno dos ombros dela. Para sua surpresa, ela não se esquivou. — Eu sei que foi para me defender, mas não consigo esquecer o olhar de Dathan – ela falou. – Ele me olhou como se não acreditasse no que estava acontecendo. — Não deve se sentir culpada, Noa. Ele apressou o próprio destino. Ela suspirou e deixou a cabeça pender até o ombro dele. — Descanse – a voz dele era gentil. – Eu ficarei alerta. — Obrigada por estar aqui. Sangar não via necessidade de dormir. Ele não queria perder nenhum momento com Noa. Até mesmo a traição de seus homens não parecia importar tanto. Aquela foi a melhor noite que ele passou em muito tempo. CAPÍTULO 24 O Lago dos Ventos A manhã surgiu encoberta por um denso nevoeiro. Isso, entretanto, não foi empecilho para que uma nova jornada começasse. Não houve despedidas. Hulda e Deborah encontraram-se, com Jael nos portões do palácio e, logo, seguiram o seu caminho. Perto do meio-dia, a névoa ainda era densa. Elas alcançaram o rio em um trecho no qual as águas eram rasas. Deborah desmontou e pegou as rédeas dos cavalos. Os animais estavam inquietos devido ao forte barulho das águas e a falta de visibilidade. — Há um trecho do rio pelo qual passamos que é desprovido de pedras – ela apontou a direção. – O solo é arenoso e evitará que os cavalos escorreguem. As outras a olharam com curiosidade. — Como sabe disso? – Hulda perguntou. — Foi o trecho que eu atravessei com Noa quando voltávamos do Monte das Grutas. Jael parecia preocupada. — Se atravessarmos nesse trecho, teremos que acampar ao pé do Monte. Isso não vai lhe trazer lembranças ruins? Deborah sorriu. — Não, Jael. Aquele Monte não está ali para suscitar esse tipo de pensamento. É um lugar de começos e decisões. Estava, inclusive, pensando se não seria bom acamparmos lá em cima até que esse nevoeiro se acabe. Há água e abrigo para os cavalos. — Isso seria o mais prudente a fazer. Não poderemos ir muito longe com essa névoa.

Saga Os Tronos da Luz : A Profecia de Hedhen - Cristina Aguiar  

A Profecia de Hedhen – Os Tronos eram forças que reinavam nos dias antigos com o título de “Luminares”, e através deles, a luz era derramada...

Advertisement