Page 21

Era uma pousada simples. Elas desceram dos cavalos e se aproximaram devagar. Algumas carroças carregadas de mantimentos estavam paradas na frente. Lá dentro, uma dezena de pessoas conversava, bebia, fumava e, jogando conversa fora. Elas amarraram os cavalos na estaca e entraram. Em uma das mesas havia um grupo de guerreiras de Salema. As amazonas jogavam dados e apostavam moedas. Estavam tão distraídas que não ergueram o olhar para a porta. Hulda pôs as duas mãos sobre o balcão e o homem que estava atrás dele olhou-a admirado. Conhecia uma profetisa quando via uma e as respeitava. — Senhora? Deseja um quarto? — Um quarto, não. Gostaria de sua permissão para passarmos a noite no celeiro. Jael e Deborah prestavam atenção ao grupo de guerreiras. — Vai ser uma noite fria - o homem disse. — Estamos preparadas para isso. — Há bastante palha no andar de cima. Hulda sorriu agradecida e pediu leite, pão e uma porção de queijo fresco para levar. O celeiro era espaçoso e tinha várias baias vazias que podiam abrigar seus cavalos. Elas subiram a estreita escada de madeira e deram com um grande espaço cheio de palha estocada. Jael jogou-se em cima do “colchão” natural. — Quente e macio! Não vai ser uma noite tão ruim. Hulda foi até a janela que se abria para os fundos da pousada, e observava o movimento. Viu quando o grupo de guerreiras se foi. Ela respirou aliviada. — É, acho que vai ser uma noite tranquila. Deborah sentou-se e descalçou as botas, dando um descanso aos pés. — Quanto tempo até chegarmos as Cavernas? — Essa e mais uma noite. Hulda abriu o saco e jogou pão e queijo para cada uma. O leite teria que ser compartilhado da mesma garrafa. — Por que você estava inquieta? - perguntou Jael — As guerreiras de Salema constituíam ameaça para nós? — No momento, não. Elas nada sabem sobre vocês, portanto, não há o que temer. O meu receio foi que, ao ver vocês, elas resolvessem incluí-las no exército. Esse alistamento relâmpago é uma das táticas de Atalia para aumentar sua força. Patrulhas como essa, andam a procura de novas recrutas em cada aldeia e pousada da região. — Talvez fosse bom colocarmos umas barrigas de mentira - brincou Jael. — Ou fingirmos alguma doença - completou Deborah com um sorriso.

Saga Os Tronos da Luz : A Profecia de Hedhen - Cristina Aguiar  

A Profecia de Hedhen – Os Tronos eram forças que reinavam nos dias antigos com o título de “Luminares”, e através deles, a luz era derramada...

Advertisement