Page 193

o que havia acontecido durante a viagem. Nathan a ajudou no relato, intervindo de vez em quando. Deborah mantinha-se calada, escutando. Quando terminaram, ninguém falou por alguns momentos. Otoniel tomou a palavra com os olhos fixos em Deborah. — Deborah, você está consciente da importância desse momento? — A minha vida está ligada a esse momento – ela não se intimidou com o tom de reprovação do velho sacerdote. – Como eu poderia não perceber a sua importância? Ele suspirou e fechou os olhos. As mãos cruzadas apoiando o queixo. — Mesmo assim, você expôs a sua vida de uma maneira desnecessária. Além de empreender uma fuga sem o nosso consentimento, pôs a própria Profecia em risco, ao envolver Jael e Nathan. Ela respirou fundo. — Eu reconheço que minha atitude não foi a que esperavam de mim – ela olhou para Hulda com ansiedade. – Peço que me desculpem por isso. — Você acha que... – Otoniel recomeçou a falar. — Eu ainda não acabei Otoniel. Tenho mais coisas a dizer. São coisas que talvez vocês não entendam, mas eu procurei agir de acordo com o meu coração. Ela olhou para Otoniel e sorriu ternamente. Sabia que o sacerdote mantinha uma pose severa, mas era fiel a suas convicções. — Quando eu digo que agi com o coração, quero dizer que ele não pode ser desligado de minha consciência. Não sou uma menina irresponsável e insegura. Já fui assim, mas mudei. Sou uma mulher que tem consciência do peso que tem que carregar. O Pai me deu sabedoria para agir no meio de vocês, e me presenteou com a sua voz na minha alma. É essa voz que eu busco seguir. Ela ficou em pé e caminhou até a janela. A lua brilhava intensamente naquela noite. Ela falou sem se virar. — Quando eu, segundo vocês, fugi, fiz isso porque soube da decisão que vocês tomaram de me proibir de ir a Salema. Não desobedeci a nenhuma ordem do Conselho, já que não dei oportunidade a Hulda de me proibir verbalmente. Hulda sorriu ao se lembrar da conversa que tiveram antes dela partir. — Eu precisava ir. Meu coração clamava por isso. O que vi e vivi lá durante esse tempo, apenas confirmou que eu estava certa. É correto afirmar que arrisquei a minha vida, mas vejo isso como um caminho que eu deveria trilhar sozinha. Salema é muito mais do que o reino de Atalia. Acreditem no que eu digo. O Pai ainda está vivo naquela terra. A luz brilha até mesmo nas trevas mais densas. Ela parou e apoiou as mãos na janela, se preparando para contar a parte mais difícil. — O meu coração também me impelia a fazer outra coisa, a qual eu relutei por muito tempo, pois pensava ser algo ligado apenas à emoção.

Saga Os Tronos da Luz : A Profecia de Hedhen - Cristina Aguiar  

A Profecia de Hedhen – Os Tronos eram forças que reinavam nos dias antigos com o título de “Luminares”, e através deles, a luz era derramada...

Advertisement