Page 1


Uma ficção investigativa sobre o capítulo mais sangrento da história do continente sul americano, ocorrido há exatos 150 anos e os personagens femininos a ele atrelado, desaparecidos sob os cadáveres dos soldados e a indiferença da história. Num formato transmídia, que inclui longa metragem de ficção, série documental para TV e diário de bordo web num canal youtube, o relato de batalhas, vitórias e conspirações durante os 5 anos de campanha da Tríplice Aliança (1865-1870), em pleno século XIX, se torna pano de fundo para “retratar” a viagem de ELISA, uma jovem youtuber brasileira de 24 anos, através do cone sul da América Latina, e a sua investigação sobre mulheres de personalidades e biografias excepcionais que, voluntaria ou involuntariamente, participaram intensamente da Gran Guerra, pagando seu injusto preço e suportando suas dramáticas consequências. Mas que não entraram para a História. CONCEITO e TOM Uma investigação sobre personagens reais realizada por uma personagem de ficção, que busca reconstituir o retrato dessas mulheres “fora da curva”: quem eram, como viviam e, em última instância, o que as levou para a guerra. O tom é o de jornada iniciática entre amigas, com elementos de empoderamento e humor jovem e inteligente. FORMATO e LINGUAGEM Mesclando elementos de ficção e documentário investigativo, as descobertas de ELISA sobre as “destinadas” acionam seu próprio repertório numa linguagem contemporânea e multiplataforma, própria dos canais de internet e das redes sociais. Um mosaico feito de passado e presente, história e modernidade, com referências de música, cinema e artes plásticas, clássicas e contemporâneas, e a reflexão sobre fatos de nossa sociedade, hoje, pautada em episódios históricos e em manchetes de jornais. Por isso, dentre os elementos que configuram a linguagem de “Destinadas”, estão trechos de filmes, imagens de mulheres contemporâneas, notícias atuais, música, teatro de bonecos, colagens, arquivos jornalísticos, artes plásticas, computação e outros elementos que habitam o imaginário da protagonista e que, no estilo de “fluxo de consciência” de suas narrações e posts, configuram hoje a linguagem da geração Y. Elisa e suas ‘hermanas’ – a argentina ELENA e a paraguaia MANUELA – são, afinal, jovens contemporâneas que se debruçam sobre o passado em busca de referências para as mulheres que elas estão em vias de se tornar. E isso traz, de certa forma, o futuro do Cone Sul da América Latina para dentro de nossa trajetória, que é também de iniciação para Elisa e para outras tantas jovens mulheres que ela irá encontrar em sua jornada.


ROAD MOVIE Nesse road movie, Elisa, acompanhada virtualmente por sua centena de milhares de fãs, parte de casa com o projeto de levantar a identidade de mulheres que, em pleno século XIX, foram literalmente à luta. A razão em si já seria ótima, mas a viagem de Elisa se revela ocasião de deixar pra trás uma vidinha sem riscos e embarcar numa jornada iniciática através da América do Sul, em busca da mulher que ela mesma quer se tornar. Do ponto de vista da investigação histórica, a busca de Elisa por compreender histórias individuais dessas mulheres, oferece um enfoque novo e original para retraçar a cronologia e o deslocamento da Guerra do Paraguai, evento ainda misterioso para grande parte do público – seja brasileiro ou worldwide –, cobrindo seus tempos, lugares, fases estratégicas e as arenas de suas batalhas. PUBLICO ALVO O fenômeno da comunicação e compartilhamento viral nas redes sociais tem surpreendido e interpelado especialistas em comunicação. Vloggers E YOUTUBERS como Julia Tolezano (JoutJout Prazer) e Kefera Buchmann (5incominutos) são estrelas no Brasil, atingindo, cada uma em seu nicho, mais de 10 Milhões de assinantes, um público jovem e que se revela hoje ávido de compreender o mundo no qual está inserido e transformar o continente no qual se torna adulto. Com sua natureza transmídia, alcance regional LatAm e formato conceitual híbrido, o projeto objetiva tocar um público jovem, entre 15 e 40 anos, das classes A, B, C e D digital, que reúne mais de 30 milhões de espectadores potenciais, se unificados as diversas janelas de exibições (cinema / TV / VoD / novas mídias ). STATUS Prestes a concluir sua fase de desenvolvimento, o projeto DESTINADAS conta com parcerias significativas em torno de sua realização, além de agregar aderências dos maiores nomes em Historiografia e Estudos de Gênero da região e mesmo em especialistas europeus da América Latina. URCA Filmes (Leonardo Edde, produtor de Tropa de ELITE), assegura a produção executiva do projeto e é parceiro a 29% (contrato assinado); GRINFilms, parceiro argentino entra com 22% do custo de produção (contrato assinado); PUA TARARA Films, coprodutor paraguaio a 20% (o contrato será assinado durante o próximo Ventana Sur em dez 2016); O tratamento final de roteiro está sendo escrito por Juliana Reis, em colaboração com a escritora argentina Gabriela Saidon (Cautivas) e a atriz paraguaia Lali Gonzales (7 Cajas) O Orçamento global de produção é de R$ 2.204.052,00, sendo R$ 1.5M o valor que se busca captar para a parte brasileira. A Escrevendo & Filmes, proponente e coprodutora a 29%, está apta a captar recursos, com Salic aprovado pela ANCINE (15-0184).


JULIANA REIS, ROTEIRISTA E DIRETOR Franco brasileira, com mestrado em cinema (Paris VIII). Premiada pela adaptação de Cronopios y Famas, de Julio Cortázar. Imago recebeu tutela da Kodak Europa, Les enfants de charbon, subvenções do CNC, Conselho d’Île de France, e foi licenciado pela TV France3. Dirigiu documentários para UNESCO e SOS Racismo. No Brasil desde 2005, assina projetos de ficção para os diretores João Jardim, Murilo Salles, Henrique Saladini, Kim Chapiron (França), e Themba Sibeko (África do Sul). Disparos, primeiro longa metragem como diretora, do qual é também roteirista, recebeu prêmios de fotografia, montagem e ator coadjuvante em sua estreia mundial no Festival do Rio 2012. Como diretora convidada, Juliana está envolvida no projeto de longa metragem Anita and Margaret, uma cinebiografia épica de revolucionária Anita Galribaldi e seu encontro com a proto feminista americana Margaret Fuller, coprodução US-Itália-BR, com Letícia Sabatela e Stephen Baldwin; Filmagens previstas para 2017. Membro do colégio de leitores do CNC (França), professor de roteiro da Escola de Cinema Darcy Ribeiro e da Faculdade das Artes do Paraná. Coordenadora da Oficina Escrevendo & Filmes, em parceria com o Tempo Glauber e diversos Núcleos de Produção Digital. Traduz La Dramaturgie, de Yves Lavandier, para edições no Brasil e Portugal. Atualmente desenvolve projetos seriados para a televisão, coescrevendo Isabel, Princesa do Brasil com o francês Michel Fessler (autor de A Marcha dos Pinguins, documentário vencedor do Oscar), e Hi & Lo Investigations com os americanos Walther Bernstein (The Frontal, Oscar pelo conjunto da obra) e Jeremy Pikser (Politicamente Incorreto, roteiro nominado ao Oscar). Em parceria com a URCA FILMES desenvolve projetos de alta dramaturgia (Exemplum e Vândalos) no Núcleo Criativo selecionado pelo FSA na edição 2014/2015. Leonardo Jasmin EDDE, produtor executivo Formado em engenharia ambiental e management, Edde produz projetos audiovisuais há mais de 15 anos. Em 1998 fundou Fogo-Fatuo Expeditions para produzir expedições documentais. Em 2002, junto com Eduardo Albergaria, criou a URCA FILMES, produtora independente dedicada a realização de projetos de conteúdo de alto nível para a TV e cinema. Leonardo produziu muitos documentários premiados, tais como "Soy Cuba, o Mamute Siberiano" de Vicente Ferraz e “A Queima Roupa” de Theresa Jessouroun. Na ficção, co-produziu os ecléticos "Desafinados", de Walter Lima Jr, “O Filme da Minha Vida” de Selton Mello, "Tropa de Elite 2" de Jose Padilha e ”Odeio o Dia dos Namorados” e “Loucas Pra Casar" de Roberto Santucci. Para a TV, Leonardo realizou como produtor executivo séries de sucesso com veiculação brasileira e internacional tais como "Equador" - TVI | Portugal; "Ed Mort" - Globosat; e "Tira Onda" (9 temporadas) – Globosat, entre outras.


PRODUCERS Leonardo Edde, Urca Filmes (Brazil) Horรกcio Grinberg, Grinfilms (Argentina) Osvaldo Ortiz Faiman, PuaTarara (Paraguay)

CONTACT INFORMATION Juliana Reis | Escrevendo&Filmes

jureis@escrevendoefilme.com.br | +55 21 980920675

Leonardo Jasmin Edde | UrcaFilmes

leoedde@urcafilmes.com.br | +55 21 34378722

Osvaldo Ortiz Faiman | PuatararaFilms

produccionpuatarara@gmail.com | +(595-21) 622075

Horacio Grinberg | GrinFilms

horacio.grinberg@gmail.com | +(54-9-11) 5248-0929


www.escrevendoefilmes.com.br/projetos

DESTINADAS na estrada  
DESTINADAS na estrada  

apresentação do projeto transmídia

Advertisement