Issuu on Google+

PROJETO DE ATUAÇÃO EM GEOGRAFIA 4 Por Mariana Marcelino

0


“Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para sua própria produção ou a sua construção”. Paulo Freire

O

professor dos dias de hoje tem que ser criativo, persistente e ter prazer em dar aula. Ele precisa ser amigo, conselheiro. São tantas turmas, tantos alunos, tantos pais, tantos problemas, tantas dificuldades que precisam ser atendidas pelo professor. Os conteúdos precisam ser desenvolvidos e trabalhados. Todos e tudo exige do professor atenção, solução e crescimento. Ao substituir a pedagogia tradicional por atividades mais próximas da vivência diária dos alunos, o professor provoca maior interesse nos educandos pela aprendizagem. Numa época em que as crianças e adolescentes têm sua atenção desviada para outras atividades (principalmente as atividades tecnológicas) o professor precisa buscar alternativas atraentes para que os jovens sintam prazer em aprender.

1


Primeira Oficina Metodologia: Como utilizar o Skydrive

N

a primeira oficina os integrantes eram: Lucas, Mariana e Patrícia. O tema foi: como utilizar o Skydrive (nuvem). O Skydrive é um disco virtual da Microsoft que pode guardar seus arquivos na nuvem e acessá-los usando qualquer dispositivo com o suporte ao serviço.

Pontos positivos

Se o arquivo estiver na pasta especial do Skydrive, em seu PC, basta acessar sua conta e baixá-lo e se este documento for criado no Excel, Word ou Power Point, é possível editá-los com a versão online do pacote office, e ainda imprimir no navegador. Os arquivos ficam protegidos com o nome do usuário e senha, bem mais seguros do que deixá-los em um Pendrive.

Pontos negativos

O aplicativo local do Skydrive, que faz a sincronização automática, não funciona no Windows XP, mesmo assim, usuários deste sistema ainda podem usar a versão online do aplicativo, pelo navegador. Para abaixar o arquivo, o processo é muito demorado e é preciso ter conta da Microsoft Live e o Skydrive funciona somente com a internet.

2


N

o dia 09 de outubro atuamos na oficina e explicamos passo a passo como criar a conta do Skydrive, porém, houve problemas técnicos no dia. A internet estava muito lenta e como nessa ferramenta o uso da internet é obrigatório, muitos colegas de sala não conseguiram concluir a finalização do cadastramento da conta do Skydrive.

Imagem da página do Skydrive

3


F

FOLCLORE

Atuação Tema: Geografia Folclore

N

o dia 05 de novembro de 2013, os alunos da escola Estadual Adalberto Prado e Silva foram para a Pontifícia Universidade Católica de Campinas para assistir a oficina de Geografia e Folclore realizada pelos alunos Cristina, Carolina, Everson Ramos, Lucas e Mariana, de Geografia do 8º período. Para realizar essa atividade pedagógica preparamos brincadeiras como o Jogo de Trilha, Corda, Amarelinha, Pião e Bolinhas de Gude, e outros tipos de brincadeiras que as crianças costumavam a brincar antigamente. No início da atuação perguntamos para os alunos o que era o folclore e se eles usavam os conhecimentos populares no seu dia-dia. Depois, os alunos rapidamente começaram a interagir e brincaram com o jogo de trilhas, com perguntas e respostas sobre região e folclore Brasileiro, brincaram de amarelinha, pião e brincadeira de roda.

4


M

ais tarde contamos a história da lenda do Boto Cor de Rosa, que tem sua origem na região amazônica (Norte do Brasil) e ainda hoje é muito popular na região e faz parte do folclore amazônico brasileiro.

De acordo com a lenda, um boto cor-de-rosa sai dos rios nas noites de festa junina. Com um poder especial, consegue se transformar num lindo jovem vestido com roupa social branca. Ele usa um chapéu branco para encobrir o rosto e disfarçar o nariz grande. Com seu jeito galanteador e falante, o boto aproxima-se das jovens desacompanhadas, seduzindo-as. Logo após, consegue convencer as mulheres para um passeio no fundo do rio, local onde costuma engravidá-las. Na manhã seguinte volta a se transformar no boto. Na cultura Popular, a lenda do boto era usada para justificar a ocorrência de uma gravidez fora do casamento e nos dias atuais, principalmente na região amazônica, costuma-se dizer que uma criança é filha do boto, quando não se sabe quem é o pai.

Ilustração da lenda

5


epois, começamos a discussão sobre o que era região e os alunos opinaram, sendo explicado mais tarde que região pode ser entendida como pedaço ou fração de um mesmo espaço com características próprias, que se diferenciam de outras áreas ou partes de um conjunto. É possível, contudo, que uma mesma região contenha paisagens diferentes. A região serve também para identificar a origem de uma pessoa.

D

Discutimos juntos com os alunos sobre o conceito de folclore que é uma civilização tradicional reunindo tudo o que um homem de qualquer nível cultural aprendeu fora dos livros ou de qualquer forma de difusão cultural. É a identidade de um povo e de uma nação. E por último, discutimos sobre a difusão cultural que é um processo estudado no âmbito da corrente antropológica chamada "difusionismo", que implica no movimento de transferência de traços característicos culturais e ideias de uma sociedade, ou grupo étnico, à outra. Inclui três tipos distintos de processos históricos por meio dos quais a cultura se propaga: difusão primária (ou dispersão cultural), difusão secundária e difusão de estímulo. Difusão Primária é a fase do processo de difusão cultural que ocorre por causa da migração dos portadores de determinada cultura Difusão Secundária é fase do processo de difusão cultural que ocorre em consequência de um empréstimo direto de um traço cultural característico da cultura de um grupo a outro. Difusão de Estímulo é fase do processo de difusão cultural onde a sugestão de uma ideia é suficiente como ponto de partida para que o processo ocorra e modifique uma determinada cultura. A atuação deu certo pelo fato de os alunos interagirem rapidamente e ficarem muito interessados com tema. Gostaram do modo que a aula foi dada e se surpreenderam que só com um pouco de criatividade as aulas de Geografia podem ser divertidas. Sem dúvida foi a melhor atuação, a que mais gostei de participar, pois não só os alunos mas também os atuantes se divertiram. Ao substituir a pedagogia tradicional por atividades mais próximas da vivência diária dos alunos, o professor provoca maior interesse nos educandos pela aprendizagem. Numa época em que as crianças e adolescentes têm sua atenção desviada para outras atividades, o professor precisa buscar alternativas atraentes para que os jovens sintam prazer em aprender.

6


Participação da Atividade:

Atividade 1

Atividade 2

 Atuação do Geografia e Folclore 

Como utilizar o Skydrive

Pesquisa Bibliográfica

Tema

 Formulação de Perguntas sobre Folclore e Região para o Jogo de Trilha  Pesquisa sobre as Lendas Folclóricas do Brasil  Apresentação da Lenda do Boto Cor de Rosa

Obrigada!

7


8


9


Projeto de Atuação em Geografia 4