Page 1

Pág 06 | Empresas certificadas pelo FSC recebem treinamento

Pág 34 | Sigep/Abigraf-PR doam cupons para “Ação entre Amigos”

Pág 58 | Dia da Mulher tem homenagem do Sigep/Abigraf-PR


52

pág. A Pré-Impressão É um boletim informativo e de negócios do Sigep – Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado do Paraná e da Associação Brasileira da Indústria Gráfica – Abigraf Regional Paraná.

Endereço R. Augusto Severo, 1050 - Curitiba - PR - CEP 80030-240

Contato (41) 3253.7172 • www.facebook.com/sigep-abigraf-pr.sigep@ sigep.org.br • abigrafpr@milenio.com.br • www.sigep.org.br

Presidente do Sigep Jair Leite

Presidente da Abigraf-PR Sidney Paciornik

Jornalista Responsável Ed Carlos Rocha - RP 2883/11/61v RT Press Comunicação • (41) 3024.2600

Conselho Editorial Rubens E. de Campos e Manoella Pinheiro Machado

Marketing / Publicidade Manoella Pinheiro Machado

Diagramação e Projeto Gráfico: pontodesign • (41) 3336.3663

Fotos Amarildo Henning • Divulgação Periodicidade Bimestral Tiragem de 2 mil exemplares

Impressão Pré-Impressão: CTP Intenções - (41) 3332-2040 Papel Couche 230g e 115g :Tecpel (41) 3077-8510/erica@nsh.net.br Chapas Térmicas: AGFA Gevaert do Brasil Ltda - R. Silveira Neto, 573 - Curitiba-PR, (41) 3332-0168 / (41) 88485828 / Fax (41) 3332-0168 / norberto.minetto@agfa.com.br Impressão: Exklusiva Gráfica e Editora Distribuição gratuita e dirigida aos associados do Sigep/Abigraf-PR. As matérias e artigos assinados, assim como as publicidades veiculadas, são de inteira responsabilidade de seus autores e anunciantes, não expressando necessariamente a opinião da publicação.


06| EVENTOS - Empresas certificadas com o selo FSC recebem treinamento na sede do Sigep/Abigraf-PR - Parceria entre Sigep/Abigraf-PR e ABTG traz conceituados palestrantes para Curitiba

14| AGENDA - Happy Day chega a sua segunda edição

18| SUA CARREIRA - Cursos: OMNI Informática - Escola SENAI: Theobaldo de Nigris

22| SERVIÇOS 26| RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL - Comunidade Hermon: uma casa de esperança - Campanha “Ação entre Amigos” do Hospital Erasto Gaertner recebe doação de 100 mil cupons do Sigep/Abigraf-PR

38| BENEFÍCIOS AO ASSOCIADO 40| NOVIDADES - Alphaprint fecha parceria para comercializar impressoras de grande porte da Canon - Agfa revelou inovação da publicação jornalística impressa e móvel na WAN-IFRA World Publishing Expo 2012 - Cartão Sesi - Ampliação e modernização marcam o aniversário de 35 anos da Zanatto Soluções Gráficas - Chapas Kodak Sonora agilizam a produção e colaboram com o meio ambiente - Corgraf, cliente 100% Agfa, passa por consultoria para implantar o “Agfa Color Quality”

58| ESPECIAL - Mulheres no comando

86| JURÍDICO - Dirigentes do Sigep/Abigraf-PR participam de reunião sobre o conflito tributário ISS x ICMS - Comunicado Abigraf Nacional: RECOPI NACIONAL - Convênio ICMS 09/2012 - SUSPENSÃO

88| FIZEMOS E DEU CERTO - Hellograf promove programa de treinamentos para seus colaboradores

90| NOTAS 92| DICA CULTURAL 94| DICA DE TURISMO - Aventura nas alturas

98| CARTA DO LEITOR


4

EDITORIAL

Em busca do ... esse vem sendo o objetivo da diretoria durante essa gestão: oferecer melhores condições de trabalho para a indústria gráfica a fim de consolidar o setor na indústria paranaense e a tornando competitiva nacionalmente. Sidney Paciornik, presidente da Abigraf-PR

Damos início ao último ano desta gestão no comando do Sigep/Abigraf-PR e sabemos que apesar de muito já ter sido feito em prol do setor, não podemos desacelerar e esquecer do que ainda está pendente para que nosso ofício seja reconhecido e valorizado, além de facilitado no que for possível. Sendo assim, estamos acompanhando de perto o embate para definir a questão tributária referente à indústria gráfica. Há tempos a discussão sobre o pagamento de impostos como ISS e ICMS está na pauta das reuniões da Abigraf Nacional, Fiep e mesmo de nossos conselhos internos. Fomos a São Paulo, no dia 25 de fevereiro, acompanhar a reunião do Conselho Diretivo da Abigraf Nacional que teve como pauta única o conflito ISS x ICMS. Na ocasião, por meio de votação, foi decidido por consenso que os esforços realizados até o momento serão mantidos e a linha seguida é a mais correta neste momento.

Sidney Paciornik, presidente da Abigraf-PR pré•impressão

Sendo assim, de forma unificada e com a força de 22 regionais da Abigraf, evitando enfraquecer a causa com atividades paralelas, a indústria gráfica continua na luta para chegar a um acordo com o governo e regulamentar de uma vez por todas o pagamento de tributos sobre os impressos. www.sigep.org.br


EDITORIAL

desenvolvimento Neste início de ano também concluímos a negociação da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), que prevê benefícios aos trabalhadores como reajuste e aumento real de salários, fornecimento de vale-refeição ou da própria refeição aos colaboradores, seguro de vida, além de estabelecer regras para falta justificada, piso salarial, recisão de contrato de

www.sigep.org.br

trabalho após retorno de férias, aviso prévio proporcional e reversão salarial, com vigência no mês de janeiro. Todas essas medidas pretendem regulamentar e favorecer empresários e colaboradores, propiciando um ambiente de trabalho mais adequado e, consequentemente, mais produtivo. E esse vem sendo o objetivo da

diretoria durante essa gestão: oferecer melhores condições de trabalho para a indústria gráfica a fim de consolidar o setor na indústria paranaense e a tornando competitiva nacionalmente.

janeiro/fevereiro - No 84

5


6

EVENTOS

Empresas certificadas com o selo FSC recebem treinamento na sede do

Sigep/Abigraf-PR

No dia 22 de fevereiro, a Control Union Certificantions Brasil, promoveu no Sigep/ Abigraf-PR dois treinamentos para os associados que conquistaram o selo FSC recentemente. Na ocasião, Bruna Cavalieri, representante da Control Union, e Marcos Proto, engenheiro gráfico da GrafControl, estiveram na sede das entidades ministrando palestras sobre a usabilidade da logomarca FSC nos materiais de divulgação das empresas e como diferencial no fechamento de novos negócios. pré•impressão

Após passarem por meses de adaptação, consultoria, análise e aprovação para receber o selo FSC, as empresas certificadas aprenderam a utilizar essa ferramenta a seu favor com ajuda dos treinamentos oferecidos pela Control Union, no final de fevereiro. A primeira palestra, voltada à equipe de pré-impressão, arte final, comercial e marketing, além dos proprietários e diretores das gráficas, tinha o intuito de interpretar a norma que regula todas as regras de aplicação dos logos FSC (produto/ promocional) e traduzir de maneira clara para os participantes. Dicas e noções de marketing também foram trabalhadas para auxiliar as empresas na divulgação da certificação. Já a segunda palestra foi destinada ao setor comercial. Com a participação de Marcos Proto, vendedores estiveram atentos à abordagem que deve ser utilizada junto aos clientes para destacar o selo FSC como diferencial da empresa e, com isso, conquistar novas contas. Para Eduarda Cardoso dos Santos, auxiliar administrativa da

Copygraf, o selo conta como um ponto a mais aos olhos do cliente e pode abrir novas portas para gráfica. Já Priscila Luszczynski, vendedora da Tecnicópias, explica que muitas empresas exigem a certificação na hora de fechar negócio e que ter o selo garante que o critério de escolha não seja este, mas sim qualidade, preço ou prazo. Tal treinamento foi oferecido como um complemento ao processo de certificação, para que após a conquista do selo, os empresários usufruam de forma consciente dos benefícios que o FSC pode trazer a longo prazo. “Muitas empresas investem pesado na obtenção do selo por exigência de um cliente e nunca mais o utilizam em benefício próprio. Esse treinamento foi planejado para mostrar aos empresários as inúmeras possibilidades que a certificação oferece diante da concorrência”, explica Bruna. www.sigep.org.br


EVENTOS

DEPOIMENTOS “Desde a obtenção do certificado, em novembro de 2012, fizemos somente um trabalho com o selo FSC. Porém, por ser um grande cliente, acredito que teremos mais visibilidade e, com isso, vamos atrair mais negócios com esse foco”. Rodrigo Gulin Martins – diretor da Inpag

“Há pouco mais de um ano com o certificado, senti necessidade de um treinamento como este para demonstrar as utilizações do selo e assim ter retorno do investimento realizado naquela época. Sei da importância da comercialização de papel certificado e por isso faço pelo mesmo preço do papel comum para meus clientes”. Kiyti Hatori – proprietário da Inventário Papéis Especiais

“Algumas empresas não trabalham com gráficas não certificadas e isso exclui um nicho de mercado bastante significativo para nós. Desta forma, consideramos importante ter o selo FSC para não perder oportunidades de negócio”. Marcos Lise – diretor da Lisegraff

“Como nossa certificação saiu somente em novembro do ano passado, ainda não montamos a estratégia de divulgação do selo FSC. As palestras ministradas pela Control Union irão nos auxiliar a decidir qual é a melhor tática para apresentar isso ao mercado”. Baco Gottschild – gerente administrativo da Nova Gráfica

www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84

7


8

EVENTOS

Parceria entre Sigep/Abigraf-PR conceituados palestrantes para

O Sigep/Abigraf-PR e a ABTG ofereceram aos associados uma série de cursos e palestras de interesse do setor gráfico, ministrada nos primeiros meses do ano por grandes profissionais do ramo, na sede das entidades. Os eventos abrangeram temas relacionados ao treinamento de profissionais, utilização de softwares, dicas de mercado e novos nichos de atuação.

Foto: Marcelo Ferreira, da Escola Senai Theobaldo de Nigris, deu uma explanação completa sobre PCP

Foto: Plateia acompanhou atentamente as informações sobre PCP pré•impressão

O primeiro módulo, realizado nos dias 27 e 28 de fevereiro, destacou as interações dos profissionais de PCP com os clientes, fornecedores e com os demais departamentos da empresa, reforçando suas responsabilidades e demonstrando como deve ser a atuação com cada área e/ou situações de planejamentos, controles, previsões ou retornos de prazos junto a cada um deles, otimizando as relações e buscando economia de tempo e materiais antes e durante a produção. Ministrado por Marcelo Ferreira, técnico em artes gráficas pela Escola Senai Theobaldo de Nigris e grande conhecedor dos processos produtivos, PCP e Qualidade da Indústria Gráfica, o minicurso “O PCP com “P” de pensar - Planejamento e controle de produção além dos softwares” contou com a presença www.sigep.org.br


EVENTOS

e ABTG traz Curitiba

de mais de 90 pessoas, que lotaram o auditório da sede das entidades. Segundo Marcelo, o setor de planejamento e controle de produção (PCP) é um departamento de administração e suporte de gestão da empresa e por isso deve estar muito bem organizado e com funções bem definidas para atender seu principal cliente: o público interno. “Os profissionais de PCP devem acompanhar de perto todos os processos produtivos, pois eles serão cobrados por qualquer problema que aconteça nessa área. Por isso é importante que o setor de PCP, além de estar localizado próximo à produção, possua funcionários monitorando em período integral o que acontece na elaboração dos trabalhos da gráfica”, explica.

www.sigep.org.br

Foto: Oportunidades no segmento promocional e editorial foram assunto da palestra de Ricardo Minoru, autor de mais de 70 livros técnicos para a indústria gráfica

Foto: Técnico em artes gráficas pela Escola Senai Theobaldo de Nigris, Marcelo Ferreira esteve em Curitiba em duas ocasiões para oferecer treinamentos aos empresários gráficos

Foto: Ana Cristina Pedrozo ministrou o curso de produção gráfica para vendedores, nos dias 03 e 04 de abril

Durante as palestras Marcelo enfatizou a importância do responsável pelo PCP ter um planejamento prévio de cada trabalho que

custos a mais já estejam previstos. Além

será produzido para que atrasos e possíveis

é indispensável, segundo ele.

disso, ter uma equipe bem treinada para seguir esse planejamento a risca também

janeiro/fevereiro - No 84

9


10

EVENTOS

DEPOIMENTOS “Para mim, o conteúdo foi muito interessante. Aprendi coisas que não sabia e que vão me auxiliar tanto na empresa, quanto na faculdade ou em outro lugar que venha a trabalhar”. Bianca Scheiffer Barbosa de Lima - Estagiária de Logística da Cidade Clima – Gráfica iPrint

“As dicas dadas com certeza serão utilizadas no meu dia-dia, principalmente no que diz respeito à comunicação com a alta direção e a sinergia com outras áreas envolvidas”. Antonio Martins de Andrade - Supervisor Planejamento ST da Gemalto

“O curso foi de extrema importância para mim, pois vi que não importa o tamanho da empresa, mas sim a vontade com que as pessoas trabalham, com setores interagindo, em busca de um objetivo comum”. Elias Rodrigues de Oliveira - Auxiliar adminstrativo do Expoente

“Apesar de a palestra ter sido mais direcionada para empresas de médio e grande porte, tudo que foi falado faz parte do nosso dia a dia e tivemos boas dicas do palestrante, que mostrou ser muito bom e ter domínio sobre o assunto”. Marcos Lise - Diretor adm/financeiro da Lisegraff

“Eu gostei das palestras, principalmente porque o tema, apesar de complexo, teve muitas abordagens motivacionais, que além de deixar o conteúdo mais atrativo, deixou mais fixa a ideia da tamanha importância deste setor. O Marcelo sem dúvida nenhuma é muito experiente e entende bastante do assunto. Foi excelente participar de um treinamento dirigido por um profissional que tem um conhecimento amplo como o dele”. Vilmar Junior - Responsável pelo setor de projetos da Maxi Gráfica e Editora

“O formato do curso, com apostila, material de apoio e um profissional como o Marcelo Ferreira da ABTG, com todo o seu know-how, foi muito bom para reciclagem e adquirir novos conhecimentos. São muito importantes os treinamentos, cursos e palestras oferecidas pelo SIGEP. A Indústria Gráfica está defasada de profissionais no mercado de trabalho e o SIGEP tem um papel importante para auxiliar as empresas nessa questão”. Paulo Eduardo Ostroski - Ger. PCP e Orçamentos da Ótima Gráfica

“O curso foi de grande valia, pois tratou de tópicos do dia-dia, com dicas muito boas para aplicarmos diariamente. Com base nas informações passadas nas palestras, já estou fazendo mudanças para melhorar meu trabalho dentro da empresa”. Valdemar Camargo Xaves - Encarregado de PCP da Magistral Embalagens

“Gostaria de parabenizar o Sigep/Abrigaf-PR e o Marcelo Ferreira pela excelente palestra, com conteúdo e muito bem ministrada, trazendo muitos assuntos e trocas de experiências que com certeza serão de grande utilidade dentro da empresa onde trabalho”. Rodrigo Tavares Laiter - Produção na Pamax Embalagens Indústria e Comércio Ltda. pré•impressão

www.sigep.org.br


EVENTOS

“Gostei da palestra e, pela quantidade de gente interessada, mostra que o Sigep está no caminho certo, oferecendo palestras voltadas ao dia-a-dia da produção e não somente aos cargos de gerência/diretoria”. Giancarlo Lovis - Diretor da Primagraf

“O conteúdo das palestras foi muito relevante tendo em vista que a busca por uma cadeia produtiva eficiente é a meta atual do mercado gráfico, onde os preços e as margens estão muito estreitos. Sendo assim, temos de ser muito eficientes. Acredito que as dicas e os conceitos apresentados por Marcelo podem ser aplicados imediatamente nas empresas, por serem de fácil adaptação”. Ricardo Casteluci - Consultor de Gestão na Maxi Gráfica

“Gostei do treinamento principalmente porque o assunto é tema de diversas dificuldades e com um curso rápido e objetivo como este, podemos minimizar e esclarecer pequenas dúvidas com um ponto de vista diferenciado do palestrante. É de extrema importância profissionalizar o segmento gráfico, com maior embasamento teórico, pois na maioria das vezes aprendemos apenas aquilo que nos é ensinado dentro da corporação, sem muita troca de experiências”. Igor Reis - Setor financeiro da Kingraf Indústria Gráfica Ltda.

“Estes cursos que o Sigep/Abigraf-PR oferece para seus associados são de fundamental importância para os pequenos empresários, para que fiquem conhecendo o que está acontecendo em nosso ramo de atuação empresarial. Por este motivo é importante manter este ciclo de palestras”. Rafael Wöehl Thur - Supervisor do departamento comercial da Cacique

“Para mim o curso foi esclarecedor e fico feliz porque já estávamos aplicando em nossa empresa muito do que este curso apresentou. Temos um longo caminho pela frente e o aprendizado neste curso nos acrescenta será de grande valor para continuarmos na direção certa”. Eugênio Corizola Siqueira - Diretor da Grafset Gráfica e Editora

Com certeza há muitas coisas da palestra a serem implantadas no nosso dia a dia. O formato do curso foi bem interessante, pois o palestrante soube fazê-lo de uma maneira mais dinâmica, o que facilitou o entendimento e a interação dos participantes, sem deixar de passar o conteúdo (muito bem elaborado). Tanto este, como os outros cursos que o Sigep nos ofereceu até hoje, agradaram bastante e foram muito proveitosos, com certeza gostaria que fossem oferecidos mais treinamentos como este. Bruna Luiza Amadeu Veiga - Financeiro - Pitney Embalagens

O Marcelo embasou sua explicação na tônica de “fazer os profissionais de PCP pensarem”. No mundo do trabalho atual, vale mais o profissional que tem informação e aplica pragmaticamente este conhecimento de maneira “pensante” do que os que apenas executam tarefas sem terem o interesse de saber o porquê de estarem fazendo aquilo. Acredito que as dicas apresentadas pelo Marcelo podem ser aplicadas sim dentro da empresa, principalmente em relação a não tratar o PCP apenas como um departamento administrativo. Tiago Alessandro de Souza Pinto - Orçamentista da Kingraf www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84

11


12

EVENTOS

Outras palestras: Com foco em novos nichos de atuação, Ricardo Minoru, há mais de vinte anos na indústria gráfica e autor de mais de 70 livros técnicos, esteve na sede das entidades no dia 20 de março para falar sobre novas oportunidades e diferenciais técnicos para gráficas no segmento editorial e promocional e seus profissionais. A palestra expôs aos empresários produtos gráficos e nichos pouco explorados pela indústria gráfica, além de recursos e diferenciais técnicos que as gráficas podem implantar para produzir impressos de maneira mais eficiente, com aumento de lucratividade e ao mesmo tempo

pré•impressão

redução de custos de produção. A

e o vocabulário técnico utilizado pelos

cobertura completa você acompanhará

profissionais da área, assim, estreitando

na próxima edição.

a comunicação com os clientes e

Já no início de abril, um curso destinado a vendedores foi coordenado por Ana Cristina

minimizando os erros de produção causados pela falta de embasamento do processo produtivo.

em

Para encerrar, Marcelo Faria voltou ao

cursos e palestras sobre

Sigep/Abigraf-PR no dia 17 de abril para

produção gráfica e aplicativos

falar sobre projetos que visam reduzir

gráficos, autora de livros

custos dentro das gráficas. Com exemplos,

técnicos e administradora da

ele ajudou os empresários a identificar

Ideias & Ideias Comunicações,

oportunidades de melhorias e redução de

nos dias 03 e 04.

Nele,

custos nos diversos processos produtivos da

os profissionais do setor

Indústria Gráfica, criando uma sistemática e

Pedrozo,

especialista

comercial conheceram as

orientando os gestores para domínio das

fases da produção gráfica visando

técnicas de identificação e redução dos

entender o produto que oferecem

índices de custos e desperdícios.

www.sigep.org.br


14

AGENDA

Fornecedor, agende seu evento com o

Sigep/Abigraf-PR Sigep/Abigraf-PR marketing@sigep.org.br (41) 3253-7172 |

pré•impressão

O Sigep/Abigraf-PR tem uma sede estruturada para receber seus eventos. Já estamos com o calendário de 2012 pronto, com os dias definidos para palestras, treinamentos, workshops, etc. Não perca tempo, entre em contato com o nosso Departamento de Marketing.

www.sigep.org.br


AGENDA

15

1 de abril – Início das inscrições para o 11° Prêmio Paranaense de Excelência Gráfica Oscar Schrappe Sobrinho

03 e 04 de abril – Curso: Produção Gráfica para vendedores. Especialista: Ana Cristina – ABTG

09 de abril – Palestra e treinamento da Zênite Sistemas | Curitiba/PR

17 de abril – Palestra: Pequenos Projetos, Grandes Resultados – montando projetos para redução de custos e desperdícios na Indústria Gráfica. Especialista: Marcelo Ferreira – ABTG

30 de abril – Fim das inscrições para o 11° Prêmio Paranaense de Excelência Gráfica Oscar Schrappe Sobrinho

23 de maio – Julgamento do Prêmio Paranaense de Excelência Gráfica Oscar Schrappe Sobrinho

www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84


16

AGENDA

24, 25 e 26 de junho – 12° InformAÇÃO – Fórum Paranaense de Tendências para a Indústria Gráfica

28 de junho – 11° Prêmio Paranaense de Excelência Gráfica Oscar Schrappe Sobrinho

1° de agosto – Início das inscrições para o Prêmio Fernando Pini

06 de setembro – Fim das inscrições para o Prêmio Fernando Pini

08 de novembro – Posse das novas diretorias e jantar de confraternização de final de ano

26 de novembro – Prêmio Fernando Pini

pré•impressão

www.sigep.org.br


18

SUA CARREIRA

Cursos:

OMNI Informática A OMNI Informática há 23 anos oferece produtos e serviços relacionados à informática e softwares, sendo o único Centro de Treinamento Oficial da Adobe, 100% paranaense e, também, Centro de Treinamento Apple. Além disso, a OMNI Informática é a assistência técnica oficial de todos os produtos Apple e computadores da linha PC e revenda de

grandes marcas, como Apple, Adobe, Avid, Eizo, Pinnacle, Microsoft,Corel, Wacon, HP, Epson. Os treinamentos oferecidos em todas as áreas de informática são ministrados por turma ou de forma individualizada (modo personal), podendo contar com valores especiais para ex-alunos. Confira Abaixo:

CURSOS PHOTOSHOP (BAS+AV) CS6 – 40 HORAS

PROGRAMAÇÃO DE MICRO CONTROLADORES – 60 HORAS

- Suporte tira-dúvidas por 30 dias por e-mail

Data: A definir

Data: a definir

- 1 aluno por micro

Horário: A definir

Horário: a definir

A vista: R$ 930,00

À vista: R$ 1506,60

- Salas padrão Adobe, com projetor Multimídia

1+2: R$ 346,75

1+3: R$ 405,00

Cartão de crédito: 10XR$111,33.

Cartão de crédito: 6x R$ 295,40.

FORMAS DE PAGAMENTO: À vista, parcelado (consultar);

ACROBAT – 8 HORAS

MS PROJECT – 32 HORAS

Data: a definir

Data: a definir

Horário: a definir

Horário: a definir

Master/Aurea/Elo/Diners e Amex.

À vista: R$ 517,08

À vista: R$ 976,50

Depósitos: Banco do Brasil

1+2: R$ 185,00

1+2: R$ 350,00

Ag:1518-0 / CC:5074-1

Cartão de crédito: 6x R$101,35.

Cartão de crédito: 6x R$ 191,40.

OMNI Informática Ltda.

Cartões: Visa (também no modo não presencial)

CNPJ: 81655441/0001-23 SUÍTE DO CORELDRAW – 20 HORAS Data: A definir

INCLUSO EM TODOS OS CURSOS:

Horário: A definir

- Certificado após aprovação

À vista: R$ 483,60

- Coffee Break

1+2: R$ 173,00

- Material de apoio em DVD

Cartão de crédito: 6x R$ 94,79.

- Equipamentos Apple e Pcs

ESTACIONAMENTO CONVENIADO MODO PARCIAL (CARIMBO NO TICKET): No subsolo, para cursos a noite R$ 5,00/período noturno. Pagamento antecipado no caixa do estacionamento.

OMNI Informática Telefone: (41) 3888-7679 | Endereço: Av. Cândido de Abreu, 526, lojas 11 e 13, Curitiba-PR pré•impressão

www.sigep.org.br


20

SUA CARREIRA

Escola SENAI: Theobaldo de Nigris A Escola Senai Theobaldo de Nigris, em São Paulo, oferece diversos cursos para o ramo gráfico, além de cursos gratuitos de aperfeiçoamento profissional, como vendas, contabilidade e negociação. Veja alguns exemplos abaixo e a programação completa no site da escola: www.grafica.sp.senai.br. São mais de 70 cursos durante todo o ano de 2013.

IMPRESSÃO DE CORTE E VINCO AUTOMÁTICO Carga Horária: 80h Investimento: R$848,00 Datas:

CURSOS EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA GESTÃO DE QUALIDADE NA INDÚSTRIA GRÁFICA Carga Horária: 30h Investimento: R$735,00 Requisito de acesso: ensino superior completo

CURSOS GRATUITOS TÉCNICAS DE NEGOCIAÇÃO Carga Horária: 20h Datas: 2ª a 6ª – 20/05 a 24/05, 17/06 a 21/06 das 8h às 12h.

Sábados – 06/04 a 15/06, 06/07 a 14/09 e 21/09 a 14/12 das 8h às 17h. 2ª a 6ª – 15/04 a 04/06, 08/07 a 21/08, 19/08 a 01/10, 23/09 a 11/11, 28/10 a 11/12 das 19h às 22h. Requisitos de acesso: 16 anos completos e ensino fundamental concluído.

QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL IMPRESSOR FLEXOGRÁFICO BANDA LARGA Carga Horária: 160h Investimento: R$2.290,00 Datas: Sábados – 06/07 a 14/12 das 8h às 17h Requisitos de acesso: 16 anos completos e ensino fundamental concluído. Ter concluído o curso de meio oficial impressor flexográfico banda estreita.

Requisitos de acesso: 16 anos completos e ensino fundamental concluído.

APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL

INICIAÇÃO PROFISSIONAL

FERRAMENTA DE QUALIDADE PARA A ÁREA GRÁFICA: CEP

COPIADOR DE CHAPAS OFFSET Carga Horária: 28h

Carga Horária: 20h Investimento: R$170,00

Investimento: R$411,00

Datas:

Datas:

Sábados – 06/07 a 14/12 das 8h às 17h

Sábados – 04/05 a 22/06, 19/10 a 14/12 das 8h às 12h

2ª a 6ª – 01/07 a 09/07 das 19h às 22h.

Requisitos de acesso: 16 anos completos e ensino fundamental concluído. pré•impressão

Requisitos de acesso: 16 anos completos e ensino fundamental concluído.

www.sigep.org.br


SUA CARREIRA

ILUSTRATOR PARA PRÉ-IMPRESSÃO Carga Horária: 32h Investimento: R$561,00 Datas: Sábados – 20/04 a 15/06, 20/07 a 14/09 e 05/10 a 14/12 das 8h às 12h 2ª a 5ª – 17/06 a 01/07 das 19h às 22h Requisitos de acesso: 16 anos completos e ensino fundamental concluído e comprovação de conhecimentos e experiências anteriores referentes à editoração eletrônica, adquiridos em outros cursos, no trabalho ou por meios informais. MONTAGEM ELETRÔNICA Carga Horária: 40h Investimento: R$1.065,00 Datas: Sábados – 06/04 a 04/05 das 8h às 17h Requisitos de acesso: 16 anos completos, ensino fundamental concluído e comprovação de conhecimentos e experiências anteriores referentes à editoração eletrônica, adquiridos em outros cursos, no trabalho ou por meios informais. PREPARAÇÃO DE TINTAS PARA SERIGRAFIA Carga Horária: 20h Investimento: R$464,00 Datas: 2ª a 5ª – 08/04 a 17/04, 08/07 a 17/07, 21/10 a 30/10 das 19h às 22h Requisitos de acesso: 16 anos completos, ensino fundamental concluído e comprovação de conhecimentos e experiências anteriores referentes à serigrafia, adquiridos em outros cursos, no trabalho ou por meios informais.

ESPECIALIZAÇÃO PROFISSIONAL IMP. OFFSET EM MÁQ. COM DISPOSITIVO DE CURA POR RADIAÇÃO UV (80H) – R$1.250,00 Carga Horária: 80h Investimento: R$1.250,00 Datas: Sábados – 20/07 a 28/09 das 8h às 17h Requisitos de acesso: 16 anos completos, ensino fundamental concluído e comprovação de conhecimentos e experiências anteriores referentes à impressão offset em máquinas quatro cores, adquiridos em outros cursos, no trabalho ou por meios informais.

Escola Senai Theobaldo De Nigris Endereço: Rua Bresser, 2351, Mooca – CEP03162-030 – São Paulo (SP) Telefone: (11) 2797-6333 | Site: www.sp.senai.br | E-mail: senaigrafica@sp.senai.br www.sigep.org.br


22

SERVIÇOS

Serviços Impressão

Acabamentos/corte e vinco

QUALIDADE E CONFIANÇA - Prestamos serviços de: impressão e picote em GTO 4 cores alcolor; numeração e picote em máquina offset GTO. - Grafiven - Fone: (41) 3256.2216

Verniz U.V. Total, Offset, Calandra, Localizado, Laminação Fosca, Brilho, Plastificação, Cola Quente, Costura de Livros e Corte Vinco. Corgraf - Gráfica & Editora - Fone: (41) 3356.2332

Prestamos serviços de terceirização em fotolitos, impressão 1/4 bicolor e 1/2 folha Alcolor monocolor. Grafitec - Fone: (41) 3332.0714

CROMIA RÓTULOS EM BOBINAS PEQUENAS E MÉDIAS TIRAGENS EM LETTER PRESS 06 CORES + VERNIZ. GRANDES TIRAGENS EM FLEXO UV 08 CORES C/ DELAM RELAM - Master Print S/A Induscom Empresa Certificada ISO 9001 Fone: (41) 2109.7000 - master@mprint.com.br

Sigilo e Confiança. Prestamos serviços de dobra paralelas e cruzadas, intercalação, grampo e dobra de prospectos e revistas (até 40 páginas). Grafiven - Fone: (41) 3256.2216

Serviços Gráficos Automáticos de capa-dura, intercalação, perfuração e encadernação com wire-o, corte e laminação de abas, hot stamping, baixo relevo e grampo arquivo. Impressão Digital. Ótima Gráfica – Fone: (41) 3661.2831 com Vilsiane. vendas@otimagrafica.com.br – www.otimagrafica.com.br

Executamos serviços em policromia, impressão digital e xerox colorido. Gráfica Malires Fone: (41) 3346.6498

Impressão digital em formato extra grande 36,0 x 56,7, alta definição e fidelidade de cores, produção sob demanda, impressão em diferentes substratos, trabalhos híbridos (pré-impressos off-set, podem receber dados variáveis), acabamentos especiais e diferenciados. Ótima Gráfica – Fone: (41) 3661.2831 com Vilsiane. - vendas@otimagrafica.com.br www.otimagrafica.com.br

Raspinha / impressão em acetato, PVC, PP. papéis especiais, capas de agenda / tintas metálicas / coloridas UV e verniz UV serigráfico. Parllare Serigrafia - Fone: (41) 3019.9690 / 3029.9097 / 9181.7269 - serigrafia@parllare.com.br

Verniz UV total brilho e fosco, verniz UV High Gloss e High Fosco, verniz UV Texturizado e cintilante. Laminação BOPP brilho e fosca. UVPACK - Acabamentos especiais - (41) 3642.4114

Prestamos serviços de hot stamping, corte e vinco, numeração. Gráfica Malires - Fone: (41) 3346.6498

CAPA DURA, DOBRA E COSTURA. COPYGRAF - FONE: (41) 3033.6654 Terceirize suas dobras e acabamentos na Mikito. Venha fazer uma parceria, estamos a disposição para execução em forma de terceirização dos seguintes serviços: serviços de dobras - dobras simples, dobras tipo mala direta, dobras janelas, dobras em cruz c/ picote, dobras paralelas, dobra c/01 filete de cola e outras. Serviços de intercalação. Serviços de corte final (guilhotina). Serviços de grampo - grampo cavalo simples e grampo arquivo (omega). Serviços de furo e colocação de wire-o. (41) 3376.6165 pré•impressão

www.sigep.org.br


DELTA-E


24

SERVIÇOS

Compra e venda Oferta

Valor

Contato

Máquina Impressora MULTILITH 1650-XE - Ano 1997 - no de série 427550 - único dono - papel 330x432 mm - de 40 até 290 g/m2 - em uso na gráfica

a combinar

Primagraf (41) 3076.9600 c/ Nilo Lovis

Adast 514, toda revisada funcionando

R$27.000,00

Gráfica Oyama (43) 9951.2779 c/ Alexandre

Furadeira Manig 129 - 2 brocas

R$3.800,00

Vitória Gráfica (41) 9929.2406 c/ Jeferson

HEIDELBERG GTO-Z-S 52/2 - bicolor - Speed Master - ano 1994 - CpTronic - alcolor - alimentação por escama - 12.000 fls/hora - rodando na Gráfica revisada pelos técnicos da Heidelberg - preparada para numeração - N°711.357

a combinar

Primagraf com Nilo (41) 3076.9600

Vendo Multilith 1250 W e serrilhadeira Baumhak 50 cm de boca, em excelente estado de conservação. Aceito carro de mesmo valor - gráficaoyama@hotmail.com

R$6.500,00

Gráfica Oyama (43) 9951.2779 c/ Alexandre

CTP Violeta – formato meia folha – com workflow completo - Modelo Mako 4 – a qualquer prova

a combinar

Comunicare (41) 3029-8088 c/ Raphael

pré•impressão

www.sigep.org.br


SERVIÇOS

Impressora de prova de cor

R$ 3.000,00

Corte e vinco FEVA 70 x 100 cm

R$ 50.000,00

Imagesetter Heidelberg Signasetter Type (máquina para gravação de filmes) - ano 99 - fto 1 com processadora

R$ 10.000,00 Tuicial Indústria Gráfica

Processadora de chapas Kodak

R$ 2.500,00

(45) 3218.4100 deyse@tuicial.com.br c/ Deyse Paula Fortunato Alvares

Coladeira Hot Melt para revistas e livros Ricall

R$ 25.000,00

Intercaladora tipo 201 numero 934679/A759/80 c/ 12 estacoes de alceamento

R$ 90.000,00

Impressora Adast - mod 515 - monocolor formato 52x36 cm

R$ 25.000,00

CTP Poliester - SDP-eco 1630 III R - Ano 2007 - Até 81 chapas por hora: 1200 dpi - Lagura da chapa de até 414 mm - Custo da chapa 414x510: aproximadamente R$7,00 - Dispensa o uso de fotolitos

R$ 65.000,00 Aceito troca

Gráfica Kaygangue (46) 3263.8777 c/ Vinícius Roncaglio

Guilhotina Melmaq Brasileira GH 82 (cinza) com colchão de ar + foto célula / Painel digital ano 2004 - 82cm de boca

R$ 25.000,00 Aceito Troca

Weng (41) 3245.9737/9618.0889 c/ Sucimir

R$ 280,00

Weng (41) 3245.9737/9618.0889 c/ Sucimir

Máquina Hamada DX 800 (3 rolos na chapa) em ótimo estado

R$ 18.000,00

Weng (41) 3245.9737/9618.0889 c/ Sucimir

Dobradeira Stall K-56 - 16 pág. - 04 paralelas + 02 cruzadas (fechão)

R$ 16.000,00

Via Laser (41) 3248.6701 c/ João ou Tatiana

Numeradores para tipografia (Aceito Troca)

www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84

25


26

RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

Comunidade

uma

Cercada pela natureza, em um cantinho da cidade de Colombo, está a Casa Masculina da Comunidade Hermon, um abrigo de reabilitação onde vivem aproximadamente 150 rapazes. Ali, eles encontram forças para retomar suas vidas, destruídas muitas vezes pela falta de emprego, abuso de drogas, abandono do lar, dentre outros problemas enfrentados.

Encaminhados por igrejas, familiares, Resgate Social, pelo CRAS – Centro de Referência de Assistência Social - e CREAS - Centro de Referência Especializado de Assistência Social - ou por vontade própria, os homens que nela residem estão internados por livre e espontânea vontade e buscam neste espaço se recuperar dos problemas que um dia os excluíram da sociedade.

“Se Deus quiser e permitir eu vou permanecer aqui por nove meses e finalizar o tratamento”, disse um dos moradores da Casa. E essa é a vontade que prevalece entre os homens que estão lá. Durante o período de nove meses, os moradores da Comunidade Hermon recebem moradia, vestimenta e alimentação, além de participarem de uma programação repleta de atividades que visam estimular sua

Fotos: Vista do pátio principal e do refeitório da casa masculina, localizada em Colombo

pré•impressão

www.sigep.org.br


RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

Hermon:

casa de esperança recuperação e reinserção social. Para os adultos do sexo masculino são oferecidas oficinas de música, dança e teatro, além de trabalhos manuais como o cultivo da terra e produção de hortaliças, cuidados com pequenos animais, marcenaria e artesanato. As práticas espirituais são comuns, mas sempre sem a imposição de crenças religiosas.

“A programação espiritual contribui de maneira significativa para a recuperação desses homens que tem na fé uma aliada para tirá-los daquela situação. Por isso investimos em cultos e estudo da bíblia para fortalecer esse laço com Deus que os ajuda a seguir em frente”, conta Dr. Carlini, médico voluntário na Comunidade.

Jovens e Adultos e EJA – Educação de Jovens e Adultos, onde os internos que não tiveram a possibilidade de estudar podem concluir seus estudos. As aulas, ministradas no período da manhã, fazem parte do cronograma diário dos moradores da Comunidade.

A instituição também conta com uma escola interna, oferecida em parceria com o CEEBEJA – Centro Estadual de Educação Básica para

“Nós somos a única instituição que atende dependentes químicos que conta com uma escola inserida em suas dependências.

Buscamos empresas parceiras que já utilizam serviços terceirizados para a realização de pequenos trabalhos para dar uma oportunidade a esses homens e quem sabe garantir um emprego a eles quando saírem daqui” Fotos: A Casa masculina dispõe de grande área verde onde os moradores contam com contato direto com a natureza

www.sigep.org.br

Dr. Carlini, médico voluntário na Comunidade

janeiro/fevereiro - No 84

27


28

RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

Temos uma parceria com o CEEBEJA do município de Colombo, que disponibiliza professores para ministrar aulas de segunda a quinta-feira aqui na Comunidade Hermon”, explica Marcelo Rocha, ex-morador e voluntário na comunidade. Divididos em casas equipadas com móveis e eletrônicos, os homens ficam responsáveis pelas tarefas domésticas, como manter os ambientes limpos, lavar suas roupas e fazer a manutenção necessária na casa. Também são eles que preparam a comida servida no refeitório.

O trabalho também faz parte da rotina dos moradores da Comunidade. Na fábrica instalada no terreno, aproximadamente 40 homens realizam trabalhos manuais para empresas parceiras. Com turnos nos períodos da manhã e da tarde, os trabalhadores encontram na fábrica uma ocupação e até uma forma de qualificação para poder enfrentar o mercado quando o tratamento acabar. “Buscamos empresas parceiras que já utilizam serviços terceirizados para a realização de pequenos trabalhos para dar uma oportunidade a esses homens

e quem sabe garantir um emprego a eles quando saírem daqui”, diz Dr. Carlini. Diariamente as empresas parceiras levam até o local a matéria-prima e, no final do dia, passam para recolher o produto finalizado. Toda a produção é supervisionada e passa por um controle de qualidade, certificando que o material entregue está em perfeitas condições. No final do mês, a empresa paga ao abrigo o valor referente à produção, dinheiro que é dividido de forma igual aos trabalhadores que participaram do processo. “O salário que eles recebem não é muito, mas o suficiente para utilizarem com despesas pessoais, produtos de higiene, CDs, revistas e outras coisas que não temos condições de fornecer aqui”, conta Marcelo.

Foto acima e ao lado: Realizar atividades como cozinhar e cuidar da horta fazem parte do cronograma do tratamento

Foto: Trabalhos manuais fazem parte da rotina pré•impressão

Fotos: Os produtos finalizados passam por um controle de qualidade e são recolhidos diariamente pela empresa contratante www.sigep.org.br


RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

Os rostos por trás da Comunidade Hermon

os momentos em que pensou em tirar a própria vida, mas, felizmente foi acolhido pela Comunidade Hermon, onde teve a oportunidade de resgatar tudo aquilo que a vida aparentemente tinha lhe negado e que jamais pensou em poder ter. Cumpriu o processo de recuperação proposto pela entidade, passou a morar e a trabalhar como voluntário atendendo na casa dos meninos; voltou a estudar e assim concluiu, no ano 2000, o ensino médio. Três anos depois, ingressou na Universidade Tuiuti do Paraná e formou-se em pedagogia no ano de 2006. Também fez especialização em psicopedagogia e curso técnico na área da saúde na ABRASA (Associação Brasileira de Agentes de Saúde em Alcoolismo e Consultores em Dependência Química) como consultor em dependências químicas entre outras formações.

Fotos: Dr. Carlini e Marcelo Rodrigues Rocha, ambos voluntários na Comunidade Hermon

Marcelo: Marcelo Rodrigues Rocha, hoje voluntário na Comunidade Hermon e um dos responsáveis por manter a instituição funcionando, é um ex-morador da casa de meninos da Comunidade. Aos 16 anos, Marcelo veio de Londrina para Curitiba após trabalhar como boia-fria na colheita de algodão, catador de papel, vendedor de sorvete, servente de pedreiro entre outros trabalhos, do qual buscava assim recursos

www.sigep.org.br

para garantir a subsistência de sua família após a separação dos pais. Devido a traumas sofridos na infância, como abandono, violência doméstica, discriminação e miséria, abandonou o lar e resolveu cair no mundo, conhecendo assim o universo das ruas. E o convívio nas ruas junto com outras pessoas frustradas, alimentava ainda mais seu ódio, traumas e vícios. Foram muitos

“Comunidade Hermon proporcionou a mim o que meus pais não tiveram a condição de oferecer. A um menino institucionalizado, foi me oportunizado o acesso, o respeito, o afeto e a compreensão em todos os espaços e lugares, e, principalmente a permanência e a conclusão de uma vida acadêmica”, relata Marcelo. Hoje, Marcelo é casado e tem um filho de dois anos. Ele conheceu a esposa na instituição e juntos concluíram os estudos. “Continuamos juntos dedicando nossas vidas no atendimento e trabalho a estes indivíduos que chegam aqui nas condições que chegamos, passando a estes a esperança de tratamento, recuperação e resgate de uma vida digna e habitando em família”, finaliza.

janeiro/fevereiro - No 84

29


30

RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

Cida:

Sobre a Comunidade Hermon

Em meados dos anos oitenta, a psicóloga Maria Aparecida da Silva Reis Pereira iniciou um trabalho de campo com moradores de rua de Curitiba, que tinha como objetivo levá-los à igreja para conhecer o Evangelho de Jesus Cristo. Porém, com algum tempo de trabalho, Cida notou que essas pessoas precisavam de mais do que isso, precisavam também de orientação e começou a recebê-los em sua própria casa, onde os ajudava da maneira que podia. Apesar de ter deixado de frequentar as ruas, Cida ficou conhecida pelos sem-teto, que a procuravam em busca de ajuda. Sendo assim, ela buscou conhecer casas de recuperação, como a Casa Peniel, em São Paulo, e a Casa Pastor Ramon Flores Bruziguessi, onde conheceu o pastor, que passou a orientá-la e contribuir para a criação da Comunidade Hermon.

A unidade masculina é um dos três abrigos que compõem a Comunidade Hermon, uma casa de apoio que atende aproximadamente 200 pessoas, entre homens, mulheres e crianças. Em atividade há 28 anos, ela tem como objetivo tratar de maneira completa os indivíduos que acolhe, auxiliando na sua recuperação e transformando positivamente seu estilo

de vida e sua identidade pessoal de maneira que eles consigam se reinserir na sociedade. O projeto, iniciado em 1983, nasceu como um trabalho de pesquisa, em que seus fundadores buscavam identificar na noite curitibana pessoas envolvidas com drogas e prostituição, a fim de dar condições melhores de vida a elas.

Desta forma, Cida e mais um grupo de jovens alugaram uma casa no bairro Santa Cândida e montaram a sede masculina da Comunidade. Durante anos receberam moradores de rua, dependentes químicos e os auxiliaram a concluir os estudos e ter uma vida digna longe do vício. Certo dia, dois meninos foram encontrados dormindo na porta da casa. Eles estavam com muito frio e pediam abrigo por terem sido abandonados pela mãe. Na época, Cida buscou ajuda com Dr. Onésimo Anunciação, juiz da infância, que a ajudou a resolver o caso. Mais Tarde, o Prof. Olien Zetol, participou do processo de abertura da casa para crianças, que hoje abriga mais de 25 meninos. Dois anos depois, Cida aceitou receber uma moça na casa de recuperação. A princípio ela permaneceria uma semana, mas acabou ficando mais de um ano em tratamento contra a dependência química. Essa visita a incentivou a abrir mais uma casa dedicada somente ao tratamento de mulheres. “Depois de 29 anos de trabalho, vemos pessoas que não tinham esperança, afundadas no mundo das drogas, constituírem família, estudarem, concluírem um curso superior. Com a ajuda de uma equipe técnica, eu e meu marido, o Pastor Ronaldo Reis, realizamos esse trabalho, que muitas vezes é sofrido, mas que o resultado é compensador”, relata Cida. pré•impressão

Fotos: Cômodos da casa em que os abrigados ficam durante o tratamento www.sigep.org.br


RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

De que maneira o empresário gráfico pode ajudar? A Comunidade Hermon se mantém basicamente por meio de doações e parcerias. Sendo assim, tudo o que é consumido e utilizado por seus moradores é proveniente de doadores e empresas que os ajudam. Há diversas maneiras de ajudar. Confira:

1 Tornando-se uma empresa parceira A Comunidade Hermon dispõe de mão de obra para realizar trabalhos manuais simples e de qualidade. Sendo assim, as gráficas podem enviar materiais à fábrica da comunidade, que serão elaborados com a supervisão de um responsável e assim que finalizados estarão disponíveis para que a gráfica os recolha.

Um acordo será firmado entre a empresa e a Comunidade especificando qual será o trabalho desenvolvido pelos moradores, os prazos de entrega, os níveis de qualidade e o valor que será pago pelo serviço. Após este contrato, a gráfica fará o envio da matéria prima à Comunidade Hermon e estabelecerá a data de recolhimento

do produto finalizado. O pagamento deverá ser realizado por produção e será repassado em valor integral aos responsáveis por sua elaboração.

quilos de feijão, 20 quilos de fubá, oito litros de óleo, entre outros produtos da cesta básica que compõem as refeições diárias dos internos.

Caso o empresário não tenha disponibilidade para comprar tais artefatos, também são aceitas doações em dinheiro.

Funciona como um trabalho terceirizado aliado a uma ação social. Algo que já seria uma despesa da empresa, com foco na ajuda ao próximo.

2 Doação Os alimentos, móveis, equipamentos, produtos de limpeza, vestimentas, produtos de higiene pessoal e todos os outros materiais utilizados na Comunidade Hermon são provenientes de doações, portanto, serão sempre bem vindos. Para ter uma ideia, diariamente são consumidos 45 quilos de arroz, 25

www.sigep.org.br

Componentes para a infraestrutura do local também são necessários, como lâmpadas, tijolos, telhas, tintas, pincéis, vidros para janelas, louças, dentre outros itens.

DADOS BANCÁRIOS Banco Itaú Agência: 3812 | Conta: 07844

janeiro/fevereiro - No 84

31


32

RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

3 Voluntariado Profissionais da área jurídica, médica, assistentes sociais, psicologia ou qualquer outra pessoa que possa prestar assistência aos moradores da comunidade pode se tornar um voluntário e contribuir para o bem estar e recuperação destes homens. Dr. Carlini, médico da instituição, já trabalha como voluntário há seis meses na comunidade e acredita que além de ajudar o próximo, recebe um grande retorno de seus pacientes. “É uma experiência muito enriquecedora e gratificante. Cada dia que passo aqui cresço mais e aprendo mais com estes guerreiros”, confessa Carlini.

pré•impressão

Foto: É no auditório que são realizados os cultos, palestras e rodas de depoimentos, além de algumas aulas. Créditos: Divulgação

www.sigep.org.br


RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

4 Patrocínio de projetos de lazer Hoje, a Casa Masculina da Comunidade Hermon conta com uma área verde muito grande, que poderia ser aproveitada para a construção de espaços de lazer para seus moradores, tendo e vista que estes saem do local somente para atendimentos médicos especializados e exames. Infelizmente a Comunidade não conta com recursos suficientes para a construção de uma quadra poliesportiva ou de uma academia, que supririam a necessidade de realização de atividades físicas dos internos. Sendo assim, o patrocínio da construção desses espaços viria em boa hora para os moradores da comunidade, que contariam com mais uma opção para passar seu tempo de tratamento.

www.sigep.org.br

Sugestões de projeto: - academia ao ar livre; - academia indoor; - quadra poliesportiva; - pista asfaltada para corrida e ciclismo.

Comunidade Hermon Casa Masculina Endereço: Av. Santos Dumont, 2587, São Gabriel – Colombo/PR Telefone: 3666-3318 E-mail Marcelo: prmarcelorocha@yahoo.com.br E-mail Cida: maria_silvareis@yahoo.com.br Site: www.comunidadehermon.com

janeiro/fevereiro - No 84

33


34

RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

Campanha “Ação entre Amigos” do Hospital Erasto Gaertner recebe doação de 100 mil cupons do Sigep/Abigraf-PR Pelo quarto ano consecutivo o Sigep/AbigrafPR contribuem com a campanha “Ação entre Amigos”, do Hospital Erasto Gaertner, imprimindo gratuitamente os cupons da rifa, que tem como objetivo arrecadar fundos para a manutenção do hospital. A Hellograf, em nome da entidade, produziu 100 mil cupons, sendo que cinco deles serão premiados no final da campanha, em um sorteio realizado no dia 30 de novembro. Cada cupom dará direito a concorrer a um carro, uma motocicleta, uma geladeira, uma televisão de LCD 42” e um home theater. Segundo Jacir Mendes, supervisor do marketing social do Hospital Erasto Gaertner, a campanha é uma importante forma de contribuir na arrecadação de recursos para o hospital, destinados a manutenção dos custos de procedimentos e atividades relacionadas à prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer. “A doação dos cupons é um gesto muito nobre do Sigep/Abigraf-PR que estão colaborando para que possamos continuar tratando e curando pacientes diagnosticados com câncer”, diz Jacir. Cada rifa custa R$6,00 e poderá ser adquirida no Hospital Erasto Gaertner. Interessados em ajudar nas vendas deverão entrar em contato pelos telefones 0800 643 4888 ou (41) 3218-3300 e fazer o pedido de no mínimo 10 cupons, que serão entregues no endereço desejado. Colabore com a causa e transforme a vida dos pacientes! pré•impressão

Foto: Marketing do Sigep/Abigraf-PR, Manoella Pinheiro Machado, entrega a Jacir Mendes, supervisor do marketing social do Hospital Erasto Gaertner, os 100 mil cupons produzidos para a campanha “Ação entre Amigos” Crédito: Divulgação

Hospital Erasto Gaertner Endereço: R. Dr. Ovade Amaral, 201, Jardim das Américas – CEP 81520-060 – Curitiba (PR) Telefone: (41) 3361-5000 Site: www.erastogaertner.com.br www.sigep.org.br


38

BENEFÍCIOS AO ASSOCIADO

Benefícios ao associado O escritório de advocacia Zolandeck Advogados Associados trabalha há quase um ano em parceria com o Sigep/Abigraf-PR para atender gratuitamente às solicitações dos associados. Para realizar uma consulta

jurídica, o empresário deve entrar em contato com o departamento administrativo do Sigep e este irá encaminhar ao advogado responsável.

Não deixe de esclarecer suas dúvidas com relação ao direito tributário, trabalhista, comercial, administrativo e todos os outros que estão relacionados ao setor gráfico.

Escritório de advocacia João Zolandeck Endereço: Conselheiro Laurindo, 600, Conj. 802-805, Centro, Curitiba/PR Telefone: (41) 3322-1597 Site: www.zolandeck.adv.br

pré•impressão

www.sigep.org.br


40

NOVIDADES

Alphaprint fecha parceria para comercializar impressoras de grande porte da Canon

CANON BUSCA AUMENTAR A PARTICIPAÇÃO NO MERCADO GRÁFICO E ALPHAPRINT ATENDERÁ TODO O TERRITÓRIO NACIONAL COM MAIS

A Alphaprint, empresa que oferece as melhores soluções em equipamentos, softwares, consumíveis, assistência técnica e consultoria para o mercado gráfico, fechou um contrato comercial para venda de equipamentos de impressão digital da Canon, empresa japonesa especializada no

desenvolvimento

de

tecnologias

de gerenciamento de documentos e de imagem.

DE 15 MODELOS DE

Unindo-se a Alphaprint, a Canon consolida

IMPRESSORAS PARA

ainda mais a sua presença no mercado

DIFERENTES PORTES DE

impressão digital com ótima produtividade

NEGÓCIOS GRÁFICOS

e excelente custo/benefício. A parceria

gráfico, oferecendo equipamentos para

foi firmada no fim de 2012 e, a partir de

além de fácil integração no fluxo de trabalho. Com resolução óptica de 1200 dpi x 1200 dpi (256 gradações) e 8 bits de profundidade, o usuário maximiza sua produtividade sem perder qualidade. Já a imageRUNNER ADVANCE é uma solução altamente produtiva para impressões a cores ou em preto e branco apresentando um custo de impressão extremamente competitivo em sua classe de produtos. “Esta parceria complementa o portfólio de soluções digitais da Alphaprint, permitindo a oferta mais completa para este segmento”, explica Luiz Markesz, Diretor da Div Digital Canon – Océ na Alphaprint.

2013, a Alphaprint vai iniciar a revenda de máquinas das linhas imagePRESS e imageRUNNER ADVANCE. “Nosso objetivo é explorar a expertise da Alphaprint para aumentar nossa participação no segmento”, explica Fabiano Peres, supervisor de Revendas da Canon. A linha imagePRESS oferece velocidade, qualidade e versatilidade exigida em trabalhos de impressão digital a cores, pré•impressão

Alphaprint Site: www.alphaprint.com.br Telefone: (11) 2164-1900 www.sigep.org.br


NOVIDADES

41

Agfa revelou inovação da publicação jornalística impressa e móvel na WAN-IFRA World Publishing Expo 2012

No evento World Publishing Expo 2012, a

aos editores um caminho de sucesso para

automaticamente dados de imagem para

Agfa, líder mundial em soluções de pré-

mídias digitais também.”

produzir produtos com impressão de

impressão, revelou suas novas soluções para editores e profissionais gráficos do segmento de jornais ao enfatizar seus sistemas de produção industrial tanto para publicação impressa

quanto

para

publicação

em

dispositivos móveis.

Os novos serviços e a infraestrutura em nuvem permitem aos editores e

alta qualidade, ao mesmo tempo em que economiza tempo e dinheiro.

profissionais gráficos padronizarem o fluxo

A empresa também destacou as soluções

de produção para papel e dispositivos

VeriPress, sistema de soft proof para

móveis. No caso do :Arkitex Cloud, da

impressão, assim como o CTP :Advantage

Agfa, é oferecido todo o software e

NHS para impessoras de jornais de alto

Hoje a indústria jornalística procura novas

hardware em nuvem para minimizar

volume. Ambos foram anunciados na

formas de otimizar o ambiente de produção,

custos operacionais e infraestrutura de

Drupa 2012.

para encontrar um balanço entre impressão

TI. Com o :Arkitex Eversify é possível

convencional e digital publishing de modo

automatizar a publicação de conteúdo

lucrativo. A Agfa, baseada em sua experiência

em dispositivos móveis por meio da

com workflows de produção relacionados a

tecnologia SaaS (Software as a Service)

impressão automatizada, traz o mesmo foco

na nuvem. Ambos os sistemas oferecem

industrial à publicação em dispositivos móveis

o maior grau de continuidade e automação

com o :Arkitek Eversify e outros serviços de

corporativa,

computação em nuvem.

custos operacionais e criam um ambiente

“Nós sentimos uma grande preocupação

enquanto

que

otimizam

Por fim, mas não menos importante, a Agfa mostrou os benefícios ecológicos dos sistemas de pré-impressão UV sem químicos, permitindo aos clientes a diminuição do impacto ambiental, economia de custos e menos manutenção.

de produção sustentável.

entre profissionais gráficos e editores da

A Agfa também revelou pela primeira vez

indústria de jornais sobre modelos de

uma solução para aperfeiçoar a qualidade

negócios para aplicações móveis”, disse

de impressão em equipamentos mais

Andy Grant, diretor global de software da

velhos que sofrem de erros de registro

Agfa

Agfa. “Baseados em nossas soluções de pré-

mecânicos. O :Arkitek PressRegister

Telefone: (11) 5188-6444

mídia para impressão, podemos oferecer

é uma solução única para corrigir

E-mail: sacgs.br@agfa.com

www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84


42

NOVIDADES

Cartão Sesi Quer oferecer vantagens aos seus colaboradores e ter o desconto diretamente na folha de pagamento? O Cartão SESI possibilita que o empresário proporcione aos trabalhadores tratamento odontológico, compra em farmácias, supermercados e livrarias conveniados, além de descontos em ingressos de teatro e cinema, sem ter que se preocupar com o pagamento dos serviços, que é debitado diretamente da folha de pagamento dos colaboradores. Além disso, os associados do Sigep/ Abigraf-PR possuem desconto especial na mensalidade do Cartão. O Cartão SESI traz inúmeras vantagens para o empresário e também para o trabalhador. Confira:

pré•impressão

EMPRESA • Maior integração com seus trabalhadores • Amplia a política de Recursos Humanos através de benefícios sociais de baixo custo • Contribui para o aprimoramento do clima organizacional • Reduz processos burocráticos de consolidação de despesas com benefícios ao reunir, em fatura única, todos os serviços utilizados • Cartão personalizado com a marca da indústria

www.sigep.org.br


NOVIDADES

COLABORADORES • Melhoria na qualidade de vida • Desconto dos produtos e serviços adquiridos diretamente em folha de pagamento, facilitando o gerenciamento do orçamento familiar

Supermercado

• Extensão dos serviços aos dependentes (esposa, marido e filhos até 21 anos)

• Rede de supermercados credenciados, onde o trabalhador pode realizar suas compras com prazo de até 40 dias para pagamento.

SESI Odontologia

Livrarias e Papelarias

• Atendimento odontológico de qualidade, com preço subsidiado. Foco em ações de prevenção e educação em saúde, visando à redução dos índices de saúde bucal.

• Rede de livrarias e papelarias credenciadas, onde o trabalhador pode realizar suas compras com parcelamento em até 3 vezes.

Farmácia • Rede de farmácias credenciadas, onde o trabalhador pode adquirir medicamentos com prazos de até 40 dias para pagamento.

Núcleo do Cartão SESI Telefones: (41) 3271-9233 / (41) 3271-9217

www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84

43


46

NOVIDADES

Ampliação e modernização marcam o aniversário de 35 anos da Zanatto Soluções Gráficas Prestes a completar 35 anos de história, a Zanatto Soluções Gráficas finaliza a reforma realizada em sua sede em Curitiba, com o objetivo de ampliar e modernizar suas instalações para a capacidade de armazenamento de estoque e parte industrial dos produtos atuais, além de permitir o ingresso de novas marcas como a Ritrama e Air Dot, ampliando a gama de opções oferecida aos clientes.

e ao atendimento aos clientes, a obra

planejamento mais adequado e uma

trouxe diversas benfeitorias a Zanatto.

capacidade maior de atendimento aos

Após sua finalização, em novembro de

nossos mercados de atuação. Nosso

2012, a empresa passou a contar com

sucesso está intimamente ligado ao

uma área maior de estoque, melhor

sucesso de nossos clientes”, conta

distribuição dos produtos, um novo e

Adair Zanatto, presidente da Zanatto

estruturado mezanino, pé direito de 6

Soluções Gráficas.

Realizada durante 24 meses, em paralelo ao funcionamento habitual da empresa

e blanquetas, na própria Zanatto. “A

metros e áreas de cortes e preparação de materiais acabados, como formatos especiais de chapas, papéis calibrados ampliação da Zanatto nos permitirá um

A ampliação também deu espaço para a entrada de duas novas marcas, a Ritrama e Air Dot. A Ritrama é uma fabricante italiana reconhecida internacionalmente pela alta qualidade de seus produtos autoadesivos e vinil para diversas aplicações em comunicação visual, além de fitas dupla-face para impressão flexográfica. Já a Air Dot, fabricante de blanqueta de origem suíça, veio para ampliar a oferta desse tipo de produto para o mercado brasileiro, por meio da Zanatto. “Os investimentos e toda a ampliação marcam os 35 anos de operação da empresa,

completados

neste

ano

2013, além de representarem o início de um novo momento, embarcando tecnologias,

pessoal

comprometido,

expertise em importação e distribuição. A Zanatto tem em seu DNA o Foto: Imagem da nova fachada da sede da Zanatto Soluções Gráficas, após a reforma Créditos: Divulgação pré•impressão

crescimento e o olhar para o futuro”, conclui Adair. www.sigep.org.br


NOVIDADES

NOVIDADES Após três anos dedicados a Área Comercial da Zanatto, André Costa deixa a empresa. Ele aceitou um novo desafio em sua carreira, onde atua desde o dia 1° de fevereiro. E em nome de todo o time da Zanatto desejo boa sorte em sua nova jornada. Simultaneamente e sempre buscando ampliar nossa capacidade de atendimento, informamos aos nossos clientes e parceiros que Daniel Eraldo aceitou nossa proposta de trabalho, ocupando uma das gerencias comerciais e iniciou em 1º de fevereiro suas funções na Zanatto. Seu comprometimento está baseado em nosso projeto de crescimento e desenvolvimento de soluções Zanatto para todo o mercado.

Daniel Eraldo possui larga experiência na Indústria Gráfica, tendo trabalhado nos últimos 16 anos na Kodak, exercendo funções nas áreas de vendas e marketing, em toda região Latino-Americana. Daniel é Administrador formado desde 2002 com especialização em Comércio Exterior e Pós-Graduado em Gestão Empresarial desde 2006 e possui profundos conhecimentos nos produtos em que a Zanatto é líder de mercado. Continuamos firmes em nosso propósito de entregar aos nossos clientes eficiência em pré-impressão e impressão seja Offset, Flexografia ou Comunicação Visual.

Adair Zanatto, presidente da Zanatto Soluções Gráficas

www.zanatto.com.br

www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84

47


48

NOVIDADES

Chapas Kodak Sonora agilizam a produção e colaboram com o meio ambiente

Eficiência – numa única palavra resumemse todos os atributos de uma produção gráfica lucrativa e competitiva. A eficiência em geral nos remete a conceitos de agilidade, precisão, previsibilidade, segurança e redução de desperdícios. Basicamente, esta é a promessa das chapas Kodak Sonora, produto comercializado no Brasil há aproximadamente 1 ano, e que pré•impressão

começa a ganhar força no mercado devido

– não libera resíduos durante a exposição

de até 200.000 impressões. Sua principal característica é a ausência de processamento químico pós-gravação no CtP, que na prática significa ausência de qualquer processadora ou equipamento de imersão. Assim, a chapa sai seca do equipamento de gravação, o CtP, diretamente para a impressora offset, sem ter tido contato com quaisquer químicos

ao laser – e com expectativa de tiragem

ou líquidos.

às suas características ligadas à eficiência de processo. Do ponto de vista técnico, a Kodak Sonora é uma chapa de gravação negativa – o laser sensibiliza a área de grafismo - não-ablativa

www.sigep.org.br


NOVIDADES

Na impressora offset, a solução de fonte

folhas de acerto carregam tais resíduos, por

impressa. Risco de contaminação da

umedece a chapa nos primeiros giros, e ao

outro lado o poder de entintagem da chapa é

solução de fonte? Nenhum. Conforme

ter contato com os rolos de tinta, a própria

o mais eficiente possível, pelo fato de não ter

já mencionado, a camada da área de

tinta remove a camada do contragrafismo

ocorrido contato com quaisquer químicos

contragrafismo é completamente eliminada

da chapa através de suas características

ou líquidos em processos anteriores. O

nas primeiras folhas de papel.

de adesão, conhecidas como “tack”. A

resultado é um setup de máquina mais

emulsão passa à blanqueta através da

rápido, com menos desperdícios de tempo,

transferência mecânica com os rolos, e é

tinta e papel.

eliminada nas primeiras folhas impressas, que naturalmente já são descartadas para se realizar o acerto de registro e cores.

prático,

eliminam-se

custos

com

processadoras ou lavadoras de chapas, Neste processo, a remoção da camada resume-se a um processo físico – variáveis como temperatura e velocidade não

Importante portanto ressaltar que, também

têm qualquer impacto sobre o resultado

do ponto de vista de setup de máquina, a

final e ganhos ou perdas de ponto – e

Sonora proporciona maiores economias em

elimina-se uma das principais variáveis

tempo e materiais. Conforme já mencionado,

da pré-impressão, que é justamente o

o processo de eliminação dos resíduos das

processamento químico da chapa, no qual

chapas é irrelevante e transparente ao

temperatura e velocidade de processamento

impressor, pois se por um lado as primeiras

terão grande impacto sobre a imagem

www.sigep.org.br

Assim, além de ser um sistema muito

produtos químicos de qualquer natureza, água, energia elétrica, descarte de produtos químicos e espaço físico. Melhor para o bolso e para o meioambiente em todos os aspectos, sem deixar de lado a praticidade, segurança e a redução de variáveis, que ao final tem impacto na estabilidade e eficiência do processo. Enio Zucchino

janeiro/fevereiro - No 84

49


50

NOVIDADES

Corgraf, cliente 100% Agfa, passa por consultoria para implantar o “Agfa Color Quality”

Fundado há mais de 20 anos no Estado

optou pela Agfa. Assim como nossos

de imagem até a aplicação do InkSave -

do Paraná, o Grupo Corgraf iniciou suas

clientes, a Corgraf sempre busca parceiros

processo ecologicamente correto que visa

atividades no ramo gráfico e solidificou-

que

necessidades

a redução significativa da carga de tintas.

se no mercado por sua excelência em

tecnológicas mantendo um padrão de

Todo o processo aumenta a qualidade de

serviços gráficos de qualidade. Em

qualidade inabalável. A Agfa possui esses

impressão, reduz problemas de decalque,

1997 iniciou o Bureau de Fotolitos,

quesitos, dispondo de equipamentos,

facilita o acerto de máquina, entre muitas

para atender as necessidades em pré-

softwares, insumos e equipe técnica

outras melhorias”, revela Vlamir Marafiotti,

impressão. E diante da demanda do

especializada,

Gerente de Produtos Agfa.

mercado, o Grupo investiu também em

centralizada, o que nos propicia qualidade

acabamentos gráficos.

e confiança, padronizando nosso processo

Aliás, sua qualidade pode ser comprovada

atendam

nossas

tudo

isso

de

forma

produtivo”, revela Marcio Corrêa Ribeiro, supervisor de pré-impressão da Corgraf.

com a grande quantidade de prêmios conquistados: 4 troféus de Excelência Gráfica Fernando Pini, 1 troféu no Concurso

Latino-Americano

de

Produtos Gráficos Theobaldo de Nigris e 74 troféus de Excelência Gráfica Oscar Schrappe Sobrinho.

“O processo foi bastante ágil e não teve interferência em nossa rotina de trabalho. No

primeiro

momento,

fizeram

um

diagnóstico de nossas reais necessidades”,

Recentemente a empresa passou por

revela Marcio. “Depois, foi implementado o

um processo de consultoria: “Dois

processo de gerenciamento propriamente

técnicos Agfa, sendo um especialista

dito, aplicando cada detalhe relatado na

na área de software e gerenciamento

etapa anterior, o que, por sua vez, foi

de cores e outro na aplicação de chapa

um sucesso, tendo aceitação de todos

e equipamento de impressão offset,

os profissionais envolvidos, desde a pré-

realizaram a consultoria e implementaram

impressão até a impressão. As dificuldades

Tanta excelência se junta ao fato da

o padrão ISO 12647 na gráfica. Todo o

e soluções quanto às dúvidas oriundas deste

Corgraf ser um cliente 100% Agfa. “Por

processo é concentrado e gerenciado

processo, sempre que surgem, são sanadas

tratar-se de uma empresa que fornece

pelo Workflow :Apogee Prepress, desde

quase que instantaneamente por parte da

produtos e serviços de ponta, a Corgraf

a conversão dos arquivos com tratamento

equipe técnica da Agfa.”

pré•impressão

www.sigep.org.br


NOVIDADES

Cartazes

Chocolates Premium Sacolas

Agendas

Cartões Comemorativos

Apostilas

Cartões de Visita

Capas de Livros Cadernos Certificados e Diplomas

PROMOCIONAL

Bebidas Premium

Calendários

EDITORIAL

PRODUTOS

Lista de produtos em que o novo papelcartão Blanka, lançamento da Ibema, pode ser utilizado.

Envelopes

Cartões Postais Catálogos Convites Encartes Folders e folhetos

Fichas

Malas Diretas

Pastas

Pôsteres

Corgraf

Agfa

Telefone: (41) 3012 5000

Telefone: (11) 5188-6444

E-mail: corgraf@grupocorgraf.com.br

E-mail: sacgs.br@agfa.com

www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84

51


52

MATÉRIA DE CAPA

pré•impressão

www.sigep.org.br


MATÉRIA DE CAPA

Pode tirar sua calça pantalona do fundo do armário e ensaiar aquela coreografia do Bee Gees, pois a festa de entrega do 11° Prêmio Paranaense de Excelência Gráfica Oscar Schrappe Sobrinho, marcada para 28 de junho, no Espaço Torres, terá como tema a década de setenta. A escolha se deu em decorrência do aniversário de 70 anos do Sigep, comemorado em 1° de julho de 2013. O brilho e o glamour do período, que foi marcado pela popularização do ritmo disco, estarão presentes em todos os detalhes do evento, desde a comunicação visual, em flyers, banners e cartazes de divulgação, até à trilha sonora que irá embalar a noite. A Banda Nega Fulô, conhecida por reproduzir grandes hits do tempo da brilhantina, será a responsável por animar a festa e promete não deixar ninguém parado.

www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84

53


54

MATÉRIA DE CAPA

Com todo esse clima retrô, serão conhecidos no evento os melhores trabalhos gráficos paranaenses produzidos em 2012. Assim como nos anos anteriores, as gráficas do estado que inscreverem seus produtos até dia 30 de abril, nas diversas categorias que o prêmio engloba, como rótulos, revistas, cartões de visitas, entre outras, vão concorrer entre si pelo troféu Oscar Schrappe Sobrinho.

Espaço Torres Este ano a festa ganha uma nova casa, o novo e requintado Espaço Torres. Com um salão com mais de mil metros quadrados de área

Os trabalhos serão julgados por uma equipe de

e capacidade para até 731 pessoas, o Espaço

profissionais que irá compor o júri do prêmio,

Torres foi escolhido por oferecer mais conforto

avaliando os produtos de acordo com os critérios

aos convidados do Prêmio. A proximidade

estabelecidos pela ABTG. Após a seleção, os nomes

do centro de Curitiba e o estacionamento de

dos vencedores serão mantidos em sigilo até o

6.500m² do local também trazem comodidade

momento da entrega dos troféus. A festa de entrega

para as pessoas que participarão da festa.

contará com grandes nomes da Indústria Gráfica,

Além disso, o ambiente é todo climatizado,

além de representantes da Fiep, ABTG e demais

conta com o que há de mais moderno

envolvidos em causas do setor.

em equipamento e isolamento acústico e

Os vencedores de cada categoria estarão inscritos

possui acabamentos sofisticados, do piso de

automaticamente e gratuitamente no maior prêmio

granito às louças de primeira linha. Toda a

da indústria gráfica nacional, Fernando Pini. No final

infraestrutura do Espaço Torres foi projetada

do ano, eles vão concorrer com trabalhos do país

para a realização de eventos, garantindo a

todo e quem sabe consagrarem-se os melhores

tranquilidade dos convidados.

produtos do Brasil.

Créditos: Divulgação pré•impressão

www.sigep.org.br


MATÉRIA DE CAPA

11° Prêmio Paranaense de Excelência Gráfica Oscar Schrappe Sobrinho Data: 28 de junho de 2013 Horário: a partir das 18h30 Local: Espaço Torres – Rua Pergentina Silva Soares, 159 – Jardim Botânico

www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84

55


58

ESPECIAL

AS MULHERES GANHARAM ESPAÇO NO AMBIENTE GRÁFICO E MOSTRAM QUE SÃO CAPAZES DE LIDERAR EQUIPES COMPOSTAS MAJORITARIAMENTE POR HOMENS SEM SAIR DO SALTO Após anos e anos lutando por seus direitos, as mulheres conquistaram igualdade e até o cargo de presidente do país. Não poderia ser diferente na indústria gráfica. Em um mercado dominado pelos homens, elas ganharam espaço e hoje ocupam grandes posições nas empresas paranaenses, mas continuam enfrentando desafios pela frente. pré•impressão

Algumas destas mulheres cresceram entre papéis e latas de tinta, já outras entraram na indústria gráfica por acaso, mas todas têm em comum a vontade de contribuir para que as empresas em que trabalham destaquemse em meio a tantas no mercado. Apesar de alcançar postos altos, as mulheres ainda enfrentam preconceito dos subordinados homens, mas buscam tratá-los com respeito

e igualdade com o intuito de diminuir essas diferenças. “Minha relação com os subordinados e todos os outros colaboradores do sexo masculino é de muita cordialidade e respeito. Ainda existe um pouco de restrição deles quanto ao trabalho da mulher, principalmente no meio gráfico, porém, a cada dia os www.sigep.org.br


ESPECIAL

homens aprendem a respeitar o trabalho feminino, visto que o índice de mulheres principalmente nos setores comercial, financeiro e RH tem crescido cada vez mais. Infelizmente ainda existe um preconceito com relação às mulheres no comando, porém bem menos manifestado a cada ano”, relata Norma Sizilio, gerente comercial da Gráfica Capital. Eliane da Silva Cagé, supervisora de artes gráficas da Gráfica Layout, também diz ter enfrentado muitos obstáculos e rejeições no início de sua carreira no ramo gráfico, mas que com persistência e dedicação conseguiu

superar

o

preconceito

masculino. Hoje ela orgulha-se de ter

Foto: Norma Sizilio, gerente comercial da Gráfica Capital

participado da conquista da certificação da ISO 9001 que contribuiu para o crescimento da empresa. Tais conquistas femininas trazem reconhecimento ao trabalho das mulheres e as incentivam a batalhar por cargos melhores. “Vejo que a participação das mulheres vem aumentando em diversos setores das empresas gráficas. Também observei a busca por uma qualificação maior e o alcance de cargos mais elevados no setor”, acredita Fernanda Farias Guimarães, da Ótima Gráfica. Luana

Dionysio,

sócia-administradora

da Tecnicópias, acredita que além da capacitação

individual,

as

mulheres

prezam pelo desenvolvimento da equipe,

www.sigep.org.br

Foto: Eliane da Silva Cagé, supervisora de artes gráficas da Gráfica Layout

janeiro/fevereiro - No 84

59


60

ESPECIAL

para que juntos atinjam as expectativas dos clientes. “É fundamental cobrar que todos os colaboradores tenham disciplina, respeito, responsabilidade e comprometimento com a empresa e, dessa forma, sintam-se felizes e satisfeitos no seu ambiente de trabalho. Além disso, precisamos estar sempre inovando e antenados para as novidades, para acompanhar o mercado e as exigências dos nossos clientes”, conta. A preocupação com o cliente é uma característica feminina e pode ser Foto: Fernanda Farias Guimarães, da Ótima Gráfica

notada nas estratégias de trabalho das mulheres dentro das gráficas. Planejamento reduzir

de

atividades

atrasos,

para

supervisão

da

produção e agilidade no processo são

alguns

exemplos

de

ações

priorizadas por gestoras mulheres. “Visamos melhorar os processos internos que já foram implantados, lançar novos desafios à equipe, com muita motivação, priorizando sempre atender as necessidades do cliente e, em consequência, obter a satisfação do mesmo”, diz Eliane, da Gráfica Layout. Um

dos

grandes

motivos

da

presença feminina no setor gráfico é a sucessão familiar, quando as filhas dos empresários começaram a se interessar pelo negócio da família e Foto: Luana Dionysio, sócia-administradora da Tecnicópias

pré•impressão

participar ativamente dos processos.

www.sigep.org.br


ESPECIAL

Como é o caso de Deyse Paula Fortunato

Para Norma, hoje as mulheres estão

com 100 ou 200 colaboradores. E o mais

Alvares, diretora administrativa da

presentes nas principais tomadas de

importante, estamos recebendo cada vez

Tuicial e funcionária da empresa desde

decisão, administração, produção e

mais reconhecimento e conquistando o

os 12 anos de idade.

diretoria. “Vejo a minha geração, de

respeito do ramo gráfico e

“Devido ao falecimento do meu pai,

filhas de empresários do ramo gráfico,

dos homens que

repentinamente assumi a empresa

assumindo papéis importantes nas

nele

juntamente com minha mãe e uma

empresas e trabalhando lado a lado

completa.

ótima equipe. Desde então a empresa

com seus pais e irmãos. Estamos

tem crescido constantemente e de

dando continuidade aos negócios

uma forma sólida ano a ano e hoje,

familiares, unindo tradição e inovação

com 35 anos, possui uma marca forte

a fim de obter melhores resultados e

e respeitada no mercado. Ao longo dos

maiores crescimentos de mercado. É

anos a empresa procurou sempre a

cada vez mais comum conhecer uma

profissionalização e tivemos uma ótima

mulher liderando todo um acabamento

evolução neste aspecto”, explica Deyse.

gráfico ou dirigindo uma empresa

atuam”,

Foto: Deyse Paula Fortunato Alvares, diretora administrativa da Tuicial www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84

61


62

ESPECIAL

Evento de confraternização no dia 8 de março reúne as mulheres da indústria gráfica Dezenas de colaboradoras e dirigentes

coquetel bem descontraído, elas trocaram

das indústrias gráficas no Paraná se

informações, se divertiram com o bazar

reuniram em 8 de março na tradicional

de lingeries e curtiram música ao vivo,

confraternização do Dia Internacional

comandada pelo presidente do Sigep, Jair

das Mulheres, promovida pelo Sigep/

Leite. Veja nas próximas páginas fotos e

Abigraf-PR em sua sede. Em um

detalhes do evento.

DEPOIMENTOS “A festa realizada pelo Sigep/Abigraf-PR no dia da mulher é “hor concours”. É um evento em que encontramos amigas, conhecemos novas pessoas do ramo e percebemos a presença feminina no ramo gráfico, algo que tem crescido muito nos últimos anos.” Tatiana – Copygraf

“Essa festa eu não perco por nada. Ela já está na minha agenda de todos os anos. É uma festa muito agradável que reúne concorrentes, mas que também são amigas, para comemorar o nosso dia.” Ruth – Ajir

“Estou a 13 anos trabalhando no ramo e a quatro eu participo da festa. Acho uma forma bacana de confraternização, pois é uma oportunidade de conhecermos as pessoas que muitas vezes só falamos por telefone.” Elaine – Inventário Papéis

pré•impressão

www.sigep.org.br


ESPECIAL

“Esta festa é um reconhecimento do trabalho e da força da mulher no mercado de trabalho, onde as mulheres hoje estão buscando oportunidade e se empenhando cada vez mais para conquistar seu espaço.” Rosangela Ruth – Gráfica Comunicare

“Ver as mulheres atuando em diversos setores da indústria gráfica que antes eram ocupados somente por homens é muito bacana e extremamente importante. Adorei a festa e a forma como ela foi conduzida. A organização está de parabéns.” Juliane Rodrigues de Melo – Hellograf

“Acredito que essa é uma maneira de valorizar as mulheres e um espaço dedicado a nós. Achei muito bacana.” Katyeny Lharisa – DeltaE

“Acredito que as mulheres, não somente no ramo gráfico, mas em outras áreas de atuação, estão conquistando um espaço cada vez maior e estamos mostrando que somos tão competentes quantos os homens. Adorei a festa este ano. Achei o ambiente descontraído, com a música, o formato e o número de pessoas.” Paola Pinto de Almeida – Gráfica Exklusiva

“A Indústria Gráfica é essencialmente masculina e nosso relacionamento com o ramo é sempre através dos homens. Então quando chegamos em um evento dedicado somente às mulheres e notamos o grande número delas que atua no mercado, percebemos que são elas que estão por trás dos homens segurando as pontas. Acredito que esse evento mostra a visão feminina do mercado e de que forma as mulheres estão presentes e atuantes para colaborar com a indústria.” Ivone de Castro - professora da UTFPR

“Todos os anos o sindicato promove este espaço pra gente e eu busco sempre prestigiar. É muito bacana essa interação, pois acabamos conhecendo as outras mulheres atuantes e é uma oportunidade para trocar ideias.” Cintia – Parllare Serigrafia

“A mulher vem cada vez mais ocupando o espaço dela, sempre com muita dedicação, responsabilidade e atingindo sempre o topo, conquistando cargos de diretoria e gerência. É a primeira vez que eu participo do evento e achei maravilhoso. O Sigep/Abigraf-PR estão de parabéns.” Simone Zanini – Iddéia

www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84

63


64

ESPECIAL

pré•impressão

www.sigep.org.br


ESPECIAL

www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84

65


66

ESPECIAL

pré•impressão

www.sigep.org.br


ESPECIAL

www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84

67


68

ESPECIAL

pré•impressão

www.sigep.org.br


ESPECIAL

www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84

69


70

ESPECIAL

pré•impressão

www.sigep.org.br


ESPECIAL

www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84

71


72

ESPECIAL

pré•impressão

www.sigep.org.br


ESPECIAL

www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84

73


74

ESPECIAL

pré•impressão

www.sigep.org.br


ESPECIAL

www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84

75


76

ESPECIAL

pré•impressão

www.sigep.org.br


ESPECIAL

77

Foto: “Nós, da Fiep, estamos construindo um elo de amizade com o Sigep/Abigraf-PR que nos traz muitas alegrias. Ficamos muito felizes em compartilhar este momento único com mulheres que contribuem para o desenvolvimento da nossa indústria e do nosso país”. Simone Marques, assessora da presidência da Fiep

Fotos: “Foi realizada uma homenagem à Dona Maria, que trabalha há 33 anos na Comunicare e há mais de 60 no ramo gráfico. Ela tem 86 anos de idade e não pensa em parar tão cedo. Para ela, o trabalho é essencial e adora o que faz. Ela disse que a familia para a qual trabalha já é sua segunda família, pois viu o Raphael Manzoni, diretor da Comunicare, e os outros membros da família crescerem. Ela tem quatro filhos, oito netos, seis bisnetos e um tataraneto. Segundo Raphael, ela é muito dedicada e caprichosa. Na homenagem, Dona Maria recebeu flores de Ruth e Tatiana, primeiras-damas do Sigep/Abigraf-PR www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84


78

ESPECIAL

pré•impressão

www.sigep.org.br


ESPECIAL

Foto: Maria Aparecida da Silva Reis Pereira, a Cida, da Comunidade Hermon, contou um pouco do trabalho que realiza com as mulheres do abrigo e a força que a mulher precisa para se recuperar do vício em drogas

www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84

79


80

ESPECIAL

pré•impressão

www.sigep.org.br


ESPECIAL

www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84

81


82

ESPECIAL

pré•impressão

www.sigep.org.br


ESPECIAL

www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84

83


86

JURÍDICO

Dirigentes do Sigep/ Abigraf-PR participam de reunião sobre o conflito tributário ISS x ICMS No dia 25 de fevereiro, Sidney Paciornik, presidente da Abigraf-PR, e Jair Leite, presidente do Sigep, estiveram na cidade de São Paulo onde foi realizada reunião do Conselho Diretivo da Abigraf Nacional, com a maciça presença de seus membros, cuja pauta única previa o tema “Conflito Tributário ISSQN x ICMS”. Após amplo debate da questão, por maioria de votos das Regionais presentes, deliberou-se conforme segue: • Manutenção da linha adotada junto ao STF – Supremo Tribunal Federal nos autos da Ação Direta de Inconstitucionalidade – ADIn nº 4413/2010, nos seguintes termos:

- incide o ISS nos casos em que a prestação de serviços gráficos configura o núcleo do negócio jurídico, sendo personalizada, encomendada e destinada ao usuário final, ainda que haja entrega de bens; - incide o ICMS nos casos em que a atividade gráfica envolve o fornecimento

pré•impressão

de bens, inseridos no ciclo econômico da produção de outros bens antes de alcançar o usuário final, ainda que haja obrigação de fazer. • Manutenção do apoio ao Projeto de Lei do Senado–Complementar PLS 386/2012, que altera a Lei Complementar 116/2003 no tocante ao item 13.05, que prevê a seguinte redação:

- “13.05 - Composição gráfica, inclusive confecção de impressos gráficos, fotocomposição, clicheria, zincografia, litografia, fotolitografia, exceto se destinados a posterior operação de comercialização ou industrialização, ainda que incorporados, de qualquer forma, a outra mercadoria que deva ser objeto de posterior circulação, tais como bulas, rótulos, etiquetas, caixas, cartuchos e embalagens, manuais técnicos e de instrução quando ficarão sujeitos ao ICMS”.

Segundo Sidney Paciornik, tais decisões somente sacramentaram as ações que já estavam sendo realizadas pela Abigraf Nacional com relação a este assunto. “Após avaliar o cenário atual das investidas do setor para resolver a questão tributária aplicada à indústria gráfica, chegamos a um consenso de que vamos dar continuidade às diretrizes estabelecidas até o momento e evitar atividades paralelas, para que as solicitações não percam força perante os poderes que irão decidir este impasse”, explica Sidney. Já Jair Leite espera que tais medidas consigam conscientizar os políticos brasileiros dos problemas que a indústria gráfica enfrenta com essa indefinição tributária, que gera insegurança jurídica no setor. “Concordo com a ideia de dar continuidade nas ações já iniciadas pela Abigraf, tendo em vista o caminho traçado até o momento e a evolução das reivindicações perante o governo. Manter a estratégia pode encurtar o tempo de espera de uma decisão, podendo ter uma resposta para essa questão até o final de 2013”, diz.

www.sigep.org.br


JURÍDICO

Comunicado Abigraf Nacional: RECOPI NACIONAL Convênio ICMS 09/2012 SUSPENSÃO Informamos que estão suspensos os efeitos do Convênio ICMS 09/2012, do CONFAZ, que dispõe sobre o prévio reconhecimento da não incidência do ICMS sobre as operações com papel destinado à impressão de livro, jornal ou periódico e institui o RECOPI NACIONAL - Sistema de Reconhecimento e Controle das Operações com o Papel Imune, até o julgamento do mérito do Mandado de Segurança nº 59340-69.2012.4.01.3400, interposto pela Câmara Brasileira do Livro – CBL, perante a 16ª Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal. Lembramos que nove Estados haviam aderido ao referido Convênio, a saber: Bahia, Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Distrito Federal.

www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84

87


88

FIZEMOS E DEU CERTO

Hellograf promove programa de treinamentos para seus colaboradores A Hellograf tem investido constantemente não só em tecnologia, mas também em pessoas, que para nós são o grande patrimônio de qualquer organização

Há 21 anos no mercado gráfico, a

Hellograf

vem

crescendo

ano

após ano e aposta na qualificação e retenção de talentos para obtenção do sucesso. Sendo assim, programas

Abilio Santana, diretor da Hellograf

de treinamento e motivação foram

Imagem: Cronograma de treinamentos oferecidos pela Hellograf separado por temas e datas Crédito: Divulgação pré•impressão

www.sigep.org.br


FIZEMOS E DEU CERTO

empresa

Com esse intuito a Hellograf, em

trabalhando em prol do objetivo

com o objetivo de capacitar os

parceria com a Exodus Treinamentos,

da empresa. “O comprometimento

colaboradores e investir no capital

ofereceu no segundo semestre de

individual, a baixa rotatividade de

intelectual da gráfica, para que

2012 um programa de treinamento de

pessoal e o nível de satisfação da

juntos possam continuar crescendo.

sete módulos aos seus funcionários.

minha equipe são maneiras de

De

palestras

mensurar os resultados obtidos após

tempo,

a realização do treinamento, que

implementados

“A

na

Hellograf

constantemente tecnologia,

mas

julho

a

dezembro

tem

investido

sobre

não

em

gestão financeira familiar, relações

também

em

interpessoais,

administração

de

autoconhecimento

pessoas, que para nós são o

outros temas relacionados ao indivíduo

grande patrimônio de qualquer

foram oferecidas gratuitamente dentro

organização.

21

anos

da Hellograf, no horário de trabalho

contamos

com

dos colaboradores. “Os sete temas

colaboradores que estão conosco

selecionados eram focados no ser

há 10, 15 anos, isso demonstra a

humano e não somente no profissional.

dedicação e a vontade de crescer

Quisemos oferecer um treinamento pra

junto com a empresa e por isso

vida”, explica Abilio.

devemos valorizá-los”, conta Abilio

Segundo ele esse tipo de iniciativa

Santana, diretor da Hellograf.

motiva a equipe e a torna mais unida,

de

história,

www.sigep.org.br

Com

foram muito positivos”,conclui Abílio.

e

Hellograf Gráfica e Editora Telefone: (41) 3364-0800 E-mail: Rua João Reffo, 452, Santa Felicidade, Curitiba (PR)

janeiro/fevereiro - No 84

89


90

NOTAS

AFEIGRAF defende interesses da indústria gráfica A AFEIGRAF- ASSOCIAÇÃO DOS AGENTES DE FORNECEDORES DE EQUIPAMENTOS E INSUMOS PARA A INDÚSTRIA GRÁFICA - ACABA DE CRIAR UM GRUPO DE TRABALHO COM O OBJETIVO DE DEFENDER OS INTERESSES DA INDÚSTRIA GRÁFICA NO QUE DIZ RESPEITO AO FORNECIMENTO DE PAPEIS IMPORTADOS. FAZEM PARTE DO GRUPO OITO INDÚSTRIAS E FORNECEDORES QUE JUNTOS RESPONDEM POR APROXIMADAMENTE 90% DO VOLUME DE PAPEL IMPORTADO FORNECIDO PARA FINS DE IMPRIMIR, ESCREVER E EMBALAGEM. De acordo com Dieter Brandt, diretor

das alíquotas de importação para o papel

presidente da AFEIGRAF, a criação do

comercial vem sendo extremamente

grupo é uma iniciativa importante para

maléfico para indústria gráfica”, afirma.

o fortalecimento do setor gráfico, que

Brandt ressalta que a aproximação dos

vem sendo seriamente impactado pelas

fornecedores internacionais de papel

tradicionais barreiras tributárias do país,

amplia o escopo de atuação da AFEIGRAF

além do alto imposto de importação do

e fortalece a entidade. “Aliada à indústria

papel importado. “O mercado brasileiro

e aos fornecedores de papel importado,

não é autosuficientes em vários tipos de

a AFEIGRAF ganha representatividade,

papéis, e os importados são essenciais para

inclusive para combater com medidas

garantir o equilíbrio e a competitividade

realmente eficazes o desvio de finalidade

das gráficas nacionais. O recente aumento

do papel comercial, que definitivamente

pré•impressão

não pode ser atribuído somente ao papel importado”, ressalta. Entre os membros do grupo de trabalho estão a Cathay Brasil, representante exclusivo da APP - uma das três maiores indústrias de papel do mundo com sedes na China e Indonésia - e a sul africana Sappi, que juntas são responsáveis pela maioria do papel importado, além de fornecedores como Copap, Samab, Roxcel, Talico do Brasil, CN-Brazil e Elof Hansson, que atuam na importação de diferentes marcas. Os oito membros se tornaram sócios efetivos da AFEIGRAF.

www.sigep.org.br


NOTAS

Castel Trade & Viagens oferece condições especiais em excursão para a China Print 2013 A Castel Trade & Viagens irá levar

Holliday Inn Bur Dubai Embassy

empresários brasileiros para visitar

District, com café da manhã incluso.

uma das maiores feiras do ramo gráfico. A agência organizou uma

Para adquirir o pacote é necessário o preenchimento da ficha de inscrição

PACOTES PREÇO POR PESSOA

Passagens aéreas SP-Pequim + 5 noites no Hotel Crowne Plaza Beijing + 5 ingressos p/ China Print 2013):

excursão com saída de São Paulo

e a participação no evento será

com destino a Pequim, onde será

garantida mediante os pagamentos

realizada a China Print 2013. A feira,

nas datas estipuladas pela Castel

que acontece entre os dias 14 e 18 de

Trade & Viagens. Para reservas e

maio, irá reunir mais de X expositores

informações entrar em contato pelo

do

telefone (11) 2682-2304 ou pelo e-mail

OPCIONAL DUBAI (POR PESSOA)

daniella@castelviagens.com.br.

Preço a ser acrescido no valor do pacote:

A China Print chega a sua terceira

Em apartamento duplo: USD 645

mundo

todo

que

estarão

apresentando as últimas novidades do setor.

Em apartamento duplo: USD 2.795 + taxas Em apartamento single: USD 3.260 + taxas

O pacote consiste no aéreo São Paulo

edição como a segunda maior feira

– Pequim, com saída no dia 11 de

do ramo gráfico do mundo, atrás

maio e chegada prevista no dia 13.

apenas da Drupa, realizada na

Serão cinco noites no Hotel Crowne

Alemanha. Promovida de quatro em

Plaza Beijing, cinco estrelas, com café

quatro anos, a feira conta com uma

da manhã, além dos ingressos para

área de exposição de 120 mil metros

os cinco dias de feira. O retorno está

quadrados, onde o que há de mais

marcado para o dia 18 de maio. A

novo em termos de maquinário e

agência também oferece a opção de

opções tecnológicas para a indústria

Endereço: Rua Manoel Leirós, 230, Penha – São Paulo/SP

visita à Dubai, onde os empresários

gráfica estará exposto aos mais de 160

Telefone: (11) 2682-2304

poderão passar duas noites no Hotel

mil visitantes que o evento recebe.

Site: www.castelviagens.com.br

www.sigep.org.br

Em apartamento single: USD 1.180

Castel Trade & Viagens

janeiro/fevereiro - No 84

91


92

DICA CULTURAL

Dica Cultural Por Stella Moura, diretora da Nova Gráfica

A partir desta edição da revista Pré-Impressão vamos publicar as dicas de livros, filmes e discos que os colegas da indústria gráfica gostaram e indicam. Para a coluna de estreia, convidamos Stella Moura, diretora da Nova Gráfica, para nos contar qual livro está lendo atualmente e quais foram os últimos filmes vistos e sua impressão sobre eles. Confira:

Literatura É uma leitura leve e estou gostando muito do livro. A personagem principal passa por diversas situações que geraram questionamentos sobre a minha vida. A forma como ela descreve suas barreiras de vida, soa engraçado pra mim. Sei que já existe o filme, mas ainda não assisti. Prefiro ler o livro primeiro e depois ver a história pelos olhos de um cineasta.

Ficha Técnica Autor: Gilbert, Elizabeth Editora: Objetiva Categoria: Literatura Estrangeira / Biografias e Memórias pré•impressão

www.sigep.org.br


DICA CULTURAL

Cinema Indico dois filmes muito bons, “Lincoln” e “Jack Reacher – O último tiro”. No quesito efeitos especiais, assisti João e Maria: Caçadores de Bruxas, mas achei o enredo um pouco pobre. Prefiro o Hobbit, mas tem que ser em 3D. Pra quem gosta de sangue e violência “Django Livre” é perfeito. Com uma ótima trilha sonora, a atuação do ator coadjuvante se destaca em relação à do ator principal.

Fichas Técnicas LINCOLN Dir.: Steven Spielberg Tipo: Biografia , Drama País: EUA Duração: 2h 30min

www.sigep.org.br

JACK REACHER Dir.: Christopher McQuarrie Tipo: Ação , Drama , Suspense País: EUA Duração: 2h 10min

JOÃO E MARIA Dir.: Tommy Wirkola Tipo: Ação , Fantasia , Terror País: EUA, Alemanha Duração: 1h 28min

DJANGO LIVRE Dir.: Quentin Tarantino Tipo: Faroeste País: EUA Duração: 2h 45min

O HOBBIT Dir.: Peter Jackson Tipo: Fantasia , Aventura País: EUA , Nova Zelândia Duração: 2h 49min

janeiro/fevereiro - No 84

93


94

DICA DE TURISMO

Aventura nas alturas pré•impressão

www.sigep.org.br


DICA DE TURISMO

Agências de turismo paranaenses investem em passeios de balão, helicóptero e saltos de paraquedas que prometem agradar todos os tipos de aventureiros.

www.sigep.org.br

Pés no chão para tomar decisões,

com uma bela vista, o passeio de balão

elaborar estratégias e conduzir os

é o mais indicado. Realizados pela Snap

negócios durante o ano todo? Então

– voos turísticos, os passeios têm saídas

nada mais justo que nos momentos de

no início da manhã ou no final da tarde

lazer eles fiquem bem longe da terra, a

e duração de aproximadamente uma

mais de 4.000 metros de altura. Agências

hora. Neste período os passageiros

de turismo paranaenses investem em

sobrevoam os belos campos verdes de

passeios de balão, helicóptero e saltos

Campo Largo ou a cidade de Curitiba,

de paraquedas que prometem agradar

com possibilidade de agendamento

todos os tipos de aventureiros.

para outras cidades. A empresa oferece

Pra quem quer começar com algo mais

pacotes para famílias, casais, grupos de

tranquilo, sem tanta adrenalina, mas

amigos e também para quem prefere

janeiro/fevereiro - No 84

95


96

DICA DE TURISMO

voar sozinho, sendo que todas as opções

VALORES

são encerradas com um brinde com champanhe após o pouso. Onde a brisa dá espaço pra ventania, é a bordo de helicópteros que alguns turistas conhecem os pontos turísticos da capital paranaense ou apreciam as quedas das Cataratas do Iguaçu. Em Curitiba, os voos

Passeio de Balão Campo Largo De R$ 300,00 a R$ 600,00 por pessoa (dependendo do pacote escolhido)

realizados pela Yapo Aerotáxi saem do Parque Barigüi e passam pelas principais atrações da cidade. Já em Foz do Iguaçu os tripulantes dos helicópteros da Helisul sobrevoam as Cataratas do Iguaçu por 10 minutos, em um passeio para toda a família.

Voo de Helicóptero Curitiba R$ 90,00 por pessoa (8 minutos de voo)

Os mais aventureiros podem optar por um salto duplo de paraquedas, a mais de 4.000 metros de altura. Organizados pela Spirit - Experience Days, os saltos são realizados em Ponta Grossa, com um instrutor treinado e capacitado para que nada aconteça fora do previsto. No

Voo de Helicóptero Foz do Iguaçu

pacote está incluso o salto, um filme feito por outro paraquedista que saltará junto, mostrando deste o treinamento em terra, a decolagem, o voo, o salto e terminando no pouso, além de um vídeo feito por uma câmera na mão do instrutor e fotos produzidas durante a aventura. Os interessados devem agendar o salto com duas semanas de

Salto duplo de paraquedas Ponta Grossa R$ 840,00 por pessoa

antecedência, ter no mínimo 15 anos de idade e menos de 90 kg.

pré•impressão

www.sigep.org.br


DICA DE TURISMO

Imagem: Encerramento do passeio de balão com direito a brinde com champanhe e lanche para os passageiros Crédito: Divulgação

Snap Voos Turísticos Local: Estrada do Rio Verde, 4000, Colônia Rio Verde, Campo Largo-PR Telefones: 41 3555-2427 | 9154-5835 Site: www.querovoardebalao.com.br Email: contato@querovoardebalao.com.br

Helisul Local: Heliponto na Rodovia das Cataratas, Km 16,5 Telefone: (45) 3529-7474 Site: www.helisul.com/foz/fozdoiguacu.htm E-mail: atendimento@helisul.com

Yapo Aerotáxi Local: Heliponto do Parque Barigüi, Curitiba-PR, Rodovia do Café, Km 0 s/n° Telefone: (41) 3335-0366 / (41) 9644-0633 Site: www.yapo.com.br E-mail: contato@yapo.com.br www.sigep.org.br

janeiro/fevereiro - No 84

97


98

CARTA DO LEITOR

Carta do Leitor Larissa Neder Lima, designer da Abigraf Nacional Vi o logo comemorativo de 70 anos da entidade. Gostaria de parabenizar, ficou ótimo e muito criativo. Parabéns!

Giovanni Ricardo Lazaroto Riva, gerente de projetos do Hospital Pequeno Príncipe Ontem recebemos a última edição da revista da Sigep, que tem como destaque o Happy Day. Tive uma ótima surpresa quando vi meu depoimento e foto sobre o evento! Todo mundo gosta de aparecer na revista! Mas neste caso acho bacana, pois destaca a presença do Hospital em si no evento. Portanto gostaria de agradecer pelo envio da revista, e também pelo destaque do Hospital na mesma. pré•impressão

www.sigep.org.br


PI84  

Pré-impressão 84

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you