Page 1

SOBRE A MULTIPLICAÇÃO DO AMOR


A vida humana é a tensão que se dá entre veste e nudez. Emanuele Coccia


recepção

quero me despir de toda a hipocrisia da saudade e te sofrer como um espelho


partilha

eles querem limpar as nossas ruas eles querem duplicar as avenidas eles querem acabar com todo o amor mas nós nos absteremos da política como de uma coisa infecta e abjetamente desprezível meu coração não é um motor


cogito

penso em vocĂŞ logo o amor existe


fânero

veste meu corpo nu a sua imagem e semelhança


matĂŠria estranha

sou o amante e a coisa amada o meu corpo e o seu o nada que ergo em sua falta a forma que devolvo como a lei

o nosso amor nessa guerra anunciada defenderei defenderei defenderei


reprodução

aquém da alma além da pele habito a matéria estranha do seu meio e penso que se vivo sem você quero perder-me


amor

tumor


como foi

minha imagem era a sua sua imagem era a minha vocĂŞ nĂŁo teve alegria eu tampouco tive alguma


despedida

vocĂŞ voa agora daqui pra lĂĄ onde tudo sempre se perde no passado mas diariamente ainda nasce e se pĂľe como o sol


envoi

preciso aceitar a ideia de que a negação não significa um nada que quando os espelhos não devolvem a nossa imagem não quer dizer que não há nada a se observar


nachleben

meu corpo 茅 o que restou de n贸s dois


encerramento e gran finale

só você me interessa só me interessa o que não é meu

Sobre a multiplicação do amor - Rafael Castro e Juliana Gontijo  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you