Issuu on Google+

www.jspecas.com.br

• Página 1 •


• Página 2 •

Revista Rodando o Brasil


ÍNDICE Novidades - 6 Boas-Vindas - 8 Lista de Desejos e Perfil - 10 Matéria de Capa - 12 Seção Prime - 18 A Cara do Brasil - 22 JS Peças e Planejamento Estratégico - 28 Capacitação e Treinamento - 32

28

Sala de Reuniões - 35

10

12

8

32

18

35

22

6


EDITORIAL

FICHA TÉCNICA

POR RENATO MORAIS DIRETOR DE MARKETING

Chegou, a COPA chegou!

O clima já está diferente, é uma alegria que contagia até os mais reservados e aqueles que não curtem tanto o futebol. As cores da bandeira predominam na paisagem, o verde e o amarelo estão por todas as partes, nas camisetas, nas bandeirolas, nos carros, nas ruas e nas caras pintadas. Esse momento que chega a cada quatro anos é sempre assim, repleto de fortes emoções, afinal, são apenas oito jogos para o triunfo. Eu que já contabilizo no meu curriculum nove copas do mundo entro para décima cheio de esperança em nossa seleção, o time tem potencial e, jogando em casa, torna-se um dos grandes favoritos ao título de campeão, HEXA CAMPEÃO para ser mais exato. Esta edição da Rodando o Brasil trata o tema Copa do Mundo de forma inovadora, a partir da perspectiva do torcedor. Destaca, ainda, o aniversário de 24 anos da rede JS Peças com informações de sua trajetória de sucesso e histórias por trás dessa grande empresa constituída • Página 4 •

Direção Renato Morais

por grandes pessoas. Nosso convidado, Johannes Castellano, enriquece a publicação com sua participação especial na coluna Sala de Reuniões, em que fala com propriedade e conhecimento de causa sobre o tema proposto, afinal ele é o executivo-fundador da Azul Linhas Aéreas e foi membro do Comitê de Ética da companhia. São Luis é a filial destaque de A cara do Brasil, os projetos de RH estão evidenciados em JS Peças e Planejamento Estratégico, YPF é o parceiro de negócios da Seção Prime e apresenta a nova linha de produtos EXTRAVIDA, colaboradores do Centro de Distribuição participam de Lista de Desejos e Perfil, entre outros. Sem dúvidas o conteúdo está imperdível, aproveitem mais essa oportunidade de conhecer as novidades da rede JS Peças. Forte abraço a todos e boa leitura!

Redação Adriana S. Pereira Bruna Teixeira João Paulo Soares Rogério Morais Design Gráfico Diego Neves Anúncios Publicitários Diego Neves Fotografia shutterstock.com flickr.com Colaboração Bruna Gonçalves Claudécio Tavares Geiza Alves Gilberto Martins Herbert Maia Janaína Fonseca João Felipe Oliveira Johannes Castellano Kerlyene Costa Lorena Teodoro Luciana Alves Noé Almeida Pablo Brito Paulo Henrique Passos Ricardo Santos Vitor Fernando Periodicidade Bimestral Formato Online

rodandobrasil@jspecas.com.br Rodando o Brasil é uma publicação interna da rede JS Peças.

Revista Rodando o Brasil


www.jspecas.com.br

• Página 5 •


NOVIDADES REDE JS PEÇAS COMEMORA MAIS UM ANIVERSÁRIO!

Junho é mês de comemoração para a rede JS Peças. Neste ano a organização comemora 24 anos de fundação da primeira filial, em Cuiabá, e três anos de inauguração do Escritório Central. Quem acompanha a história sabe que a empresa viveu seus anos difíceis no início, e que batalhou muito para ser eficiente e fechar o ano de 2013 com faturamento de quase R$ 200 milhões. São mais de 80 mil clientes ativos nas 22 filiais que ajudam a afirmar a expertise da rede no oferecimento de soluções na comercialização de peças e insumos para veículos de motorização diesel, através de disponibilidade, venda consultiva • Página 6 •

e atendimento personalizado. Gente como o Márcio, da Simões Diesel, que participou da pesquisa em profundidade aplicada em abril de 2014 na filial JS Peças Salvador, entende bem a filosofia da empresa. “A JS é amiga, parceira, estamos juntos”. A história da JS Peças é a mesma de vários de seus clientes e parceiros: superação, superação e superação. Além de trabalho criativo e incansável para vencer as dificuldades, fidelizar clientes e ganhar a confiança de parceiros importantes. Com um portfólio de produtos que atende a uma demanda de consumidores que vão dos clientes finais aos grandes frotistas, passan-

do por aplicadores e retíficas, a rede JS Peças tem, hoje, parcela significativa do mercado de reposição de autopeças brasileiro, com uma carteira de clientes bastante expressiva. O que foi conquistado até agora é o resultado do compromisso de ter seu modelo de gestão focado nos resultados e na eficiência. Mas ainda há muito a se fazer. A rede JS Peças agradece e parabeniza a todos os colaboradores por mais esse aniversário, cada ano de sucesso da empresa é devido ao trabalho de todos, sem exceção, que deixam suas famílias todos os dias para formar a família JS Peças. Revista Rodando o Brasil


www.jspecas.com.br

• Página 7 •


BOAS VINDAS!

Sejam muito bem-vindos à rede JS Peças!

NOVOS COLABORADORES DE ABRIL E MAIO DE 2014. CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO

Bruno dos Santos – Logística

JS RIO DE JANEIRO

Cláudio Adão Souza – Logística Rodrigo Garcez Castelar – Logística

JS IMPERATRIZ

Deived da Silva Valentim – Administrativo

Levi Paulo Almeida – Serviços Gerais

JS SALVADOR

JS JUIZ DE FORA

Adriano Batista Barros – Administrativo Tiago Souza Reis – Logística Kleverton Xavier Sobrinho – Comercial

ESCRITÓRIO CENTRAL Flávia Juliana Martins – Administrativo Suellien Silva de Oliveira – RH Varleine de Lourdes Nicolao – Licitação Renata Gabriella – Administrativo

Eliene de Souza Vaz – Administrativo Cassiano Ramos – Comercial Tiago Júnior de Oliveira – Logística

JS SÃO LUIS

JS ARACAJU

JS MACAPÁ

William Ribeiro Carvalho – Comercial

Hamilker Santos Barbosa – Logística Lealdo dos Santos Costa – Logística Walison Santos de Jesus – Logística Yandra Gutamara Brandão – Comercial

Cleocildo da Mota Filho – Gerência

JS SINOP

JS MARABÁ

Evaldo Steinbach – Gerência

Maria Francinete – Serviços Gerais

JS TERESINA

JS MARITUBA

Robert Gomes da Silva – Logística Ticiano de Sousa Riedel – Comercial Ivaldo Torres Nascimento – Comercial

JS BAYEUX Juliana Coutinho de Lima – Logística Monaliza Rosa de Lima – Comercial JS CAMPINA GRANDE Valéria da Silva Torres – Administrativo JS CUIABÁ João Vitor Rondini – Logística Lucas Domingos Galvão – Logística Ana Paula Fernandes – Administrativo Edson Martins Júnior – Administrativo • Página 8 •

Romário Oliveira da Silva – Logística Arlen Lisboa Maciel – Logística JS NATAL Ivanete Batista Cunha – Serviços Gerais Matheus Beckerley – Logística

PABLO BRITO Diretor de Recursos Humanos

JS RECIFE Givaldo Gualberto Júnior – Comercial

Revista Rodando o Brasil


www.jspecas.com.br

• Página 9 •


LISTA DE DESEJOS

Paulo Henrique Passos Centro de Distribuição

V

• Página 10 •

João Felipe Oliveira Centro de Distribuição

Adquirir estabilidade na carreira profissional.

Conhecer os cinco continentes.

Ser bem sucedido.

Conquistar meus objetivos profissionais.

Ter uma vida financeira controlada.

Perder os maus hábitos.

Conquistar a casa própria.

Adquirir um novo hobby.

Comprar um carro melhor.

Atrair prosperidade.

Ter uma fazenda.

Desenvolver autoconfiança.

Ver um mundo melhor.

Ser mais criativo.

Ter muita saúde.

Ser mais presente com Deus e agradecer mais.

Curtir a vida e conhecer mais o Brasil.

Conquistar uma reserva financeira crescente.

Ser feliz.

Ver o Corinthians disputando a Série B do Brasileirão.

Revista Rodando o Brasil


PERFIL

Vitor Fernando Centro de Distribuição

1) Apelido: Vitão. 2) Idade: 19 anos. 3) Onde nasceu? Goiânia - GO. 4) Há quanto tempo na rede JS Peças? 1 ano e 7 meses. 5) Uma qualidade: Concentração e foco no trabalho. 6) Uma mania: Sorrir. 7) Um sonho de consumo: Ser gestor de uma empresa. 8) Um hobby : Pescar. 9) Se não fosse eu mesmo, eu seria... alguém diferente.

www.jspecas.com.br

• Página 11 •


MATÉRIA DE CAPA

MANUAL DO TORCEDOR • Página 12 •

Revista Rodando o Brasil


www.jspecas.com.br

• Página 13 •


MATÉRIA DE CAPA

MANUAL DO TORCEDOR

Com o assunto Copa do Mundo de Futebol sendo debatido do de ler as mesmas notícias divulgadas pela mídia, FIFA e fanático e admirador da seleção brasileira, deixe de soltar deixar na mão, a redação de Rodando o Brasil preparou um to durante o maior evento esportivo do mundo, na • Página 14 •

Revista Rodando o Brasil


o a todo momento, você certamente está um pouco cansae CBF. Mas claro, isso não vai fazer com que você, torcedor r a voz e torcer com toda a vibração possível. Para não te m guia prático com quatro dicas essenciais para fazer bonia emoção do estádio ou no conforto da sua casa. www.jspecas.com.br

• Página 15 •


MATÉRIA DE CAPA 1) COMECE PELA ESCOLHA DO UNIFORME

Com a camisa da seleção brasileira podendo custar até R$ 240,00, o item consagrado para vibrar na arquibancada ou em frente à telinha não está tão convidativo. E aí vale usar toda a criatividade: roupas verdes,

amarelas, verdes e amarelas, ou a cor que você preferir, no caso de torcer para outras seleções. No fim o que importa é expressar sua emoção da melhor forma possível! Só não se esqueça que caso vá torcer nos estádios,

a FIFA mantém algumas regras com o objetivo de proteger seus patrocinadores (produtos oficiais) e a segurança dos frequentadores (limitação de objetos).

2) CAPRICHE NA SUA ESCALAÇÃO

Para quem é fã e não perde absolutamente nenhum lance, o mundial de futebol certamente é um prato cheio: superastros, grandes escalações, jogadas • Página 16 •

épicas. Mas se você não vê tanta graça em acompanhar no mínimo 90 minutos de bola rolando, pense nessa como uma boa oportunidade para reunir os amigos e a

família. Petiscos, bebidas, bate -papo e descontração, a combinação ideal para você curtir bons momentos ao lado de quem gosta!

Revista Rodando o Brasil


3) TORÇA PELO ESPORTE ACIMA DE TUDO

Não há dúvidas de que se organizar, cobrar respostas dos representantes políticos e agir com consciência é importante, mas boicotar um evento esportivo que envolve anos de investimento e preparação não é a melhor saída. Lembre-se que

independentemente do seu desejo, a Copa do Mundo vai acontecer. E neste caso não é muito melhor fazer bonito, receber bem nossos visitantes e (quem sabe) torcer pela “seleção canarinho”? Infraestrutura precária, verbas públicas desviadas, escolas não

construídas, hospitais não equipados e ônibus sucateados são assuntos que não se resolvem da noite pro dia. E você pode continuar cobrando tudo isso do governo e dos governantes, especialmente através de seu voto, em outubro.

4) A COPA CONTINUA, MESMO QUE SEU TIME PERCA!

E por falar em espírito esportivo, não se esqueça que mesmo que você queira muito ver o Brasil brilhar no posto de hexa campeão, as coisas podem não dar tão certo. Mas ainda assim, a copa continua! Sabe aquela história de que o importante é comwww.jspecas.com.br

petir? Pois é, neste caso, saímos na frente, pois além de participar com toda a tradição de uma seleção conhecida por dar show em campo, somos os anfitriões das equipes que vieram de todo o mundo para buscar seus momentos históricos aqui no Brasil.

Assim, mesmo que as disputas acabem nas quartas de final, já somos vitoriosos por celebrar o esporte em casa, mostrando o melhor do país para mais de um bilhão de espectadores que ansiosos, também torcem por seus jogadores! • Página 17 •


SEÇÃO PRIME

YPF BRASIL APRESENTA NOVOS PRODUTOS DA LINHA EXTRAVIDA Empresa promove encontro com os principais clientes em um hotel em São Paulo.

Em clima de muita alegria por estar completando 16 anos de operação no Brasil, a YPF realizou, em maio de 2014, um encontro com seus principais clientes, distribuidores em sua maioria, para apresentar os no• Página 18 •

vos produtos da linha EXTRAVIDA. Além do XV100B 15W-40, XV200 15W-40, XV300 15W-40, XV500 10W-40, a YPF vai oferecer em breve para o mercado brasileiro quatro novos produtos,

XV100B 20W-50, XV400 15W40, XV500 5W-30 e XV600 10W40, que vão completar toda a linha diesel e atender melhor às necessidades dos clientes locais. Entre os diferenciais dos novos produtos, o XV400, o Revista Rodando o Brasil


XV500 e o XV600 estão desenhados para atender aos mais altos níveis de qualidade dos principais fabricantes de caminhões do mundo, seguindo as novas tecnologias Euro 4 e Euro 5. O XV100B 20W50 é um avanço da YPF Brasil alinhado a nova legislação que entrará em vigor em janeiro de 2015, a Agência Nacional de Petróleo (ANP) determinou que nível mínimo de qualidade que se comercializará no Brasil é o API CG-4. O evento, organizado pela equipe de marketing da YPF Brasil, teve início com um café da manhã de “boas vindas” aos clientes no tradicional Hotel Renaissance, em São Paulo. Logo, Jorge Manes, da Infineum, responsável pela conta YPF da América Latina e responsável pelas OEMs

www.jspecas.com.br

também da América Latina, fez sua apresentação. Manes exibiu, em especial, as tendências para o segmento de motores a diesel da indústria. Em seguida, Jose Luiz Duran, responsável por Serviços Técnicos e OEMs da YPF Argentina, expôs as características técnicas de toda a linha EXTRAVIDA. A apresentação mostrou aos clientes que a YPF está atenta as mudanças de legislação, tecnologia e aos novos níveis de qualidade que os fabricantes de motores a diesel exigem. Para encerrar a manhã, Nilson Morsch, gerente de vendas da YPF Brasil, apresentou a perspectiva comercial completa da linha EXTRAVIDA. Nilson finalizou comunicando aos clientes o início da campanha “VISTA

A CAMISA”. A YPF distribuirá três camisas a cada compra de uma bombona de XV500 + nove bombonas (ou baldes) dos produtos da linha EXTRAVIDA. A ideia é fazer com que o cliente comece a comprar a linha sintética da marca. Ao final do evento foi oferecido um almoço marcado por um clima descontraído entre todos os presentes. O lançamento de novos produtos da linha EXTRAVIDA no Brasil demonstra ao mercado que a YPF continua na vanguarda, buscando novas tecnologias para oferecer produtos inovadores que proporcionem melhor performance dos motores, redução de emissão de gases e economia de combustíveis.

• Página 19 •


Desempenho confiável e duradouro. Mancais de apoio do eixo cardan A Timken disponibiliza notável confiabilidade e desempenho duradouro nas aplicações de nossos rolamentos do suporte central do eixo cardan (modelo original). Fáceis de instalar, os mancais de suporte do eixo cardan da Timken são intercambiáveis com todas as principais aplicações de caminhões, maximizando assim o tempo de funcionamento de sua frota. CONFIABILIDADE: Os rolamentos de inserção são pré-lubrificados e vedados de fábrica com uma barreira adicional de graxa entre as tampas protetoras e a área vedada do rolamento para prolongar o tempo de vida em operação. DURABILIDADE: Mancal com estrutura reforçada com aço laminado a frio de bitola pesada que confere robustez e durabilidade à construção, enquanto o revestimento em borracha proporciona apoio na absorção e isolamento de vibrações, prolongando a vida operacional em ambientes severos e facilitando a instalação.

Stronger. Value. • Instalação simplificada • Intercambiável com todas as principais aplicações em caminhões

DESEMPENHO: Os mancais de apoio do eixo cardan são rigorosamente inspecionados para atender aos padrões de qualidade e desempenho Timken. INTERCAMBIALIDADE: Os rolamentos de inserção dos mancais de apoio do eixo cardan são intercambiáveis com todas as principais aplicações em caminhões, com instalação fácil e tempo de funcionamento confiável.

• Página 20 •

Revista Rodando o Brasil


www.jspecas.com.br

• Página 21 •


A CARA DO BRASIL

• Página 22 •

Revista Rodando o Brasil


SÃO LUÍS,

MARANHÃO www.jspecas.com.br

• Página 23 •


A CARA DO BRASIL

No ritmo do reggae por entre o embalo dos casarões históricos. Em clima de copa do mundo, esta edição de A Cara do Brasil traz um especial sobre a cidade de São Luís, escolhida por representar de forma singular as belezas da região nor• Página 24 •

deste e ainda assim estar tão próxima da divisão com o norte do país. Outro ponto de destaque que diferencia esta matéria sobre a principal cidade do Maranhão em relação aos textos anteriores, é o fato de ela ser a única entre as capitais mais antigas do país que foi fundada por franceses, tendo sido posteriormente habitada pelos holandeses. Ficou curioso? Então comece descobrindo os principais aspectos históricos de uma cidade que possui mais de 400

anos de histórias. Fundada em 1612, apesar de sua identidade franco -brasileira, foram os lusitanos que deram cara a um rico patrimônio arquitetônico que conta com mais de 3 mil sobrados e construções históricas, espalhadas por bairros como a Praia Grande. Para os turistas as melhores opções são o Palácio dos Leões, a Casa das Trulhas, o Museu Histórico e Artístico do Maranhão e o Beco Catarina Mina. Revista Rodando o Brasil


RECEITA Arroz de Cuxá

INGREDIENTES: 500g de camarão seco sem casca 1/2 xícara de farinha de mandioca 1 1/2 xícara de gergelim torrado 1 maço pequeno de vinagreira (azedinha) ou espinafre limpo, lavado e escorrido 2 colheres (sopa) de óleo 2 dentes de alho amassados 1 cebola média picada 2 tomates grandes sem pele e sementes, picados 500g de camarões frescos pequenos, limpos, lavados e escorridos 6 colheres (sopa) de cheiro verde (salsa, cebolinha e coentro) picados 3 xícaras de arroz limpo, lavado, escorrido e cozido MODO DE PREPARO:

A riqueza cultural religiosa é imensa, o destaque fica para as igrejas do Carmo e do Desterro, no centro histórico local. A Orla da cidade e os lençóis maranhenses são espetáculos a parte, repletos de comodidade e beleza. Culinária A culinária maranhense é muito rica, o prato mais tradicional é o arroz de cuxá, seguido pela peixada ao leite de coco e a www.jspecas.com.br

caldeirada de camarão e peixe, sempre bem temperadas e coloridas. As taboias e pescadas também são destaque, sempre acompanhadas de porções fritas de carangueijos, camarões, ostras, mariscos e outras especiarias. Para completar a refeição, nada melhor do que inhame, jerimum e quiabo. Os doces são elaborados com frutas regionais como a jaca e o caju, que também estão nos licores.

No liquidificador, coloque os camarões secos, a farinha de mandioca e o gergelim, bata até obter uma mistura homogênea e reserve. Em uma panela, coloque a vinagreira, regue com um pouco de água, tempere com sal a gosto, cozinhe até ficar macia. Escorra, esprema, pique bem e reserve. Coloque óleo em uma panela, leve ao fogo alto, deixe aquecer, junte alho, cebola, doure levemente, acrescente tomates, refogue até ficarem macios, junte camarões frescos e cozinhe por alguns minutos, somente até ficarem rosados. Adicione a mistura de camarão seco, a verdura picada, cubra com água e cozinhe, mexendo de vez em quando, até obter um molho com consistência de mingau ralo. Tire do fogo, junte cheiro verde e misture. Coloque o arroz cozido e bem quente em um prato de servir, cubra com o molho de camarão e siva. Deixe formar um caldo grosso. Sirva com arroz, farinha de mandioca e limão. • Página 25 •


A CARA DO BRASIL

DICIONÁRIO MARANHENSE “Hen-hein” – é uma das mais populares expressões maranhenses, tem o sentido de afirmar algo ou ainda a conotação de descrédito a respeito de algum fato narrado. “Pequeno” – também está entre as expressões mais faladas na região, é um vocativo usado para qualquer pessoa, substituindo, por exemplo, menina, mulher, homem, garoto. A pronúncia é • Página 26 •

“piqueno”. “Encabulado” - diz-se da pessoa que está envergonhada.

é usada para indicar que algo está legal, bonito, interessante.

“Zilado” - rápido.

“Ficar com cara de nhô Zé” – não entender o que as pessoas falaram, desentendido, tolo.

“Canhenga” – refere-se a uma pessoa mesquinha, mão-devaca.

“Do tempo do ronca” – a expressão indica algo muito antigo, velho, fora de moda.

“Escangalhado” – palavra que se refere a algo quebrado, danificado ou sem funcionamento.

Fonte: Pequeno Dicionário de Termos e Expressões Populares Maranhenses, de J.R. Martins

“Está dizendo” – esta expressão Revista Rodando o Brasil


DEPOIMENTOS E FOTOS JS Peças São Luis “Em junho de 1997 inaugurouse a JS Auto Peças Ltda, gerida pelo sócio João Ariano Neto, juntamente com alguns colaboradores como: Adriano, Neto, Natanael, Valdirene, Alzira e Raimundo. Os dois últimos encontram-se conosco até hoje. Logo em seguida juntou-se a filial alguns outros colaboradores, entre eles o Noé, que também está até hoje conosco e pediu para lembrarmos de um colaborador muito importante da época, um cão da raça rottweiler que morava dentro da loja (risos). Em 2003 a filial ficou marcada pela implantação do televendas, trazendo profissionais de São Paulo e Santa Catarina, pois estava difícil encontrar vendedores capacitados na região. Em 2007 foi realizada a aquisição do imóvel atual. Após uma grande reestruturação, ocorreu a mudança de prédio (2008), surpreendendo pela estrutura, espaço, ambiente e qualidade, o que alavancou fortemente os resultados da filial. Neste momento a gestão da filial saiu da mãos do João Ariano e passou para o Adriano. Em 2011 aconteceu, novamente, a mudança de gestão, saindo um colaborador muito querido da unidade, o Adriano, para eu, Tavares, que era colaborador da filial JS Peças Marituba, assumir o comando da loja. De lá para cá a loja vem se superando a cada dia, fazendo um excelente trabalho em equipe, entregando o máximo de cada um com intuito de fazer a JS Peças São Luís crescer sempre mais, sem deixar de reconhecer seus colaboradores que tanto se esforçam. Para encerrar este breve histórico, gostaríamos de homenagear um colaborador que marcou muito no período em que passou pela filial, Luciano Gama, um excelente funciowww.jspecas.com.br

nário, acima da média, trabalhava de forma dinâmica com a equipe, realizava suas atividades perfeitamente, sempre rápido, focado e cotado até para assumir o cargo de promotor itinerante da rede. O Luciano amava estar na companhia dos amigos, principalmente os da filial, participaram juntos de importantes eventos como a “Corrida do Trabalhador” do Sesi e a “Superar” da Vale. No ano da fatalidade do seu falecimento, o mesmo receberia em nossa confraternização o troféu “Colaborador do Ano (2013)”, como maior destaque na filial de São Luís”. Claudécio Tavares “Ter problemas na vida é inevitável, ser derrotado por eles é opcional. Entender a vontade de Deus nem sempre é fácil, mas crer que Ele está no comando e tem um plano na nossa vida, faz a caminhada valer a pena. Feliz daquele que transfere o que sabe e aprende o que te ensinam”. Texto encontrado no armário de Luciano. Luciano Gama “A principal mudança que vivenciei na filial foi a mudança de prédio, na ocasião saímos de um prédio alugado para um sede própria com uma estrutura bem melhor, suamos a camisa para deixar tudo organizadinho, mas foi muito gratificante. O novo prédio tem uma estrutura preparada para uma boa logística, amplo espaço para o estoque, além de vestuário, refeitório, um espaço para convivência que proporciona aos colaboradores conforto, e claro, pensando no cliente, estacionamento de fácil acesso”. Ricardo Santos

• Página 27 •


JS PEÇAS E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

PROJETOS DE RECURSOS HUMANOS

Implantação de Departamento Pessoal

As equipes da Diretoria de Recursos Humanos (RH e DP) foram apresentadas na coluna “Novidades” da última edição da Rodando o Brasil. Em breve serão divulgadas fotos da entrega dos certificados de conclusão do projeto.

Implantação de Plano de Cargos e Salários e Planilha Comercial

• Página 28 •

Áreas Beneficiadas: Toda a rede JS Peças. Objetivo Estratégico: Produtividade, aumento da receita líquida de vendas e lucratividade. Gerente do Projeto: Pablo Brito. Antes da implantação desses projetos, a rede JS Peças não trabalhava com padronização de cargos. Com o rápido crescimento da empresa, as dificuldades surgiram e a reestruturação do quadro de funcionários tornou-se um desafio. Remuneração justa, incentivos salariais e benefícios fazem parte dos quesitos que definem a satisfação do trabalhador na organização. Portanto, a implantação de cargos e salários e da planilha de comissão para área comercial trará grandes benefícios, como: equilibrar os salários pagos com práticas salariais compatíveis com o mercado e seu segmento de atuação, ter segurança nas informações da composição e cálculo de remuneração, ter um plano de carreiras que proporcione o desenvolvimento profissional e a retenção dos talentos e, principalmente, ter assertividade na valorização dos colaboradores. Esse projeto inclui:

• Contratação de consultoria para conduzir a implantação e implementação dos cargos e salários; • Adequação das descrições dos cargos com previsão de 120 descrições / entrevistas; • Padronização de títulos de cargos; • Benchmarking de práticas salariais, benefícios e políticas de RH; • Simulação de curvas salariais por localidade / região; • Construção das políticas de gestão de cargos por região; • Enquadramento dos colaboradores nas tabelas salariais, conforme seu desempenho; • Adequação das descrições ao modelo necessário para atender o e-social (obrigatório desde janeiro de 2014) e sua interação com o software de folha de pagamento; • Treinamento das lideranças para utilização da ferramenta; • Estabelecimento das políticas do programa; • Revisão da política de C&S, já entregue nas unidades enquadradas; • Desenvolvimento de uma ferramenta que faça a integração de informações entre a planilha de comissão, NBS e Protheus; • Utilização do módulo de cargos e salários via Protheus.

Revista Rodando o Brasil


Universidade Corporativa JS 2014

Áreas Beneficiadas: Toda a rede JS Peças. Objetivo Estratégico: Produtividade, aumento da receita líquida de vendas, lucratividade, redução despesas e satisfação clientes. Gerente do Projeto: Pablo Brito. O objetivo da segunda fase da UCJS é manter o foco na formação comercial de líderes, criando formas de qualificação para os outros setores com formatos de educação corporativa rápidos e de fácil realização. A qualificação dos líderes já é uma necessidade antiga da empresa e agora ganha mais força com a profissionalização. A liderança de uma empresa precisa ser forte e estar alinhada à estratégia traçada, pois todas as determinações passam por esses profissionais. Os ganhos com a melhoria intelectual desses colaboradores retratam-se no crescimento dos resultados das unidades. Estrutura: 1ª Parte – Treinamento. 2ª Parte – Diagnóstico do Processo Comercial. 3ª Parte – Acompanhamento das Rotinas Comerciais. www.jspecas.com.br

Gestão por Competências

Áreas Beneficiadas: Toda a rede JS Peças. Objetivo Estratégico: Produtividade, aumento da receita liquida de vendas, lucratividade, redução de despesa e satisfação de clientes. Gerente do Projeto: Pablo Brito. A função do gestor/avaliador é também a de identificar, conjuntamente com a equipe, situações de trabalho passíveis de correção, transformação e ajustamento, localizando causas e estabelecendo perspectivas de melhorias. A avaliação de desempenho, muitas vezes, pode servir de base às políticas de promoção das organizações. O processo é efetuado periodicamente, normalmente com caráter anual e, consiste na análise objetiva do avaliado no seu trabalho, posteriormente na comunicação dos resultados. Tradicionalmente compete aos superiores avaliarem os seus subordinados, estando a avaliação sujeita a correções posteriores para que os resultados finais sejam compatíveis com a política de promoções. As pessoas sempre reagem positivamente a recompensas e a reconhecimentos, é dever da organização proporcionar essa motivação aos seus colaboradores. Este projeto inclui: • Contratar os serviços da consultoria RH Wiabiliza para implementar e implantar o processo de gestão por competência; • Estabelecer as competências

por cargo ou grupos de cargos; • Ordenar as competências em: organizacionais, técnicas e comportamentais; • Identificar o sistema de avaliação mais adequado (90º, 180º ou 360º); • Realizar as avaliações com base em software específico; • Disponibilizar locação de software de gerenciamento das avaliações; • Consolidar e priorizar PDI’s indicados pelo sistema da avaliação; • Desenvolver material de instrução com os pontos mais importantes para entregar a todos os colaboradores em pdf; • Desenvolver manual mais detalhado para entregar a todos os líderes; • Capacitar os líderes quanto a metodologia, implantação e monitoramento, definidos em encontro presencial; • Reunir todos os gerentes de filiais e gerentes regionais em um workshop; • Realizar encontros por EAD para fortalecer temas voltados a liderança; • Desenvolver material de estudo para ser utilizado nas capacitações, tanto por EAD quanto presencial.

Qualidade de Vida no Trabalho

Áreas Beneficiadas: Toda a rede JS Peças. Objetivo Estratégico: Produtividade, aumento da receita liquida de vendas, lucratividade, redução de despesa e satisfação de clientes. Gerente do Projeto: Pablo Brito. • Página 29 •


Há tempos o conceito de saúde empresarial não se limita apenas a benefícios de assistência médica ou odontológica. Manter uma companhia saudável vai muito além disso, fatores como clima organizacional e qualidade de vida são primordiais para manter os profissionais satisfeitos e produtivos. Este projeto visa à implantação de ginástica laboral e corrida de rua para o Escritório Central, filial de Goiânia e Centro de Distribuição como piloto. Principais benefícios da ginástica laboral: • Promove o combate e prevenção das doenças profissionais; • Promove o combate e prevenção do sedentarismo, estresse, depressão, ansiedade. • Melhora da flexibilidade, força, coordenação, ritmo, agilidade e a resistência, promovendo uma maior mobilidade e melhor postura; • Promove a sensação de disposição e bem estar para a jornada de trabalho; • Reduz a sensação de fadiga no final da jornada; • Melhora da auto-estima e da auto-imagem; • Combate às tensões emocionais; • Melhora da atenção e concentração as atividades desempenhadas; • Favorece o relacionamento social e trabalho em equipe; • Melhora as relações interpessoais; • Reduz os gastos com afastamento e substituição de pessoal; • Diminui afastamentos médicos, acidente e lesões; • Melhora a imagem da instituição junto aos empregados e a sociedade. Como será feita a ginastica laboral na JS Peças? Serão realizadas de duas a três vezes por semana com duração média de 15 a 20 minutos. • Página 30 •

Lançamento programa Ginastica Laboral no Escritório Central. Foram adquiridos equipamentos ergonômicos como suporte para notebooks e teclados, tornando mais confortável o ambiente de trabalho dos colaboradores.

Integração de novos colaboradores

que conduzirá e acompanhará todas as fases do programa; • Definição da pessoa na unidade que será responsável por acompanhar e dar o treinamento ao novo colaborador, quando for encaminhado ao setor; • Capacitação de todos os envolvidos na condução da integração.

Sistema de Gerenciamento de Processos de RH

Áreas Beneficiadas: Toda a rede JS Peças. Objetivo Estratégico: Produtividade. Gerente do Projeto: Pablo Brito.

Áreas Beneficiadas: Toda a rede JS Peças. Objetivo Estratégico: Produtividade, lucratividade e redução de despesas. Gerente do Projeto: Pablo Brito.

O processo de integração ainda não existe na JS Peças, os colaboradores são contratados e não recebem as devidas informações para a realização de suas atividades. Este projeto consiste em proporcionar a integração de novos colaboradores, deixando-os aptos a cumprirem com suas responsabilidades e conhecedores da empresa onde estão inseridos. Assim, terão segurança e acreditarão mais na empresa em que trabalham. Este projeto inclui: • Definição do período que acontecerá a integração de todo o grupo; • Gravação de um DVD para cada unidade contendo a apresentação da empresa (história, missão, visão, valores, apresentação das normas e diretrizes). Esse material vai substituir a pessoa que faria a apresentação; • Definição da pessoa na unidade

O projeto tem como objetivo criar um ambiente em que os processos de administração de RH estejam todos juntos para acesso, utilização e gerenciamento de informações, podendo assim contribuir nas tomadas de decisões e melhorias de atividades. Este projeto inclui: • Criação de um sistema online para gerenciamento e execução dos processos e atividades com interfaces para RH, gerentes e líderes; • Integração com os sistemas Protheus e NBS; • Geração de relatórios; • Gerenciamento dos processos de admissão e demissão, avaliações dos períodos de experiência, reuniões de feedback, entrevistas de desligamento, acessos eletrônicos (habilitar / desabilitar / bloqueio) e programação de férias. Revista Rodando o Brasil


www.jspecas.com.br

• Página 31 •


CAPACITAÇÃO E TREINAMENTO

Avaliação de Competência

O desafio das organizações é descobrir o que fazer para que as pessoas que ali trabalham sejam melhores do que as das empresas concorrentes. As melhores pessoas ficarão na empresa se forem capazes de potencializar suas habilidades e competências. A Avaliação de Competência tem como objetivos mensurar, identificar e analisar o desempenho individual e em grupo dos colaboradores, promovendo o desenvolvimento e melhorando o desempenho geral. A partir de 2015 a rede JS Peças adotará esse modelo de avaliação, fazendo com que a gestão • Página 32 •

de pessoas esteja mais voltada para o desenvolvimento das aptidões, que está diretamente ligado as definições estratégicas da empresa, subsidiando a área de RH com informações para tomadas de decisões acerca de: • Mapeamento e mensuração por competências; • Recrutamento e seleção por competências; • Plano de desenvolvimento por competências; • Plano de Cargos e Salários; • Plano de Carreira; • Descoberta de talentos pela iden-

tificação das qualidades de cada avaliado; • Manutenção de colaboradores sabedores de seu desempenho, possibilitando ações corretivas. A avaliação tem sua execução de forma periódica, ou seja, semestralmente ou anualmente, e conta com a participação do gerente/avaliador e do colaborador/ avaliado, caraterizando a Avaliação 180°. O tema Avaliação de Competência foi introduzido e será tratado de forma mais completa na próxima edição da revista. Até lá! Revista Rodando o Brasil


www.jspecas.com.br

• Página 33 •


• Página 34 •

Revista Rodando o Brasil


SALA DE REUNIÕES RISCO DE INCÊNDIO! CUIDADO! Colunista: Johannes Castellano Administrador de empresas e consultor. Como executivo-fundador da Azul Linhas Aéreas foi membro do Comitê de Ética e Conduta da Companhia. Participou da fundação da Gol Linhas Aéreas e da redação do código de ética da empresa.

É incrível como as condições de trabalho tem melhorado ao longo do tempo. No passado, as condições de trabalho não garantiam a segurança dos trabalhadores, das instalações, das máquinas e equipamentos, que também não escapavam de incêndios e outras condições e atos inseguros. Os prejuízos acumulados ao longo do tempo foram professores eficazes para que se aprendesse a prevenir. Há hoje inúmeras normas de segurança obrigatórias por lei, além de outras tantas normas internas de cada organização. As medidas de prevenção têm salvado muitas vidas, preservado a saúde de muitos trabalhadores e protegido os bens materiais de muitas empresas. Para ilustrar meu tema, desejo concentrar-me em um risco comum, ainda presente: o risco de incêndio. Talvez alguns mais velhos ainda se lembrem das perdas terríveis de vidas humanas provocadas pelo incêndio do Edifício Joelma no centro de São Paulo em 1974. Neste acidente, 191 pessoas morreram, 300 ficaram feridas, muitas mais perderam seus colegas e também seus locais de trabalho. Milhares de pessoas e suas famílias foram fortemente impactadas para sempre. Este acidente marcou uma nova era nos padrões das construções e na manutenção de instalações de edifícios em geral. Nova legislação foi formulada para evitar a repetição deste tipo de tragédia. O valor da vida e da qualidade de vida não pode ser mensurado, por isso o tema conseguiu força para ser cuidado de maneira efetiva e resultados foram alcançados. Para haver fogo, três elementos e condições precisam coexistir: oxigênio, combustível e calor. Sem qualquer destes elementos não há fogo. Para prevenir os riscos de incêndio, o que precisa ser feito é evitar que estes elementos e condições se juntem de maneira descontrolada. Quando a prevenção falha e o acidente acontece, os bombeiros são chamados. Iniciam-se os esforços para extinguir o

www.jspecas.com.br

incêndio: 1) eliminando o oxigênio, 2) eliminando o combustível e 3) esfriando os materiais e locais que estiverem queimando. Tão prejudicial quanto os incêndios para as organizações são as fraudes que, assim como o fogo, precisam de três elementos em conjuntos para acontecer: 1) a oportunidade, 2) a pressão e 3) a racionalização. Em sentido amplo, uma fraude é um esquema ilícito ou de má fé criado para obter ganhos pessoais, é um ato de enganação, falsificação ou mentira. Não há ferramentas ou mesmo normas que garantam a prevenção absoluta da fraude, mas compreender seu mecanismo de ação pode ajudar a preveni-la.

O ser humano tem uma capacidade incrível de encontrar justificativa para seus erros e fraquezas, algumas vezes pode mesmo justificar um erro que ainda não cometeu, para conseguir a coragem de realizá-lo. Este é um caso típico em fraudes. Imagine um profissional responsável por compras que acredita que a empresa o está prejudicando por não pagar-lhe horas extras, ele pode pensar: “Ladrão que rouba ladrão, tem cem anos de perdão!” (Racionalização). Some-se a este pensamento, o fato de ele ter que cuidar de sua mãe muito idosa e doente, que já não anda ou fala, o que ocasiona grandes despesas com cuidadores, hospitais, médicos e medicamentos (Pressão). Neste cenário, temos a racionalização e a pressão presentes, para a fraude, falta apenas a oportunidade. Uma falha nos controles, por qualquer razão, seja pelo excesso de confiança na pessoa ou pela falta de sistemas ou processos, completará a condição para que a fraude aconteça, esta falha proporcionará a oportunidade. Diante do triângulo da fraude, as organizações podem analisar as

condições em que se encontram seus processos e as pessoas neles envolvidas. O vértice do triângulo no qual a empresa pode agir mais efetivamente é o da oportunidade, pois, mesmo que haja pressão e racionalização, sem a oportunidade a fraude não se concretizará. É como o alcoólatra que, sem acesso à bebida não pode se alcoolizar, mesmo que queira muito e esteja disposto a embebedar-se. As empresas podem contribuir para a redução dos fatores que facilitam a racionalização e aumentam a pressão sobre os potenciais fraudadores. Podem fazer isso cumprindo as promessas e os acordos com empregados, observando as leis, garantindo os direitos dos trabalhadores. Minha experiência ao analisar casos de fraudes, sugere que a sensação de ter sido prejudicado em seus direitos é um dos mais fortes argumentos internos de autoconvencimento para realizar a fraude. Na mente do fraudador, a fraude é apenas um jeito de fazer a justiça, equilibrando a relação que ele julga estar desequilibrada. O fato é que, independentemente das condições de trabalho ou das necessidades que pessoais, fraudar ou não fraudar é uma questão de caráter. A maior parte dos fraudadores, após serem pegos, lamentam-se por terem cometido a fraude, e reconhecem que ficaram “cegos pelas circunstâncias”. Muitos gostariam de poder voltar no tempo e reformar a decisão. Infelizmente isso não é possível. Dois conselhos finais: 1) Seja ético como líder e como empresa, cuidando das pessoas e dos controles. Cumpra a lei e os acordos. Implante controles e conferências que permitam prevenir fraudes ou identificá-las caso ocorram. 2) Seja ético como liderado e como colaborador, cuidando dos recursos da empresa e de sua consciência. Reflita sobre suas próprias motivações, pense nas consequências de seus atos. Se tiver necessidades, procure por ajuda. O ditado diz “você não pode mudar a direção dos ventos, mas pode ajustar as velas do barco”, se você sente que está sendo injustiçado, busque pelos meios lícitos os seus direitos e, até mesmo, mude de emprego. Ser íntegro é fazer o certo mesmo que ninguém esteja olhando. Sejamos íntegros. • Página 35 •


• Página 36 •

Revista Rodando o Brasil


Rodando o Brasil - 10ª edição