Page 1

02

NES - ISCSP

> Núcleo de Estudantes Socialistas discute futuro das Autonomias Regionais

03 JS/Ribatejo

> Comitiva da JS Ribatejo visita freguesia da Carregueira

JOVEM socıalista

NÚMERO 494 / 30 Abril 2010

Director Tiago Gonçalves

Directores-Adjuntos David Erlich, Luís Pereira e João Correia

Equipa Responsável Ana Catarina Aidos, Ana Nicolau, Bernardo Narciso, Gonçalo Oliveira, Guido Teles, Inês Mendes, Mariana Burguette, Marta Pereira, Orlando Videira, Rui Moreira, Susana Guimarães e Tânia Pires

ÓRGÃO OFICIAL DA JUVENTUDE SOCIALISTA

Transparência da factura energética do Estado Objectivo de diploma de deputados da JS

Pág. 4 Lançamento da Jovem Socialista TV e da Rádio Jovem Socialista

Pág. 7

viver Abril

O casamento é vitória de tod@s! A JS esteve presente nos desfiles comemorativos do 25 de Abril em Lisboa e no Porto Pág. 5

> JS em acção Semana Federativa de Coimbra com valorização de boas práticas e combate a desigualdades Pág. 6


02

Termó metro Um país em movimento A renovação de escolas, portos marítimos e tribunais já é uma realidade. Estas são as três áreas chave de desenvolvimento da nação e o caminho para a retoma. Os bens de mérito só terão repercussão a longo prazo, com uma geração de pessoas qualificadas e enquadradas na vertente tecnológica. Os outros visam combater aspectos centrais e basilares: a abertura de Portugal ao Mundo, novamente, pelo mar e a melhora no sector da Justiça, fulcral no Estado de Direito e na credibilidade do nosso país.

Jovem Socialista TV e Rádio Jovem Socialista Quase 35 anos volvidos após a primeira edição, o Jovem Socialista, órgão oficial de comunicação da JS, decidiu inovar a lançar uma versão TV e poadcasts das suas notícias. É mais uma forma de inovar, de estar mais perto dos militantes e de, como sempre, marcarmos o espectro da política em Portugal. Os outros que venham atrás!

Cápordentro NES/ISCSP discute o futuro da Autonomia Regional O Núcleo de Estudantes Socialistas, do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade Técnica de Lisboa, organizou no passado dia 7 de Abril nesta instituição uma conferência subordinada ao tema: ”Autonomia Regional – Que Futuro?”. Nesta conferência, foram oradores: Luís Fagundes Duarte - Deputado do PS pelo círculo eleitoral dos Açores; Mota Amaral - Ex-Presidente do Governo Regional dos Açores; Ex-Presidente da Assembleia da República; Deputado do PSD na Assembleia da República pelo círculo eleitoral dos Açores; Luís Miguel França - Deputado do PS na Assembleia da República pelo círculo eleitoral da Madeira; e, por fim, Guilherme Silva - Deputado do PSD na Assembleia da República pelo círculo eleitoral da Madeira. Foi moderador o Professor João Catarino, professor do Instituto convidado pelo NES ISCSP. Esta actividade contou com a presença de aproximadamente 70 ouvintes e, ainda, com a presença de vários órgãos da Comunicação Social, nomeadamente, a Agência Lusa; Antena 1; Diário de Notícias; Diário Insular e o Jornal A União. A conferência começou com um discurso do coordenador do NES ISCSP, Nuno Pereira, anunciando e agradecendo a presença dos convidados, seguindose o discurso de cada um dos oradores. Luís Fagundes Duarte, primeiro orador, sublinhou que “ a autonomia das regiões (Açores e Madeira) é diferente!”, abordando ainda a temática do desenvolvimento destas regiões, e a sua perspectiva em termos futuros. Guilherme Silva citou que “é sempre a questão financeira que é trazida para a opinião pública”, em relação às regiões autónomas. O terceiro orador, Mota Amaral, referiu “ os Açores

e a Madeira querem autonomia porque durante muitos anos foram esquecidos pelo poder central”, concluindo a sua oratória, com uma reflexão “ a geografia dos Açores e da Madeira permite uma expansão para o mar!”, Luís Miguel França, finalizou referindo que “a autonomia é uma conquista das populações!”. Após o período dedicado à análise do tema, foi aberto o debate, momento em que foram colocadas pela plateia diversas questões às quais os oradores convidados deram resposta. O moderador da conferência, Professor João Catarino, encerrou a mesma com um breve discurso que terminou com uma frase singular “ o homem tem saudades do futuro!”À saída do auditório, oradores e público foram surpreendidos com uma actuação da Magna Tuna Apocaliscspiana, que deu uma tónica musical à conferência. por Mariana Burguette

mariana.burguette@juventudesocialista.org

Js Ponta Delgada assinala 25 de Abril e visita todas as Freguesias do Concelho Situação Grega É caso para se dizer, à boa maneira portuguesa, que os Gregos se estão, passe o pleonasmo, a ver Gregos para colocar a sua situação económica em ordem. Culpa sua, certamente, e dos mercados financeiros especulativos… Em Portugal, estão a ser dados passos no sentido de melhorar e estimular a economia mas, com uma oposição destrutiva, isso nem sempre é possível…

Ferreira Leite Manuela Ferreira Leite foi ouvida, esta semana, na Comissão de Inquérito ao caso TVI. Perante as palavras que repetiu, até à exaustão, cumpre perguntar se a anterior líder do PSD sabe a diferença entre os factos e aquilo que são os seus ultra-sensíveis juízos de prognose… Ferreira Leite está a dar todos os passos para ser a próxima líder da futura versão do Jornal de Sexta.

por João Correia

joao.correia@juventudesocialista.org

A Concelhia JS de Ponta Delgada, assinalou o dia 25 de Abril com a entrega de cravos aos cidadãos de Ponta Delgada. Esta foi uma acção simbólica, que marca os 36 anos do fim da ditadura em Portugal e instauração da Democracia, não podendo deixar de ser assinalada tão importante data. O Secretário Coordenador da Concelhia de Ponta Delgada, Steven Barbosa considera “ que é importante fazer com que a juventude socialista apareça nestas ocasiões, demonstrando aos cidadãos que a JS está viva e está atenta à realidade das pessoas. Pretendemos com este acto que esta data não seja esquecida pelos mais jovens”.

VISITAR TODAS AS FREGUESIAS Na mesma data Steven Barbosa anunciou que vai realizar uma visita a todas as freguesias do Concelho. Esta iniciativa tem o objectivo de estreitar laços com os novos presidentes das juntas de freguesia socialistas, de modo a captar novos jovens para aderirem à juventude socialista, dinamizar núcleos locais e dinamizar a juventude do concelho no seu todo. Apostando numa politica de proximidade, Steven Barbosa e a sua equipa pretendem estar próximos dos jovens do Concelho ouvindo as suas preocupações e dando voz aos seus anseios. por Redacção com JS/Ponta Delgada

jovemsocialista@juventudesocialista.org

Núcleo da JS de São João/Beato/Alto do Pina participa na manifestação de apoio ao juiz Baltasar Garzón Num gesto simbólico de solidariedade para com o juiz Baltasar Garzón, com as famílias vítimas do franquismo e da guerra civil, o núcleo da JS de São João /Beato /Alto do Pina participou na manifestação de apoio ao juiz. A concentração decorreu no dia 24 de Abril, em frente à embaixada de Espanha, e surgiu na sequência de uma iniciativa na rede social Facebook. O movimento “Portugueses solidários com o juiz Baltasar Garzón” defende que é uma total iniquidade a circunstância da Audiência Nacional Espanhola ter impedido Garzón de investigar crimes “contra a humanidade inesque-

cíveis e não amnistiáveis”. A JS SJ/B/AP, fez-se representar por Óscar Cardoso Vieira e José Borges, os quais transmitiram aos participantes, bem como a militantes do PSOE que compareceram na iniciativa, a sua preocupação para com uma eventual acusação ao juiz pelo crime de prevaricação promovida por organizações de extrema-direita espanhola, as quais pretendem com este artifício, que caia no esquecimento o horror que o regime ditatorial franquista impingiu na sociedade espanhola durante 40 anos. por Redacção com JS/Núcleo de São João, Beato e Alto do Pina


03

Semana da Juventude em Alenquer deu mote a conferência sobre Bullying Nos dias 15 a 18 de Abril, decorreu, em Alenquer, a Semana da Juventude. Um evento dinâmico, que contou com a participação de várias associações jovens na sua organização. Foram levadas a cabo várias actividades: desportos radicais, música ao vivo, DJ Combat, Conferências e Workshops. Encerrando com o “cabeça de cartaz” DJ Fernando Alvim, que animou a noite de Sábado. No fim do evento, resulta a conclusão de que os jovens e as associações que os representam estão activos, mostrando a capacidade para organizar e dinamizar este tipo de eventos, em parceria com a Vereadora M.ª Manuela Oliveira Mendes, responsável pelo pelouro da Juventude, da Câmara Municipal de Alenquer, numa parceria em que o diálogo e abertura, foram a pedra de toque. A concelhia da JS/Alenquer, mais uma vez participou com grande empenho neste evento para a Juventude, organizando uma conferência sobre “Bullying”, moderada pelo condenador da concelhia, João Moreira, que contou com a presença, enquanto oradores, da Psicóloga alenquerense, Magda Ferreira, que abordou o tema defendendo a necessidade de intervenção junto da comunidade escolar, com recurso a técnicos qualificados, envolvendo pais, alunos e professores, numa atitude preventiva, e do coordenador da Área Política do Secretariado Nacional da JS, Pedro Delgado Alves, que argumentou acerca da necessidade de desconstruir a mediatização que envolveu os recentes casos de violência escolar, chamando a atenção para a necessidade de se adoptar uma perspectiva cautelosa na abordagem ao problema, recorrendo a mecanismos já previstos como sejam o Estatuto do Aluno, a Direcção da Escola, a Comissão de Protecção de Jovens e Crianças em Risco, envolvendo as Associações

de Estudantes, de Pais e também os Professores, para que desta forma, não se siga o caminho mais fácil e populista, que se caracteriza pela proposta de medidas repressivas e punitivas, totalmente contrárias à noção de escola pública inclusiva, defendida pela JS. Assim concluiu, reiterando a necessidade de se apostar cada vez mais, na educação para a cidadania e na promoção do associativismo juvenil, incutindo a ideia de que na escola pública e republicana, não existem bons ou maus alunos, existem sim, problemas sociais que dizem respeito a todos e a cada um. Na noite de Sábado, já em jeito de despedida, de uma festa que só volta para o ano, a JS de Alenquer, promoveu uma campanha de sensibilização sobre as Doenças Sexualmente Transmissíveis, com uma distribuição de preservativos, a qual contou com uma larga adesão por parte dos jovens. por Redacção com JS/Alenquer

jovemsocialista@juventudesocialista.org

Magda Ferreira, João Moreira e Pedro Delgado Alves foram os oradores da Conferência

No passado dia 10 de Abril, a JS Ribatejo visitou a freguesia da Carregueira, tendo sido recebida pela JS Chamusca e pelo Presidente da Concelhia do PS, Dr. Fernando Pratas. A JS Ribatejo visitou a freguesia, passando pela sede da Junta e pela zona ribeirinha do Arripiado, acompanhada pelo Presidente da Junta de Freguesia da Carregueira, Joel Marques, eleito pelo Partido Socialista. Discutiram-se problemas da freguesia e de um concelho liderado há muito pela CDU. Da troca de impressões com o jovem autarca, resultou o compromisso da Junta de Freguesia da Carregueira assumir a bandeira do orçamento participativo. No final, ficou o sentimento de satisfação colectiva e a vontade de continuar estas visitas. por Redacção com JS/Ribatejo

jovemsocialista@juventudesocialista.org

Otelo Saraiva de Carvalho em Colóquio promovido pela Federação de Leiria O responsável pelo sector operacional da Comissão Coordenadora do Movimento das Forças Armadas (MFA), Otelo Saraiva de Carvalho, foi orador, juntamente com Luís Reis Torgal, historiador, e Álvaro Neto Ófrão e Kalidás Barreto, deputados à Assembleia Constituinte de 1975-1976, do Colóquio “25 de Abril – Da Ditadura à Democracia”, promovido pela Federação Distrital de Leiria da JS, que decorreu no passado dia 17 de Abril, em Leiria, no Auditório do Instituto Português da Juventude. Além dos oradores convidados, na iniciativa marcou presença o presidente socialista do Município de Leiria, Raúl Castro e contou, ainda, com o apoio da concelhia de Leiria da Juventude Socialista.

Tiago Gonçalves

Director do Jovem Socialista

tiagogoncalves@juventudesocialista.org

JS que orgulha Passou-se o 25 de Abril e após as comemorações do 36.º Aniversário da Revolução dos Cravos importa assinalar alguns pontos relativos aos desfiles e ao lançamento da Jovem Socialista TV e da Rádio Jovem Socialista. Sobre os desfiles comemorativos do 25 de Abril realço o facto de a JS ter marcado presença, através de dirigentes das várias estruturas, desde a nacional à concelhia, e de muitos militantes, quer no desfile que se realizou em Lisboa, quer no que teve lugar no Porto.

Visita da JS Ribatejo à Freguesia da Carregueira

Delegação da JS Ribatejo, liderada por Hugo Costa, na visita à freguesia da Carregueira, no concelho da Chamusca

Editorial

Foram iniciativas muito participadas pela Juventude Socialista, que soube marcar a sua presença sem que houvesse necessidade de insultar nem desrespeitar o direito dos demais à manifestação das suas convicções políticas e pessoais. Ao contrário de outras organizações, a JS foi capaz de manifestar os seus ideais e preocupações sem criticar ninguém, afinal essa é a base do respeito pelos outros que nos trouxe o 25 de Abril. Ainda uma palavra sobre a festa de lançamento da Jovem Socialista TV e da Rádio Jovem Socialista. Estes dois projectos que têm sido trabalhados pela equipa do Jovem Socialista são o culminar de um trabalho e uma estratégia de aproximação do órgão oficial da Juventude Socialista junto dos militantes. Continuaremos a incentivar a divulgação das iniciativas das estruturas onde quer que elas decorram. É esse o nosso desiderato e é por ele que trabalhamos todos os dias.

Um abraço amigo do

Mesa de oradores do colóquio que foi moderado por Diogo Coelho, presidente da Federação de Leiria da JS

Otelo Saraiva de Carvalho procedeu a uma exposição exaustiva das operações que antecederam a revolução e esclareceu que o regimento sediado em Leiria não participou nas operações por apoiar o regime ditatorial. O responsável operacional da Comissão Coordenadora do MFA anunciou para breve o lançamento de um livro sobre o 25 de Abril. por Redacção com Jornal de Leiria

jovemsocialista@juventudesocialista.org


04

> JS EM ACÇÃO <

Projecto de Resolução sobre Factura Energética O Projecto de Resolução N.º 96/XI aconselha o Governo a uma elaboração de legislação para a obrigatoriedade de divulgação da factura energética da administração pública directa e indirecta.

É

cada vez maior o cuidado político no que respeita à problemática da sustentabilidade energética e ambiental, prova disso é a alteração de paradigma no que concerne à produção e ao consumo de energia. O grande objectivo desta nova concepção é atingir uma economia de baixo consumo energético, mais segura e competitiva. Os deputados do PS, sendo o primeiro subscritor, Duarte Cordeiro, entendem que a divulgação da factura energética do Estado e a aceitação de medidas para a sua redução contribui decisivamente para uma maior consciencialização pública e para uma maior dinamização das medidas de ascensão da eficiência energética.

medidas propostas 1.

A aprovação de um regime legal que estabeleça a obrigatoriedade de divulgação anual de um relatório energético, acompanhado do respectivo plano de poupança energética, por Ministério, por Região Autónoma e por Município, através dos respectivos sítios na internet.

2.

O relatório previsto no número anterior deverá contemplar as seguintes informações: a) Consumo de energia em percentagem do Orçamento Anual de funcionamento; b) Quantificação das emissões e as reduções obtidas, avaliando formas de compensação das suas emissões, por investimentos em esquemas de captura de carbono por reflorestação ou produção de energia de fonte renovável; c) Facturas Energéticas de energia eléctrica, gás natural, fuelóleo ou outro combustível, por Organismo ou departamento tutelado, com os seguintes elementos: i. Consumo real, especificando os kWh, metros cúbicos, quilogramas ou outra medida comummente usada; ii. Quantia paga.

Secretário-Geral da JS, Duarte Cordeiro, dirigindo-se ao plenário da Assembleia da República

d) Quando aplicável, a lista dos 10 edifícios com maior consumo energético, por Organismo ou departamento tutelado, com os seguintes elementos: i. Área e volume climatizados; ii. Número de ocupantes, identificando o tipo e perfil de utilização; iii. Inventário dos componentes da envolvente do edifício; iv. Equipamentos e sistemas consumidores de energia e os seus perfis de utilização. e) Custos Operacionais: uma vez que as despesas com energia incluem uma componente que cobre os custos operacionais, os custos com a manutenção normal e extraordinária devem ser registados como itens separados.

3.

Exclusivamente para as Autarquias, a aprovação de disposições legais que estabeleçam: a) O cálculo da factura energética e do consumo energético, do município, per capita, considerando as políticas e resultados de compensação de consumo de CO2.

4.

As autarquias que se comprometam com a implementação dos seus planos de poupança energética beneficiam de discriminação positiva nos mecanismos de financiamento disponíveis, por parte do Estado, para esse fim. Fruto da acção do Governo do PS, a utilização de energias renováveis tem sido um sucesso no país


05

> JS EM ACÇÃO <

Em Lisboa o desfile do 25 de Abril percorreu a zona da Cidade entre o Marquês e o Rossio.

Continuar a viver Abril . O casamento é vitória de tod@s! Juventude Socialista marcou presença nos desfiles comemorativos do 25 de Abril em Lisboa e no Porto

F

oram quase duas centenas de militantes da Juventude Socialista a comemorar em Lisboa e no Porto a Revolução dos Cravos. Em Lisboa, a delegação da JS contou com a presença do Secretário-Geral da JS, Duarte Cordeiro, do Coordenador da Área Política do Secretariado Nacional da JS, Pedro Delgado Alves, do Presidente da Federação da Área Urbana de Lisboa da JS, João António e do Presidente da Concelhia de Lisboa da JS, Diogo Leão. No Porto, a representação da JS foi chefiada pelo Secretário-Geral Adjunto da JS, Pedro Vaz, pelo Presidente da Federação Distrital do Porto da JS, João Torres, do Deputado à Assembleia da República, Nuno Araújo e do Presidente da Concelhia da JS do Porto, Tiago Barbosa Ribeiro. Em ambos desfiles estiveram presentes outros membros do Secretariado Nacional da JS e diversos dirigentes das estruturas locais da Juventude Socialista. A mobilização da estrutura sem precedentes nos últimos anos mostrou a firmeza de convicções da Juventude Socialista e dos seus militantes que não abdicaram de comemorar Abril. Sob o mote “Continuar a viver Abril – O casamento é vitória de tod@s!” ambas delegações da Juventude Socialista reforçaram a importância e a necessidade da rápida promologação da lei que permite o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo. por Susana Guimarães

susana.guimaraes@juventudesocialista.org

No Porto, a concentração teve lugar junto ao Museu Militar.


06

> JS EM ACÇÃO <

Semana Federativa de Coimbra Duarte Cordeiro quer “valorizar” boas práticas e “combater” desigualdades O secretário-geral da JS concluiu na Figueira da Foz, a visita a seis concelhos do distrito de Coimbra efectuada durante os dias 9, 10 e 11 de Abril, iniciativa conjunta com a Federação de Coimbra da JS e que teve como objectivo «conhecer e simultaneamente divulgar um conjunto de boas práticas» e «denunciar e reforçar a agenda reivindicativa da JS, indo ao encontro dos anseios dos jovens».

D

uarte Cordeiro pretende, assim, que haja «uma maior proximidade com a política local», mas também defende ser necessário «agir com mais igualdade». O jovem dirigente entende ser «fundamental que as autarquias impulsionem o empreendedorismo dos jovens», apontando como “bom exemplo” o concelho de Mira em que a câmara investiu recursos numa incubadora de empresas, mas também em parques industriais (já vai no terceiro). «Por isso, não me surpreende que tenha uma taxa tão baixa de desemprego», disse o jovem, que considera que em Góis também existem boas práticas, designadamente por parte de dois jovens que estão a investir no desporto/aventura. «Valorizam o território, criam emprego e trazem consumo», disse, referindo-se à empresa “Trans Serrano”, que está também a recuperar tradições e pretende implementar um parque de diversões, ampliando assim a sua actividade. A Figueira da Foz, salientou Duarte Cordeiro, também é exemplo de «empreendedorismo cultural», com o que a autarquia fez no Centro de Artes e Espectáculos – CAE (com uma companhia de dança residente), que «cria emprego e permite aos jovens o acesso à cultura, quer no ensino (escola de dança), quer no espectáculo». Todavia, nem todos os concelhos visitados merecem “aplausos” dos líderes da JS, pois tanto Duarte Cordeiro como o presidente da Federação de Coimbra da JS, Rui Duarte, apontam o dedo à autarquia de Coimbra pela sua «inoperacionalidade» no que respeita ao «estado de reabilitação do centro histórico da cidade». Os jovens socialistas dizem que aquele espaço «continua alagado de edifícios devolutos e não há visão para perceber que, com milhares de jovens em Coimbra, era importante a reabilitação urbana e social». «Ter um centro histórico deserto afasta os jovens e do ponto de vista económico não faz sentido, até pelo próprio comércio local. Ter jovens faz a zona mais segura, fixa o comércio local, além de criar oportunidades e poupar recursos à autarquia», porque, ao viverem na periferia, obriga a construção

Contacto directo com problemas e insuficiências e também perante casos de sucesso de governação socialista não deixou de fazer parte no programa da Semana Federativa de Coimbra

de estradas e de todo um conjunto de infra-estruturas, explicou. Outra das preocupações manifestada por Rui Duarte diz respeito às acessibilidades ao concelho de Oliveira do Hospital. «É preciso concluir o prolongamento do IC6 e garantir o acesso pleno e a ligação a concelhos adjacentes (IC7)», disse o dirigente de Coimbra, enquanto que Duarte Cordeiro entende que as acessibilidades são fundamentais «para combater desigualdades», e por isso, manifestou-se «solidário» com aquela autarquia. Uma medida que os jovens socialistas gostariam de ver estendida a todos os municípios do país, foi a adoptada pelo concelho de Condeixa, que enalteceram. «A câmara municipal tem a prática de oferecer os manuais escolares a todos os alunos do 1.º ciclo do ensino básico». «É uma redução de desigualdade óbvia e não sai tão cara quanto isso, é a alternativa a alcatroar uma estrada, com todo o impacto que tem nas famílias», frisaram.

CAE é “bom exemplo” cultural Na Figueira da Foz a visita incidiu no Centro de Artes e Espectáculos e na Quinta das Olaias, tendo como “cicerone” o vereador da cultura, António Tavares, que aproveitou para divulgar alguns dos projectos em mente, designadamente a ideia de fazer do «belíssimo sótão da Quinta das Olaias, uma residência de jovens que aqui queiram passar férias» (a exemplo do que existe noutros países) e estudar algo durante um curto espaço de tempo. Já no final do encontro, o dirigente local da JS enalteceu a “postura” do pelouro da cultura, ao albergar a companhia Vórtice Dance, que «serve de embaixadora da Figueira noutros países», disse Mário Paiva, que salientou a «forma positiva» como o CAE está a ser gerido.

O Secretário-Geral da JS, Duarte Cordeiro, e o Secretário-Geral Adjunto, Pedro Vaz, em contactos com instituições do distrito de Coimbra, juntamente com os dirigentes federativos e concelhios da JS. Na fotografia, reunião da comitiva na Câmara Municipal de Oliveira do Hospital na qual participou o seu Presidente


07

> JS EM ACÇÃO <

Lançamento da Jovem SocialistaTV e da Rádio Jovem Socialista coloca organização mais à frente na inovação tecnológica No passado dia 25 de Abril, após a meia noite, no Bar do Rio, em Lisboa, foi lançado oficialmente o canal de TV e de Rádio online do Jovem Socialista. A iniciativa contou com a presença do Secretário-Geral da Juventude Socialista, Duarte Cordeiro. Estes dois novos meios de comunicação do Jovem Socialista marcam assim a estratégia de ampliação da acção das estruturas da Juventude Socialista que tem sido uma principal do actual mandato na JS. A primeira emissão contou com a uma entrevista ao Secretário-Geral da JS, Duarte Cordeiro, onde foram abordados temas como a acção desenvolvida mas também sobre assuntos como a tributação das mais valias bolsistas, dos projectos de resolução sobre transparência da factura energética do Estado e sobre a implementação dos conselhos municipais de juventude. Contando além do espaço “JS em Entrevista”, estes dois projectos terão também lugar para noticiário sobre a acção da estrutura e também um programa de comentário político. por João Correia joao.correia@juventudesocialista.org

O Director do Jovem Socialista, Tiago Gonçalves, o Director-Adjunto, Luís Pereira e João António, Presidente da Federação da JS/FAUL, no lançamento da Jovem Socialista TV e da Rádio Jovem Socialista

Marta Martins, apresentadora do programa “JS em Entrevista”, Eduardo Magalhães, do Secretariado da Federação da JS/FAUL e o Coordenador da Área Política do Secretariado Nacional da JS, Pedro Delgado Alves no lançamento destes dois novos projectos do Jovem Socialista

Primeiro programa “NotíciasJS” que abordará tudo o que se vai fazendo pela JS fora, apresentado por Margarida Soares Ferreira

No passado dia 25 de Abril Proença-a-Nova comemorou a Revolução! Passados 36 anos sobre a célebre data do 25 de Abril de 1974, a data voltou a ser celebrada no concelho e desta vez por iniciativa da Juventude Socialista. Esta juventude partidária também ela inactiva por vários anos encontra-se agora activa e com órgãos eleitos desde o passado dia 19 de Dezembro de 2009. A primeira actividade desenvolvida pela JS da concelhia contou com a presença de três intervenientes: o Prof. António Manuel da Silva, professor de História e à data aluno do curso de Direito em Lisboa, facto que lhe permitiu assistir a alguns dos mais relevantes momentos da revolução ocorridos na capital; o Major General Arnaldo Cruz, presidente da Assembleia Municipal de Proença-a-Nova e um dos capitães de Abril que se encontrava em Angola, participando da Guerra Colonial e o Dr. José Luís Dias Lopes, filho da terra e um dos envolvidos nos conturbados acontecimentos que tiveram lugar no concelho e nos elucidou quando à história local, revelando histórias silenciadas pelo pesar de momentos mais difíceis que deram contornos de algum desentendimento entre conterrâneos mas fizeram vingar a Revolu-

Da esquerda para a direita: Dr. José Luís Dias Lopes; Major General Arnaldo Cruz; Presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova, Eng. João Paulo Catarino; Prof. António Manuel Silva

ção também em Proença-a-Nova. A iniciativa contou ainda com a presença do presidente da Câmara Municipal, Eng.º João Paulo Catarino que presidiu à sessão. Porque “Ser Jovem é amar a liberdade” a Juventude Socialista empenhou-se igualmente na distribuição de cravos às pessoas que se encontravam pelas ruas da vila e, pela voz de ilustres poetas e cantores da Revolução, animou o espaço da cafetaria do auditório municipal com música de intervenção.


JS comemorou o

25 de abril Reportagem Fotogrรกfica Desfile do 25 de Abril em Lisboa

Desfile do 25 de Abril no Porto

Festa de Lanรงamento da Jovem SocialistaTV e da Rรกdio Jovem Socialista

Jovem Socialista  

Edição 494

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you